Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

No último sábado, 15, foi realizado o “Dia D” da Campanha de Vacinação Antirrábica em 36 postos espalhados pelo município de Parauapebas, atingindo 90% da meta estabelecida pela Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará (Sespa). A ação foi promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde e da Coordenação de Vigilância Ambiental.

“Vacinamos 21.353 cães e gatos, isso corresponde a 90% de animais. Foi um resultado muito satisfatório, em apenas um dia. Mas a nossa meta é vacinar 100% da população animal da cidade, que atualmente conta com 23.729 cães e gatos”, destacou o coordenador da Vigilância Ambiental, Carlos Damasceno.

Para o autônomo João Bosco Bandeira foi “muito bom” levar seu cão pra tomar a vacina contra a raiva. “Pois só assim conseguiremos viver em um ambiente saudável e bem higienizado”, disse ele.

Serviço: Quem não conseguiu vacinar no Dia D, poderá procurar a Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) até o dia 30 de novembro deste ano, situada na rodovia Faruk Salmen, quadra 01, lote 05, próximo à Delegacia de Polícia.

 (Ascom-PMP)

Um levantamento feito pela Celpa constatou que cerca de 144 mil clientes da concessionária, em todo o Estado, não fazem mais parte do Programa Tarifa Social de Energia elétrica, que concede descontos de 65% na conta de luz das famílias de baixa renda. A perda do benefício aconteceu em função da não atualização dos dados sociais juntos aos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) de cada município paraense. Os dados devem ser atualizados a cada dois anos para que o cadastro continue ativo.  

Só na região metropolitana de Belém, foram mais de 40 mil clientes que perderam os descontos na conta de luz. Em cidades como Castanhal, Santarém, Marabá, Altamira e Parauapebas a média do número de perdas do benefício chega a 7 mil clientes. 

Para ter uma ideia sobre os valores economizados com o benefício, uma conta de energia em que o consumo é de 220kW, a economia chega a ser de R$ 52,26 por mês. Em um ano, isso pode significar uma enxugada de até R$ 627,12 no orçamento familiar. Atualmente, o Pará possui cerca de 680 mil clientes cadastrados na Tarifa Social e mais 300 mil potenciais beneficiários, que ainda não requereram seu benefício. 

O cliente ainda pode reaver o benefício?

Sim. Basta que se dirija ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) mais próximo, faça a atualização do cadastro social, o CadÚnico, e entre em contato com a Celpa por meio das agências de atendimento da empresa, apresentando o Número de Inscrição Social (NIS) ativo para que possa ser incluído novamente no Programa.

 Para (re)cadastrar os dados sociais, os beneficiários devem apresentar no CRAS os documentos de todas as pessoas que residem no imóvel:

 - Comprovante de residência; RG; CPF; e em casos que há crianças na família é necessário levar Certidão de nascimento dos filhos e carteira de vacinação das crianças menores de 5 anos.

 Como saber se o cadastro já venceu?

 Para verificar sobre a situação do cadastro, se ele já venceu ou não, a Celpa orienta que seja feito o contato com a central de relacionamento do Ministério do Desenvolvimento Social, pelo número 0800 707 2003.

 Quais os requisitos para fazer parte do Programa de Tarifa Social de Energia Elétrica?

 O cidadão deve estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico), possua Número de Inscrição Social (NIS). A renda familiar mensal do beneficiário deve ser menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa, também é necessário que a data da última atualização cadastral dos dados sociais, junto ao Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) seja inferior a dois anos.

 A concessionária ainda alerta que o beneficiário só pode possuir o benefício da Tarifa Social em apenas uma residência, e o endereço de cadastro do beneficiário, junto ao CadÚnico, deve estar localizado em um dos 144 municípios do estado do Pará.

 O que é CadÚnico e NIS?

 Cadastro Único ou CadÚnico é um conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de baixa renda. Essas informações são utilizadas pelo Governo Federal, pelos Estados e pelos municípios para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria de vida dessas famílias. Após o cadastramento a família adquire o N° de Inscrição Social (NIS), de caráter único, pessoal e intransferível, através do qual pode participar de diversos programas sociais, tais como:

- Programa Bolsa Família;

- Tarifa Social de Energia Elétrica;

- Carteira do Idoso;

- Programas habitacionais, e muitos outros.

