Unidade de Vigilância de Zoonoses de Canaã dos Carajás iniciou seu funcionamento no mês de junho, contribuindo com o reforço das ações de combate à leishmaniose no município. À época, a região vivia um surto da doença, que acomete animais domésticos e pode atingir o ser humano.

A Unidade, localizada rua Constancia Lino, no bairro Novo Horizonte 2, também realiza vacinação antirrábica, coleta de cães que representam risco à saúde pública e eutanásia de animais cujo bem estar esteja comprometido de forma irreversível. No entanto, é preciso reforçar que a Unidade não recebe cães saudáveis por meio de doação ou que tenham sido abandonados.

O abandono de animais, assim como maus tratos, constitui crime, segundo a Lei 9.605 de 1.998, em seu artigo 32. A pena para esse tipo de crime é de três meses a 1 ano de detenção, mais multa.

Veja abaixo quais são as atribuições da Unidade de Zoonoses:

  1. Execução de atividades, ações e estratégias relacionadas a animais de relevância para a saúde pública;
  2. Atualmente ofertamos os serviços de vacinação antirrábica animal; coleta de cães errantes que causem risco a saúde pública; realização de testagem rápida de triagem para leishmaniose visceral tanto para demanda espontânea, quanto no inquérito canino; realização de eutanásias em animais que constituem ameaça à saúde pública (diagnosticados com calazar, por exemplo), animais cujo bem estar esteja comprometido irreversivelmente;
  3. Desenvolvimento e execução de ações, atividades e estratégias de educação em saúde;
  4. Realização de coleta de amostras para diagnóstico laboratorial de zoonoses e identificação das espécies de animais, de relevância para a saúde pública;
  5. Coleta, recebimento, acondicionamento, conservação e transporte de espécimes ou amostras biológicas de animais para encaminhamento aos laboratórios;
  6. Recepção de animais vivos e de cadáveres de animais quando forem de relevância para a saúde pública;
  7. Gerenciamento de resíduos de serviços de saúde gerados pelas ações de vigilância de zoonoses de relevância para a saúde pública;

Não compete à Unidade de Vigilância de Zoonozes

Recepção de animais sadios por meio de doação ou abandono.

a) Abandono e maus tratos a animais está previsto na lei 9605 de 1998, artigo 32. A pena para esse tipo de crime é de 3 meses a 1 ano de detenção, mais multa.

(Ascom-PMCC)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016