Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Está aberto a partir desta terça-feira (18) até o dia 11 de janeiro de 2019 o período de pré-matrícula para a rede pública estadual de ensino do Pará, referente ao ano letivo de 2019. De acordo com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), são ofertadas 200 mil novas vagas para estudantes nos 144 municípios do Pará.

Os interessados podem fazer a pré-matrícula pelo site da Seduc, que estará disponível 24 horas, ou pelo telefone 0800-2800078, que atende de segunda a sexta-feira, das 8 às 18h. As aulas devem começar no dia 11 de março.

Veja o calendário de matrícula 2019:

  • 18/12/2018 a 11/01/2019: Pré-matrícula
  • 14/01 a 08/02/2019: Período de confirmação das novas matrículas
  • 14 a 21/01/2019: Confirmação de novos alunos com deficiência
  • 22 a 29/01/2019: Confirmação de matrícula de novos alunos dos do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental - 09 anos; das turmas multisseriadas anos iniciais do Ensino Fundamental I - 09 anos; da 1ª a 4ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental, Saberes da Terra - Fundamental, Some Fundamental, Mundiar Fundamental, Educação Infantil Indígena - Creche e Pré-Escola, Educação Indígena Ensino Fundamental I e II - 09 anos, e 1ª à 4ª etapa da EJA Fundamental Indígena.
  • 30/01 a 08/02/2019: Confirmação de matrícula dos alunos novos do Ensino Médio Regular (1º ao 3º ano); 1ª e 2ª etapas da EJA Médio, SEI, Some Médio, Ensino Médio EJA Campo, Mundiar Médio, Educação Indígena Ensino Médio.
  • 14/01 a 22/02/2019: Rematrícula dos alunos da rede e processos de transferência interna.

Documentação

Para efetivação da matrícula, o aluno deverá levar comprovante de escolaridade original e guia de transferência ou histórico escolar. Também serão validadas declaração de transferência com validade de 30 dias, certidão de nascimento, CPF e RG do responsável pelo aluno menor de idade.

Para alunos do ensino médio e alunos maiores de 18 anos, de qualquer etapa de ensino, são necessários, ainda, comprovante de residência com CEP, duas fotos 3x4 e documento de identificação com foto do responsável pela matrícula. Todos os documentos devem ser originais e acompanhados de cópias.

(Fonte:g1.globo.com)

Prefeito Darci Lermen exonera o Secretário de Habitação, Cristhian Martins Miranda, ligado a vereadora Kelen Adriana, ambos filiados ao PTB. De acordo com o decreto  917, a exoneração se deu a pedido do secretário, a data do documento é do dia 14 de dezembro, porém veio a público apenas hoje, terça-feira, 18.

Cristhian Miranda, 42 anos de idade,  tomou posse da pasta no dia 03 de outubro de 2017. Cristian é pastor, casado pai de dois filhos e reside no Pará há 27 anos. 

Veja documento na integra:  

O incêndio que atingiu mais de 600 casas na noite desta segunda-feira (17) no bairro Educandos, na Zona Sul de Manaus, continua a apresentar novos focos de chamas. Na manhã desta terça-feira (18), moradores da região relataram que o local ainda apresenta riscos. No início desta madrugada, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, anunciou que assinará decreto de calamidade pública.

Famílias atingidas pelo incêndio permaneceram no local durante toda a noite. Segundo moradores, a estrutura de uma casa de alvenaria por trás da Rua Inácio Guimarães - destruída durante o incêndio - apresentou uma explosão às 6h30 desta terça. As chamas tomaram conta da residência, mas o Corpo de Bombeiros combateu o fogo imediatamente.

Os bombeiros, Polícia Militar e Manaustrans estão no local para orientar moradores e observar a situação. O acesso às ruas atingidas - bloqueado ontem a partir da ponte da avenida 7 de Setembro/avenida Leopoldo Peres; rua Felismino Soares; avenida Lourenço da Silva Braga e Ponte de Educandos - começou a ser desbloqueado na manhã desta terça.

Três feridos foram confirmados pela Secretaria de Saúde do Amazonas (Susam). Segundo a pasta, uma senhora de 53 ano é a que tem estado mais delicado. Ela foi levada ao SPA da Zona Sul com sintomas de intoxicação por inalação de fumaça. O quadro evoluiu para um Edema Agudo de Pulmão e ela sofreu uma parada cardiorrespiratória. A vítima foi atendida na emergência e aguardava estabilização do quadro clínico para ser transferida ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.

Dos 3,2 milhões de brasileiros com 19 anos, 2 milhões concluíram o ensino médio, o que representa 63,5% do total, segundo levantamento do movimento Todos Pela Educação, com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio de 2012 a 2018 (Pnad-C) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Do total que não concluiu o ensino médio, 62% não estão mais na escola e, desses jovens, 55% pararam de estudar no ensino fundamental.

Para o diretor de Políticas Educacionais do Todos pela Educação, Olavo Nogueira Filho, o desafio não é só garantir a permanência dos jovens no ensino médio, mas levar para a escola os que abandonaram as salas de aula. "Os indicadores mostram que temos graves problemas no ensino médio e não estamos conseguindo revertê-los. Porém, o desafio maior refere-se à educação básica. Precisamos reverter a trajetória de insucesso na educação básica", afirmou.

Entre 2012 e 2018, conforme o levantamento, houve um crescimento de 11,8 pontos percentuais na taxa de conclusão do ensino médio até os 19 anos. Segundo Nogueira Filho, a avaliação dos dados por estado mostra que é possível melhorar o atendimento aos jovens no ensino médio. Em Pernambuco, por exemplo, a taxa dos que concluem o ensino médio até os 19 anos (67,6%) é maior do que a média nacional. "Isso mostra que é possível fazer melhor", disse. A responsabilidade pela educação básica é dos estados e municípios. A União participa com o financiamento.

Ensino fundamental

No ensino fundamental, conforme o levantamento, as taxas de conclusão mantiveram-se estáveis no período. Essa etapa teve uma queda no número absoluto de concluintes devido à redução da população de 16 anos no país. Em 2018, foram 212.281 concluintes a menos do que em 2017, que por sua vez teve menos concluintes que o ano anterior, com uma redução de 64.058.

Qualidade

Segundo a presidente-executiva do Todos Pela Educação, Priscila Cruz, os números refletem "um patamar baixo de qualidade da educação básica" no país. “Embora o país tenha o mérito de ter avançado na oferta do acesso à escola, temos falhado em garantir qualidade do ensino para todos e com isso vamos perdendo nossas crianças e jovens pelo caminho, configurando um grave cenário de exclusão escolar", argumentou.

O movimento defende a adoção de uma estratégia nacional e uma atuação integrada da União, dos estados e dos municípios, na educação básica - que inclui educação infantil, ensino fundamental e ensino médio. "Os indicadores demonstram que os desafios para nossos jovens concluírem a educação básica na idade certa são complexos e exigem atuação sistêmica, ou seja, com políticas públicas em várias frentes ao mesmo tempo e de forma integrada. Temos diagnósticos, temos evidências sobre quais os melhores caminhos, temos redes que estão avançando. Está na hora de priorizar as medidas que realmente podem fazer o país avançar na qualidade da educação básica", afirmou Priscila Cruz.

O levantamento evidenciou a desigualdade no ensino. Adolescentes negros e moradores das áreas rurais têm taxas de conclusão mais baixas do que as dos brancos e de regiões urbanas em todas as etapas da educação básica. No ensino fundamental, a diferença entre negros e brancos é de 10,4 pontos percentuais e entre jovens de áreas rurais e urbanas, 12 pontos percentuais. No ensino médio, a distância se amplia para 19,8 pontos percentuais e 19 pontos percentuais, respectivamente.

A avaliação do Todos pela Educação é que o baixo índice de conclusão da educação básica na idade certa está relacionado à taxa de insucesso escolar, ou seja, a combinação da reprovação com o abandono. O levantamento mostra que, a partir do 3º ano do ensino fundamental, o final do ciclo de alfabetização, a taxa de insucesso escolar começa a se intensificar: em 2017, 10,5% dos alunos não passaram de ano. Já no 6º ano, esse índice salta para 15,5%. No 1º ano do ensino médio, de cada 100 alunos, 23 são reprovados.

(Fonte: Agência Brasil)

A Justiça de Goiás pode decidir hoje (18) o pedido da defesa do médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, de 76 anos, que entrou com habeas corpus para transformar a decisão judicial de prisão preventiva em prisão domiciliar com tornozeleira. O argumento utilizado se baseia na idade avançada e no estado de saúde de João de Deus.

A decisão ocorre no momento em que a força-tarefa, criada pelo Ministério Público de Goiás, para apurar as acusações de abuso sexual contra o médium, recebeu 506 relatos de mulheres que denunciam crimes sexuais. Há uma semana, desde que o grupo foi criado, o número de denúncias aumenta.

Pela segunda noite consecutiva, João de Deus dormiu em uma cela de 16 metros quadrados com pia e vaso sanitário, no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, denominado Núcleo de Custódia. O pedido de prisão preventiva se sustentou em 15 denúncias já formalizadas em Goiânia – todas por crimes sexuais.

No domingo (16) à tarde, João de Deus se entregou em uma estrada de terra na região de Abadiânia, em Goiás. De acordo com os advogados, o lugar foi escolhido para preservar o médium. Porém, policiais confirmaram que houve uma longa negociação para ele se entregar.

Os advogados reiteram a inocência do médium e levantam dúvidas sobre o comportamento das possíveis vítimas e o conteúdo de seus depoimentos. A polícia também investiga a a movimentação de cerca de R$ 35 milhões nas contas de João de Deus.

 

Fonte: agenciabrasil.ebc.com.br

A unidade passou a operar em Canaã dos Carajás em 2016; em dois anos,vem ultrapassando meta de produção e a arrecadação gerada aos Governos alcançou aumento expressivo.

O Complexo S11D Eliezer Batista completa nesta segunda-feira, 17/12, dois anos de operação em Canaã dos Carajás. A unidade vem alcançando performance conforme o previsto, desde a sua inauguração em 2016. Logo no primeiro ano, a planta atingiu a produção planejada de 22 milhões de toneladas e, para 2018, deve novamente bater a meta, acima de 54 milhões de toneladas.

Proporcional a esse aumento de produção, a contribuição econômica advinda das atividades minerais também bate recordes. A arrecadação gerada, por meio dos royalties da mineração, já é 10 vezes maior do que o valor gerado em 2016. Em termos de infraestrutura para a cidade, foram mais de 40 obras executadas em apoio à Prefeitura Municipal nas áreas de educação, saúde, projetos de geração de emprego e renda, fornecimento de energia elétrica, entre outros

Em 2016, as operações da Vale em Canaã, até então, apenas mineração de cobre geraram o total de R$ 28,7 milhões aos cofres públicos por meio da arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem). Agora em 2018, de janeiro até novembro, foi gerado o total de R$ 283,2 milhões com a operação do Sossego somado ao S11D. O volume é dez vezes maior do que em 2016.

A compensação é repassada a Agência Nacional de Mineração (ANM) que faz a distribuição do montante à União, Governo do Estado e prefeituras, conforme percentuais previstos em lei. Deste volume total gerado em 2018, foram recolhidos para Canaã, R$ 170 milhões, sendo 86% oriundo da mineração de ferro, o S11D.

Neste mês de dezembro, durante apresentação para investidores que ocorre todos os anos, foi abordada a expansão da capacidade produtiva do S11D de 90 milhões para 100 milhões de toneladas por ano, a partir de 2022, com investimento de cerca de US$ 770 milhões, aumentando a capacidade do Sistema Norte (Carajás e S11D) de 230 para 240 milhões de toneladas e ampliando a arrecadação e a contribuição o econômica para a região.

Também desde o início da implantação do S11D, em 2013, a Vale aplicou mais de R$ 150 milhões em ações sociais, envolvendo 40 obras em parceria público-privada com a prefeitura de Canaã dos Carajás. Entre elas, construção e reforma de oito escolas municipais, reforma e ampliação do hospital, construção do Fórum de Justiça, a reabertura da Casa da Cultura e série de ações voltadas para o fomento de outras vocações econômicas do município, como os projetos na zona rural, a Agroindústria do Mel, a Feira do Produtor e a doação do canteiro de obras de 1588 hectares para a implantação do Polo Industrial e Educacional no município.

Referência

A produção do Complexo S11D vem em linha ainda com a demanda mundial por um minério premium, ou verde, de melhor qualidade. O produto aumenta o desempenho dos altos fornos siderúrgicos, reduzindo o consumo de combustível (carvão metalúrgico ou coque) e, consequentemente, as emissões de gases do efeito estufa (GEE). Assim como está em linha com a meta da empresa em ser referência mundial em sustentabilidade na mineração até 2030.

Principal cliente da Vale, a China tem demandado cada vez mais este tipo de minério, a fim de reduzir suas emissões de GEE. Em 2016, a concentração de microgramas de partículas poluentes presentes no ar no país chegou a ficar 40 vezes acima do nível recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Recentemente, o gigante asiático se comprometeu com a diminuição de suas emissões até 2030, a fim de contribuir para a redução das mudanças climáticas, que afetam o planeta.

O minério premium produzido na região tem todo potencial para contribuir com essa redução. Ele gera menos 17% de emissões de particulados, 16% de emissões de CO2, 1% de emissões de NOx (óxidos de nitrogênio) e 8% de emissões de SOx (óxidos de enxofre).

 

Funcionários da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil e da Delegacia Especializada ao Atendimento à Mulher (DEAM) de Parauapebas realizaram na noite de sábado, 15, um encontro de Confraternização entre Delegados, investigadores,  escrivães e funcionários públicos lotados nas duas delegacias.

Delegada, Yanna Azevedo, diretora da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas.

Na abertura da festa a delegada Yanna Azevedo, diretora da 20ª Seccional agradeceu a presença de todos e falou um pouco do árduo trabalho da Policial Civil.

A festa foi realizada no Clube Metabase, localizada nas proximidades da portaria de Carajás, onde autoridades, membros da Polícia Civil e convidados compartilharam um delicioso Buffet  e agradáveis momentos.

Além de música ao vivo, o evento contou também com a presença do grupo de dança folclórico Raízes Parauara, com músicas e danças típicas da região.

Como é de costume, a família da Polícia Civil aproveitou para brincar de amigo secreto havendo entrega e troca de presentes. Em nome de todos policiais civis e organizadores, todos agradecem aos amigos e patrocinadores.

Veja as fotos: 

 

(Caetano Silva)

 

 

O Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá (PA), foi uma das instituições que receberam o posto volante do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) pela campanha "Dezembro Vermelho". Nesta quinta-feira, 13, usuários ambulatoriais e colaboradores da Unidade participaram da ação, que ofereceu testes rápidos para detectar casos de sífilis, HIV/Aids, hepatite B e hepatite C.

Domingos Pinheiro é morador de Serra Pelada, no município de Curionópolis. Ele aproveitou que estava na unidade acompanhando a esposa em um exame, para realizar os testes. "Logo que soube que ia ter a ação, aceitei o convite para fazer o exame. A gente pode pensar que está bom, mas só sabe quando passa pelo médico mesmo", disse o servente.

A motorista Sandra de Souza também participou da ação. "Eu já tive vontade de fazer, mas o CTA fica longe de casa. Sorte que estava aqui hoje e já fiz. Achei muito bom ofertarem esse serviço, afinal, a gente sempre tem que se cuidar", afirmou ela.

No total, 384 testes rápidos foram realizados durante a programação no HRSP. O resultado era disponibilizado em 15 minutos para cada participante. Nos casos em que é detectada alguma alteração na sorologia, o paciente é encaminhado para o Centro de Testagem e Aconselhamento, onde é feito um novo exame e, se confirmado o primeiro resultado, o tratamento é iniciado imediatamente e de forma gratuita pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Além dos testes rápidos, nesta semana, o Hospital Regional de Marabá, Unidade gerenciada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, também promoverá um bate-papo com os colaboradores sobre prevenção e tratamento das infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), antes chamadas de doenças sexualmente transmissíveis. 

De acordo com a enfermeira do HRSP e integrante da Comissão de Humanização, Thaís Tonassi, o envolvimento da unidade no movimento "Dezembro Vermelho", que sensibiliza a população para o combate ao HIV/Aids e demais ISTs, é uma forma da instituição contribuir para a melhora da qualidade de vida na região. "A informação é fundamental para combater esse problema, afinal é melhor prevenir do que ter tratar", argumentou a colaboradora.

A enfermeira do CTA, Cícera Lima, comentou sobre a ação. "Em dezembro, o Centro reforça as campanhas itinerantes com o objetivo de detectar precocemente os casos, porque quanto mais cedo for confirmada a doença, mais rápido o paciente pode iniciar o tratamento e melhor pode ser a sua qualidade de vida", explicou a enfermeira.

No Brasil, 260 mil pessoas sabem que têm HIV e não se tratam. Outras 112 mil têm o vírus mas não sabem, segundo o Ministério da Saúde. As infecções sexualmente transmissíveis são doenças adquiridas, principalmente, por meio do contato sexual com uma pessoa que esteja infectada. Elas também podem ser passadas da mãe para o filho durante a gestação, parto ou amamentação. Em geral, os sintomas das ISTs são: feridas, corrimento ou verrugas no ânus e órgãos genitais. Os sinais também podem se manifestar na palma das mãos, olhos e línguas, dentre outras partes do corpo.

Referência em atendimento de média e alta complexidades, o Hospital Regional do Sudeste do Pará possui 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Abrange uma população superior a 1 milhão de habitantes em 22 municípios paraenses. 

Com perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, a Instituição oferece atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial, Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva Adulto, Pediátrica e Neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia. 

De janeiro a novembro de 2018, a Unidade realizou mais de 160 mil atendimentos, entre internações, consultas especializadas, exames, cirurgias e atendimentos multiprofissionais. A média de satisfação dos usuários nesse período é de 97,4%.

A Prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio da Secretaria Municipal de Obras(Semob), já iniciou a implantação da massa asfáltica no bairro Santa Vitória, o popular Motocross. As obras na localidade fazem parte do cronograma de trabalho do programa do governo municipal, Asfalta Canaã.

Os trabalhos da Prefeitura no bairro tiveram início no mês de outubro. No local, foi construída toda a rede de água e esgoto pelo Saae. Na sequência, a Semob fez todo o trabalho de terraplanagem no setor, além de concluir o processo de imprimação das ruas.

Na última terça-feira (11), a Semob iniciou o trabalho de implantação da massa asfáltica. Edson Sousa, secretário de obras, falou sobre as ações. “As nossas máquinas estão trabalhando a todo vapor para concluir o asfalto aqui no bairro. Até o dia 20 de dezembro, todo o Santa Vitória estará asfaltado. Nosso objetivo é que as famílias tenham mais qualidade de vida e achegada do asfalto representa um ganho na infraestrutura e, também, na saúde pública por conta da redução da poeira.”

O prefeito Jeová Andrade visitou a localidade nesta quarta-feira (12) e falou sobre os avanços das obras. “Eu agradeço a compreensão dos moradores aqui do bairro Santa Vitória que esperaram bastante a chegada do asfalto. Enfim, estamos deixando tudo pronto e em poucos dias todas as ruas estarão pavimentadas. Nossa meta é deixar toda a cidade de Canaã asfaltada.”

Quem mora no local comemora a novidade. “Isso significa muito para todos nós. Aqui no verão a gente sofria muito com a poeira e no inverno era a lama. Agora, tudo está melhor e todo mundo está feliz com achegada do asfalto” explicou Adriano Silva, que reside na localidade há três anos.

Edson também explicou que, após concluídos os trabalhos no bairro Motocross, será a vez do bairro Vale do Sossego receber a massa asfáltica. “Já estamos fazendo a terraplanagem lá, mas as chuvas atrasaram um pouco o nosso trabalho. Assim que tivermos uma pausa nas águas, vamos retomar os trabalhos.”

Por sua vez, o bairro Jardim Florido, que recebe a pavimentação por meio de um convênio entre a Prefeitura de Canaã e o governo do estado, já está em processo de terraplanagem e também aguarda uma trégua no período chuvoso para a conclusão do asfaltamento.

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016