Horas na academia, fotos de antes e depois, dicas de dieta proteica. O modo de vida fitness, que tem como cotidiano de exercícios físicos de forças regulares, hábitos alimentares mais saudáveis e principalmente a busca pelo corpo mais tonificado está ganhando cada vez mais espaço na vida das pessoas. Seja por motivos estéticos ou para buscar um melhor condicionamento físico.

Com o final das férias e a chegada do carnaval, as pessoas procuram correr atrás do prejuízo e vão para as academias. Os quilinhos a mais que conseguiram ganhar nas férias incomodam principalmente as mulheres, que dedicam parte do seu tempo às atividades físicas.

Denize Campos frequenta a academia, e diz que a força de vontade faz a diferença.        “Acordo todos os dias às 6h da manhã para malhar, quando não vou à academia me exercito em casa mesmo, mas não deixo de fazer as minhas atividades físicas”, diz Denize.

Celiane da Cruz é sócia de uma academia e também treinadora, ela fala da procura pelas atividades físicas. “As pessoas nos procuram no começo do ano na intenção de começar um projeto de vida saudável. Já as que treinam há algum tempo vêm motivados a alcançar a meta que foi colocada no início dos treinos”.

Em entrevista ao Portal Carajás o Jornal, Jucelia Feitosa, proprietária de academia, mostra quais são as modalidades que mais são procuradas pelo público. “A ginástica aeróbica e localizada, a musculação e artes marciais são o carro chefe na hora da procura pela boa forma”, relata Jucelia.

Na busca pelo corpo perfeito, cuidados devem ser tomados para não haver exageros nos exercícios físicos, a começar pela orientação profissional. Cuide da saúde praticando exercícios físicos para ter uma melhor qualidade de vida.

Denize gosta de praticar exercícios físicos, em casa ou na academia.

Celiane da Cruz, Sócia de academia.

Jucelia Feitosa, proprietária de academia, explica quais são as modalidades mais procuradas.

 

(Por Raquel Sá)

Modalidades esportivas vêm crescendo em Parauapebas e o ciclismo é uma das que mais se destaca neste cenário.

 Criada em 2017 a entidade, União dos Cliclistas de Parauapebas (UCP), com o intuito de agregar e unir atletas da bike e fomentar a prática deste esporte que só agrega valores no que conferem a saúde, união social e qualidade de vida aos seus adeptos, vem realizando campeonatos de ciclismo no município em suas mais diversas modalidades.

Lama e chuva fez parte do percurso de 63 km percorrido pelos atletas. 

Com 228 inscrições de atletas de diversos estados, o 2º Desafio XCM de Mountain Bike foi realizado no ultimo domingo, 17, em Parauapebas.  Um circuito de 63 km e oito modalidades distintas, teve inicio na frente do City Park Clube e percorreu áreas como Tapete verde, Ponte do Limão, Palmares II, Espaço Família e três das oito categorias, ainda subiram o Morro Vermelho, que possui uma das maiores altimetrias da região.

O desafio distribuiu mais de 10 mil reais em prêmios e atraiu atletas dos municípios paraenses.  Parauapebas, Marabá, Xinguara, Conceição do Araguaia e capital, Belém, além de outros estados como, Maranhão, Tocantins e Goiás.

Em entrevista à reportagem do Carajás o Jorna, Rizzo Motta, representante da UCP, destaca que a entidade realiza dois tipos de campeonatos anuais na cidade, sendo eles o XCO que é um circuito fechado com a inserção obstáculos, realizado nas proximidades da Praça da Bíblia e o XCM Mountain Bike que é um circuito de longa distância.

Sobre a importância da realização destes tipos de evento esportivos, Rizzo explica que devido o crescimento do esporte na cidade e em outras regiões do país, a quantidade de bons atletas que se mobilizam a participar de campeonato como este e os benefícios que trazem a saúde não motivos mais que suficientes para a realização de eventos ciclísticos. “Além de nós mostrarmos que o ciclismo representa uma vertente do bem-estar social e do fato de as modalidades ciclísticas estarem crescendo no município, assim como em outras regiões do país. Os eventos representam uma oportunidade para as pessoas conhecerem e praticarem o esporte. Temos muitos atletas que competem a nível estadual e nacional e em função disso a UCP decidiu realizar esses campeonatos dentro de Parauapebas, para que a gente possa mostrar para a população o tanto de atletas bons temos em nosso município”, disse.

