×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 934
JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 932

Diástase abdominal: principais formas de corrigir

Diástase abdominal: principais formas de corrigir Foto: Carla Cristine on Pinterest

Diástase abdominal: principais formas de corrigir

Se você não faz ideia do que é diástase abdominal ou sabe e quer descobrir como corrigir, esse é o post que pode mudar a sua vida.

Pensando em todas as dúvidas que surgem sobre esse tema, aqui você vai encontrar dicas de correção, como identificar e conceito.

Então, pode pegar a sua agenda porque a hora de definir seus próximos passos chegou.

Vamos lá?

Diástase abdominal – O que é isso afinal

A princípio, nada melhor que entender o que é a diástase abdominal, já que muitas pessoas entendem isso errado e até associam com quilos extras ou ganho de peso.

O conceito de diástase inclui um afastamento muscular na região do abdômen.

Juntamente com o afastamento dos músculos ocorre do tecido conjuntivo, que pode atingir até dez centímetros de distância.

E porque isso acontece?

A diástase abdominal é mais comum em mulheres e, geralmente, ocorre após a gravidez, devido à expansão dos músculos da barriga para gerar o feto.

Entretanto, isso também pode acontecer devido à perda rápida de um grande volume de peso ou por pessoas que fazem levantamento excessivo de peso. 

Em alguns casos, a diástase dos músculos é tão excessiva, que você consegue pressionar até quatro dedos na região central da barriga e o tecido afunda, como se tivesse um buraco naquela região.

Esse buraco acontece porque os músculos que deveriam estar ali para impedir a entrada dos dedos estão distendidos e separados.

Como identificar a diástase abdominal

A diástase abdominal pode facilmente ser identificada em casa, através do teste dos dedos, como descrito acima.

Assim, você deve deixar em uma superfície lisa e de barriga para cima e pressionar os dedos na região central da barriga, tanto abaixo quanto acima do umbigo.

Caso os dedos afundem de maneira significativa, chama-se diástase.

Essa condição também pode ser identificada ao contrair o abdômen.

Quando os músculos estão afastados, com diástase, você contrai o abdômen e coloca os dedos acima do umbigo. Se eles não se moverem, pode ser sinal de diástase.

Fatores que influenciam a diástase dos músculos do abdômen

 

O principal fator que pode desencadear a diástase é a gravidez, principalmente para bebês que nascem com mais de quatro quilos ou quando são gêmeos.

Além disso, outros fatores incluem:

  • Ganho excessivo de peso;
  • Perda excessiva de peso;
  • Flacidez do abdômen, seja por ganho de peso ou emagrecimento;
  • Exercícios ou trabalhos que envolvem levantar muito peso; 

4 formas de corrigir a diástase abdominal

- Fisioterapia:

Uma das formas de corrigir a diástase é através da fisioterapia, que envolve exercícios com foco em fortalecer e devolver o tônus muscular.

Geralmente, a fisioterapia para diástase envolve o uso de um equipamento chamado de FES, que funciona contraindo os músculos do abdômen.

- Pilates clínico:

O pilates clínico serve para fortalecer os músculos do abdômen e atuam como tratamento para flacidez, aumentando a força do paciente.

Ao longo do tempo, o pilates causa uma pressão que pode auxiliar na volta dos tecidos e músculos.

Importante: quando realizado por profissionais não qualificados, com experiência em diástase, o pilates pode causar ainda mais o afastamento dos músculos.

- Exercícios físicos:

Os exercícios físicos, podem servir para minimizar o afastamento dos músculos, aumentar a força e tônus e reduzir ou evitar a flacidez.

A realização de exercícios físicos para tratamento de diástase abdominal deve seguir uma série de recomendações e acompanhamento profissional.

Caso contrário, pode piorar ainda mais o afastamento muscular.

Além de exercícios comuns como caminhadas e corridas, outras atividades indicadas para diástase incluem:

  • Exercícios de Kegel;
  • Rotação invertida de tronco;
  • Rolagem de tronco;
  • Sentado invertido; agachamentos;
  • Bicicleta invertida;
  • Prancha, entre outros.

- Abdominoplastia e outras cirurgias plásticas:

Outras formas de corrigir a diástase são através dos procedimentos cirúrgicos, principalmente a abdominoplastia.

Esse recurso funciona como uma correção direta e rápida, mesmo que seja mais invasiva.

Nesse caso, é realizado o corte e costura dos músculos no local correto, eliminando o afastamento dos músculos.

Juntamente com o procedimento de correção da diástase, sendo esse a cirurgia, podem ser realizados outras cirurgias plásticas.

Ou seja, você pode fazer uma abdominoplastia ou mesmo a lipoaspiração, para retirar as bolsas ou excessos de gorduras.

O tempo de tratamento ou cuidados da cirurgia de diástase podem variar de acordo com cada paciente ou mesmo do afastamento dos músculos

Geralmente, a cirurgia com abdominoplastia é recomendada para pacientes que tem um afastamento igual ou superior a cinco centímetros.

Quando o afastamento é inferior a cinco centímetros, a recomendação médica é iniciar com exercícios físicos, fisioterapia ou pilates.

Riscos da diástase de músculos abdominais

Caso contrário, pode piorar ainda mais o afastamento muscular.

Além de exercícios comuns como caminhadas e corridas, outras atividades indicadas para diástase incluem:

  • Exercícios de Kegel;
  • Rotação invertida de tronco;
  • Rolagem de tronco;
  • Sentado invertido; agachamentos;
  • Bicicleta invertida;
  • Prancha, entre outros.

- Abdominoplastia e outras cirurgias plásticas:

Outras formas de corrigir a diástase são através dos procedimentos cirúrgicos, principalmente a abdominoplastia.

Esse recurso funciona como uma correção direta e rápida, mesmo que seja mais invasiva.

Nesse caso, é realizado o corte e costura dos músculos no local correto, eliminando o afastamento dos músculos.

Juntamente com o procedimento de correção da diástase, sendo esse a cirurgia, podem ser realizados outras cirurgias plásticas.

Ou seja, você pode fazer uma abdominoplastia ou mesmo a lipoaspiração, para retirar as bolsas ou excessos de gorduras.

O tempo de tratamento ou cuidados da cirurgia de diástase podem variar de acordo com cada paciente ou mesmo do afastamento dos músculos

Geralmente, a cirurgia com abdominoplastia é recomendada para pacientes que tem um afastamento igual ou superior a cinco centímetros.

Quando o afastamento é inferior a cinco centímetros, a recomendação médica é iniciar com exercícios físicos, fisioterapia ou pilates.

Riscos da diástase de músculos abdominais

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016