Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Nos minutos finais do segundo tempo o Brasil vence Costa Rica de 2x0 com gols de Philippe Coutinho e Neymar. A seleção Brasileira entrou hoje sexta-feira (22) a partir das 9h da manhã. Enquanto outras cidades registram grande movimentação nas ruas e estabelecimentos, parauapebenses decidiram assistir ao jogo em casa.

O fato de o jogo ter sido às 09h da manhã, muitas pessoas preferiram assistir e comemorar o resultado em casa, outras, porém estavam trabalhando, apesar de algumas empresas e órgãos públicos do município terem decretado ponto facultativo nesta sexta-feira.  Bares, lanchonetes e restaurantes, que fizeram a transmissão da partida contaram com público reduzido.

Lanchonete no centro do Bairro Cidade Nova, reúne poucos torcedores durante o jogo

Ruas vazias após o jogo, torcedores preferiam comemorar a vitória do Brasil em casa. 

(Da redação/ imagens Fernando Bonfim)

Iniciou hoje, sexta-feira (22), às 13h a Ação de Recadastramento e Emissão de Passe Livre Intermunicipal (Estadual). O serviço, que está sendo ofertado nas dependências do Centro Universitário de Parauapebas (CEUP) visa atender pessoas com deficiência até 64 anos de idade.  A ação se estenderá até amanhã, sábado, 23, no horário de 13 às 18h.

Veja os documentos necessários:

(Da redação-  Informações ASCOM)

Em nova portaria para regulamentar o funcionamento dos órgãos públicos durante a Copa do Mundo de 2018, o Ministério do Planejamento estabeleceu ponto facultativo na administração pública federal direta, autárquica e fundacional no horário em que ocorrem os jogos da seleção brasileira de futebol. A portaria está publicada na edição de hoje (22) do Diário Oficial da União.

Os órgãos e entidades da administração pública federal deverão permanecer abertos no horário dos jogos da seleção e assim os servidores poderão optar por assistir as partidas fora do órgão público e depois compensarem as horas não trabalhadas, ou continuarem as suas atividades profissionais regularmente.

Nos dias em que a seleção brasileira entrar em campo, de manhã, o ponto facultativo se estende até as 14h. Quando os jogos forem a tarde, o expediente se inicia às 13h. No caso de serviços essenciais, foi mantida a orientação de não interrupção.

Originalmente, a portaria do Ministério do Planejamento determinava que os órgãos públicos ficariam fechados durante os jogos do Brasil na Copa. O expediente só teria início a partir das 14h nos dias de jogos pela manhã. Já nos dias em que os jogos fossem a tarde, o expediente começaria de manhã e se encerraria às 13h. Apenas serviços essenciais continuariam funcionando. No entanto, determinadas categorias profissionais entraram na Justiça e conseguiram liminares para continuarem trabalhando durante os jogos, sob o argumento de que a compensação das horas não trabalhadas prejudicaria a rotina de alguns servidores.

Na quarta-feira (20), em decisão liminar, o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Napoleão Nunes Maia Filho determinou a “abertura regular das repartições públicas” onde trabalham peritos médicos previdenciários nos dias de jogos da seleção brasileira durante a Copa do Mundo, permitindo aos servidores a possibilidade do cumprimento normal de sua jornada de trabalho.

A decisão atendeu pedido da Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social, que entrou com mandado de segurança contra a portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, que alterou o expediente dos órgãos e entidades da administração pública federal nas datas de jogos do Brasil.

 

(Fonte: Agência Brasil)

Alunos de escolas municipais de Parauapebas participam, nesta quinta-feira (21) e na sexta-feira (22), da 2ª edição dos Jogos Infantis da Educação do Campo (Jiec), promovida pela Prefeitura, através do Setor de Educação do Campo da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A atividade, que neste ano tem como tema: “A Educação Física como forma de Inclusão”, está sendo realizada na Escola Municipal de Ensino Fundamental Oziel Alves, localizada na Vila Palmares II.

O evento visa fomentar a prática esportiva, desenvolver o intercâmbio sociocultural e contribuir para o desenvolvimento integral dos alunos. Durante os dois dias de jogos serão reunidos mais de 300 alunos-atletas, entre 7 e 11 anos de idade, de nove escolas da zona rural do município. Eles irão disputar nas modalidades futsal, handebol, atletismo, queimada e xadrez.

(Fonte: Zé Dudu)

Agulhas não são novidade na vida de quem é diabético. Injeção de insulina, verificação de glicemia, é uma rotina que envolve perfurações. Mas imagine se elas pudessem ser substituídas por xícaras de café? É exatamente nisso que cientistas suíços estão trabalhando: eles criaram um implante celular que libera medicação para diabéticos quando detecta cafeína no sangue.

Para que essa façanha fosse possível, pesquisadores suíços usaram biologia sintética: eles modificaram células humanas, tornando-as capazes de produzir uma substância usada como medicamento para diabetes, a GLP-1. Ela estimula a produção e secreção de insulina (hormônio que “tira” a glicose do sangue e “coloca” dentro das células) pelo pâncreas, além de inibir o glucagon (hormônio com função contrária à da insulina) quando está numa situação de hiperglicemia. 

O implante é composto de milhares de cápsulas semelhantes a gel, cada um contendo centenas de células modificadas. Essas células possuem em seus genes um comando que detecta moléculas de cafeína presentes no sangue. Quando isso ocorre, elas reagem fabricando o GLP-1.

Se isso se tornar viável, vai revolucionar a vida de milhares de pessoas. No Brasil, por exemplo, bastaria manter o costume de tomar café depois das refeições para ter a diabetes controlada. E as pesquisas são animadoras: testes em ratos mostraram que o implante sob a pele pode ser estimulado pela cafeína presente em café, chá ou bebidas energéticas. Ou seja, até um coadinho feito em casa tá valendo. E o melhor: se for necessário aumentar a dose de medicamentos, basta simplesmente tomar um café mais forte (com mais cafeína). 

Para testar as quantidades de cafeína que as células detectavam, os cientistas usaram diferentes tipos de café, chás de ervas e até milkshakes. Esses dois últimos, como esperado, não tiveram efeito algum, mas todo o resto testado (até um shot do Starbucks) fizeram as células implantadas produzir GLP-1. Claro, em quantidades variadas, de acordo com o teor de cafeína de cada bebida.

A tecnologia, porém, ainda exige muitos testes até ser disponibilizada para humanos. Martin Fussenegger, líder das pesquisas no Instituto Federal de Tecnologia da Suíça, acredita que pode levar uma década para para garantir que é uma abordagem segura e eficaz. Mas é algo em que vale a pena insistir:  “Você poderia ter sua vida normal de volta. O implante pode durar de seis meses a um ano antes de precisar ser substituído”, diz o pesquisador.

No Brasil, mais de 16 milhões de pessoas sofrem com diabetes – e, segundo um relatório da OMS de 2016, a doença mata 72 mil pessoas por ano no País. Mundialmente, esse número é ainda mais espantoso: 422 milhões são afetados. Se, no futuro, uma xícara de café resolver esse problema, as próximas gerações terão a sorte de conviver com menos agulhas.

Reportagem de Ingrid Luisa / https://super.abril.com.br 

(*) Luiz Carlos Pinto Ribeiro

Qual o objetivo da Filosofia? – A Filosofia tem como único objetivo, o conhecimento. Ela procura a verdade, prescindindo de eventuais utilizações prática. A filosofia tem a finalidade puramente teorética, ou seja, contemplativa. Ela não procura a verdade, por um motivo que não seja a própria verdade, por isso é livre, realizando-se na pura contemplação da verdade.

Pensando bem, o contexto social dos últimos anos encontra-se marcado pela presença esfuziante das novas técnicas de informatização e comunicação. Mas, temos algumas particularidades, muitas ideias são produzidas e apresentadas de forma pronta e acabada, afirmando verdades como as tintas de um grande pintor que não conhecemos, onde ele diz aquilo que é, e não abre guarda para discutir que pode ser de outras formas, e, isso gera a paz da acomodação, e igual a sapos estamos sendo fervidos até a morte. Esta realidade aparece como algo já feita, já concluída, e que muitas vezes, não precisa ser mais pensada. No entender de Antônio Rogério Magri, criador do neologismo: “imexível”. Diante deste fenômeno cultural emergem alguns questionamentos, tais como: Por que fazer? Por que conhecer? Por que estudar? Por que filosofar?

A humanidade presente está acomodada diante do que o homem de ontem deixounos como herança, deixando de ir buscar conhecer como as coisas existem, pensando que tudo deve ser diferente, mas espera que outros realizem. Fazemos parte de uma sociedade que nos propicia uma realidade que podemos explorar como também escolher. Sob este aspecto, visualizamos a falta que nos faz a filosofia como mecanismo de ajuda para vermos a verdade que liberta. Perguntamos-nos com perplexidade, por que fomos privados desse instrumento de construção do nosso ser? Por que pensamos sobre nós mesmos e a nossa realidade?

O bom de todo o conhecimento que adquirimos é que ele nos questiona e nos apresenta respostas sobre o que vemos e o que nos é proporcionado, como, por exemplo, o fato de não percebermos o grande problema de nossa sociedade está relacionado à crise de ética? Isto chega a ponto de que muitos nem sabem o que é ética...

Como é possível que continuemos na situação em que estamos, com tendência sempre a piorar, sem capacidade de reagir?

Diante de tantas tendências, o que o ser humano está fazendo para não ser corrompido, por uma maioria que pensa que para ser é ter mais conhecimento?

O conhecimento é um processo de desenvolvimento de capacidade física, intelectuais e morais do se humano, em sua unidade global, que visa a uma melhoria cada vez maior em sua forma de aquisição e de integração social. O exercício da filosofia tem por finalidade despertar desde o início das atividades racionais do homem, sua importância e auxílio em relacionar-se e questionar-se e questionar o que lhe é apresentado e até mesmo sobre os resultados daquilo que faz em sociedade, pois o homem, quando filosofa, aprende cada vez mais a ser homem e a se relacionar com integridade e com senso crítico no meio em que vive.

Portanto, o Café Filosófico da Escola Eduardo Angelim (Sede) realizado na Câmara Municipal de Parauapebas, nesta quarta-feira, 20 de junho, coordenado pelo Professor Gleidson (carinhosamente alcunhado pelos alunos de “Gleidinho”) alcançou êxito com os diversos temas filosóficos expostos, discutidos e debatidos pelas várias turmas dos turnos: matutino; vespertino e noturno do “Eduardão”. Também compareceram ao evento alunos da Escola Marluce Massariol.

Foi um trabalho que propôs uma reflexão a respeito da extensão do pensamento, tanto da Escola Eduardo Angelim para a sociedade e vice-versa.

É preciso considerar que pensar é sempre estender o pensamento, para fora, para além, saltando e ultrapassando. Esse salto, todavia parece cair sempre no mesmo lugar. Ao que parece, o pensamento sempre volta a si, questionando sobre si mesmo e a capacidade de pensar. É uma redundância necessária, um círculo vicioso. A extensão é agora também reflexão. Estender e retroceder são os movimentos do pensamento de força ativa promovidos pelo Café Filosófico do reduto filosófico de Parauapebas.

(*) Especialista em Educação

Quem quer comprar um veículo novo terá uma grande oportunidade neste domingo (24 de junho), quando as concessionárias de todo o estado funcionarão em regime de plantão de vendas no horário entre 8h e 15h. A abertura das lojas aos domingos só ocorre duas vezes ao ano – em junho e em dezembro – e é resultado de um acordo entre o Sindicato das Concessionárias e Distribuidoras de Veículos do Pará e Amapá (Sincodiv PA/AP) e os sindicatos de profissionais do setor.

Para potencializar as vendas e atrair os consumidores, as concessionárias são estimuladas pelo Sincodiv a investir em promoções e pacotes promocionais. O domingo de vendas também é positivo para aumentar os números do setor, que registrou, entre janeiro e maio deste ano, um total de 36.600 emplacamentos de veículos novos em todo o estado, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros.

Os veículos preferidos pelos paraenses em 2018 são as motos e os automóveis. Entre janeiro e maio, o Sincodiv contabiliza 19.610 motos comercializadas e 12.454 emplacamentos de automóveis. Juntos, os dois tipos de veículos responderam por 88% do total das vendas deste ano. Já o melhor percentual de crescimento no comparativo com o mesmo período do ano passado foi registrado na venda de ônibus, que cresceu 90% nos cinco primeiros meses do ano.

 

(Fonte: Zé Dudu)

Começa hoje (22) o prazo de matrícula para os estudantes selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O resultado está disponível na página do programa. Aqueles que foram aprovados devem ficar atentos aos dias, horários e locais definidos por cada instituição de ensino. 

Nesta edição, o Sisu oferece 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior em todo o país. O prazo para os selecionados se matricularem vai até o dia 28. 

Lista de espera

Aqueles que não foram selecionados poderão participar da lista de espera. O prazo para que isso seja feito começa também hoje e vai até o dia 27. A convocação dos candidatos em lista de espera será de 3 de julho a 21 de agosto. Para participar, basta acessar o sistema na internet e confirmar o interesse.  

A lista de espera vale apenas para a primeira opção de curso feita na hora da inscrição. Além dos candidatos que não foram selecionados em nenhuma das opções, podem participar aqueles que foram selecionados para a segunda opção de curso, feita também na hora da inscrição.   

Sisu

O Sisu oferece vagas no ensino superior, em instituições públicas. Nesta edição, puderam concorrer os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obtiveram nota acima de zero na redação.

As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de Educação Tecnológica, 27 institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia e 30 universidades.

(Agência Brasil)

Brasil venceu a Costa Rica se enfrentam nesta sexta-feira, às 9h (horário de Brasília), no estádio de São Petersburgo, pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo Rússia 2018. Vetado por uma lesão muscular no quadril, o lateral-direito Danilo será substituído por Fágner, do Corinthians. Além disso, Thiago Silva foi o escolhido da vez como capitão; Marcelo levou a braçadeira na primeira partida. Na etapa inicial, a seleção novamente insistiu com jogadas pela esquerda, como Marcelo e Neymar, que sentiu dificuldade para ganhar jogadas individuais. Somente aos 40 minutos, com o lateral-esquerdo batendo de fora da área, o Brasil conseguiu testar o goleiro Keylor Navas. Gabriel Jesus teve um gol anulado por impedimento. Porém, a melhor oportunidade do primeiro tempo foi da Costa Rica, com Celso Borges batendo para fora. No intervalo, o técnico Tite mexeu na equipe. Colocou Douglas Costa no lugar de Willian, mais uma vez pouco efetivo pelo lado direito.

Philippe Coutinho mais uma vez é destaque na Seleção Brasileira -Foto: Reuters

 

O Tite confirmou na véspera do jogo que o time titular será quase o mesmo que empatou com a Suíça, por 1 a 1, na estreia do Brasil no Mundial, com exceção da lateral direita: Alisson, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Willian e Neymar; Gabriel Jesus. O camisa 10, que ficou fora de dois dias de treinamento na semana por causa de dores no tornozelo, em consequência das 10 faltas sofridas no empate, não preocupa a comissão técnica. Fred, que foi desfalque contra os suíços, treinou normalmente nos últimos dias e deve ser opção no banco.

A Costa Rica está em último lugar no Grupo E. Perdeu por 1 a 0 para a Sérvia na estreia, gol de Kolarov. O Brasil, por sua vez, decepcionou em seu primeiro jogo, marcando primeiro com Coutinho, mas sofrendo o empate em polêmico gol de Zuber. Os suíços enfrentam os sérvios também nesta sexta, às 15h (horário de Brasília).

(Fonte: El País)

A Polícia Civil de Parauapebas abriu inquérito policial para apurar a morte por enforcamento da adolescente de iniciais V. D. , de apenas 13 anos de idade, que residia na Rua Pio XII, bairro Betânia, Parauapebas, na noite de quarta-feira (20).

V. D em vida. 

De acordo com o delegado Tiago Carneiro, o Conselho Tutelar, que havia informado a polícia sobre a morte de uma adolescente de 13 anos de idade que havia dado cabo de sua própria vida.

A Polícia Militar que estava no local realizou o isolamento da área e uma equipe do SAMU foi acionada verificando que não havia mais sinais vitais na vítima. Minutos antes do ato a adolescente estaria ingerindo bebida alcoólica junto com outros dois rapazes.

De posse das informações a Polícia Militar prendeu e apresentou na delegacia, Westley da Silva que seria namorado da adolescente e um amigo dele, Diego Farias da Silva, que minutos antes estiveram com V. D.

O delegado, Thiago Carneiro explica que o caso está sendo investigado pela equipe do delegado Felipe Oliveira, da divisão de homicídios. Ele ressaltou ainda que os apresentados foram presos por fornecer bebida alcoólica a adolescente, o que fere o artigo 243 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), que diz: vender, fornecer, servir, ministrar ou entregar, ainda que gratuitamente, de qualquer forma, a criança ou a adolescente, bebida alcoólica ou, sem justa causa, outros produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica: (Redação dada pela Lei nº 13.106, de 2015). Pena - detenção de 2 (dois) a 4 (quatro) anos e multa, se o fato não constitui crime mais grave. (Redação dada pela Lei nº 13.106, de 2015).

Informações que estão sendo investigadas pela Divisão de Homicídio de Parauapebas, dão conta de que a vítima se relacionava amorosamente com Westley Silva e que estaria sofrendo por desilusão amorosa, pois Westley seria casado e na noite de ontem, quarta-feira, 20, estaria bebendo, comemorando o nascimento do seu primeiro filho.

Depois de serem ouvidos em depoimento, na manhã de quinta-feira 21, após exame de corpo de delito no IML, Westley Silva e Diego Farias, foram encaminhados para área carcerária da Susipe, no bairro Rio verde, onde aguardam posicionamento da justiça.

Enquanto isso a polícia segue ouvindo parentes e vizinhos da jovem para desvendar se há ou não envolvimento ou indução do namorado de V. D, em seu suicídio.

(Reportagem: Caetano Silva)

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink