Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O presidente Jair Bolsonaro discursa hoje (22), pela primeira vez, depois de eleito, no exterior. Ele participa da abertura da 39ª edição do Fórum Econômico Mundial, que reúne a elite política e econômica global, em Davos, na Suíça. Em um discurso de 45 minutos, vai destacar a disposição do Brasil na abertura econômica, no combate à corrupção e no compromisso com a democracia.

Bolsonaro chegou ontem (21) a Davos acompanhado dos ministros da Economia, Paulo Guedes; das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro.

“Queremos mostrar que o Brasil tomou medidas para que o mundo restabeleça confiança, que os negócios voltem a florescer entre o Brasil e o mundo, sem viés ideológico, que nós podemos ser um país bom para investimentos, e, em especial, para o agronegócio” disse ao chegar.

Imagem externa

Bolsonaro quer mostrar ainda que a economia brasileira está se modernizando, com abertura comercial, segurança jurídica para os investidores externos e reformas estruturais.

Na noite desta terça-feira, o presidente tem jantar com o fundador do Fórum Econômico Mundial, professor Klaus Schwab.

Amanhã (23), Bolsonaro participa de jantar fechado com os presidentes da Colômbia, Iván Duque; do Equador, Lenín Moreno; do Peru, Martín Vizcarra; e da Costa Rica, Carlos Alvarado Quesada. Os cinco presidentes latino-americanos assistirão a uma apresentação do presidente executivo da Microsoft, Satya Nadella.

Quinta-feira (24), está prevista a participação do presidente num almoço de trabalho sobre a globalização 4.0, que trata da quarta revolução industrial proporcionada pela tecnologia e é o tema do Fórum Econômico Mundial este ano.

Depois, a comitiva retorna a Zurique, de onde embarca de volta para Brasília, chegando à capital federal na sexta-feira (25).

Ministros

Os ministros terão agendas paralelas em Davos. Paulo Guedes tem previstas reuniões com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, e encontros com o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo; com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Roberto Moreno, e com o secretário-geral da Câmara de Comércio Internacional, John Denton. O ministro da Economia também se encontrará com o secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin.

Guedes também pretende reunir-se com empresários das áreas de infraestrutura, logística, energia e tecnologia e representantes de fundos de investimentos e fundos soberanos. Nos encontros, o ministro informará que a equipe econômica trabalha numa agenda calcada em quatro pilares: reforma da Previdência, privatizações, reforma administrativa e abertura comercial.

Segundo o Ministério da Economia, Guedes informará que o Brasil pretende dobrar os investimentos (público e privados) em pesquisa, tecnologia e inovação, nos próximos quatro anos, e a corrente de comércio – soma de importações e exportações – de 22% para 30% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos no país).

A abertura comercial defendida por Guedes ocorreria de forma gradual, acompanhada de um programa de desburocratização e de redução de impostos para empresas. Essa diminuição de tributos seria financiada por privatizações e pelas reformas que reduzirão os gastos públicos nos próximos anos.

 

Fonte: Agência Brasil

Na manhã deste domingo, 20, aconteceu a 15ª Corrida de São Sebastião, evento esportivo que faz parte da programação de festividade em homenagem ao padroeiro da cidade, e que também faz parte do calendário esportivo municipal.

Esta edição contou com a participação de corredores de vários estados, batendo o recorde de atletas participando ativamente. Cerca de quinhentos corredores   percorreram o trajeto que teve largada na PA 275 próximo ao shopping, e a chegada na Paróquia de São Sebastião na Cidade Nova.

 A microempresária, Shaiera Olivera participou da competição pela primeira e em entrevista cedida ao Portal Carajás o Jornal ela fala como se sente participando do evento. “Gostei muito de participar e pretendo voltar outras vezes, as pessoas foram muito receptivas e acolhedoras dentro do esporte parauapebense”, disse.

A atleta, Amanda Galvão tem como esporte o ciclismo, e pela primeira vez se aventurou a correr. “É sempre bom colocar os seus limites a prova, e saber que pode superar, por ser a minha primeira corrida, acredito que me saí muito bem”, disse Amanda.

Na chegada os atletas foram acolhidos pela comunidade presente. Todos receberam medalha de participação e um delicioso lanche. Para refrescar teve o tradicional banho de carro pipa, além de muita zumba para animar os atletas.

Depois da corrida, atletas participaram de aula de zumba.

 

Veja a classificação geral da corrida:

CATEGORIA DE  16 – 29 ANOS MASCULINO

  1. REGINALDO SILVA PEREIRA
  2. MATEUS FELIX DA SILVA SANTOS
  3. SAMUEL CARNEIRO DA SILVA

CATEGORIA DE 16 – 29 ANOS FEMININO

  1. VALERYA DE SA SILVA
  2. MAIARA DOMINGUES PEREIRA NUNES
  3. HELAYNE SERRA MARTINS BRAGANÇA 

CATEGORIA DE 30-39 ANOS MASCULINO

  1. HUMBERTO DOS SANTOS SILVA
  2. IOMAR OLIVEIRA DOS SANTOS
  3. RONIEL SOUSA SILVA

CATEGORIA DE 30-39 ANOS FEMININO

  1. PAULA FRANCINETE RIBEIRO DE ALCÂNTARA
  2. JOCYANNE SATOMI TACHIBANA
  3. CLEUDE LUSTOZA DA ROCH 

CATEGORIA DE 40-49 ANOS MASCULINO

  1. EDVAN MONTEIRO DE MOURA
  2. ADEMIR NATIVA DOS SANTOS
  3. LUIZ OTAVIO CORREA

CATEGORIA DE 30-39 ANOS FEMININO

  1. ILDINÊ DA SILVA GOMES
  2. MARIA MERCÊS LIRA DE OLIVEIRA
  3. OSANA MARIA DE BRITO

ATLETAS LOCAIS 50+ MASCULINO

  1. ROMUALDO LEANDRO BONFIM
  2. JOSÉ CÉLIO LIMA
  3. PEDRO LEITE DE SOUZA

ATLETAS LOCAIS 50+ FEMININO

  1. DAGMA RODRIGUES TREVISAN
  2. SANDRA SUELY SOARES DA SILVA
  3. RENILDA MARIA DE SOUSA BENEVIDES

 

CADEIRANTES

  1. PEDRO SARAIVA DA COSTA
  2. EDUARDO CONCEIÇÃO SOARES
  3. EDILSON RODRIGUES DA SILVA

DEFICIENTE VISUAL

  1. THIEGO MARQUES DA SILVA
  2. EDIVALDO RIBEIRO DE LIMA
  3. RAYFRAN MESQUITA PONTES

VISITANTE MASCULINO

  1. RENATO FÉLIX DA SILVA
  2. NOEL DOS REIS ALVES
  3. JONASCLEI SILVA DA SILVA

VISITANTE FEMININO

  1. IONE VIEIRA GUEDES
  2. HIALEA PRISCILA LIMA DE OLIVEIRA ROSA
  3. THAYS TABOADA STEINMETZ

Centenas de pessoas participaram. 

 (Reportagem: Raquel Sá) 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Prefeitura Municipal, através do Serviço Autônomo de Água Esgoto de Parauapebas (SAAEP) inaugurou na manhã desta segunda-feira (21) o sistema de ligação de água tratada e encanada no bairro Parque dos Carajás I e II. Anteriormente o bairro era abastecido por poços artesianos e carros pipas, serviços estes que não garantia um abastecimento contínuo e eficaz e em razão dessa problemática, milhares de famílias sofriam com a falta de água.

Em entrevista, Sergio Bauduino, Diretor Executivo do Saaep, explica que este é um grande projeto que irá beneficiar mais de 10 mil famílias não só do bairro Parque dos  Carajás, mas também uma boa parte do bairro Cidade Jardim. “A ligação vai contemplar mais de 10 mil famílias com água encanada, o que é um grande ganho para as comunidades não só daqui do Parque dos Carajás I e II, mas também moradores da 3ª, 7ª e 8ª etapa do bairro Cidade Jardim”, explicou. Além destes, Bauduino disse ainda que os próximos bairros a serem contemplados com a ligação de água tratada serão Tropical, Ipiranga e Minérios.

O sistema tem capacidade para fornecer 1.680 m³ de água por dia, o que representa um grande ganho para estas comunidades, uma vez que não sofrerão mais com a falta deste serviço tão essencial para o dia-a-dia de todos.

De acordo com o prefeito Darci Lermen, que também esteve na inauguração, foi um dia especial para os moradores dos bairros beneficiados e também para a gestão municipal, uma vez que o governo entende que abastecer toda essa população com carros pipas, além de não ser adequado, não é eficaz. “Nós entendemos que temos que parar com este abastecimento com carros-pipa. Como recebemos agora o Parque dos Carajás, por força da justiça, já que faz mais de 10 anos que o bairro existe, estamos trabalhando em melhorias, a fim de trazer mais qualidade de vida das pessoas que vivem aqui”, explicou o prefeito.

 

Texto: Ingrid Cardoso- da Redação do Portal Carajás O Jornal

Fotos: Bruno Cecim- Ascom PMP

O presidente Jair Bolsonaro quer aproveitar sua participação no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suiça, para atrair investimentos – em especial no agronegócio.

“Nós queremos mostrar, é nosso interesse especial, que o Brasil tomou medidas para que o mundo restabeleça confiança, que os negócios voltem a florescer entre o Brasil e o mundo, sem viés ideológico, que nós podemos ser um país bom para investimentos, e em especial para o agronegócio, nossas commodities mais caras. Queremos ampliar esse tipo de comércio. Por isso estamos aqui para mostrar que o Brasil mudou”, declarou aos jornalistas em vídeo disponível em sua conta no Twitter, postado após sua chegada na Suíça.

Indagado por jornalistas, o presidente da República não quis antecipar encaminhamento do programa de privatizações. “A gente não vai anunciar particularidades no tocante a isso. A agenda está com nosso chefe da economia, Paulo Guedes, está bastante detalhado nesse sentido e ele vai anunciar a partir do momento que tiver certeza que faremos boas privatizações”.

Jair Bolsonaro ainda informou que o discurso que fará amanhã (22), na abertura do fórum, será “curto, objetivo e claro”. Segundo ele, o texto a ser lido feito e corrigido por vários ministros para que nós déssemos recado mais amplo possível do novo Brasil que se apresenta com a nossa chegada ao poder.

Venezuela

Na chegada, Bolsonaro também demonstrou preocupação com o agravamento da situação na Venezuela. Nesta segunda-feira, na região de Sucre, em Miranda, um grupo de militares contrários ao governo tentou render um quartel e foi detido.

“Estou sabendo que a Venezuela está com problema não é de hoje e nós esperamos que mude rapidamente, mude o governo [conduzido pelo presidente Nicolás Maduro].”

Na semana passada, Bolsonaro e vários ministros se reuniram com integrantes da oposição a Maduro. Durante o fórum, ele conversará com os presidentes do Peru, da Colômbia, do Equador e da Costa Rica, novamente o tema será a Venezuela.

 

Fonte: Agência Brasil

O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, afirmou hoje (20) que o tempo de serviços prestados pelos militares na ativa deve aumentar a partir da reforma da Previdência. Questionado se o período de contribuição passaria de 30 anos para 35 anos, Mourão afirmou: “Em tese, é isso aí, com uma tabela para quem já está no serviço, um tempo de transição”.

Mourão conversou com a imprensa na entrada da Vice-Presidência, onde despacha normalmente e permanece, mesmo ocupando a Presidência da República em exercício. Ele substitui o presidente Jair Bolsonaro que viajou para Suíça onde participa do Fórum Mundial Econômico, em Davos.

Pela manhã, Mourão concedeu entrevista à Rádio Gaúcha, em que foi questionado sobre possíveis mudanças na Previdência dos militares. Ele respondeu, sob ponto de vista pessoal, que considera que o período de contribuição dos militares deverá, sim, aumentar com a reforma da Previdência.

“O tempo de permanência no serviço ativo é um dos pontos que estão sendo discutidos e será apresentado pelo grupo militar como uma forma de mitigar esse gasto que a União e os estados têm com as suas Forças Armadas e forças policiais. Hoje essa questão da permanência por 30 anos no serviço ativo, eu acho que ela irá mudar. Acho que irá aumentar.”

Em relação ao pagamento de pensões para as viúvas de militares, Mourão afirmou que o tema que está em discussão. Mas não adiantou se o benefício será alterado ou mantido da forma que está. “É um outro assunto que as pessoas têm pensado, nisso aí. São mudanças que seriam positivas para o país”, disse.

 

Fonte: Agência Brasil

Serão oferecidas 189 vagas e as inscrições vão até o dia 29 

A Secretaria Municipal de Cultura (Secult) abre Processo Seletivo 2019 da Escola Municipal de Música Maestro Waldemar Henrique. As inscrições começam hoje, 21, e vão até dia 29/01.

Depois de inscritos, os candidatos vão passar por uma semana de estudos de 4 a 7 de fevereiro no auditório do Centro Universitário de Parauapebas e depois serão submetidos ao processo seletivo. A prova será aplicada no dia 8 de fevereiro.

Para este ano estão sendo ofertadas 189 vagas distribuídas em dez cursos: musicalização infantil, bateria, violão popular, teclado, piano, canto, trompete, flauta transversal, trombone de vara e guitarra, todos oferecidos gratuitamente à população.

As apostilas que serão utilizadas nas aulas já estão disponíveis no site da Prefeitura de Parauapebas, assim como a ficha de inscrição que deverá ser devidamente preenchida e entregue no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC) - Rua, F esquina com rua 10, no bairro Cidade Nova.

Os pais ou responsáveis devem acompanhar o candidato menor de idade com cópias da certidão de nascimento ou identidade do candidato na hora da inscrição.

Para mais informações, acesse os links abaixo.

Apostila de Musicalizacao Infantil - 2019    Apostila processo seletivo - 2019    edital 01 - 2019    FICHA DE INSCRICAO - 2019 

 

Assessoria de Comunicação – ASCOM | PMP

O Tribunal Regional do Trabalho da Oitava Região (TRT8) não aderiu ao “Ato público em defesa da Justiça do Trabalho”, promovido por diversas entidades associativas neste dia 21 de janeiro de 2019.

A decisão, segundo o TRT8, é de que em "Ofício 012/2019 do Tribunal Superior do Trabalho (TST) foi informado por seu Presidente, Ministro Brito Pereira, que em conversa pessoal na manhã do dia 18 de janeiro com o Presidente da República Jair Bolsonaro, não há interesse por parte do Governo em implementar medidas voltadas à extinção ou alteração estrutural da Justiça do Trabalho, tendo ainda reafirmado declaração no mesmo sentido que fizera em visita ao referido Tribunal no ano passado". 

Ainda segundo o TRT8, isso "afasta a motivação para a participação em referido ato que busca, ao final e ao cabo, alertar especialmente os nossos congressistas e a sociedade de um modo geral, a respeito da necessidade de se buscar um debate mais aprofundado e lastreado em dados sólidos e verdadeiros acerca do funcionamento da Justiça do Trabalho". 

Diante disso, o Tribunal Regional informou que o "Coleprecor (Colégio de Presidentes e Corregedores) e, em especial esta presidência não vê razões que ainda e por hora justifiquem o evento, do qual, portanto, não participará institucionalmente".

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA

 

"O Tribunal Regional do Trabalho da Oitava Região (TRT8), por sua presidente, comunica que não participará do evento denominado “Ato público em defesa da Justiça do Trabalho”, promovido por diversas entidades associativas neste dia 21 de janeiro de 2019, pois em face do Ofício 012/2019 do TST foi informado por seu Presidente, Ministro Brito Pereira, que em conversa pessoal na manhã do dia 18 de janeiro com o Presidente da República Jair Bolsonaro, não há interesse por parte do Governo em implementar medidas voltadas à extinção ou alteração estrutural da Justiça do Trabalho, tendo ainda reafirmado declaração no mesmo sentido que fizera em visita ao referido Tribunal no ano passado.
 
Trata-se, portanto, de um fato novo e que, por óbvio, nos tranquiliza a todos e afasta a motivação para a participação em referido Ato que busca, ao final e ao cabo, alertar especialmente os nossos congressistas e a sociedade de um modo geral, a respeito da necessidade de se buscar um debate mais aprofundado e lastreado em dados sólidos e verdadeiros acerca do funcionamento da Justiça do Trabalho.
 
Diante disso, ciente do compromisso da administração do TST/CSJT, em especial do ministro Brito Pereira, na vigilante defesa da preservação, aprimoramento e fortalecimento da Justiça do Trabalho, informamos que o Coleprecor (Colégio de Presidentes e Corregedores) e, em especial esta presidência não vê razões que ainda e por hora justifiquem o evento, do qual, portanto, não participará institucionalmente".

 

(DOL)

Moradores e alunos do Complexo Altamira estão passando por dificuldades no quesito educação. A escola onde funciona o CEPEJA (Centro de Ensino Personalizado Para Jovens e Adultos), localizada no bairro Vila Rica, estará mudando para o bairro VS 10. A associação de moradores do bairro procurou a secretaria de educação, SEMED, no final do ano de 2018, para saber a situação em que ficariam.

Representante da Associação do Moradores do Complexo Altamira, Marcos Santos falou sobre o caso. 

Em entrevista ao Portal Carajás o Jornal, Marcos Santos, representante da associação dos moradores do Complexo, falou sobre o caso. “Procuramos a secretaria de educação e também entramos em contato com a direção da escola e fomos informados que já estaria determinada a mudança do prédio para o Bairro VS10”.

A escola atende hoje mais de 12 bairros, além do complexo Alto bonito I e II, que abriga mais de duas mil e quatrocentas famílias. A razão alegada pelo órgão responsável para que a escola fosse transferida seria o quantitativo de alunos. O representante da associação de moradores ainda diz. “Tentamos um diálogo, procuramos saber da direção como a comunidade poderia ajudar para que o prédio permanecesse no bairro e até o momento não tivemos uma resposta para ajudar a trazer a comunidade para dentro da escola”.

Thiago Lima esteve na instituição para pegar a sua transferência.

Thiago Lima Rocha é aluno do CEPEJA  e falou á reportagem que a mudança irá prejudicá-lo. “Eu terminaria o meu ensino fundamental este ano, mas com a mudança da escola terei que procurar vaga em outro lugar, o que a essa altura do ano será difícil, pois a procura por vagas é bem maior”, disse.

A aluna Maria Francisca quer saber - como ficarão os alunos que estudam aqui?

Já a aluna, Maria Francisca foi buscar a sua documentação escolar para fazer a sua matricula numa escola de nível médio, ela não precisa mais dos serviços oferecidos pelo CEPEJA, mas teme por sua irmã e outros alunos que precisam concluir o ensino fundamental. “É triste saber que a escola vai ser tirada do bairro, não terá ônibus para levar os que ainda precisam estudar até a VS 10. Como ficarão os alunos que estudam aqui?!”, questiona a aluna.

A reportagem tentou falar com a direção da escola, porém ninguém quis se pronunciar sobre o caso. Este veículo de comunicação está aberto para receber qualquer tipo de esclarecimento a fim de trazer respostas para a comunidade do Complexo Altamira.

Prédio do Cepeja localizado no bairro Vila Rica.

 

 (Reportagem: Raquel Sá)

 

 

 

 

 

 

 

 

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) abre inscrições nesta terça-feira (22) e traz novidades. Especialistas entrevistados pela Agência Brasil dão dicas de como usar o sistema e como aproveitar a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para garantir uma vaga no ensino superior público.

Pelo Sisu, os estudantes usam a nota do Enem para ingressar em instituições públicas. Nesta edição, são mais de 235,4 mil vagas distribuídas em 129 universidades públicas de todo o país. Logo na inscrição é possível escolher até duas opções de cursos. A lista das vagas pode ser consultada no site do programa.

A principal novidade deste ano é que os estudantes que forem selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, aqueles que eram selecionados na segunda opção podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

“Os candidatos têm que estar atentos a essa mudança. A dica é se inscrever no que realmente deseja trabalhar, entendendo que a universidade é o período em que se vai estudar para ter uma profissão. Tanto a primeira quanto a segunda opção têm que ser marcadas com o que o estudante quer”, diz o coordenador pedagógico do colégio Mopi, Luiz Rafael Silva.

Com o resultado do Enem disponível desde sexta-feira, o analista de ensino superior do Quero Bolsa, Pedro Amâncio, aconselha os candidatos a pesquisar desde já as notas de corte de anos anteriores do curso e da instituição onde desejam ingressar. Além disso, devem analisar se têm possibilidade de estudar em outra cidade, qual o custo de vida e quais as possibilidade de emprego que esse local pode oferecer após formado.

“São várias as variáveis que os alunos têm que olhar na hora da decisão. Acredito que vale a pena olhar para as possibilidades e simulações que a internet proporciona, conversar com amigos. Tudo isso pode ser feito antes da abertura do Sisu”, diz Amâncio. Ele orienta os estudantes a escolherem como primeira opção uma faculdade dos sonhos e, como segunda, uma em que seja possível ingressar.

Notas de corte

Uma vez por dia, o sistema do Sisu divulga as notas de corte de cada um dos cursos disponíveis. Trata-se de uma estimativa com base nos candidatos inscritos até o momento. Embora não seja uma garantia da vaga, é possível usar a informação para orientar a escolha.

“Até o encerramento das inscrições, o estudante consegue observar se há outra instituição, outro turno ou outro estado no qual ele tenha uma colocação melhor, que fique mais próximo da nota de corte”, destaca Silva.

O coordenador pedagógico pondera no entanto, que a situação pode mudar. Ele tem como prova a própria história. Quando foi aprovado para biologia estava 161ª posição para 35 vagas. “Isso é relativo. É interessante que o candidato consulte a nota de corte dos anos anteriores, quantas chamadas teve naquela instituição, para saber se realmente vai conseguir e até onde pode tentar ficar naquela vaga”, aconselha.

Sisu

As inscrições para o Sisu podem ser feitas de terça a sexta-feira (25). O resultado será divulgado no dia 28. A matrícula dos selecionados deve ser feita do dia 30 de janeiro ao dia 4 de fevereiro.

Do dia 28 ao dia 4 de fevereiro, os estudantes que não foram selecionados na chamada regular, em nenhuma das opções, podem manifestar o interesse em participar da lista de espera. Esses alunos serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro.

 

(Agência Brasil)

O governador Helder Barbalho e a secretária de Estado de Cultura, Ursula Vidal, assinaram ontem um Protocolo de Intenções com a Prefeitura de Cachoeira do Arari e o Museu do Marajó para a recuperação deste importante centro de memória e cultura do Estado e que, atualmente, está de portas fechadas. O documento também prevê um modelo de gestão compartilhada.

A assinatura do documento integrou a agenda do governador Helder Barbalho em terras marajoaras, dentro das comemorações pelos 160 anos de Soure, considerada a capital do Arquipélago do Marajó, e também pelo encerramento das Festividades do Glorioso São Sebastião. O governador realizou ainda a entrega das obras de reforma e ampliação do Mercado Municipal. 

“Nossa cultura marajoara é de grande importância para a identidade do Estado. É triste ver a situação precária em que o Museu do Marajó se encontra atualmente. Vamos estabelecer a parceria com a Prefeitura e a Secretaria de Cultura do município para fazer com que este espaço volte a estar estruturado, preservando a história, a memória e a cultura marajoara. Além disso, vamos tornar o ambiente adequado para a visitação e conservar tudo aquilo que está catalogado”, declarou o governador.

Eduardo Portal, presidente do Museu do Marajó, recebeu com otimismo o compromisso firmado pelo Governo do Pará. “A nossa preocupação maior é o risco de desabamento, porque Ministério Público e Corpo de Bombeiros recomendaram que tomássemos medidas preventivas, por isso o museu está fechado há um mês para visitas. Lançamos uma campanha na internet para arrecadar recursos e tentar contemplar algumas necessidades de imediato”, explicou.

O Museu do Marajó possui cerca de cinco mil peças arqueológicas e também oferece oficinas de arte e cultura para jovens e crianças, mas todas as atividades estão suspensas, por falta de recursos. “Não temos nem técnicos para nos orientar como manusear esse acervo no dia a dia. Mas, com essa iniciativa, voltamos a ter esperança. Quem ganha com essa recuperação não é somente Cachoeira do Arari, mas todo o Estado do Pará”, comemorou.

 

O MUSEU

Concebido pelo padre italiano Giovanni Gallo, e criado de modo informal em 1972, o Museu do Marajó foi aberto ao público em 1984, durante as obras de recuperação e instalação, sendo inaugurado oficialmente em dezembro de 1987. Possui em seu acervo cerca de cinco mil peças de cerâmica, sobretudo fragmentos, como pedaços de vasilhas e pratos, boa parte catalogada no livro “Motivos ornamentais da cerâmica marajoara”.

 

(Diário do Pará)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016