Sob protestos da ala insatisfeita do partido foi realizada neste sábado, 26, no auditório da Câmara Municipal de Parauapebas, a Convenção do PROGRESSISTAS. O evento, realizado sob a convocação de todos os membros do Diretório Municipal, titulares e suplentes, filiados; representantes do Partido no Congresso Nacional; representantes na Assembleia Legislativa; presidente do Diretório Estadual; líder do partido na Câmara dos Deputados Federal; teve como objetivo principal a eleição para escolha do Diretório Municipal PROGRESSISTAS, com o preenchimento dos cargos de Delegados à Convenção Estadual e Comissão Executiva do Partido; Conselhos Fiscal, Consultivo e de Ética, respectivamente; presidentes dos Movimentos da Juventude, das mulheres, e afrodescendente, respectivamente.

O ato democrático contou com apenas uma chapa registrada para o pleito, e a presença de 74 filiados quites com suas obrigações estatutárias, que elegeram seus novos representantes. Ficando assim a composição:

Presidente – Andreia Lima dos Santos;

Vice-presidente – Edivilson Carlos da Silva (Carlos Refribom).

2ª vice-presidente – Ieda Maria Abreu Marques;

Secretário Geral – José Domingos Pereira Ramos Silva;

Secretário – Helder Sousa Gonçalves;

Tesoureira Geral – Silvania Chaves de Sousa

Tesoureira – Risonete Mota de Sousa.

Tendo como vogal, Manoel Moreira da Silva, Redson Aguiar dos Santos e Joverlando Moraes Alves. O Líder do Partido na Câmara Municipal é o vereador Zacarias Marques.

Andréia Lima, presidente do Progressistas

“A gente tinha feito a programação para a eleição com duas chapas; mas como a outra não conseguiu se credenciar dentro do prazo hábil. Apesar do Estatuto do Progressistas prever que, neste caso, poderíamos fazer o processo por aclamação, preferimos usar a votação através de cédula de papel para manter a transparência do processo”, explicou Andréia Lima, presidente do Progressistas, reeleita naquele ato.

Quanto as manifestações ocorridas antes e durante a convenção, Andreia avalia como normal, já que existe, naturalmente, mais de um grupo que pretendia concorrer ao comando do diretório.

 Zacarias Marques, vereador do PP

O momento foi também de recepcionar novas filiações cujas fichas foram abonadas pelo presidente da Executiva Estadual do Partido, Beto Salame. Entre os novos filiados está o vereador Zacarias Marques, que pretende disputar nesta legenda a reeleição em 2020. “O estado democrático de direito nos oportuniza esse momento em que acontecem as convenções municipais. Me sinto feliz em estar de volta a essa legenda onde fiz parte de minha história política para onde retorno para fortalecer o crescimento com a criação de uma unidade e assim poder pensar nos destinos de Parauapebas”, avaliou Zacarias.

 Adelsom Fernandes, foi contrário ao resultado e entrou na justiça contra a chapa

Na opinião de Adelson Fernandes, agora secretário do partido em Parauapebas, o que acontece neste momento é o *“rolo compressor*” por parte da máquina pública que a todo custo tentou comprar o partido através de propostas. “Agora por último está usando da força da máquina como dinheiro público para  poder se manter no poder”, resume Adelson Fernandes, que em seu pronunciamento, na tribuna, fez duras críticas à presidente Andreia Lima.

Beto Salame, presidente da Executiva Estadual do Progressistas

Apaziguador, o presidente da Executiva Estadual do Progressistas, Beto Salame, fez um discurso chamado a todos para a unidade com o objetivo de construir o fortalecimento da legenda que pretende, segundo ele, ampliar o número de vereadores, prefeitos e vice-prefeitos. “Mesmo havendo essa disputa essa convenção fortalece ainda mais nosso partido, vindo a aumentar o número de filiados, oportunizando um debate franco de ideias, o que demonstra que o Progressistas é um partido democrático com espaço para novas lideranças”, resumiu Beto Salame, deixando claro que o Progressistas não é um partido comandado para uma pessoa, mas, pelas lideranças que há em cada município.

Além dos filiados e simpatizantes do Progressistas, se fizeram presentes várias lideranças políticas. Entre elas: o presidente da Executiva Estadual, Beto Salame; o vice-presidente da Executiva Estadual, Maurício Bororó; o Secretário Municipal de Obras, Wanterlor Bandeira; a vereadora Joelma Leite; o vereador Marcelo Parcerinho; o presidente do DEMOCRATAS, Joelson Leite; o presidente do CIDADANIA, Fábio Sacramento; o presidente do PV, Joel Alves; e o ex-presidente do PP (hoje Progressistas), Roque Dutra.

Intervenção judicial – Antes do encerramento da votação, a pedido da ala insatisfeita do partido, a justiça mandou comunicar que havia acatado a denúncia apresentada, ficando assim, sob judice, a eleição até que seja ouvida a outra parte, respeitando assim o Direito ao Contraditório. Em resumo, a eleição, após corrido o trâmite judicial relativo à denúncia, a eleição pode ser mantida ou anulada.

Após 01 ano e 10 meses longe dos trabalhos legislativos, desde que pediu licença para assumir a Secretaria Municipal de Saúde, José das Dores Couto (Coutinho) reassume a posição de vereador na Casa de Leis. Durante sua ausência a cadeira no legislativo foi ocupada pelo ex-vereador Rafael Ribeiro, na condição de suplente

Na sessão ordinária desta terça-feira (06) o legislador abriu seu discurso pendido a Deus sabedoria, forças e discernimento para tratar as situações adversas do município com a maior serenidade e seriedade possível, com respeito ao povo, às leis e aos poderes Executivo e Legislativo. “Tratar os assuntos da população com o máximo de eficácia possível, para que a sociedade seja beneficiada, afinal de contas, é para isso que nós fomos colocados aqui”, disse.

Ele parabenizou o ex-vereador, Rafael Ribeiro, que assumiu sua suplência e afirmou que ele fez um bom trabalho. “É um jovem muito promissor, político dessa terra, literalmente dessa terra. Que Deus o abençoe nessa caminhada. Aqui eu deixo publicamente os meus parabéns a ele pelos trabalhos prestados à nossa sociedade”, pontuou.

Coutinho falou que gerir a pasta da saúde é uma tarefa árdua e complexa, não só em Parauapebas, mas em todo o país e que a sua sensação é de dever cumprido. “Alguns dizem que daqui eu não deveria ter saído, mas eu tenho a certeza de que fiz o certo. Fui convidado para assumir uma pasta muito complexa, difícil, não só em Parauapebas, mas acredito que em todo o país e até mesmos a nível mundial. Tenho a sensação de dever cumprido, e digo que agradar a todos é muito difícil; prestar um serviço eficiente a todos, às vezes se torna difícil e nem sempre está em nossas mãos”, disse Coutinho.

O ex-secretário não falou muito sobre as dificuldades que encontrou durante a gestão, mas tratou o assunto de forma genérica, dizendo apenas que se deparou com uma situação que não foi tão fácil. “Naquele momento, se eu não assumisse aquela pasta quando fui convidado, estaria me sentindo um covarde hoje. Eu tinha em meu coração a certeza de que a gente sempre poderia fazer melhor, mas eu me deparei com uma situação que não foi tão fácil, mas trago comigo a sensação de ter feito o certo, ter mantido a seriedade, honestidade e tentado fazer o melhor que eu pude”, frisou.

De volta ao cargo de vereador, Coutinho concluiu seu discurso dizendo que volta à Câmara com os olhos e cabeça erguida e destacou que será um vereador de gabinete, mas também um vereador de rua, buscando junto às comunidades discutir os seus anseios e necessidades.

 

(Por Fernando Bonfim)

A situação de abandono em que se encontram centenas – ou até milhares – de lotes urbanos em Parauapebas chamou a atenção do vereador Rafael Ribeiro (MDB). “Basta percorrer as ruas e avenidas da cidade – principalmente, em áreas ocupadas por loteamentos – para perceber que o mato e o lixo se acumulam em diversos terrenos baldios, colocando em risco a saúde e a segurança da população”, afirma Rafael Ribeiro. 

Para dar efetividade à determinação do Código de Postura do município que obriga proprietários, possuidores ou posseiros na limpeza e conservação de seus lotes, Rafael Ribeiro apresentou à Câmara Municipal de Parauapebas (CMP), nesta terça-feira (14), o projeto de lei 022/2019 que estabelece, após a notificação por parte da fiscalização, prazo de 15 dias para a limpeza do terreno que for encontrado em estado de abandono. Em caso de descumprimento do prazo, será aplicada multa de 1% do valor venal do imóvel.

“Minha iniciativa vai permitir que o Executivo possa notificar os proprietários, principalmente as imobiliárias e os donos de loteamentos, para que mantenham seus terrenos limpos. Caso não o façam, serão multados. Não é possível aceitar que Parauapebas tenha tantos terrenos se transformando em matagais”, diz Rafael.

O vereador lembra que com o abandono por parte dos possuidores, imobiliárias e donos de loteamentos, os terrenos passam a trazer incômodos graves à população. “Na justificativa do projeto de lei disse e repito: nesses terrenos proliferam insetos, ratos e outros animais pestilentos que fazem mal à saúde da população, além disso existe claro risco à segurança das pessoas. Esses terrenos se tornam esconderijos de bandidos”, enfatiza Rafael Ribeiro.

Rafael Ribeiro acredita que a fiscalização intensa e a aplicação de multas aos infratores serão capazes de mudar a paisagem da cidade. Em sua justificativa, ao pedir que a Câmara Municipal aprove seu projeto de lei, Rafael Ribeiro afirma que “essa imagem de abandono, muitas vezes em ruas centrais da cidade, pode ser modificada com a aprovação deste projeto, disciplinando os moradores a deixar nossa cidade mais limpa”.

Após a apresentação e leitura em plenário, o projeto 022/2019, do vereador Rafael Ribeiro seguirá para as comissões permanentes da Câmara para análise e parecer. Depois de avaliado, o projeto de lei voltará ao plenário para deliberação.

Para dar mais segurança aos condutores e pedestres que trafegam pela Rua Olavo Bilac no Bairro Caetanópolis, em Parauapebas, a vereadora, Francisca Ciza solicitou, através de proposição parlamentar, que a Prefeitura municipal proceda com a construção de sinalização horizontal na citada rua em caráter emergencial.

Ciza referenciou que os redutores de velocidade (quebra-molas) e demais sinalizações, horizontais e verticais sejam instalados às proximidades da Quadra 22, por se tratar de um local de fluxo intenso, de veículos e pedestres.

A parlamentar pontuou ainda que a instalação de quebra-molas, nesta localidade, contribuirá de forma positiva, no sentido de reduzir a velocidade dos veículos, e, proporcionará mais segurança para as pessoas.   

“Muitas crianças e adolescentes atravessam diariamente no ponto citado, correndo o risco de atropelamento, devido o fluxo intenso de veículos que passam por lá, em alta velocidade”, destacou a vereadora.

 (Fernando Bonfim)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016