On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Canaã dos Carajás: Delegado e agentes da Polícia Civil são postos em liberdade

Após cinco meses recolhidos, o delegado da Polícia Civil, Bruno Fernandes de Lima, e os investigadores Cláudio Márcio do Nascimento e Sérgio de Sousa Lago foram colocados em liberdade provisória por decisão unânime dos desembargadores integrantes da Seção de Direito Penal, nesta segunda-feira (29).

Os três respondem a um processo por associação criminosa, supostamente atuando na comercialização de bens apreendidos em Canaã dos Carajás, em geral motocicletas, e não registrados no sistema da Polícia Civil. Há suspeita, ainda, de não estarem sendo lavrados autos de prisão em flagrante mediante pagamentos. Os três deverão cumprir medidas cautelares, estas ainda a serem definidas pelo Juízo de Canaã dos Carajás.

Na última semana foi realizada a última audiência de instrução e julgamento do processo, em Canaã dos Carajás. Na ocasião, os três negaram envolvimento com qualquer prática ilícita enquanto atuaram na delegacia da cidade. Ainda não emitida sentença para o caso.

Conforme a assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, a relatora do Habeas Corpus, desembargadora Maria de Nazaré Gouveia dos Santos, acatou os argumentos da defesa, entendendo que os policiais denunciados pelo Ministério Público do Estado do Pará não oferecem risco à ordem pública, nem à instrução processual, acrescentando que resta apenas a oitiva de uma testemunha para que o processo seja sentenciado. As acusações abrangem, ainda, a prática de crimes de peculato e corrupção passiva e ativa.

Os três foram presos no dia 29 de agosto doa no passado em Canaã dos Carajás, município localizado a 230 quilômetros de Marabá, durante ação desencadeada pelo Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), e pela Divisão de Crimes Funcionais da Corregedoria da Polícia Civil.

À época, o MPPA informou que veículos apreendidos teriam sido liberados por policiais civis sem realização de procedimento policial e, posteriormente, foram novamente recolhidas por policiais militares circulando nas ruas da cidade. Algumas delas chegaram a ser utilizadas na prática de novos crimes, aponta a denúncia.  Os policiais civis estavam recolhidos no Presídio Coronel Anastácio das Neves, em Santa Izabel do Pará. 

Fonte: Correio de Carajás - (Luciana Marschall)

 

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016