Novo aumento no preço dos combustíveis que começou a valer desde ontem, quinta-feira (16) já está pesando no bolso do cidadão parauapebense. O aumento foi publicado no Diário Oficia da União pelo sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo Gás Natural e Biocombustíveis do Pará (Sindicombustíveis-PA), que previu um aumento de, em média  15 centavos no valor da gasolina comum e 06 centavos no diesel. No entanto, em Parauapebas, esta diferença de aumento pode ser ainda maior, devido ao auto custo dos fretes de transporte podendo chegar a até R$ 0,20 para gasolina comum e R$ 0,10 para o Diesel S10.

Em matéria publicada ontem pelo portal ORM o Sindicombustível explica que o aumento ocorreu devido à elevação no preço do PMPF (Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final) que condiciona também a elevação no preço do combustível final já que a alíquota no ICMS  (Imposto Sobre a Circulação  de Mercadorias e Serviços), que é de 28% incide sobre o PMPF, ou seja sempre que houver elevação no PMPF haverá elevação do ICMS cobrado pelo combustível.

Para os moradores de Parauapebas, município do sudeste paraense a notícia veio em péssima hora, haja vista que a grande preocupação dos munícipes é a falta de emprego, como explica o taxista Armando Borges. “Este aumento veio só para dificultar mais nossa vida, pois não podemos aumentar o valor das corridas e mesmos se aumentássemos como que o cidadão pagaria uma corrida de Táxi, já que o desemprego está geral na cidade?”, desabafou o motorista, enfatizando ainda que as pessoas estão sempre buscando meios alternativos e mais baratos de circular pelo município. “Ao invés de aumentar, temos é que diminuir. Nosso município é muito rico, arrecadamos muito dinheiro em royalties e Cfem, porém não sabemos para onde vai todo esse dinheiro, porque grande parte da população está desempregada”, disse.

Já o outro Taxista, João Barbudo, como é conhecido, diz: “Nós estamos em uma cidade muito rica, mas infelizmente estamos sendo acometidos por essas surpresas desagradáveis. Nós iremos pagar mais caro pelo combustível, mas o preço da nossa corrida não pode aumentar. Para nós taxistas é um abuso. Para mim este é um aumento abusivo, já que o nosso preço tem que continuar o mesmo”, enfatizou.

De acordo com nota enviada a imprensa o Sindicombustíveis-PA, informa que apresentou em junho deste ano uma solicitação direta ao Governador do Estado, bem como à Assembleia Legislativa pedindo soluções que viabilizem a redução na alíquota do ICMS sobre os combustíveis no Pará.

De acordo com o sindicato a elevação no valor dos combustíveis ocorreu em patamar superior à inflação. Veja tabela comparativa do PMPF anterior e atual consta abaixo:

 

 

Preço Anterior

 

Preço Novo

 

 

Diferença

 

Aumento e Redução Efetiva

 

Gasolina C

 

R$ 3,9710

 

R$ 4,5210

 

13,85% = R$ 0,55

 

+ R$ 0,154

 

Diesel S10

 

R$ 3,3360

 

R$ 3,6020

 

7,97% = R$ 0,266

 

+ R$ 0,045

 

Diesel

 

R$ 3,2390

 

R$ 3,6120

 

11,52% = R$0,373

 

+ R$ 0,063

 

Etanol

 

R$ 3,4420

 

R$ 3,6630

 

6,42% = R$ 0,221

 

+ R$ 0,055


Ainda segundo o sindicato desde setembro de 2017, o governo do estado optou por congelar o PMPF, porém neste ano a elevação surpreendeu a todos, pois veio de forma abrupta, sem prévia informação, medida que está sendo vista de forma bastante negativa tanto pelo sindicato, como pelos consumidores que foram surpreendidos com o aumento no valor dos combustíveis nos últimos dois dias.

Com a elevação no valor dos combustíveis, em especial do diesel, outros impactos também poderão ser sentidos no bolso do cidadão, devido ao aumento nos preços de outros produtos e serviços dos mais diversos setores, uma vez que o estado do Pará é muito dependente do transporte rodoviário.

 

(Reportagem Fenando Bonfim/Texto: Ingrid Cardos coom informações do Sindicombustiveis)

Uma operação policial realizada no Bairro da Paz na noite desta última quinta-feira (16), por volta das 19h:30 teve como resultado a morte de dois assaltantes, um dos meliantes foi identificado pela polícia, trata-se de Marcos Vinicius Sousa Oliveira, 18 anos de idade, já  o outro, menor de idade, identificado pelas G.S.G.

