O sindicato dos Trabalhadores de Transito do Estado do Pará (SINDTRAN) decide por paralisação em assembleia geral realizada na manhã desta terça-feira (11), no estacionamento do Detran-PA (Departamento de Trânsito do Estado do Pará) , de Belém, capital do estado.

A decisão foi divulgada em nota que informa sobre paralisação na sexta-feira (14), porém os serviços das agências de Parauapebas e Canaã não irão paralisar seus serviços, como informou representes dos órgãos à reportagem, na manhã desta quinta-feira (13).

Em justificativa, o sindicato informa que a Paralisação de Advertência  ocorrerá para que os servidores possam acompanhar audiência de conciliação que ocorrerá no Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA). Nessa nova audiência são esperados representantes do Detran, da Secretaria de Estado de Administração (Sead) e da Procuradoria Geral do Estado (PGE). 

Esta audiência de conciliação foi uma determinação da desembargadora Diracy Nunes Alves, nos autos do processo interposto pelo Estado que, em maio passado, determinou o retorno de 80% dos servidores do Detran ao trabalho durante a greve que durou 29 dias. 

Em Parauapebas e Canaã dos Carajás o atendimento funcionará normalmente. Nestes municípios apenas os serviços de vistoria poderão sofrer com a paralisação.

De acordo com o diretor do Detran de Parauapebas, Rivelino Pereira, a agência do município irá funcionar normalmente, mas ainda não se sabe sobre os serviços de vistoria, haja vista que na última paralisação estes serviços foram interrompidos.

Em entrevista Rivelino explica sobre o funcionamento do da agência CIRETRAN (Circunscrição Regional de Trânsito) de Parauapebas.  “O sindicato soltou esta nota que informa sobre a paralisação de servidores do DETRAN nesta sexta-feira (14), porém a nossa agência CIRETRAN aqui de Parauapebas irá funcionar normalmente, inclusive a Estação Cidadania que continuará oferecendo os serviços de CNH (Carteira Nacional de Trânsito), atendimentos de veículos e entrega de documentos”, disse o diretor.

Ao falar sobre os serviços de vistoria do município, Rivelino explica que ainda não conversou com a classe, porém os mesmo aderiram à última paralisação e é possível que nesta, também possam paralisar. “Da última vez que houve paralisação apenas a vistoria parou de funcionar, ainda não conversei com os vistoriadores acerca do assunto, porém reafirmo que o Siretran de Parauapebas não irá fechar, mas só podemos dizer de fato quais os serviços serão afetados com a paralisação a partir de amanhã, sexta-feira (14)”, finalizou.

(Reportagem Fernando Bonfim/ Texto: Ingrid Cardoso com informações do Dol e Sinditran)

 

 

 

A Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás através da Secretaria de Obras (SEMOB), finalizou a obra de asfalto no estacionamento da Avenida Weyne Cavalcante, onde se localizava a antiga praça a qual está passando pela primeira etapa da revitalização, com objetivo de melhorar o trânsito da cidade, que terá a capacidade de comportar cerca de 20 vagas para carros de pequeno porte.

O primeiro trecho a ser modificado fica localizado entre as ruas Teotônio Vilela, semáforo da farmácia Droganorte, e José Meneguel, em frente à loja Janaína.

A obra deu início no dia 21 de agosto, a qual começou com a retirada dos antigos brinquedos do parquinho e com a limpeza do local, em seguida foi feita a compactação do terreno para ser implantada a massa asfáltica no setor.

O Secretário de Obras Edson Sousa falou a respeito das obras que estão sendo realizada na Avenida “Começamos a executar bem as obras, no estacionamento estamos terminando de colocar o asfalto, as árvores estão sendo cercadas, as calçadas que estavam quebradas já estão sendo retomadas, estamos fazendo uma obra de melhoria para o município, os próximos etapas serão feitas em seguida, no termino da primeira, pois estamos fazendo os trabalhos com cautela. ”

Lucélia Moreira, arquiteta da Semob que está sempre presente na obra abordou a continuidade dos trabalhos “Não paramos, estamos trabalhando, hoje está sendo a finalização do asfalto no estacionamento, ainda temos a conclusão do meio fio, termino das calçadas estamos seguindo com os canteiros colocando as pedras, estamos com o nosso cronograma está em dia.”


A previsão de entrega da primeira etapa do projeto será no aniversário da cidade que ocorrerá entre os dias 26 a 30 de setembro.

(Fonte: Jornal In Foco)

O desfile desta sexta-feira, 07 de Setembro, feriado de Independência do  Brasil, de Canaã dos Carajás contou com as ilustres presenças dos alunos da APAE (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais), que realizaram um belo desfile cívico representando a instituição.

Desfile de 07 de Setembro. Participação de alunos da APAE.

Equipe, alunos e professores da APAE participaram de Desfile Cívico, em comemoração a Independência do Brasil.

Para a locomoção dos alunos até a Avenida Weyne Cavalcante, onde foi realizado o desfile, os professores da APAE contaram com o apoio do vereador Anderson Mendes (PTB), que oferceu uma Kombi para facilitar o translado das crianças.

 Este trabalho social é idealização do próprio vereador, que há anos mantém o veículo para auxiliar no transporte de pessoas de baixa renda e instituições beneficentes para os eventos sociais e culturais do município. Como Canaã ainda não conta com um transporte urbano efetivo e que contemple todos os seus munícipes o trabalho social do vereador é de grande importância para a comunidade.

 (Texto: Ingrid Cardoso)

A menos de uma semana do fim da Campanha Nacional de Vacinação contra Sarampo e Poliomelite (na próxima sexta-feira, 31), Canaã dos Carajás ainda não atingiu a meta estipulada pelo Ministério da Educação, de vacinar ao menos 95% do público alvo, que é de crianças entre 1 e 5 anos.

Segundo dados da coordenação de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, no público de crianças com um ano, apenas 47% foram vacinadas contra poliomielite e cerca de 46% foram vacinadas contra o sarampo. A baixa adesão nessa faixa etária atrapalha o município a atingir a meta no público geral, já que nas outras faixas etárias esse público foi ultrapassado. Nas faixas etárias com dois anos a cinco anos, mais de 100% do público alvo previsto já foi imunizado.

Por isso, é importante que as famílias, sobretudo as de crianças com entre um ano e dois anos, procurem as Unidades de Saúde da Família para garantir a imunização de suas crianças.

Campanha de vacinação

A Campanha de Vacinação contra Sarampo e Poliomelite é voltada para crianças de um ano a menores de cinco anos. No Pará, o público-alvo da campanha é de aproximadamente 594,5 mil pessoas. Em todo o país, 11,2 milhões de crianças devem ser vacinadas.

Adultos – até 49 anos – que não tem comprovante de vacinação contra as doenças também devem se vacinar. No entanto, nesse período de campanha, será priorizada a imunização de crianças até os cinco anos. A vacina para os adultos faz parte do calendário básico de vacinação, ou seja já é algo de rotina. Durante a campanha, enquanto houver doses disponibilizadas para realização da vacina de rotina, todos que necessitam da imunização podem procurar as Unidades de Saúde.

(ASCOM-PMC)
 

A cerimônia de abertura da 5ª Edição dos Jogos Estudantis de Canaã dos Carajás (Joescc) aconteceu na manhã deste sábado (18), na quadra poliesportiva da Praça da Juventude “Noel Cirino de Carvalho” – Praça do Papai Noel – e reuniu milhares de jovens e crianças, além de autoridades locais. Este ano, 1.400 atletas, com idades entre oito e 17 anos, incluindo os estudantes inseridos no EJA (Educação de Jovens e Adultos) vão disputar o campeonato nas mais diversas modalidades esportivas.

O evento é fruto de parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e a Funcel (Fundação de Cultura, Esporte e Lazer), que este ano, além da participação dos estudantes da rede pública, traz como novidade a inserção de pelo menos quatro instituições privadas de ensino. “Espero que esse seja um campeonato disputado, porém leal e que vençam as melhores equipes em cada modalidade”, declarou Edilson Valadares, da Semed.

Além dos jogos, apresentações de danças também marcaram a abertura do evento. 

Diversas atrações culturais apresentadas por estudantes marcaram a solenidade. Em seguida, a bola rolou em quadra carimbando a abertura dos jogos. A competição também representa uma ótima oportunidade de promover maior proximidade entre alunos, pais e professores.

Os jogos acontecerão em polos distintos e sua programação segue até o próximo dia 4 de outubro, em celebração dos 24 anos da cidade.

(Fonte: Zé Dudu/Imagens: EStephanny Sousa-Jornal In Foco)

A partir da próxima segunda-feira (20), os alunos das turmas de alfabetização da rede pública de ensino de Canaã dos Carajás terão à disposição 14 assistentes educacionais. Os profissionais atuam no município pelo programa Mais Alfabetização, do Governo Federal, que chega ao município com o objetivo de acelerar o processo de alfabetização de milhares de crianças do primeiro e segundo ano da rede municipal. As assistentes têm a missão de dar apoio pedagógico aos alunos e trabalharão em todas as escolas das zonas urbana e rural.

O treinamento aconteceu durante a manhã desta sexta-feira (17), no Centro de Formação de Profissionais da Educação do município. “Isso vem para somar na educação de Canaã. São estratégias de apoio à sala de aula e tenho certeza que este será um trabalho de destaque. Alunos de primeiro e segundo terão uma melhor base e melhores índices no futuro”, destacou Erika Nayanna, responsável pela capacitação. A previsão é, que ainda nas próximas semanas, o número de assistentes de alfabetização de subir de 14 para 17.

A Secretaria Municipal de Educação, atendendo a recomendação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), de priorização de alimentos regionais na merenda escolar, vai inserir, a partir de setembro, o filé de tilápia na refeição dos alunos da rede pública. A mudança também garante variedade à alimentação e é uma opção reconhecidamente saudável.

Para iniciar essa mudança, cerca de 100 agentes culinárias (merendeiras) estão passando por treinamento sobre o corte e o trato do filé de peixe, que está sendo realizado no Centro de Formação de Profissionais da Educação.

Além do manuseio e preparo correto, as merendeiras também estão aprendendo técnicas para evitar o desperdício. Na manhã desta sexta-feira (17), a Secretaria Municipal de Educação também entregou Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como avental e botas antiderrapantes, para as profissionais.

(Fonte: Zé Dudu)

O secretário de Planejamento de Canaã dos Carajás, Geam Meirey, afirmou que o município tem discutido ações, em parceria com a Vale e empresas terceirizadas da mineradora, para solucionar a questão da rodoviária do município. As informações foram prestadas em entrevista ao programa Canaã Notícia, da Rádio Correio, nesta quinta-feira (9).

O assunto tem sido levantado recentemente, com críticas da sociedade, após a construção particular de um ponto de apoio para empresas de ônibus. Ele reforçou que trata-se de um problema complexo. “Não é simples como a maioria deseja. A construção de um Terminal Rodoviário é de responsabilidade do Estado, mas infelizmente ele não cumpre o seu papel aqui, não só nisso, mas em muitos setores”, pontuou.

Segundo o secretário – mesmo não sendo atribuição municipal – a prefeitura está tomando isso como uma responsabilidade. No ano passado, foi feita uma audiência pública para definir a localização e apresentar um projeto de construção. “É um projeto ousado e grandioso para os nossos padrões e de lá para cá estávamos buscando investidores para construir esse Terminal. Nós não conseguimos interessados ainda, por isso não publicamos o edital. Não há porquê publicar se não tem empresas interessadas”, informou.

Geam lembrou que o país passa por um período de crise, e não é fácil conseguir um investidor disposto a encarar o projeto. Diante disso, segundo ele, a administração está procurando uma nova alternativa para resolver o problema.

“Estamos discutindo junto com a Vale e as empresas contratadas, lançamos a ideia de construir um Terminal Rodoviário que seja também um Terminal de Integração para quando iniciarmos o nosso transporte coletivo”, disse. “Talvez possamos pensar em um terminal menor, pra facilitar e podermos colocar recursos no Orçamento de 2019”, informou.

Ponto Rodoviário na Weyne Cavalcante

Sobre a construção – por um empresário particular – de um ponto de apoio para ônibus interestaduais no município, o secretário de Planejamento afirmou que a prefeitura está tomando medidas para garantir a legalidade do local.

“O problema no momento é garantir a regularização, com as taxas, licenças e alvarás que a lei exige. Lá não é uma rodoviária, mas um ponto de apoio. Hoje os pontos de vendas de passagens dos ônibus estão todos concentrados na Rua do Torre, no Centro, e acabam atrapalhando o trânsito”, esclareceu.

“É uma medida paliativa e assim que construirmos a nossa rodoviária, teremos um espaço adequado. Nós só estamos exigindo o que é legal, mas não pretendemos impedir que o local funcione”, completou.

(Fonte: ASCOM /PMC)
 

Será realizada nesta terça-feira, 7/8, às 14h, na Casa da Cultura palestra com o tema "Outros olhares sobre fotografia". A proposta do fotógrafo Cyro José é provocar uma reflexão sobre a necessidade de se treinar o olhar para enxergar aquilo que, muitas vezes, parece invisível. Um pouco dessa técnica estará na exposição do "Pixel ao Pincel", que está aberta ao público desde de hoje.

Nos dias 8 e 9, também haverá oficina teórica e prática sobre Composição Fotográfica - O exercício do Olhar no desenvolvimento da percepção. Durante o curso, os alunos poderão compreender melhor a organização dos elementos, de forma harmoniosa, dentro da área a ser fotografada, envolvendo a captura de cenários da natureza e expressões culturais. A oficina é gratuita e será realizada das 08h às 12h e das 14h às 18h. É necessário possuir aparelho de celular com câmera.

Detalhe da Lagarta GMogol

A programação é uma iniciativa da Fundação Vale com patrocínio Vale e realização do Ministério da Cultura e Governo Federal.

(Comunicação- Vale)

Quando o assunto é melhorar de vida, qualquer pessoa deixa o lugar onde está e o que faz para tentar crescer em outro lugar. Diariamente, Canaã recebe empresários com olhar visionário para um futuro promissor no município e ainda assim existem mercados pioneiros da cidade fechando as portas com a justificativa que Canaã parou de se desenvolver. Porém, a realidade nos bastidores, é outra.

Pensando nos questionamentos e preocupação dos leitores leitores a equipe do Jornal In Foco traz uma série de reportagens sobre a ascensão de Canaã. O objetivo é ajudar os moradores e empresários perceberem o crescimento econômico do município.

Há 24 anos atrás Canaã dos Carajás era criada após aprovação da Lei 5.860 pelo governador Carlos José de Oliveira Santos. Antigamente o município era conhecido como CEDERE II, centro criado pelo Governo Federal com pelo menos três objetivos claros, sendo esses: 1°- Como parte da estratégia de ocupação do território amazônico; 2°- minimizar a pressão por terras na região sul e sudeste do País; e de modo muito particular; 3°- como medida atenuante aos graves conflitos pela posse da terra em território paraense.

Os primeiros gestores do município tiveram suas posses em 1° de janeiro de 1997. O nome do Canaã dos Carajás significa “Terra Prometida” e a escolha do nome pode ter sido influência dos números significativos de evangélicos no cenário político do município naquela época ou pela história dos solos férteis, derivando as produtividades de determinados cultivos agrícolas que foram determinados acima da média estadual e até mesmo nacional.

A economia do município girava em torno da produção de arroz, milho, banana, feijão, e da criação bovina, sendo que a última atingiu o auge em 2004. A atividade madeireira também se fazia expressiva na região, onde ainda se podia encontrar espécies nobres. O maior controle legal da atividade madeireira e a redução drástica das espécies de maior valor comercial levou o setor a retração, a partir de 2002 e com o maior rigor após o ano de 2004, quando a extração de madeira em tora passou de 9.000 m³ para 5.000 m³, em 2005. Daí em diante a economia decresceu, chegando em 2014 com 1.200 m³ de madeira de tora extraída de acordo com a pesquisa feita pelo IBGE/DPE-FADESPA/SEPLAN.

Em 2003 o setor secundário da economia de 2002 que até então não se mostrava significativo, começou a concentrar maior parte do PIB municipal, atingindo seu ápice no ano civil de 2013, ocasião em que o valor adicionado bruto do setor teve em média R$ 2.849.402 mil.  Em 2009 Canaã sofreu uma queda brusca chegando a R$ 532.914 mil.

Durante este período de tempo, Canaã além da crise financeira, sofria também com o crescimento desordenado no município chegando a abrigar de 10 mil habitantes para 33 mil dentre os anos 2000 a 2015, uma taxa com quase em média seus 208% de crescimento segundo o IBGE, porém, a pesquisa feita pela própria prefeitura apontava que Canaã tinha números maiores, resultando então em 2014 com 52 mil habitantes, uma diferença de 57% em relação à pesquisa feita no início. Atualmente o mesmo levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística aponta que Canaã tem em média apenas 36 mil habitantes contradizendo os levantamentos feitos pela gestão municipal.

Dados levantados pelo IBGE

Mesmo com esse crescimento desordenado o município é considerado uma das cidades mais prósperas da região, deixando assim de ser uma cidade pacata habitada por colonos vindos de outras regiões para construir a vida por meio da agropecuária. Hoje devido a implantação dos projetos das industrias de extração mineral e a queda do mercado agrícola, a economia de Canaã se tornou totalmente dependente do minério.

Há quase dois anos atrás a câmara de vereadores de Canaã dos Carajás aprovava um projeto de lei para a construção do Distrito Industrial. O espaço da construção é uma doação da Vale para contribuir com o desenvolvimento da cidade. Antigamente a área era utilizada para realizar a estocagem de estruturas e montagens de 109 módulos que compõem a usina de processamento da mina S11D e fica localizada as margens da rodovia PA-160.

O Distrito Industrial é prioridade do governo para o crescimento  econômico do município.

Pela localidade do Distrito logo as margens da rodovia, muito em breve Canaã dos Carajás poderá se apresentar e se consolidar como rota alternativa para interligar essas regiões e cidades importantes dentro e fora do território paraense, criando uma infraestrutura logística que servirá de base para multiplicar as riquezas no setor terciário da economia.

Atualmente Canaã tem passado por um período conturbado, o que tem assustado e desanimado muitos moradores do local. A realidade de ver muitos comércios pioneiros fechando as portas no município, faz com a população se questione se de fato Canaã terá um futuro melhor
O distrito é uma prioridade do governo e economicamente mudará o cenário do município. Mas se estamos diante de tantas promessas caminhando para serem cumpridas em breve, por que os grandes empresários estão de partida para investir em outras cidades? Procuramos algum deles para justificar o motivo e conversamos com Davi Perez, pioneiro em Canaã dos Carajás. Davi chegou em meados dos anos 2000 e veio em busca de uma vida sustentável.

Há mais ou menos um mês o empresário anunciou que fecharia as portas do seu empreendimento. A justificava dada por ele foi “Eu não estou passando por dificuldades em Canaã, como também nunca passei. Mas lamento muito o que está acontecendo, prefiro não entrar em detalhes políticos e nem religiosos, já era previsto essa queda financeira. Mas eu quero qualidade de vida e Canaã não está mais me oferecendo isso, o que me deixa triste e motivado a procurar outros caminhos. Economicamente falando, Canaã tem como se sustentar e muito, aqui não falta nada. O que falta é simplesmente organização. É o único município que tem quatro minas, eu não estou falando de valores e sim do que fazemos sobre isso.  Canaã sempre teve o sustento muito alto, economicamente, o mercado sempre foi caro, não existe a falta de dinheiro, existe a falta de vontade. A vontade de fazer com que todos participem dessa economia e usufruam de tudo o que está terra dá para seus cidadãos. Vou embora porque continuo buscando um estilo de vida e continuo buscando o lugar que me forneça mais um pouco de paz. ” Finalizou.

Davi Perez em sua fala, ressalta a falta de vontade dos empresários e planejamento da parte governamental do município.  Na segunda matéria da série Economia In Foco nós iremos abordar a justificativa do governo em relação à economia e crescimento do município, como também mostraremos a visão de um morador pioneiro sobre o comércio.

(Jornal In Foco - Reportagem: Stephanny Sousa)

Na tarde de ontem, quinta-feira (26), Cícera Pereira da Silva, Samuel Sousa Torres junto com uma adolescente de 17 anos, foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Canaã dos Carajás, após uma denúncia anônima relatando que ambos estavam envolvidos com desmanches de veículos roubados. Os três acabaram sendo pego em flagrante com entorpecentes.

Segundo a Polícia Militar, a informação apontava que caminhonetes que estavam sendo roubadas na região sudeste estavam sendo levadas para Canaã dos Carajás. Depois de investigações a polícia acabou descobrindo três casas suspeitas em uma área conhecida como “invasão”, frente à rotária do projeto S11D, de serem o apoio para os suspeitos dos roubos.

Na abordagem Samuel tentou fugir correndo pelos fundos de um dos imóveis, desobedecendo a ordem de parada, cruzou cercas e plantações, momento em que caiu e acabou sendo imobilizado. A Polícia Militar afirma que ele ainda reagiu à prisão, precisando ser algemado, devido sua exaltação. Os policiais encontraram um pedaço de maconha, uma espingarda caseira tipo “Por fora”, um motor de motocicleta, juntamente com duas bengalas e uma descarga de motocicleta. As peças estavam escondidas dentro de um tambor na lateral da residência de Samuel.

Na tarde de ontem, quinta-feira (26), Cícera Pereira da Silva, Samuel Sousa Torres junto com uma adolescente de 17 anos, foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Canaã dos Carajás, após uma denúncia anônima relatando que ambos estavam envolvidos com desmanches de veículos roubados. Os três acabaram sendo pego em flagrante com entorpecentes.


Segundo a Polícia Militar, a informação apontava que caminhonetes que estavam sendo roubadas na região sudeste estavam sendo levadas para Canaã dos Carajás. Depois de investigações a polícia acabou descobrindo três casas suspeitas em uma área conhecida como “invasão”, frente à rotária do projeto S11D, de serem o apoio para os suspeitos dos roubos.

Na abordagem Samuel tentou fugir correndo pelos fundos de um dos imóveis, desobedecendo a ordem de parada, cruzou cercas e plantações, momento em que caiu e acabou sendo imobilizado. A Polícia Militar afirma que ele ainda reagiu à prisão, precisando ser algemado, devido sua exaltação. Os policiais encontraram um pedaço de maconha, uma espingarda caseira tipo “Por fora”, um motor de motocicleta, juntamente com duas bengalas e uma descarga de motocicleta. As peças estavam escondidas dentro de um tambor na lateral da residência de Samuel.
 Peças apreendidas na casa de Samuel   

Os militares afirmam que a todo momento o acusado proferia palavras de baixo calão contra a guarnição militar e ameaças, dizendo que “isso não iria ficar dessa forma”. Alegou que estava apenas usando a maconha apreendida e que não sabia de quem eram as peças encontradas em seu quintal.
Ainda seguindo as buscas, os policiais encontraram na bolsa da adolescente um pedaço de maconha, R$235 em espécie e segundo os policiais, com odores característicos de maconha. Na delegacia, ainda em revista, foram encontradas mais quatro petecas de crack em posse da adolescente.

Já na casa de Cícera foi encontrada outra espingarda caseira “por fora” e enterrado no quintal um saco de fumo contendo quatro pedaços de maconha; ao ser questionada sobre a procedência da droga, ela informou aos policiais que pertencia a um homem identificado pelo apelido “Kiko”. No aparelho celular dela os militares encontraram conversas com esta pessoa. “Kiko” afirmava nas mensagens estar praticando assaltos na região e enviava fotografias dele portando uma pistola.

A PM sustenta que Cícera possui várias conversas com membros do PCC e fazendo alusão às simbologias do Primeiro Comando da Capital (PCC), dando a entender que a mulher dá apoio aos membros da facção criminosa, que a chamam de “tia” em várias mensagens. Os três foram apresentados à Polícia Civil que deverá investigar o envolvimento em diferentes crimes.
 
(Fonte: Jornal In Foco-reportagem Stephanny Sousa)
Página 1 de 2

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016