Papão encara líder do grupo B da Terceirona com a missão de voltar a vencer

Papão encara líder do grupo B da Terceirona com a missão de voltar a vencer Foto: Jorge Luiz/Paysandu

O Paysandu inicia um giro de dez dias pelas regiões Sudeste e Sul, onde fará três jogos valendo pela Série C do Brasileiro e Copa do Brasil, competição em que o time fará sua estreia nas oitavas de final.

E o primeiro desafio dos bicolores é tentar desbancar o líder da Terceirona, o Volta Redonda-RJ, em pleno estádio Raulino de Oliveira, hoje, às 18h, na cidade de Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro. A equipe carioca lidera o Grupo B do campeonato, com sete pontos, apenas um a mais do que o Papão, que ocupou o posto até antes da rodada passada, quando caiu em casa diante do Juventude-RS.

Depois da partida diante do Voltaço, como é apelidada a equipe do Rio, o Paysandu, trocará o chip e se concentrará em uma parada, teoricamente, mais indigesta, enfrentando, na quinta-feira (23), o poderoso Internacional-RS, em Porto Alegre, no jogo de ida pela Copa do Brasil.

O roteiro bicolor fora de casa será encerrado com um novo confronto no Sudeste, desta feita enfrentando o Boa Esporte-MG, na cidade de Varginha, Terra dos ET’s. Os bicolores deixaram Belém, na madrugada de quinta-feira prometendo focar partida por partida.

“Não podemos misturar as coisas”, pediu o técnico Léo Condé. “Primeiro temos de pensar e nos concentrar no jogo contra o Volta Redonda. Depois, aí sim, focar no Internacional para, em seguida, voltarmos a tratar da Série C”, argumentou.

O treinador admite que o Papão será uma espécie de “azarão” na Copa BR e que a atenção maior dele e do grupo que comanda é a Série C. “O acesso à Série B é o maior desafio que temos”, argumenta o treinador.

A delegação do Papão viajou para o Rio sem que Condé anunciasse a formação da equipe que mandará a campo. Nenhuma novidade, afinal de contas, o treinador desde que chegou à Curuzu tem agido desta maneira, seguindo estilo parecido com os adotados por seus antecessores. Mas, ao menos ele deu dicas de que poderá mudar os setores de meio de campo e ataque do time. A entrada de Tiago Luís ou Diego Rosa.

Condé também sinalizou, em sua última coletiva à imprensa, com a possibilidade de mudar o posicionamento do atacante Nicolas, que passaria a jogar enfiado na área “como um falso camisa nove”, como afirmou o treinador.

Outra alteração poderá ocorrer no gol, visto que o titular Mota viajou sem estar 100% recuperado, embora o técnico tenha afirmado que a ausência do atleta nos dois últimos treinos foi apenas medida preventiva. Douglas Silva, que ainda não jogou pelo clube, está de sobreaviso e poderá ser o titular.

Ordem é se manter no G4

Com dois jogos seguidos fora de casa pela Série C do Brasileiro, Volta Redonda hoje e Boa Esporte-MG, no outro domingo, 26, o técnico Léo Condé já tem traçado em sua cabeça o principal objetivo do Paysandu nas partidas: somar pontos e retornar a Belém se mantendo no “pelotão” de frente do campeonato. Traduzindo: entre os quatro primeiros colocados na tabela de classificação da disputa.

“Nesses dois jogos penso que precisamos pontuar e buscar sempre os três pontos. Na pior das hipóteses, jogando fora de casa precisamos tirar pelo menos um ponto dos adversários”, afirmou o treinador.

“Independente de estar em primeiro ou quarto colocado, o Paysandu, no final do campeonato, precisa estar classificado”, disse. “Mas neste momento, o nosso foco é manter-se no G4 ou próximo desse grupo. Se no final da competição a gente conseguir chegar em primeiro ou segundo melhor ainda”, argumentou Condé.

Obter seis pontos nos jogos em Volta Redonda e Varginha, segundo o treinador, seria de grande importância para que o time, independente do resultado da partida de estreia na Copa do Brasil, contra o Internacional-RS, que intercala as partidas pela Série C, seria pra lá de positivo. “Seria, sem dúvida, uma grande e positiva arrancada”, admitiu o técnico, que pretende ver seu time aproveitando bem as chances de gols criadas, diferente do que ocorreu contra o Juventude-RS. “A gente procurou corrigir esse problema de finalização para buscar as vitórias”, anunciou.

O ADVERSÁRIO

O Volta Redonda não é nenhum clube de massa. Nada que chegue sequer perto de Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco, titãs do futebol carioca, donos das maiores torcidas do Rio de Janeiro. A média de público nos jogos do time no Raulino de Oliveira é de apenas 322 torcedores na Série C, pela qual a equipe fará, hoje, a sua terceira partida em casa. Pensando em atrair um número maior de torcedores ao estádio, a direção do clube decidiu baratear o preço do ingresso para R$ 10 para quem foi ao jogo vestindo camisa com alguma das cores do clube - preto, amarelo e branco.

O valor do bilhete é relativo ao de meia-entrada que vinha sendo praticado até a vitória sobre a Tombense-MG e que valeu ao time a liderança do Grupo B. A equipe carioca é a 16ª colocada no número de torcedores levados aos estádios. Em dois jogos foram 644 pessoas. Apesar da fase positiva vivida pelo time, há pouca esperança de que as arquibancadas do Raulino de Oliveira estejam tomadas pelos torcedores quando a bola começar a rolar.

Indiferente a questão de público, o técnico Toninho Andrade quer mesmo é ver seu time continuar, como aluno aplicado, fazendo bem o seu dever de casa. Da mesma forma pensam os jogadores. “Precisamos fazer valer o fator casa, como conseguimos nas duas partidas que tivemos até o momento. Sabemos que teremos um grande desafio pela frente, contra uma equipe tradicional. Respeitar o adversário é muito importante, mas vamos entrar em campo para jogar o nosso jogo e iremos para cima deles em busca da vitória”, afirmou o atacante Douglas Lima, autor de um dos gols na vitória passada.

 

(Nildo Lima/Diário do Pará)

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016