De acordo com informações da PM, os dois eram assaltantes de alta periculosidade que agiam na região do Bairro da Paz e Guanabara. “Eles têm uma intensa passagem pela polícia, o Vinicius, por exemplo, tem menos de 30 dias que saiu da cadeia. Já o outro, menor de idade, já foi flagrado vendendo drogas na Praça do Faruk”.

De acordo com a polícia a dupla foi localizada após assaltar dois estudantes universitários que teriam saído de casa por volta das 13h00, com destino a universidade, quando ainda no bairro da Paz, os mesmos foram abordados pelos assaltantes que levaram a moto Titã de cor preta, placa  os celulares. As vítimas reconheceram os assaltantes por serem vizinhos deles.

 “O local da operação foi em um condomínio localizado na Rua Monteiro Lobato, número 80.  De acordo com informações, o assaltante morava no 5º quarto, quando a guarnição entrou no local, um dos elementos desceu de uma bicicleta e sacou uma arma calibre 38 sendo necessário neutralizá-lo. O outro também teve que ser neutralizado, haja vista que ele efetuou um disparo de dentro da casa. Foi socorrido de imediato, mas infelizmente veio a óbito no hospital”, explicou o PM. 

Caderno apreendido no local, contém o estatuto do PCC escrito a mão. 

Foi apreendido com os assaltantes, um caderno que continha o Estatuto da Facção criminosa do PCC (Primeiro Comando da Capital), a arma que estava em poder de Vinicius, um revolver calibre 38, 45 munições de pistola, um simulacro e uma quantidade de maconha.

Ao falar sobre o caderno encontrado com os assaltantes, que contém o estatuto da Facção criminosa PCC, a polícia explica que em Parauapebas o número. “Tem uma extensão de denominações aqui, a grande maioria, ligadas ao PCC que entram em guerra, antigamente havia as gangs de bairro, hoje em dia existem as facções criminosas”, disse.

 

 (Reportagem: Caetano Silva)

“A Escola como Espaço do Enfrentamento à Violência de Gênero”, esse foi o tema do primeiro seminário temático do “Agosto Lilás”, realizado pela Secretaria Municipal da Mulher (Semmu). Os seminários consistem na formação de multiplicadores sobre o tema central da campanha, que é a Lei Maria da Penha e o enfrentamento à violência doméstica contra a mulher.

Até o dia 21 deste mês, serão quatro seminários voltados para profissionais da saúde, assistência social e educação.“O ‘Agosto Lilás’ só vem fortalecer a luta contra a violência à mulher. Na zona rural, quantas mulheres não têm a oportunidade de participar de uma palestra dessas?! Agora, nós, professores do campo, temos condições de reunir essas mulheres e ministrar essa palestra pra elas”, pontuou Maria Rita, professora na Escola Crescendo na Prática da Palmares 2 e membro do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher.

O professor Jorge Castro, do 2º ciclo da Educação no Campo, considera que a formação de multiplicadores é essencial e acredita que o município está progredindo. “Diante da capacitação e do que foi apresentado, a gente vê que nosso município avança. A Secretaria da Mulher vem trabalhando nas comunidades e a gente espera que a cada dia a gente possa ser multiplicador e que dentro das escolas possamos trabalhar mais esse tema”, disse o professor.

A secretária da Mulher, Ângela Silva, falou sobre a importância de capacitar os envolvidos nesse processo. “Toda nossa programação está focada na rede de atendimento à mulher, que envolve a saúde, educação e assistência social. Essa formação de multiplicadores com os professores do campo é de extrema importância para que eles possam levar essas informações para a sala de aula. Foi muito proveitosa a capacitação com nossos educadores”, avaliou a gestora.

"AGOSTO LILÁS” NO CAMPO

No próximo dia 24, a Semmu vai levar o “Agosto Lilás” à Escola Jorge Amado, localizada na Área de Proteção Ambiental (APA) do Igarapé Gelado. Lá, serão realizadas oficinas socioeducativas e blitz com distribuição de flores e panfletos alertando sobre os direitos das mulheres e informando sobre os serviços prestados pela rede de atendimento à mulher em Parauapebas.

(ASCOM-PMP)

Este sábado, 18, será inteiramente dedicado à vacinação contra a poliomielite e o sarampo para crianças de 1 a menores de 5 anos de idade. Serão 32 pontos de vacinação, incluindo postos de saúde na zona rural de Parauapebas. 

