Projetos sociais da Susipe diminuem taxa de reincidência criminal no Pará

A egressa Edna Tavares, de 54 anos, passou mais de 8 anos custodiada no Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua. Hoje, ela diz que só tem uma certeza: a de que não quer voltar para a vida do crime.

“No primeiro dia em que eu acordei no presídio eu já tive certeza que não era ali que eu queria ficar e quase entrei em depressão por causa disso, mas tinha consciência de que fiz algo errado e precisava pagar por isso, então me conformei e a partir daí decidi mudar de vida até chegar o dia da minha saída definitiva do cárcere”, disse a egressa.

Após cumprir toda a pena estipulada pela Justiça, Edna entrou em contato com a Coordenadoria de Assistência ao Egresso e Família (CAEF) da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) para conseguir um emprego.

“Ela nos falou sobre a vontade de ter o próprio negócio e nós apresentamos a ela o CredCidadão, que é um programa do Governo do Estado, que permite a geração de renda por meio do microcrédito aos micro e pequenos empreendedores, gerando renda, emprego e estimulando a cidadania. Somente em 2017 mais de 3 milhões de reais já foram investidos através do programa”, explicou Neide Azevedo, coordenadora da CAEF.

Com R$ 3.500,00 que fez de empréstimo no programa de microcrédito, Edna montou uma venda de confecções. Ela investiu o dinheiro em uma viagem para fazer a compra das roupas e vender em Belém. O empreendimento deu tão certo, que hoje a egressa já pensa em novos investimentos.

“Eu fui até Fortaleza para comprar roupas e vender em Belém. A partir daí comecei a ter muitas encomendas e fui vendendo bem o que tinha, foi um excelente investimento e que me fez mudar de vida. Não preciso de muito, pois das três filhas que tenho duas já estão casadas. Só uma de 15 anos mora comigo e é para ela que eu trabalho e tento dar uma vida melhor. Já estou pensando em pegar um segundo empréstimo e abrir uma esmalteria. Todos esses sonhos só estão sendo possíveis, porque a Susipe me ajudou a abrir portas”, avaliou Edna.

No Brasil, de acordo com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sete em cada dez presos que deixam o sistema penitenciário voltam ao crime, uma das maiores taxas de reincidência do mundo que chega a 70%.  

De acordo com o Ivaldo Capeloni, diretor de Reinserção Social (DRS) da Susipe, atualmente existem mais de 30 convênios com instituições públicas e privadas, que ofertam mais de 500 vagas de trabalho a presos. Mais de 26% da população carcerária está envolvida em atividades educacionais e 16% da população carcerária em atividades laborais. A taxa de reincidência criminal para pessoas que estão envolvidas nessas atividades é de apenas 9%. 

“As pessoas que conseguimos colocar dentro de uma sala de aula ou de um emprego estão com a cabeça ocupada, elas só estão pensando em melhorar, de como ampliar seu negócio, elas tem um objetivo na vida e não pensam em voltar ao mundo do crime, por isso a taxa de reincidência criminal é tão baixa. Estamos evoluindo muito nesse aspecto e estamos acima da média nacional”, destacou o diretor.

Segundo Neide Azevedo a expectativa em 2018 é capacitar e possibilitar mais oportunidades para que egressos do sistema penitenciário possam tonar-se novos empreendedores.

“Temos uma fila de mais de 60 egressos que ainda esperam para ter seu próprio negócio e ser reinseridos no mercado de trabalho. Para 2018 estamos articulando um convênio com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para oferecer cursos e palestras para os egressos, na área de empreendedorismo, para que eles possam se qualificar e façam um bom uso do investimento que fizerem”, finalizou a coordenadora do CAEF

 

Com R$ 3.500,00 que fez de empréstimo no programa CredCidadão, Edna Tavares, de 54 anos, montou uma venda de confecções

 

Agência Pará - Por Timoteo Lopes

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.11gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.1gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.10gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.2gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.3gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.4gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.5gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.6gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.7gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.8gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.9gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016