Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Quando um bebê está a caminho, acompanhamos a cada semana os avanços desse novo corpo que está se formando. E vemos, a cada mês, como a barriga da mãe vai crescendo. Com o pai, parece que está tudo igual, mas ter um filho é uma experiência que também pode mexer com o cérebro e os hormônios dos homens, como alguns estudos começam a revelar.

Se por fora a aparência do homem parece a mesma, por dentro seu corpo passa por algumas mudanças que podem facilitar a experiência da paternidade. Já existem evidências (ainda que provenientes de pequenos estudos) de que a ligação afetiva — e depois física — com o bebê deixa os homens menos impulsivos, mais brincalhões e até mesmo com a audição mais afiada.

Entre os mamíferos, somos uma das poucas espécies em que o cuidado paternal é comum. Por isso, nos últimos anos, cientistas de todo o mundo começaram a estudar como essa ligação estreita com os filhos altera o cérebro e o comportamento masculino. Esses estudos ainda são pequenos, feitos com grupos reduzidos de homens, mas já dão uma pista sobre como a experiência da paternidade pode ser transformadora.

Um cérebro mais vigilante

Quem é pai pode até ganhar massa cinzenta em áreas ligadas ao processamento de emoções e à tomada de decisões, mostra um estudo feito por pesquisadores das universidades de Denver e Yale, nos Estados Unidos. Ao avaliar imagens do cérebro de 16 homens antes e depois de se tornarem pais — sete deles pela primeira vez —, eles descobriram que algo havia mudado.

Comparando as imagens de antes e depois, eles perceberam um aumento da massa cinzenta em áreas que também se desenvolvem nas mães, como o corpo estriado (que processa recompensas), o hipotálamo (que controla os hormônios), o córtex cingulado (envolvido no processamento das emoções) e o córtex pré-frontal lateral (que atua na memória e na tomada de decisões).

Os cientistas ainda não sabem explicar completamente o porquê dessas alterações, mas uma coisa é certa: em alguns animais, essas regiões do cérebro têm um papel importante nos sentimentos e comportamentos afetuosos e de cuidado com a cria.

A mesma pesquisa mostra que outras regiões do cérebro encolhem com o início da paternidade. É o caso do córtex pré-frontal medial, do sulco pós-central e de outras regiões que, juntas, fazem parte do modo padrão de operação do cérebro.

Isso significa que o cérebro paterno sai do modo padrão para agir de outra forma – mais vigilante, por exemplo. Outras duas regiões ligadas à ansiedade também diminuíram depois que os homens se tornaram pais, e a redução foi maior quanto mais forte era a conexão física entre eles e seus bebês.

Espírito brincalhão

Outro estudo trouxe um resultado surpreendente: os pais podem ter níveis ainda maiores de ocitocina, um hormônio associado ao parto e à lactação, do que as mães.

Um grupo de pesquisadores norte-americanos descobriu que o nível de ocitocina no sangue dos pais subiu 8% nos primeiros seis meses de convivência com o bebê. Esse aumento, segundo o estudo, pode estar relacionado ao nível de envolvimento com o filho, e a liberação da oxitocina pode ser uma maneira de contrabalançar o estresse de lidar com um bebê em seus primeiros meses.

Seu efeito no comportamento dos homens, porém, é diferente. Enquanto a ocitocina deixa as mães mais afetuosas, nos pais ela leva a interações mais brincalhonas com os bebês, com toques de estímulo e que ajudam o bebê a reconhecer seu corpo no espaço. O estudo sugere que talvez cada gênero adote o comportamento que, na interação com o bebê, traga mais recompensas — tanto que as crianças em geral procuram os pais para brincar e as mães para confortá-las em momentos de estresse.

Menos testosterona

Não basta ser pai: tem que participar. E, quanto mais o homem participa, mais pode cair seus níveis de testosterona, um hormônio associado à agressividade e aos comportamentos de risco.

