Programa Nacional de Segurança unirá força policial e ações de Governo

General Guilherme Theophilo, titular da Senasp e Governador Helder Barbalho durante reunião. General Guilherme Theophilo, titular da Senasp e Governador Helder Barbalho durante reunião. Foto: Agência Pará

O general Guilherme Theophilo, titular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), desembarcou nesta quinta-feira (7) no Pará e apresentou, ao governador Helder Barbalho e representantes dos órgãos do Sistema de Segurança Pública (SISP), o Programa Nacional de Enfrentamento à Criminalidade Violenta, que terá início nos próximos meses e, assim como ocorre no planejamento do Governo do Pará, o programa federal também une o uso das forças policiais com ações de governo, que efetivamente atuem na prevenção da criminalidade. A reunião teve ainda a participação de representantes dos poderes legislativos estadual e federal, e da Prefeitura de Ananindeua, um dos sete municípios escolhidos pelo Governo Federal para receber o programa nacional.

Theophilo informou que, para tingir o objetivo, o programa terá duas fases. “A fase um é o que chamamos de choque operacional, com o uso de forças-tarefas que, no Pará, serão levadas a sete municípios. Na sequência dessa etapa vamos fortalecer os mecanismos de segurança para envolver a sociedade e viabilizar políticas públicas de proteção social e prevenção à criminalidade”, afirmou, ao detalhar as estratégias de prevenção policial, repressão qualificada e prevenção social.

O titular da Senasp também ouviu, dos gestores locais da segurança e do próprio governador, sugestões de aprimoramento do projeto piloto que foi apresentado, entre as quais, que haja maior integração das políticas públicas federais, como é o caso do financiamento da casa própria para os agentes de segurança pública, demanda levada pessoalmente pelo governador ao ministro Gustavo Canuto, de Desenvolvimento Regional, para que sejam alinhados junto aos órgãos competentes os critérios de financiamento dentro do programa “Minha casa, Minha vida”, para que contemplem também os agentes de segurança.

Sobre essa demanda, o governador Helder Barbalho adiantou que, da parte do Governo do Pará, já está em fase final o projeto do conjunto habitacional que contempla inicialmente 700 agentes de segurança, número que alcança os policiais que no momento se encontram sob maior risco de vida.

O secretário nacional recebeu todas as sugestões e informou que elas serão incorporadas ao projeto piloto antes do início do cronograma de ações, que já está pronto e só não terá as datas específicas de cada etapa divulgadas também por questões de segurança. Na avaliação do governador Helder Barbalho, o programa nacional vem ao encontro das ações planejadas para alcançar o objetivo  de reduzir a violência no Pará. “O programa apresentado aqui hoje nos traz muita esperança porque vemos que as diretrizes do governo federal também caminham na mesma direção da transversalidade das ações que estabelecemos para acontecer no Pará. O resultado dessa união de forças certamente será de muito mais segurança e tranquilidade para a nossa população”, destacou o governador.

A portaria do Ministério de Estado da Justiça e Segurança Pública que determina a vinda da Força Nacional ao Pará já está pronta e com publicação prevista no Diário Oficial da União para o próximo dia 23. Nesta data, 200 agentes e 40 viaturas da Força Nacional serão deslocados ao Pará, com previsão de chegada em 25 de março.

Inicialmente, os agentes da Força Nacional atuarão na implantação dos primeiros sete territórios de pacificação na Região Metropolitana de Belém (RMB), sendo cinco em Belém, um em Ananindeua e um em Marituba, nas áreas que apresentam os maiores índices de criminalidade. “Nessas áreas atuaremos em duas frentes", disse.

A primeira com a força policial, e a segunda com as ações de presença do Estado nesses locais, porque entendemos que a segurança pública está muito mais em atuar na atenção às pessoas em áreas fundamentais para a prevenção à criminalidade como são, por exemplo, a educação e a proteção social. Temos a clareza de que somente com a força policial não é possível fazer segurança pública”, ressaltou o governador.

Atuação - De acordo com o plano de trabalho, nas áreas já determinadas pelo Governo do Pará por meio dos órgãos do Sistema de Segurança Pública, o emprego da Força Nacional ocorrerá por 90 dias, que poderão ser prorrogados se houver necessidade. A atuação se dará tanto nas ações de policiamento ostensivo, quanto em áreas como a polícia judiciária e a perícia forense.

O pedido dos agentes da Força Nacional foi feito por meio do ofício 001/2019, no dia 2 de janeiro, como primeiro ato do governador Helder Barbalho após tomar posse. “E esta foi nossa primeira medida exatamente pelo compromisso em resolver, com a máxima urgência, o grave problema da segurança pública em nosso Estado. Nosso plano de trabalho para implantar os territórios de pacificação está pronto para ser implantado, e faremos isso junto com ações sociais importantes para que a segurança seja uma realidade e uma continuidade após a saída das forças ostensivas”, afirmou o governador.

(Agência Pará)

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016