Outra modalidade bem interessante praticada em Parauapebas é o Ciclo Turismo, que de acordo com Rizzo Motta, não é uma competição, mas sim uma modalidade de autoconhecimento, onde seus praticantes podem perceber o quanto são capazes de pedalar em um dia, além de conhecer e estar em contado com a natureza.

Mas nem tudo são flores, para se realizar eventos como este é necessário incentivo e força de vontade dos integrantes da diretoria e de seus voluntários, conta Rizzo: “nós temos uma grande dificuldade em encontrar parceiros, necessitamos muito de apoio para premiar os atletas participantes, por exemplo só neste desafio distribuímos cerce de 10 mil reais em prêmios, e não o é fácil mobilizar todo esse recurso”, explicou.

Pensando nos benefícios econômicos e sociais que a cidade ganha com a realização de eventos assim, Rizzo frisa que o município recebeu a visita de muitos atletas de fora, o que impulsiona o turismo e consequentemente a economia local.

Para finalizar, Rizzo, em nome de seus membros agradeceu o apoio de todos que participaram. “Agradecemos a prefeitura e demais patrocinadores.  Aos atletas voluntários que mesmo em meio a muita chuva e lama todos fizeram um excelente trabalho no apoio aos atletas participantes. Este tipo de trabalho engrandece a nossa causa”, finalizou.

Murilo Guimarães (Lado esquerdo) presidente da UCP

(Ingrid Cardoso)

Inaugurada dia 10 de fevereiro a unidade de Parauapebas da Fazenda da Esperança, que começou a receber os primeiros internos, já em seu primeiro mês de funcionamento. A unidade terapêutica tem como finalidade a recuperação de dependentes químicos e conta 130 unidades espalhadas pelo mundo.

A Fazenda fica localizada há aproximadamente 40 km do centro da cidade, na zona rural de Parauapebas. Com uma área de 33 alqueires, doada pela Vale e capacidade para abrigar até 20 pessoas no primeiro estágio, a entidade começa a dar os seus primeiros passos. O nacional M. A. B, da comunidade Palmares é o primeiro depende químico a ser atendido pela instituição. A expectativa é que até o final deste mês o número chegue a sete.

Para ser auxiliado pela Fazenda da Esperança é necessário que a pessoa esteja em situação de dependência química e procure a secretaria da entidade. Atualmente localizada interinamente na Paróquia Cristo Rei, Bairro dos Minérios, em Parauapebas ou pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. onde será instruído sobre as próximas etapas.

Durante o processo de ingresso, o futuro interno precisa declarar que está disposto a se submeter ao tratamento por meio de carta manuscrita.  Há também a necessidade da realização de exames médicos para detecção de doenças hereditárias ou crônicas. Depois de ingressar na internação, o interno deve passar um ano em tratamento.

Para garantir a manutenção do local os familiares deverão realizar a doação de um salário mínimo por mês. Em contraste, mensalmente, estas famílias recebem uma cesta básica com mantimentos produzidos pelos próprios internos, que pode ser convertida em doação ou até mesmo vendida e o valor arrecadado retornará à Fazenda, em forma de recursos.

O Diretor Espiritual da instituição no município, Pe. Hudson Rodrigues acredita com afinco no projeto e disse que ela tem um valor imensurável para Parauapebas e destaca que a procura é grande.  “Muitas pessoas têm procurado a entidade, tanto as próprias pessoas que necessitam da internação, como também, familiares de dependentes químicos, mas para que elas sejam auxiliadas pela terapia, devem se dispor a receber o auxílio”, informou.

Mais sobre a fazenda da Esperança

Com 35 anos de experiência na recuperação de dependentes químicos, a Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica, a maior obra da América Latina, que regenera vidas e famílias. Ao todo, são 130 unidades espalhadas pelo mundo sendo que 86 delas estão distribuídas pelo Brasil, enquanto as outras 44 estão espalhadas em 22 países do mundo.

O sucesso da Fazenda da Esperança se deve ao programa de recuperação, o qual se baseia em processos pedagógicos que elevam a autoestima e resgatam a dignidade dos seus acolhidos, que em 2017 assistiu em média três mil jovens e suas famílias. Esse programa de recuperação é baseado em um tripé que consiste basicamente no trabalho, na espiritualidade e na convivência. Tanto que todos os acolhidos vivem numa irmandade que de tão unida é capaz de devolver aos acolhidos o real sentido da vida, do amor a si e ao próximo, bem como da importância da comunhão.

