Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O sorteio do concurso 1.721 da Mega-Sena, que será realizado nesta quinta-feira (9), poderá pagar o prêmio de R$ 35 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), na cidade de Osasco (SP).

O sorteio extra faz parte da edição de férias e altera o cronograma dos demais sorteios desta semana, que teve um concurso na terça-feira (7) e terá o concurso 1.722 da Mega-Sena sorteado no sábado (11).

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá aproximadamente R$ 252 mil por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir uma frota de 233 carros de luxo.

Para apostar
As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

 

Fonte: G1 Notícias 

A primeira das sete etapas do Campeonato Paraense de Motocross foi sediada em Parauapebas e teve a organização do piloto e empresário JB (José Maria Benevides), que também disputou em uma das modalidades inseridas na competição. “Fazia muito tempo que nossa cidade não sediava uma etapa do campeonato e agora temos aqui a abertura o que para nós é bem gratificante, apesar de trabalhoso”, comemora JB, contando que a segunda etapa acontecerá em Canaã dos Carajás em setembro e também será o organizador.  

Perguntado sobre sua avaliação sobre a primeira etapa do campeonato ele disse que como todo evento neste também houve falhas, mas foram bem menos que as qualidades e se fosse dar nota de 0 a 10 daria 9, justificando que a estrutura foi boa, a pista excelente; atributos que ele disse ter sido possível graças ao apoio de patrocinadores. Mas diz que devido à realidade econômica do momento não se tem o mesmo apoio de outros tempos nem mesmo da SEMEL (Secretaria Municipal de Esporte e Laser).  “Estamos muito carente de apoio do poder público para dar o devido valor ao esporte, pois estamos do bolso para fazer o esporte acontecer”, lamenta ela.

Além de pilotos de vários municípios paraenses participou da abertura ocorrida ontem, 5, pilotos de estados como, por exemplo, Maranhão, Tocantins e Goiás, alguns deles com renome nas disputas nacionais; exemplo do Parazinho, piloto de Marabá que está disputado o Campeonato Brasileiro de Motocross.   

A etapa teve as seguintes categorias: Convidados, com participação de 12 pilotos de Parauapebas; MX2, com motos de até 250 CC e pilotos entre 17 e 23 anos; Intermediária, com pilotos de até 17 anos; MX3, com motos de 250 a 450 CC e pilotos acima de 35 anos; MX4, com pilotos de idade a partir de 40 anos; Veteranos, com pilotos acima de 45 anos de idade, com motos importadas de 250 a 450 CC; Nacional A, com pilotos de até 19 anos de idade em motos nacionais de 230 CC; Nacional B, com pilotos iniciantes em motos de 230 CC; MX1, considerada a Fórmula 1 do Motocross;

 

 Por: Francesco Costa 

O primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, disse nesta quarta-feira (8) que o país precisa de um acordo "que permita ver a luz no fim do túnel", com reformas críveis, mas que ao mesmo tempo "redistribuam o fardo aos que podem assumi-la".

Em um discurso na Eurocâmara, onde foi recebido com aplausos e vaias nas distintas bancadas do plenário, Tsipras afirmou que a Grécia "foi um laboratório de testes da austeridade que fracassou".

O primeiro-ministro destacou que a situação "sem saída" do país não se deve aos cinco meses em que está no cargo, mas sim aos "cinco anos de resgates que condenaram a economia grega".

"É preciso deixar de fazer como foi feito até agora, com o peso recaindo sobre os ombros do povo", acrescentou Tsipras, destacando que a carga das reformas deve recair em quem pode assumi-las."Desejamos um acordo com os sócios, que nos dê possibilidade de sair da crise, que nos permita ver a luz no fim do túnel, mas o fardo terá que ser suportado por aqueles que podem fazê-lo", insistiu o líder do Syriza.

Tsipras afirmou que suas propostas incluem reformas que pretendem "mudar a Grécia" e que não estavam incluídas nos planos anteriores de assistência com os demais países da zona do euro.

E destacou que os novos planos, que ainda não foram formalizados, têm como objetivo financiar as obrigações e reestruturar a dívida grega, sem ser uma carga extra para os contribuintes europeus.

