Amigos e familiares do patinador Wellison Farias Azevedo estão organizando uma manifestação que será realizada na noite desta quarta-feira em Parauapebas (12). Wellison, de apenas 16 anos de idade foi atingido em cheio por um veículo na madrugada de sexta-feira para sábado (8) enquanto patinava na PA-275. O ponto de encontro será às 20h na Rua 16, com a PA-275, próximo do local do acidente.

O jovem foi atropelado por um veículo (Honda Civic, de cor prata) que era conduzido por Marcelo Napoleão Andrade, de 38 anos de idade, natural de Teresina- Piauí. Marcelo se apresentou espontaneamente no dia seguinte na 21ª Seccional de Polícia Civil em Marabá, cerca de 160 KM de Parauapebas.

Wellison continua internando na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral de Parauapebas, onde deu entrada em estado grave, com traumatismo craniano, perfuração no pulmão e as duas pernas quebradas.

De olho na terceirização do Hospital Geral de Parauapebas (HGP) o Ministério Público do Estado do Pará, na pessoa do promotor de justiça, Hélio Rubens convocou a população parauapebense para participar de uma audiência publica nesta quarta-feira (12) no Centro Universitário de Parauapebas. O intuito da audiência é tratar da elaboração do contrato de gestão do HGP. A partir deste contrato é que serão fixadas todas as metas dos serviços prestados pelo hospital pela organização social (OS) ganhadora da licitação em parâmetros quantitativos e qualitativos.

Em uma entrevista exclusa, no último dia 6/12 o Promotor de Justiça Hélio Rubens explicou sobre importância da participação da população na audiência, pois quanto mais o contrato espelhar a necessidade real da população, mais eficiente ele será no processo de prestação de serviço.

Primeira fase

O promotor explicou que esta já e a terceira audiência promovida, entre Ministério Público e Prefeitura Municipal, as duas anteriores foram para tratar da escolha da OS que irá prestar os serviços ao município.  Para a justiça este processo é denominado de Qualificação. “Neste procedimento não se atribui nenhum serviço para estas organizações, dar-se apenas um ‘carimbo’ para saber quais cumprem determinados requisitos, ou não. A partir de então pode se pode firmar um possível contrato de gestão”, esclareceu o promotor.

As duas primeiras audiências trataram sobre tais exigências que seriam estabelecidas para a qualificação das OS’s quanto ao plano de trabalho, nohall e preço do serviço.

Segunda fase

Hélio Rubens também esclareceu que após o certame de qualificação, uma das três OS’s consegue atender os requisitos para a prestação do serviço, no entanto, a segunda colocada entrou com recurso, que está aguardado o julgamento da administração pública, ou seja, pode ser que a OS que recorreu também esteja qualificada e as duas disputarão quem ganha o contrato.

As OS’s, independentemente da vencedora da licitação, ou não, apresentam um plano de trabalho e o município, com base em um termo de referência e nas premissas da lei, elaborar um contrato de gestão. O próximo passo da administração é julgar o que for mais eficiente: prestar o melhor serviço pelo menor preço.

“O contrato precisa ser muito claro. Os parauapebenses estão sendo convocados exatamente para ajudar na elaboração do conteúdo dele, pois é a comunidade quem sabe mais que eu, ou o gestor, qual é realidade da saúde no município. Quanto mais transparente for, mais fácil será para a população e para Ministério Público controlar”, destacou o promotor.

Se consolidada, esta será a terceira vez que o HGP é administrado por uma empresa terceirizada. Com históricos frustrados, as terceirizadas anteriores não conseguiram administrar o hospital até o fim de seus respectivos contratos.

Hélio Rubens, promotor de justiça.

 

A audiência está acontecendo neste momento no auditório de Centro Universitário de Parauapebas.  

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

O Instituto Federal do Pará (IFPA), por meio da Pró-reitoria de Extensão (Proex), publica o edital do Processo Seletivo Simplificado para Seleção de Estagiários para o campus Parauapebas. As vagas são para o estágio obrigatório para estudantes de nível técnico do IFPA. A seleção compreende a análise do Histórico Escolar, análise percentual de integralização curricular e entrevista. A carga horária poderá ser de 20 ou 30 horas semanais, com horários compatíveis com o horário escolar do estagiário.

No campus Parauapebas, são oferecidas 12 vagas para os estudantes dos cursos técnico em Mecânica, sendo três vagas para o Laboratório de Soldagem, três vagas para o Laboratório de Ferragem, três vagas para o Laboratório de Caldeiraria e Corte e três vagas para Laboratório de Tornearia e Fresadura.

CLIQUE AQUI E ACESSE O EDITAL

Para participar é preciso ser estudante do IFPA com frequência regular e ter idade mínima de 16 anos.  O aluno precisa estar cadastrado no portal do CIEE através do endereço eletrônico: HTTPS://portal.ciee.org.br. É preciso ir até o setor de estágio do  campus  no período de 05/12/2018 a 07/01/2019, para  realizar a inscrição e a entrega da documentação:

-Formulário de inscrição (disponível no Anexo I deste edital);

-Documento oficial de identidade com foto (original e cópia);

-CPF (original e cópia);

-Atestado de matrícula;

-Histórico Escolar atualizado;

-Declaração da coordenação do curso Comprovando que o candidato está apto a realizar o estágio.

A Central do Cadastro Único da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) da Prefeitura de Parauapebas informa aos idosos e pessoas com deficiência, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que todos precisam fazer ou atualizar o seu CadÚnico para manter o benefício.

Para isso, basta procurar a Central do Cadastro Único na Semas, localizada na rua E, nº 699, bairro Cidade Nova.

Para continuar recebendo o BPC/LOAS é de fundamental importância a atualização. Quem não estiver com o Cadastro Único atualizado até o dia 21 deste mês terá o seu benefício cancelado.

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

O líder do legislativo municipal, Luiz Alberto Moreira Castilho (Pros) é o mais novo presidente da Câmara Municipal para o biênio 2019/2020. Ele foi eleito com 09 dos 15 votos dos demais vereadores.

A mesa diretora teve ao todo cinco candidatos para o cargo de presidente: Ivanaldo Braz (sem partido), João do Feijão (PV), José Pavão (MDB), Zacarias Marques (sem partido) e Luiz Castilho (Pros), que em seu primeiro mandato como parlamentar, já ocupa o cargo mais alto no legislativo municipal.

Horácio Martins (PSD)

Horácio Martins (PSD)

Para a vice-presidência da mesa diretora houve empate de cinco votos entre os candidatos, Horácio Martins (PSD), Francisca Ciza (DEM) e Marcelo Parceirinho (PSC). Como desempate foi usado como critério, a idade dos candidatos a vaga, sendo assim, quem assumiu foi Horácio Martins, vereador mais velho, que passa a ocupar o cargo a partir de 2019.

Eliene Soares (MDB)

Para primeiro-secretário a disputa ficou entre as vereadoras, Eliene Soares (MDB) e Joelma Leite (PSD), onde a candidata do MDB foi eleita com oito votos a favor e 7 contra.

Kelen Adriana (PTB)

Já a disputa para o cargo de segundo-secretário, houve apenas uma candidata inscrita, sendo esta a vereadora Kelen Adriana (PTB) que foi eleita em chapa única com 15 votos a favor.

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Com o objetivo de desenvolver habilidades e competência nos estudantes, como o domínio da escrita e o gosto pela leitura, a rede pública municipal de ensino tem incentivado a produção textual por meio das mais variadas formas: conteúdos, projetos, sequências didáticas etc.

As sequências didáticas são um “conjunto de atividades” de um tema, cujo objetivo é ensinar um conteúdo, etapa por etapa. Neste semestre, aquelas desenvolvidas com os alunos dos 4° e 5° anos tiveram como tema os seguintes gêneros textuais: carta do leitor e artigo de opinião, respectivamente.

Segundo a equipe técnica da Secretaria Municipal de Educação (Semed), o trabalho realizado gerou ótimos resultados, originando mais de sete mil produções que versaram sobre o uso da internet, bullying, literatura regional, entre outras. Muitas se destacaram e chamaram a atenção dos educadores por demonstrarem domínio de conteúdo, criticidade e conhecimento da língua portuguesa.

“Não se trata de um concurso. A seleção ocorreu apenas para incentivarmos e valorizarmos a produção e o empenho dos discentes”, esclarece Leonardo Nery da Costa Cardoso, coordenador de língua portuguesa do Departamento de Ensino de 1° e 2° ciclos da Semed, informando que, apesar da seleção não ter tido esse caráter de competição, a Semed já estuda a possibilidade de ampliar a proposta, promovendo um concurso de produção textual em 2019.

A SELEÇÃO

Entre as milhares de produções, foram eleitas as que mais se destacaram em cada gênero textual. A seleção ocorreu em três etapas: a escola selecionou os melhores textos de cada turma, posteriormente elegeu os dois (um de cada gênero) que deveriam representar a instituição e uma comissão formada por técnicos da Semed, tendo como parâmetro os critérios das fichas de avaliação dos seus respectivos gêneros e uma avaliação criteriosa de especialistas em Língua Portuguesa, elegeu os primeiros colocados.

O pódio de melhor “carta ao leitor” ficou com a aluna Emily Vitória Ramos Silva, 4º ano, Escola Eurides Santana, com uma carta endereçada à escritora Sabrina Medeiros. Já o artigo de opinião “Internet: amiga ou inimiga?” de Ana Clara Braga Rufino Lima, 5º ano, Escola Terezinha de Jesus, conquistou o 1° lugar do gênero.

“Gosto de lê e escrever, mas apesar disso escrever a carta foi um desafio para mim”, diz Emily, descrevendo a emoção sentida ao descobrir que a sua produção foi selecionada. “Quero ser escritora e isso me incentiva ainda mais”. A professora da jovem, Marleide Freire de Oliveira, não esconde o orgulho pela conquista da estudante. “Esse é um trabalho muito interessante, pois as crianças aprendem na prática o que de fato é a leitura e a escrita e o resultado não podia ser melhor”.

Para Ana Clara o desafio não foi tão grande. “Foi fácil produzir. Observei com atenção a explicação da professora, fiz algumas pesquisas e acrescentei o que eu já sabia sobre o assunto”, descreve a estudante, para quem o resultado foi uma surpresa. “Eu li os textos dos meus colegas e também estavam ótimos, por isso me surpreendi com a notícia”.

“A proposta foi recebida com muita empolgação pela turma, mas eu não esperava textos tão bem escritos, ainda mais por causa das exigências de certas competências específicas do gênero”, afirma Sudanyra Sousa, professora de Ana.

 

Confira os textos:

 

Carta do Leitor

 

Parauapebas, 23 de novembro de 2018.

 

Senhora escritora Sabrina Medeiros,

 

Eu quero lhe parabenizar pelo seu lindo livro de poesias Parauapebas dos minérios e dos ipês.

Gostaria de ler mais livros seus, como: de aventura, emoções e medo. E também conhecê-la pessoalmente aqui na Escola Eurides Santana para saber mais de você, quem lhe incentivou a escrever ou a inspirou. Saber ainda o que você ganha quando escreve os seus livros.

Espero que você atenda os meus pedidos. Aguardo sua resposta.

 

Atenciosamente,

 

Emily Silva, 4º Ano-01, Escola Eurides Santana 

 

Artigo de opinião:

 

Internet: amiga ou inimiga?

 

Vivemos na era da informação e, com certeza, a Internet é o meio de comunicação que mais cresce atualmente. Dados recentes demonstram que mais de 25 milhões de pessoas acessam a Internet diariamente, com variados interesses e necessidades.

Muitas pessoas acessam a Internet de forma errada, porque, ao invés  de pesquisarem coisas como, por exemplo, livros para enriquecerem seus conhecimentos, preferem mandar mensagens para seus amigos ou jogar online.

A Internet se torna muito perigosa se não a usarmos de forma correta. Algumas pessoas usam perfis falsos para induzir crianças e adolescentes a praticarem ações que podem violentá-las moral e fisicamente. Por isso, pais ou responsáveis devem ficar bem atentos com quem seus filhos estão conversando.

O lado bom da Internet é que ela nos ajuda em pesquisas escolares, a ler livros online, dá notícias sobre o que ocorre no mundo inteiro. Mas, temos que usá-la com controle porque, mesmo se navegarmos em conteúdos que enriquecem o nosso conhecimento e não tivermos cuidado, isso pode virar um vício.

Portanto, a Internet é boa se a usarmos de forma correta e com muito controle. Mas se torna perigosa quando a usamos de modo inadequado, isto é, sem controle algum. Logo, devemos parar e refletir sobre como estamos utilizando a Internet, para não acabarmos viciados nela.

 

Ana Clara Braga Rufino Lima. 5º Ano-01, Escola Terezinha de Jesus.

 

 

 

 

Texto: Messania Cardoso

Fotos: Messania Cardoso e arquivo das escolas

 

 

Em funcionamento desde o último dia 26/11, a nova plataforma de emissão de notas ficais eletrônicas, em Parauapebas, passará a ser obrigatória para todas as empresas industriais, comerciais, prestadores de serviços públicos e órgãos púbicos a partir de janeiro de 2019. Quem não tiver cadastrado e devidamente credenciado, ficará impendido de emitir notas fiscais, Guias de ISS Próprio ou Retirado da Fonte, e Guia de Certificado de Alvará.

O Programa de Modernização da Administração Tributária visa reestruturar e melhorar a gestão do setor tributário municipal, trazendo modernas ferramentas tecnológicas, novos métodos para facilitar o fluxo de todos esses processos, modernizar a legislação, melhorar o atendimento aos contribuintes do município, garantindo eficiência na gestão pública do município.

Como vai funcionar?

Esta nova plataforma tecnológica possui diversos benefícios que, além de facilitar a vida das pessoas, também ajuda o município a gerir com mais eficiência e transparência os recursos oriundos de tributos. A plataforma contempla a Nota Fiscal de Serviços Digital (NFS-d), e ainda a Empresa Digital, o Domicílio Tributário Digital (DTD) e o Alvará Digital, entre outras atividades previstas.

E para facilitar a vida das empresas, a nova plataforma tecnológica (parauapebas.desenvolvecidade.com.br/nfsd) oferece um serviço de recadastramento eletrônico das empresas, credenciamento e acesso com senha e Certificado Digital ICP-Brasil, ambiente de notícias, acesso rápido para consulta de processos, consulta e obtenção do recibo de retenção na fonte, verificação de autenticidade da NFSd, dentre outras.

E para preparar os empresários, contadores, microempreendedores individuais e agentes fiscais para a novidade tecnológica. A Desenvolve - empresa contratada pela Prefeitura para implantar a nova plataforma - realizou cursos preparatórios, que contaram com a participação de cerca de 240 pessoas. Nos cursos foram apresentados a legislação federal e municipal, os processos relacionados à emissão, desde os requisitos iniciais, como o acesso ao sistema, o recadastramento eletrônico das empresas, credenciamento, escrituração, emissão de guias de ISS Próprio e Retido na Fonte, dentre outros.

O programa será implantado pela Desenvolve - Tributação Municipal Sustentável e conta com parceria do Conselho Regional de Contabilidade do Pará, Receita Federal, Sebrae, ADVB-PA, Faculdade Metropolitana, Sindicato dos Comerciantes de Parauapebas, Associação dos Contadores de Parauapebas e Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Estado do Pará (Sescon-PA).

A Nota Fiscal de Serviços Digital

É um documento fiscal de existência digital codificado em dígitos binários e acessado por meio de sistema computacional. Substitui as tradicionais notas fiscais de serviços impressas e se constitui como a maneira mais fácil e segura de registrar e armazenar as prestações de serviços, entre qualquer cidade brasileira e do exterior do país, sujeitas a tributação do Imposto Sobre Serviço - ISS.

O aplicativo foi customizado seguindo os padrões da Associação Brasileira das Secretarias de Finanças das Capitais - ABRASF e as normas instituídas na Lei Complementar Federal nº 116/2003, Lei Complementar Federal nº 123/2006, Lei Complementar Federal nº 128/2008, Lei Complementar Federal nº 139/2011, Lei Complementar Federal nº 147/2014 e legislação municipal. Está integrado ao Programa Gerador do Documento de Arrecadação do Simples Nacional - Declaratório - PGDAS-D e Sistema Único de Fiscalização e Contencioso do Simples Nacional - SEFISC da Receita Federal do Brasil - RFB. Realiza a gestão automática dos serviços cujo ISS deve ser recolhido no estabelecimento do prestador e/ou no local da prestação.

O objetivo do Portal é possibilitar agilidade, modernidade e eficiência no relacionamento com as pessoas jurídicas de dentro e de fora do município, relativas ao cumprimento das obrigações tributárias como: credenciamento e cadastro eletrônico das empresas, pagamento do ISS por meio do controle da alíquota aplicável, base de cálculo do imposto, local da prestação do serviço, substituição tributária, dentre outras. Viabiliza a autenticidade por meio de procedimentos e controle da escrituração dos serviços, a transmissão, o armazenamento, a manutenção e a preservação do documento fiscal em meio digital.

O credenciamento, cadastramento e recadastramento eletrônico são obrigatórios para todas as empresas comerciais, industriais e de serviços, inclusive os Microempreendedores Individuais - MEI, bem como, para todas as pessoas jurídicas de direito público municipal estadual e federal com sede no município de Parauapebas.

O aplicativo possui uma série de inovações e serviços que buscam facilitar o dia-a-dia das empresas e da administração fazendária municipal, tais como: Credenciamento e acesso com senha e Certificado Digital ICP - Brasil, legislação, manuais, área de notícias do fisco municipal, acessos rápidos para consulta do processo de credenciamento, consulta e impressão do recibo de retenção na fonte, consulta autenticidade da NFSd e consulta contribuinte substituto, dentre outras.

Além disto, o sistema disponibiliza em todos os documentos emitidos a possibilidade da leitura e consulta rápida, pelo Qr Code (código de barras bidimensional), para verificar a validade e autenticidade dos documentos.

A noite desta sexta-feira (07) foi mais do que especial para os 41 alunos concluintes do Ensino Médio e 25 alunos do 9º Ano do Colégio Sophos de Parauapebas. A cerimônia de formatura das turmas foi realizada na própria escola com muita emoção e alegria compartilhada entre os estudantes, amigos e familiares.

Para os alunos de 9° Ano, a alegria de início de férias e expectativa de iniciar mais uma etapa no próximo ano é algo que não se discute. Já para os formados da 3ª Séria do Ensino Médio, a gratidão pela recompensa do trabalho e muito esforço representam  mais um salto rumo a universidade.

Em seu pronunciamento, o Diretor Geral do Sophos, Jonas Cunha, parabenizou os alunos, professores, pais e colaboradores do Colégio e destacou que todos tiveram um papel fundamental para tal conquista. “A disciplina e determinação que todos vocês adquiriram, as tantas horas que ficaram acordados para tirar uma boa nota na prova proporcionaram a vocês, alcançarem este momento. O conhecimento adquirido ninguém irá tirar de vocês. Esta ‘musculatura’ esculpida com muito esforço lhes proporcionarão muitas conquistas nas próximas etapas de suas vidas”, disse Jonas.

Jonas Cunha,, Diretor Geral do Sophos. 

Turma do 9º ano (Fundamental).

Turma da 3ª série do Ensino Médio.



 

Nesta sexta-feira (7) um grave acidente foi registo na PA-275, em Parauapebas. Wellison Farias de Azevedo, de apenas 16 anos de idade foi atingido em cheio por um veículo que entrou na contramão para fazer uma ultrapassagem. O condutor do automóvel fugiu do local sem prestar socorro.

Ele teve as duas pernas quebradas, forte anemia, devido a grande perda de sangue e, Informações extraoficiais de amigos do jovem acrescentam que ele também estaria com traumatismo craniano, lesões no pulmão e na coluna.

Wellison precisa realizar duas ressonâncias magnéticas em hospitais particulares, pagas por amigos e familiares, porque o Hospital Geral não tem o equipamento para realizar tal procedimento.

Wellison patinava na PA-275 com um grupo de amigos. As fortes cenas foram filmadas por uma integrante do grupo enquanto gravava um vídeo da equipe. O motorista do veículo (Honda sedã de cor prata) fazia uma ultrapassagem em alta velocidade quando atingiu o rapaz. O condutor fugiu do local sem prestar socorro.

Nota da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA) à imprensa sobre o caso:
 
A Secretaria de Saúde (Semsa) informa que o menor W. F. A., vítima de atropelamento em acidente registrado na noite desta sexta-feira, 7, para hoje,8, deu entrada no Hospital Geral de Parauapebas (HGP) com quadro clínico grave, às 0h38.

O paciente encontra-se sob os cuidados da equipe médica na Unidade de Terapia de Intensiva (UTI), onde passou por avaliação ortopédica, neurológica, além da equipe de cirurgia geral e deverá passar por exames de imagens assim que houver estabilização do quadro de saúde.

Os exames são fundamentais para apontar o tratamento adequado para a melhor recuperação do paciente, juntamente com o trabalho que está sendo desempenhado pela equipe médica da unidade.

 
Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Era por volta das 22h40, desta quinta-feira (06) quando a equipe de investigação da 20ª Seccional, sob plantão do delegado, Gabriel Henrique prendeu em flagrante, Bruno da Silva Martiniano, de 20 anos de idade, acusado de ser o autor dos disparos que matou Juvêncio Teixeira Barroso, 26. Juvêncio foi executado com três tiros na cabeça cerca de duas horas antes, quando saía da escola no bairro Betânia, em Parauapebas.

O crime aconteceu por volta das 20h30 na Rua Matusalém, quando a vítima caminhava pela rua no sentido a sua residência, retornando da escola, momento em que foi abordado pelo acusado que já o aguardava.

Ao se aproximar do estudante, o assassino o obrigou a se deitar no chão e realizou quatro disparos de revólver calibre 38, destes, três atingiram o lado esquerdo da cabeça de Juvêncio que morreu na hora.

Com base em informações colhidas pela equipe de investigadores de Polícia Civil no local do crime, os investigadores chegaram até o Residencial Alto Bonito, onde mora uma mulher identificada por Karolaine Rodrigues da Silva, de 20 anos, que, segundo as investigações seria ex-namorada de Juvêncio, com quem tem ele um filho.

Já preso e ouvido pelo delegado plantonista, Bruno Silva, confessou que matou Juvêncio Teixeira, porque havia tomado conhecimento de que ele tinha falado que iria lhe matar, por estar namorando Karolaine Rodrigues, sua ex.

Na residência de Karolaine, os policiais encontraram o revólver usado no crime com duas munições intactas, além de uma pequena porção de maconha prensada. Com base no flagrante achado na residência, a mulher  também foi conduzida para a delegacia onde foi ouvida em depoimento.

Juvêncio foi executado com três tiros na cabeça.

 

(Reportagem Caetano Silva)

Página 1 de 54