Almoço de Páscoa sairá mais caro e consumidores se viram como pode

Almoço de Páscoa sairá mais caro e consumidores se viram como pode Foto: Ney Marcondes/Diário do Pará

O brasileiro vai pagar mais caro pelo almoço de Páscoa. É o que aponta uma pesquisa divulgada recentemente pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre-FGV). Entre abril de 2018 e março deste ano os produtos mais procurados para a data acumularam, em média, uma alta de 17,15%. Dos itens, o maior reajuste foi o da batata inglesa, atingindo a alta de 78,83%. Outros destaques são a couve (21,17%), o bacalhau (19,35%) e o atum (10,36%). O indicador superou o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-10), apurado no mesmo período, que registrou aumento de 4,37%.

Com isso, os brasileiros terão de caprichar na criatividade para que o almoço do domingo de Páscoa não pese no bolso. Por outro lado, alguns produtos tiveram reajustes abaixo da inflação média, como foi o caso dos bombons e chocolates (3,64%), sardinha em conserva (2,83%), azeitona em conserva (2,73%), ovos de galinha (2,08%) e azeite (1,13%). Já os peixes frescos tiveram aumento próximo do IPC-10.

ECONOMIA

Em dois supermercados, de redes diferentes, um no bairro da Cidade Velha e o outro no Marco, o bacalhau do porto está sendo comercializado pelo mesmo valor: R$77,80 (quilo). Como opção para substituir o tradicional item, o pirarucu está custando R$39,50 (quilo) no supermercado da Cidade Velha. Uma outra opção seria substituir a batata inglesa lavada pela escovada. Porém, a diferença de preço entre os produtos é de menos de R$1,00 no supermercado da Cidade Velha, onde a batata escovada custa R$4,98 (quilo) e a batata lavada é vendida a R$5,80 (quilo).

Com a experiência adquirida na profissão de técnica em contabilidade, a aposentada Sônia Fonseca, 70 anos, tem uma tática para economizar no almoço de Páscoa. “Contabilizo tudo. Por isso, estou com meu bacalhau guardado desde janeiro. Compro antes e já deixo pra Páscoa porque sei que aumenta tudo. Peixes frescos e camarão vou comprando aos poucos”, diz ela, afirmando que costuma comprar com antecedência os itens para o almoço de sua família.

Moradora da Cidade Velha, a aposentada Nazaré Danin, 80, afirma que este ano o bacalhau não entrará no cardápio da data. Ela preferiu trocar pelo pirarucu. “Meu filho comprou pirarucu. Esse ano não vai ter bacalhau. Vamos fazer bolinho, salada, pode fazer com batata. É a mesma coisa. O pirarucu saiu a R$30 (quilo) e dá pra substituir os pratos”, observa.

PESCADA

A servidora pública Lúcia Oliveira, 48, desembolsou uma boa grana para comprar uma pescada amarela inteira, de 12 quilos, para alimentar a família dela e de mais dois familiares, na Páscoa. “A pescada é um peixe leve e vai ao forno, cozida, grelhada. Bacalhau está totalmente fora do orçamento. A gente vive num local tão privilegiado pra pesca, mas é muito caro. A Páscoa é um grande motivo de alegria, a salvação, o maior milagre da salvação da humanidade e para a humanidade”, pontua.

Mesmo considerando o preço elevado, o administrador Marcos Antônio Pereira, 61, disse não abrir mão de colocar o bacalhau na mesa, no almoço de domingo. Ele pagou R$65,00 pelo quilo do bacalhau na semana anterior. “Comprei filé de dourada, pescada amarela e bacalhau. Não tem muita diferença de preço do ano passado, nenhum dos tipos de peixe. É só pra mim e minha esposa porque o meu filho não come. É tradição de família, então todo ano a gente faz”, garante.

A dona de casa Sheila Silva, 39, vai aderir ao almoço “americano” na Páscoa deste ano. Cada membro da família vai cooperar com um prato diferente para que o custo do almoço diminua. “Percebi que aumentou um pouco o preço do bacalhau, mas a gente não abre mão porque é maravilhoso. Geralmente costumamos fazer a bacalhoada, bolinhos. É um almoço em conjunto com a família, cada um dá uma coisa fica mais econômico”, reforça.

PREÇOS ITENS DO ALMOÇO DE PÁSCOA

lBatata inglesa escovada-

R$ 4,98 (kg)

Batata inglesa lavada -

R$ 5,80 (kg)

Bacalhau do porto -

R$ 77,80 (kg)

Azeite de oliva (500ml)

R$ 21,30

Azeitona sem caroço (160g) R$ 6,19

Pirarucu - R$ 39,50 (kg)

Pescada amarela - (fresca) R$ 26,95 (kg)

Dourada (fresca)-

R$ 17,90 (kg)

Cuba de ovos c/12 unidades R$ 6,60

Maço de couve- R$ 5,57 (180g)

Vinho Santa Helena chileno R$ 28,70

Vinho Villa Francioni brasileiro R$ 171,15

Atum R$ 5,05 (170g)

Sardinha R$ 3,98 (125g)

Filé de filhote R$ 79,40 (kg)

Filé pescada amarela R$ 57,70 (kg)

 

FONTE: Pesquisa em supermercados de Belém

(Priscila Soares/Diário do Pará)

Avalie este item
(0 votos)
Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink