Seleção de Canaã massacra Doce Norte no estádio Benezão

Nem o mais otimista torcedor poderia imaginar o placar do 1º amistoso do ano da seleção de futebol local. A equipe adversária era da Serra dos Carajás e foi despachada para casa completamente humilhada. A partida aconteceu no início da tarde deste sábado, 17, no estádio Benezão e serviu como preparação para os dois times nos campeonatos seguintes: O Doce Norte joga na 1ª divisão de Parauapebas, enquanto a seleção de Canaã se prepara para a Copa Sul do Pará.
 
Escalação:
 
Seleção de Canaã dos Carajás
 
1 – Bruno – Goleiro
2 – Ozart – Lateral Direito
3 – Rodrigo – Zagueiro
4 – Anderson – Zagueiro
6 – Coiote – Lateral Esquerdo
13 – Rafinha – Volante
7 – Cosmo – Volante
8 – Ivon Lucas – Meio Campo
10 – Luquinha – Meio Campo
9 – Alan – Atacante
11 – Clécio – Atacante
 
Técnico:  Biro-Biro
 
Doce Norte
 
1 – Mancha – Goleiro
2 – Marquinhos – Lateral direito
3 – Souza – Zagueiro
20 – Lucas – Zagueiro
16 – Edson – Lateral esquerdo
9 – Surubim – Volante
5 – Junior Bahia – Volante
7 – Cildo – Volante
11 – Gustavo – Meio Campo
19 – Bob – Meio Campo
10 – Bebeto – Atacante
 
Técnico: Jackson de Souza Chorão


 
1º tempo
 
Biro-Biro e Chorão armaram suas esquipes em esquemas táticos diferentes. O treinador de Carajás optou por preencher o meio campo com um volante a mais para tentar conter a velocidade do adversário: “Apesar do jogo ser amistoso, nós pretendemos sair com a vitória, no entanto eu pedi calma aos jogadores para não machucar ninguém e o nosso intuito é fazer um jogo correto para tentar agradar ao público. Já é a segunda vez que o time vem à Canaã e nós pretendemos sair com a vitória. O amistoso servirá como preparação para o Campeonato Municipal de Parauapebas e também para um torneio de funcionários da Vale, que será realizado em Belém.”
 
Já Biro-Biro, optou pela velocidade dos 2 atacantes e ainda deu liberdade para os meias Luquinha e Ivon Lucas chegarem ao ataque. “É o nosso 1º amistoso em 2017, mas já temos uma base desde 2014. Alguns jogadores novos foram convocados para observação também, pois é um jogo preparatório e, apesar de amistoso, todos levam a sério. Eu pedi aos meus jogadores tranquilidade. Tivemos apenas 2 dias de treino, mas o ideal é que se pegue o entrosamento que já vem de 3 anos atrás, se impor em campo e sair com a vitória”. Quando perguntado sobre a opção tática, o treinador respondeu: “O time do Doce Norte foi campeão ano passado em Parauapebas utilizando essa mesma base e eu sempre venho no mesmo 4-4-2, saindo com um dos meus meias, que servem como falsos atacantes. O esquema acaba virando um 4-3-3, e os meias se alternam na função de um ‘atacante falso’ com a bola no pé” concluiu.
E o esquema de Biro-Biro se mostrou muito mais eficiente do que a trinca de volantes do Doce Norte. Enquanto eu entrevistava o treinador canaense, Ivon Lucas, aos 5 minutos, e Alan, aos 6, abriram o placar para Canaã dos Carajás. Mal sabia a equipe de Carajás que aquilo era apenas o presságio para o massacre que estava por vir. O jogo ficou muito fácil para a equipe local. Com total domínio do meio campo, a seleção trocava passes eficientes no meio campo. Com erros bobos em campo, a equipe adversária pouca fazia e viu Alan fazer o 2º dele aos 33 minutos de jogo e Clécio também marcar aos 36. 4 x 0 e uma exibição de gala do time de Canaã dos Carajás.
 
2º tempo
 
A equipe de Biro-Biro veio ainda mais avassaladora no início da etapa final. O meia Luquinha fez 5 x 0 aos 4 minutos e quebrou qualquer instrução que Chorão tenha passado no intervalo. E a surra continuou quando, aos 12 minutos, o dono do jogo Alan marcou o seu 3º gol e saiu para o abraço.
 
Mas não perca as contas, 6 x 0! E ainda teve mais: Clécio fez o 2º dele aos 26 minutos. O garoto Lucas, que entrara no lugar do meia Ivon aos 15 minutos, fez o 8 x 0 com imensa categoria num toquinho por cima do goleiro. E como o que já está ruim ainda pode piorar, o zagueiro Souza, aos 37 minutos, marcou um gol contra a própria meta em uma canelada catastrófica. Quem fechou a tampa do caixão foi Lucas aos 44 minutos de jogo.
 
Com 10 x 0 no placar e uma equipe de Carajás humilhada, o juiz não deu minutos de acréscimo e encerrou o jogo quando o cronômetro cravou os 45. De coro quente, o time visitante voltou para casa com uma derrota para ser esquecida em sua história.

 

Fonte: jornalinfoco.com.br

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/PMPgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/luisrodapegk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016