Cinefront 2019: em sua 5ª edição, Festival de cinema da Unifesspa homenageia a CPT

No próximo dia 12 de abril, a Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) inicia a 5ª edição do seu Festival Internacional Amazônida de Cinema de Fronteira (FIA Cinefront).

O Cinefront é um evento organizado pela Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis (Proex) da Unifesspa em parceria com movimentos sociais, outras universidades e a Secretaria Municipal de Cultura de Marabá, ofertando sessões gratuitas de cinema com caráter de mostra e debate de obras cinematográficas que abordam a realidade de regiões consideradas de fronteiras, como a Amazônia.

Sempre em abril, o Cinefront integra o calendário de eventos realizados em referência à Semana da Luta pela Terra. Em âmbito nacional, a ação principal é a Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária (JURA), e na Unifesspa, é a Semana Camponesa, realizada em memória do Massacre de Eldorado dos Carajás, ocorrido em 17 de abril de 1996.

Este ano, o Festival faz homenagem à Comissão Pastoral da Terra (CPT), entidade ligada à Igreja Católica, que desde a década de 1970 realiza trabalho de base junto aos trabalhadores rurais, posseiros e peões, sobretudo, na Amazônia, explorados em seu trabalho, submetidos a condições análogas ao trabalho escravo e expulsos das terras que ocupavam.

A CPT destaca-se no meio cinematográfico como colaboradora em documentários que envolviam o trabalho da própria pastoral junto às comunidades camponesas e na defesa dos direitos humanos. E, desde 2006, é produtora de documentários, reconhecendo o potencial do cinema como um instrumento político-pedagógico.

Por isso, o cartaz do Cinefront, com imagens cedidas pela CPT do ato em memória ao Massacre de São Bonifácio, em analogia ao filme “Igreja dos Oprimidos” (1985), de Jorge Bodanzki. A obra narra as atividades dos padres católicos ligados à Teologia da Libertação e à CPT que auxiliavam os camponeses em sua organização política e nas denúncias dos assassinatos de líderes sindicais cometidos por pistoleiros.

 
Assessoria de Comunicação (Ascom)
Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa)
Avalie este item
(0 votos)