Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) já está recebendo inscrições para o Processo Seletivo (Prosel) Unificado, para cursos técnicos subsequentes e integrados ao nível médio.

Onze campi estão participando do processo que pretende selecionar novos alunos para os cursos ofertados. No total, serão disponibilizadas 3.035 vagas, distribuídas entre 79 cursos, para o ano letivo de 2019.

Os cursos serão ofertados em duas modalidades, na integrada, a educação profissional é cursada simultaneamente ao ensino médio e dura três anos. Já a modalidade subsequente é voltada para quem já concluiu o ensino médio e cursará apenas as disciplinas do currículo profissional, nesse caso, a duração varia de um a dois anos, dependendo do curso escolhido.

Considera-se concluinte do ensino médio o candidato que fez o ensino médio de maneira regular, ou na Educação de Jovens e Adultos (EJA), ou que tenha sido certificado pelo Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM, ou Exame Nacional de Certificação de Competência de Jovens e Adultos – ENCCEJA, ou exame de certificação de competência ou de avaliação de jovens e adultos realizados pelo sistema Estadual de Ensino.

Como se inscrever

As inscrições estão abertas e seguem até o dia 10 de outubro, exclusivamente pela internet, no site da instituição. Para participar da seleção, os candidatos devem pagar a taxa de inscrição no valor de R$ 40,00. Aos candidatos oriundos de famílias de baixa renda inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadUnico), nos termos da legislação, será concedida a isenção de pagamento da taxa de inscrição.

PREPARE-SE

Comece hoje mesmo a sua preparação para qualquer concurso no país. Em uma plataforma online, você encontra todo o suporte necessário para ter os melhores resultados nas provas e alcançar a tão sonhada aprovação. Não perca mais tempo e aproveite essa oportunidade!

Seleção

Os estudantes inscritos serão avaliados através de prova objetiva de múltipla escolha, que tem como data prevista para aplicação o dia 02 de dezembro de 2018, no horário das 9h às 12h.

Para mais informações, acesse o edital completo.

Fonte: (DOL)

Uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostra que ¼ dos municípios brasileiros não possuem nem estão desenvolvendo uma política pública e/ou plano estruturado para gestão dos sistemas de saneamento básico. No entanto, tem aumentado progressivamente a implantação destes instrumentos municipais determinados por lei federal.

De acordo com o levantamento, dos 5.570 municípios brasileiros, 2.126 (38,2%) tinham definida uma política municipal de saneamento básico – um aumento de 35,4% em relação a 2011. Já 2.313 municípios possuíam um plano de gestão em 2017, 280% a mais que em 2011, quando apenas 609 municípios o haviam estruturado.

Ainda conforme o levantamento, dos 2.102 municípios que ainda não tinham definido a política, 1.342 estavam com sua elaboração em andamento. Já dentre os 1.745 que não haviam estruturado um plano de gestão, 1.511 estavam com ele em fase de elaboração.Todavia, 1.369 municípios não haviam definido uma política nem estruturado um plano de saneamento básico até 2017, o que corresponde a quase 25% do total de municípios do país.

“Estes dois instrumentos [política e plano municipais] são considerados importantes tanto pela lei federal quanto pelo decreto que a regulamenta. Porém, não significa que nestes municípios não haja gestão dos sistemas de saneamento. Eles podem ter alguma ação específica, ou seja, podem estar fazendo alguma coisa”, disse a gerente da pesquisa, Vânia Pacheco.

 

 Fonte G1

Iniciou ontem, terça-feira (18), a Semana Nacional de Trânsito que propõe levar mais ações educativas aos condutores, voltado às atividades propostas pelo Núcleo de Educação Para o Transito (Net), órgão subordinada ao Departamento Municipal de Transito (DMTT), realizou uma blitz educativa visando reforçar aos motoristas parauapebenses sobre a impotência da segurança no transito.

A ação que traz como tema “Nós somos o trânsito: faça parte desta inclusão” recebeu o apoio de  condutores que passavam pelo local.

O Coordenador do Net, Milton Lima destaca que o trabalho será contínuo, priorizando a conscientização dos condutores e também do público infantil. “O nosso trabalho também é voltado às escolas focando na educação de crianças e adolescentes, através de palestras que têm a finalidade de transformá-los em cidadão que respeitam as leis de trânsito. Nós entendemos que tendo esta consciência, eles também se tornaram fiscalizadores dos seus responsáveis” explicou Milton.

O coordenador enfatizou ainda, que de janeiro a agosto de 2018, em ralação ao mesmo período do ano passado, Parauapebas teve uma redução de aproximadamente 23% no número de acidentes no trânsito. Os números ainda estão altos, mas a redução representa uma vitória e que a tendência dos trabalhos de educação e fiscalização, juntamente com a Engenharia de Tráfego é de que possam diminuir cada vez mais os índices de acidentes no município.

O motorista, Daniel Vilhena falou um pouco sobre a importância da fiscalização, dizendo que  a educação no trânsito tem papel de grande importância para os condutores. “As blitzes são muito importantes para evitar que motoristas e veículos trafeguem de forma irregular, no entanto, a educação é mais eficaz, pois trabalha a conscientização mais a fundo, como por exemplo, a questão de não andar sem sinto porque é errado e, além disso, pode salvar a nossas vidas”, disse o condutor.

 

 

O Coordenador do Net, Milton Lima destaca que o trabalho será contínuo, priorizando a conscientização dos condutores e também do público infantil.

O motorista, Daniel Vilhena falou um pouco sobre a importância da fiscalização, dizendo que  a educação no trânsito tem papel de grande importância para os condutores. 

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

O candidato a deputado estadual, Valmir Queiroz Mariano (Valmir da Integral - PSD) teve sua candidaturas indeferida (barrada) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O Motivo da Situação da candidatura foi descrita pelo Supremo apenas como ‘ausência de requisito de registro’. O candidato ainda tem direito a recurso.

O ex-prefeito de Parauapebas, ex-servidores, além de uma empresa de contabilidade, foram condenados em março deste ano, pelo juiz Manuel Carlos de Jesus Maria, da comarca de município, a devolverem aos cofres públicos o montante equivalente a R$ 3,4 milhões, por fraude à lei de licitações.

Mais informações a qualquer momento.

Na sessão ordinária desta terça-feira (18) da Câmara Municipal de Parauapebas a vereadora Francisca solicitou ao chefe do Poder Executivo, Darci Lermen, a criação do cargo de Assistente Social da Rede Municipal de Ensino, para atuação junto à equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal de Educação (Semed)

A vereadora disse que desigualdade social é produto de uma diversidade de fatores, “dentre eles a falta de investimentos em educação de forma geral”. Ela destacou ainda, que a escola é o espaço para a formação da cidadania e preparação para a vida profissional das pessoas.

Francisca Ciza destacou que o direito à educação implica em qualidade dos serviços prestados a população, em especial, aos usuários da escola pública para o seu pleno desenvolvimento, conforme consta na constituição Federal (1988 Lei de Diretrizes e Base (LDB), Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca) – Lei 8.069/90 )

De acordo com a legisladora, o Serviço Social na área escolar consiste identificar fatores sociais, culturais e econômicos que determinam os processos que mais afligem o campo educacional, tais como evasão escolar, baixo rendimento escolares, sexualidade, violência domestica e outros. Estes fatores determinam quem precisa necessariamente de intervenção conjunta com educadores, psicólogos e agentes governamentais, possibilitando consequentemente, uma ação mais efetiva.

Ciza fechou o seu discurso com uma frase Teberoskiy Ferreiro que diz que: “A desigualdade social não percute apenas nas condições de vida, mas se manifesta também na distribuição desigual de oportunidades educacionais”. “Sendo assim, a escola sem preparação para atender seus alunos em seus conflitos sociais se torna um mecanismo de exclusão, a função da escola não é só preparar os alunos para as provas, mas também prepará-los para a vida e cidadania” concluiu Francisca Ciza.

(Reportagem: Fernando Bonfim)

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite atingiu a meta de imunizar 95% do público-alvo estabelecida pelo governo federal. Enquanto a média geral de vacinação contra sarampo foi de 95,3%, a de poliomielite ficou em 95,4%. No total, 21,4 milhões de doses foram aplicadas, beneficiando 10,7 milhões de crianças. O balanço foi divulgado hoje (17) pelo Ministério da Saúde.

A campanha foi encerrada na sexta-feira (14), depois de ter sido prorrogada pela pasta. Alguns estados e municípios, no entanto, mantêm a vacinação.

Os números do ministério mostram variações da cobertura vacinal entre estados. Quinze deles atingiram a meta para as duas vacinas. Já São Paulo e Tocantins alcançaram o índice mínimo de 95% somente na vacinação contra pólio.

Campanha nacional de vacinação terminou na sexta-feira - Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Rio de Janeiro foi a unidade federativa com o pior desempenho da campanha, com uma cobertura de 83,3% contra poliomielite e de 84,4% contra sarampo, taxas que poderão ser melhoradas, já que a Secretaria de Saúde do estado decidiu prorrogar a ação até o próximo sábado (22). Na sequência, aparece o Distrito Federal, com 88% e 87,5%, respectivamente.

De acordo com o ministério, 1.180 municípios não alcançaram a meta estabelecida pelo governo e cerca de 516 mil crianças ainda não tomaram as vacinas contra as duas doenças. A única faixa etária que não chegou ao índice esperado foi o de crianças de 1 ano, cuja cobertura está em 88%. Na última terça-feira (11), a abrangência vacinal dessa faixa etária se encontrava em torno de 85%.

A orientação da pasta, este ano, era de que todas as crianças com mais de 1 ano e menos de 5 anos de idade recebessem doses das vacinas, inclusive se já tivessem sido imunizadas anteriormente. Caso a criança já tivesse sido vacinada, a nova dose serviria, portanto, de reforço.

A medida foi adotada em um contexto de surtos de sarampo no país, registrados no Amazonas e em Roraima e que foram relacionados à importação de uma variedade do vírus causador da doença. Segundo o governo federal, o genótipo do vírus (D8) que circula, hoje, no território brasileiro é o mesmo detectado na Venezuela, que enfrenta um alastramento da doença desde o ano passado.

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, destacou que o empenho da população e de profissionais de saúde foi fundamental para que se alcançassem os objetivos da campanha. “O sucesso da campanha é responsabilidade de todos que entenderam a importância de mantermos elevadas coberturas vacinais para evitar que doenças eliminadas voltem a circular no país, como tem acontecido com o sarampo. A vacina é a forma mais eficaz de proteger nossas crianças contra essas doenças”, afirmou.

O sarampo e a poliomielite são doenças infectocontagiosas que podem resultar em complicações graves para as crianças, podendo levar até a morte. Entre as sequelas da poliomielite estão, por exemplo, paralisia de membros inferiores e de músculos da fala e de deglutição, osteoporose e atrofia muscular. Já o quadro de pacientes com sarampo, por sua vez, pode evoluir para doenças como pneumonia.

Casos de sarampo

Boletim do Ministério da Saúde mostra que, até o dia 10 de setembro, 1.673 casos de sarampo haviam sido confirmados no Brasil. Do total, 1.326 foram confirmados no Amazonas, unidade federativa que soma, ainda, 7.738 ocorrências em investigação. No Roraima, 301 casos da doença foram confirmados e 74 casos ainda estão sendo averiguados.

Alguns casos isolados da doença foram identificados nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Pernambuco e Pará. Além disso, até o momento, no país, oito pessoas morreram em decorrência do sarampo, sendo quatro em Roraima e quatro no Amazonas.

*Texto alterado às 16h57 para corrigir informação no penúltimo parágrafo. O estado com 301 casos confirmados de sarampo é Roraima, e não o Amazonas.  

Edição: Juliana Andrade
 
FONTE: AGÊNCIA BRASIL
 

O Departamento de Trânsito e Transporte de Parauapebas (DMTT), por meio da Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), irá começar amanhã, 18, a programação da Semana Nacional de Trânsito, que seguirá até 28 deste mês.

O tema é “Nós somos o trânsito: faça parte desta inclusão”. Em meio à fiscalização e investimentos na engenharia de tráfego, as ações educativas buscam despertar mais consciência nos condutores em respeito às leis de trânsito.

Confira a programação:

18/09 (Terça-feira)

• 9h - Abertura oficial
Local: Auditório da PMP

• 16h às 18h - Palestra e apresentação teatral
Local: Escola Pilares da Educação – Cidade Jardim

19/09 (Quarta-feira)

• 9h às 11h - Blitz educativa
Local: Rua F, em frente ao quartel da PM

20/09 (Quinta-feira)

• 9h às 12h - Ação educacional e de fiscalização juntamente com Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Parauapebas (CMDPDP)
Local: Estacionamentos privados de uso público de supermercados

• 17h às 19h - Ação educacional e de fiscalização juntamente com CMDPDP
Local: Estacionamentos privados de uso público de supermercados e Partage Shopping

21/09 (Sexta-feira)

• 10h às 12h - Palestra e apresentação teatral
Local: Escola Infantil Betel (rua 7 de Setembro, bairro Rio Verde)

• 16 às 19h - Ação educativa utilizando o Jogo “Ludo-ludo no trânsito” Local: Partage Shopping

22/09 (Sábado)

• 8h30 às 12h - Dia Mundial/Municipal sem carro
Local: Praça da Cidadania (bairro Rio Verde)

• 16h às 19h - Ação educativa utilizando o Jogo “Ludo-ludo no trânsito
Local: Partage Shopping

24/09 (Segunda-feira)

• 8h30 às 12h - Palestra e apresentação teatral
Local: Apae (Rua L - União)

• 15 às 17h - Palestra e apresentação teatral
Local: Centro Universitário de Parauapebas (Ceup)

25/09 (Terça-feira)

• 8h às 15h - Curso de atualização da legislação de trânsito, segurança e canalização de tráfego
Local: Vale

• 19h às 21h - Palestra para taxistas e mototaxistas
Local: Auditório PMP

26/09 (Quarta-feira)

• 8h às 12h - Palestra e apresentação teatral
Local: Escola Pitágoras (Carajás)

• 19h às 21h - Palestra e apresentação teatral
Local: Escola Carlos Henrique

27/09 (Quinta-feira)

• 8h às 15h - Curso de atualização da legislação de trânsito, segurança e canalização de tráfego
Local: Vale

• 19h às 21h - Palestra e apresentação teatral
Local: Escola Carlos Henrique

28/09 (Sexta-feira)

• 9h às 11h - Dia da Gentileza no Trânsito
Local: Rua 10 com rua E

O Dia do Agente de Trânsito é comemorado em 23 de setembro, que neste ano recai sobre um domingo.

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

BRASÍLIA - Nova pesquisa do instituto Datafolha mostra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) com 26% das intenções de voto na disputa presidencial. Fernando Haddad (PT) atingiu 13% e está empatado com Ciro Gomes, que tem o mesmo percentual. Geraldo Alckmin (PSDB) obteve 9% dos votos e Marina Silva (Rede) é a candidata de 8% dos entrevistados.

Alvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo) marcam cada um 3% das intenções de voto. Também estão empatados Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (PSOL) e Vera Lúcia (PSTU), com 1%. João Goulart Filho (PPL) e Eymael (DC) não pontuaram.

Treze por cento dos entrevistados declaram votar em branco ou nulo; e 6% não sabem ou não responderam.

O levantamento foi feito ontem (13) e nesta sexta-feira (14) junto a 2.820 eleitores em 187 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi contratada pelo jornal Folha de São Paulo e pela Rede Globo e registrada com o número BR05596/2018 na Justiça Eleitoral.

Comparação

Na comparação com a pesquisa realizada na última segunda-feira (10), Jair Bolsonaro oscilou dois pontos percentuais, Fernando Haddad cresceu quatro pontos percentuais e Ciro Gomes manteve-se estável. O ex-governador paulista Geraldo Alckmin perdeu um ponto percentual e a ex-senadora Marina Silva desceu três pontos.

Não oscilaram os percentuais de intenção de voto os candidatos Alvaro Dias, Henrique Meirelles, João Amoêdo, Cabo Daciolo, Guilherme Boulos, Vera Lúcia, João Goulart Filho e Eymael.

A proporção que declara votar nulo ou em branco reduziu em dois pontos percentuais e o número de indecisos e não respondentes oscilou em um ponto.

Rejeição

Em relação à rejeição aos candidatos, Jair Bolsonaro manteve o maior percentual, que subiu um ponto percentual entre as duas pesquisas: 44% declararam que não votariam de “jeito nenhum” no candidato no primeiro turno. O mesmo fenômeno ocorreu com Marina Silva, que agora tem 30% de eleitores contrários à sua eleição.

A taxa de rejeição a Fernando Haddad cresceu de 22% para 26%. Geraldo Alckmin tem 25% de rejeição; e Ciro Gomes, tem 21%. Os dois candidatos oscilaram um ponto percentual entre a pesquisa do começo da semana e a realizada ontem e hoje.

Vera Lúcia tem 19% de taxa de rejeição; Cabo Daciolo, 18%; Henrique Meirelles, Guilherme Boulos e Eymael, 17%; Alvaro Dias, 16%, João Amoêdo,15% e João Goulart Filho, 14%. A rejeição a Alvaro Dias oscilou dois pontos percentuais. Não houve alteração nas taxas de rejeição de Meireles, Amoêdo, Vera Lúcia e Boulos

Os percentuais de eleitores contrários de Daciolo, Eymael e João Goulart Filho caíram 1%, respectivamente.

2º turno

O Instituto Datafolha ainda simulou disputas entre os presidenciáveis no 2º turno entre os principais candidatos. Jair Bolsonaro perde em eventual disputa para Ciro Gomes (45% a 38%). Em relação a Marina Silva (43% a 39%) e Geraldo Alckmin (41% a 37%), a desvantagem do candidato do PSL está na margem de erro. Em relação a Fernando Haddad, a vantagem de Bolsonaro é de um ponto percentual (41% a 40%).

Além de Bolsonaro, Ciro Gomes tem vantagem em eventuais disputas com Fernando Haddad (45% a 27%); Marina Silva (44% a 32%); e Geraldo Alckmin (40% a 34%). Geraldo Alckmin supera Fernando Haddad (40% a 32%) e Marina Silva (39% a 36%). A candidata da Rede tem cinco pontos percentuais de vantagem em relação ao candidato petista (39% a 34%).

Fonte: Imirante 
 

Alunos de 5ºano 02 e 5º ano 05, da Escola Municipal de Ensino Fundamental Irmã Laura, de Parauapebas desenvolveram um lindo livro, onde contam suas próprias historias.

O evento de lançamento, realizado na tarde desta sexta-feira (14) contou com a participação da comunidade escolar, representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Academia Parauapebense de Letras e dos escritores mirins. Foram dois anos de muito estudo e trabalho até o momento do lançamento oficial.

A obra literária de título “Meu Livro de História” contempla 53 belas narrativas, que vão desde contos a histórias reais. O livro é resultado de um projeto de incentivo a leitura que leva o mesmo nome da obra.

A idealizadora do projeto, professora Maria Gomes dos Santos, disse que a ideia surgiu a partir do diagnóstico de déficit de leitura, por parte dos alunos, problema que ela identificou quando assumiu a turma. “Quando eu iniciei com a turma eles tinham muita dificuldade para ler e escrever e eu tinha que encontrar um meio de incentivá-los a ler mais. Como a gente já trabalha com a rotina da Semed de contos e gêneros diferenciados, então eu sugeri que eles criassem suas próprias histórias”, disse a professora.

O escritor e membro da Academia  de Letras do Brasil - Seccional Sul e Sudeste do Pará, Paulo Poeta, dono da editora a qual o livro foi lançado, também esteve presente no evento de lançamento e disse à reportagem que, quando recebeu a proposta abraçou com grande afinco. “Quando nós recebemos a proposta era um trabalho mais simples, então demos a ideia de registrar o livro, porque essas crianças precisam de um trabalho que possam contar futuramente como um trabalho acadêmico para elas”, explicou. Ele ainda destacou importância do trabalho dos alunos. “Fico até mesmo sem palavras porque são crianças, e quando a gente trabalha com crianças nós precisamos ter uma sensibilidade maior. Ver cada textinho deles, que foi feito com esforço, pois ainda estão aprendendo é fantástico”, disse o escritor.

Confira a abaixo um trecho do livro escrito pela pequena Gabriely Viana Lopes, 10 anos de idade.

Aboneca dos sonhos

Era uma vez uma boneca que sonhava em ser a boneca dos sonhos de toda criança, mas toda criança que ia na loja não comprava, pois ela ficava na última prateleira.

Em um belo dia o dono da loja resolveu colocar a boneca dos sonhos na primeira prateleira da loja, a boneca ficou tão feliz, pois sabia que logo alguma criança ia levar ela para casa.

No dia seguinte quando a loja abril, todas as crianças que passavam em frente queriam a boneca dos sonhos, a loja ficou tão cheia de crianças que não cabia naquele espaço.

A boneca dos sonhos ficou tão cobiçada que toda criança queria levar para casa para poder brincar com ela, elas sonhavam em chegar o dia em que poderia m comprar a boneca dos sonhos.

A idealizadora do projeto, professora Maria Gomes dos Santos, disse que a ideia surgiu a partir do diagnóstico de déficit de leitura, por parte dos alunos, problema que ela identificou quando assumiu a turma. 

O escritor e membro da Academia  de Letras do Brasil - Seccional Sul e Sudeste do Pará, Paulo Poeta, dono da editora a qual o livro foi lançado, também esteve presente no evento.

A pequena Gabriely Viana Lopes, foi  ao evento acompanhada de seus pais.

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)    

 

A pequena Emily Brito, aluna do 8º ano da Escola Municipal Elizaldo Ribeiro de Farias iniciou hoje, sexta-feira (14) a sua primeira exposição de artes. Com apenas 14 anos de idade, a aluna já apresenta um grandioso trabalho artístico, cheio de personalidade e sentimentos.

Com o tema “Expressão das Almas”, a exposição da jovem artista trouxe traços em preto e branco reforçando o sentimento empregado e contido nas pinturas. Os desenhos estão expostos na Secretaria Municipal de Educação (Semed), térreo da Prefeitura Municipal de Parauapebas.

A artista começou a sua apresentação com a citação do poema “Se eu pudesse trincar a terra toda” do poeta e filósofo Fernando Pessoa fazendo referencia às suas pinturas que remetem a necessidade da tristeza para reconhecer o sentimento da alegria. “Imagina só, se a vida fosse só alegria e não ficássemos tristes, a vida seria monótona. Desde o tempo do Romantismo a tristeza sempre foi um sentimento muito precisado, principalmente pela arte”, disse.

Emily falou que um dos principais espelhos para suas inspirações é o artista Susano Correia, artista que tem temática artística semelhante à melancolia. Ela disse que não é uma pessoa triste e que os desenhos são apenas uma forma de expressar a arte a qual ela se identifica. “Eu não me considero uma pessoa triste, mas eu gosto de retratar melancolia nos meus desenhos. É o que gosto de fazer e me sinto muito feliz fazendo”, destaca Emily.

Em entrevista à nossa equipe de reportagem o pai de Emily, Antônio Walter disse se sentir orgulhoso pela filha, ele conta que no inicio não entendia o significados dos desenhos, mas hoje a família dá todo apoio para a artista. “É muito gratificante para mim e para todos nós ver este reconhecimento do trabalho da minha filha”, disse o pai, ele ainda agradeceu o apoio da direção da escola e dos professores que incentivaram e ainda incentivam o desenvolvimento da arte dentro das escolas, destacou o pai, orgulhoso pelo talento reconhecido da filha.

Com o tema “Expressão das Almas”, a exposição da jovem artista trouxe traços em preto e branco reforçando o sentimento empregado e contido nas pinturas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A artista disse que não é uma pessoa triste e que os desenhos são apenas uma forma de expressar a arte a qual ela se identifica.

Em entrevista à nossa equipe de reportagem o pai de Emily, Antônio Walter disse se sentir orgulhoso pela filha. 

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)