Um terceiro estudo, feito com filipinos, mostra que os homens que cuidam dos filhos três horas por dia têm menos testosterona do que os pais que não se dedicam a essas tarefas. Aliás, quanto mais horas os pais passavam cuidando do filho, menor era a quantidade de testosterona em seu organismo, e o declínio nos níveis do hormônio foi maior entre os pais de primeira viagem do que entre os que já tinham filhos.

Segundo os pesquisadores, esse achado é um indício de que os homens evoluíram e desenvolveram uma arquitetura neuroendócrina que facilita sua transição para o papel de pais e cuidadores.

Hormônio paternal

Além da queda de testosterona, outra alteração hormonal pode acontecer com os pais: o aumento da produção de prolactina. O mesmo hormônio que, nas mulheres, estimula a produção do leite e o comportamento maternal ajuda os homens a ter um comportamento paternal e aumenta a sensibilidade aos estímulos do bebê.

Um outro estudo, que avaliou 289 filipinos, revela que os pais tinham 13% mais prolactina no sangue do que homens sem filhos, e que os níveis do hormônio eram maiores em pais de bebês do que em quem tinha filhos maiores.

O nível de prolactina, no entanto, não variou de acordo com o maior ou menor envolvimento no cuidado com os bebês, e os autores não descartam a hipótese de que pode ser que homens com mais prolactina tenham mais tendência a ser pais.

Como se vê, a ciência ainda engatinha quando se trata de mostrar como o que acontece com um homem quando ele se torna pai. “Ainda não há consistência nas pesquisas que nos permitam afirmar que as alterações hormonais aconteçam com todos os homens, por exemplo”, comenta Josemar de Almeida Moura, especialista em Endocrinologia e professor da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais. Mas já há indícios de que a paternidade pode, sim, ser uma experiência transformadora até para o cérebro.

 

Fonte: https://www.vivaalongevidade.com.br

Apesar de ser conhecido pela violência em seus filmes, o diretor Quentin Tarantino pegou mais leve em seu lançamento mais recente. "Era uma vez em Hollywood" estreia nesta quinta-feira (15) no Brasil e é um dos com menor número de mortes de sua carreira.

O cineasta "matou" 523 personagens em 10 produções, em levantamento do G1. Na história sobre um ator decadente envolvido em um dos crimes mais famosos do cinema americano nos anos 1960, há três mortes nas mais de 2 horas e 40 minutos. É um número que o deixa empatado com "Kill Bill: Volume 2" (2004).

O filme assume a liderança nas referências à cultura pop, outra marca do diretor. Com "participação direta" de ícones do cinema (interpretados por outros atores, como no caso do Bruce Lee de Mike Moh), "Era uma vez..." consegue quase o dobro de citações que o segundo colocado.

Em uma maratona com as obras do americano de 56 anos, o G1 levantou as tendências homicidas e pops de Tarantino, além de outras estatísticas sobre algumas das características do estilo que o tornou conhecido. Como o uso de palavrões. 

Quando se leva em consideração apenas o número de corpos, não tem para ninguém. "Bastardos inglórios" (2009) fica muito à frente dos demais praticamente com uma única cena: o momento em que o cinema lotado com todo o comando nazista, incluindo Adolf Hitler, é explodido pelos heróis.

Tanto que se o momento não fosse levado em conta, o filme sobre um final fictício da 2ª Guerra, mesmo que sangrento, ficaria atrás de "Django Livre" (2012) e "Kill Bill: Volume 1" (2003).

"Era uma vez em Hollywood", apesar de ter como pano de fundo os assassinatos cometidos pela "família Manson", consegue manter o número de vítimas bem baixo.

Mas é importante ressaltar que outras mortes retratadas em filmes estrelados pelo protagonista, o ator de faroestes Rick Dalton (Leonardo DiCaprio), não valem para a contagem final.

A explosão dos nazistas também assume a liderança como modus operandi preferido no total. O cinema estava lotado e tinha lugar para cerca de 350 pessoas, afinal. Mesmo descontando aqueles fuzilados pelos Bastardos, é possível imaginar que haviam guardas no local e outras pessoas foram afetadas.

Já no geral o método preferido do diretor são as confiáveis armas de fogo, que só não fazem vítimas em "Kill Bill: Volume 2", "À prova de morte" (2007) e "Era uma vez em Hollywood".

Espadas fecham o top 3 com a grande matança de "Kill Bill: Volume 1" – com a memorável participação de Bruce Willis em "Pulp Fiction: Tempo de violência" (1994).

Mas Tarantino não tem medo de explorar suas possibilidades. Ao longo de sua carreira, o diretor manteve viva a busca por novos métodos de matar, como a lendária técnica dos cinco pontos que explodem o coração, usada por Uma Thurman para atingir seu objetivo de matar Bill (David Carradine).

É muito difícil de pensar na carreira de Quentin Tarantino sem lembrar das diversas referências pop em seus filmes. Tanto que a primeira cena de seu primeiro filme, "Cães de aluguel", se tornou uma das mais conhecidas discussões sobre a música "Like a virgin", de Madonna.

Outras produções, como "À prova de morte" e "Bastardos inglórios" têm ligação direta com a indústria cinematográfica e por isso também se destacam, mas nesse quesito "Era uma vez em Hollywood" não dá chance para a concorrência.

Seria difícil superar um filme que é a declaração de amor do cineasta à sua indústria, de qualquer forma. Desafio maior é contar todas as referências, que vão desde a personagens da história, como a atriz Sharon Tate e o diretor Roman Polanski, a participações dos protagonistas em gravações, como as séries "O Besouro Verde" e "Lancer".

Exceções à regra são os dois faroestes do diretor, "Django Livre" e "Os oito odiados" (2015), que se passam antes de tais referências sequer existirem.

Um diretor conhecido por seus diálogos não segura os xingamentos. Um dos favoritos de Tarantino é a expressão "motherfucker" e suas variações. Para a surpresa de ninguém, seu uso está diretamente ligado à participação do ator Samuel L. Jackson nos filmes.

Protagonista de "Pulp Fiction" e vilão de "Jackie Brown" (1997), Jackson joga a contagem lá no alto.

Com uma participação extensa em "Os oito odiados", é de se imaginar que ele só não pode falar tanto quanto gostaria pela época em que se passa a história. Mesmo assim, conseguiu jogar um par de vezes.

 

Fonte: G1

Nesta quarta-feira, 14, representantes do Conselho Municipal de Turismo (Comtup) e do Departamento de Turismo (Detur), ambos de Parauapebas, estiveram na Secretaria de Estado de Turismo do Maranhão, na capital São Luís, para tratarem sobre a criação de uma rota turística integrada entre a cidade de Parauapebas e o estado do Maranhão. A proposta é estimular a demanda natural de visitantes, já existentes, nesses locais, visto que São Luís e a Chapada das Mesas são destinos já consolidados no cenário nacional; além de atrair novos turistas, o que vai alavancar a economia na região.

Na Secretaria de Estado de Turismo, o coordenador e o diretor de produtos do Detur, Marcos Alexandre e Dácio Souza, e a presidente do Comtup, Aglaudene Tomé, foram recebidos pelo gestor da pasta, Catulé Junior, pelo secretário adjunto, Hugo Veiga, e pela superintendente de promoção e marketing, Cristiane Muller. Na Secretaria Municipal de Turismo, a equipe de Parauapebas foi recebida pela secretária, Socorro Araújo.

O gestor da Setur/MA, Catulé Junior, avaliou de forma positiva a proposta da rota integrada. “Foi uma grande satisfação receber a equipe do município de Parauapebas. Nossos interesses são convergentes, de modo que, juntos, de forma cooperada, possamos desenvolver o turismo nos estados do Maranhão e Pará, especialmente na cidade de Parauapebas. Hoje é o primeiro passo de um projeto que tenho certeza absoluta que logrará êxito, porque é um projeto que tem tudo pra dar certo”, afirmou.

“Nós somos próximos, trabalhamos com o mesmo objetivo e o importante é essa troca de informações, as trocas culturais e comerciais. E é esse relacionamento que proporciona a busca de novos caminhos para que o turismo possa crescer e trazer desenvolvimento. Turismo é atividade econômica. Nós somos irmãos e temos que estar juntos, trabalhando para que o desenvolvimento do Maranhão, do Pará e do Brasil cresça”, disse a secretária da Setur/São Luís, Socorro Araújo.

