On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

MEC antecipa R$ 723 mil para os hospitais universitários do Pará

Os hospitais universitários federais vão começar o ano com dinheiro em caixa para realizar investimentos e planejar este início de 2018. Na última sexta-feira (5), o Comitê Gestor do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf) aprovou a liberação de R$ 31 milhões para 48 unidades federais.

O programa é administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e o montante liberado faz parte da verba do Ministério da Educação (MEC). No Pará, o Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB-UFPA) vai receber R$ 581.205,46 e o Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza (HUBFS-UFPA) R$ 142.785,92.

É a primeira vez que a liberação é realizada no começo de janeiro. O recurso será utilizado na compra de insumos, como medicamentos, ou em investimentos nas unidades, como novos equipamentos ou reformas. A decisão fica à critério do próprio hospital, que agora deve informar à Ebserh, por meio de planos de trabalho, o destino dos recursos. “Estes valores estão sendo enviados para que as unidades possam planejar e cumprir as ações de 2018 com maior tranquilidade e celeridade”, destacou o vice-presidente da Ebserh, Paulo Henrique Costa. 

O ministro da Educação, Mendonça Filho, destacou a importância desses recursos para a garantia da boa prestação de serviço dos hospitais universitários do país. “Desde o início da gestão, temos dado uma atenção especial aos hospitais universitários federais. Nosso objetivo é garantir que eles continuem prestando serviços de qualidade nas áreas de ensino, pesquisa e assistência à população. Essa liberação confirma nosso compromisso de começar o ano de 2018 com verbas para investimentos e custeio de materiais para as unidades”.

REHUF

Os recursos do Rehuf são oriundos dos ministérios da Educação e da Saúde. O programa destina-se à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, incluindo as não filiadas à Ebserh, estatal vinculada ao MEC, que administra 39 hospitais universitários federais.

Fonte: Diário do Pará

Avalie este item
(0 votos)
Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink