A Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) confirmou mais quatro casos do novo coronavírus no estado. A informação foi divulgada pelas redes sociais da Sespa pela tarde e atualizada na noite desta quinta-feira (2). Com as atualizações, o Pará registra agora 49 infectados pelo vírus.

De acordo com a Sespa, três pacientes são idosos. Veja os novos casos:

 

  • Homem, 65 anos, de Belém.
  • Homem, 64 anos, de Belém.
  • Homem, 64 anos, de Ananindeua.
  • Mulher, 26 anos, de Belém.

 

A Sespa não informou como esses pacientes contraíram o vírus, se foi um caso importado ou por transmissão comunitária. Além disso, não há informações sobre o estado de saúde dos infectados.

O Pará possui um óbito registrado pela Covid-19. Além disso, 43 casos seguem em análise e 952 foram descartados, de acordo com o último boletim da Sespa, às 19H.

 

Fonte: G1 Pará

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração do Pará (Seplad) informou que estendeu por mais 15 dias a suspensão das perícias médicas presenciais à servidores pelo órgão em Belém, Bragança, Conceição do Araguaia, Cametá, Tucuruí, Marabá e Santarém.

De acordo com a Seplad, a decisão faz parte das ações de prevenção e combate à propagação do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

Durante o período de suspensão do órgão, os servidores devem encaminhar seus atestados médicos e odontológicos, de até 30 dias de afastamento, ao Departamento de Recursos Humanos do órgão no qual está lotado, para que sejam encaminhados à Diretoria de Saúde Ocupacional (DSO) e homologados. Os atestados enviados devem ser legíveis e compatíveis com os originais. Qualquer dúvida entrar em contato pelo número (91) 3194 1001/1002.

 
Fonte: G1 Pará - Belém

“Oficialmente, nós declaramos que o Pará passa a ter transmissão comunitária”, informou o governador do Estado, Helder Barbalho, no início da transmissão ao vivo, que realizou no fim da tarde desta segunda feira (30), direto do Palácio do Governo. O Boletim Epidemiológico de hoje foi fechado por volta das 18 h, quando a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou mais seis novos casos positivos de Covid-19, dos quais dois não viajaram, não sendo possível identificar a origem da transmissão. Até hoje, o Pará tem 26 casos confirmados da doença, 688 casos descartados e 47 em análise.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame, explicou que a partir de agora os números de casos confirmados devem aumentar, tornando ainda mais importante as medidas restritivas de isolamento e distanciamento social. “Temos dois homens, um de 53 e outro de 34 anos, que deram resultado positivo. São sintomáticos, coletaram as amostras e não conseguem identificar quem, dentro de seus contatos, possa ter lhes contagiado. Do ponto de vista prático não muda nenhuma medida. A sua autoproteção e a de seus familiares continua sendo essencial”, ressaltou o secretário.

Prorrogação da suspensão de aulas – Helder Barbalho também anunciou que foi prorrogado, por mais 15 dias, o período de suspensão de aulas na rede estadual de ensino. De acordo com o Decreto nº 609, assinado no último dia 16 de março, as aulas ficariam suspensas até 31 de março. Mas a medida restritiva, que tem o objetivo de proteger a população da disseminação do novo Coronavírus, foi revisada em reunião com o Conselho Estadual de Educação e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A prorrogação passa a valer a partir de 1º de abril (quarta-feira).

“Estamos ampliando o prazo de suspensão das aulas da rede pública, nos ensinos fundamental, médio, técnico e superior. Portanto, será mantido até o dia 15 de abril”, reiterou o governador.

Todos em Casa pela Educação – Nesta segunda-feira (30) começaram a ser transmitidas as aulas do Programa Todos em Casa pela Educação, pela TV Cultura e internet. O aplicativo do programa foi baixado 9 mil vezes. A aula virtual também foi transmitida pelo Facebook da TV Cultura, assistida por 16 mil usuários, ao vivo.  

O Programa é uma parceria entre o Sistema Educacional Interativo da Seduc e a Fundação de Radiodifusão do Pará (Funtelpa), onde funciona a TV Cultura. Professores transmitem o conteúdo pedagógico explorando os recursos interativos e de imagem, para tornar as aulas mais atraentes. Tudo com participação, on-line, dos alunos. As aulas são ministradas das 15h30 até 17h30, divididas em dois blocos, um para o ensino fundamental e outro para o ensino médio.

Voo do Suriname – O governador voltou a falar sobre o voo oriundo do Suriname trazendo brasileiros, anunciado que a aeronave deve chegar a Belém na tarde desta terça-feira (31). “Eu falei com o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, para que o governo federal tomasse as providências a respeito dos passageiros que não são paraenses. Que fosse dada uma solução para que essas pessoas possam seguir com segurança até seu destino final”, ressaltou Helder Barbalho, lembrando que o Governo do Pará já apresentou à Justiça Federal uma Ação Cautelar para que a União seja obrigada a viabilizar essa logística.

Embora a aeronave tenha capacidade para 128 passageiros, até o momento foram confirmados 78 passageiros no voo, sendo 44 paraenses.

Em relação aos paraenses, o Estado deve recepcioná-los ainda no Aeroporto Internacional de Belém para identificar o quadro de saúde de cada um. Quem apresentar sintomas será encaminhado para exames. Quem não tiver sintomas vai assinar uma declaração, se responsabilizando a ficar em casa em quarentena. “Se infringir a lei, será responsabilizado. Iremos monitorá-los”, afirmou Helder Barbalho.

Via SMS – O governador também informou que os trabalhos de instalação dos hospitais de campanha começam nesta terça-feira (31), e anunciou uma parceria firmada com todas as operadoras de telefonia que atuam no Estado para o envio de mensagens, via SMS, a todos os celulares, dando informações e orientações de combate ao novo Coronavírus.

Essa parceria é a primeira desse tipo no Brasil, celebrada em função da pandemia de Covid-19.

 

Fonte: Agencia Pará

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 10h15 desta segunda-feira (30), 4.330 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil com 140 mortos, 98 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de Saúde do estado.

A secretaria estadual de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou a terceira morte nesta manhã. No Distrito Federal, subiu para 301 o número de casos. Em Mato Grosso, nova atualização da secretaria aponta 16 casos. No Amapá, o número de casos dobrou e chegou a 8. Goiás já tem 60 casos da doença confirmados.

Em São Paulo, duas mortes foram confirmadas: uma por um hospital e outra por uma universidadesomando 98. Os casos ainda não foram contabilizados pela secretaria.

O Rio de Janeiro confirmou mais 42 casos e quatro mortes neste domingo. O total é de 17 mortes e 600 casos no estado.

Ministério da Saúde atualizou seus números na tarde de domingo (29), informando que o Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

 

Fonte: G1 - SP  

O governador do Pará, Helder Barbalho, o secretário de estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame e o presidente da Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), Marcos Brandão, se reuniram no início da tarde deste sábado (28) para alinhar a produção de dois aplicativos: um para orientar a população sobre a covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) e o outro para informar detalhes sobre os locais disponíveis para a vacina contra a gripe.

As duas plataformas têm o objetivo de levar à população informações importantes no combate ao novo coronavírus, com dados e monitoramento da Sespa. Um recurso é o questionário ao qual o usuário com dúvidas se está ou não com o novo coronavírus poderá responder on-line e, com base na análise de suas respostas, saber se deve ou não procurar uma Unidade Básica de Saúde. 

Segundo Marcos Brandão, presidente da Prodepa, na próxima segunda-feira (30) devem ser alinhados os detalhes para colocar em funcionamento os aplicativos. “Fizemos hoje uma pré-definição com a Sespa e, ao longo da semana iniciaremos os estudos para viabilizar a criação do aplicativo e outras plataformas que permitam ao usuário conversar com esse assistente virtual, relatar os seus sintomas e, a partir disso, ter um direcionamento para o seu caso”, explicou.

O outro app que está em fase de estudos é direcionado para a campanha de vacinação contra a gripe. A plataforma desenvolvida pela Prodepa poderá mostrar os postos de vacinação mais próximos da localização do usuário, a quantidade de vacinas disponíveis e onde o atendimento é feito de forma presencial ou no sistema drive thru.

O aplicativo atenderá usuários em todos os municípios do Pará. “Isso vai dar uma flexibilidade muito grande ao atendimento do público e ajudar o cidadão a identificar o local para onde deve se dirigir. Por outro lado, os órgãos de saúde poderão ter um controle dos estoques, saber quais postos têm vacinas disponíveis ou onde as doses estão acabando para garantir a rápida reposição”, ressaltou Marcos Brandão.

Os dois aplicativos estão sendo programados para as plataformas Android e IOS, e irão funcionar com base na localização dos aparelhos telefônicos em todo o território do Pará.

Fonte: Agencia Pará

Dados obtidos até esta terça-feira (24) mostram que o Pará não apresenta nenhum caso de contágio pelo novo Coronavírus nas unidades prisionais do Estado. E para continuar prevenindo o contágio, já foram tomadas várias medidas, além da criação do Protocolo de Atendimento ao Coronavírus (Covid-19). No Pará, 1.126 custodiados pertencem aos grupos de risco.

Ações de prevenção vêm sendo realizadas diariamente, informou o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Jarbas Vasconcelos. "Todos os custodiados do Estado que se enquadram no grupo de risco já estão em alas separadas. Tanto na Região Metropolitana de Belém como no interior há uma unidade para receber os novos presos e uma destinada a receber casos suspeitos ou confirmados de Covid-19. Também estamos dando, de forma intensiva, orientações sobre os cuidados necessários, tanto para os internos, quanto para os servidores. A saúde dos internos e a garantia da segurança pública são a nossa maior preocupação", reiterou o secretário.

Duas unidades prisionais da Região Metropolitana de Belém (RMB) estão sendo preparadas para atender casos suspeitos. Há estrutura, equipamentos e profissionais capacitados para oferecer atendimento, se houver necessidade.

Na última segunda-feira (23), a Seap solicitou ao Laboratório Central do Pará (Lacen) a capacitação de seu corpo técnico de saúde para realizar a coleta de material de casos suspeitos.

Leitos - A diretora de Assistência Biopsicossocial, Sandra Costa, informou que as unidades prisionais para atendimento dos suspeitos serão entregues ainda nesta semana. As duas oferecem 12 leitos e materiais técnicos. "Estamos trabalhando conforme orientações dos ministérios da Saúde e da Justiça e Segurança Pública. Além disso, para as demais unidades distribuímos máscaras cirúrgicas para os internos, familiares e servidores, e estamos dando orientações sobre os cuidados de higiene e prevenção", acrescentou.

Ainda como medidas de prevenção, a Seap entregou equipamentos de proteção individual (EPIs) para todos os servidores operacionais e administrativos; garantiu equipe técnica capacitada para triagem dos custodiados que chegam ao sistema com sintomas similares à Covid-19; suspendeu as saídas temporárias e realiza ações de conscientização para prevenção de contágio.

Isolamento - A crescente padronização das unidades prisionais do Estado, realizada pela Seap, permite maior controle do sistema prisional, por meio da efetivação de procedimentos que contribuem para o bom funcionamento das unidades. Em março foi possível concluir a triagem de todos os custodiados do sistema e o isolamento, conforme situação processual.

Segundo artigo 84 da Lei de Execução Penal, o preso provisório fica isolado daquele condenado por sentença transitada em julgado. As ações estão de acordo com a legislação e garantem maior segurança e dignidade à população prisional. São mais de 20 mil pessoas privadas de liberdade em ambientes distintos.

A triagem também permite ampliar a assistência biopsicossocial, como a que está sendo realizada para identificação de casos suspeitos de Covid-19.

Fonte: Agência Pará

Professores e doutorandos de Farmácia da Universidade Federal do Pará tomaram a iniciativa de produzir álcool gel para suprir as necessidades de higiene das unidades acadêmicas da Instituição e dos hospitais universitários. O anúncio foi feito nesta terça-feira (24).

A proposta da produção semanal, inicialmente, será de 200 quilos, no entanto poderá ser aumentada de acordo com as demandas da Administração Superior da UFPA.O álcool gel será destinado para uso dos Hospitais Universitários João de Barros Barreto (HUJBB) e Bettina Ferro de Souza (HUBFS), e para unidades acadêmicas, como núcleos, institutos, faculdades, prédios administrativos, bibliotecas, entre outros.

O processo de produção do álcool será realizado no Laboratório de Tecnologia de Fitoterápicos (LTFito) da Faculdade de Farmácia, seguindo as diretrizes das Boas Práticas de Manipulação.

A iniciativa foi idealizada pelos professores José Otávio Carréra, farmacêutico responsável e coordenador do projeto; Mauro Sérgio Marques, da disciplina de Tecnologia Farmacêutica; e Roseane Ribeiro, da disciplina Garantia da Qualidade de Produtos e Insumos Farmacêuticos e Cosméticos. A equipe envolvida na produção é formada por docentes e discentes de pós-graduação que trabalham na área da Saúde. A proposta foi apresentada na última semana à Reitoria da UFPA, que a aprovou e viabilizou os meios para a produção.

 
Fonte: G1 Pará

No Pará, o álcool em gel, produto usado na proteção ao novo Coronavírus, agora é item da cesta básica. Na noite desta segunda-feira (23), o governador Helder Barbalho assinou um decreto, já publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), que autoriza a inclusão na cesta básica do álcool em gel,e ainda do álcool 70%, hipoclorito de sódio 5%, luvas e máscaras médicas. Conforme o decreto, o percentual do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em cada produto cai de 17% para 3%, barateando o valor final para o consumidor.

A iniciativa do governador paraense entra no pacote de ações que o Estado tem colocado em prática desde a semana passada para enfrentamento ao novo Coronavírus, causador da Covid-19. "Eu tentei convencer os demais estados à isenção total, ou seja, a zerar esse imposto, mas para isso a decisão tinha que ser unânime, aceita por todos os demais estados, e não foi o que aconteceu", explicou Helder Barbalho em transmissão pelas redes sociais, na noite de hoje. 

"Como não podemos zerar a cobrança do imposto, ou sofreremos sanção por parte do Ministério da Economia, reduzimos ao nosso limite, de 3%, o que já deve garantir a redução do preço desses produtos", reforçou o governador.


Fonte: Agência Pará 

Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) informou nesta terça-feira (17) que, após nova avaliação do Comitê de Acompanhamento do novo coronavírus (Covid-19), decidiu suspender todas as atividades e eventos acadêmicos, em todos seus campi, inicialmente no período de 19 a 31 de março. O Comitê está em constante atividade e até o dia 31 de março emitirá novas orientações sobre o referido prazo.

Com isso, também estão suspensas as aulas da instituição em Canaã dos Carajás, e a aula inaugural dos novos cursos, que estava prevista para 26 de março. As atividades administrativas, para docentes e técnicos, serão preferencialmente desempenhadas remotamente durante esse período, conforme orientações que serão divulgadas até amanhã (18).

O Comitê irá consultar os gestores de todas as unidades acadêmicas e administrativas para avaliar como será o funcionamento das atividades essenciais, que não puderem ser realizadas remotamente, em consonância com as Instruções Normativas vigentes e as medidas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

Alunos e servidores devem atender a recomendação de permanecer em suas residências, evitar aglomerações e acompanhar novas orientações. Colaboradores que prestam serviço terceirizado irão receber devidas orientações da Administração.

Viagens de servidores e discentes, à serviço ou estudo, estão suspensas, a não ser em casos considerados excepcionais, os quais deverão ser discutidos diretamente com o Comitê. Viagens por motivo particular não são recomendadas. Caso ocorram, devem ser informadas ao Comitê de Acompanhamento pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Leia mais:

Com informações da Unifesspa.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) confirmou, nesta sexta-feira (20), o segundo caso de paciente contaminado pelo novo coronavírus (Covid-19) no estado. De acordo com o órgão, paciente é mulher, possui 36 anos, chegou em Belém dia 14 e esteve no Rio de Janeiro e São Paulo. Ela apresentou tosse, febre e dores no corpo, mas seu quadro é estável e está em isolamento domiciliar.

Na quarta-feira (18), Sespa confirmou o primeiro caso em Belém. O paciente é homem de 37 anos e contraiu a doença durante o carnaval, no Rio de Janeiro.

Em coletiva de imprensa realizada na quarta-feira, o governador Helder Barbalho informou que o paciente contaminado voltou para Belém no último dia 2, e começou a apresentar os sintomas no último dia 6. O paciente procurou a emergência da Unimed com síndrome aguda do sistema respiratório e foi internado no Hospital Geral da Unimed. Ele recebeu alta na quarta-feira e está em casa, em isolamento domiciliar. O quadro atual do paciente foi classificado como "leve ou moderado".

 
Fonte: G1 Pará
Página 1 de 19
Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink