Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ) da Prefeitura de Parauapebas abriu as inscrições para estudantes de 15 a 29 anos participarem da Fanfarra Municipal Faruk Salmen.

As inscrições seguem até dia 11 de julho e estão sendo realizadas no prédio da CMJ, que fica na rua Rio Claro, nº 202, bairro Beira Rio. O horário de atendimento é de 8h às 14h. Os interessados devem levar cópias do RG, declaração escolar, comprovante de residência e uma foto 3x4.

A fanfarra é composta por cerca de 100 jovens, que também têm a oportunidade de participar de diversos programas que a CMJ realiza ou participa, como a apresentações do desfile de 7 de setembro, por exemplo.

A prefeitura municipal, através da Secretaria Municipal da Mulher (SEMMU) realizou Casamento Comunitário para cerca de 150 casais neste sábado (29), em Parauapebas.

Com uma decoração admirável, ao pôr do sol, a cerimônia do matrimonio de união dos casais foi realizado no lago do Bairro Nova Carajás, pelo segundo ano consecutivo.

Em entrevista à nossa equipe de reportagem o casal, Reginaldo Simões e Josefa da Silva, disseram que já vivem em união há quatro anos e que o momento representa uma conquista para os dois. “Este é um momento de grande felicidade para nós. Nós estamos muito felizes em poder oficializar juridicamente e religiosamente a nossa união”, disse a noiva. Já o noivo afirmou que o momento representa um novo começo de uma união. “É uma felicidade muito grande. Eu acho que a partir do momento que você passa a viver com uma pessoa e descobre que ela é sua parceira, você tem que unir e solidificar essa união”, concluiu o noivo.

Ângela Silva, secretária municipal da mulher, em entrevista à nossa equipe de reportagem, disse que é muito gratificante realizar o sonho do matrimônio para os casais participantes.  “Realizar um casamento comunitário através da Secretaria da Mulher é um motivo de muita alegria, há expectativa muito grande por parte dos noivos e nas mulheres que nos procuram. Um momento desejado por todas as noivas e compartilhado com todas as famílias”, destacou a secretária.

Sobre as inscrições para o próximo casamento comunitário, Ângela Silva informou: “provavelmente ainda neste ano iremos iniciar as inscrições para o próximo casamento comunitário, para que em maio ou junho, já estarmos realizando o próximo casamento”.

O prefeito Darci Lermen, também esteve prestigiando este momento único na vida dos casais e, ao falar com nossa reportagem, disse que é uma ocasião muito importante, que esbanja felicidade. “É muito importante estar aqui. Sobre o casamento, é um momento onde duas pessoas concretizam o desejo de construir uma vida juntas, um projeto de vida juntos, e saber que nem tudo são flores, mas nós precisa pensar que dá para vencer os obstáculos da vida, superar tudo, vencer as dificuldades pra construir uma vida a dois”, disse o prefeito. 

 

Ângela Silva, secretária municipal da mulher (ao centro).

 O prefeito Darci Lermen, também esteve prestigiando o momento juntamente com sua esposa Viviane Lermen. 

Reginaldo Simões e Josefa da Silva, disseram que já vivem em união há quatro anos e que o momento representa uma conquista para os dois.


(Por Fernando Bonfim)

 

O último dia de apresentações da 17ª edição do Festival Jeca Tatu levou milhares de pessoas à Praça de Eventos do Bairro Cidade Nova, em Parauapebas, neste domingo (30). Durante cinco dias de festa, mais de 30 agremiações juninas abrilhantaram o evento nas categorias, Estilizada, Caipira e de Salão.

O Festival Jeca Tatu já é patrimônio cultural e imaterial do município de Parauapebas. Há 17 edições, é considerado o maior evento do sudeste paraense, com sua porção de conhecimento tradicional, competição de quadrilhas, festejos populares e comidas típicas. Nesta edição o evento homenageou quatro ícones da música popular no município: Manelim do Forró, Zequinha do Acordeom, Juquinha do Acordeom e Monteirinho do Acordeom.

Enquanto na arena as agremiações juninas: Espalha Palha, Morceguinhos da Roça, Flor do sertão, Revelação Caipira, Rabo de Palha, Cabras da Peste e Jovens do Cangaço, preferenciais ao título  de melhores agremiações do festival em 2019,  faziam a alegria da galera com um grandioso espetáculo de cores e criatividade, no segundo espaço, Diego Braga, Josy Leal e Juquinha do Acordeom animavam os brincantes com muita música ao vivo.

Em entrevista, ao Carajás o Jornal, o Secretário Municipal de Cultura, Saulo Ramos avaliou o evento deste ano como maior e mais organizado de todas as edições. Ele reforçou a importância de se trabalhar a cultura local e afirmou que aposta no Festival Jeca Tatu, como uma grande atração turística para o município de Parauapebas. “Eu acho que o mais importante de tudo é dar nome ao Festival Jeca Tatú como uma grande atração turística aqui da nossa região. É um evento que cresce a cada ano e tem muito potencial para crescer ainda mais”, disse o secretário.

Lucas Rodrigues aproveitou para prestigiar o festival com a família e falou que o evento se superar a cada ano. “Este ano o evento se superou, até porque é uma festa que a gente aguarda o ano inteiro e todo ano a gente se se surpreende”, disse Lucas.

A contagem dos pontos para escolha da melhor agremiação junina do Festival Jeca Tatú será realizada nesta segunda-feira, 01/07 no Centro de Desenvolvimento Cultural Parauapebas a partir das 16:00h.

Saulo Ramos, Secretário Municipal de Cultura, avaliou o evento deste ano como maior e mais organizado de todas as edições. 

Lucas Rodrigues aproveitou para prestigiar o festival com a família e falou que o evento se superar a cada ano.

Confira a galeria de imagens do evento:

(Reportagem: Fernando Bonfim)

(Fotos Felipe Borges) 

A Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará), em conjunto com a Associação do Comércio de Insumos de Marabá e Região (Aciamar) e demais casas de produtos agropecuários do município de Parauapebas estão realizando durante toda esta sexta-feira (28), uma ação itinerante para recolher embalagens vazias de agrotóxicos, em Parauapebas.

Ao todo são 09 pontos de coletas divididos, estrategicamente, na zona rural e urbana, que visam garantir um número cada vez maior de arrecadações:

Zona Rural

Vila Palmares II

Vilas Paulo Fonteles

Vila Cedere I

Vila Valentim Serra

Zona Urbana

Estacionamento da Feira do Produtor

Casa da Roça

Casa do Veterinário

Agropará

Agropeba

Atacadão Rural e

Casa Norte

A destinação correta das embalagens vazias de agrotóxicos é uma responsabilidade compartilhada entre agricultor, comerciante, fabricante e poder público, instituído por lei (Lei n.º 9.974, de 6 de junho de 2000).

Gilson dos Reis Lima, colaborador da Aciamar, explica sobre a importância do produtor ter a consciência de devolver o vasilhame, pois embora vazias, elas ainda oferecem riscos à saúde e ao meio ambiente. “Estas embalagens, mesmo vazias ainda podem contaminar pessoas e animais, além de poluir o meio ambiente, são embalagens feitas de um material resistente e demoram para ser detectadas e até mesmo mais de um século para se decompor na natureza”, disse Gilson.

A pós a coleta, as embalagens são encaminhadas para a cidade de imperatriz/MA, por onde passam por uma pré-seleção e posteriormente para o estado de São Paulo, onde são recicladas e transformadas em outros materiais, como canos de esgoto, conduítes e outros.

(Por Fernando Bonfim)

O colorido do mês junino tomou conta das ruas de Parauapebas na quarta-feira (26), quando a tradicional carroçada deu início à programação do 17° Festival Junino Jeca Tatu, em Parauapebas. O desfile saiu da Praça Faruk Salmen, no bairro Guanabara, e seguiu até a Praça de Eventos, na Cidade Nova, cerca de 4,5 km percorrido.

O evento já é patrimônio cultural e imaterial do município e até domingo, cerca de 30 agremiações municipais e cidades vizinhas juninas, divididas nas categorias, salão caipira e estilizada se apresentarão no festival, levando o estilo e as danças juninas

O evento deste ano homenageará 04 sanfoneiros do município, ícones da música popular: Manelim do Forro, Zequinha, Joaquina e Monteirinho do Acordeom.

Em entrevista ao Carajás, o Jornal o Secretário Municipal Cultura, Saulo Ramos, reforçou a importância em direcionar o foco à cultura local,  eixo ao qual já vem defendendo desde que assumiu a pasta da cultura no município. “É a boa cultura de Parauapebas. Eu acho que estes jovens têm muito talento para mostrar e apresentar, o que deixa a gente muito contente com o resultado”, disse o secretário.

O presidente da LIAJUP - Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas, Carlos Magno (Bhyl), falou sobre o evento e destacou que este ano o festival superou as expectativas. “A estrutura, a formação das barracas com mais espaços na parte gastronômica entre outros. A população que realmente for prestigiar o Jeca Tatu vai se surpreender”, disse Bhyl.

Saulo Ramos, Secretário Municipal Cultura reforçou a importância em direcionar o foco à cultura local.

Bhyl, presidente da LIAJUP - Liga das Agremiações Juninas de Parauapebas.

 

Confira a programação desta quita-feira do Festival Jaca Tatu: 

 

 

Confira a galeria de imagens do evento

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

(Fotos: Felipe Borges) 

 

 

Moradores das vilas, Bom Jesus e Serra do Rabo, no município de Canãa dos Carajás, interditaram um trecho da estrada de acesso ao projeto S11D, na madrugada desta quarta-feira (26). O bloqueio da via gerou uma fila gigantesca de ônibus na estrada.

De acordo com as informações apuradas até o momento, o intuito da manifestação é chamar a atenção da mineradora para a acordos que, segundo eles, estariam sendo descumpridos pela mineradora.

Ainda conforme as informações, a principal reclamação dos manifestantes é o excesso de poeira gerada na estrada de acesso ao projeto.

Em nota, a Vale informou que cumpre a legislação e mantém rígidos controles ambientais em todas as suas operações, que são fiscalizados pelos órgãos responsáveis e reforçou que está tomando medidas judiciais e criminais cabíveis para liberação dos acessos às unidades.

Segue a íntegra na íntegra

A Vale informa que manifestantes bloqueiam o ramal ferroviário da Estrada de Ferro Carajás, em Canaã dos Carajás, e estradas que dão acesso às operações das minas de Sossego e S11D, impedindo o direito de ir e vir dos empregados, prestadores de serviço e polução em geral.  Eles reclamam de supostos impactos e indenizações relacionadas à criação do Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, criado por Decreto Presidencial, cabendo ao ICMBio a gestão da unidade e a competência por desapropriações e negociações.

A Vale reforça que cumpre a legislação e mantém rígidos controles ambientais em todas as suas operações, que são fiscalizados pelos órgãos responsáveis.

A Vale informa também que está tomando medidas judiciais e criminais cabíveis para liberação dos acessos às unidades, assim como a retomada da operação da EFC em Canaã. 

Duane Silva Sousa cursava o 5º período de Engenharia de Produção no Campus de Parauapebas da Universidade Federal Rural da Amazônia, em 2017. Em um dia normal de aula, enquanto voltava para casa, foi brutalmente assassinado, vítima de um possível latrocínio em janeiro de 2017. Para homenagear a memória do jovem, a avenida que dá acesso à instituição passará a se chamar Av. Duane Silva Sousa, no trecho entre a PA 275 e a respectiva instituição de ensino, como homenagem ao estudante.

O projeto de Lei n 024/2019 de autoria do vereador Rafael Ribeiro/MDB, foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores na sessão ordinária desta terça-feira (25). E agora segue para a sansão prefeito, Darci Lermen.

Em seu discurso, o parlamentar disse que o projeto de lei visa homenagear o jovem, que também era servidor público.

“O Duane era visto como um jovem calmo e muito querido por seus amigos e familiares e até hoje seu caso gera comoção em nosso município, razão pela qual apresento esta propositura como forma de homenagem a este jovem que deixou muitas saudades no meio acadêmico da UFRA e a todos que o conheciam”, disse o vereador.

O jovem estudante foi assassinado de forma brutal no dia 17 de janeiro de 2017, a cerca de 800 metros das margens da Rodovia PA 275, próximo ao viaduto do Ramal Ferroviário, que fica há cerca de um quilometro da universidade.

Weverton Pereira Silva, Primo de Duane, disse em entrevista aos Carajás o Jornal que a homenagem não vai trazer o jovem de volta, porém, ele vê como justa a homenagem “Ele [Duane] estava muito feliz e falava com orgulho do curso e dizia que era um sonho o qual batalhou para conseguir. E agora, ter o nome dele na avenida, em que tanto trafegou, em busca de seu sonho, de certa forma chega a ser gratificante”, disse o primo da vítima.

 

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Supervisão da Rede de Cuidados à Saúde da Pessoa com Deficiência (CSPD) e da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), entregaram na manhã desta segunda-feira (24), as Carteiras de gratuidade de Transporte Intermunicipal (passe livre). Ao todo 83 beneficiários estão sendo convocados para receber o documento.

A nova carteira tem o dispositivo de segurança QR Code, que visa diminuir o número de falsificações e garantir o acesso gratuito dos usuários ao transporte intermunicipal de forma moderna e segura.

O ‘Passe Livre’ é um benefício concedido às pessoas com deficiência assegurado por lei, através do Decreto Estadual nº 1.935 que garante a isenção tarifária nos transportes coletivos intermunicipais para pessoas com deficiência. Essa isenção se estende também as pessoas que possuem algumas doenças crônicas, que realizam tratamento continuado fora do município de sua residência.

Confira abaixo a lista de beneficiários que já estão com os documentos disponíveis na Secretaria Municipal de Saúde. Para receber a carteirinha, o beneficiário deve comparecer de forma presencial, junto a Semsa, localizado na Rua E, nº 481, no bairro Cidade Nova, munidos de documentos pessoais originais como carteira de identidade (RG) e carteira de gratuidade antiga.

1 Ademir de Lima

2 Adriano Sousa Silva

3 Alan Lima da Silva

4 Alexandro Soares de Sousa

5 Aliomar Viana dos Santos

6 Alreny Furtado Camilo

7 Aluisio Alves da Silva

8 Amanda de Oliveira Brandão

9 Ana Célia Gomes de Andrade

10 Ana Luiza Silva Furtado

11 Ana Maria de Lima Modesto

12 Ana Paula Oliveira Silva

13 Anarelli Oliveira da Silva

14 André Almeida Pacheco Junior

15 Anny Ketly Gadelha Franca

16 Antonia Gorette Lopes

17 Antonio Alves Martins

18 Antonio Carlos Corrêa Pereira

19 Antônio da Paixão Cardoso

20 Antonio Edson Costa Pastana

21 Antonio Francisco Santos

22 Antônio Gabriel Barros

23 Antonio João Roque de Sousa

24 Asael da Silva Tavares

25 Ana Lúcia Nogueira Bernardos

26 Brenda Evangelista Silva

27 Camila Timoteo Cavalcante

28 Camily Vitoria Oliveira Paula

29 Carlos Daniela de Sousa Maciel

30 Carlos Henrique Magalhães de Sousa de Sousa

31 Charles Alberto Santos Barbosa

32 Cleandro Magno Novo

33 Clebson Pereira Milhomes

34 Cleidiane da Silva Felix

35 Cleonaldo Gomes de Oliveira

36 Cristina Maria Portela Bispo

37 Daniel Almeida de Sousa

38 Daniel Oliveira da Silva

39 Danilo Miranda dos Reis

40 Darlonilton Santos Felicio

41 Davi Morais da Silva

42 Denes da Silva Sousa

43 Denise da Silva Souza

44 Domingas da Costa Cruz

45 Dyefferson Soares da Silva do Amaral

46 Edivaldo Ribeiro de Lima Edivaldo Ribeiro Lima

47 Ednar Lage dos Santos

48 Eduardo Brito de Andrade

49 Eduardo Silva Rodrigues

50 Elizângela Rodrigues Nunes

51 Felix Fernandes da Silva Santos

52 Janaina Miranda de Sousa

53 Jonas Gabriel Sousa Silva

54 Marcos Venicio Azevedo dos Santos

55 Maria da Penha Pereira de Araújo

56 Maria Daniele dos Santos Carneiro

57 Maria Eduarda Sousa Sales

58 Maria Ellisa Gomes Sousa

59 Maria Heloá Santos Carlos

60 Maria Rosiane Paiva de Mendonça

61 Maria Vilma Ribeiro

62 Maria Vieira Carvalho

63 Matheus Oliveira Brito de Andrade

64 Mayara Priscila Pereira Lima

65 Michelline Ferreira Lobo

66 Miguel Oliveira Milhames

67 Mirely Freitas de Sousa

68 Moacir Franco Anjos Rodrigues

69 Mozarth Gabriel Teixeira de Sousa

70 Nabia Cristina Ferreira de Souza

71 Nailton Lica Veloso

72 Natalicia dos Santos da Silva

73 Natanael Fernandes Souza Silva

74 Natasha da Silva Pereira

75 Nicollas Gomes Buas

76 Nilo Alves de Almeida Filho

77 Nycollas de Jesus da Silva Ferreira

78 Paulo de Tarso da Silva Clemente

79 Pedro Henrique Costa Santos

80 Pedro Luenilson Eufrazio de Oliveira

81 Pedro Saraiva da Costa

82 Petrick Domini Amaral Dias

83 Ruzemberg Augusto Pereira Nascimento

Ana Lúcia Sousa, funcionária pública que atua na Semsa explica que as pessoas que ainda não tem o ‘Passe Livre Intermunicipal’ pode solicitar o documento nas Unidade Básica de Saúde, onde mais próximo de sua residência, para dar entrada no processo, desde que se encaixe nos requisitos solicitados pela lei. “O solicitante será encaminhado para um agendamento de consulta que atestará a deficiência e concedendo o laudo para a emissão da carteirinha”, explicou Lúcia.

Mais informações sobre o ‘Passe Livre Intermunicipal também podem ser adquiras junto ao CRAS - Centro de Referência de Assistência Social de cada bairro.

Ana Lúcia Sousa, funcionária pública que atua na Semsa explicou o que as pessoas fazer para adquirir o ‘Passe Livre Intermunicipal’.

A Pastoral da Criança de Parauapebas reinaugurou suas novas instalações na noite desta sexta-feira (21). O local agora passa a funcionar integrado com o Espaço Sol e Lua no bairro Liberdade, em Parauapebas.

A construção e reforma foi realizada com recursos de comunidade católicas de italianos, por meio de articulações do Pe. Roberto Sibani (Padre Robertinho) que fez questão de ir ao evento. O Espaço Sol o Lua passará a funcionar como um captador de recursos para manutenção do local, através de aluguéis para eventos.

Em entrevista, Padre Robertinho falou que o momento é de grande felicidade e pontuou que o espaço irá proporcionar serviços e bem-estar para a comunidade em geral e destacou a importância do trabalho voluntário da Pastoral. “Há muitas crianças assistidas por esta entidade, mas existe um número ainda maior que precisa receber este acompanhamento, precisamos também de um número maior de voluntários, pois quanto mais voluntários tivermos, mais crianças poderão ser atendidas”, disse Padre Robertinho.

A Pastoral da Criança, em Parauapebas, funciona em 15 comunidades acompanhado crianças de 0 a 05 anos de idade em situação de vulnerabilidade e orientação a pais e mães e responsáveis.

Marizete Vieira, uma das coordenadoras da entidade, em Parauapebas, falou que o momento é especial e explicou um pouco de como funcionara a gestão integrada com o Espaço Sol o Lua. “O espaço vai fortalecer a pastoral através de aluguéis para a realização de eventos. A verba que a gente ganhar serão empregadas na manutenção do espaço tornando-o [Pastoral da Criança], de certa forma, autossuficiente”, disse a coordenadora.

Na manhã deste sábado, 22, assistidos e voluntários participaram de um almoço em comemoração à inauguração do novo espaço. Deidiane Cunha santos, que tem uma filha de 08 meses de idade e recebe acompanhamento pela pastoral, falou um pouco sobre o apoio que a pastoral oferece. “Além do acompanhamento de saúde, que para nós é o mais importante, a gente sempre é bem atendida, bem orientada e sempre tem brincadeiras para distrair as crianças durante o atendimento”, disse a mãe.

Em entrevista, Padre Robertinho falou que o momento é de grande felicidade.

Marizete Vieira, uma das coordenadoras da entidade, em Parauapebas, falou que o momento é especial.

 Deidiane Cunha santos, que tem uma filha de 08 meses de idade e recebe acompanhamento pela pastoral.

Jornalista das cidades de Parauapebas, Canaã dos Carajás e da Capital do Estado participaram na manhã desta terça-feira (18) de uma visita ao Projeto S11D da Vale, localizado no Município de Canaã dos Carajás, sudeste paraense. O objetivo da visita foi mostrar como é realizado o processo de extração do minério de ferro a umidade ambiente, ou seja, sem a utilização de água, o que elimina a utilização de barragens de rejeitos no processo.

A primeira parada foi no Centro de Controle Operacional do Complexo, onde o Diretor do Corredor Norte, Antônio Padovezi, o Gerente de Planejamento, Fabrício Cardozo e o Gerente de Meio Ambiente, Leonardo Neves deram uma breve palestra, explicando as vantagens do sistema de extração do minério de ferro à umidade do ambiente proporcionam para o meio ambiente e para a produção.

O segundo momento da visita foi in loco, ou seja, dentro própria mina, para conhecer de perto o Sistema Truckless, um sistema de correias transportadoras que dispensa a utilização de caminhões fora de estrada pra transporte do minério.

Carajás Serra Norte e Serra Sul (S11D) são referências no processo, que traz ganho ambiental e social. O S11D já nasceu com a tecnologia e não tem barragem de rejeitos. A operação da unidade fez aumentar em 11 vezes a arrecadação de CFEM pelos governos.

85% da produção de minério de ferro da Vale, no Pará, já é realizada à umidade natural, ou seja, a seco, sem o uso de água. O processo reduz a quantidade de rejeitos e elimina a necessidade de construção de novas barragens ou de alteamentos. Uma das referências nesse processo é o empreendimento S11D da Vale. Localizado em Canaã dos Carajás, o empreendimento opera totalmente com essa tecnologia. Na mina de ferro de Carajás, também quase a totalidade das linhas de beneficiamento já são a seco, além de ser empregada outra tecnologia que reaproveita o rejeito.

A empresa considera ampliar a produção com processamento a seco. A previsão é que até 2024, toda a produção de ferro no Estado seja feito sem água. A ampliação deverá trazer também ganhos ambientais, econômicos e sociais. Além de não gerar rejeito, a tecnologia reduz o consumo geral de água em média em 93%. Também favorece o fornecimento de metálicos de baixa emissão de poluentes, permitindo redução significativa da emissão de CO2 na indústria siderúrgica global.

 Desde que entrou em operação, a produção do S11D ampliou os valores de arrecadação dos Governos. Nos últimos dois anos (2017 e 2018), as operações da Vale em Canaã, por meio da mina de cobre do Sossego e do S11D já geraram por volta de R$ 753 milhões em arrecadação ao Estado, município e União, considerando cinco principais tributos e a Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM).

O total pago a título de CFEM aos cofres públicos (União, Estado e Município), fruto das operações da empresa em Canaã, em 2016, foi de R$ 28,7 milhões (referentes a extração do cobre), já em 2018, foram recolhidos R$ 320,7 milhões (referentes a extração do cobre e minério de Ferro), total 11 vezes superior. Já considerando, outro tributo, a taxa de fiscalização da atividade mineral (TFRM) repassado ao Estado que totalizou R$ 1,3 milhão em 2016 passou para R$ 120 milhões em 2018.

Processo elimina necessidade de barragens

Até chegar ao produto final, que é comercializado pela Vale, o processo de beneficiamento funciona da seguinte forma: o minério de ferro extraído vai para equipamentos que reduzem o seu tamanho, a chamada britagem. Posteriormente, seguem por etapa, que classifica os minérios por tamanho. Nesse processo, o minério passa por peneiras, onde é feita a separação de acordo com uma especificação padrão do produto. Esta é uma das etapas mais importantes da produção: a classificação por peneiramento.

A diferença no beneficiamento a úmido é que há utilização de água na classificação. O processo gera, então, o chamado rejeito, resíduos ultrafinos de material de menor teor de ferro, que ficam misturados na água e são direcionados à barragem. Essa rota de processamento é utilizada nos minérios que apresentam menor teor de ferro em uma amostra de rocha.

Já o tratamento à umidade natural (a seco), não utiliza água. Esse processo é adotado para os minérios que têm alto teor de ferro numa amostra de rocha, como o de Carajás. Nas usinas, são utilizadas peneiras de classificação de alta aceleração e após a britagem e o peneiramento, o minério já está pronto para ser comercializado. Desta forma, não há geração de rejeitos e assim também não há necessidade de barragem.

Investimento Social

Em termos de investimentos sociais no município, foram cerca de R$ 150 milhões aplicados em parceria com a prefeitura na realização 40 obras como reforma e construção de oito escolas, reforma do hospital, construção do Conselho Tutelar, do Centro do Idoso, a reinauguração da Casa da Cultura com escolas de formação em modalidades artísticas. No Estado, a Vale emprega mais de 27 mil trabalhadores entre empregados próprios e terceiros. Deste total, 4 mil estão nas operações em Canaã. Em 20018, também R$ 800 milhões foram adquiridos de fornecedores locais.

Outra tecnologia reaproveita rejeitos

Desde 2013, em Carajás, também é usada tecnologia que reaproveita o rejeito, fazendo o reprocessamento e reduzindo a quantidade de material na barragem do Geladinho. A empresa também aguarda o licenciamento do projeto Gelado anunciado ano passado. Por meio do projeto, será possível reaproveitar o rejeito depositado ao longo dos últimos 30 anos na barragem do Gelado, reduzindo gradativamente a quantidade de rejeitos. A previsão é recuperar 10 milhões de toneladas por ano.

Confira abaixo alguns outros números gerados com as operações da Vale em Canaã:

 4 mil empregos diretos

R$ 120 milhões em massa salarial mensal circulante na região

R$ 753 milhões gerados em arrecadação aos Governos (município, Estado e União) nos últimos dois anos (2017 e 2018) considerando apenas quatro tributos e CFEM

Aumento em 120 vezes do valor pago ao Estado em TFRM (de R$ 1,3 milhão em 2016 para R$ 120 milhões em 2018)

Aumento em 11 vezes do valor pagado em CFEM aos Governos

Mais de R$ 150 milhões foram investidos pelo S11D em Canaã em obras sociais.

Cerca de 40 obras sociais ao longo de cinco anos, como oito escolas construídas ou reformadas, três praças públicas, conselho tutelar etc.

Vantagens do processo a seco adotado em minas no Pará

Não há necessidade de adicionar água para processamento do minério extraído, dispensando a construção de barragens de rejeitos;

O total de 100% do minério de ferro é aproveitado e comercializado, não há geração de rejeitos;

Reduz o consumo geral de água em média 93% e

Gera menor consumo de energia, maior segurança e ganho na produtividade, com maior economia de recursos, menos etapas de produção e menos equipamentos.

 

Antônio Padovezi, Diretor do Corredor Norte.

Leonardo Neves, Gerente de Meio Ambiente da Vale.

 

Fabrício Cardozo, Gerente de Planejamento da Vale.

Pátio do estocagem do Projeto S11D

 

Os jornalistas participaram de uma apresentação do projeto no Centro de Controle Operacional do Complexo.

 

Especialistas comentam sobre as vantagens do processo de extração do minério de ferro empregado no Projeto S11D. Confira o vídeo:

  

 

 

 

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016