On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Academia Parauapebense de Letras homenageia pioneiros do Município Destaque

Em alusão aos 29 anos de Parauapebas, a Academia Parauapebense de Letras (APL), realizou na noite de ontem (12), uma homenagem aos pioneiros que ajudaram a construir a história do Município, apresentando aos munícipes as biografias resumidas dos pioneiros homenageados. Na ocasião se fizeram presentes várias autoridades da cidade, como também pessoas que moram nela desde o início dos primeiros vilarejos. 

Com o tema Parauapebas Sua História e Seus Personagens, tendo como palestrantes os membros da APL Luiz viera e Miguel Reis, também estiveram no evento: Lima Rodrigues presidente da APL; Terezinha Guimarães, Vice-presidente; Waldir Silva, Secretário; o prefeito de Parauapebas José Darci Lermen; o vice-prefeito Sergio Balduíno dentre outras autoridades da cidade e pioneiros. 

O primeiro personagem a ter sua biografia contada foi Antônia Raquel de Sousa Araújo, narrada pelo pioneiro Waldir Silva. Raquel de Sousa Araújo nasceu em 1967, na cidade de Timon, Estado do Maranhão. Aos 16 anos de idade, em 1983, na companhia de seus pais, quando Parauapebas ainda era uma pequena vila pertencente ao município de Marabá. No período de 1984 a 1988, Raquel Araújo, ao longo desses 28 anos de emancipação político-administrativa de Parauapebas, viu a formação das primeiras ruas e bairros da cidade. Uma das servidoras públicas mais antigas da Câmara Municipal de Parauapebas, onde presta serviços desde a primeira legislatura do Legislativo. 

Neusa Kluk, outra pioneira de Parauapebas, teve sua história narrada pelo palestrante Miguel Reis. Neusa Kluk nasceu na cidade de Floriano, no Piauí, em 1944 e mudou-se para Parauapebas em 1988. Dona Neusa participou da história de Parauapebas desde o início, como umas das pioneiras, colaborou durante anos para o crescimento desta cidade, para o desenvolvimento social da região, e continua contribuindo com a cultura e com a história deste município. 

Outro pioneiro, que teve sua biografia narrada no evento por Luiz Viera, foi José do Nascimento Castro. Conhecido como Castro, natural de Caxias - MA, veio para Curionópolis em 1981, no auge da Serra Pelada. Em 1985 veio a Parauapebas com sua voz marcante, foi o primeiro empreendedor do ramo de publicidade volante. Além do ramo de publicidade, foi um dos primeiros a animar as noites de Parauapebas. Começou com um pequeno teclado musical, tocando em festas sociais e eventos da cidade, tornando-se mais tarde um dos proprietárias da Castros Castrus Produtora, empresa referencia no note do país. 

Luiz Viera também narrou a biografia da pioneira e uma das primeiras professoras do Município, Iranilde Soares Barata, nascida em Marabá-PA. É formada em magistério com licenciatura curta em técnicas agrícolas, licenciatura plena em ciências sociais, Pedagogia com habilitação em Administração Escolar, pós-graduação em Sociologia Rural e Urbana, Advocacia e pós-graduação em Direito de Família. Chegou em Parauapebas no ano de 1984, com a missão de implantar a educação do nível fundamental ao ensino médio. Foi a primeira diretora da escola estadual Euclydes Figueiredo.  

O vice-prefeito de Parauapebas, Sergio Balduíno, também teve sua história contada pelo presidente da APL e apresentador Lima Rodrigues.  Sergio Balduino de Carvalho nasceu em 1962 em Anápolis – GO, chegou em Parauapebas em 1983, como Técnico em Mecanografia e implantou a empresa Anagráfica e se destacou como empreendedor. Se elegeu vice-prefeito de Parauapebas em 2016. 

Terezinha de Jesus, membra da APL escolheu como homenageando o pioneiro de Parauapebas  Sivaldo Maciel Lima, que também é sua esposo

 

Texto: Fernando Bonfim

O vice-prefeito de Parauapebas Sergio Balduíno teve sua história contada pelo presidente da APL e apresentador Lima Rodrigues.

Prefeito de parauapebas Darci Lermen.

Representando - Neusa Kluk.

Sivaldo Maciel Lima.

Terezinha de Jesus.

Vice-prefeito Sergio Balduíno.

Luiz viera.

Miguel Reis.

Neusa Kluk.

Neusa Kluk teve sua história narrada por Miguel Reis que por motivo de força maior não pode comparecer no evento.

O primeiro personagem a ter sua biografia contada foi Antônia Raquel de Sousa Araújo  narrada pelo pioneiro Waldir Silva.

 

Avalie este item
(0 votos)
Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/coisadecrianarodape.gk-is-100jpeglink