On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Equipes de fiscalização da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) apreenderam, na quinta-feira, 22, 30 metros cúbicos (1.014 unidades) de estacas da espécie vegetal acapu, na Rodovia BR-222, em Marabá, na região sudeste do Pará. O transportador portava nota fiscal e guia de transporte falsificados.

A apreensão foi feita por servidores das unidades fazendárias da Ponte do Rio Tocantins e Ferrovia do Carajás, que fazem parte da coordenação de mercadoria em trânsito de Carajás.

O condutor da carreta não respeitou o aviso de parada obrigatória nos postos de fiscalização localizados na Rodovia BR-222, na entrada de Marabá, sentido sul do Pará. A fiscalização perseguiu o veículo, que depois de parar foi reconduzido à sede da unidade fazendária.

“Após a conferência dos documentos, verificamos que a nota fiscal apresentada informava remessa de estacas de uruará, com destino a Parauapebas. Além da ilegalidade dos documentos, o condutor estava no sentido inverso do trajeto, ou seja, a mercadoria não iria para o destino informado”, explicou o coordenador da unidade de Carajás, George Tavares dos Santos, auditor fiscal de receitas estaduais.

Foi lavrado Termo de Apreensão e Depósito no valor de R$ 6.553,56, já recolhido. O condutor foi encaminhado à fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a quem caberá investigar os ilícitos ambientais. A mercadoria também será entregue ao Ibama, porque a guia florestal era falsa.

 

Fonte: Agência Pará - Por Ana Marcia Pantoja

Quatorze áreas que apresentam risco de deslizamento de terra em Parauapebas, no sudeste do estado, estão sendo monitoradas pela Defesa Civil do município. Em uma delas, a recomendação para as famílias é que saiam do local imediatamente.

Dentro da casa do Antônio as rachaduras estão no piso e na parede. Do lado de fora, mais indícios de que o terreno no local está cedendo. Ele é morador da comunidade Nova Vitória, uma região de morro distante sete quilômetros do centro de Parauapebas, onde vivem cerca de 1.000 famílias. A Defesa Civil interditou o imóvel.

Uma igreja também foi interditada por causa das rachaduras por todo o prédio.

Em uma rua do bairro estaria um exemplo bem claro de como o terreno está cedendo. Segundo os moradores, no início da semana não havia um desnível no solo que hoje está bastante visível.

“Se der uma chuva forte pode cair tudo isso aqui. Se essa parte aqui cair, ai vai descendo tudo. É um efeito cascata”, diz o coordenador da Defesa Civil de Parauapebas Jales Santos.

Famílias começaram a sair do local e estão sendo levadas para um abrigo público. Rejana mora na parte mais alta da comunidade, ainda não saiu de casa, mas diz que está com medo.

A Defesa Civil de Parauapebas pode ser acionada pelo telefone (94) 3356-2597.

 

 

Fonte: G1 Pará

Uma noite de aprendizado e troca de experiências. Assim foi realizada a palestra sobre cooperativismo, feita pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento (Seden) para dezenas de pessoas que trabalham com serralheria. A iniciativa ocorreu nesta sexta-feira, 23, no plenarinho da Câmara Municipal de Parauapebas.

O intuito da palestra foi de difundir mais conhecimentos sobre cooperativismo, dando foco para a Cooperativa de Proprietários de Serralheria de Parauapebas (Coopserp), que já possui muitos membros e está aberta para novos associados. Diversos serralheiros estiveram presentes na palestra e interagiram de forma bem dinâmica com os palestrantes da noite.

Um dos palestrantes do evento foi o professor da UFRA, João Loureiro, que deu noções básicas de como funciona uma cooperativa, informando valores, quotas para se integrar a uma cooperativa, orientou sobre os instrumentos que normalizam as atividades econômicas, entre outros itens importantes relacionados ao cooperativismo.