A Campanha Nacional de Vacinação contra a pólio e o sarampo começou dia 6 deste mês e terminará dia 31, mas o dia ‘D’ de vacinação neste sábado deverá impulsionar a cobertura vacinal no município, cuja meta é a de imunizar mais de 14 mil crianças, com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) preparada para receber a comunidade.

Dos 32 locais, além das unidades de saúde, 12 escolas também serão pontos de vacinação, o que facilita o acesso à vacina para todos os bairros. Além disso, sábado é um dia escolhido para possibilitar que os pais possam levar seus filhos, já que muitos deverão estar de folga do trabalho.

Todos os pontos de vacinação estarão abertos entre 8h e 17h, sem intervalo para almoço. A diretora da Vigilância em Saúde, Michele Ferreira, alerta os pais e responsáveis sobre a importância da carteira de vacinação. “Todas as crianças nessa faixa etária devem ser vacinadas. E, para que o profissional de saúde identifique a situação vacinal de cada criança, pais e responsáveis não podem esquecer a carteira de vacinação, sem ela não há como comprovar a situação vacinal”, explica Michele. 

Embora a pólio e o sarampo sejam doenças consideradas já eliminadas no Brasil, o objetivo da campanha é evitar que elas sejam reintroduzidas em razão da baixa adesão à vacina, forma de imunização mais eficaz das crianças, segundo o Ministério da Saúde.

PONTOS DE VACINAÇÃO CONTRA A PÓLIO O SARAMPO NO "DIA D"

  • Centro de Saúde Cidade Nova – Bairro Cidade Nova 
  • Escola Paulo Fonteles – Bairro Rio Verde 
  • Escola Cecília Meireles – Bairro União 
  • Posto de Saúde Liberdade – Bairro Liberdade l 
  • Posto de Saúde Liberdade ll – Bairro Liberdade ll
  • Posto de Saúde Rio Verde – Bairro Rio Verde 
  • PSF Fortaleza – Bairro da Paz 
  • Posto de Saúde da Paz – Bairro da Paz
  • Centro de Saúde Guanabara – Bairro Guanabara 
  • Escola Antônio Matos Filho – Bairro Nova Vida 
  • Escola Mário Lago – Complexo VS10
  • Escola Irmã Laura – Bairro Bela Vista 
  • Escola Infantil Pingo de Gente – Bairro da Paz 
  • Posto de Saúde Palmares Sul – Bairro Palmares Sul
  • Posto de Saúde Palmares ll – Posto de Saúde Palmares ll 
  • Escola Nova Vitória – Nova Vitória 
  • Posto de Saúde – Cedere l 
  • Posto de Saúde – Bairro Novo Brasil 
  • Escola Milton Martins – Bairro Nova Carajás 
  • Escola Terezinha de Jesus – Bairro Cidade Jardim 
  • Escola Doroth Stang – Bairro Cidade Jardim 
  • Posto de Saúde – Bairro dos Minérios 
  • Creche Ribamar Leite – Bairro Casas Populares ll 
  • Posto de Saúde Tropical – Bairro Tropical 
  • Centro de Saúde Altamira – Bairro Altamira 
  • Escola Eunice Moreira – Bairro Vila Rica 
  • Escola Novo Horizonte – Bairro Novo Horizonte 
  • Posto de Saúde Jardim Canadá – Bairro Jardim Canadá 
  • Posto de Saúde – Vila Sansão 
  • Posto de Saúde – Vila Paulo Fonteles 
  • Posto de Saúde – Garimpo das Pedras 
  • Hospital Yutaka Takeda – Núcleo Urbano de Carajás 

 

Texto: Jéssica Diniz
Foto: Piedade Ferreira
Assessoria de Comunicação - Ascom | PMP

 

Cerca 2 mil trabalhadores desempregados formaram uma fila gigantesca  na manhã desta quinta-feira (16), em frente ao SINE de Parauapebas. A multidão de trabalhadores ‘disputa’ 130 vagas ofertadas no órgão. Algumas pessoas chegaram ao local às 18h00 de ontem, na tentativa conseguir um encaminhamento.

Homens da polícia militar tiveram que ser acionados no intuito de controlar a multidão, que busca arduamente por uma oportunidade de trabalho na cidade.

O pedreiro José Roberto conta à nossa equipe de reportagem que checou ao órgão às 18h de ontem. “É uma humilhação. Quase todos são indicados. Cadê os nossos vereadores que nos representam? Onde está o nosso prefeito que tem a reponsabilidade de gerar empregos em nossa cidade”, diz José.

