Hospital Regional de Marabá integra a rede de combate às hepatites virais

Hospital Regional de Marabá integra a rede de combate às hepatites virais Rodolfo Oliveira - Agência Pará

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 40 mil casos novos de hepatites virais devem ser diagnosticados em 2019. Considerada um problema de saúde pública, se não tratada, a doença aumenta o risco de câncer no fígado. A boa notícia é que medidas simples de higiene, como a lavagem das mãos e dos alimentos antes do preparo, podem ajudar a prevenir novos casos. Pensando nisso, o Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, em Marabá (PA), promoverá ações educativas ao longo deste mês em alusão ao "Julho Amarelo", movimento de sensibilização para a prevenção e o controle das hepatites virais.

A primeira ação será realizada nesta segunda-feira, 15/07, em parceria com o Centro de Testagem e Aconselhamento de Marabá, com foco nos usuários ambulatoriais. Em paralelo, o Serviço de Controle de Infecção Hospitalar da Unidade orientará pacientes internados e acompanhantes sobre a importância da higienização das mãos.

A analista de Humanização do HRSP, Wesleana Coelho, comenta que o objetivo é alertar a população sobre os principais sintomas da doença, forma de tratamento e prevenção, além de incentivar a vacinação e o diagnóstico precoce. "O Hospital tem o compromisso de promover a qualidade de vida na região. Então, além de tratar doenças, a Unidade atua com base na promoção da saúde a fim de evitar que as pessoas adoeçam. É nesse sentido que aproveitamos o momento de espera pelo atendimento para orientar os usuários sobre hábitos que ajudam a mantê-los saudáveis", explica a colaboradora.

Entenda a doença
Em geral, as hepatites virais mais comuns no Brasil são provocadas pelos vírus A, B e C. O primeiro tipo é transmitido pelo contato fecal-oral, devido a condições precárias de saneamento básico, água e de higiene pessoal. Já os tipos B e C são por transmissão sanguínea em situações como sexo desprotegido, compartilhamento de objetos pessoais que furam ou cortam ou de mãe para filho durante a gravidez, o parto e a amamentação.

De acordo com a edição de 2018 do Boletim Epidemiológico do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das Infecções Sexualmente Transmissíveis, do HIV/Aids e das Hepatites Virais do Ministério da Saúde, mais de 70% (23.070) dos óbitos por hepatites virais no Brasil são decorrentes do tipo C. As mortes por hepatite A e B correspondem, respectivamente, a 1,7% e 21,8%.

Serviço
Palestra educativa sobre prevenção e tratamento das hepatites virais
Quando: 15/07 (segunda-feira), às 8h
Onde: Hospital Regional do Sudeste do Pará

Sobre a Unidade
Referência em atendimento de média e alta complexidades para 22 municípios paraenses, o Hospital Regional de Marabá tem 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Possui perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, oferecendo atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial,Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva adulto, pediátrica e neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia.

Sobre a Pró-Saúde
A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 23 cidades de 11 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016