On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Sem anestesistas, moradores de Mosqueiro temem pelos partos na Ilha

Os problemas na saúde de Belém, tão comumente denunciados pela população, ganhou um novo episódio desde a semana passada com a suspensão dos serviços de anestesia no distrito de Mosqueiro. Por conta da situação até mesmo os partos estão sendo comprometidos, garante uma moradora.

Segundo a mulher, que preferiu não se identificar por temer represálias, na noite de terça-feira (28) uma gestante teve sério risco de morrer após chegar no Hospital Geral de Mosqueiro em trabalho de parto, no entanto, por falta de anestesistas, ela não pode ser atendida sendo transferida para Belém.

"A situação está cada dia pior. Já não bastasse a falta de medicamento, a péssima qualidade de atendimento e agora isso. Não funciona mais nada", lamentou.

A mudança de local das consultas pode ser outro problema que a moradora acredita que esteja para ocorrer.

“A prefeitura quer a transferência das consultas para o Maracajá. Para uma unidade de saúde que não apresenta estrutura para atender todo o Mosqueiro”, completou.

Pacientes são obrigados a esperar em pé pela consulta ou atendimento (Foto: reprodução/WhatsApp)

 

PROTESTOS

Devido aos últimos acontecimentos que intensificou o caos na saúde de Mosqueiro, os moradores afirmam que vão fazer protestos contra a prefeitura de Belém até que os problemas sejam sanados.

A mesma moradora informou que está nos planos fazer uma manifestação na manhã desta quinta-feira (30) onde o Portal, passagem de acesso à Ilha, deverá ser fechado.

 

(DOL)

Avalie este item
(0 votos)
Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink