Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa) irá firmar um contrato com a Prefeitura Municipal de Parauapebas (PMP), para a produção e a implantação do diário oficial eletrônico daquele município. Os trâmites do processo de contratação para este serviço, por meio do sistema e-Diário, foram tratados em uma reunião nesta terça-feira (21), na sede da Ioepa, entre o presidente da autarquia, Jorge Panzera, o secretário de Planejamento de Parauapebas, João José Correa; e as analistas de sistema Kerla Dias dos Santos e Eliene de Nazaré Nascimento Paixão, da PMP.

De acordo com a analista de sistemas da Prefeitura de Parauapebas, Eliene de Nazaré Nascimento Paixão, a conversa foi muito frutífera. “Foi excelente. Já chegamos ao senso comum e esperamos agora dar andamento na execução, para concluir o processo o mais rápido possível”, disse Eliene.

Secretário de Planejamento João José Correia e presidente da Ioepa Jorge Panzera

Jorge Panzera ressaltou o ineditismo da parceria entra a autarquia e a Prefeitura de Parauapebas. “Trata-se de uma iniciativa inédita entre uma imprensa oficial e uma prefeitura. A prefeitura de Parauapebas criou o seu Diário Oficial do Município e vai contratar a Ioepa, que atuará em parceria com técnicos da PMP, para nós produzirmos o diário oficial eletrônico deles”, disse Panzera, informando ainda que até o mês de fevereiro deste ano, o contrato deverá ser assinado.

Texto Ailson Braga

Fotos Eduardo Rosas

Ascom/Ioepa

Este ano o carnaval de Parauapebas traz uma folia mais cultural, durante o lançamento realizado na noite de terça-feira, 22, foi apresentado aos munícipes uma extensa programação cultural para pessoas de todas as idades se divertirem nos 4 dias de festa carnavalesca.

A noite também foi de lançamento do concurso que vai escolher a musa de Parauapebas, blocos e escolas de samba da cidade podem inscrever suas musas. Para levar a faixa para casa e o prêmio de R$ 5.000, a jovem tem que ter simpatia, beleza e muito samba no pé.

O Carnaval da Nossa Gente 2020 será realizado no período de 22 a 25 de fevereiro, na Praça de Eventos, no bairro Cidade Nova. Além dos desfiles de blocos e escolas de samba, a programação traz o 1° concurso de marchinhas e o arrastão cultural, além de várias oficinas.

Sanderson Vieira representante do Comdcap

Sanderson Vieira, representante do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas – COMDCAP, falou dos cuidados com as crianças e adolescentes durante as festa. “Crianças e adolescentes tem o direito de brincar e se divertir, porém nós temos o dever de garantir que essa brincadeira seja com proteção. Gostaria de pedir as autoridades aqui presente e aos coordenadores de blocos e escolas de samba para evitarem atitudes coercitivas no dia do carnaval e que façam respeitar as portarias, os menores precisam de autorização para brincar em desfiles, pedimos que se organizem com antecedência”, afirmou.

Luis Flávio presidente do Bloco do Bezerra, ao lado da musa Fran Silva

Os presidentes de escolas de samba e blocos marcaram presença e deram uma pequena prévia do que está sendo preparado para o Carnaval da Nossa Gente 2020. “Estamos trabalhando para trazer diversão com responsabilidade para a avenida. Este ano vai ser um carnaval diferente, mais cultura e muito mais divertido, uma festa para todas as idades”, disse Luís Flávio, presidente do Bloco do Bezerra.

Secretário de cultura, Saulo Ramos, afirmou que este ano Parauapebas tera um carnaval cultural

Saulo Ramos em sua enfatizou falou do papel importante que teve o jornalista, carnavalesco e ex-presidente Liga das Agremiações dos Blocos e Escolas de Samba de Parauapebas e Região (Liabespr), Luís Bezerra, falecido no ano passado. “Para iniciar minha fala gostaria de prestar uma homenagem ao nosso saudoso Luís Bezerra, que nos deixou no ano passado e tenho certeza que ele estaria muito feliz hoje com esse início de carnaval tão empolgante, Luís deixou um legado muito importante para esses fazedores de cultura”, disse.  

O secretário enfatizou o aquecimento da economia e a geração de renda para a população, além de manifestações culturais e valorização dos artistas da terra. “Parauapebas e uma cidade diferenciada, nós teremos bloco, escola de samba, carnaval de palco, concurso de marchinhas, matinês, concurso de musa, e acima de tudo a valorização das pessoas que fazem esse carnaval acontecer. O que o nosso prefeito quer é fazer com que a cultura chegue lá na ponta, que gere emprego, que gere renda e é isso que o nosso carnaval vai fazer”, afirmou.