Apesar do tom crítico inicial, o primeiro-ministro grego pediu que todos assumam suas responsabilidades para não permitir a "ruptura da União Europeia (UE)", cuja história "está marcada pelos conflitos que terminaram em entendimento".

O chefe do governo grego afirmou que "a chamada crise grega é, na realidade, uma resposta coletiva à austeridade" e pediu uma mudança de mentalidade na UE.

Fonte: G1 Notícias 

A PA-275 se torna bastante perigosa pelo fato de não contar com acostamento. Recentemente a via passou por reformas, porém o Governo do Estado não construiu acostamentos, o que vem aumentando cada vez mais o índice de acidentes fatais.

Um deles ocorrido na manhã desta segunda-feira, 6, há cerca de 20 KM de Parauapebas, quando dois caminhões, um carregado de frutas e verduras e outro que transportava vasilhames de água mineral se chocaram bruscamente. Um terceiro caminhão também se envolveu no acidente e o motorista para evitar o pior, desviou bruscamente o veículo e acabou caindo em uma ribanceira. Não teve a mesma sorte o motoristas, identificado por Carlos Modesto Vidal, de 30 anos de idade, acabou morrendo no local do acidente; já o outro Leandro dos Santos Valente, foi encaminhado ao Hospital Municipal de Parauapebas e o seu estado de saúde é grave.

As condições da Rodovia PA-275 somada à imprudência dos condutores podem ter sido os ingredientes desta fatalidade, pois basta trafegar nos seus mais de 60 KMque ligam os municípios de Parauapebas a Eldorado do Carajás para notar a ausência de acostamentos e a imprudência praticada por vários condutores de veículos que trafegam pela rodovia diariamente. Ultrapassagens irregulares e excesso de velocidade são as infrações mais comuns que aumentam as chances de acidentes na rodovia que por ano vitima vários condutores.

 A Rodovia PA 275 é uma das principais do Pará, tendo em vista que dá acesso aos dois municípios mais ricos da região, Marabá, Parauapebas e Canaã dos Carajás, que contam com projetos minerais e com empresas de grande porte que usam a rodovia para recebimento e envio de cargas de grande porte.

 

Por: Francesco Costa 

Com endereço fixo no Estado do Maranhão, para onde voltou a morar tão logo terminou a gestão de Josineto Feitosa na presidência da Câmara Municipal de Parauapebas, Herbeth Herland Matias de Gomes foi considerado foragido da justiça. Pesa contra ele, entre outras acusações, o fato de ter falsificado certidão em favor de uma empresa que, segundo o MPE (Ministério Público Estadual) nunca prestou serviço no município.  

Herbeth era tido como braço direito de Josineto Feitosa na administração “dos negócios” na Câmara Municipal em sua gestão nos anos de 2013 e 2014 quando foi diretor administrativo da Câmara Municipal de Parauapebas na gestão Josineto Feitosa, período em que, segundo denúncias, não cumpriu acordos de campanhas e ainda deixou rastros claros de corrupção pelas quais agora está sendo investigado. O acusado deveria ter sido preso na manhã de quarta-feira, 1, em cumprimento de mandado de prisão preventiva, mas não foi encontrado.

Porém a defesa de Herberth o apresentou na sexta-feira, 03, no Ministério Público, em Belém; prestou depoimento e, por ser funcionário público concursado da Câmara Municipal de Santa Luzia – Maranhão – deverá ficar preso no Centro de Recuperação Coronel Anastásio Neves (CRECN), junto com os três vereadores parauapebenses que já se encontram presos desde o dia 26 de maio: Odilon Rocha e José Arenes; além de Josineto Feitosa;  somando-se agora quatro o número de presos sendo.

Agora ele e outros três funcionários da CMP; os vereadores Josineto Feitosa, Odilon Sanção, Major da Mactra, José Arenes,  Devanir Martins e Luzinete Batista; dois filhos do vereador Odilon e o comerciante Edmar Cavalcante, dono do Supermercado Baratão, foram denunciados pelo MP por Formação de Quadrilha, Peculato, Corrupção passiva , Corrupção ativa e por Crimes contra a Lei de Licitações.

 

Por: Francesco Costa 

O encontro, organizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Parauapebas (CDL), também tratou da criação de um sindicato patronal para unir e representar a classe empresarial do município. "Com um sindicato aqui, vamos ter mais autonomia para fazer as negociações de acordo com a nossa própria realidade. É uma ferramenta importante para que a classe se fortaleça ainda mais", afirmou Marksan Gomes, presidente da CDL. Foi marcada uma reunião para a próxima quarta-feira, para tratar especificamente da criação do sindicato. A reunião será realizada às 18h30, na Faculdade Metropolitana, onde também ocorreu o evento desta quinta-feira,2.

Na mesma reunião, empresários de diversos segmentos de Parauapebas aprovaram a proposta da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Pará (Fecomércio) para a Convenção Coletiva de Trabalho de 2015. A Fecomércio, que atualmente representa a classe patronal do comércio de Parauapebas, está em negociação com o sindicato laboral para definir os termos do documento que vai regular a relação de trabalho entre empregador e empregados do setor de comércio até 2016. Os empregadores de Parauapebas aprovaram o valor do salário-base profissional em R$ 975,00 e um aumento de 8% para os empregados que ganham um salário acima deste valor. Além disso, foi aprovado o pagamento de ticket alimentação de R$ 5,00 por dia trabalhado, o que soma R$ 110,00 por mês.

Para Herivelto Bastos, diretor sindical da Fecomércio, a proposta precisa ser avaliada com sensibilidade pelo sindicato laboral. "Todo empresário quer remunerar bem o seu empregado, principalmente aquele mais dedicado. Mas é preciso ter em mente que a situação do interior não é igual à da capital. Além disso, o momento econômico da cidade é outro, tem que ter essa sensibilidade", ressaltou. O diretor também sugeriu que os empresários já apliquem um aumento de acordo com a inflação, até que a negociação seja concluída. "Como a data-base é maio, vocês já podem aplicar o aumento da inflação. Assim, quando o acordo for finalizado, as finanças das empresas não serão tão afetadas com um grande volume de pagamento retroativo a fazer", detalhou Herivelto.

A proposta está sendo debatida com o sindicato laboral e ainda precisa ser aprovada para integrar a Convenção Coletiva de Trabalho

 

Por: Francesco Costa 

Pacífico, porém, notório. Assim foi o protesto feito na Câmara Municipal de Parauapebas na sessão realizada na terça-feira, 30. O ato, feito por empresários, exibia cartazes com frases impactantes contra a corrupção no município e ainda defendendo que a Prefeitura Municipal e a mineradora Vale S.A, maiores gestoras de obras no município, compre produtos e contrate mão de obra aqui na cidade.  

Um movimento que nasceu da revolta principalmente da classe empresarial e é resumido pelo empresário Daniel Lopes como “Indignação”. Assim ele descreve o motivo de ter alavancado o Movimento Muda Parauapebas. “É ruim ver nossa cidade sair constantemente na mídia com tantas denúncias e você não ver nada apurado. Seria uma covardia se não fizéssemos um levante contra tudo isso”, diz Daniel Lopes, explicando não se tratar de um grupo político que pretenda promover o nome de algum indivíduo, mas mostrar que Parauapebas é sim contra a corrupção e que temos a chance de aproveitar esse momento e mudar nossa consciência em relação a isso.

Ele detalha que o movimento neste primeiro momento foi buscando a adesão de pessoas que tem engrossado a fileira do movimento. Ele conta ainda que camisetas foram distribuídas para as pessoas assumirem publicamente seu posicionamento sobre o problema, além de outdoor afixado pela cidade. Já o próximo passo será a realização de um manifesto em frente à Parauapebas mostrando que a população está realmente comprometida com a limpeza ética e política do município. “O movimento tem como objetivo a discussão das ideias e isso, segundo Daniel, fez com que as pessoas venham aderindo e somando na construção e discussão das ideias”, conclui Daniel.