Para a presidente do Comtup, Aglaudene Tomé, a proposta é “de suma importância para fomentar a integração do turismo norte e nordeste, que liga o município de São Luís à cidade de Parauapebas, especialmente pela linha de ferro Carajás, que a partir de agora será potencializada para além do escoamento do minério de ferro. A criação dessa rota é de extrema relevância para o desenvolvimento do turismo no nosso município, pois iremos estimular essa matriz que fará parte da base da economia de Parauapebas”.

De acordo com o coordenador do Detur, Marcos Alexandre, o case de sucesso da Rota das Emoções – já consolidada e composta por municípios do Maranhão, Piauí e Ceará e a articulação para a criação da rota integrada na Amazônia brasileira – que será composta por municípios do Maranhão, Pará e Amazonas, são estímulos para a criação da rota turística integrada entre Parauapebas e Maranhão. “A partir de agora, a Setur/MA fará o estudo da viabilidade de comercialização da rota e do dia 15 ao dia 20 de setembro o Detur receberá consultores do Sebrae/MA e PA (os mesmos que participaram da elaboração e criação da Rota das Emoções) para elaborar um plano de trabalho para instituir a rota”, explicou o coordenador.

 

Texto e fotos: Rayssa Pajeú 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou ontem (15) o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento. A ferramenta auxilia juízes de varas da infância em todo o país na condução de processos de adoção. O programa deve começar a funcionar em outubro. 

O novo sistema concentra informações de instituições de acolhimento de crianças e adolescentes abrigados em todo o país e é oriundo da junção do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) e do Cadastro de Crianças Acolhidas, que já existiam.  

Com a nova versão, a busca de pretendentes para crianças aptas a adoção será feita de forma automática, conforme as regras do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). O programa também emitirá alertas de cumprimento dos prazos processuais das adoções e comunicará aos interessados na adoção sobre atualizações de cadastro. 

De acordo com o presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, o Sistema Nacional de Adoção pretende agilizar a reintegração familiar das crianças que estão em abrigos. 

"Além disso, contribuirá para otimizar a adoção de 4.900 crianças aptas e que permanecem acolhidas, apesar da existência de 42 mil pretendentes habilitados no cadastro”, disse. 

 

Fonte: Agência Brasil

O abono salarial do calendário 2019/2020 do Programa de Integração Social (PIS ) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), para os beneficiários nascidos em agosto, já está liberado desde essa quinta-feira (15).

Os trabalhadores com inscrição no PIS recebem na Caixa Econômica Federal. De acordo com o banco, o valor total disponibilizado para os nascidos em agosto é de R$ 1,4 bilhão destinado a 1,6 milhão de beneficiários. O trabalhador com inscrição no Pasep recebe o pagamento no Banco do Brasil.

O dinheiro do benefício pode ser sacado até 30 de junho de 2020 e pode ser consultado, no caso do PIS, pelo Aplicativo Caixa Trabalhador, no site do banco (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo telefone 0800 726 0207.

Os titulares de conta individual na Caixa, com cadastro atualizado e movimentação na conta, recebem o crédito de forma automática.

Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias, em 2018, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos.

É necessário ainda que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais), ano-base 2018.

.

 

Fonte: Agência Brasil

Um adolescente de 17 anos foi encontrado morto pela mãe, dentro da própria casa, na cidade de Bagre, na Ilha do Marajó, no Pará. A mulher encontrou o filho desacordado na sala por volta das 18h30 desta quarta-feira (14). Ao relatar a ocorrência na delegacia, a genitora contou algo que surpreendeu os agentes.

Segundo o registro policial, ela disse que o filho morreu em decorrência de ter comido um gato, há cerca de uma semana. A mãe contou que o rapaz chegou embriagado em casa, matou o animal e o comeu em seguida.

Ainda segundo o relato, o jovem começou a passar mal dias após a “refeição”, inclusive vomitando sangue. Questionada sobre o motivo do adolescente não ter ido ao médico, ela disse que ele não quis.

Apesar da suspeita, o corpo da vítima será periciado para que se encontre a causa real da morte.

 

Fonte: DOL

O evento esportivo promovido pela OAB-PA, subseção Canaã dos Carajás, realizado na manhã desta quinta-feira, 15, feriado de Adesão do Pará, reuniu centenas de atletas das modalidades, corrida de rua, ciclismo e caminhada, no Bosque do Gonzaguinha.

Já tradicional na cidade, a V Corrida, Caminhada e Passeio Ciclístico fazem parte da vasta programação da VI Semana do Advogado de Canaã dos Carajás, que vem desenvolvendo, ao longo de toda esta semana, diversas ações sociais e jurídicas de atendimento à sociedade canaense.

Dr. Fernando Luís Gonçalves, presidente da OAB-PA =, subseção Canaã dos Carajás.

A reportagem do Portal Carajás O Jornal realizou a cobertura completa do evento. Em entrevista, realizada com o presidente da OAB, subseção Canaã dos Carajás, Dr. Fernando Luís Gonçalves, falou sobre a satisfação que os membros da entidade têm em realizar o evento.  “A cada ano a nossa corrida vem crescendo e atraindo corredores de diversas outras cidades, o que é bastante satisfatório para nós, pois organizamos ela com muito prazer”, disse Dr. Fernando.

A concentração dos atletas se deu às 06h da manhã, em frente ao Bosque do Gonzaguinha, onde eles  iniciaram seus aquecimentos. Já a largada aconteceu por volta das 06h30, saindo primeiro os atletas do ciclismo, seguindo pelos corredores e posteriormente a caminhada.

Gedí Fialho praticante de Corrida de Rua há 05 anos .

Foram realizadas 300 inscrições de atletas para a corrida, porém somente 171 participaram, realizando o percurso de 5km. Gedí Fialho, de 30 anos de idade, atleta representante da equipe Rota 275 Runners, de Parauapebas, também esteve participando do evento. Em entrevista ao Portal Carajás O Jornal, falou um pouco sobre sua trajetória no esporte. “Já estou há cinco anos praticando corrida de rua, então todas as corridas de Parauapebas e região eu, juntamente com os demais membros da minha equipe, participo. Criamos o grupo Rota 275, a princípio sem focar muito no objetivo de conquistar pódio, corríamos mais para disseminar o esporte em nossa cidade, mas agora estamos focando um pouco mais na conquista de pódios”, frisou Gedí Fialho.

Antônio Kenedy, 34 anos, de Canaã dos Carajás, foi o primeiro a cruzar a linha de chegada

O 1º colocado na categoria Geral Masculino foi Antônio Kenedy Sousa Lima, 34 anos de idade. Ele completou o percurso no tempo de 14m58s. Em entrevista, disse que a meta dele é sempre se superar a cada corrida que participa. “Com ajuda de Deus e da minha esposa, que me incentiva muito, treino todos os dias, sempre na intenção de chegar em uma das primeiras colocações. Na corrida do Pais, ocorrida em Parauapebas no domingo passado, consegui chegar em quarto colocado e, hoje, na corrida da OAB, em segundo.  Não me considero um corredor de ponta, mas sempre me esforço para estar entre os melhores”, disse.

Thays Taboada, de 38 anos de idade, é triatleta e conquista o primeiro lugar pelo terceiro ano consecutivo, no evento. 

 Na categoria Geral Feminina, a primeira colocação ficou com a triatleta, Thays Taboada, de 38 anos de idade, que concluiu o percurso com 20m08s. Em uma breve entrevista, ela disse que é o terceiro ano que conquista a primeira colocação no pódio neste evento. “Comecei a correr faz três anos e desde então fui evoluindo. Transformei o esporte num estilo de vida, incluindo também a natação e a bicicleta. Para incentivar as outras pessoas a participarem e praticarem esportes, gosto sempre de participar”, pontuou a atleta.

Sobre ter conquistado mais uma vez o pódio, Thays declara que se sente muito realizada, uma vez que subir no pódio simboliza para ela uma homenagem a uma amiga, parceira de corrida, infelizmente já falecida. “Sempre faço uma homenagem a uma amiga minha que faleceu na volta de uma corrida. Então eu sempre participo e dedico o pódio para ela, porque ela me faz muita falta. Sei que hoje ela está no céu torcendo por mim”, concluiu.

Confira como ficou o pódio das principais categorias:

Pódio geral Feminino

 

Pódio Geral Masculino

 A programação da VI semana do Advogado de Canaã dos Carajás finaliza nesta sexta-feira (16) com um casamento comunitário, onde, cerca 30 de casais irão realizar o sonho de celebrar  o matrimônio.

Dr. Fernando Luís Gonçalves também falou um pouquinho mais sobre todas as importantes ações realizadas na VI Semana do Advogado de Canaã dos Carajás. “Desde de o dia 09 de agosto estamos realizando atendimentos jurídicos em parceria com a prefeitura municipal, emissão de documentos, consultas médicas e julgamentos de processos, este último graças à parceria com o Poder Judiciário do município. E para encerrar com chave de ouro, será realizado nesta sexta-feira, o nosso casamento coletivo”, comemorou ele, o sucesso da VI semana do Advogado.

 

Equipes de corredores de Rua compareceram em peso na V Corrida da OAB de Canaã dos Carajás

Equipe Body Fun Running 

Equipe Rota 275

Equipe Vida Longa 

 

Chegada dos atletas da modalidade Ciclismo.

Esportistas da modalidade Caminhada também participaram em peso do evento.

Lanche servido aos atletas no pós-corrida.

A  V Corrida, Caminhada e Passeio Ciclístico realizada pela OAB, em Canaã dos Carajás foi considerada um sucesso entre os atletas que participam do evento todos os anos. 

Consultas médicas, odontológicas, oftalmológica com doação de óculos, exames de imagem como ultrassonografia. Todas essas especialidades serão atendidas pelo Instituto Miguel Chamon, que agora reabre suas portas em Curionópolis.

O evento aconteceu na última quarta-feira, 14, e contou com a presença do deputado estadual Chamozinho; Presidente da Alepa, deputado Daniel Santos; Governador Helder Barbalho; vereadores e imprensa, além de autoridades de outros municípios. “Moro aqui há 30 anos, e a saúde está péssima, esse instituto vem para melhorar a nossa saúde, fico muito feliz com essa possibilidade aqui na nossa cidade”, disse Antônia Gomes.

Durante a reinauguração do Instituto foi apresentado à população unidades móveis de saúde, que vão atender todas as comunidades carentes, atendendo até mesmo a Serra Pelada. “Quero agradecer a todos por nos dar a oportunidade de estarmos reinaugurando esse instituto, que vai prestar um serviço de boa qualidade para toda a população”, frisou Selma Dantas, diretora do Instituto.

O Instituto Miguel Chamon conta com a parceria do Governo do Estado que também marcou presença na reinauguração e reafirmou seu compromisso com o município e agradeceu a cada um dos presentes, autoridades e munícipes. “Gostaria de trazer uma Palavra de muito afeto a todos vocês, hoje nós estamos abrindo o Instituto Miguel Chamon, fruto de uma ideia, a ideia de servir, a ideia de colaborar com o próximo, a ideia de retribuir o carinho e a confiança. Todos nós, que exercemos função pública, não podemos jamais perder a sensibilidade de olhar pelo próximo, porque quem nos coloca na função pública é exatamente as pessoas que depositam em nós, a confiança, de que lá nós estaremos sempre a olhar por aqueles que mais precisam. Parabéns a todos que acreditam neste projeto e aquilo que couber ao governo do estado nós estaremos lado a lado com o Instituto Miguel Chamon”, disse o governador do Pará, Helder Barbalho durante seu discurso.

Deputado Estadual, Chamozinho comemorou junto coma comunidade esta grande conquista para a saúde do município. 

Chamonzinho agradeceu a parceria do Governo do Estado e a população por acreditar no Instituto. Além disso estendeu seus agradecimentos à família, ao presidente da Alepa, Daniel Santos e aos demais deputados que marcaram presença. Ainda durante a sua fala afirmou que as unidades móveis vão atender em outros municípios.

O Instituto Miguel Chamon tem sede na Rua Palmeira, esquina com Carlos Santos, em Curionópolis.

 

(Samara Guimarães)

Uma quadrilha que praticava assaltos pelas ruas de Belém teve a ação criminosa desarticulada por um policial militar, no momento em que se preparavam para fazer mais um arrastão, no conjunto Promorar.

Após troca de tiros, uma suposta integrante foi baleada e morreu dentro do taxi, que teria sido tomado de assalto, enquanto o PM foi alvejado na perna e levado para o hospital, mas não corre risco de morte.

A noite de crimes teria iniciado por volta das 21h30. Duas mulheres e um homem acionaram um taxi em frente ao Hospital das Clínicas e tomaram o motorista de refém, obrigando-o a percorrer a cidade.

Em uma das paradas, no Conjunto Marex, outros dois comparsas entraram no carro e eles se dirigiram até o aeroporto, onde promoveram um arrastão.

“Neste espaço de tempo, várias pessoas tiveram seus celulares roubados e eles continuaram a ação atrás de novas vítimas”, informou o delegado Marcos Pinto, da Seccional da Pedreira.

Já no conjunto Promorar, o bando se deparou com outro grupo de pessoas em frente a uma casa e resolveu agir, mas entre as vítimas estava o policial militar identificado como cabo J. Silva.

“Ele percebeu a ação e se iniciou uma troca de tiros, sendo o militar atingido na perna e uma mulher, do grupo armado, também alvejada”, detalha.

O bando seguiu mais alguns metros e abandonou o carro, deixando para trás a mulher e o motorista. Este, por sua vez, foi direto para a delegacia da Pedreira, onde a mulher chegou morta.

O motorista foi ouvido pela polícia. Além da mulher baleada, o condutor, que não teve o nome revelado, também trazia uma bolsa com dois aparelhos celulares, que estão em poder da Polícia Civil, na seccional da Pedreira.

A vítima fatal não teve o nome divulgado até a chegada da Perícia Criminal.

 

Fonte: DOL

Os bancos poderão oferecer crédito imobiliário corrigido pela inflação. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou resolução que permite que novos financiamentos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) tenham o saldo devedor atualizado por índices de preços.

A resolução foi aprovada na reunião extraordinária do CMN na manhã de quarta-feira (14), mas só foi divulgada pelo Banco Central (BC) ontem (15) no fim da noite, depois de o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, terá nunciado que o banco passará a conceder crédito imobiliário corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) mais uma taxa de juros fixa.

Os financiamentos habitacionais são corrigidos pela Taxa Referencial (TR), atualmente zerada, mais juros fixos que variam conforme o perfil do mutuário. Em julho do ano passado, o conselho havia autorizado a concessão de crédito corrigido pela inflação. A resolução, no entanto, não alcançava as operações do SFH, nas quais o tomador usa o saldo da conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar as prestações e amortizar o saldo devedor.

Em nota, o Banco Central explicou que a medida ajuda a tornar o mercado imobiliário menos dependente da poupança e do FGTS, cujos recursos são em parte usados para empréstimos habitacionais. Segundo o BC, os financiamentos corrigidos pela inflação podem servir de lastro (base) e ampliar a participação de instrumentos voltados para o crédito imobiliário negociados no mercado financeiro, como os certificados de recebíveis imobiliários e as letras imobiliárias garantidas.

Segundo o comunicado, a medida é derivada da agenda de modernização do sistema financeiro e beneficiará o consumidor ao ampliar as modalidades de financiamento imobiliário disponíveis, aumentar a concorrência entre os agentes financeiros e reduzir os juros finais para o tomador.

 

Fonte: Agência Brasil

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2019.CORRIDA_DOS_PAIS_RODAPEgk-is-100.jpglink