Mais um caso de feminicídio foi registrado em Parauapebas, o crime ocorreu na noite de segunda-feira, 24, por volta das 19h40min, na rua S-5, bairro Cidade Jardim, Parauapebas. Onde a vítima, Maria Rosa Ferreira Rocha de 27 anos de idade, foi assassinada com três tiros na cabeça, disparados pelo ex-companheiro Manuel da Conceição Sousa de 33.

A mulher foi morta após uma discussão entre os dois por causa da guarda de duas das crianças, filhos do suspeito. Maria Rosa foi casada com o pedreiro Manoel Conceição por cerca de 7 anos, com quem teve dois filhos, os outros dois seriam fruto de outro relacionamento.

A vítima foi morta com uma arma de fogo pelo ex-marido

A vítima teve um casamento conturbado com Manoel, por ele ser um homem agressivo, razão pelo qual Maria Rosa havia decidido se separar. Ela ainda chegou a registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), contra o ex - marido.

Na época o acusado não foi preso, ele teria viajado para o estado do Maranhão, onde passou alguns meses, voltando de lá há poucos dias trazendo na bagagem a arma que usou para matar a mãe dos filhos dele.

Segundo informações ao chegar de viagem, Manoel Conceição entrou em contato com Maria Rosa querendo os dois filhos, como a mulher não quis entregar as crianças a ele, o homem passou a ameaça-la de morte.

O acusado está foragido 

Maria Rosa estava em Parauapebas morando de favor e sobrevivia com os filhos com ajuda da população. Recém-separada do suspeito, Rosa chegou a gravar um vídeo pedindo ajuda, o apelo foi divulgado nas redes sociais, desde então vinha recebendo doações de cestas básicas, calcados e roupas. Ela ainda trabalhava de doméstica ganhando o salário de R$ 400,00 reais por mês.

Na noite do crime, Maria Rosa chegava em casa com os filhos, quando foi surpreendida pelo ex-companheiro que estava em uma moto Honda NXR-Brós,150 cor vermelha, placa OVQ-1316 de Açailândia (MA), passando os dois a discutir, momento que o homem começou a agredi-la com capacete em seguida puxou a arma e disparou contra a vítima que foi assassinada a sangue-frio na frente dos quatro filhos menores de idade.

Após cometer o crime Manoel da Conceição fugiu do local levando uma das crianças.

O caso foi registrado na delegacia por Elzir Sousa, irmã do acusado. Ela conversou com nossa equipe de reportagem e fez um apelo a Manoel, para que o irmão se apresente a polícia e responda pelo crime que cometeu. “Ele agiu covardemente por isso tem que pagar pelo crime que cometeu. Ele matou a mãe dos filhos dele”, disse Elzir Sousa, a mulher relatou ainda que tinha a ex-cunhada como uma irmã e sempre aconselhava a mesma com relação ao irmão.

 O corpo de Rosa foi removido para o Centro de perícia Renato Chaves, onde deve passar por exame de necropsia. Manuel da Conceição Sousa está foragido e a polícia busca informação que leve ao paradeiro do pedreiro. O filho que o mesmo levou após matar a ex mulher, antes de fugir foi deixado residência de uma outra irmã dele. Após isso o mesmo tomou rumo ignorado.

Caso você saiba o paradeiro de Manoel Conceição ligue para o disk denúncia 181 ou (94) 992645348, sua identidade será resguardada.

 (Neide Folha)

A Faculdade Pitágoras sofreu manifestações na terça-feira, 18, por parte de seus alunos que relatam estarem sofrendo com juros abusivos nas mensalidades e infraestrutura precária, e que não tem atendido as suas necessidades, tendo como exemplo a biblioteca com falta de livros para o estudo adequado de seus alunos.

Os alunos pedem respeito 

As manifestações tem como objetivo garantir a continuação dos cursos presencias oferecidos pela entidade, que vem querendo mudar de 100% presencial passando agora aproximadamente 40% para o IAD (Ensino a Distância).

A exemplo de Marabá, no Campus de Parauapebas a instituição de ensino Pitágoras não vive seu melhor momento, já que alunos, principalmente do curso de Direito, reclamam do que qualificam, como irregularidades.

Pela a internet os alunos da instituição organizam um abaixo assinado por estarem insatisfeitos com as disciplinas EAD, com o intuito de obter seus direitos que segundo informações e reclamações, foram violados, buscando então que tudo possa se resolver o mais rápido possível, para que todos possam voltar as suas atividades que foram paralisadas por falta dos devidos cumprimentos e deveres da instituição. 

 

Confira o link do abaixo assinado:

https://www.change.org/p/faculdade-pit%C3%A1goras-diga-n%C3%A3o-as-mat%C3%A9rias-ead-para-os-cursos-presenciais-da-faculdade-pit%C3%A1goras?recruiter=1044171849&utm_source=share_petition&utm_campaign=psf_combo_share_abi&utm_medium=whatsapp&utm_content=washarecopy_20386449_pt-BR%3Av5&recruited_by_id=2c21e480-5435-11ea-b26e-cdd5d5d266e9

Nota oficial da instituição a respeito das manifestações promovidas por acadêmicos, nesta semana:

 

A instituição informa que a definição sobre a metodologia e a modalidade de oferta de disciplinas é feita de modo a preservar as características dos projetos pedagógicos de seus cursos e seu  modelo acadêmico, sempre observando a regulamentação do MEC. Continuamos atentos às tendências e exigências do mercado em relação às competências para o presente e o futuro das profissões. A instituição permanece à disposição para sanar quaisquer dúvidas adicionais.

 

Moradores do bairro já estão sendo orientados sobre como proceder diante dos transtornos que serão gerados a partir de 03 de março, com o início das obras.

Era para ser no gabinete da prefeitura, mas o espaço ficou insuficiente para receber as autoridades municipais e dezenas de pessoas que na tarde de quarta-feira, 19, compareceram para acompanhar a assinatura da Ordem de Serviço (OS) para início das obras de infraestrutura do Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margem do Rio Parauapebas (Prosap).

Com 80% dos recursos financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e mais a contrapartida da prefeitura, o maior programa de saneamento ambiental e obras múltiplas da história de Parauapebas irá começar pelo bairro Liberdade I, no dia 3 de março.

“Com a assinatura da OS, as máquinas e os profissionais da Transvias, empresa contratada para a execução das obras, já podem entrar (hoje) em campo, mas a empresa tem prazo legal de até dez dias pra fazer a sua mobilização”, informou Cleverland Carvalho, coordenador de projetos especiais e captação de recursos da Prefeitura de Parauapebas.

Trechos de vias nos bairros Liberdade I e União serão interditados para a execução da obra. Para que os moradores não sejam surpreendidos, a equipe social do Prosap iniciou nesta quinta-feira (20) as visitas domiciliares para orientar a população que reside na área como deve proceder diante dos transtornos que, inevitavelmente, serão gerados pelas obras.

As vias que terão trechos interditados neste primeiro momento serão: ruas Perimetral Norte, Santa Catarina e Vinicius de Morais, no bairro Liberdade I; ruas 11, 19, i, J, M, O e Sol Poente – nas proximidades do Igarapé Ilha do Coco, no bairro União.  

Etapas do Prosap

O Prosap vai mudar a cara de Parauapebas. Diretamente, vai beneficiar mais de 25 mil famílias residentes em bairros de sua abrangência. Indiretamente, toda a população ganhará com o programa, que irá garantir melhor qualidade de vida ao município. O prazo para conclusão das obras é de seis anos, com a divisão do cronograma em três etapas.

A primeira etapa tem previsão para durar 18 meses e contempla a construção de 250 casas destinadas às famílias que residiam em áreas de risco abrangidas pelo Prosap e realização de obras de micro e macrodrenagem no canal do Igarapé Ilha do Coco, ao longo dos bairros Liberdade I, União e Rio Verde.

As casas estão em construção e devem ser entregues no segundo semestre deste ano. As famílias já foram remanejadas das áreas de risco e recebem o aluguel social da prefeitura.

Assim como as indenizações e desapropriações de imóveis na área do Prosap, a construção das casas faz parte da contrapartida do município no programa, cujo investimento total é de US$ 87,5 milhões.

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Neste domingo, 16, eleitores retornaram as urnas para a votação do Conselho Tutelar de Parauapebas. 55 urnas foram distribuídas em 22 escolas municipais, 5 urnas a mais com relação ao número de urnas disponibilizadas na eleição anterior.  

Muitas pessoas deixaram para votar a tarde por causa da chuva

A votação teve início pela manhã e seguiu até as 17hs, mas devido a chuva pela manhã, os locais de votação ficaram praticamente vazios, gerando grandes filas no período da tarde, logo que a chuva passou.

Com a votação tranquila, espera-se que finalmente seja definido os conselheiros da cidade, e que transtornos ocorridos que levaram ao cancelamento da eleição anterior não se repita novamente, sendo um deles a apuração realizada no mesmo dia da eleição, sendo que no edital que rege a eleição, estava previsto para o dia seguinte.  

55 urnas foram distribuídas em 22 escolas 

Outro diferencial desta eleição é que a apuração será acompanhada por um representante do Ministério Público e será realizada amanhã, segunda-feira, 17, na Câmara Municipal de Parauapebas, ás 9hs, como rege o regulamento.  