 Confira alguns municípios com maior número de famílias que perderam o benefício:

 

MUNICÍPIO

 

Número de famílias que perderam o benefício

Belém

25.074

Ananindeua

11.499

Santarém

8.728

Marabá

4.486

Altamira

2.813

Castanhal

4.831

 (Ascom-Celpa)

 

 

Lançamento da campanha de Chamozinho (MDB) em Parauapebas foi realizado na noite desta segunda-feira (17), no espaço Bahamas, localizado na PA-275.  Na oportunidade, recebendo centenas de pessoas, que lotou o espaço, o prefeito Darci Lermen declarou apoio à candidatura de Chamonzinho, para deputado estadual e Priante, para federal, ambos pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB).

Público lotou o espaço Bahamas no lançamento da campanha para deputado estadual de Chamonzinho. 

O lançamento da Campanha “Para Defender a Nossa Região” de Chamozinho contou com presença diversas autoridades dos poderes executivo e legislativo do município, entre eles, vereadores Eliene Soares, Rafael Ribeiro, secretários de governo, Coutinho (Saúde) e Maria Ângela (Mulher) e Prefeito de Eldorado dos Carajás e Célio Boiadeiro, que também declaram apoio aos candidatos.

Em seu pronunciamento Chamonzinho reafirmou seu compromisso com Parauapebas e região (Foto: Felipe Borges)

Ao lado de sua esposa, Mariana Chamon, Chamonzinho agradece a receptividade de sua campanha em Parauapebas. 

Em discurso, Chamonzinho disse que ficou muito feliz pela receptividade de sua campanha no município, além disso, afirmou estar preparado para representar a região na Assembleia Legislativa do Pará.  Reafirmando seu compromisso com a região, Chamonzinho que já foi prefeito e vereador de Curionópolis, cidade vizinha de Parauapebas tem a confiança do povo da região, pelo trabalho que desenvolveu na administração daquela cidade. 

Chamonzinho, candidato a deputado estadual, Prefeito Darci Lermen e Priante, que busca reeleição para deputado federal. (Foto: Fernando Bonfim)

Como declarou também o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, relembrando alguns feitos do candidato como prefeito de Curionópolis, e de Priante como deputado Federal que ajudou os municípios da região na conquista de algumas emendas parlamentares, como, por exemplo, o aumento do CFEM, que beneficiou a região sudeste do Pará.

Vereador Rafael Ribeiro também declarou apoio à candidatura de Chamonzinho para deputados estadual. (Foto: Fernando Bonfim) 

Vereador Rafael Ribeiro (MDB), em discurso, disse que enfim a região de Carajás poderá ser bem representada, com Chamonzinho na ALEPA, lutando por recursos e desenvolvimento da região. Além de manifestar apoio ao deputado estadual o vereador também declarou apoio às candidaturas de Priante para federal e Helder para o Governo do Estado. “Dia 07 de outubro estaremos comemorando a vitória do povo do estado do Pará, do povo de Carajás”, disse.

 

(Da redação)

A guarnição do Grupo Tático Operacional (GTO), comandada pelo sargento PM Menezes apresentou na 20º Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas para o delegado plantonista José Aquino, quatro pessoas acusadas de tráfico de entorpecente, entre eles, uma mulher esposa de um dos apresentados.

Imagem: Caetano Sillva.

De acordo com a polícia o quarteto foi preso em duas situações e endereços diferentes, os  irmãos Fracimar Moraes de Castro ,25 anos de idade, Francisco Moraes Conceição, 36, e uma mulher de identidade não revelada foram  pegos no mesmo endereço, já Lenilson Machado Silva, 36 anos, vulgo "Magrão" foi preso em outra residência, no mesmo bairro.

O policial contou que a polícia chegou aos acusados através de denúncia anônima e a detenção dos mesmos se deu no início da noite de segunda-feira (17), bairro Tropical. Nas duas residências foram apreendidas 12 petecas de crack, cinco delas encontradas na casa de Lenilson e outras sete foram encontradas na residência da mulher, esposa de um dos outros dois presos.

O PM relatou que a prisão ocorreu após a denúncia e levantamento das informações. "A denúncia, afirmava que nessa residência havia pessoas traficando entorpecentes, na  averiguação, realizada na casa da frente não foi encontrado nada, mas na casa que fica nos fundos, onde se encontrava a mulher foi realizado a revista, no local foi encontrado pela polícia, sete trouxinhas de crack. Ao perguntar a quem pertencia a droga, a senhora respondeu que era do esposo dela. Então ela e os dois rapazes foram conduzidos para a delegacia para serem feitos os procedimentos cabíveis. “, explicou o policial.

Ao averiguar a outra residência, indicada na denúncia foi feita uma nova averiguação, desta vez, na casa do Nacional conhecido como Magrão, onde as outras cinco cabeças de crack foram encontradas, sendo assim, o mesmo foi apresentado na delegacia pelo crime de tráfico de drogas. “Nenhum dos acusados tinham passagens pela polícia”, finalizou o Policial.

Procurados pela reportagem os acusados não quiseram falar com a imprensa.

(Reportagem: Caetano Sillva)

 

O casal Adeildo Alves de Sousa, 38 anos de idade e sua esposa Lidinedi da Silva Costa, 36, morreram em um acidente de trânsito envolvendo a moto biz que ocupavam e um caminhão que trafegava em sentido contrário.

 Adeildo Alves de Sousa, 38 anos de idade e Lidinedi da Silva Costa, 36, em foto de documento. 

O sinistro aconteceu por volta das 17 horas de segunda-feira, 17, na estrada de acesso ao projeto Salobo, mais precisamente nas proximidades da Vila Santa Cruz. De acordo com levantamentos realizados pela reportagem, depois do acidente, o casal se deslocava de Parauapebas em sua moto Honda, Biz, vermelha e de placa NSW-5512, Parauapebas-Pa, com destino ao Garimpo das Pedras onde residia e trabalhava.

 Durante o trajeto, a cerca de 30 quilômetros do centro da cidade, em uma curva sinuosa o casal bateu de frente com o caminhão M. Benz/L 1620, cor branca, placa MTM-8350, Nova Venancia- ES.

O acidente aconteceu depois que Adeildo Alves de Sousa tentou desviar de um buraco na estrada. 

Uma testemunha ocular da tragédia, que seguiu um pouco atrás do casal contou para a reportagem que Adeildo Alves pilotava a moto e tentou desviar de um buraco no meio da pista, instante em que colidiu com a lateral esquerda do pesado veículo, sendo arremessado junto com sua esposa que estava de copiloto na motocicleta.

Na tentativa de prestar socorro a testemunha, que também era amigo do casal acionou o SAMU e o Corpo de Bombeiros, porém Adeildo Alves veio a óbito no local, enquanto sua esposa, Lidinedi Silva foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada em estado grave para o Hospital Geral de Parauapebas, entretanto horas depois faleceu.

Perguntado pelo motorista do caminhão, foi informado que o mesmo que o mesmo teria se dirigido até a cidade para se apresentar na delegacia, porém o mesmo não apareceu pelas marcas de drenagem dos rodados do caminhão acredita-se que o motorista ainda tentou evitar a colisão, porém sem sucesso.

(Reportagem Caetano Sillva)

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fechou hoje (17) o sistema de registro de candidaturas à presidência da República que será inserido nas urnas eletrônicas para a votação no primeiro turno das eleições, que será realizado no dia 7 de outubro. Com a medida, ficam confirmados os nomes de 13 candidatos à presidência da República e seus respectivos vices que tiveram os registros aceitos pelo tribunal.

Os nome do candidato Fernando Haddad (PT) e sua vice, Manuela D’Ávila (PCdoB), foram considerados aptos para inserção nas urnas, apesar de o registro de candidatura ainda não ter sido julgado pela Corte. Haddad teve o nome confirmado pelo PT após o TSE barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O prazo para que algum candidato, partido ou o Ministério Público Eleitoral (MPE) faça a impugnação do registro do petista termina amanhã (18), no entanto, até o momento, nenhuma contestação foi apresentada ao tribunal.

De acordo com o TSE, os dados dos presidenciáveis são enviados aos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), que serão responsáveis pelo carregamento das urnas com os dados de todos que vão participar do pleito. Os tribunais locais também vão inserir as informações dos candidatos aos governos estaduais, deputados estaduais, federais e senadores.

(Agência Brasil)

Os alunos-atletas da Escola Municipal de Ensino Fundamental Fernando Pessoa, localizada no bairro dos Minérios, já fazem os últimos ajustes para a viagem rumo a Manaus (AM), quando irão representar o município e o Pará na etapa regional dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), que ocorrerão nesta semana, entre os dias 19 e 23.

O time tem sido destaque nos Jogos Interescolares de Parauapebas (Jips), sendo tricampeão na competição, e nos Jogos Estudantis Paraense (Jeps), onde alcançou o mesmo feito, e já participou duas vezes dos JEJ’s, conquistando o bronze nas edições de 2016 e 2017.

Segundo Gentil Eduardo Cardoso, professor de Educação Física e treinador dos jogadores, todo esse resultado é fruto de muito esforço e dedicação. “Nós treinamos regularmente cinco vezes por semana, e para que eles obtenham o desempenho que estão tendo o treino é realizado com um time composto por alunos mais velhos”, conta o educador.

A expectativa neste ano, diz Gentil, é de que a equipe traga o título. “Temos um ritmo bom de treino, temos atletas dedicados, possuo um conhecimento técnico satisfatório, então estamos tranquilo e a expectativa é a conquista do ouro”, afirma o técnico, para quem “é fundamental” o apoio do governo municipal, por meio das secretarias de Educação (Semed) e de Esporte e Lazer (Semel).

Entre os jovens atletas, a expectativa é maior ainda. Francisco Gabriel de Souza, 14 anos, é o artilheiro do time. Haja responsabilidade. “Nunca pensei que poderia representar minha região em uma competição nacional. Estou muito feliz e com certeza vamos fazer bonito”, prevê ele.

Para o goleiro da equipe, Felipe Vinicius de Lima, o esporte representa muito. “Já faço parte do time há dois anos. Desde então, tenho me tornado uma pessoa melhor, mais focado, disciplinado, até as notas melhoraram. Meu sonho é ganhar a vida jogando profissionalmente, mas, caso não consiga, o que aprendi com o professor e com a experiência de fazer parte do time vou levar para a vida”, assegura Gabriel, que não esconde o otimismo com os jogos porque se depender dele “o título já é nosso”.

FEITO INÉDITO

Cerca de 90% dos times que chegam aos Jogos Escolares da Juventude são de escolas particulares, mas em 2017 Parauapebas fez algo inédito: duas de suas equipes da mesma categoria, uma feminina e outra masculina, ambas de escola pública, participaram da competição.

JEJS COM NOVO FORMATO

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) definiu que as etapas regionais, destinadas a classificar as modalidades coletivas, serão realizadas nas cidades de Natal (RN), Manaus (AM) e Joinville (SC). Cada uma dessas cidades receberá alunos de nove Estados. A etapa nacional dos jogos será realizada em Natal e reunirá mais de seis mil atletas das categorias 12 a 14 e 15 a 17 anos.

(Ascom-PMP/Texto e fotos: Messania Cardoso) 

Em um ano, o comércio de comida saudável cresceu 12% no Pará entre 2017 e 2018, segundo o Sindicato dos Bares e Restaurantes do estado. Isso trouxe benefícios tanto a empresários que investiram no segmento quanto a quem consome este tipo de alimento em busca de uma saúde melhor.

O empresário do ramo Marcelo Silva abriu há três anos um comércio apenas de comidas saudáveis e afirma que alimentação saudável é um bom negocio, tanto para o empresário quanto para o cliente. “Existe uma tendência de crescimento não só aqui na cidade de Belém, mas no Brasil em geral. As pessoas estão se preocupando mais com a alimentação, com a qualidade de vida, e a tendência é que cresça mais, a gente quer que cresça mais, que entrem novos fornecedores”, diz o empresário.

Na vitrine de doces do estabelecimento dele, tudo é sem glúten e sem lactose. Alguns doces são sem açúcar. É um verdadeiro paraíso para quem tem restrições alimentares.

“São produtos de origem vegetal, que atendem os veganos, os intolerantes a lactose e também ao nosso público paraense de um modo geral”, explica o chef Ubiratã Soares.

É em busca de uma vida saudável que muita gente vira vegana. Ou seja, restringem alimentos de origem animal. “Ajuda muito na questão da saúde com o seu corpo. A saúde não só física, mas a saúde do planeta”, diz a estudante de medicina Nayana Pereira.

“Não existe sofrimento em ser vegano, até porque é uma escolha de vida. É uma forma de viver melhor, se alimentando de coisas que são saudáveis, que são naturais”, avalia a universitária Alciete Arruda.

“É importante a gente estar sempre bem informado sobre o que a gente quer abraçar. As pessoas acham que é um bicho de sete cabeças se tornar vegano, mas a gente vai se aproximando e conhecendo as pessoas, pegando informações, e vê que é possível sim”, diz a idealizadora de uma feira de alimentação saudável em Belém Sheime Deinai.

