Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Em menos de 24 horas do crime a Polícia Civil de Parauapebas prendeu um dos três suspeitos de envolvimento no assassinato do jovem Deivid Dias Luz, de 18 anos de idade, morto a pauladas no bairro Liberdade I, o crime aconteceu na noite de domingo, 29.

De acordo com informações, a PC chegou ao suspeito Frank  Rafael  Vaz Santos, (vulgo Rafinha), também de 18 anos, na noite de segunda-feira 30, em razão de seu envolvimento na morte da vítima, ocorrido na noite anterior por volta de 23h30 de domingo, 29, na rua Pará com Santa Catarina, Liberdade I, quando a equipe plantonista da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas, sob o comando do delegado Dufrae Abade, foi informada a cerca de um homicídio naquele logradouro.

Os investigadores tomaram conhecimento que a vítima havia sido golpeada com pedaços de madeira e que tinha sido socorrida por familiares, mas chegou sem vida ao hospital. Com base nas informações os policiais iniciaram investigações para a identificação dos envolvidos no crime.

As diligências continuaram por toda madrugada, ao amanhecer a equipe dirigida pelo delegado Felipe Freitas, do Departamento de Homicídios, se juntou aos investigadores que já vinham realizando levantamentos e lograram com êxito em prender "Rafinha".

Em entrevista o pai da vítima dizia acreditar que seu filho havia sido morto por briga por causa de namorada, porém as investigações esclareceram que a motivação do crime, como mostra no inquérito se deu por disputas entres as facções criminosas, e que Deivid Dias seria membro do PCC e  seus algozes do CV.

As diligências continuam com o objetivo de localizar e prender o restante dos envolvidos.  Caso você queira auxiliar a polícia na prisão de criminosos ligue para 181, ou (94 992645348) Centro de Controle Operacional (CCO), sua identidade será resguardada.

(Neide Folha)

Quem mora no bairro Cidade Jardim tem sofrido com os buracos que vem se formando nas vias com a erosão do solo, muitas das ruas se tornaram intrafegáveis, causando riscos para os munícipes que residem ali residem ou precisam trafegar pelo local.

Veículos transitam com muita dificuldade

Para atender a comunidade daquele bairro, o vereador Coutinho apresentou na última sessão da Câmara Municipal de Parauapebas, nesta terça-feira, 31, uma indicação ao poder executivo, que pede a revitalização e pavimentação asfáltica da AV. F, entre a avenida dos Ypês e Avenida dos Buritis.

Vereador Coutinho atendeu solicitação dos moradores

“Tendo em vista que o trecho acima citado encontra-se em péssimas condições de tráfego, e com isso dificultando o acesso bem como colocando em risco a situação dos cidadãos, pois muitos estão utilizando o canteiro central como rua para desviar dos buracos, fato que traz desconforto para quem precisa utilizar a via diariamente, peço a aprovação dessa casa de leis dessa indicação”, disse o parlamentar durante sua fala na tribuna.

A indicação foi aprovada pelos colegas parlamentares e agora segue para o poder executivo, quem reside no local espera que o pedido seja atendido e que a situação seja resolvida.

Samara Guimarães

Através de dispensa de Licitação a Secretaria Municipal de Saúde com recursos do Fundo Municipal de Saúde, adquiriu testes rápidos para o coronavirus/COVID19.

O prefeito Darcir Lermen tem tomado várias medidas para cuidar dos munícipes nesse momento de pandemia 

500 testes já estão disponíveis e mais 500 chegarão pelos próximos dias, a ação do governo municipal visa identificar e isolar os casos positivos para a Covid-19, evitando a rápida propagação e o afogamento do hospital e Unidades de Saúde do município.

O Secretário de Saúde, Gilberto Laranjeiras, afirmou que 500 testes rápidos já estão disponíveis em Parauapebas

O contrato foi assinado e publicado no Diário Oficial da União na sexta-feira, 27, e 500 dos 1000 testes adquiridos pela Secretaria Municipal de Saúde já estão disponíveis. Os testes serão usados para confirmar positivos para o novo coronavírus pacientes que apresentem os sintomas da Covid-19 – como tosse, febre, dificuldades para respirar, entre outros, persistidos por mais de cinco dias, que é o recomendado pela OMS.

