Com foco na inserção do cidadão no mercado de trabalho, atividades são gratuitas e terão emissão de certificado digital

A taxa de desemprego no país apresentou leve recuo de 12,7% para 12%, segundo pesquisa divulgada neste mês, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Os dados integram a Pnad Contínua (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). Embora animadora, a notícia ainda não trouxe alívio ao brasileiro: no total, o desemprego atinge 12,8 milhões de trabalhadores, sendo que, 3,3 milhões deles procuram trabalho há, pelo menos, dois anos.

Para transformar esse cenário, a Faculdade Pitágoras de Parauapebas busca ampliar as possibilidades de quem está à procura da tão sonhada vaga no mercado de trabalho e promove o evento Oficina de Empregabilidade, com três palestras gratuitas de 40 minutos, cada, neste sábado, 31, a partir das 9h. As inscrições podem ser feitas via WhatsApp, pelos telefones (94) 99294-1028 e 98414-2588, ou na hora do evento.

A programação envolve atividades com os seguintes temas: Marketing Pessoal e Profissional; Como se comportar em uma entrevista de emprego; e Elaboração de currículo, todas com emissão de certificado digital. Além disso, haverá seleção para sete Bolsas Inclusão Social.

“As palestras visam preparar o público envolvido para o retorno ao mercado de trabalho. Além disso, vamos ofertar a Bolsa Inclusão para aqueles que estão desempregados, por enquanto, mas que visam mudar de vida através da educação”, afirma a diretora da faculdade, Franquileia Bezerra.

Bolsa Inclusão
Outra iniciativa com o objetivo de ampliar as possibilidades de entrada do cidadão no mercado de trabalho é a Bolsa Inclusão Social. Lançada recentemente pela Pitágoras, o programa isenta o estudante de algumas mensalidades do curso, a fim de permitir acesso do público, atualmente desempregado ao ensino superior.

Quem não estiver trabalhando formalmente pode contar com o benefício. Até o dia 30 de setembro ele é válido para a modalidade EAD, mediante taxa de matrícula no valor a partir de R$ 59. Cursos da modalidade presencial também estão contemplados. Neste caso, o prazo vai até o dia 12 de setembro. O benefício não é estendido para os cursos de Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia e Direito.

Para requerer, o interessado precisará apresentar a Carteira de Trabalho para comprovar que teve, ao menos, um vínculo empregatício anterior e que está momentaneamente desempregado. Outros documentos exigidos são: histórico escolar, CPF e documento original com foto.

 

Alunos do ensino médio da Escola Faruk Salmen participaram de uma palestra sobre suicídio e depressão. A atividade foi promovida pela Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ) e tem como proposta dar mais informações para os adolescentes sobre os sintomas, identificação e enfrentamento ao suicídio e a depressão, dentro das escolas, seio familiar e sociedade em geral.

A palestra faz parte do ‘Projeto Cara a Cara com a Juventude’, encabeçado pela CMJ. Em entrevista, o Coordenador Municipal da juventude, Francisco Cleiton, disse que o projeto visa promover a sensibilização dos direitos juvenis, abordando sempre temáticas pertinentes à adolescência com palestras, oficinas e rodas de conversa.

“Hoje em específico, este bate-papo é para levar informação e ouvir estes alunos acerca de um assunto que é tão delicado e complexo, mas que ao mesmo tempo, está tão próximo de todos nós. A partir daqui a gente consegue ter um indicador que vai nos nortear a traçar projetos e desenvolver ações no sentido de combater este mal”, disse o Coordenador.

A estudante do 3º ano, Laize Pinheiro, de 17 anos, disse em entrevista, que acha muito importante falar sobre o assunto e que deveriam ter mais encontros do tipo, pois, de acordo com ela, ações deste tipo deixam os alunos ‘afiados’ sobre o assunto e consequentemente os tornam multiplicadores de enfretamento. “Conheço pessoas que já se automutilaram e isso me deixa muito triste e me deixa, de certa forma, culpada em não poder ajudar. Eu vejo aqui, em uma palestra como essa, uma forma de saber como orientar, se por ventura eu chegar a conversar com uma pessoa que está sofrendo de depressão”, disse a estudante.

A abordagem cuidadosa da palestrante e psicóloga, Ana Carolina, que atua na rede municipal de saúde, trouxe à tona para os estudantes, os perigos e a maneira de percepção dos sintomas ainda precoce, em uma ‘linguagem juvenil’ de maneira lúdica e didática.

Francisco Cleiton, Coordenador Municipal da juventude em Parauapebas.

A psicóloga, Ana Carolina, abordou de maneira didática o assunto com os estudantes.

A estudante do 3º ano, Laize Pinheiro, falou sobre a importância da palestra para ela.

Equipe CMJ

 

 

Por Fernando Bonfim

 

 

 

O Instituto Avançado de Robótica (I.A.R) juntamente com a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) realizarão nesta quinta-feira, uma palestra sobre produtividade e Indústria 4.0, com o tema: A Busca por Competitividade e Produtividade e a Migração para a Indústria 4.0.

 A atividade busca abordar como a competitividade e a produtividade influenciam na maneira de desenvolvimento das indústrias com as tecnologias como a robótica. O evento será realizado na Câmara Municipal de Parauapebas das 19h00 às 21h00.

O assunto em questão será ministrado pelo Engenheiro Mecatrônico e Mestre em Robótica, Rogério Vitalli. As inscrições são gratuitas e podem pelo site. doity.com.br/robotica-cmp

Rogério Vitalli - Instituto Avançado de Robótica

Engenheiro Mecatrônico pela POLI-USP (São Paulo) e Mestre em Robótica pelo ITA (São José dos Campos). Foi professor e orientou alunos da Universidade Paulista (UNIP) e na Universidade Bandeirante de São Paulo (UNIBAN). Trabalhou com Grupos de Pesquisa do Instituto de Estudos Avançados (IEAv), Centro Técnico Aeroespacial (CTA), Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá (UNESP-FEG) e Faculdade de Engenharia Mecânica (UNICAMP-FEM). Possui mais de 14 anos de experiência na área de Mecatrônica, atuando principalmente nos seguintes temas: Robótica Industrial, Modelagem e Simulação de Manipuladores Robóticos, Cinemática Direta, Cinemática Inversa e Jacobianos. Foi responsável pela Divisão de Pesquisa e Treinamento da MOTOMAN ROBÓTICA DO BRASIL e pelo Departamento de Projetos e Desenvolvimento da KUKA ROBOTER DO BRASIL. Atualmente é Diretor Executivo do I.A.R. (Instituto Avançado de Robótica), Robotista Perito pela KUKA ROBOTER em Augsburg (Alemanha), Examinador Titular da Câmara Brasil-Alemanha (AHK) para o Comitê de Mecatrônica, Robótica Industrial e Indústria 4.0. Presta serviços de consultoria em Inovação, Montadoras Automotivas, Polos Industriais, Universidades e Faculdades. Mais informações em www.iar.eng.br

Indústria 4.0

O termo “Indústria 4.0” foi usado pela primeira vez na Hannover Messe. Em Outubro de 2012, o Grupo de Trabalho na Indústria 4.0, presidido por Siegfried Dais (Robert Bosch GmbH) e Henning Kagermann (German Academy of Science and Engineering) apresentaram um conjunto de recomendações para implementação da Indústria 4.0 ao Governo Federal Alemão. Em Abril de 2013, novamente na Feira de Hannover, o relatório final do Grupo de Trabalho da Indústria 4.0 foi apresentado, proporcionando uma verdadeira revolução colaborativa nos processos produtivos, criando cadeias de valor agregado revolucionárias.

De acordo com relatório apresentado pelo Boston Consulting Group (BCG) são dez as tecnologias aplicadas a Indústria 4.0:

1 – Robôs Inteligentes, capazes de interagir com outras máquinas e com os seres humanos, atuando de maneira mais flexível e colaborativa;

2 – Manufatura Aditiva e Híbrida, permitindo a produção através de impressoras 3D;

3 – Simulação Virtual, esta etapa permite que os processos e produtos sejam testados e ensaiados durante a fase de concepção, reduzindo custos com falhas e o tempo de projeto;

4 – Integração Horizontal e Vertical dos Sistemas, sistemas ERP, MES, SAP que integram toda a cadeia de valor produtiva, por meio da análise e tomada de decisão de dados;

5 – Internet das Coisas, permite conectividade entre os diversos dispositivos flexibilizando o acesso e controle em todo o processo produtivo;

6 – Big Data & Analytics, sistemas inteligentes que identificam falhas nos processos, melhorando a qualidade da produção em tempo real, economizando energia e melhorando a eficiência na utilização de todos os recursos produtivos;

7 – Cloud Computing, acesso ao banco de dados e suporte de qualquer local do planeta, permitindo a integração de sistemas e plantas em locais distintos, mesmo que distantes fisicamente, da mesma forma o controle e o suporte podem ser efetuados de maneira global;

8 – Segurança Cibernética, sistemas de comunicação cada vez mais seguros e evoluídos garantindo o “accountability” do processo de produção (Fazer Certo a Primeira Vez, todas as Vezes);

9 – Realidade Aumentada, Suporte que permite que o usuário atue dentro dos sistemas ciber-físicos (CPS) com uma visão e tutoria assertiva indicando passo a passo todas as instruções e comandos necessários para um reparo, ou uma nova parametrização do processo. Com a indústria 4.0 haverá um aumento de produtividade e redução de custos nos processos fabris, melhor utilização dos recursos e economia de energia, sendo, portanto, um sistema para auxiliar no desenvolvimento sustentável.

10 – Ética, Princípios universais, ações que acreditamos e não mudam independentemente do lugar onde estamos. Diferencia-se da moral pois, enquanto está se fundamenta na obediência a costumes e hábitos recebidos, a ética, ao contrário, busca fundamentar as ações morais exclusivamente pela razão. A ética incluía a maioria dos campos de conhecimento que não eram abrangidos na física, metafísica, estética, na lógica, na dialética e nem na retórica. Assim, a ética abrangia os campos que atualmente são denominados antropologia, psicologia, sociologia, economia, pedagogia, às vezes política. Porém, com a crescente profissionalização e especialização do conhecimento que se seguiu à revolução industrial, a maioria dos campos que eram objeto de estudo da filosofia, particularmente da ética, foram estabelecidos como disciplinas científicas independentes. Assim, é comum que atualmente a ética seja definida como a “área que se ocupa do estudo das normas morais nas sociedades humanas.” Para a indústria 4.0 a ética é de fundamental importância na transparência dos negócios, na cultura entre as empresas e na formulação dos preços das consultorias.

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016