Na manhã de domingo, 09, uma guarnição da Guarda Municipal de Parauapebas realizava rondas nas proximidades da Estrada da Ferrovia, próximo ao bairro Nova Carajás, quando se deparou com dois homens em atitude suspeita.

Momento em que foi realizada a abordagem aos dois, constatou-se que contra Luís Carlos Clemente Araújo, de 25 anos de idade, havia um mandado de prisão expedido pela justiça de São Paulo em desfavor do mesmo.

Luís Carlos, é natural do estado do Maranhão, e reside em Parauapebas, no bairro Nova Carajás.  Em São Paulo ele teria participado de um assalto à mão armada, de onde estava foragido há dois anos.

Mediante ao fato a GM apresentou o mesmo na 20ª Seccional de Polícia Civil para que responda pelo crime que cometeu.

O GM Garcia explicou como se deu a prisão de Luís Carlos. “No momento da ronda de rotina realizada por nossa equipe, avistamos o mesmo, que ao se deparar com a GU entrou em atitude suspeita. De imediato resolvemos realizar a abordagem dele, não foi apreendido nada com o acusado. Em conversa com ele, descobrimos que havia um mandado de prisão, agora está à disposição da justiça para os procedimentos cabíveis.” Destacou o agente Garcia.

(Neide Folha)

Era por volta das 10hs da manhã deste sábado, 8, quando o eletricista Lauriano Barbosa de Sousa, de 33 anos de idade, foi assassinado com três tiros na cabeça, efetuado por um indivíduo que teria chegado no local em uma moto Honda Biz.

De acordo com informações, o assassino teria parado no final da quadra e sem usar nada no rosto caminhou até a oficina de lanternagem e elétrica de auto, armado com uma arma de fogo teria chamando pelo nome da vítima, que trabalhava na elétrica de um veículo Gol na entrada do portão, instante em que efetuou três tiros contra Lauriano que morreu instantaneamente no local.

Após o crime o assassino deixou o local caminhado rápido vindo a escorregar e cair, em seguida montou na moto e deixou a cena do crime. A polícia examina imagens das câmeras de segurança próximo ao local na tentativa de identificar o atirador.

O caso aconteceu na oficina da vítima localizada na esquina das ruas Bom Jesus com Nova Conquista, bairro Betânia, Parauapebas. A polícia trabalha também com a hipótese de acerto de conta.

Após o levantamento de praxe realizado pelos investigadores de Polícia Civil, Abraão e Frances, o corpo do eletricista foi retirado do local pela equipe de remoção do Instituto Médico Legal - IML.

(Neide Folha)

No segundo semestre de 2020, serão realizadas as eleições municipais em todas as cidades do país. Nelas, os cidadãos deverão eleger os novos prefeitos e vereadores que ocuparão os cargos públicos até 2024. Entretanto, para poder votar, o cidadão precisa estar com seu título de eleitor em mãos e estar com suas obrigações eleitorais em dia.

A chefe do Cartório Eleitoral Lorena Carla Martins Pereira, informa e esclarece as dúvidas para emissão do Título de Eleitor

Em entrevista a chefe do Cartório Eleitoral, zona 75, em Parauapebas, Lorena Carla Martins Pereira, esclarece as dúvidas para a emissão do Título de Eleitor e como anda o funcionamento do órgão. “Primeiramente para título de informação, os eleitores tem acesso através da página do TSE ou do TRE Pará no caso de busca de informação, sem precisar comparecer ao cartório, mas a emissão do titulo para o primeiro alistamento, tem que si dirigir ao cartório portando a documento de identificação com foto e comprovante de residência atual e original”.

Moradores do Município de Parauapebas se preparam para emitir seu Título de Eleitor

O prazo para a emissão do titulo será ate o dia 6 de maio, após esse prazo o Cartório Eleitoral estará fechado, devido à grande demanda de eleitores, o cartório eleitoral de Parauapebas tem trabalhado com limite de senhas, sendo distribuídas 150 ao dia, com atendimento das 8h às 13h.

O prazo para a emissão do Título de Eleitor será somente ate dia 6 de Maio

Lorena Carla esclarece ainda que as pessoas que perderem o prazo, não poderão votar este ano, tendo que espera para o próximo ano a emissão do Título de Eleitor. O cartório de Parauapebas realiza somente atendimento para os moradores do município ou pessoas que venham fazer transferência, os eleitores só conseguirão fazer revisão do seu titulo, trocar o local que deseja votar e acrescentar nome de casado(a) somente na sua respectiva zona eleitoral.

Mesários trabalham para atender todos os moradores de Parauapebas

 

Eslon Braz da Silva, 17 anos de idade, estava desaparecido desde a última quarta-feira, 29. O jovem Eslon residia no bairro Amazônia do outro lado da pista e teria sido visto pela última vez pelo pai dele na quarta-feira.

Pelos levantamentos preliminares realizado pela polícia no local em que o corpo foi encontrado, o jovem foi morto com 16 perfurações de faca, 8 no abdômen, 6 nas costa e 2 no rosto.

Corpo do jovem foi encontrado com 16 perfurações 

Elson Cleiton pai da vítima, disse na delegacia que reconheceu o corpo do filho através das fotos divulgadas nas redes sociais e pela a calça que seu filho usava.

Informações que estão sendo levantadas pela polícia dão conta que a vítima era usuária de droga e que cometia pequenos furtos no bairro. Outra hipótese e que o jovem pode ter sido vítima do tráfico.

(Neide Folha) 

Na tarde de sexta-feira, 31, por volta das 16h, a Polícia Civil tomou conhecimento de que uma pessoa alvejada por cerca de 05 disparos de arma de fogo, teria dado entrada no Hospital Geral de Parauapebas-HGP.

Diante das informações deu-se início as diligências, presididas pelo DPC Dufrae, as equipes do plantão e do expediente tiveram êxito na realização da prisão de Abada Albuquerque Marinho e de Selma Cristina Evangelista de Melo, após uma operação de mais de 14 horas.

De acordo com os fatos apurados, o adolescente L. C. A. de S. de apenas 16 anos, mais conhecido como “Chiquinho”, transitava pelas ruas do bairro Cidade Jardim, quando foi abordado por funcionários da empresa de segurança privada denominada Lion Segurança. 

O acusado foi encontrado com colete da empresa e uma arma de fogo

Em seguida o Chiquinho foi levado para dentro da casa de Selma, onde também funciona a sede da empresa. Passado algum tempo, mais um homem, já identificado pelos policiais, se juntou ao grupo e levaram o menor para a Vila Palmares, onde o menor foi torturado.

Não satisfeitos, um dos criminosos realizou vários disparos de arma de fogo contra Chiquinho, tendo ele sido atingido no braço, na barriga, no ombro e nas costas.

Mesmo ferido, Chiquinho conseguiu e fugir de seus algozes. Horas depois, obteve ajuda de um estranho que o levou para a unidade hospitalar. Na posse de Abada a polícia encontrou um revolver e um colete da empresa de segurança.

(Neide Folha)

Por volta das 22h30, da noite de ontem sexta-feira, 24, o assaltante Álvaro Freitas, baleado na intervenção policial na sexta-feira, 25, não resistiu ao ferimento e morreu no Hospital Geral de Parauapebas (HGP). Já seu comparsa continua preso à disposição da justiça.

Matheus Henrique Câmara de Oliveira, 19 anos de idade, foi preso e seu comparsa Álvaro Freitas Santana, 27 anos, foi baleado pela Polícia Militar quando praticavam um arrastão nas ruas da cidade.

Uma das vítimas que teve sua moto tomada de assalto e recuperada pela PM, conversou com a reportagem, ainda com medo não aceitou gravar entrevista, mas contou que era por volta das 14h, quando a dupla teria lhe abordado, apontando um revólver para ela e tomou sua motocicleta Honda Biz de cor branca, a mulher disse ainda que na hora do ocorrido ela saia do CRAS, no bairro Rio Verde.

Minutos depois a dupla trocou a Biz por uma CG Titan de cor vermelha, porém os ladrões que estavam armados com revólver calibre 32, não foram muito longe, ao saírem da casa do dono da CG, se depararam com a GU que já havia sido informada e os procurava.

Álvaro Freitas foi baleado após apontar um revolver contra a polícia 

Segundo o capitão PM Jadson Costa, comandante da 1ª Companhia do 23° BPM de Parauapebas, logo cedo por volta de 14h a dupla começou a cometer roubos na cidade, primeiro roubou uma Honda Biz de cor branca, próximo ao CRAZ do bairro Rio Verde, e após isso a abandonaram e roubaram uma Honda CG Titan, no bairro Nova Vida II. "Recebemos a informação do ocorrido e a guarnição da ária se dirigiu ao local para averiguar, graças a Deus conseguimos fazer a abordagem dos mesmos, e no momento da revista Álvaro Freitas, tentou sacar um revólver calibre 32 e fomos obrigados neutralizá-lo", contou o policial.

Baleado no peito o mesmo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e o comparsa dele foi preso e encaminhado para 20ª Seccional Urbana de Polícia de Parauapebas ao delegado plantonista, onde segue prestando esclarecimento a justiça.

Matheus Henrique ficará preso a disposição da justiça

Além da arma e duas munições picotadas, a PM recuperou as duas motos e os celulares das vítimas. Segundo a polícia, Matheus tem passagem quando ainda era adolescente.

(Neide Folha)

Página 1 de 78

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016