A Prefeitura Municipal de Parauapebas comprou 1000 testes

O Município de Parauapebas é o primeiro a obter os testes rápidos no estado do Pará, os esforços do Secretário de Saúde Gilberto Laranjeiras e do prefeito Darci Lermen são para ampliar a cobertura de diagnóstico e se ter um controle da situação no município.  

 

Cada vez o contato entre pessoas está mais reduzido, devido às medidas preventivas em relação à transmissão do novo coronavírus. Com isso, deixamos de sair com amigos, visitar familiares e até mesmo fazer reuniões de trabalho ou de grupos de apoio. Mas isso não significa que estes “encontros” não possam ser feitos virtualmente. Conversar e trocar uma ideia não custa nada: isso porque várias ferramentas oferecem este serviço gratuitamente.

Confira abaixo como fazer conferências com diferentes aplicativos e redes sociais e não deixe de marcar o seu bate-papo.

WhatsApp

O aplicativo também faz videoconferências, mas restrita a quatro participantes e somente pelo celular.

Para chamar pessoas que estão em um grupo, abra a aba de conversa do grupo e clique no ícone de telefone que fica no canto superior direito. Um menu vai aparecer, com uma lista dos participantes do grupo. Você poderá selecionar até 3 pessoas, para chamar. Feito isso, clique no ícone da câmera

Para chamar pessoas que não estão em um mesmo grupo, selecione uma pessoa e abra a aba de conversa. Clique no ícone de câmera, no canto superior direito. Ao iniciar a chamada em vídeo vai aparecer um sinal de “+” no canto superior direito, que permite adicionar mais pessoas.

Facebook Messenger

Esta ferramenta, que faz parte da rede social Facebook e permite conectar até 50 pessoas. Para fazer este tipo de chamada, é mais fácil usar o aplicativo do Messenger (pode baixar clicando no ícone do Messenger dentro do Facebook ou pela loja de aplicativos do celular). Quem preferir, podem também fazer pela própria página do Facebook no celular ou computador: basta clicar no ícone do Messenger (no canto superior direito). Logo em seguida, selecione as pessoas ou o grupo e clique no ícone da câmera.

Skype

Este é um dos mais famosos aplicativos de reuniões de vídeo online. Além de chamadas em vídeo e áudio, ele também permite compartilhar a tela do computador para apresentar algo aos participantes. Este app, que reúne até 50 pessoas em uma chamada, também é gratuito, a menos que queira fazer o plano empresarial.

Para usá-lo é preciso baixar o Skype no celular ou tablet pela loja de aplicativos ou pela internet (também é possível usar o Skype no computador sem baixar nada, em web.skype.com). Ao fazer isso, será necessário criar uma conta. Se você já tiver uma conta microsoft (@outlook ou @msn), já está cadastrado como usuário do Skype, basta abrir o app e fazer o login. Uma vez dentro, é só buscar seus amigos pelo nome ou por email e iniciar uma chamada.

Instagram

Esta rede social também permite videoconferências pelo celular. Para fazê-las, basta, ao entrar no Instagram, clicar no ícone de mensagem direta, no canto superior direito da tela inicial. Quando abrir a tela seguinte, com nome de seus contatos, selecione o ícone da câmera no canto superior direito, para depois escolher até 5 pessoas ara participarem desta conferência com você.

Google Hangouts

Quem já possui em email do gmail ou uma conta no youtube pode preferir esta opção, que permite conectar até 10 pessoas.

Quem já usa gmail, encontra o aplicativo HangOut abaixo da lista de pastas, à esquerda (onde aparece o seu perfil). A outra opção é entrar no site hangouts.google.com. Também é possível fazer o download do app para celular/tablet pela loja de aplicativos.

É possível buscar amigos entre seus contatos (pessoas com quem você já trocou e-mail pelo gmail, assim como contatos que possui em celulares Android, já estão cadastradas automaticamente), ou enviando um convite para eles aderirem à ferramenta. Após fazer isso, é só clicar na opção "Vídeochamada".

 

Fonte: Vale

“Oficialmente, nós declaramos que o Pará passa a ter transmissão comunitária”, informou o governador do Estado, Helder Barbalho, no início da transmissão ao vivo, que realizou no fim da tarde desta segunda feira (30), direto do Palácio do Governo. O Boletim Epidemiológico de hoje foi fechado por volta das 18 h, quando a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) divulgou mais seis novos casos positivos de Covid-19, dos quais dois não viajaram, não sendo possível identificar a origem da transmissão. Até hoje, o Pará tem 26 casos confirmados da doença, 688 casos descartados e 47 em análise.

O secretário de Estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame, explicou que a partir de agora os números de casos confirmados devem aumentar, tornando ainda mais importante as medidas restritivas de isolamento e distanciamento social. “Temos dois homens, um de 53 e outro de 34 anos, que deram resultado positivo. São sintomáticos, coletaram as amostras e não conseguem identificar quem, dentro de seus contatos, possa ter lhes contagiado. Do ponto de vista prático não muda nenhuma medida. A sua autoproteção e a de seus familiares continua sendo essencial”, ressaltou o secretário.

Prorrogação da suspensão de aulas – Helder Barbalho também anunciou que foi prorrogado, por mais 15 dias, o período de suspensão de aulas na rede estadual de ensino. De acordo com o Decreto nº 609, assinado no último dia 16 de março, as aulas ficariam suspensas até 31 de março. Mas a medida restritiva, que tem o objetivo de proteger a população da disseminação do novo Coronavírus, foi revisada em reunião com o Conselho Estadual de Educação e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc). A prorrogação passa a valer a partir de 1º de abril (quarta-feira).

“Estamos ampliando o prazo de suspensão das aulas da rede pública, nos ensinos fundamental, médio, técnico e superior. Portanto, será mantido até o dia 15 de abril”, reiterou o governador.

Todos em Casa pela Educação – Nesta segunda-feira (30) começaram a ser transmitidas as aulas do Programa Todos em Casa pela Educação, pela TV Cultura e internet. O aplicativo do programa foi baixado 9 mil vezes. A aula virtual também foi transmitida pelo Facebook da TV Cultura, assistida por 16 mil usuários, ao vivo.  

O Programa é uma parceria entre o Sistema Educacional Interativo da Seduc e a Fundação de Radiodifusão do Pará (Funtelpa), onde funciona a TV Cultura. Professores transmitem o conteúdo pedagógico explorando os recursos interativos e de imagem, para tornar as aulas mais atraentes. Tudo com participação, on-line, dos alunos. As aulas são ministradas das 15h30 até 17h30, divididas em dois blocos, um para o ensino fundamental e outro para o ensino médio.

Voo do Suriname – O governador voltou a falar sobre o voo oriundo do Suriname trazendo brasileiros, anunciado que a aeronave deve chegar a Belém na tarde desta terça-feira (31). “Eu falei com o chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, para que o governo federal tomasse as providências a respeito dos passageiros que não são paraenses. Que fosse dada uma solução para que essas pessoas possam seguir com segurança até seu destino final”, ressaltou Helder Barbalho, lembrando que o Governo do Pará já apresentou à Justiça Federal uma Ação Cautelar para que a União seja obrigada a viabilizar essa logística.

Embora a aeronave tenha capacidade para 128 passageiros, até o momento foram confirmados 78 passageiros no voo, sendo 44 paraenses.

Em relação aos paraenses, o Estado deve recepcioná-los ainda no Aeroporto Internacional de Belém para identificar o quadro de saúde de cada um. Quem apresentar sintomas será encaminhado para exames. Quem não tiver sintomas vai assinar uma declaração, se responsabilizando a ficar em casa em quarentena. “Se infringir a lei, será responsabilizado. Iremos monitorá-los”, afirmou Helder Barbalho.

Via SMS – O governador também informou que os trabalhos de instalação dos hospitais de campanha começam nesta terça-feira (31), e anunciou uma parceria firmada com todas as operadoras de telefonia que atuam no Estado para o envio de mensagens, via SMS, a todos os celulares, dando informações e orientações de combate ao novo Coronavírus.

Essa parceria é a primeira desse tipo no Brasil, celebrada em função da pandemia de Covid-19.

 

Fonte: Agencia Pará

Em época de coronavírus, muitos estabelecimentos comerciais aproveitam a alta procura por alimentos e produtos de higiene, como máscaras e álcool em gel, para aumentar os preços. Para coibir esta prática, o Procon de Parauapebas está atento, tanto que intensificou as fiscalizações nos últimos dez dias, com o apoio da Polícia Civil.

Até o momento, foram fiscalizadas 45 farmácias, sete supermercados e uma loja de cosméticos. Destes, oito estabelecimentos foram autuados. As irregularidades variam, mas em geral, trata-se de aumento abusivo e até super abusivo nos preços.

Em uma farmácia, no bairro Cidade Jardim, a equipe do Procon encontrou caixa de máscaras de proteção individual sendo comercializada a R$ 300, quando o valor de mercado é de aproximadamente R$ 25. Em um outro estabelecimento, no bairro Jardim Canadá, o Procon encontrou um galão de álcool em gel de cinco litros sendo vendido por R$ 170, mais que o triplo do valor médio, que é de R$ 50.

Alimentos

Na última quinta-feira, 26, os fiscais estiveram em um supermercado para fiscalizar os valores dos itens da cesta básica e da cartela de ovos diante de denúncias, nas redes sociais, de que haveria casos de preço abusivo de produtos alimentícios.

Após análise, os fiscais concluíram que não houve diferença significativa de valores dos produtos em comparação com a última cotação. Os ovos brancos também sofreram reajuste, mas ao avaliar a nota fiscal constatou-se que o aumento é justificável.

“As denúncias são checadas minuciosamente, até por conta das fake news. A maioria das reclamações que chegam até nós é de estabelecimentos que aumentaram, de forma significativa, o valor de muitos produtos. E nós estamos fiscalizando para garantir o direito do consumidor e reforçamos a recomendação aos estabelecimentos para que não pratiquem o aumento abusivo se aproveitando deste momento”, explica Evellyn Melo, coordenadora do Procon de Parauapebas.

O trabalho de fiscalização continua e a população está sendo uma grande aliada. O Procon suspendeu o atendimento presencial, em cumprimento ao decreto municipal de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, mas recebe as denúncias da população pelo telefone 3346-7252 ou pelo e-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

 

Fonte: texto - Anne Costa

 

Em época de coronavírus, muitos estabelecimentos comerciais aproveitam a alta procura por alimentos e produtos de higiene, como máscaras e álcool em gel, para aumentar os preços. Para coibir esta prática, o Procon de Parauapebas está atento, tanto que intensificou as fiscalizações nos últimos dez dias, com o apoio da Polícia Civil.

Até o momento, foram fiscalizadas 45 farmácias, sete supermercados e uma loja de cosméticos. Destes, oito estabelecimentos foram autuados. As irregularidades variam, mas em geral, trata-se de aumento abusivo e até super abusivo nos preços.

Em uma farmácia, no bairro Cidade Jardim, a equipe do Procon encontrou caixa de máscaras de proteção individual sendo comercializada a R$ 300, quando o valor de mercado é de aproximadamente R$ 25. Em um outro estabelecimento, no bairro Jardim Canadá, o Procon encontrou um galão de álcool em gel de cinco litros sendo vendido por R$ 170, mais que o triplo do valor médio, que é de R$ 50.

Alimentos

Na última quinta-feira, 26, os fiscais estiveram em um supermercado para fiscalizar os valores dos itens da cesta básica e da cartela de ovos diante de denúncias, nas redes sociais, de que haveria casos de preço abusivo de produtos alimentícios.

Após análise, os fiscais concluíram que não houve diferença significativa de valores dos produtos em comparação com a última cotação. Os ovos brancos também sofreram reajuste, mas ao avaliar a nota fiscal constatou-se que o aumento é justificável.

“As denúncias são checadas minuciosamente, até por conta das fake news. A maioria das reclamações que chegam até nós é de estabelecimentos que aumentaram, de forma significativa, o valor de muitos produtos. E nós estamos fiscalizando para garantir o direito do consumidor e reforçamos a recomendação aos estabelecimentos para que não pratiquem o aumento abusivo se aproveitando deste momento”, explica Evellyn Melo, coordenadora do Procon de Parauapebas.

O trabalho de fiscalização continua e a população está sendo uma grande aliada. O Procon suspendeu o atendimento presencial, em cumprimento ao decreto municipal de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, mas recebe as denúncias da população pelo telefone 3346-7252 ou pelo e-mailEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Texto: Anne Costa
Fotos: Irisvelton Silva

Mais de 250 cestas de alimentos - 103 de perecíveis e 148 de secos e molhados – foram distribuídas pela Prefeitura de Parauapebas neste final de semana às famílias em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo projeto Pipa. A ação foi comandada pelas secretarias municipais de Assistência Social (Semas) e de Produção Rural (Sempror).