Além disso, a Fazenda da Esperança também trabalha junto à família, pois ela é uma das peças fundamentais para o sucesso da recuperação do jovem acolhido, através do Grupo Esperança Viva (GEV). O objetivo da ação é estruturar a família, mas mesmo quando ela não atende a esse convite – que não tem caráter obrigatório - o tratamento continua e o jovem recuperado tem a oportunidade de amar a sua gente como ela é.

Como resultado, a Fazenda da Esperança é responsável pela recuperação de centenas de milhares de pessoas, que em sua grande maioria se voluntariam para ajudar outros que necessitem de ajuda. A verdade é que a Fazenda da Esperança é maior do que si mesma, tanto que em 2007, durante uma visita a sede em Guaratinguetá-SP, o então Papa Bento XVI destacou a importância e a missão das Fazendas da Esperança – Levar a esperança, que é Jesus Cristo, ao maior número de pessoas possível.

O local foi inaugurado com direito a missa e churrasco, no último dia 10 de Fevereiro.

 

(Texto Fenando Bonfim  / Com informações da Fazenda da Esperança)

(Fotos: Deo Martíns)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)  - Seção Pará realizou na noite desta quinta-feira (14) a posse da nova Diretoria e Conselho Subseccional de Parauapebas para triênio 2019/2021. O evento foi realizado no auditório da Câmara Municipal e contou com a presença de representantes da advocacia do município, cidades vizinhas e do Estado.

Na oportunidade também foram nomeadas as comissões de: Assuntos Minerários – Coordenação Pará, Direito Público, Direitos da Pessoa com Deficiência e outras 18 comissões que integrarão a Subseção da Ordem pelos próximos três anos.

Em 19 anos de existência da subseção de Parauapebas, Maura Regina Paulino é a segunda mulher a ocupar o posto de presidente. Ela foi eleita juntamente com a nova diretoria no último dia 28 de novembro de 2018 para um mandato de três anos.

Em seu discurso, Maura Regina Paulino agradeceu ao apoio recebido de todos da OAB, familiares e amigos e disse que é uma honra encabeçar a instituição. “Quero agradecer a todos os colegas que dedicam parte do seu tempo a OAB, este momento é de todos. O advogado deve garantir que a voz do cidadão seja ouvida; as armas que dispomos são as palavras, a técnica e a veracidade” disse.

Maura, também reafirmou seu compromisso de campanha dizendo que irá concentrar todas as energias para desenvolver um excelente trabalho durante seus três anos de mandato. Para finalizar, encerrou seu discurso com a frase que foi o tema de sua chapa durante o pleito eleitoral: “Juntos Somos Mais Fortes”.

O Presidente da OAB Seção Pará, Alberto Campos falou sobre a importância que a Ordem tem pra a sociedade e para a classe da advocacia, destacando que ela é a única instituição que não foi abalada diante da crise moral e política a qual atravessa o País. “Eu quero citar aqui: o Judiciário, o Ministério Público e OAB. Estas três instituições são as principais responsáveis por manter a democracia em nosso país. Quando se fala em extinguir Justiça do Trabalho, por exemplo, a primeira instituição a ser procurada é a Ordem dos Advogados do Brasil.”, disse o Presidente.

Na oportunidade também foram nomeadas 21 comissões que integrarão a Subseção de Parauapebas. 

Conselho Subseccional de Parauapebas para triênio 2019/2021.

 

Reportagem: Fernando Bonfim

A Câmara Municipal de Parauapebas deu início aos trabalhos na manhã desta sexta-feira (15), a solenidade foi marcada pela grande presença de autoridades municipais, pela participação da comunidade e pela cobertura da imprensa local.


Durante a cerimônia, os vereadores revelaram que as expectativas para os trabalhos deste ano de 2019 são positivas. Entretanto, ficou marcada durante os discursos a preocupação dos parlamentares com a educação superior pública e gratuita, ampliação do atendimento hospitalar, segurança e fiscalização em torno das barragens de rejeitos da extração mineral.

Outro ponto que recebeu a atenção durante os debates foi à pretensão de manter um diálogo pacífico e produtivo entre a Casa de Leis e o Poder Executivo municipal.

Apresentação da guarda municipal durante sessão solene 

Autoridades que compuseram a mesa diretora durante sessão solene 

A Mesa Diretora da sessão solene foi composta pelo presidente da Câmara, o vereador Luiz Castilho; vice-presidente da Casa de Leis, vereador Horácio Martins; pelas vereadoras, primeira e segunda secretária, respectivamente, Eliene Soares e Kelen Adriana.

Também compuseram a mesa dos trabalhos o secretário municipal de Planejamento, João José Correa, representando o Poder Executivo; o deputado estadual Alex Santiago e o presidente da Câmara Municipal de Piçarra, Marcos Chagas.

Presidente da Câmara, o vereador Luiz Castilho.

Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da Câmara Municipal, eleito para o biênio 2019/2020, vereador Luiz Castilho. Ao se pronunciar, o presidente reafirmou que carrega a missão de conduzir o parlamento, sempre exercendo a representatividade da pluralidade. Para isto, já está desenvolvendo, juntamente com os demais parlamentares, o Projeto Câmara Cidadã.

 “Nosso objetivo com o Projeto Câmara Cidadã é ouvir e buscar solucionar as demandas e anseios de nossa comunidade. Vamos propor parcerias com todos os entes prestadores de serviços públicos para enriquecer e obter melhores resultados. Queremos ser os agentes transformadores das políticas públicas de nosso município. Meu objetivo é fazer com que o Poder Legislativo esteja presente na vida das pessoas. Além, disso pretendo continuar unindo forças entre o Poder Executivo e Legislativo”, destacou.

Durante a cerimônia, o presidente da Casa anunciou o vereador João Francisco Amaral Pavão como novo líder do governo na Câmara. Em seu pronunciamento, o vereador Pavão ressaltou que quer dar uma resposta satisfatória à população de Parauapebas por meio de sua atuação parlamentar como líder de governo. “Pra mim foi uma satisfação muito grande ter recebido o convite de ser líder de governo nesta Casa. Minha função será de estabelecer um elo entre o Legislativo e o Executivo e, assim, desempenhar um bom diálogo entre os poderes”, afirmou o parlamentar.

Vereador Rafael Ribeiro enfatizou a importância de investimentos na educação durante sua fala. "Precisamos urgentemente investir em uma nova matriz econômica para Parauapebas e isso com certeza deve passar pela educação”.

Recebendo o apoio da escola de cursos profissionalizantes INFOFAST que conta com polo em Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá, a Igreja Evangélica Jesus é Amor irá realizar uma rifa para angariar fundos para evento “Encontro com Deus” que está sendo organizado pelo grupo de jovens da igreja.

A rifa irá sortear um pacote de cursos no valor de R$560,00, doado pela instituição de ensino INFOFAST, para ajudar os jovens na realização do evento. A rifa custa apenas R$5,00 e o vencedor terá direito ao curso de informática básica empresarial composto de: Windows 10, Word, Excel, Power Point, Digitação, Internet+ Antivírus e E-mail e redação comercial.

Quem poderá participar?

Moradores de Parauapebas, Canaã dos Carajás e Marabá.

Para participar

Quem desejar concorrer ao sorteio poderá entrar em contato pelo número (94)98167-1104. O pagamento poderá ser feito por depósito ou transferência bancária e na própria sede da Igreja, localizada na Av. Liberdade, nº 320, bairro Da Paz/ Referencia: em frente ao Hiper Senna.

O sorteio será na próxima quarta-feira, 20.

Sobre o evento Encontro com Deus:

Esta é a 1ª edição do Encontro com Deus e será realizado nos dias 1,2 e 3 de março, com 80 vagas para pessoas de 15 a 27 anos.  O encontro visa trabalhar a libertação e transformação de vidas de seus participantes.

 

Por: Ingrid Cardoso da Redação Carajás o Jornal

Professores da rede municipal de ensino realizariam uma manifestação em frente à Prefeitura Municipal de Parauapebas. A classe deliberou por parar as atividades no último sábado, em assembleia. Com a paralisação cerca de 30 mil alunos ficaram sem aula nesta quinta-feira (14).

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) - Subsede de Parauapebas, que encabeça o protesto, o Governo Municipal não vem cumprindo com os devidos acordos firmados com a classe, o que tem gerado grande insatisfação da base.

Entre as principais pautas reivindicadas estão: condições dignas de trabalho, reformas imediatas nas escolas, cumprimento dos acordos firmados, assédio moral nos locais de trabalho, e respeito aos educadores e a comunidade escolar.

Em entrevista, o Coordenador do Sintepp – Subsede Parauapebas, Rosemiro Laredo, afirmou que aproximadamente 44 escolas do município precisam de reformas emergenciais. “Uma vez que os meus filhos estão estudando em um ambiente insalubre e sem as condições devidas, eu também estou sendo prejudicado”, disse.

O coordenador também afirmou que não são apenas as estruturas físicas, mas também muitas vezes falta a merenda escolar. “Semana passada, na Escola Nelson Mandela, tivemos uma situação em que na hora do almoço foi servido apenas melancia. Não tem cabimento uma cidade bilionária como Parauapebas servir apenas melancia no almoço de centenas de alunos”, destacou.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Parauapebas informou que o Governo tem buscado atender as reivindicações da categoria, inclusive já atendeu e avançou em vários pontos da pauta.

Confira a nota na íntegra.

PARALISAÇÃO DAS ATIVIDADES EDUCACIONAIS

Na manhã de ontem, 13 de fevereiro, o secretário de Educação, Luiz Vieira, mais uma vez se reuniu com a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) para apresentar algumas propostas e, por meio do diálogo, buscar evitar a paralisação prevista para hoje, 14 de fevereiro.

No entanto, depois de ouvir todas as reivindicações, expor os avanços e se comprometer em viabilizar a abertura de uma mesa de negociação na próxima semana com representantes do Gabinete, Procuradoria Geral do Município e algumas secretarias, como a de Fazenda, Planejamento e Administração, obteve a confirmação de que a paralisação seria mantida.

Vale destacar que:

  1. O Governo Municipal tem buscado atender as reivindicações da categoria, inclusive já atendeu e/ou avançou em vários pontos da pauta, como o pagamento da rescisão dos temporários distratados em 2018, garantia de contrato de pelo menos 100 horas para professores em processo de aposentadoria, convocação dos professores classificados no último concurso, definição de data para início das reformas das escolas, revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Quadro de Magistério do Município (PCCR), entre outras. 
  1. O professor Luiz Vieira assumiu a Secretaria Municipal de Educação (Semed) dia 4 de fevereiro, recebeu a coordenação do Sindicato pela primeira vez na última quinta-feira, 7, onde tomou conhecimento da pauta de reivindicações e se comprometeu a analisar cada item citado e voltar a reunir com a coordenação, como o fez ontem. 
  1. A gestão municipal sempre esteve e está aberta às negociações com o Sintepp, tem apresentado propostas para todas as questões em debate e vai continuar trabalhando para que a educação de Parauapebas seja de qualidade para todos. E, espera poder contar com o bom senso dos educadores e da comunidade com o intuito de garantir que os estudantes não sejam prejudicados.

 

Rosemiro Laredo, Coordenador do Sintepp – Subsede Parauapebas.

 

Os professores usavam placas como forma de protesto

 

Reportagem: Fernando Bonfim

 

 O preço médio cobrado por litro de gasolina no Pará ficará mais barato a partir do dia 16 de fevereiro. A tabela de reajustes foi publicada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), no Diário Oficial da União, na última terça-feira e prever uma queda de 16 centavos no litro do combustível.

De acordo com a nova tabela de preços médio praticado no Pará, perpassará de 4,5210 para R$ 4,3610.

Em Parauapebas, o preço por litro do derivado de petróleo é bem flexível e dependendo do local onde o consumidor abastece o valor pode variar de R$ 4,79 a R$ 4,89 por litro de Gasolina Comum, e, R$ 4,97 a 5,17, por litro da Gasolina Aditivada. Isso quer dizer que, em média, para encher o tanque de um veículo de passeia de 57 litros o consumidor terá que desembolsar R$ 275,88 se abastecer com Gasolina Comum e R$ 288,99 para encher o mesmo tanque com Gasolina Aditivada

Quem precisa abastecer com frequência vê com bons olhos esta mudança e espera que ela de fato chegue às bombas. Essa é a primeira alteração desde 16 de agosto passado, quando foi autorizado o último reajuste. Na ocasião, o valor médio passou de R$ 3,9710 para R$ 4,5210.

Eduardo Maturana, que trabalha com vendas e precisa viajar por diversos estados do Brasil enfatiza que o preço cobrado por litro de gasolina na ‘Capital do Minério’ chega a ser abusivo em alguns casos, o que pesa no orçamento. “A diferença de preço, se comparada com outros estados chega até R$ 5, 00, o que faz uma grande diferença no final das contas. Não sei se por conta da distância para transporte ou custos com fretes, mas é bem mais cara aqui”, disse.

Eduardo Maturana dá sua opinião sobre  o preço da gasolina em Parauapebas 

PREÇO MÉDIO PONDERADO AO CONSUMIDOR FINAL

 

Reportagem: Fernando Bonfim

Conforme veiculado neste portal de notícia sobre a decisão do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), Subsede Parauapebas, em paralisar as atividades na rede municipal de ensino, em Parauapebas, na próxima quinta-feira, 14 de fevereiro. Na tarde desta terça-feira (12) a Prefeitura Municipal de Parauapebas emitiu uma nota se posicionado em ralação a decisão do Sindicato.

Confira a nota íntegra

“NOTA À SOCIEDADE SOBRE A DECISÃO DO SINTEPP DE PARALISAR AS ATIVIDADES NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO

Em relação à deliberação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), Subsede Parauapebas, de paralisar as atividades da rede municipal de ensino em Parauapebas na próxima quinta-feira, 14 de fevereiro, alegando que a pauta da educação vem sendo ignorada, o Governo Municipal esclarece que:

  1. Tem buscado atender as reivindicações da categoria dentro das reais possibilidades, tendo avançado em vários dos pontos solicitados.
  2. Está surpreso com a decisão da paralisação, uma vez que tem mantido espaço aberto para o diálogo e se esforçado para atender todas as reivindicações, sendo que boa parte delas já foram atendidas.
  3. O professor Luiz Vieira assumiu a Secretaria Municipal de Educação (Semed) dia 4 de fevereiro e recebeu a coordenação do Sindicato na última quinta-feira, 7, onde tomou conhecimento pela primeira vez da pauta de reivindicações. O secretário se comprometeu a analisar cada item da pauta e voltar a reunir com a direção para a mesa de negociação. Mas, apesar disso, a paralisação foi deflagrada em assembleia realizada com a categoria um dia após.
  4. No dia 11 de fevereiro, o secretário de educação tentou via ofício, uma reunião com o sindicato, disponibilizando-se a ir à própria sede para tentar resolver o impasse, o que foi recusado pela direção.
  5. A atual gestão municipal sempre esteve aberta às negociações com o Sintepp, tem apresentado propostas para todas as questões em debate e vai continuar trabalhando para que a educação de Parauapebas seja de qualidade para todos.
  6. Contamos com o bom senso de todos para que nossas crianças não sejam prejudicadas por questões políticas de cunho pessoal e que trabalhemos para que 2019 seja um ano letivo produtivo e sem percalços."

Professores da rede pública municipal de Parauapebas poderão paralisar as atividades na próxima quinta-feira 14/02. De Acordo com a Coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp) - Subsede de Parauapebas, a classe decidiu aderir à paralisação após uma assembleia realizada no último dia 09.

O Sindicato alega que o Governo Municipal não vem cumprindo com os devidos acordos firmados com a classe, o que tem gerado grande insatisfação da base e destaca que, “infelizmente chegou-se ao ponto de haver a necessidade da suspensão das aulas pra reivindicar direitos que deveriam ser garantidos pela gestão”.

Entre as principais pautas reivindicadas pela classe estão: condições dignas de trabalho, reformas imediatas nas escolas, cumprimento dos acordos firmados, assédio moral nos locais de trabalho, e respeito aos educadores e a comunidade escolar.

Nota encaminha pelo Sintepp

A educação vai parar

 

Em assembleia realizada na noite de ontem, 09/02/19, no auditório do CEUP, a categoria dos professores deliberou por paralisar as atividades na rede municipal de ensino no próximo dia 14/02/19.

O Sintepp reitera que vem tentando diálogo com o governo, mas, infelizmente, a pauta da educação vem sendo ignorada e os acordos firmados não foram cumpridos, o que gerou grande insatisfação na base.

Infelizmente, chegamos ao ponto em precisamos suspender as aulas pra reivindicar direitos que deveriam ser garantidos pela gestão.

Por condições dignas de trabalho;

Pelas reformas imediatas nas escolas;

Pelo cumprimento dos acordos firmados;

Contra o assédio moral nos locais de trabalho;

Por respeito aos educadores e a comunidade escolar;

A coordenação convoca todos os educadores da rede municipal e a comunidade em geral para participarem de um grande ato em prol da educação.

Data: 14/02/2019

Local: em frente a prefeitura municipal de Parauapebas

Horário: a partir das 8h

Vamos pra luta e ninguém larga a mão de ninguém!!!

Rosemiro Laredo

Coord. Sintepp Parauapebas”

Página 1 de 60

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016