Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Polícia Federal (PF) divulgou o balanço da operação Partialis, para o cumprimento de 17 mandados de prisão preventiva e temporária e de busca e apreensão expedidos pela Justiça. O ex-prefeito de Marabá, João Salame Neto, foi preso por ser suspeito de envolvimento no esquema que desviou mais de R$ 2 milhões em recursos públicos federais destinados a aquisição de gases medicinais para o Pará.

De acordo com a PF, todos os nove mandados de busca a apreensão foram cumpridos, além de sete mandados de prisão. O presidente do PROS, Euripedes Júnior, que também tem mandado de prisão decretado está foragido. A ação ocorreu em Marabá, Altamira e Brasília.

Durante as investigações, descobriu-se um esquema de ilícitos dentro da prefeitura, que consistia na cobrança de valores por parte de servidores municipais em troca da facilidade no recebimento de valores atrasados.

A PF identificou um depósito de R$ 100 mil para uma “parceria”, como era especificado. Mas ao todo, os assessores diretos do ex-prefeito municipal sacaram em espécie, na boca do caixa das empresas que tinham contratos com a Prefeitura de Marabá, mais de R$1,5 milhão, segundo as investigações.

Outra quantia de R$1 milhão foi depositada na conta da esposa de um assessor do ex-gestor municipal, sendo que parte desses valores foram transferidos para as contas do próprio ex-prefeito. Também foi adquirido por um dos empresários investigados e presos durante a Operação Asfixia, uma aeronave que era de uma empresa com sede em Altamira.

As análises da Receita Federal identificaram uma série de irregularidades como movimentações bancárias em valores superiores aos declarados. De acordo com levantamentos preliminares os valores desviados podem chegar seguramente a mais de R$ 2 milhões.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, uso de documento falso e apropriação e/ou desvio de recursos públicos. Ao todo as penas pelos crimes investigados podem alcançar mais de 30 anos de reclusão. Os presos, serão encaminhados para presídios das cidades de Marabá, Altamira e Brasília, onde ficarão à disposição da Justiça Federal.

(Fonte: G1)

O Sistema Penitenciário de Parauapebas com o apoio do  Grupamento Tático Operacional (GTO) da Polícia Militar realizou na tarde de quarta-feira, 17, uma revista geral preventiva nas celas na casa penal. A ação realizada rotineiramente teve o objetivo de garantir a segurança de detentos e funcionários.

Antes de iniciar as revistas os detentos foram retirados das celas por agentes penitenciários e a policiais militares o processo ocorre com segurança, garantindo a integridade física dos presos e dos servidores.

Imagem: reprodução.

Depois de uma revista minuciosas os agentes encontraram uma considerável quantidade de entorpecentes e alguns estoques (objetos perfurantes feitos de forma improvida que se assemelham a punhais ou facas). O material foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil que tomará os procedimentos cabíveis.

(Fonte: Zé Dudu)

O grupo de teatro “Teatro com Bonecos Outro Mundo” estreará na Praça do bairro Casas Populares I, nesta sexta-feira (19) às 20 horas com a peça infantil, João Sujinho, dirigida pelo artista Edymindo Melo.

A peça foi inserida na programação da 1ª Feira do Lago Itinerante, que contemplará moradores do bairro Casas Populares I e bairros vizinhos com venda de artesanatos, gastronomia e atrações culturais, evento este que tradicionalmente acontece no Lago do bairro Nova Carajás.  

Sinopse da peça

A peça de cunho didático e educativo cuja dramaturgia foi construída para a categoria infantil, teatro com bonecos, na qual se apresentam valores como, cuidados pessoais, aparência e amizade.

A trama se passa na vida de João Sujinho, personagem que representa uma típica criança da sociedade brasileira atual. João Sujinho é filho de uma simpática senhora, chamada dona Joana, que de repete percebe o profundo desinteresse de seu filho em não querer mais frequentar a escola, além de adquirir hábitos nada saudáveis de higiene.

 No desenrolar da trama todas as outras crianças se afastam de João, até mesmo os animais passam a reclamar de sua aparência mal cuidada, porém, uma fada, chamada Leleca, amiga de João Sujinho decide ajudá-lo e diante disso, a mãe de João fica muito contente e todos voltam a ser muito felizes. 

Ficha técnica:

Direção: Edymundo Melo

Texto-Doddy Amâncio-

Personagens:

Nerveson Silva-João Sujinho

Ronalld Vasconcellos - cabrito e porco

Edymundo Melo- pato e gato

Magna Ribeiro - Dona Joana, mãe de João e a fada Leleca

Eliane Ferreira- Dora, a contadora de história                        

Saniel Onividlav-Coelho.

Jade Mendonça - sonoplasta

Confecção de bonecos: Robson Lima

(Texto: Ingrid Cardoso)

 

A  peça da atriz de renome nacional, Maitê Proença estará em Parauapebas no dia 08 (quinta-feira) de novembro. Trata-se do monólogo “A mulher de Bath”, texto de Geoffrey Chaucer, produzido em 1380 e direção de Amir Haddad.  A peça será realizada no Espaço Bahamas, localizado na PA 275, às 21 horas.

O monólogo já passou pelas principais cidades do Brasil, incluindo Rio de Janeiro, São Paulo e a capital paraense, Belém.

O texto da peça traz como tema o feminismo de forma bem humorada e moderna, que aborda temas como, liberdade, sexualidade e livre arbítrio.  A mulher de Bath trata-se de um dos personagens da obra Contos da Cantuária, do escritor inglês Geoffrey Chaucer. A obra que foi escrita pelo autor em 1380 e publicada somente em 1475, representa uma das obras precursoras da literatura medieval inglesa.

Pontos de venda dos ingressos: Drogaria Popular do Pará, no bairro Cidade Jardim,  Vila Texana, CS Clube e Farmácia Zero Hora, Cidade Nova.

(Da redação)

A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou na manhã de hoje (18) a Operação Partialis com o objetivo de apurar apropriação e desvio de recurso públicos federais destinados a aquisição de gases medicinais em Marabá/PA, Altamira/PA e Brasília/DF. Ao todo estão sendo cumpridos, nas residências dos investigados e na sede de uma empresa, 17 mandados judiciais expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Marabá/PA, nas cidades de Marabá/PA, Altamira/PA e Brasília/DF, sendo 4 mandados de prisão preventiva, 4 de prisão temporária e 9 mandados de busca e apreensão.

A investigação é um desdobramento da Operação Asfixia, deflagrada em junho de 2016, para apurar fraudes em licitações para aquisição de gases medicinais promovidas pela Prefeitura de Marabá/PA. Após a análise de documentos apreendidos, além dos demais elementos de informações colhidos durante a operação e investigações, descobriu-se um verdadeiro esquema de ilícitos
dentro do paço municipal, com ilicitudes que consistiam na cobrança de valores por parte de servidores municipais em troca da facilidade no recebimento de valores atrasados. Chamou a atenção em especial, uma anotação que indicava o depósito de R$100 mil reais para uma dita “parceria”.

Ao todo, em verbas federais, municipais e estaduais, os assessores diretos do ex-gestor municipal, sob comando desse, sacaram em espécie, na boca do caixa das empresas que tinham contratos com a Prefeitura de Marabá/PA, mais de R$1,5 milhão. Além desses valores já citados para a dita “parceria”, outros R$1 milhão foram depositados na conta da esposa de um assessor imediato do ex-gestor municipal, sendo que parte desses valores foram transferidos, através de terceiros diretamente para as contas do ex-gestor municipal. Além da apropriação desses montantes, também foi adquirido, com recursos públicos federais, por um dos empresários investigados e presos durante a Operação Asfixia, uma aeronave adquirida de uma empresa com sede em Altamira/PA.

Segundo as investigações, após publicação, em jornal local, de que tal compra havia sido realizada pelo ex-gestor, através de pessoa interposta, tal aeronave foi enviada para Goiânia/GO, onde ficou sob responsabilidade da direção nacional de um partido político. Tanto os empresários da empresa de Altamira/PA, como a direção nacional do partido, praticaram uma série de ilicitudes, a fim de justificar a versão dos fatos apresentadas perante a Justiça.

A Receita Federal em suas análises de sigilo fiscal verificou uma série de irregularidades como movimentações bancárias em valores superiores aqueles declarados, em alguns casos até cinco vezes maior, indiciando a prática de ilícitos fiscais e evolução patrimonial vertiginosa e incompatível com a renda declarada. De acordo com levantamentos preliminares os valores desviados dos cofres públicos podem chegar seguramente a mais de R$ 2 milhões.

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica, uso de documento falso e apropriação e/ou desvio de recursos públicos. Ao todo as penas pelos crimes investigados podem alcançar mais de 30 anos de reclusão. Os presos, serão encaminhados para presídios das cidades de Marabá/PA, Altamira/PA e Brasília/DF,
onde ficarão à disposição da Justiça Federal.

* Partialis em latim significa “parceria”.

Texto e foto: Ascom PF/PA

O empresário, Valdivino Pereira e seu filho, Wender da Cunha Sousa foram presos na manhã desta quarta-feira, 17, em Parauapebas pelo Grupo de Atuação Especial de Inteligência e Segurança Institucional (GSI) do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA). Os dois são acusados de envolvimento em um esquema de fraude no município de Jacundá.

Os acusados foram conduzidos para a sede do MPPA, em Parauapebas, onde foram ouvidos e logo depois foram encaminhados no início da tarde ao Instituto Médico Legal (IML) para realização de exames de corpo delito, depois de realizados todos estes procedimentos, os dois foram encaminhados para a carceragem do Rio Verde, onde estão presos.

De acordo com um dos advogados deles, Helder Igor, o processo corre em segredo de justiça e, por isso, eles estavam aguardando por maiores informações do MPPA de Belém, por onde estão sendo feitas as investigações, para poder entrar com pedido de habeas corpus. O advogado destaca que a prisão de seus clientes teria sido decretada porque eles não teriam sido localizados para serem intimados para deporem na justiça no processo em que são acusados, coisa que ele diz estranhar, porque os endereços teriam sido repassados corretamente.

“A gente quanto tomou conhecimento do processo, sempre repassou os endereços atualizados, para localização de nossos clientes”, afirma Helder.

O empresário e filho são donos de uma empresa de construção civil, com sede em Parauapebas.  De acordo com o MPPA, as prisões fazem parte de um processo criminal, já ajuizado no Tribunal de Justiça, que envolve fraude na Prefeitura de Jacundá.

No entanto, Wender Souza também está envolvido em outros casos, inclusive na operação Alçapão, deslanchada no ano passado na Prefeitura de Curionópolis, que investiga um esquema de fraude em licitação no município, que teria causado um rombo de mais de R$ 5 milhões aos cofres públicos. 

 

(Fonte: Correio Portal de Carajás)

 

A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, se reuniu hoje com representantes das candidaturas de Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL) para discutir a difusão massiva de notícias falsas e a onda de violência durante as eleições. O tribunal vem colocando preocupações com a disseminação de conteúdos colocando em dúvida o sistema de votação e apuração nestas eleições. Participaram do encontro também os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin.

Segundo representantes das candidaturas, que falaram a jornalistas ao fim do encontro, os ministros do TSE mostraram preocupação com os conteúdos enganosos e casos de agressão. Rosa Weber teria feito um apelo para que a campanha ocorra em clima de paz e para que os candidatos incentivem apoiadores a fazer uma campanha pacífica.

Em relação a conteúdos colocando em dúvida a lisura do processo eleitoral, os ministros defenderam a segurança das urnas eletrônicas e do sistema de votação. Mas, conforme os relatos, não houve resolução ou encaminhamentos concretos, apenas recomendações dos ministros.

“As sugestões [do TSE] foram no sentido de que nós comunicássemos aos nossos clientes para que continuassem se esforçando para que houvesse cada vez mais a instrução dos eleitores para que se evite qualquer atitude que possa ser considerada violência. Embora nós tenhamos dito que isso foge ao controle de qualquer candidato. A violência existe, é um fenômeno no Brasil, e não se pode atribuir isso a um candidato”, relatou o advogado da candidatura de Jair Bolsonaro, Tiago Ayres.

Sobre as notícias falsas, o advogado da candidatura de Jair Bolsonaro acrescentou que o tema preocupa o político e sua campanha, que também estariam sendo alvos de mensagens deste tipo. Ele citou como exemplo as mensagens atribuindo ao deputado voto contra a Lei Brasileira de Inclusão, suspensas pelo TSE após questionamento da candidatura.

O coordenador da campanha de Fernando Haddad, Emídio Souza, informou que os representantes da candidatura pediram providências do TSE e de órgãos como a Polícia Federal em relação à disseminação de notícias falsas sobre o candidato do PT e da onda de violência que atribuiu aos apoiadores de Jair Bolsonaro.

“A disseminação de fake news, desta forma, deforma a democracia, altera o resultado eleitoral. Não é possível que a Justiça assista impassível tamanha agressão à democracia”, pontuou o coordenador. Sobre os atos de violência, Souza informou que solicitou um pronunciamento da presidente do TSE em defesa do bom senso. “Não é possível tamanha agressividade nesta campanha”. Não houve resposta sobre o pleito, segundo ele.

Fenômeno eleitoral

O fenômeno das notícias falsas vem marcando as eleições deste ano. A missão internacional da Organização dos Estados Americanos (OEA) manifestou preocupação com o fenômeno da desinformação durante o 1º turno e elogiou a segurança das urnas. No balanço da votação do 1º turno, a presidente do TSE, ministra Rosa Weber, também alertou para o problema, em especial, vídeos e mensagens colocando em dúvida a lisura do processo eleitoral.

Nos últimos dias, o TSE mandou retirar publicações falsas contra a candidatura de Haddad tratando da distribuição do que passou a ser chamado de kit gay. Na segunda (15), nova decisão ordenou a retirada de vídeos relacionando a candidata a vice, Manuela d’Ávila à hipersexualização de crianças. Ontem, o ministro Sérgio Banhos barrou propaganda contra Bolsonaro segundo a qual o candidato do PSL teria votado contra a Lei Brasileira de Inclusão (LBI).

WhatsApp

A rede social WhatsApp tem sido o foco de maior preocupação. Estudo divulgado hoje por professores da Universidade de São Paulo (USP) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e integrantes da Agência Lupa que acompanhou 347 grupos na plataforma encontrou entre as imagens mais compartilhadas um índice de apenas 8% de caráter verdadeiro.

Ontem, o conselho consultivo do TSE para notícias falsas realizou reunião à distância com representantes da plataforma de troca de mensagens WhatsApp. O objetivo foi discutir formas de garantir o alcance de respostas diante da divulgação de notícias falsas dentro da rede social.

A videoconferência foi uma providência decidida em reunião realizada na semana passada. Integrantes do colegiado manifestaram receios em relação à disseminação de notícias falsas na plataforma, especialmente mensagens e vídeos colocando em dúvida a lisura do processo eleitoral e apontando supostas fraudes nas urnas.

Uma das preocupações manifestadas por integrantes do órgão após o encontro foi como encontrar meios para garantir que desmentidos e direitos de resposta alcançassem no WhatsApp usuários atingidos pelas mensagens iniciais, objetivo que é conseguido em redes como Facebook e Twitter.

Segundo o vice-procurador eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, o WhatsApp se propôs a disponibilizar ferramentas ao TSE já adotadas por agências de checagem de conteúdos enganosos e fabricados. Mas o vice-procurador não detalhou que sistemas poderão ser aplicados e qual a serventia deles.

De acordo com Jacques de Medeiros, os representantes da plataforma relataram encontrar “dificuldades” para aplicar a metodologia de outras redes sociais, como mecanismos de checagem de fatos (como no Facebook e no Google) e possibilidades de veiculação de direito de resposta aos mesmos usuários alcançado pelas mensagens originais consideradas falsas. O WhatsApp estaria “aquém disso”, nas palavras do procurador.

(Agência Brasil)

Uma equipe de nutricionistas da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) irá à Vila Paulo Fonteles na próxima sexta-feira, 19, para orientar as mulheres daquela comunidade sobre a importância da alimentação saudável para a prevenção contra o câncer de mama. Será das 9 às 11 horas.

Na vila, o “Dia D” da campanha está marcado para o próximo dia 26, quando uma equipe multiprofissional da Semsa irá realizar uma série de exames nas mulheres daquela comunidade. A programação faz parte da Campanha Outubro Rosa, iniciada no dia 4 passado, com um ato ecumênico na Policlínica, e que será estendida até o final deste mês, numa ação realizada pela Semsa e Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica (DCNT).

A meta é despertar a consciência de todas as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero. “Esse é um momento que nós, representantes do governo municipal, reforçamos a atenção ao câncer de mama. Durante todo o mês de outubro todas as Unidades Básicas de Saúde estarão realizando ações de prevenção e combate ao câncer de mama”, anunciou a diretora da Gestão do Trabalho, Terezinha Guimarães.

A enfermeira e coordenadora da Rede de Atenção à Pessoa com Doença Crônica, Silvana Manito, ressaltou que o público alvo da campanha são  as mulheres na faixa etária de 50 a 69 anos, independentemente de apresentarem algum sintoma. Conforme explicou o oncologista Rodolfo Amoury Júnior, quanto mais avança a idade mais risco a mulher corre de ter a doença.

Daí, a campanha para que elas fiquem sempre atentas não apenas no mês de outubro, mas ao longo do ano, e não deixem de fazer os exames de rotina. A campanha, frisou Amoury Jr., “é só um alerta para que a mulher procure se cuidar”.

Nesse período também é dada maior atenção às mulheres que tiveram ou têm algum caso de câncer de mama na família ou que têm sinal de nódulo, secreção nos mamilos ou alguma alteração na mama, completou a coordenadora Silvana Manito.

Além de ações preventivas contra o câncer de mana e colo do útero, também está sendo ofertado alguns serviços de beleza. 

A meta é despertar a consciência de todas as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do colo do útero.

Mulheres unidas em combate ao câncer de mama e colo do útero. 

DOE LENÇOS

Em Parauapebas, o Instituto Vencendo o Câncer (Ivecan) é a entidade que mais luta para a melhoria do atendimento às mulheres vítimas da doença. E não apenas isso: também trabalha a autoestima delas tendo em vista que muitas acabam entrando em depressão quando descobrem o câncer, o que só piora quando vem a queda de cabelo decorrente da quimioterapia.

Fundadora do Ivecan, Edelves Carvalho faleceu em 2017, mas não sem antes também desenvolver uma campanha de arrecadação de lenços para cabeça para distribuir para as vítimas da doença. Campanha que foi abraçada pelo governo municipal. “Também serão arrecadados e doados lenços durante o mês para as mulheres com câncer. Será uma simples e singela homenagem a elas, que estão enfrentando e lutando contra a doença”, enfatizou Terezinha Guimarães.

Os lenços podem ser doados na Secretaria da Mulher (Semmu), que promoveu ação no prédio da prefeitura, para alertar as servidoras públicas sobre o câncer de mama, com a presença de integrantes do Ivecan e do Conselho da Saúde. A entrega dos lenços para o instituto será na manhã do dia 31 deste mês, na prefeitura. 

Para saber o cronograma da Campanha Outubro Rosa, acesse aqui: Programação da Campanha Outubro Rosa

(ASCOM-PMP)

Levantamento realizado pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que um terço dos consumidores que usaram cartão de crédito no mês de agosto desconhece o valor da fatura. O Indicador de Uso do Crédito revelou também que 25% dos usuários dessa modalidade pagaram parcialmente as contas do cartão, enquanto 74% pagaram o valor integral da fatura (64% nas classes C e D).

De acordo com a pesquisa, 42% dos consumidores recorreram a algum tipo de crédito em agosto, e a modalidade mais citada pelos entre os entrevistados foi o cartão de crédito, mencionado por 35%. Em seguida, aparece o crediário, com 9%, o limite do cheque especial (7%), e os empréstimos (6%).

A sondagem constatou ainda que metade dos tomadores de empréstimos e financiamentos atrasaram, em algum momento, o pagamento de parcelas da dívida, sendo que 21% ainda estão com prestações pendentes.

Sobre a disposição em cortar gastos, a pesquisa revelou que 55% dos consumidores pretendem diminuir as despesas em relação ao mês de agosto. Outros 36% sinalizaram manter o mesmo nível de gastos, enquanto 5% afirmaram ter a intenção de aumentar as despesas.

Limite do orçamento

O levantamento aponta que oito em cada dez consumidores estão no limite do orçamento, sendo que desses, 38% estão no vermelho. Entre quem está abaixo do orçamento, metade deles cita a alta nos preços como a principal causa do desajuste, além da queda na renda (25%), perda do emprego (23%) e o descontrole nos gastos (13%).

Para o SPC Brasil, o uso do crédito exige cuidado e não pode funcionar como complemento de renda. A entidade ressalta ainda que a falta de disciplina no controle financeiro acaba comprometendo parte do orçamento por mais tempo do que o planejado. A causa são as renegociações, que normalmente ampliam os prazos de pagamento.

A pesquisa abrange 12 capitais das cinco regiões brasileiras. Os entrevistados somam 80% da população residente em cada capital. A amostra colheu 800 casos e foi integrada por pessoas com idade superior ou igual a 18 anos, de ambos os sexos e de todas as classes sociais. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

(Agência Brasil)

Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a Secretaria de Assistência Social (Semas) está promovendo durante todo este mês a Campanha de Valorização da Pessoa Idosa em referência ao Dia Internacional do Idoso comemorado sempre em 1° de outubro. A data foi escolhida em razão do Estatuto do Idoso, instituído em 1° de outubro de 2003, no Brasil. 

Em Parauapebas a campanha é encabeçada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa e oferece programação especial para quem já chegou à terceira idade. Entre as atividades estão serviços de saúde, oficinas de inclusão digital, emissão de passe livre municipal, orientações sobre o CadÚnico, apresentações culturais e seminários em instituições parceiras. 

Com o tema da campanha “O Dia do Idoso é todo dia. Valorize”, o presidente do Conselho da Pessoa Idosa, Nélio Mol, enfatiza que o maior desafio ainda é o respeito a quem já passou dos 60 anos. Segundo ele, a falta de sensibilidade por aqueles que estão ao redor torna mais difícil a obtenção de direitos como benefícios sociais e acesso a serviços essenciais. 

“As pessoas precisam entender que o idoso requer atenção especial dentro e fora de casa em razão de suas limitações, sejam elas de natureza financeira ou física. É se colocar no lugar do outro e entender que todos passarão pela mesma experiência”, diz Nélio Mol.

A programação é estendida também para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) onde já existem atividades rotineiras para usuários idosos. Já a Unidade de Saúde dos Minérios reuniu cerca de 30 idosos onde os profissionais de saúde transmitiram orientações e promoveram atendimento especial. 

Entre os visitantes estavam Francisco Alencar, 84 anos, e Roseni da Silva, 66 anos. Marido e mulher, moradores do bairro dos Minérios, fizeram questão de participar da programação naquela unidade de saúde. Para a aposentada, receber a atenção especial e reforço no atendimento é uma satisfação. “Gostei de chegar aqui e participar. Foi muito bom”, afirma Roseni.

Pricila Darc, gerente da unidade, afirma que o atendimento é especial não apenas este mês, mas todo o ano. “Geralmente atendemos muitos idosos. As equipes da unidade sempre reservam um dia só para usuários idosos já que temos uma demanda considerável”, diz ela.

A programação é estendida também para os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) 

O presidente do Conselho da Pessoa Idosa, Nélio Mol (a esquerda), enfatiza que o maior desafio ainda é o respeito a quem já passou dos 60 anos.

POLÍTICAS PÚBLICAS

Em Parauapebas as políticas públicas garantidas aos idosos abrangem desde programas habitacionais, passe livre no transporte municipal, estacionamento especial às atividades nos Cras, no Aconchego do Idoso e ao atendimento especial em saúde, além de vários benefícios sociais. 

A prefeitura trabalha para expandir a rede de atendimento, especialmente para aqueles idosos que moram em áreas mais afastadas da região central. Para isso, realiza também ações sociais em mutirões com atendimento médico e emissão de documentos, por exemplo. 

Com 202.882 habitantes, Parauapebas conta com 5.175 pessoas com idade superior a 60 anos, o que corresponde a 2,5% da população, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que prevê que até 2042 o número de idosos irá dobrar no Brasil ao saltar de 28 milhões, em 2017, para 57 milhões.

(Ascom-PMP)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016