A iniciativa da Prefeitura de Parauapebas em adquirir a produção dos agricultores do município vai amenizar o impacto financeiro provocado pelas restrições de prevenção ao avanço do Coronavírus. Uma interlocução da Sempror com os produtores garantiu que a prefeitura compre os alimentos durante o período que decreta o distanciamento social.

Em tempos de pandemia, quando as aglomerações são fatores de risco para o contágio, a prefeitura disponibilizou um caminhão para buscar a mercadoria diretamente junto ao produtor. As cestas foram preparadas por funcionárias do Pipa e entregues diretamente nas casas das famílias residentes nos bairros dos Minérios, Tropical I e II, Alto Bonito, Vale do Sol, Ipiranga e Vila Nova.

As cestas distribuídas foram recheadas de verduras, hortaliças, poupas de frutas e legumes, produzidos nas comunidades rurais do município, e ainda por produtos não-perecíveis que garantem a boa alimentação das famílias.

“Essa parceria foi importante para minimizar os efeitos que a pandemia causou, principalmente pela diminuição da quantidade de pessoas que frequentam a feira e compram dos nossos produtores. Essa medida é uma forma de apoiar o pequeno produtor durante esse período de distanciamento social”, explica o secretário de Produção Rural, Elson Cardoso.

Além disso, é uma preocupação a menos para as famílias, que já enfrentam uma vida difícil. Inicialmente, apenas 30% dos produtores conseguiram atender a demanda, mas a expectativa é que na próxima semana, caso perdure o avanço do Coronavírus, o volume de produtos seja maior e mais produtores possam ser alcançados.

 

Fonte: texto - Erika Sarmanho \ Colaboração de Cris Coutinho

A prefeitura de Canaã dos Carajás, ciente dos efeitos da pandemia do covid-19 no planeta, informa que procederá com o pagamento dos servidores da seguinte forma:

A Funcel paga os seus servidores nesta sexta-feira (27). Já o Idurb, depositará os proventos referentes ao mês de março no próximo dia 30 (segunda). Os servidores do Sistema Autônomo de Água e Esgoto (Saae), por sua vez, terão os proventos depositados no dia 3 de abril (sexta-feira).

Os profissionais da Secretaria de Saúde receberão salários no dia 31 de março.

No dia 1º de abril, servidores do Gabinete, Procuradoria, Controladoria, Comunicação e secretarias de Governo, Administração, Finanças, Planejamento, Desenvolvimento Social, Meio Ambiente, Desenvolvimento Rural, Obras, Desenvolvimento Econômico, Habitação e Trânsito e Transporte receberão seus pagamentos.

Por fim, os profissionais da Secretaria de Educação terão seus salários em conta no dia 2 de abril.

A gestão municipal decidiu alternar os dias de pagamento para evitar aglomerações nos bancos após o depósito dos proventos, diminuindo, assim, o risco de transmissão do covid-19 entre os profissionais do serviço público e população em geral.

Vale lembrar que os caixas eletrônicos do Banco do Brasil estão funcionando em horário estendido, das 6h às 22h.

 

Fonte: Ascom PMCC

As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até as 10h15 desta segunda-feira (30), 4.330 casos confirmados do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil com 140 mortos, 98 deles em São Paulo, de acordo com a secretaria de Saúde do estado.

A secretaria estadual de Saúde do Rio Grande do Sul confirmou a terceira morte nesta manhã. No Distrito Federal, subiu para 301 o número de casos. Em Mato Grosso, nova atualização da secretaria aponta 16 casos. No Amapá, o número de casos dobrou e chegou a 8. Goiás já tem 60 casos da doença confirmados.

Em São Paulo, duas mortes foram confirmadas: uma por um hospital e outra por uma universidadesomando 98. Os casos ainda não foram contabilizados pela secretaria.

O Rio de Janeiro confirmou mais 42 casos e quatro mortes neste domingo. O total é de 17 mortes e 600 casos no estado.

Ministério da Saúde atualizou seus números na tarde de domingo (29), informando que o Brasil tem 136 mortes e 4.256 casos confirmados de coronavírus.

O avanço da doença está acelerado: foram 25 dias desde o primeiro contágio confirmado até os primeiros 1.000 casos (de 26 de fevereiro a 21 de março). No entanto, os outros 2.000 casos foram confirmados em apenas seis dias (de 21 a 27 de março).

 

Fonte: G1 - SP  

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink