Donos de postos de combustíveis alegam estarem perdendo em média R$ 0,30 por litro de diesel Destaque

Donos dos postos de combustíveis alegam estarem perdendo em média R$ 0,30 a cada litro de diesel vendido na bomba. De acordo com a classe, o motivo do prejuízo, é que o governo deu um prazo muito curto para que eles se adaptassem às mudanças, não dando tempo de esgotar os estoques comprados mais caro, antes do reajuste.

A equipe de reportagem do Portal Carajás O Jornal percorreu 10 postos na cidade de Parauapebas, na tarde de desta quinta-feira (7) para comparar os valores que o combustível está sendo comercializado nas bombas. Para o Diesel S-10, foram encontrados valores que variam entre R$ 3,799 e R$ 4, 250, uma diferença de mais de 0,45 centavos por litro do combustível.

Em entrevista à reportagem, o empresário dono de postos de combustíveis, Linei Fernandes, conta que no último pedido comprou o Diesel S-10 a R$ 3,714, e está comercializando o mesmo a 3,789, sendo que o custo do frete por litro do combustível até o município custa em média R$ 0,10. “Teve companheiros que baixaram apenas 41 centavos e outro 38. A diferença dos preços é feita de acordo com o que é cobrado na base, se aumentou lá, automaticamente aumenta aqui”, diz.

Empresário Linei Fernandes 

Linei ainda acrescenta que nem todos os aumentos feitos na base chegam ao consumidor, e para não perder a clientela acaba tendo que absorver diferença. “Nós, donos de postos estamos pagando ‘a conta duas vezes’, primeiro: porque não recebemos o desconto dos 46 centavos, mas mesmo assim tivemos que baixar o valor. Sendo assim, se torna mais vantajoso baixar do que levar uma multa, as multas são exorbitantes e podem acarretar no fechamento do nosso posto. Segundo: O governo nos deu um prazo muito pequeno, não dando tempo para acabar com o combustível do estoque. Hoje, se eu for colocar na ponta da caneta, estou perdendo no mínimo 30 centavos por cada litro de diesel vendido, enquanto não acabar com esse combustível do estoque. Nós,  proprietários de postos não concordamos com o preço que o combustível é comercializado”, conclui.

Importante

O combustível do estoque a qual o empreendedor se refere na matéria, corresponde ao combustível comprado durante a greve, que chegou às bombas apenas quando os caminhoneiros retornaram as atividades.

                                                                                                                         

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016