Para o João Loureiro, Parauapebas tem um grande potencial econômico com as cooperativas, por isso um evento como esse se faz necessário. “Aqui a gente tem todo um potencial a ser explorado. Hoje é necessário dinamizar a economia do município e é possível fazer isso com a abertura de novos negócios. E por que não abrir novos negócios com cooperativas? Nós temos diversas frentes que podem ser exploradas, agricultura, turismo, serviços, tudo isso pode ser trabalhado através de cooperativas”, comentou o palestrante.

A grande maioria das pessoas presentes na palestra eram trabalhadores de serralheria, e isso se explica diante da grande expectativa da criação de um polo serralheiro em Parauapebas. O projeto já está sendo encaminhado pela gestão municipal, através da Seden, em uma área localizada na PA-160.

André Victor, membro da diretoria de empreendedorismo da Seden, afirmou que a iniciativa da palestra nasceu da necessidade de difundir conhecimento e conscientização para os futuros trabalhadores do Polo Serralheiro. “Nós entendemos que o cooperativismo é um processo de aprendizagem, onde o desenvolvimento não é apenas individual, mas coletivo, aliando o trabalho da Seden com a Coopserp para que a atividade em grupo dos serralheiros gere mais resultados e efeitos melhores para a sociedade”, explicou André Victor.

Ao final das palestras e instruções, um momento de debate foi aberto no evento, onde os participantes puderam fazer perguntas aos palestrantes e esclarecer dúvidas sobre o trabalho dentro da cooperativa.

Quem aprovou a iniciativa e gostou dos conhecimentos aprendidos foi Gilmar Pardim, que trabalha com serralheria há 9 anos em Parauapebas. “Eu acho tudo isso muito bom, principalmente para quem vem lá de baixo, que é iniciante no ramo da serralheria. A cooperativa ajuda os pequenos empreendedores como eu, que precisam de um apoio econômico para melhorar o negócio. Já estou indo atrás dos documentos para ingressar na Coopserp”, conta empolgado o serralheiro.

 

O palestrante João Loureiro deu diversas orientações de como funciona uma cooperativa.

 

André Victor, membro da diretoria de empreendedorismo da Seden, afirmou que a iniciativa da palestra nasceu da necessidade de difundir conhecimento e conscientização para os futuros trabalhadores do Polo Serralheiro.

 

Quem aprovou a iniciativa e gostou dos conhecimentos aprendidos foi o serralheiro Gilmar Pardim.

 

 

Texto: Bruno Menezes

Fotos: Fernando Bonfim

A sétima rodada do Parazão 2018 está prestes a acontecer, e dessa vez com um grande clássico do futebol paraense: Parauapebas Futebol Clube vs Cametá. O jogo será realizado no estádio Rosenão, em Parauapebas, na próxima terça-feira, 27, às 20h30.

O Parauapebas Futebol Clube (PFC) joga precisando urgentemente de uma vitória, já que se encontra na última posição do grupo A2. O Cametá também se encontra na lanterna, jogando no grupo A1 e vai ir com tudo para cima do Gigante de aço.

Os torcedores que pretendem prestigiar esse grande embate podem adquirir os ingressos antecipados a 15 reais, na Farmácia Zero Hora e no próprio Estádio Rosenão.

 

Redação

 

 

Com as chuvas do mês de fevereiro, alguns pontos da cidade se encontram em situações críticas, que têm prejudicado a vida da população. Na manhã desta quinta-feira, 22, a equipe de reportagem do Portal Carajás o Jornal esteve no bairro Vale do Sol, conversando com os moradores, que clamam por uma melhoria e solução da ponte, que liga o bairro Ipiranga com o bairro Vale do Sol.

Durante o tempo que a equipe de reportagem esteve no local, foi possível observar as dificuldades que os moradores enfrentam para passar pela via. De acordo com o morador Elinaldo Medeiros, que reside no local há três anos, a situação é critica. Ele espera que o poder público faça algo. “É dificultoso para os moradores que precisam passar por este local para trabalhar. A lama que se encontra apresenta riscos principalmente para as crianças que sempre passam por aqui. Após o inicio da chuva a ponte começou a ceder ainda mais, e os riscos de acidente é iminente”, disse o morador.

Segundo os relatos dos moradores, não tem um ano que a ponte foi construída e já se encontra nestas situações. “Nos sentimos envergonhados com a situação que o bairro se encontra. Quando chove isso fica tudo alagado, e as famílias tem suas residências tomadas pela água. Recebo muitas reclamações de moradores e até tendo ajudar, porém fico no aguardo da Prefeitura”, relatou Gisael da Silva, presidente do bairro Vale do Sol.

A lama se encontra no meio da ponte e nas proximidades, e isso tem deixado os moradores apreensivos na hora de passar pelo o local. Com esperança de ver a solução do problema, os moradores aguardam até a chegada do poder público ao local, pois as pessoas que moram nas proximidades temem que a força da chuva possa destruir a ponte por completo. “Nas últimas chuvas os moradores tiveram que se virar para poder atravessar, até cordas foram utilizadas. Pedimos que os órgãos públicos possam tomar alguma providencia”, comentou Claudete Sousa, moradora do complexo Tropical.

 

A redação do Portal Carajás o Jornal entrou em contato com a assessoria de comunicação da Prefeitura de Parauapebas, para solicitar uma nota de esclarecimento sobre a situação do bairro Vale do Sol. Até o fechamento dessa matéria nenhuma resposta foi enviada.

 

 

Elinaldo Medeiros, que reside no local há três anos, afirma que a situação é crítica. 

 

 

Gisael da Silva, presidente do bairro Vale do Sol

 

Claudete Sousa, moradora do complexo Tropical, afirma que tem esperança do problema ser solucionado.

 

 

Reportagem: Jussara Alves

Os moradores do bairro Liberdade ll tiveram a oportunidade na manhã de hoje, 23, de serem atendidos pela ação social da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A ação teve como objetivo atender os moradores do bairro Liberdade ll, que foram atingidos pelas enchentes nas últimas semanas, em Parauapebas. Palestras de conscientização e distribuição de medicamentos fizeram parte da iniciativa.

A dona de casa, Maria José, ouviu falar da ação e resolveu fazer parte da programação e receber o atendimento. "Minha vizinha me informou que teria um atendimento aqui no bairro, e não pensei duas vezes. Vim para fazer uma consulta, pois sinto muita dor de cabeça e queria saber o motivo", comentou a dona de casa.

Quem foi atendida e gostou da iniciativa foi Aldirene Sousa. A mesma levou a filha para ser atendida, que teve contato com a água do rio e não estava se sentindo bem. “Agradeço muito por essa ação, nem sempre temos tempo de chegar até a um posto de saúde. Tendo algo assim, perto da gente, nos alegra”, comentou Aldirene.

Com uma demanda elevada, a Doutora Lorena da Mata relatou que a iniciativa do atendimento fora do posto deu um suporte maior para as famílias que foram afetas pelas enchentes. “Disponibilizamos o atendimento aqui, pois sabemos que com as enchentes algumas incidências de doenças aumentam. Diante disso, estamos oferecendo este suporte e orientando os pacientes de como lidar com essas situações”, disse a médica Lorena.

Acompanhando os atendimentos o enfermeiro, Cesar Morais, afirmou o que gosta de realizar ações solidárias. “Mostramos para os moradores os riscos das enchentes com a saúde através de palestras. Os atendimentos estão sendo passados com a Dr. Lorena e logo em seguida o paciente já leva a sua medicação. A população está vindo em busca do atendimento e isso é importante para a saúde de cada um que reside nesta localidade”, relatou o enfermeiro, acrescentando que após as enchentes a procura está sendo grande no posto de saúde do bairro.

 

 

A dona de casa, Maria José, ouviu falar da ação e resolveu fazer parte da programação.

 

A ação teve como objetivo atender os moradores do bairro Liberdade ll. 

 

Com uma demanda elevada, a Doutora Lorena da Mata relatou que a iniciativa foi importante para dar um suporte à população.

 

Quem foi atendida e gostou da iniciativa foi Aldirene Sousa.

 

Acompanhando os atendimentos o enfermeiro, Cesar Morais, afirmou o que gosta de realizar ações.

 

 

Reportagem: Jussara Alves

No dia 5 de março, (segunda-feira) uma importante audiência pública será realizada na Câmara Municipal de Canaã dos Carajás. A audiência terá o objetivo de coletar as demandas da população para a elaboração do plano de atuação das promotorias de Canaã dos Carajás.

O plano de atuação será relacionado com a 1ª e 2ª Promotorias de Justiça de Canaã dos Carajás. Os promotores Emerson Costa de Oliveira e Rui Barbosa Lamim serão os responsáveis por promover a audiência pública, que tem horário para ser iniciada a partir das 18h.

 

Evento: Audiência Pública para elaboração do plano de atuação das promotorias de Canaã dos Carajás

Local: Câmara Municipal de Canaã dos Carajás

Data: 5 de março

Horário: 18h

 

 

Redação

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará assinou um Termo de Cooperação para inserir um novo projeto de educação e inovação que vai ajudar a salvar vidas. A assinatura ocorreu nesta quarta-feira, 22, no Comando Geral do CBMPA. “Esse é um passo que veio para beneficiar e agilizar o nosso processo, tendo em vista que o nosso tempo-resposta é o nosso maior aliado, então, tudo que vier para somar e trazer boas respostas são bem vindas”, salientou o Comandante Geral, Coronel Zanelli Nascimento.
 
Inovação – Em processo de testes, em breve será oficializado o lançamento do aplicativo para o uso propriamente dito. “Nós seremos a primeira Corporação do Corpo de Bombeiros no Brasil a usar a ferramenta. No Pará, primeiro vai ser executado pelos bombeiros e após o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Nós também estamos no pré-lançamento do nosso novo sistema de ocorrências, na fase do término de desenvolvimento que vai facilitar nosso serviço referente as ocorrências geradas por nossa Instituição”, pontuou o Subdiretor da telemática  Major Marcus Queiroz.
 
Após perder uma amiga em um atropelamento criminoso em São Paulo em 2016, a médica emergencista Adriana Mallet percebeu que o atendimento a urgências poderia ser melhorado. “A maioria dos solicitantes de serviços de urgência tem poucas informações sobre as vítimas e não é raro desconhecerem o endereço da ocorrência. Isso atrasa o atendimento em minutos decisivos em casos de trauma grave”, explica Adriana, que trabalha no SAMU de Limeira, no interior paulista.
 
O sistema de ocorrência é voltado para um novo serviço de tecnologia, e já está contemplado com certificados de ocorrência para o e-mail da vítima e sms, contempla também o mapa da quantidade de ocorrências, gravidade da ocorrência, fazer mancha de calor e etc. Vai ser uma mudança de paradigma tanto no atendimento quanto no despacho.
 
Com o app, totalmente gratuito, o atendimento de urgência é agilizado, o que pode significar a diferença entre a vida e a morte. “Em situações de traumas, falamos nos conceitos de ‘hora de ouro’ e ‘dez minutos de platina’, em referência ao tempo como fator decisivo para evitar a morte e reduzir sequelas”, explica a médica.
 
Sobre o app – O aplicativo 192 SMART nasceu de uma dor. Tornou-se possível graças ao apoio em rede. Por meio do aplicativo 192 SMART, gratuito para todos os usuários, qualquer pessoa pode fazer um chamado ao serviço de urgência de maneira rápida e inteligente. O app usa a exclusiva tecnologia SOSmart, que detecta colisões de forma automática. A tecnologia foi desenvolvida por uma startup chilena. Com ela, o aplicativo pode realizar o chamado para o 192 mesmo que a vítima esteja inconsciente após um acidente.
 
O 192 SMART foi lançado oficialmente durante as atividades do Maio Amarelo, mês de conscientização e de mobilização da sociedade civil sobre segurança viária. O app está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS. Ao baixar, o usuário preenche uma ficha com dados médicos básicos, como alergias, tipo sanguíneo, contatos de emergência etc. A partir daí, não precisa ter qualquer outra interação com a tecnologia.
 
 
Com o app, totalmente gratuito, o atendimento de urgência é agilizado, o que pode significar a diferença entre a vida e a morte.
 
 
 
Fonte: AscomCBM - Por Carlos Yury

Moradores do município de Barcarena, no nordeste paraense, interditaram na madrugada desta sexta-feira (23) o acesso aos portos da região de Vila do Conde, em um protesto contra os danos ambientais causados pela empresa Hydro na região. Os moradores afirmam que, ainda na noite de quinta-feira (23), ocorreram novos vazamentos na região.

Na tarde de ontem, um laudo do Instituto Evandro Chagas atestou que bacias de rejeito criadas pela empresa transbordaram no último fim de semana e contaminaram diversos pontos do município. De acordo com os moradores, dois vazamentos ocorreram na noite de ontem, um das próprias bacias de rejeitos, e outro de um caminhão da empresa, que tombou durante a noite na rodovia PA-140, no município. Ainda não há informações sobre quais rejeitos o veículo transportava.

Segundo o laudo do IEC, as águas do município foram contaminadas e apresentam índice de rejeitos 25 vezes maior que o permitido por lei. A prensa dos metais na água causam danos ambientais graves, além de colocar em risco a saúde da população, que pode sofrer problemas dermatológicos, gástricos e respiratórios.

O laudo deverá ser entregue hoje aos Ministérios Públicos Estadual e Federal. Os órgãos irão realizar uma coletiva mais tarde para divulgar quais medidas legais serão tomadas sobre o caso.



Fonte: DOL

Há três anos, Canaã dos Carajás ganhou a sua própria filial da Associação Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). A entidade tem ajudado dezenas de crianças especiais nos últimos anos e feito um trabalho belíssimo junto à sociedade. Membros, pais e voluntários comemoram na tarde desta quinta-feira (22) o terceiro aniversário da instituição no município. A festa aconteceu na própria sede da entidade.
 
A APAE conseguiu no último ano, através de emenda parlamentar do vereador Dionísio Coutinho, comprar o carro próprio da instituição. O veículo tem sido fundamental para o transporte das crianças. Já no início deste mês, a entidade assinou um convênio junto à Prefeitura Municipal de R$ 15 mil mensais, o que totalizará R$ 180 mil ao ano.
 
Coordenadora da APAE no município, Gladis Freitas falou sobre os avanços dos últimos anos: “Esse é um dia muita alegria. Apesar de todas as dificuldades, graças a Deus hoje a gente está bem melhor. Temos voluntários abraçando a nossa causa e a sociedade também tem se importado mais com o nosso trabalho. Queremos ainda mais conquistas para essas crianças.”

Andréia Santos, presidente da instituição falou sobre a emoção da data: “O coração bate forte nesse momento. Já me emocionei e acho que vou continuar me emocionando. A nossa demanda vem crescendo e a APAE também está ampliando a sua capacidade de atendimento. Estamos fazendo este trabalho junto às pessoas especiais e todos são bem vindos para nos ajudar nesta luta. Hoje nós recebemos mais três voluntários e precisamos de ainda mais apoio.”

A APAE de Canaã dos Carajás, apesar dos avanços nos últimos anos, ainda não consegue atender à crescente demanda no município. As diretoras da instituição sabem que ainda há muito trabalho a ser feito e que precisarão cada vez mais da sociedade nesse processo. No que depender dessa equipe de voluntários, esforço não vai faltar para a construção de um amanhã cada vez melhor para as crianças especiais canaenses.

 

Andréia Santos, presidente da instituição, falou sobre a emoção da data

 

 

Fonte: Jornal Infoco

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016