Jovem é detido em Parauapebas acusado de burlar prova do Enem Destaque

Jovem é detido em Parauapebas acusado de burlar prova do Enem Foto: Ana Carolina Moreno/G1

Júlio Henrique. 27 anos de idade, foi detido ao chegar na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, suspeito de fraudar a prova para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), na tarde deste domingo, 03. Ele foi conduzido até a delegacia por uma guarnição da Polícia Militar de plantão no local de prova.

O acusado foi ouvido em depoimento, pelo delegado José Aquino, sendo liberado após pagar fiança de dois salários mínimos. Júlio irá responderá pelo processo em liberdade.

Em esclarecimento à reportagem, Júlio disse que seu único erro foi não ter colocado o seu celular dentro do saquinho fornecido pela fiscal de prova, apesar de o aparelho estar no seu bolso, o mesmo estava desligado. Afirmando ele que o caso não se trataria de um crime federal, pelo fato de o celular estar desligado.

 “Foi eu que escolhi vir aqui, pois não quis assinar o documento de cancelamento da minha prova, pois o erro não foi meu, foi da mulher. Ela não conferiu o saquinho e não falou nada do celular. Pelo que entendi, o celular poderia ficar no meu bolso, desde que desligado”, declarou o estudante.

Saiba tudo que pode te eliminar no Enem:

  • Prestar declaração falsa ou inexata.
  • Perturbar a ordem no local de aplicação.
  • Comunicar-se, de qualquer forma, com pessoas que não sejam o aplicador ou o fiscal, a partir das 13h.
  • Utilizar ou tentar utilizar meio fraudulento em benefício próprio ou de outras pessoas.
  • Usar livros, notas, papéis ou impressos durante a aplicação.
  • Sair da sala, a partir das 13h, sem acompanhamento de um fiscal.
  • Sair da sala, definitivamente, antes das duas primeiras horas de prova.
  • Não entregar ao aplicador o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho.
  • Não entregar ao aplicador o Caderno de Questões, caso saia da sala definitivamente antes dos 30 minutos finais.
  • Recusar-se a entregar ao aplicador o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho após 5 horas e 30 minutos de prova, no primeiro dia, e após 5 horas, no segundo dia, com exceção das salas com tempo adicional.
  • Ausentar-se da sala com o Cartão-Resposta ou qualquer material de aplicação, com exceção do Caderno de Questões, ao deixar a sala definitivamente nos 30 minutos que antecedem o término das provas.
  • Realizar anotações no Caderno de Questões, no Cartão-Resposta, na Folha de Redação, na Folha de Rascunho e nos demais documentos do exame, antes do início das provas.
  • Descumprir as orientações da equipe de aplicação.
  • Recusar-se a ser submetido à revista eletrônica, à coleta de dado biométrico e a ter os objetos revistados eletronicamente.
  • Não aguardar, na sala de provas, entre 13h e 13h30, os procedimentos de segurança, exceto para ida ao banheiro, acompanhado por um fiscal.
  • Iniciar as provas antes das 13h30 ou da autorização;
  • Não permitir que o lanche seja vistoriado.
  • Não permitir que artigos religiosos (burca, quipá e outros) sejam revistados pelo coordenador.
  • Portar, na sala de provas,objetos proibidos pelo edital.
  • Usar óculos escuros e/ou artigos de chapelaria (boné, chapéu, viseira, gorro ou qualquer acessório que cubra os cabelos ou as orelhas).
  • Não permitir que materiais próprios (máquina Perkins, reglete, punção, sorobã ou cubaritmo, caneta de ponta grossa, tiposcópio, assinador, óculos especiais, lupa, telelupa, luminária e/ou tábuas de apoio) sejam revistados.
  • Portar armas de qualquer espécie, exceto para os casos previstos no art. 6º da Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003.
  • Receber informações referentes ao conteúdo das provas.
  • Realizar anotações em outros objetos ou qualquer documento que não seja o Cartão-Resposta, o Caderno de Questões, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho.
  • Permanecer no local de provas sem documento de identificação válido.
  • Utilizar qualquer dispositivo eletrônico no local de provas.
  • Ingressar na sala com o telefone celular e/ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos fora do envelope porta-objetos.
  • Não manter, debaixo da carteira, o envelope porta-objetos lacrado e identificado, desde o ingresso até a saída definitiva da sala de provas.
  • Não manter aparelhos eletrônicos (celular e tablet) desligados no envelope porta-objetos desde o ingresso na sala de provas até a saída definitiva da sala de provas.
  • Permitir que o aparelho eletrônico, mesmo dentro do envelope porta-objetos, emita qualquer tipo de som, como toque ou alarme. (Fonte: https://enem.inep.gov.br/nodia#documents)

(Caetano Silva)

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016