(Samara Guimarães)

Nenhum apostador venceu o concurso nº 2.226 da Mega-Sena desta terça-feira (21). Foram sorteados os números 02 - 04 - 07 - 16 - 30 - 38. Segundo estimativa da Caixa, o concurso da próxima quinta-feira (23) deverá pagar R$ 35 milhões.

A quina teve 43 apostas ganhadoras e cada uma vai receber um prêmio de R$ 46.161,97. A quadra saiu para 3.798 apostadores, que receberão prêmio de R$ 746,62. A aposta mínima na Mega-Sena custa R$ 4,50. Nesse caso, a chance de acerto (probabilidade estatística) é de uma em mais de 50 milhões.

Habitualmente, os sorteios da Mega-Sena são realizados duas vezes por semana, às quartas e aos sábados, mas a Caixa também promove as “Mega-Semanas”, quando realiza três concursos - às terças, quintas e sábados.

 

fonte: Agência brasil

Famílias selecionadas pelos projetos “Leite a Pasto” e “Cordeiro Mais Carne” são beneficiadas com insumos e assistência técnica, além de capacitações que auxiliam na produção rural, aumentando também a renda do produtor. Na sexta-feira, 17, o auditório da Prefeitura se transformou em sala de aula para os produtores rurais que aprenderam sobre “Gestão da Propriedade”.

O engenheiro agrônomo, Mario Barbosa, conduziu o curso e explicou sobre a importância da capacitação. “Nesse módulo agora, a gente tá trabalhando sobre a gestão das propriedades. Com essas ações, ao longo de um período, a fazenda começa a mudar o seu patamar, gerar mais produção, e o finalmente de tudo é gerar renda dentro das famílias”.

“É um ganho, porque a gente, pequeno produtor, está sendo visto com olhos diferentes. Eles dão os cursos de como manejar pastagem, domínio de anotações, pesagem de leite. Tudo isso influi para o aumento de produção. É um ganho de conhecimento riquíssimo. Com esse projeto, a gente com certeza vai conseguir ter ganhos ainda maiores”, disse a produtora rural, Luana Tavares.

Rande Alves, que também participou da capacitação, aprovou a iniciativa. “Eu acho muito importante para os produtores. Tem a parte técnica que acompanha, qualquer dúvida a gente procura o técnico, ele orientar como é que tem que ser, tem o veterinário pra ajudar na parte dele. Então ficou muito bom para o produtor da região. Facilitou em tudo. Chegou conhecimento, tecnologia e vai mudando. Vai mudando tudo pra melhor”, afirmou.

O secretário de Produção Ruaral (Sempror), Elson Cardoso e o vereador Zacarias Marques, prestigiaram o curso.

 

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

Em um dia tenso no mercado, a Bolsa de Valores caiu, e o dólar norte-americano fechou no maior valor em mais de um mês e meio. O dólar comercial fechou esta terça-feira (21) vendido a R$ 4,206, com alta de R$ 0,017 (0,4%). A divisa está no maior valor de fechamento desde 2 de dezembro (R$ 4,214).

O dólar operou em alta durante toda a sessão e fechou próxima do valor máximo do dia. A moeda norte-americana acumula valorização de 4,8% em 2020. A volatilidade também refletiu-se na cotação do euro, que fechou o dia vendido a R$ 4,67, com alta de 0,42%.

No mercado de ações, o dia também foi de tensões. O Ibovespa, índice da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), fechou o dia em queda de 1,03%, aos 117.026 pontos. A Bolsa interrompeu uma sequência de três sessões de alta.

A sessão foi marcada pelo receio de que o novo vírus descoberto na China traga impactos para a segunda maior economia do planeta. O país asiático confirmou hoje a sexta morte pelo coronavírus, que provoca pneumonia. A China e países próximos adotaram medidas para conter a disseminação da doença.

A alta do dólar e a queda na bolsa intensificaram-se no meio da tarde, quando foi confirmado o primeiro caso de infecção pelo novo vírus nos Estados Unidos.

 

Fonte: Agência Brasil

Cerca de 2 mil educadores da rede municipal de ensino participam nestes dias 21 e 22 de janeiro da Jornada Pedagógica 2020. Durante a abertura, reuniu gestores, coordenadores e técnicos da secretaria municipal de educação.

Com o tema: “As Diretrizes da BNCC para Formação Integral do Ser na Perspectiva das Competências Socioemocionais”, a gestão municipal traz reflexões e novos conhecimentos com o intuito de promover o fortalecimento do processo educativo.

"A jornada pedagógica oficializa o início do ano letivo em nossa cidade. E pela primeira vez, estamos dedicando um momento exclusivo para os nossos gestores da educação: diretores, vices-diretores, coordenadores pedagógicos e equipe técnica na edição 2020, porque são eles que gerem as escolas onde o nosso plano estratégico de ações estruturantes se consolidam”, disse Edson de Oliveira, coordenador pedagógico da Semed. 

O evento continua nesta quarta-feira, 22, no Parque de Exposições Lázaro de Deus.

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP e Semed

O escritor Raphael Bruno, que também é ator, poeta, jornalista, compositor com mais de 200 canções, humorista e entre outras atribuições, lançou sua centésima segunda obra literária, o e-book Receitas. Este livro ensina diversos pratos.

O autor de Penedo, no Sul do Rio de Janeiro, já vendeu suas obras na França, Alemanha, EUA, Inglaterra, Índia, Japão e em todo o país.

Com seu estilo eclético, o mesmo atua, improvisa e roteiriza seus vídeos na internet. Recentemente conseguiu ser finalista do prêmio “Olho Vivo” na categoria internet. Ano passado, o versátil artista foi finalista na categoria Poeta e Livros com e-book Marketing.

Sua primeira obra literária foi com o livro Músicas e Poesias, em 2016. No ano seguinte, criou seu canal de humor que leva o seu nome aderindo seguidores de todo o país.

Com grande habilidade em escrever o mesmo criou diversas anedotas.

Em 2014 e 2015 teve seu programa na rádio local, com o nome de Coração pra Coração, um grande sucesso na cidade. Em 2018 foi comentarista da rádio Frenética Web. Sua primeira aparição em rádio foi em 2013 no extinto Chacrinha da Real contando piada.

Com tanta criatividade, Raphael resolveu colocar em prática suas ideias e não parou mais.

Suas obras são encontradas na Amazon, Perse, Saraiva, Livrorama e Clube dos Autores.

A Central de Atendimento do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado Pará (Igeprev) registrou que 45% dos atendimentos realizados em 2019 foram para emissão do contracheque dos beneficiários aposentados e pensionistas do Estado. Por isso, desde janeiro deste ano, o Instituto disponibilizou quatro totens de autoatendimento para a realização deste serviço. O objetivo é agilizar o atendimento na Central, onde são realizados cerca de 250 atendimentos por dia.

Ao chegar à central de atendimento, localizada na sede do Instituto, localizado na Avenida Alcindo Cacela, 1.962, se já tiver a senha de acesso, o beneficiário pode emitir o documento diretamente em um dos totens. Caso contrário, deve se dirigir a um guichê reservado especialmente para este serviço e informar os dados necessários ao atendente, para que a senha seja criada. Após isso, ele será direcionado a um dos totens para acesso e impressão do contracheque. Dois funcionários do Instituto estão à disposição para auxiliar no manuseio das máquinas e esclarecer dúvidas.

Para garantir ainda mais praticidade e comodidade ao beneficiário, o contracheque também pode ser emitido diretamente pelo site do Igeprev, sem que o beneficiário precise se deslocar ao Instituto. Basta acessar o site, clicar em “Emissão Digital do Contracheque” na página inicial e seguir as orientações.

Além de autonomia e praticidade, essas práticas ajudarão a descongestionar as filas nos guichês de atendimento, liberando espaço para processos mais complexos, garantindo assim uma melhor prestação de serviços à população.

A pensionista Maria do Socorro Ramalho esteve no Instituto nesta terça-feira (21) e gastou poucos minutos para criar a senha de acesso e emitir o contracheque. “Não conhecia essa opção. Soube hoje quando cheguei aqui. É ótimo. Bem mais rápido. Já pode fazer sem precisar ir para a fila”, disse.

Para a gerente da Diretoria de Previdência do Igeprev, Arlinda Bastos, a emissão digital garante autonomia e comodidade ao beneficiário, além de garantir mais qualidade no serviço oferecido ao público, desafogando o atendimento de demãos processos. “Inicialmente encontramos certa resistência em usar o acesso digital, entretanto, à medida que o beneficiário se familiariza com os totens e o espaço digital, essa resistência vai sendo vencida, propiciando uma maior comodidade ao usuário, que não tem que se deslocar ao Igeprev para consultar o contracheque. Além do que reduzimos o tempo de espera para os demais tipos de  atendimento”, explicou.

 

Por Lucila Pereira (IGEPREV)Ag.Pará

O ano de 2020 começou bem para um ex-azulino, que foi destaque na rodada do Campeonato Carioca, nesta terça-feira (21).

O atacante Emerson Carioca foi um dos destaques na vitória do Madureira sobre o Botafogo, por 2 a 0, e colocou o time do subúrbio do RJ entre os primeiros colocados da Taça Guanabara, o primeiro turno do estadual.

A jogada do gol veio pela esquerda, após um cruzamento, a bola sobrou para o atacante que acertou a gaveta do goleiro botafoguense.

Além dele, o também atacante Catatau marcou o segundo do Madureira, que tem outro conhecido no elenco: o atacante Paulo Rangel, que esteve por aqui no ano passado, quando vestiu as camisas de Paysandu e Tuna.

 

Fonte: Diario Online

O Anuário Brasileiro da Educação Básica, divulgado no ano passado, já mostrava uma triste realidade: o país tinha mais de 1,5 milhão de crianças e jovens fora da escola. Próximo do início do ano letivo, o Unicef reforçou esse alerta e estimou que, em 2020 o risco de que quase 2 milhões de crianças e adolescentes continuem fora das salas de aula é muito grande. No Pará, esse total chega a 116 mil ausentes, meninas e meninos que deixaram as salas de aula, ou que nunca sequer chegaram a elas. Representam 5,4% da população paraense que deveria estar ocupando as salas de aula. O mais grave é que essa exclusão escolar afeta, principalmente, crianças e adolescentes das camadas mais vulneráveis: são, em sua maioria, pobres, negros, indígenas, ribeirinhos e quilombolas.

O Unicef – Fundo das Nações Unidas para a Infância, faz um apelo para que todos os municípios realizem a Busca Ativa Escolar: ou seja, unam as equipes da administração pública e da sociedade civil para ir de casa em casa encontrar e levar para a escola todos os estudantes que estão fora dela.

A Busca Ativa Escolar é uma plataforma gratuita para ajudar os municípios a combater a exclusão escolar, desenvolvida pelo Fundo em parceria com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas).

A intenção é apoiar os governos na identificação, registro, controle e acompanhamento de crianças e adolescentes que estão fora da escola ou em risco de evasão. A estratégia colabora para a identificação de crianças e adolescentes fora da escola, seu encaminhamento para os diversos serviços públicos – como da Saúde e da Assistência Social, de acordo com os motivos de evasão e/ou abandono – e sua (re)matrícula e acompanhamento no retorno à escola.

Por meio da Busca Ativa Escolar, o município reúne representantes de diferentes áreas dentro de uma mesma plataforma gratuita. Cada pessoa ou grupo tem um papel específico, que vai desde a identificação de uma criança ou adolescente fora da escola até o seu encaminhamento para os serviços públicos da rede de proteção e a tomada das providências necessárias para a sua (re)matrícula e a permanência na escola.

Todo o processo é feito pela internet e a ferramenta pode ser acessada em qualquer dispositivo como computadores de mesa, computadores portáteis, tablets, celulares (SMS) ou celulares (smartphones). Há também formulários impressos para agentes comunitários e técnicos verificadores que não têm acesso a dispositivos móveis. https://buscaativaescolar.org.br/.

É PRECISO “ENTENDER AS CAUSAS DA EXCLUSÃO”, DIZ ESPECIALISTA DO UNICEF

Embora o Brasil tenha avançado no acesso à escola. Os índices de evasão e abandono escolar continuam alarmantes. O IBGE mostrou que cerca de 1,9 milhão de crianças e adolescentes continuam fora da escola no país. Desse total, 1,1 milhão estão na faixa de 15 a 17 anos.

Muitos deixam a escola para trabalhar e contribuir com a renda familiar; outros têm algum tipo de deficiência. Grande parte vive nas periferias dos grandes centros urbanos, no Semiárido, na Amazônia e nas zonas rurais. Muitos já passaram pela escola, mas não tiveram as oportunidades necessárias para aprender, foram sendo reprovados até que deixaram a sala de aula. Ou foram vítimas de bullying, preconceito, violência, e não conseguiram continuar.

Por todas essas razões, a maioria dessas crianças e desses adolescentes nem vai até a escola para se matricular. “Não adianta, portanto, apenas ofertar vagas na escola. É preciso unir esforços de diferentes áreas – educação, saúde, assistência social, entre outras – para ir atrás de cada um, entender as causas da exclusão e tomar as medidas necessárias para garantir a matrícula e a permanência na escola, aprendendo”, explica Verônica Bezerra, especialista em Educação do Unicef.

 

Fonte: DOL

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016