Membros do Conselho da Comunidade de Parauapebas realizaram na tarde desta terça-feira (28), uma visita à carceragem de Parauapebas e também na obra da construção do novo presídio do município.

A visita teve início na carceragem do Bairro Rio Verde, onde, até a data desta publicação, havia 103 presos temporários, chamados de ‘presos de justiça’, aguardando julgamento para serem transferidos para um presídio onde poderão cumprir suas penas.

Em entrevista ao Carajás o Jornal a conselheira, Sandra cunha, que representa o Serviço Social, fez um comparativo dos trabalhos que são executados, atualmente na penitenciária, com os trabalhos realizados  há cinco anos e disse que há uma evolução positiva na forma de execução dos serviços, principalmente quanto a ressocialização e garantia dos direitos dos detentos.

Ela pontuou a importância da ressocialização do preso e destacou as mudanças que tem percebido no serviço penal. “O preso, ele tem que voltar para sociedade de forma ressocializada e, nos últimos anos, a gente tem visto o tanto que a cadeia melhorou, com as reformas e ampliação de celas. Ela [carceragem] está muito longe de ser a carceragem que necessita, mas em comparação há anos anteriores houve uma evolução muito grande”, disse a conselheira.

O Conselho também visitou a execução das obras do novo presídio, que durante a troca de governo, ficaram paralisadas e em menos de um mês teve as obra retomadas.

A conclusão da obra estava prevista pra ficar pronta no último dia 15/04/2019, mas com a paralização a nova previsão é que ela seja entregue somente no segundo semestre deste ano.

O que é o Conselho da Comunidade

De acordo com o texto publicado no site jus.com, o Conselho da Comunidade é definido como um dos órgãos da execução penal, regulado pela Lei de Execução Penal [Lei 7.210, de 11/07/1984] e representa a real possibilidade de intervir nas relações sociais dentro e fora da prisão, trazendo à tona a necessidade de modificar o modelo de convivência individualizado, promovendo a aproximação da comunidade com a prisão e da prisão com a comunidade, além de favorecer o desvelamento e o enfrentamento de esquemas que originam e reforçam a criminalidade, que se encontram no seio da própria sociedade.

 

Sandra Cunha representa o Serviço Social dentro Conselho da Comunidade.

O Conselho da Comunidade é composto de membros de diversos seguimentos da sociedade civil organizada.

 

(Por Fernando Bonfim)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016