Matheus Morais também estava na fila. Ele destaca a dificuldade que os jovens têm em conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho. “Não existem muitas oportunidades para quem tem carteira branca, a cidade não tem um programa para atender o público jovem que tá iniciando a carreira com o primeiro emprego”, destaca Matheus.

Desemprego no Brasil

Um dado do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da pesquisa Pnad Contínua, aponta que o índice de desemprego no Brasil em maio deste ano ficou na margem de 12,9%. Isso significa que 13,4 milhões de pessoas estão desempregadas no país.

 

O pedreiro José Roberto conta à nossa equipe de reportagem que checou ao órgão às 18h de ontem.

 

Matheus Morais também estava na fila. Ele destaca a dificuldade que os jovens têm em conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho.

 

 

(Reportagem: Fernando Bonfim)

A Cooperativa de Trabalho em Ecoturismo de Carajás (Cooperture) juntamente com demais movimentos do artesanato de Parauapebas realizou na manhã desta quarta-feira (15) o Primeiro Festival do Ipê de Parauapebas. A atividade consiste em apresentar para a cidade os trabalhos realizados pelos artesãos do município.

O nome é uma referencia a flora dos ipês de Parauapebas que nesta época do ano, florescem e deixam a cidade mais atrativa.

De acordo com Lennyel Santos, um dos organizadores do evento, a ideia surgiu a partir do atrativo turístico que os ipês apresentam esta época do ano. “Este festival foi feito para que nós possamos mostra um pouco da cultura da cidade, seja turística ou artesanal. Muitas  pessoas falam que Parauapebas não tem cultura, é tudo misturado. Este evento é exatamente para mostrar para estas pessoas que em Parauapebas a cultura e o turismo são fortíssimos”, destaca Lennyel.

Erika Bezerra uma das coordenadoras do Grupo Ipê explicou que o evento é uma forma de homenagear a florada dos Ipês de Parauapebas.  “O Grupo Ipê é formado por artesãos nascidos em Parauapebas. O nome do grupo é uma homenagem a tradicional florada dos Ipês da cidade, admirada por todos, tanto por visitantes como por moradores”, diz. Ao falar sobre o objetivo do evento Erika explicou ainda, que ele foi idealizado para divulgar o trabalho dos artesãos da cidade, e em contrapartida, fomentar a economia criativa existente na cidade.

  

 

 

 

  

De acordo com Lennyel Santos, um dos organizadores do evento, a ideia surgiu a partir do atrativo turístico que os ipês apresentam esta época do ano.

Erika Bezerra uma das coordenadoras do Grupo Ipê explicou que o evento é uma forma de homenagear a florada dos Ipês de Parauapebas.

    

 

 

            

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reportagem: Fernando Bonfim)

 

Na sessão desta terça-feira, 14/08, na Câmara Municipal, o vereador Rafael Ribeiro foi um, dos dois votos favoráveis a proposta que iria regulamentar a atividade de táxi lotação em Parauapebas. Segundo o vereador, seu voto representa o anseio da maioria da população, que ver no táxi lotação uma alternativa para o transporte público. "Precisamos encontrar alternativas que atendam toda a categoria, há espaço e demanda para todos, em momentos de crise, se faz necessário repensar certos modelos para a geração de renda dos trabalhadores e famílias que estão por trás da atividade de táxi lotação. Acima de tudo é preciso entender que o transporte público de maneira geral precisa ser rediscutido, é uma demanda urgente da população já faz bastante tempo". Disse o vereador.

 

 

“Atrativos e rotas turísticas do Parauapebas”, “Termos técnicos no turismo” e “Parauapebas, cronologia e história” foram as palestras ministradas no primeiro Workshop de Turismo realizado no município, voltado especificamente para profissionais da rede hoteleira.

As palestras foram proferidas, respectivamente, pelo diretor de produtos do Departamento de Turismo de Parauapebas (Detur) e membro do Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas (Comtup), Dácio Souza; pela turismóloga Tenikey Takahashi e pelo diretor administrativo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pioneiro do município, Eli Areias. O evento ocorreu na noite da sexta-feira, 10, no Hotel Mardan.

No workshop, orientações, informações, dicas de como o setor hoteleiro pode receber bem e prestar atendimento de qualidade aos turistas de diversas partes do Brasil que visitam Parauapebas. