Canaã dos Carajás: Trabalho da Coolettar retira por mês 25 toneladas de resíduos do meio ambiente Destaque

Coleta seletiva pode ser ampliada com o apoio da população Coleta seletiva pode ser ampliada com o apoio da população

Cooperativa de Catadores conta com apoio da Vale e Fundação Vale. Moradores podem contribuir com atitudes simples, veja o que fazer.

Todos os dias uma média de 60 toneladas de lixo são encaminhadas ao aterro controlado do município de Canaã dos Carajás. O número seria maior, não fosse a atuação da Cooperativa de Trabalho dos Catadores de Materiais Recicláveis de Canaã, a Coolettar. A organização coletou e destinou adequadamente quase 200 toneladas de resíduos recicláveis no ano passado. Esse ano, já são 25 toneladas por mês, o que faz prever que mais de 300 toneladas deixarão de ser lixo, para se transformar em material reutilizável, trabalho e renda para famílias de catadores e preservação ambiental.

A atuação conta com o apoio da prefeitura, de empresas como Vale e supermercados e instituições como a Fundação Vale. Segundo a Coolettar, o desafio ainda é grande e depende muito da consciência da população. No final dessa matéria, confira dicas de como fazer a segregação e contribuir com a preservação do meio ambiente.  

A Coolettar foi criada pela Prefeitura Municipal, em 2014 para receber os catadores de lixo que viviam do lixão à céu aberto da cidade, extinto no mesmo ano. E desde 2016, a Cooperativa conta com a parceria também da Fundação Vale, por meio do programa Agir, que assegura consultoria do Instituto de Socioeconomia Solidária (Ises), com recursos do Complexo S11D. A consultoria fornece toda orientação técnica para gestão do empreendimento social. Além disso, a Fundação assegurou R$ 100 mil reais para aquisição de mobiliário e equipamentos como prensa e balança. A cooperativa deve receber, ainda nos próximos meses, uma caminhonete para coleta, por meio de outro programa executado pela Fundação, o Carta Aberta.

"Com o apoio da Fundação Vale e demais parceiros nos sentimos hoje muito mais valorizados. Esse apoio foi fundamental para o nosso crescimento. O que muitos pensam que é lixo, na verdade, para nós, é renda e dignidade. Hoje somos mais fortes e temos um objetivo, que esperamos que passe a ser também de toda população, que é ter a coleta seletiva em toda Canaã", diz a presidente da Coolettar, Valéria Pereira. 

Equipe da Coolettar em frente ao PEV (ponto de entrega voluntária), já em funcionamento na avenida Weyne Cavalcante

Veja como é fácil fazer a sua parte

- Basta apenar ter dois recipientes - uma lixeira exclusiva para os restos de alimentos e outra para os demais resíduos, que podem ser recicláveis, são os chamados resíduos secos e que são coletados pela cooperativa. A principal recomendação é que esses materiais secos não devem conter restos de alimentos ou bebidas.

E quais são esses materiais que você pode encaminhar para a Cooletar?

- Papel, papelão, livros paradidáticos com ou sem espiral, revistas, jornal etc

- Sacolas plásticas, garrafas pet, embalagens de detergente, amaciante, desinfetante, água sanitária, shampoo, condicionador ou álcool em gel (não precisa lavar);

- Mangueiras, balde, bacias, galões de água mineral;

- Pacotes de salgadinhos, saquinhos de açúcar, feijão, arroz etc

- Isopor que protege móveis ou eletrodomésticos ou isopor de embalagem sem adesivos e

- Embalagens longa vida de leite e suco, vidros, latas e latinhas.

Onde você pode entregar?

-  No ponto de entrega voluntária (PEV), que fica na Praça da Bíblia, na avenida Weyne Cavalcante, próximo ao segundo sinal;

- Nos pontos de coleta nos supermercados:

  • Diamante da rua JK;
  • Barcelona na Pioneiros, saída para a 52;
  • Barretos na Weyne Cavalcante;
  • Peixeirão, próximo do colégio Vale dos Carajás;
  • Verdurão, na Pioneiros;
  • Exclimat, na Weyne Cavalcante e  
  • Lojas Americanas, na Weyne Cavalcante. 

- O material também pode ser entregue na própria Cooperativa, que fica na Av. Industrial, s/nº, quadra 02, lote 06 B. A rua fica ao lado do Depósito Coringão.

Geração de lixo no Brasil

Imagine 550 estádios do Maracanã lotados de lixo. Essa é a quantidade de resíduos gerados no Brasil em 2016, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe). No total, foram 78,3 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos gerados no país. Canaã está entre os 263 (58%) dos 450 municípios da região Norte do país que têm alguma.

 (Fonte: Vale)

 

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016