On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Prefeitura Municipal de Parauapebas apresentará nesta quarta-feira, 17, a avaliação ambiental estratégica referente ao Projeto de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (PROSAP).

A participação da comunidade é muito importante no processo de implantação do projeto, já que ele atinge diversas áreas do município. Diante disso, uma audiência pública será realizada nesta quarta-feira, 17, às 18h, na quadra de esportes da escola Chico Mendes, localizada no bairro Cidade Nova.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

Com o objetivo de realizar uma educação mais inclusiva no município, a prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Educação (Semed), irá realizar nesta quarta-feira, 17, a Jornada Pedagógica 2018, um importante evento para a difusão de conhecimentos e práticas de ensino para os profissionais de educação da cidade.

Trazendo o tema: “O PME na perspectiva da inclusão: Educação não é herança, é direito”, a Jornada Pedagógica 2018 visa oportunizar um espaço de debate, para educadores de diversas localidades, tanto da zona urbana como da zona rural. A palestrante da Jornada Pedagógica será Jurema Ribeiro, graduada em Serviço Social pela Universidade Federal do Pará (UFPA), com mestrado em Metodologias do Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

O evento Jornada Pedagógica 2018 acontece nesta quarta-feira, 17, no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC), com início às 8h30 e término às 10h30. Já para unidades educacionais indígenas, o evento será realizado das 16h às 18h, no mesmo local.

Redação

A delegação do Parauapebas enfrentou mais de 700 quilômetros de viagem e desembarcou na capital Belém às 6h desta terça-feira, onde jogará diante do Paysandu, na quarta, pela estreia no Campeonato Paraense 2018. Os jogadores e a comissão técnica tiveram 11 horas de viagem para o confronto. O treinador Léo Goiano deixou as dificuldades de lado e garantiu o PFC preparado para a partida no Estádio da Curuzu.

– A expectativa é boa, de um jogo difícil contra uma grande equipe. Nós aproveitamos bem a pré-temporada, fizemos um grande trabalho. Os atletas têm muito claro tudo aquilo que é necessário fazer para que a gente possa realizar um grande jogo na Curuzu.

No grupo, Léo Goiano conta com atletas conhecidos do futebol do Pará, como o volante Augusto Recife, e os atacantes Will e Heliton, todos com passagem pelo Papão. O comandante do Pebas afirmou que já sabe qual o time será escalado contra o adversário bicolor, porém, preferiu manter o mistério até minutos antes do embate. "Definido, mas vamos aguardar momentos antes da partida para divulgar. Vamos fazer um suspense para que a gente possa surpreender o adversário".

 

Fonte: Globo Esporte

 

Com a escassez de concursos federais no país, os candidatos que buscam uma vaga no serviço público terão de ficar de olho principalmente nas seleções estaduais e municipais. Nessas duas esferas, segundo levantamento do G1 em todos os estados, o total de vagas chega a 61,5 mil vagas (veja lista completa abaixo).

Mesmo com a restrição em decorrência do ajuste fiscal para equilibrar as contas públicas, alguns órgãos federais aguardam autorização para realizar concursos, entre eles IBGE, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, Ministério da Fazenda e Banco Central, cujas seleções costumam ser bastante disputadas (veja lista abaixo).

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informa que não antecipa informação sobre pedidos de concursos sob análise. O total de vagas previstas entre os órgãos que aguardam autorização do governo federal e os que já foram confirmados chega a 17,3 mil.

Assim, somando os poderes municipal, estadual e federal, o total de vagas chega a 78,8 mil.

Restrição federal

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão informa que em 2018 os concursos públicos nos órgãos do Poder Executivo Federal permanecem restritos em decorrência do ajuste fiscal. Dentro desse cenário, o ministério poderá conceder novas autorizações, mas apenas em caráter excepcional, por medida de absoluta necessidade da administração e desde que asseguradas as condições orçamentárias.

No entanto, em outubro do ano passado, o ministro Dyogo Oliveira informou que o governo federal voltará a fazer concursos públicos em 2018. Nos últimos três anos, o governo federal abriu poucos concursos, a maior parte para substituir terceirizados ou contratar temporários, em razão da piora nas contas públicas. Oliveira diz que a abertura de vagas neste ano será limitada ao número de servidores que deixarem os cargos.

Não há definição de órgãos que abrirão os concursos, mas, segundo ministro, mesmo que saia servidor, não necessariamente haverá reposição, e poderá haver contratação em órgãos que não tenham remoção ou saída. Até 2027, quase 40% dos servidores públicos do Executivo Federal, cerca de 216 mil pessoas, deverão se aposentar, segundo o próprio governo.

Orçamento para concursos

De acordo com o anexo V da Lei Orçamentária Anual, o governo federal pode contratar até 20.298 servidores por concurso público no Executivo neste ano para ocupar cargos que já existem e estão vagos ou substituir terceirizados.

Desse total, 1.533 são para o efetivo militar, 17.078 são para cargos civis, 320 são para substituição de terceirizados e 1.367 são para policiais civis, militares e bombeiros do Distrito Federal. Não existe previsão de criação de cargos para o Poder Executivo no Orçamento de 2018, segundo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Nos Poderes Legislativo e Judiciário, que poderão autorizar as contratações de forma independente, são 1.116 vagas. Para o Ministério Público da União e Conselho Nacional do Ministério Público, estão previstas outras 25 e, para a Defensoria Pública da União, mais 14 vagas. Há ainda previsão de criação de vagas no Poder Judiciário (5.028) e na Defensoria Pública da União (1.507).

Eleições restringem nomeações

Como neste ano haverá eleições para presidente, governadores e Congresso Nacional, haverá restrição na nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem o pleito, marcado para 7 de outubro, até a posse dos eleitos, ou seja, de 7 de julho a 1º de janeiro de 2019.

A restrição das contratações vale para a esfera em que ocorre a eleição, no caso deste ano, nos âmbitos federal e estadual - no âmbito municipal, as nomeações ocorrem sem restrições. Mas caso a homologação do concurso (divulgação do resultado final) seja feita até três meses antes das eleições, ou seja, até 7 de julho, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano.

Veja abaixo os concursos previstos nas esferas federal, estadual e municipal:

Concurso federais (que aguardam autorização e previstos):

Advocacia-Geral da União (AGU)
100 vagas de nível médio e superior

Salário: de R$ 4,1 mil a R$ 6,2 mil

Banco Central
990 vagas – 150 para técnico, 800 para analista e 40 para procurador

Nível de escolaridade: médio e superior

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit)
367 vagas: 137 para técnico administrativo e de suporte em infraestrutura de transporte e 230 para analista administrativo e de infraestrutura em transporte

Nível de escolaridade: médio e superior

Departamento Penitenciário Nacional (Depen)
1.430 vagas – 1.300 para agente federal de execução penal, 100 para especialista e 30 para técnico

Nível de escolaridade: médio e superior

Fundação Nacional de Saúde (Funasa)
459 vagas – 251 para agente administrativo e 208 para cargos de diversas formações de nível superior

Nível de escolaridade: médio e superior

Ibama
1.630 vagas - 610 para técnico administrativo, 270 para analista administrativo e 750 para analista ambiental

Nível de escolaridade: médio e superior

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
1.800 vagas para técnico e analista
Nível de escolaridade: médio e superior

Ministério da Fazenda
1.312 vagas – 904 para assistente técnico administrativo, 257 para analista técnico administrativo e 151 distribuídas para cargos de diversas formações de nível superior

Nível de escolaridade: médio e superior

Ministério do Trabalho
2.595 vagas - 1.163 para agente administrativo, 1.190 vagas para auditor fiscal do trabalho e 242 distribuídas para cargos de diversas formações de nível superior

Nível de escolaridade: médio e superior

Polícia Federal
1.758 vagas - 600 para escrivão, 600 para agente, 491 para delegado, 67 para perito

Nível de escolaridade: superior e superior

Polícia Rodoviária Federal
2.778 vagas – policial rodoviário federal

Nível de escolaridade: superior

Receita Federal
2.083 vagas – 630 vagas para auditor fiscal e 1.453 para analista tributário

Nível de escolaridade: superior

Superior Tribunal de Justiça (STJ) 
Não há previsão de edital nem especificação de cargos

Banca organizadora: Cebraspe

Concursos estaduais e municipais previstos:

ACRE

Corpo de Bombeiros
100 vagas para soldados combatentes

Secretaria da Fazenda (Sefaz)
144 vagas para diversos cargos

Procuradoria-Geral do Estado (PGE) 
Cargos administrativos

ALAGOAS

Controladoria Geral do Estado (CGE)
40 vagas de nível superior (10 para ciências contábeis, 10 para direito, 4 para engenharia civil, 3 para ciências da computação e 13 para demais graduações)

Previsão de edital: até o 2º semestre

Ministério Público 
Não há informações de vagas nem de cargos

Banca organizadora: Fundação Getulio Vargas (FGV)

Tribunal de Justiça
Cerca de 200 vagas para tabeliães, notários e registradores
Previsão de edital: 25 de janeiro
Banca organizadora: Copeve

AMAPÁ

Governo do Estado 
Vagas para técnicos de nível superior
Previsão de edital: maio

Prefeitura de Macapá 
Não foram informados cargos nem vagas

Banca organizadora: deve ser contratada em fevereiro

Prefeitura de Santana
19 vagas: 14 para agente de trânsito, 3 para agente administrativo, 1 para contador e 1 para servente para a Superintendência de Transporte e Trânsito de Santana (STTrans)

Salário: de R$ 1.296 a R$ 2.204

Prefeitura de Oiapoque 
Vagas para as áreas da educação, trânsito e meio ambiente

Assembleia Legislativa
Não foram informados cargos nem vagas

AMAZONAS

Polícia Civil 
2.394 vagas (não foram informados os cargos)

Polícia Militar 
5.865 vagas para soldado

Procuradoria Geral do Município de Manaus
8 vagas para procurador do município

Salário inicial: R$ 7.826,05
Banca organizadora: Cebraspe

Secretaria de Estado de Administração Penitenciária 
1,7 mil vagas para agentes penitenciários

Secretaria de Estado da Educação e Qualidade de Ensino
8 mil vagas (7 mil para professores e demais para merendeira, auxiliar administrativo, bibliotecários e engenheiros)
Previsão de edital: fevereiro

Secretaria Municipal de Finanças de Manaus
Não foram definidos o número de vagas nem os cargos

BAHIA

Ministério Público 
Vagas para promotor de Justiça substituto

Banca organizadora: Fundação de Apoio à Educação e Desenvolvimento Tecnológico (Cefet)

Polícia Civil 
1.000 vagas (880 são para investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão)
Previsão de edital: janeiro
Banca organizadora: Fundação Vunesp

Polícia Militar 
Vagas para médicos e odontólogos

Secretaria de Estado da Fazenda 
60 vagas para auditor fiscal (nível superior em administração, ciências econômicas, ciências contábeis, direito, engenharia, informática, sistemas de informação, ciência da computação ou processamento de dados)
Salário: de R$ 8,4 mil a R$ 13 mil
Previsão de edital: 1º trimestre

Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS)
135 vagas (22 para analista universitário, 50 para técnico universitário, 33 para professor auxiliar e 30 para professor assistente)

Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC)
32 vagas (8 para analista universitário e 24 para técnico universitário)

CEARÁ

Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme)
40 vagas (35 para pesquisador e 5 para analista de suporte à pesquisa)

Salário: R$ 3,4 mil
Banca organizadora: Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece)

Prefeitura de Fortaleza
15 vagas para médicos psiquiatras

Secretaria de Estado da Educação 
Vagas para professor de educação básica

Tribunal de Justiça
- Vagas para juiz

- Vagas para outorga de delegações de notas e de registro (cartórios)
Banca organizadora: Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses)

DISTRITO FEDERAL

Câmara Legislativa 
86 vagas para consultor técnico legislativo, consultor legislativo, procurador legislativo e técnico legislativo 

Salário: de R$ 10.650,18 a R$ 15.879,40

Companhia Habitacional do Distrito Federal (Codhab)
75 vagas de nível médio e superior

Banca organizadora: Instituto Quadrix

Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal 
Vagas para nível médio e superior

Salário: de R$ 3.040,60 a R$ 6.404,64 
Banca organizadora: Instituto Quadrix

Polícia Militar
2 mil vagas para soldado (praças policiais militares combatentes, praças policiais militares especialistas corneteiros e praças policiais militares especialistas músicos)

Banca organizadora: Iades

Secretaria de Estado da Fazenda 
Vagas para auditor tributário

Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal 
416 vagas para enfermeiros e médicos

Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região
Não foram definidos o número de vagas nem os cargos

ESPÍRITO SANTO

Corpo de Bombeiros
120 vagas para soldados e 7 para oficiais combatentes

Salários: R$ 3.272,06 a R$ 6.716,48

Espírito Santense de Saneamento (Cesan)
Não foram informados o número de vagas nem os cargos

Banca organizadora: Empresa Paranaense de Licitações (EPL)

Polícia Militar
310 vagas (250 para soldados, 20 oficiais médicos, 30 oficiais combatentes e 10 praças para a banda de música)

Salário: R$ 3.272,06 a R$ 6.716,48

Câmara Municipal de Nova Venécia
3 vagas (1 para escriturário, 1 para técnico legislativo e 1 para procurador jurídico) 

Previsão de edital: fevereiro

Câmara Municipal de Vila Velha
21 vagas para procurador legislativo, controlador interno, auditor interno, taquígrafo parlamentar, analista de contas, assessor legislativo, programador de sistemas, operador, redator de atas legislativas, digitador, assistente legislativo, auxiliar de coordenação legislativa, motorista, telefonista, auxiliar de serviços gerais e vigilante noturno
Salário: de R$ 1.078,65 a R$ 3.786

Prefeitura de Cariacica
Concurso para cargos na área de saúde

Prefeitura da Serra
Vagas para anestesiologista e médico de Saúde da Família

Prefeitura de Viana
50 vagas para a Guarda Municipal

Salário: R$ 1,2 mil

Prefeitura de Vila Velha 
- 138 vagas (89 para agente de combate a endemias e 49 para agente comunitário de saúde)

- 1.072 vagas na Secretaria de Educação

GOIÁS

Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop)
8 vagas para gestor de engenharia

Previsão de edital: início de 2018

Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Goiás (CRMV/GO)
Vagas para auxiliar administrativo, agente fiscal, compras e licitações e tecnologia da informação

Banca organizadora: Instituto Quadrix

Corpo de Bombeiros Militar 
274 vagas (230 para soldados, entre praças combates e músicos, 20 para oficiais de comando, 12 para oficiais médicos e 12 para oficiais odontológicos)

Polícia Civil 
550 vagas (100 para delegado, 300 para agentes e 150 para escrivães)

Polícia Militar de Goiás
1.900 vagas (1.820 para soldado de 3ª classe e 80 para cadetes)

Secretaria de Estado de Educação 
900 vagas para professores das áreas de matemática, física e química e 79 vagas para professor

Organização das Voluntárias de Goiás (OVG)
34 vagas para nível superior, 35 para nível médio e 14 para nível fundamental

Previsão de edital: fevereiro

MARANHÃO

Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap)
135 vagas (17 para especialista portuário, 89 para analista portuário, 2 para técnico portuário e 27 para assistente portuário)

MATO GROSSO

Conselho Regional de Odontologia de Mato Grosso 
Vagas de nível médio e superior

Salário: de R$ 1.214,80 a R$ 2.418,64 
Banca organizadora: Instituto Quadrix

Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia
162 vagas (62 para professor, 34 para técnico e 66 para apoio na área de Educação Profissional e Tecnológica)

Salário: de R$ 5.800,93 a R$ 16.512,98 para professor, de R$ 4.176,68 a R$ 11.889,34 para técnico e de R$ 2.297,17 a R$ 6.535,01 para profissionais de apoio

Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos
231 vagas (196 para agente socioeducativo, 4 para assistentes e 31 profissionais de nível superior) 

Salário: R$ 2.959,12 a R$ 9.977,81 para agente socioeducativo, R$ 2.515,27 a R$ 8.481,14 para assistentes e R$ 5.969,66 a R$ 17.894,44 para profissionais de nível superior

MATO GROSSO DO SUL

Polícia Militar
450 vagas para soldado, oficial combatente e oficial de saúde

Previsão de edital: fevereiro

Corpo de Bombeiros
200 vagas para soldado, oficial combatente, oficial de saúde e oficial especialista

Previsão de edital: fevereiro

Prefeitura de Campo Grande
- Vagas para auditor fiscal

- 1.000 vagas para professores

MINAS GERAIS

Ministério Público
Vagas para promotor de Justiça

Polícia Civil de Minas Gerais
76 vagas para delegado

Banca organizadora: Fumarc

Secretaria de Estado da Educação
16 mil vagas para professor de educação básica regente de aula (professores de disciplinas) e 700 vagas para especialista em educação básica

Tribunal de Justiça
- Vagas para psicólogo, assistente social e oficial de justiça avaliador para a Justiça de Primeira Instância 

- Vagas para oficial judiciário e técnico para a secretaria 
- Vagas para juiz
Previsão de edital: março 
- Dois editais com vagas para outorga de delegações de notas e de registro (cartórios)
Previsão de edital: um para fevereiro ou março e outro para o 2º semestre
Banca organizadora: Consulplan para o edital previsto para fevereiro

PARÁ

Prefeitura de Belém (Funpapa)
Não foram definidos o número de vagas nem os cargos

Banca organizadora: AOCP

PARAÍBA

Ministério Público 
Vagas para promotor substituto 

Previsão de edital: início do ano

Prefeitura de João Pessoa
- 60 vagas para o Instituto de Previdência Municipal (IPM)

Banca organizadora: Ibade
- 70 vagas para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb)
587 vagas para a Secretaria Municipal de Saúde para o Samu e UPAs Bancários e Cruz das Armas
Salário: de R$ 1.217,68 a R$ 3.101,67

Prefeitura de Campina Grande
Vagas nas Secretarias de Educação e Saúde 

Previsão de edital: 1º semestre

Câmara Municipal de Campina Grande
De 30 a 40 vagas

Previsão de edital: até o 2º semestre

PARANÁ

Conselho Regional de Nutricionistas da 8ª Região 
Vagas para assistente administrativo júnior e nutricionista fiscal júnior 

Salário: de R$ 1.680,63 a R$ 3.033,78 
Banca organizadora: Instituto Quadrix

Prefeitura de Maringá
240 vagas

Salários: de R$ 1.185,75 a R$ 12.352,02
Previsão de edital: fevereiro

Prefeitura de Paranavaí
80 vagas

Salários: de R$ 1.044,52 a R$ 10.003,93
Previsão de edital: 1º semestre

Prefeitura de Ponta Grossa
40 vagas

Salários: de R$ 972,02 a R$ 2.746 
Previsão de edital: 1º semestre

PERNAMBUCO

Governo de Pernambuco
80 vagas para assistente e analista, 10 para procurador do estado, 5 para calculista e 8 para analista administrativo de Procuradoria

Prefeitura de Recife 
335 vagas para profissionais de saúde 

Salários: de R$ 1.259,84 a R$ 8.244,85
Previsão de edital: janeiro

Procuradoria Geral do Estado 
10 vagas para procurador do Estado

Banca organizadora: Cebraspe

Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região 
Pelo menos 9 vagas de analista judiciário e 23 de técnico judiciário 
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)

PIAUÍ

Polícia Civil 
190 vagas (20 para delegados, 120 para policiais civis, 40 para peritos e 10 para escrivães)

Prefeitura de Teresina
Vagas para médico, professor, técnico de nível superior, engenheiro, arquiteto, analista ambiental, fiscal de serviços públicos, procurador, guarda municipal, técnico de nível médio e agente de trânsito

Secretaria de Estado de Educação
350 vagas (não foram informados os cargos)

Ministério Público 
40 vagas (não foram informados os cargos)

RIO GRANDE DO NORTE

Polícia Militar 
1.000 vagas de soldados (nível médio)
Salário: R$ 2.900
Previsão de edital: janeiro 
Banca organizadora: Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo (Ibade)

Polícia Civil 
142 vagas para agente, escrivão e delegado

Salário: R$ 3.755 (agentes e escrivães) e R$ 15.288 (delegado)

Prefeitura de Parnamirim
1.239 vagas de nível médio, técnico e superior 

Salários: R$ 950 a R$ 2.464
Previsão de edital: 2º semestre

RIO GRANDE DO SUL

Assembleia Legislativa
51 vagas de nível médio e superior (técnico legislativo, analista legislativo, procurador e agente legislativo)

Salário: até R$ 9,8 mil 
Banca organizadora: Fundatec

Defensoria Pública 
Não foram informados cargos nem vagas
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)

Tribunal de Contas do Estado 
Vagas para auditor público externo 
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)

RIO DE JANEIRO

Ministério Público 
32 vagas para promotor de Justiça substituto 

Salário: R$ 27.500,16
Banca organizadora: Fundação Getulio Vargas (FGV)

Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região
Vagas para cargos de nível médio e superior
Banca organizadora: AOCP

RONDÔNIA

Assembleia Legislativa de Rondônia
Não foram informados cargos nem vagas

Previsão de edital: janeiro

RORAIMA

Polícia Civil de Roraima
Não foram informados cargos nem vagas

Salário: R$ 2.890,63 a R$ 17.511,83
Banca organizadora: Fundação Vunesp

Polícia Militar de Roraima
Vagas para soldados do quadro de praças combatentes 

Previsão de edital: janeiro ou fevereiro
Banca organizadora: Universidade Estadual de Roraima (UERR)

Secretaria de Justiça e Cidadania de Roraima (Sejuc)
100 vagas

Previsão de edital: janeiro 
Banca organizadora: Universidade Estadual de Roraima (UERR)

Assembleia Legislativa do Estado de Roraima 
32 vagas

Não foram informados os cargos 
Salário: de R$ 3.250,18 a R$ 9.703,10

SANTA CATARINA

Tribunal de Justiça 
26 vagas de nível médio e superior

Banca organizadora: Fundação Getúlio Vargas (FGV)

SÃO PAULO

Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp)
Não foram informados os cargos nem vagas

Banca organizadora: Fundação Vunesp

Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA)
33 vagas para pesquisador cientifico

Conselho Regional de Biblioteconomia da 8ª Região 
Vagas para técnico administrativo e fiscal bibliotecário 

Salário: R$ 1.675,00 e R$ 3.948,34 
Banca organizadora: Instituto Quadrix

Ministério Público
37 vagas (28 para auxiliar de promotoria e 9 para analista científico)

Salário: R$ 2,6 mil e R$ 12,9 mil
Banca organizadora: Fundação Vunesp

Polícia Civil 
2,7 mil vagas para investigador de polícia, papiloscopista policial, auxiliar de papiloscopista policial, agente policial, escrivão de polícia, agente de telecomunicações policial e delegado de polícia

Salário: até R$ 10 mil
Previsão de edital: 1º semestre

Polícia Militar
5,4 mil vagas para soldado PM de 2º Classe do Quadro de Praças

Salário: R$ 3 mil

Procuradoria Geral do Estado de São Paulo 
100 vagas para procurador do Estado 

Salário: R$ 22 mil

Secretaria de Estado da Educação de São Paulo 
1.656 vagas: 449 para professores de educação básica I e 1.207 para professores de educação básica II

Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região 
Vagas para técnico e analista judiciário

Salário: até R$ 11 mil

Tribunal Regional do Trabalho da 15º Região (Campinas)
Vagas para cargos de nível médio e superior

Salários: até R$ 10 mil
Banca organizadora: Fundação Carlos Chagas (FCC)

SERGIPE

Polícia Militar 
100 vagas para guarda prisional, 30 vagas para aspirante da PM e 300 vagas para soldado

Polícia Civil
10 vagas para delegado

Corpo de Bombeiros
12 vagas para aspirante e 200 vagas para soldado

Prefeitura de Aracaju
19 vagas para técnico em políticas públicas e gestão governamental

TOCANTINS

Defensoria Pública
Vagas para defensor

R$ 26.125,17

 

Fonte: G1 Pará

2018 começou um ano amargo para alguns microempresários de Parauapebas. Uma medida de proibição de funcionamento, executada pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Semurb), está prejudicando a vida de alguns empreendimentos, situados na praça de alimentação interna do mercado Rio Verde, localizada no bairro Rio Verde.

O Portal Carajás o Jornal tomou a iniciativa de conversar com Luciano do Vale Nogueira, proprietário do restaurante Tempero Mineiro, um pequeno empreendimento localizado na praça de alimentação do bairro Rio Verde. De acordo com Luciano, o restaurante é responsável por sustentar ele e várias outras famílias que trabalham no local, mas está ameaçado por uma medida do poder público.

Na última semana de janeiro, Luciano teve seu restaurante proibido de ser aberto no horário de almoço, sendo permitido o trabalho apenas no turno da noite. A decisão partiu do poder executivo, através da Semurb, para a interdição de todos os empreendimentos alimentícios que são locados na praça de alimentação.

Luciano Nogueira afirma que a Semurb tenta fechar o estabelecimento desde o ano passado, mas de maneira sempre legal, o empresário defendia e mantinha o seu trabalho ainda no horário de almoço. “Eu mostrei que tinha autorização, um alvará de funcionamento até o dia 31 de dezembro. Eles estão esperaram começar 2018 para finalmente por em prática essa proibição e fechar meu restaurante no período da manhã”, conta Luciano.

De acordo com o proprietário do restaurante, a justificativa da Semurb é a de que os estabelecimentos da feira estariam prejudicando comercialmente restaurantes que ficam no entorno da área. A proibição seria uma forma de proteger esses restaurantes, uma resposta que para Luciano, não faz sentido. “O que defende um restaurante é a qualidade da comida, do atendimento, do preço, é isso que consolida um mercado. Você não vai escolher um restaurante porque alguém está te impondo isso. Estamos em um país livre onde temos liberdade de escolha”, desabafa o empresário.

A Semurb é a secretaria responsável por conceder o alvará de funcionamento para esses empreendimentos, mas de acordo Luciano Nogueira, ele nem precisa ir até a secretaria, pois  já foi informado que não o deixarão exercer seu trabalho no horário do almoço, algo que frustra o empresário, uma vez que não há muito que ele possa fazer para mudar a situação.

Após a proibição de funcionamento durante o dia, Luciano tomou a atitude de expor uma faixa em frente ao seu restaurante, informando para a população o real motivo do fechamento do empreendimento. Ele afirma que seu objetivo não é brigar com ninguém da prefeitura, e sim informar e esclarecer seus clientes. “Eu não estou aqui para desobedecer a lei, nem para falar mal de ninguém. Tomei essa atitude porque acredito que estamos num país de livre, não em um país de coronéis. Se eu tenho um restaurante, eu tenho que ter a liberdade de trabalhar no almoço e no jantar”, relata Luciano.

Resposta do poder público

O Portal Carajás o Jornal entrevistou o secretário da Semurb, Edimar Lima, que esclareceu alguns pontos e apresentou a versão do poder público com relação ao impasse. “Todos os estabelecimentos do conjunto, mercado municipal, camelôs, feira e praça de alimentação são espaços cedidos pela prefeitura. Todas as pessoas que trabalham nesses locais são cessionários, através de uma licença que concedeu o uso do local por um ano. Essa proibição é oriunda de várias reclamações, que a Semurb recebeu, dos estabelecimentos da parte externa do mercado, pois eles se sentiam prejudicados com a venda de alimentos feita durante o dia, na praça de alimentação”, explica o secretário, ressaltando que  já havia um acordo anterior, entre os próprios cessionários, de que a praça de alimentação fosse utilizada apenas no período da noite

Diante dessa discussão o secretário Edimar declara que nesta quarta-feira, 17, haverá uma reunião com todos os cessionários da feira e da praça de alimentação. A medida, segundo o secretário, tem um caráter democrático, de chegar a um acordo que favoreça todos os trabalhadores e seja justo para todos os empreendimentos. “Eu não posso restringir, atender um ou dois, enquanto os outros se sentem prejudicados. Nós temos que trabalhar com a maioria, tanto na parte externa, quando na parte externa da área”, conclui o secretário.

A Semurb convoca todos os cessionários que trabalham na área do mercado municipal do Rio Verde a comparecerem na reunião, que será realizada no auditório da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), às 18h, nesta quarta-feira, 17.

 

Luciano Nogueira, dono do restaurante Tempero Mineiro, não concorda com a decisão da Prefeitura de Parauapebas.

 

Após a proibição de funcionamento durante o dia, Luciano tomou a atitude de expor uma faixa em frente ao seu restaurante.

 

De acordo com o secretário Edimar Lima, a proibição é oriunda de várias reclamações, que a Semurb recebeu dos estabelecimentos da parte externa do mercado.

 

 

Texto: Bruno Menezes

Fotos: Fernando Bonfim

O Governo do Estado, por meio da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), está investindo mais de R$ 120 milhões na construção de 15 novos centros de detenção no Estado do Pará, em convênio com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen).  Mais de R$ 36 milhões também estão sendo investidos, em parceria com a Norte Energia, na construção de mais três unidades prisionais em Vitória do Xingú. Com esses investimentos mais de quatro mil novas vagas prisionais serão geradas.

Em 2017, a Susipe também recebeu recursos financeiros do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen) no valor de R$ 44,78 milhões. Destes, cerca de R$ 32 milhões foram destinados à construção e conclusão de três unidades prisionais no interior do Estado.

“Com o recurso destinado pelo Funpen serão construídas em Marabá uma nova unidade penitenciária para 306 vagas e uma unidade de regime semiaberto, com 200 vagas, dentro do Complexo Penitenciário de Marabá, onde já existe o Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA). Também será feita a conclusão das obras da Cadeia Pública Masculina em Parauapebas, com mais 306 vagas”, explicou Márcia Gaspar, da Diretoria de Logística e Infraestrutura (DLPI) da Susipe.

De acordo com a Coordenadoria de Engenharia e Arquitetura (CEAR) da Susipe, atualmente nove obras já estão  em andamento e outras seis aguardam novo processo de licitação no Pará.

“A obras em andamento são: Cadeia Pública de Jovens e Adultos; Centro de Recuperação Feminino de Santarém; Centro de Triagem Metropolitano de Abaetetuba, Paragominas e Tucuruí; Cadeia Pública de Redenção e Tomé-Açú; 02 blocos do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPPI) e 03 blocos Presídio Estadual Metropolitano III (PEM III). Outras seis obras aguardam novo processo de licitação para serem iniciadas: Cadeia Pública de São Felix do Xingú; Cadeia Pública Masculina de Parauapebas; Cadeia Publica de Marabá e as três unidades prisionais de Vitoria do Xingú”, destacou Célia Monteiro, coordenadora de Engenharia e Arquitetura da Susipe. 

Parauapebas – No município de Parauapebas a construção da Cadeia Pública Masculina foi interrompida e o edital para licitação da nova obra foi publicado em 28 de novembro do ano passado e no dia 15 deste mês haverá a escolha de uma empresa que executará a obra.  

“Esta obra iniciou em 2013 sob responsabilidade Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas (Sedop) através de um termo de cooperação técnica e financeira com a Susipe”, afirmou Márcia Gaspar, explicando que o recurso da Funpen passou a ser responsabilidade da Susipe, em junho de 2017, quando a equipe de engenharia da secretaria fez visitas técnicas ao local, com o objetivo de fazer levantamento quantitativo para término da construção.

O novo centro de detenção, com área de 2.448 metros quadrados, contará com salas de aula e informática, biblioteca, consultório médico e odontológico, enfermaria, além de um bloco exclusivo para visitas íntimas com espaço de convivência. A unidade também vai dispor de dormitórios para agentes prisionais, quatro guaritas de vigilância e gerador próprio. Serão entregues, ainda, duas celas reservadas para portadores de necessidades especiais.

Na nova casa penal, os agentes penitenciários vão fazer o monitoramento dos internos a partir de um andar superior, de onde poderão abrir e fechar celas e eclusas sem o contato direto com o preso. Isso garante maior segurança contra possíveis tentativas de fuga ou motins. Para ajudar na vigilância também está prevista uma sala de monitoramento eletrônico. O modelo já é adotado em outros presídios estaduais e segue as diretrizes do Depen.

 

Célia Monteiro, coordenadora de Engenharia e Arquitetura da Susipe, informou que nove obras já estão em andamento e outras seis aguardam novo processo de licitação no Pará.

 

 

Fonte: Agência Pará - Por Timoteo Lopes

 

Na tarde ontem, 15, vários prefeitos do estado do Pará estiveram em uma assembleia realizada no auditório da Prefeitura Municipal de Parauapebas, para a assinatura de um convênio entre os municípios e governo federal. O convênio visa à aquisição de veículos para assistência social. Parauapebas por sua vez, irá receber mais três veículos, todos destinados para este fim.

Estiveram presentes na assembleia o Deputado Federal José Priante, responsável pela emenda que garantiu a aquisição do convênio, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social; o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, e prefeitos das cidades vizinhas, como Eldorado dos Carajás, Canaã dos Carajás, Conceição do Araguaia e demais cidades do estado.

Com o convênio Parauapebas receberá três veículos, dois que serão usados na Secretaria Municipal de Assistência Social e um na Secretaria Municipal da Mulher. Foi o que explicou prefeito municipal, Darci Lermen. “Tudo que se constrói com estrutura e dedicação é de força fundamental para construir uma cidade melhor e mais digna para todos”, explicou o prefeito. Também foram assinados convênios para a construção de mais quatro campos de futebol na cidade.

A cidade de Conceição do Araguaia foi uma das contempladas com o convênio. Essa é a afirmação do prefeito Jair Martins, que reforça o apoio que o deputado Priante tem dado à cidade, com uma somatória do montante de mais R$ 4 milhões em emendas para Conceição do Araguaia. “Hoje estamos fazendo a assinatura dos contratos para a aquisição desses veículos, nos próximos dias iremos assinar mais cinco convênios, juntamente com a Caixa Econômica Federal, na ordem de quase R$ 2 Milhões em investimentos para a nossa cidade”, disse o prefeito.

O deputado federal Jose Priante declarou que o momento é de celebração, pois os mais necessitados serão beneficiados com os convênios. “Quando se fala de prevenção social está se falando para as pessoas que mais precisam, que precisam de cuidados assistenciais. Isso nos dá alegria, porque vamos atender as pessoas mais humildes e mais necessitadas. Essa é uma pauta um balanço da conquista do CFEM, e de outras lutas que estão na pauta do estado e de toda região”, concluiu o deputado.

 

 

Prefeitos de cidades vizinhas também estiveram no evento.

 

Para o prefeito Darci Lermen, projetos estruturais como esses são fundamentais para construir uma cidade melhor .

 

O prefeito de Conceição do Araguaia, Jair Martins, reforça o apoio que o deputado Priante tem dado à cidade, com uma somatória do montante de mais R$ 4 milhões em emendas.

 

O deputado federal Jose Priante declarou que os mais necessitados serão beneficiados com esses convênios.

 

 

Reportagem: Fernando Bonfim

"A gente é bem tratado desde quando entra até passar pelo médico. Isso é muito importante para quem faz um tratamento como esse. Eu me sinto muito bem aqui e, graças a Deus, sinto que estou melhorando a cada dia". A declaração do aposentado Abdias Soares, 60 anos, que faz tratamento contra um câncer de próstata, reforça a opinião de dezenas de usuários da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia Dr. Vitor Moutinho (Unacon), em Tucuruí, no sudeste paraense, que fechou o balanço de 2017 com um índice de satisfação do público de 99%.

Seu Abdias é um dos 7.177 pacientes que foram atendidos ano passado pela unidade e cuja diagnóstico é o de maior incidência entre os casos oncológicos: câncer da próstata (o segundo tipo de maior ocorrência é o câncer de mama e o terceiro, o de colo de útero). Por isso, o médico oncologista clínico Evandro Júnior reforça que o maior aliado na cura é o diagnóstico precoce. "Quando conseguimos aliar boas estratégias de prevenção, boas estratégias de rastreamento, com os tratamentos que nós oferecemos hoje, os tumores detectados no estágio inicial, como o de próstata e o de mama, têm uma taxa de cura bem superior a 90%", afirma o oncologista.

Desde que iniciou os atendimentos no sudeste do Pará, em abril de 2016, a Unacon, em parceria com o governo do Estado - via Secretaria de Saúde do Estado do Pará (Sespa) -, vem buscando melhorias constantes para que os usuários da unidade recebam um tratamento de qualidade, seguro eficiente e humanizado contra o câncer.

No Pará, assim como no Brasil, as atenções do governo do Estado estão focadas na prevenção, fatores de riscos e políticas públicas para o controle e enfrentamento da doença. Em Tucuruí, a Unacon cumpre o seu papel ao garantir o diagnóstico, tratamento e ações de educação em saúde para prevenção do câncer.

Em 2017, a equipe da unidade assegurou a realização de 16.708 exames, 1.684 atendimentos médicos, 615 procedimentos de quimioterapia, 21 biópsias, 876 procedimentos de Enfermagem, 235 atendimentos em Psicologia, 2.056 orientações do Serviço Social, 222 atividades de fisioterapia, 229 atendimentos na Nutrição, entre outras ações. Segundo o doutor Evandro Júnior, atualmente 345 pacientes passam por tratamento contra o câncer, sendo 126 de próstata, 83 de mama e 60 de colo de útero, entre os mais comuns.

Paralelamente aos atendimentos, a equipe multiprofissional da unidade desenvolve ações para que a população, usuários e profissionais da saúde recebam orientações sobre prevenção e tratamento contra o câncer. O objetivo é alertar a população da região sobre a importância do diagnóstico precoce e, especialmente, as vantagens de tratar da doença em sua região de origem, próximo de familiares e amigos.

Gestão em Saúde - De acordo com o diretor executivo da Unacon, Thiarle Dasse, este ano as ações de educação em saúde serão intensificadas. "Em 2018 teremos muitas campanhas e acreditamos que os parceiros que nos apoiaram até aqui estarão presentes em todas as ações, assim como outros que, tenho certeza, também vão reforçar esse trabalho, contribuindo para que o atendimento oncológico e essas informações alcancem um número maior de pessoas. Assim poderemos efetivamente prevenir o câncer, ao invés de somente tratá-lo ", observou o gestor.

Quem atuou junto à Unacon nas ações já desenvolvidas confirma a continuidade da parceria. "Sabemos da importância da prevenção e do quanto é fundamental todo tipo de apoio para quem enfrenta um tratamento contra o câncer. É por isso que nós, do Espaço Corpore, reafirmamos nossa disposição em trabalhar junto com a Unacon novamente este ano", declarou o empresário Marcelo Silva.

Thiarle Dassi ressalta, ainda, que essa aproximação entre a unidade e a população permite que o cidadão conheça os serviços oferecidos, saiba mais sobre a doença para preveni-la e, caso venha a necessitar de tratamento, tenha a certeza de que será bem atendido pelos profissionais da Unacon, onde o serviço é 100% gratuito.

A Unacon Tucuruí é uma unidade de saúde do governo do Estado administrada pelo Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

Serviço: A Unacon Tucuruí funciona em frente ao Hospital Regional, na Vila Permanente. Mais informações pelos fones: (94) 3778.4928 / 4599.

 

 

Segundo o doutor Evandro Júnior, atualmente 345 pacientes passam por tratamento contra o câncer, sendo 126 de próstata, 83 de mama e 60 de colo de útero.

 

"É por isso que nós, do Espaço Corpore, reafirmamos nossa disposição em trabalhar junto com a Unacon novamente este ano", declarou o empresário Marcelo Silva (d)

 

 

Fonte: Agência Pará - Por Vera Rojas

Idealizada e dirigida pela pianista mineira Simone Leitão, a Academia Jovem Concertante faz turnê pelo Pará entre os dias 30 de janeiro e 3 de fevereiro. Com regência do violinista Daniel Guedes, o grupo estreia no dia 30 de janeiro, em Parauapebas, no Centro Cultural Parauapebas. Em seguida, segue para Canaã dos Carajás, onde fazem dois concertos: 31 de janeiro, na Casa de Cultura de Canaã dos Carajás e 1º de fevereiro, na Praça da Juventude. A última cidade é Marabá, com dois concertos, nos dias 2 e 3 de fevereiro, na Faculdade Metropolitana. Nas cidades em que a orquestra jovem irá passar, também serão realizados concertos sociais em estações de trem e escolas municipais. A Etapa Pará da AJC tem patrocínio da Vale por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura do Governo Federal.

Ao longo de um mês, o projeto organizou um processo seletivo para escolher 28 jovens para compor a orquestra. Eles se reúnem a partir do dia 24 de janeiro para um intenso cronograma de ensaios. Durante a turnê, os selecionados recebem uma bolsa-incentivo, além de transporte, estadia e alimentação.

Nesta etapa, também intitulada de Etapa Mozart, o programa será composto pela Sinfonia no. 40 em sol menor e Concerto para piano e orquestra em Fá Maior KV 459, de Mozart, além de peças de compositores brasileiros.

 

ACADEMIA JOVEM CONCERTANTE

A Academia Jovem Concertante, projeto que tem direção artística da pianista Simone Leitão e regência do violinista Daniel Guedes, estreou em 2012 com uma turnê que percorreu sete estados brasileiros. O projeto é um trabalho intensivo, itinerante, com repertório orquestral variado, que visa preparar o jovem músico para o seu futuro como integrante de orquestras relevantes do país, e levar a música sinfônica para lugares e espaços pouco explorados no país.

 

Simone Leitão

Com uma carreira ativa como recitalista, camerista e solista de orquestras nas Américas, Europa e Ásia, Simone Leitão é uma das mais atuantes pianistas brasileiras. A artista é conhecida por sua performance intensa, ampla capacidade técnica, forte direção rítmica e personalidade, mas também vem ganhando notoriedade por divulgar a música clássica brasileira no exterior através do projeto Brasil Classical Series e por idealizar programas culturais e sociais que “popularizam” a música erudita no Brasil, como a Academia Jovem Concertante e a Semanas Internacional de Música de Câmara do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte.

Simone possui D.M.A. (Doctor of Musical Arts) em Piano Performance e História da Música pela Universidade de Miami (Estados Unidos), Mestrado pela NorgesMusikkhögskole (Academia de Música da Noruega, Oslo) e Bacharelado em Música pela Uni-Rio. Sua tese de doutorado foi sobre Momoprecoce para piano e orquestra de Villa-Lobos.

Leitão se apresenta anualmente em importante salas de concertos, entre ela o Carnegie Hall, a Sala São Paulo, e a Sala Cecília Meireles.  Em maio de 2015, retornou ao Carnegie Hall para mais um recital anual e saiu aclamada pela crítica de Nova York por sua performance de Ravel e Villa-Lobos.

 

DANIEL GUEDES

Considerado um dos mais importantes músicos brasileiros de sua geração, Daniel Guedes vem atuando como violinista, violista, camerista, professor e regente. Carioca, nascido em 1977, formou-se na Manhattan School of Music, onde estudou com Pinchas Zukerman e Patinka Kopec. Vem atuando como solista das principais orquestras brasileiras e em vários países do exterior. Como regente, atuou à frente de orquestras como a  OSB Ópera e Repertório, OSUSP, Sinfônicas de Campinas, Bahia, da UFRJ, Academia Jovem Concertante, entre outras. Membro do Quarteto da Guanabara e professor da UFRJ. Gravou CD com sonatas de Beethoven com Ilan Rechtman, “Impressões Brasileiras” e “Violão e violino” com Mario Ulloa.

 

PATROCÍNIO VALE

A Vale entende a música como uma expressão humana universal que sensibiliza, emociona, diverte e preenche a vida de significado.   Por isto, elege a música como um dos focos de sua atuação cultural, constituindo um programa capaz de consolidar seu compromisso de reconhecer, integrar e difundir valores humanos.

 

Serviço:

ACADEMIA JOVEM CONCERTANTE – Etapa Pará

Simone Leitão, Piano | Daniel Guedes, Regência

www.concertante.com.br

ENTRADA FRANCA

30/01 Parauapebas: Centro Cultural Parauapebas (19h) (Rua Um, s/nº, Quadra Especial, próximo à Praça do Alvorá, atrás do Partage Shopping, Apoena)

 

 

 

Com o apoio da Vale, o projeto faz turnê no estado com repertório de Mozart.

 

A Academia Jovem Concertante é idealizada e dirigida pela pianista mineira Simone Leitão.

 

Fonte: Junior Amaro

 

Um membro da Comissão Pastoral da Terra, identificado como Valdemir Alves Resplandes dos Santos, foi morto a tiros na última quarta-feira (10), no bairro Alto Bonito, localizado na zona rural de Anapu, sudoeste paraense.

Segundo informações da Polícia Civil do Pará, o crime ocorreu por volta das 19h, quando  dois homens se aproximaram, em uma moto, da vítima, que também estava de moto e levava o sobrinho na garupa.

Um dos criminosos desceu da moto armado e ficou em frente à motocicleta de Valdemir, mandando a vítima parar. Enquanto isso, o segundo criminoso foi para trás da moto e derrubou o sobrinho da garupa. Logo em seguida, a vítima levou o primeiro tiro nas costas e caiu no chão.

Outros disparos ainda foram efetuados contra Valdemir. Após a execução, os acusados fugiram do local. Diligências policiais foram realizadas no mesmo dia do crime e foram ouvidas mais de duas testemunhas. Foi solicitada também perícia de remoção e necropsia do corpo.

De acordo com a Polícia Civil, a equipe de plantão na Delegacia de Anapu, sob comando do delegado Dyego Araújo, foi ao local do fato e procurou as testemunhas que mais tinham contato com Valdemir.

A vítima já fez parte do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Anapu. As informações são da Polícia Civil do Pará.

 

Fonte: DOL