 

 Por: Francesco Costa

Em cerimônia do Sistema de Reconhecimento do Pacto pela Educação do Pará, realizada no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, nesta quarta-feira (1), Parauapebas foi reconhecida pela qualidade na educação com quatro certificações.

O município está em primeiro lugar na categoria “Resultados”, referente aos resultados de proficiência em Língua Portuguesa dos alunos do quinto ano do Ensino Fundamental, e em segundo lugar no bom desempenho da aprendizagem dos alunos do nono ano, também do Ensino Fundamental.

“Nós elegemos a Educação como um dos pilares do nosso governo. E esse reconhecimento, a nível estadual, é o resultado de todo o esforço que a Prefeitura de Parauapebas tem desenvolvido, por meio da equipe da Educação. Temos investido em construções, reformas e ampliações das escolas, em novos ônibus escolares, e também na qualificação dos nossos educadores, diretores e coordenadores pedagógicos que recebem capacitações a cada 15 dias”, disse o prefeito Valmir Mariano.

Já na categoria “Cobertura”, alusiva ao maior percentual de alunos avaliados, foram certificadas as escolas E. M. E. F. Jorge Amado (zona rural da Apa do Gelado) e a E. M. E. F. Monteiro Lobato, da vila Paulo Fonteles.

“O governo municipal trabalhou muito; fez todo um trabalho de  planejamento e logística. É um reconhecimento que nos emociona e nos incentiva a fazer cada vez mais e melhor pela educação de Parauapebas”, ressalta a secretária de Educação, Juliana de Souza.

O evento Sistema de Reconhecimento SisPAE 2014 é uma iniciativa do Grupo de Parceiros Estratégicos do Pacto pela Educação do Pará (GPEP), coordenado pelo Instituto Synergos, em parceria com a Secretaria de Educação (Seduc).

Na ocasião, foram entregues mais de 400 certificações para alunos, professores, coordenadores pedagógicos e turmas das séries avaliadas pelo Sistema Paraense de Avaliação (Sispae) no ano de 2014, em 141 municípios paraenses, atingindo 583.823 estudantes.

Para Simão Jatene, educação se faz com determinação. “O que eu vi aqui, hoje, foi um grupo de pessoas, cada uma com sua história, credos e lugares diferentes, mas unidas por uma causa. O Pacto é a compreensão de que qualidade na educação é um desafio de todos”, afirmou.

O evento contemplou, ainda, sorteios de smartphones, tablets, duas bolsas de intercâmbio com um ano de estudo em Londres, com tudo pago, e participação em uma jornada pedagógica em Nova Iorque com todas as despesas pagas.

 

 Fonte: Ascom/PMP

Aumentar a renda, esse é o sonho de todo produtor rural que acorda cedo todos os dias para trabalhar. Em Parauapebas, os agricultores já vivem essa realidade. O programa de incentivo do Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror), proporciona aos produtores uma mudança de vida completa.

Raimundo Vieira, 51 anos, tem uma propriedade na área da Palmares I. O produtor que chegou a Parauapebas há 3 anos, sempre trabalhou com agricultura familiar, mas nunca teve incentivo nos negócios. “Aquié diferente, a prefeitura nos apoia. Já recebi muitos benefícios: adubo, sementes e os técnicos da Sempror sempre estão à disposição para nos auxiliar”, comenta.

Ele trabalha com o plantio de melancia, maracujá, goiaba, milho, cheiro verde, abóbora e cebola. Para o agricultor, o conhecimento e a assistência técnica qualificada fizeram a diferença na sua plantação. Atualmente, ele consegue fazer a colheita de melancia, por exemplo, duas vezes ao ano.

A segunda colheita de melancia foi realizada na última quinta-feira (2), com a presença do secretário de Produção Rural, Horácio Martins, equipe da Sempror, e alguns produtores da região da Palmares I, que conheceram a propriedade, a plantação dos frutos e ainda as técnicas utilizadas pelo agricultor.

“Antes eu fazia o trabalho com a inchada e isso levava muitos dias. Agora é feito com as máquinas custeadas pela prefeitura, o que facilita demais nosso trabalho. A prefeitura também me concedeu o transporte da mercadoria até a cidade. Minha renda aumentou, então, estou muito feliz com esses incentivos e hoje mais ainda pela presença do secretário na minha propriedade”, completa.

Com uma plantação de 5 mil pés de quiabo, cheiro verde, cebolinha, feijão, pimenta de cheiro e mamão, o então produtor Leandro Batista, 35 anos, mudou sua vida quando decidiu voltar a trabalhar como agricultor. Leandro conta que atuava como assalariado na cidade e há 7 anos decidiu investir em uma propriedade na zona rural.

“Agora tenho meu próprio negócio, duas vezes por semana levo os produtos para vender na cidade. Essa é minha única fonte de renda e já tenho uma pessoa que trabalha comigo. Minha vida mudou muito com a agricultura familiar”, afirma o produtor, que já plantou mais 3 mil pés de quiabo para aumentar sua produção.

De acordo com o coordenador da região da Palmares I, Alcides de Sousa, mais de 300 produtores recebem incentivos do Governo Municipal, através da Sempror, com mecanização, distribuição de mudas, adubo, ureia, assistência técnica e construção de tanques de piscicultura.

O titular da Sempror, Horácio Martins, falou para os agricultores sobre o potencial de produção que o município possui e o trabalho que vem sendo realizado para aumentar a produtividade. “Fico feliz em constatar o sucesso de nossos agricultores. Já aumentamos a produtividade de milho e diversos produtos, e vamos continuar. Saímos de 3 % de produtos da agricultura familiar que fornecíamos para a merenda escolar, atualmente, estamos com 33% de fornecimento. O nosso município tem potencial de produção, não vamos precisar vender frutos vindo de outras regiões. Nós vamos produzir melancia suficiente para atender o nosso município e comercializar para outros também, assim como quiabo, couve, cebola, entre outros produtos”, ressalta o secretário.

Fonte: Ascom/PMP

Presos no dia 26 de maio, uma terça-feira, por cumprimento de mandado de previsão preventiva, acusado de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas, o vereador Odilon Rocha de Sanção deve ser posto em liberdade nas próximas horas. Após ter dois pedidos de Habeas Corpus negados o Tribunal de Justiça do Estado do Pará concedeu hoje, 6, Habeas Corpus ao vereador Odilon Rocha de Sanção (sem partido).

Decisão que deverá ser publicada nas próximas horas e, segundo a defesa do vereador, no máximo até amanhã, 8, o vereador será liberado para retornar à Parauapebas.

Também preso na mesma operação por posse ilegal de armas, o vereador José Arenes do PT será posto em liberdade nas próximas horas beneficiado pelo Habeas Corpus concedido as 14 horas de ontem, segunda-feira. Arenes foi preso após cumprimento de busca e apreensão em sua residência quando foram encontradas armas de grosso calibre de uso restrito da Polícia.

Vários Habeas Corpus foram negados e agora após 41 dias foi concedido a ele o benefício.  

Sobre a prisão de Odilon Rocha de Sanção - Segundo o Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e a corrupção (NCIC) coordenado pelo Procurador de Justiça Cível Nelson Pereira Medrado e a promotoria de Justiça de Parauapebas, na pessoa do promotor de Justiça Hélio Rubens, foi encontrada exagerada quantidade de irregularidades nas quais o vereador Odilon está envolvido. Uma delas o fornecimento de alimentos, outra a locação de veículos e um terceiro para a lavagem dos veículos que, em tese, seriam locados para a Câmara de Parauapebas.

O promotor diz que isso foi levantado em um primeiro momento nas investigações preliminares e esclarece que a prisão do vereador Odilon Rocha de Sansão se deveu pelo fato de que mesmo sendo instalado o procedimento no MP, ele ouvido em depoimento, mesmo depois daquele escândalo que teve repercussão nacional quando ele falou na tribuna da câmara que um vereador para se sustentar com o salário que recebia tinha que ser corrupto, as investigações apontam que outras condutas irregulares com a participação dele continuavam ocorrendo; e pela reiteração do fato criminoso contra a administração pública se justificou a prisão preventiva deste vereador.

  

Por: Francesco Costa 

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016