(Fonte: G1 PA)

 

Na manhã deste domingo (16), o Clube Atlético Paraense voltou a realizar um jogo amistoso no Estádio José Raimundo Roseno Araújo, o Rosenão, em Parauapebas. A partida foi contra o time do Primavera, que disputa a primeira divisão do Campeonato Municipal da cidade. Os comandados do técnico Marcelo Cardoso venceram, por 3 a 0, em mais um teste visando a Segundinha do Parazão.

O Atlético chegou à sua quarta vitória em quatro jogos amistosos. Os gols da equipe do Tricolor do Norte foram assinalados somente por atacantes, que estão mostrando serviço e fazendo suas devidas funções. Monga abriu o marcador ainda no primeiro tempo de partida; o garoto Guga, o chamado Gugagol, deixou sua marca na metade do segundo tempo e Joãozinho fechou o marcador, assinalando nos minutos finais.

Até o momento, o Atlético só realizou jogos amistosos contra equipes amadoras, devido às dificuldades que vem encontrando em marcar partidas contra times profissionais. Apesar disso, o nível técnico dos jogos-treino tem sido considerado alto pela comissão do Tricolor do Norte, que vem testando a equipe e dando uma boa dinâmica de jogo.

“Foi bom o amistoso contra um adversário tradicional da cidade, que faz parte do futebol amador, mas de qualquer forma o nível tem sido relativamente bom nesses jogos-treinos como o de hoje. As equipes vêm sempre muito fechadas e empenhadas em não perder com um placar elástico. A gente tem essa dificuldade de marcar jogos contra equipes profissionais, mas está sendo bom, estamos testando a dinâmica da equipe e já houve uma evolução,” afirmou Marcelo Cardoso, técnico do Atlético.

A equipe que entrou em campo e venceu bem a representação do Primavera teve como titulares: Roger Kath; Matheus Moreno, Léo Azevedo, China e Juninho; Matheus Pereira, Chicão e Daniel; Luciano, Monga e Guga. Ficaram como suplentes, também sendo utilizados no decorrer da partida: Gibson, Leonardo, Vitor Hugo, Lucas Ewen, Cleideson, Maikin, Gabriel, Lucas, Felipinho, Joãozinho e Bebeto. O treinador elogiou a postura da equipe, que poderia ter saído com um placar elástico.

“Estamos conseguindo fazer umas ações com um pouco mais de intensidade, principalmente no último terço do campo. Já estamos conseguindo aumentar o nosso poder de finalização: fizemos três gols e poderíamos ter feito mais; criamos e perdemos umas boas possibilidades, chances reais de gols. Poderiam ter sido uns cinco ou seis. É dar prosseguimento testando algumas variações na equipe, algumas possibilidades de mudanças de jogadores e esquema de jogo também. É parte do trabalho que está sendo realizado e já estamos entrando nessa fase final de preparação, buscando um pouco mais de intensidade,” avaliou Marcelo Cardoso.

 

(Zé Dudu)

 

A Secretaria da Receita Federal paga nesta segunda-feira (17) as restituições referentes ao quarto lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas de 2018. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2017. As consultas foram liberadas no último dia 10.

Ao todo, serão pagos R$ 3,3 bilhões para 2.646.626 contribuintes. Desse valor total, R$ 3,104 bilhões referem-se ao quarto lote do IR de 2018, que contemplará 2.563.982 contribuintes.

Do valor total de restituições, R$ 219 milhões referem-se aos contribuintes idosos, com mais de 60 anos, ou com alguma deficiência física, mental ou moléstia grave, além daqueles cuja maior de renda seja o magistério. Depois desse grupo, que tem prioridade no recebimento das restituições, recebem os contribuintes que enviaram a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, se tiverem direito a ela.

O fisco recebeu 29.269.987 declarações do Imposto de Renda dentro do prazo legal neste ano, número acima da expectativa inicial de receber 28,8 milhões de declarações em 2018.

A Receita lembrou que há ainda o aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF, diretamente nas bases de dados da Receita Federal.

Malha fina

 No fim do ano passado, a Receita Federal informou que 747 mil declarações estavam retidas na malha fina do IR de 2017 devido a inconsistências nas informações prestadas.

Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguido por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora. Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

(Fonte: G1)

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink