Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Quem não teve a possibilidade de estudar na idade apropriada ou abandonou os estudos, pode voltar para a sala de aula e concluir o ensino fundamental em um curto espaço de tempo e com várias facilidades. Foi o que aconteceu com a estudante Adriana de Araújo, 29 anos. Ela estuda no Centro de Ensino Personalizado do 6º ao 9º ano para Educação de Jovens e Adultos (Cepeja) há quase um ano, após ficar nove anos sem pegar nos livros e cadernos, para cuidar dos filhos e da casa. 

Com o Cepeja, Adriana encontrou oportunidade única de dar continuidade aos estudos. “Depois que parei de estudar eu pensei que meu limite era minha casa e os meus filhos. Fiquei até deprimida. Quando sofremos desse mal não vemos muitas possibilidades. Até que um dia uma amiga falou do Cepeja. Voltei a estudar e o estudo trouxe de volta a minha autoestima. Hoje, meu marido me incentiva e me ajuda com os conteúdos. O Cepeja é um lugar de novas oportunidades”, atesta a estudante. 

Adriana comenta que muitas pessoas acreditam que não conseguem estudar por causa do trabalho, mas no ensino personalizado ela conseguiu agregar as duas coisas. “Eu trabalho e estudo ao mesmo tempo. Quando chego do serviço só tomo um banho e venho para a escola. Aqui sou bem atendida e bem tratada. Os professores são excelentes”, afirma a jovem, para quem a dedicação dos educadores cativa e motiva.

O CENTRO

O Cepeja Castro Alves (Centro de Ensino Personalizado) disponibiliza uma forma acessível de terminar os estudos. Ele oferece aos estudantes a opção de concluir o ensino fundamental II (6º a 9º ano) em um período de 6 a 24 meses. 

As vagas estão disponíveis para alunos que tenham idades a partir de 15 anos. As aulas são semipresenciais, ofertadas duas vezes por semana, nos períodos tarde e noite.

Localizado na av. Havana, quadra 29, lote 23, bairro Vila Rica, o Cepeja atende alunos de mais de 15 bairros da cidade (complexo Altamira, bairros Tropical I e II, Minérios, entre outros).

UMA BOA EQUIPE

A professora Kedyna Coelho, que trabalha desde 2006 com a educação de jovens e adultos, fala da importância do ensino personalizado. “Você trabalha diretamente com as dificuldades do aluno, fazendo que ele avance com mais facilidade do que no ensino regular. Esse nosso olho no olho é o grande diferencial. No começo, os alunos têm um impacto, mas quando a gente começa a estimular e transmitir segurança eles mudam de opinião”, informa a educadora.

A diretora da instituição, Leidiane Carneiro, explica que no Cepeja os professores são mais orientadores de estudo. “O aluno organiza a rotina de estudo dele em casa e é lá que ele faz a maior parte das atividades. Aqui, ele tira todas as dúvidas com o professor”, diz ela.  

Segundo Leidiane, o centro atualmente tem 526 alunos matriculados. “As matrículas são feitas durante o ano todo. Só é necessário trazer a certidão de nascimento ou casamento; comprovante de residência; comprovante de escolaridade; RG e CPF, além de uma foto tamanho 3×4”, informa a gestora, lembrando que no ato da matrícula será considerada a história da vida escolar de cada aluno e o conhecimento que eles já trazem de casa. Caso necessário, pode ser feito teste classificatório.

Com objetivo de informar a comunidade sobre a existência e o trabalho realizado pelo Cepeja, a equipe da instituição está realizando ações de divulgação nos bairros localizados nas proximidades do centro, com tenda informativa e panfletagem.

(Ascom-Semed)

Várias alterações foram feitas  no projeto de reflorestamento do Parque Natural Municipal Veredas de Carajás, em Canaã dos Carajás, entre elas, a construção de uma galeria na entrada do principal acesso ao local e o reflorestamento de 333 hectares de áreas degradadas no interior da unidade. O prazo previsto para a conclusão dos trabalhos é de três anos, podendo ser prorrogado de acordo com as necessidades. As mudanças surgiram a partir de uma reunião realizada na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) de Canaã dos Carajás.

Na ocasião, o prefeito Jeová Andrade, a secretária de Meio Ambiente, Simone Aparecida, gestores das empresas Belo Monte Transmissora de Energia SPE S.A e Mamoré e RR Topografia, além de outros representantes políticos, discutiram medidas a fim de direcionar os investimentos para garantir a preservação ambiental do parque.

Além das alterações propostas e aprovadas, a obra prevê a construção e manutenção de cercas, prevenção e combate a queimadas, controle do capim e formigas, bem como todos os tratos culturais necessários para o bom desenvolvimento das mudas.

Os recursos para realização foram destinados pela Câmara de Compensação Federal, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente. A empresa que irá custear os serviços é a Belo Monte Transmissora de Energia S.A, já a construção da galeria ficará a cargo da empresa RR Topografia, enquanto a Mamoré  será a responsável pelo reflorestamento. “O Parque Veredas é o pulmão de Canaã dos Carajás. Há muito tempo a gente espera por essa revitalização e agora o parque será beneficiado”, explicou Simone Aparecida.

(Fonte: Zé Dudu)

 Em um jogo de muitos cartões, o Clube Atlético Paraense deu um chocolate de 5x2 no Gavião Kyikatejê neste domingo (21), no estádio Rosenão. O tricolor parauapebense fez jus ao nome e, em casa, fez o Rosenão estremecer com o um show de futebol. Com a vitória, o time conseguiu se classificar para as quartas de finais da 2ª divisão do Campeonato Paraense.

Cap goleia  Gavião Kyikatejê por 5x2

Muitos cartões foram distribuídos durante a partida. 

O Clube Atlético Paraense (CAP) precisava desta vitória, pois não estava em situação muito favorável no campeonato e, além de vencer o Gavião por dois gols de diferença, ainda precisava contar com a derrota do Izabalence para Tuna Luso.

Com o resultado, o Tuna Luso segue em primeiro no Grupo A4, com 100% de aproveitamento, seguido pelo CAP com duas derrotas e uma vitória, mas pelo saldo de gols, permanece em segundo lugar.

A Federação Paraense de Futebol sorteará os confrontos das quartas de finais, com um pote com os líderes dos grupos e outro com os segundos colocados. Os jogos da próxima fase serão nos dias 30 de outubro e 4 de novembros. Nas chaves dos clubes santarenos, dias 04 e 07 de novembro.

Técnico do Clube Atlético  Paraense, Marcelo Cardoso satisfeito com o resultado. 

Torcida do CAP comemora resultado

(Reportagem: Fernando Bonfim)

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) confirmou a fuga de presos no fim da noite de domingo (21), em Santa Izabel do Pará, região metropolitana de Belém. Os detentos estavam custodiados no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I). A equipe de segurança da unidade faz a recontagem dos presos.

De acordo com a Susipe, eles tiveram apoio externo para fugir. Ainda não se sabe quantos homens fugiram.

A Superintendência informou que só vai se pronunciar sobre o caso após o término da revista e recontagem da unidade prisional.

(Fonte: G1)

 

O Instituto Chico Mendes de Conservação e Biodiversidade poderá divulgar a abertura de concurso público (Concurso ICMBIO 2018) em breve. Acontece que o pedido de realização foi reiterado no mês de junho pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) junto ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), responsável pela autorização de concursos do governo.

Anteriormente solicitado para 1.132 vagas, agora o novo pedido conta com 1.179 vagas. A nova solicitação foi feita para técnico administrativo (457), técnico ambiental (67), analista ambiental (561) e analista administrativo (94). Os cargos de técnico têm requisito de nível médio, enquanto a função de analista requer o nível superior. Os salários iniciais para os cargos de técnico chegam a R$4.408,94, enquanto os ganhos de analista chegam a R$9.389,84. As remunerações já incluem o auxílio-alimentação no valor de R$458,00. Em todos os casos, a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

Sobre os cargos do Concurso ICMBIO 2018

O cargo de Analista Administrativo requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Terá missão de exercício de todas as atividades administrativas e logísticas relativas ao exercício das competências constitucionais e legais a cargo do ICMBio, fazendo uso de todos os equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Já o cargo de Analista Ambiental requer diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. O Analista terá missão de planejamento ambiental, organizacional e estratégico afeto à execução das políticas nacionais de meio ambiente, formuladas no âmbito da União, em especial as que se relacionem com as seguintes atividades: regulação, controle, fiscalização, licenciamento e auditoria ambiental; gestão, proteção e controle da qualidade ambiental; ordenamento dos recursos florestais e pesqueiros; conservação dos ecossistemas e das espécies neles inseridas, incluindo seu manejo e proteção; e estímulo e difusão de tecnologias, informação e educação ambientais.

Por fim, o cargo de Agente Administrativo requer certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau), expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC. O cargo terá missão de atuação em atividades administrativas e logísticas de apoio relativas ao exercício das competências institucionais e legais a cargo do ICMBio, fazendo uso de equipamentos e recursos disponíveis para a consecução dessas atividades.

Último concurso ICMBIO

O último Concurso ICMBIO foi realizado em 2014. Na oportunidade, o certame contou com 54.172 inscritos entre analista e técnico. Das 271 vagas, 20 foram para analista administrativo (todas para a sede, em Brasília) e 30 para analista ambiental (Mato Grosso e Pará). Já para os candidatos de nível médio, foram 168 vagas para técnico administrativo e 53 de técnico ambiental, com oportunidades para Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Paraná, Pernambuco e Mato Grosso, entre outros estados.

Sobre o ICMBIO

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade é uma autarquia em regime especial. Criado dia 28 de agosto de 2007, pela Lei 11.516, o ICMBio é vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e integra o Sistema Nacional do Meio Ambiente (Sisnama).

Cabe ao Instituto executar as ações do Sistema Nacional de Unidades de Conservação, podendo propor, implantar, gerir, proteger, fiscalizar e monitorar as UCs instituídas pela União.

Cabe a ele ainda fomentar e executar programas de pesquisa, proteção, preservação e conservação da biodiversidade e exercer o poder de polícia ambiental para a proteção das Unidades de Conservação federais.

(Fonte: noticiasconcursos.com.br)

Teve de tudo no 38º Círio de Marabá neste domingo, dia 21 de outubro. Por volta de 6 da manhã, durante a missa, uma chuva chegou a incomodar alguns romeiros, mas depois ela passou, ficou o tempo nublado e no último trecho do trajeto o sol brilhou. Os cerca de 7 km foram feitos em tempo relativamente curto: cerca de 3,5 horas, com poucas paradas da berlinda e sem nenhum contratempo registrado pela organização.

Após missa campal, a imagem de Nossa Senhora saiu da Velha Marabá às 7h15 e chegou no palco armado pela Prefeitura na VP-8 às 10 horas, ou seja, meia hora antes do previsto. Foram apenas 15 minutos parado e logo a procissão continuou em direção ao Santuário da Folha 16 por volta de 11h15, para missa final, celebrada pelo bispo Dom Vital Corbellini, auxiliado por vários padres.

No percurso de 7 km, muitas demonstrações de fé e devoção à mãe de Jesus. Alguns fiéis levaram réplicas de casa ou de outras bênçãos recebidas durante o ano que passou. Elenira Silva Gomes, 42, disse que a mãe recuperou-se de um câncer diagnosticado no final do ano passado e ela foi agradecer participando da romaria.

Os organizadores estimam que cerca de 200 mil pessoas participaram do evento, vindo de diversas cidades do Pará, Maranhão e Tocantins.

Este foi o primeiro ano que a Igreja Católica conseguiu transmitir o Círio pela rede social Facebook, com milhares de pessoas alcançadas, de várias partes do País e até do exterior.

NO sábado (20) foi realizado o Círio Fluvial no Rio Tocantins. No início da semana, o Corpo de Bombeiros chegou a vetar a realização da romaria nas águas devido ao baixo nível do rio, mas, às vésperas do evento, uma nova vistoria liberou a realização do Círio Fluvial, que não ocorria desde 2015.

(Fonte: Zé Dudu)

Dando continuidade à programação do Círio de Nazaré em Parauapebas, foi realizada neste domingo (21) a 2ª edição da Corrida do Círio do município. O evento faz parte programação oficial do círio na cidade e contou com mais de 200 inscritos.

Além de medalhas e troféus, os atletas também disputaram mais de R$ 2 mil em premiação, sendo R$ 500,00, R$ 300,00, R$ 200, em dinheiro, para os três primeiros colocados nas categorias: Geral Masculino e Geral Feminino.

Dada à largada, por volta das 06 horas da manhã, na Igreja Nossa Senhora de Nazaré, os participantes percorreram o trajeto: rua Yecuana, Av. F, PA-160(sentindo Canaã dos Carajás), PA 275, Av. Liberdade (em frente à Havan) Av. F (Bairro Beira Rio I), Rua Yecuana.

2ª Corrida do Círio de Parauapebas reuniu mais de 200 atletas de diversas idades. 

Com 79 anos de idade,  Francisca das Chagas realizou todo o percurso dos atletas.

Confira a Classificação Geral da 2ª Corrida do Círio de Parauapebas.

CORRIDA – GERAL

Feminino

  • 1º Ana Paula Silva Almeida Feitosa / tempo oficial 00:26:47
  • 2º Hialea Priscila Lima De Oliveira Rosa / tempo oficial 00:27:27
  • 3º Gabriela Rodrigues Do Nascimento / tempo oficial 00:28:28

 

 Masculino

  • 1º Renato Félix da Silva / tempo oficial 00:21:11
  • 2º Jonasclei Silva da Silva / tempo oficial 00:22:39
  • 3º Carlos Eduardo Ramos de Sousa / tempo oficial 00:23:00

MIRIM 2KM – GERAL

Feminino

  • 1º Ana Clara Santos de Miranda / Tempo oficial 00:09:18 

 Masculino

  • 1º Alexander James Neres Freitas / Tempo oficial 00:06:16
  • 2º Igor Alves Negrão / Tempo oficial 00:06:17
  • 3º Vinicius Gabriel Alves / Tempo oficial 00:06:28

MIRIM 500M-GERAL

  • 1º Gabriel De Azevedo / Tempo oficial 00:02:56
  • 2º João Gabriel Costa De Freitas / Tempo oficial 00:03:00.

Foto oficial dos participantes. 

Corrida Geral- faixa etária feminino. 

Corrida Geral - Faixa etária masculino. 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 podem acessar a partir de hoje (22) os cartões de confirmação da inscrição. Para consultar o documento, é necessário acessar a página do participante, onde deve ser colocado o CPF e senha ou baixar em seu celular o aplicativo Enem 2018. A primeira etapa do exame será aplicada no domingo, dia 4 de novembro.

O cartão reúne os dados do estudante, o endereço do local, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o estudante pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem.

Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do Exame, em 4 de novembro, o Ministério da Educação recomenda que os inscritos fiquem atentos aos horários de abertura e fechamento dos portões dos locais de prova em cada estado.

O MEC recomenda também que o estudante faça antes o trajeto até o local da prova, organizando o planejamento. A sugestão é que os participantes comecem a ajustar o horário de sono e dormir mais cedo uma semana antes do dia da prova.

Confira os horários do fechamento dos portões

No Distrito Federal e nos estados do Espírito Santo, de Goiás, Minas Gerais, do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo, os portões abrem às 12h e fecham às 13h.

Nos estados de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Tocantins, os portões abrem às 11h e fecham às 12h.

No Amazonas, em Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11h. No Acre, os portões abrem às 9h e fecham às 10h, no horário local.

(Fonte: Agência Brasil)

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor) emitiu nota repudiando ação de três policias militares na última sexta-feira, 19, durante reportagem de uma equipe da TV Correio, de Marabá, realizada no município de Curionópolis, sobre um hospital em obras.

De acordo com a nota a equipe de reportagem foi impedida de concluir filmagens dentro do hospital. Ainda segundo a nota do Sinjor, a ação dos policiais foi considerada arbitraria e abusiva, uma vez que fere o estado democrático e a liberdade de expressão.  Veja a nota na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

O Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará, vem a público denunciar, e repudiar, de maneira veemente, a ação de policiais militares, que no dia 19/10 numa ação totalmente arbitrária, abusiva, impediram o trabalho de uma equipe de reportagem da TV Correio, de Marabá, que fazia reportagem sobre um hospital em obras no município de Curionópolis, no sudeste paraense

A equipe, formada pelo repórter Adriano Baracho, e o repórter cinematográfico Diego Souza, já havia feito parte do trabalho, e no momento em que gravava imagens da parte interna do prédio, foram surpreendidos pela chegada de três policiais militares, sendo um deles o sargento Viana, que aos gritos mandou que a gravação fosse interrompida, ao mesmo tempo em que partia em direção ao cinegrafista, que intimidado, baixou a câmera.

O repórter Adriano Baracho tentou registrar o ato arbitrário com o celular, mas não pode fazer isso, porque o sargento Viana ordenou aos seus comandados que tomassem o aparelho do repórter, que foi arrancado à força de suas mãos pelos soldados.

O celular ficou em poder dos militares durante o tempo em que conversavam com um funcionário da prefeitura, e que teria acionado a polícia. O aparelho só foi devolvido depois que o repórter foi pressionado para apagar as imagens da ação dos policiais, que em seguida liberaram toda a equipe.

O Sinjor, ao mesmo tempo em que repudia a ação agressiva, abusiva, e cerceadora do direito ao exercício do jornalismo, praticado pelos policiais militares, se solidariza com o repórter Adriano Baracho e com o repórter cinematográfico Diego Souza, se colocando ainda à disposição para o  acompanhamento da queixa que o repórter fará à Corregedoria de Polícia, da qual esperamos enérgicas providência no sentido de apurar e responsabilizar os autores dessa ação totalmente contrária ao Estado democrático e à liberdade de expressão.

Imagem: divulgação.

Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará - Sinjor-PA

O final de semana começou com diversas ações sociais, em Parauapebas. Prefeitura municipal, o Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (Comdcap), Correios e ouras instituições realizaram uma série de ações sociais em duas escolas da cidade.

Vacinação, triagem clínica e encaminhamentos para consultas especializadas também foram oferecidos durante a ação nas escolas. 

Emissão de documentos. 

Além de muitas brincadeiras e jogos de recreação, emissão da 1ª via da identidade para crianças de 5 a 12 anos, palestras nutricional e psicológica, vacinação, triagem clínica e encaminhamentos para consultas especializadas, orientações de educação no trânsito, teatro e apresentações culturais foram destaques nas escolas municipais, Domingos Cardoso, no bairro Casas Populares e Fernando Pessoa, no Dos Minérios.

Apresentação e aulas de capoeira.

Além de serviços essenciais, também houve muitas brincadeiras, esporte e diversão para a criançada. 

Na Escola Fernando Pessoa, atividades voltadas à população com universitários promoveram acompanhamento nutricional, testes de glicose e aferição de pressão arterial e palestras em diversas áreas levou aos moradores dos bairros, Dos Minérios, Polo Moveleiro e Cidade Jardim.

Edivaldo Machado, organizador do evento diz que as ações contemplam bairros carentes de Parauapebas. 

Edivaldo Machado, um dos organizadores do vento explica porque a escolha da escola. “Aqui é uma área que há um complexo de bairros que têm certa carência e que precisam ser mais assistidos”,  disse Edivaldo. Na oportunidade também foram doadas cerca de 100 cestas básica para a população.

Já na Escola Domingos Cardoso, a “Hoje é dia de brincar e cuidar!”, levou para o colégio serviços como vacinação, emissão de RGs, triagem clínica, teatro e apresentações culturais, pipoca, muito algodão doce e cachorro quente para a garotada.

Equipes de profissionais se empenharam em proporcionar um sábado bastante produtivo e divertido para os moradores dos bairros contemplados com a ação. 

 

(Texto e Fotos: Fernando Bonfim)

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink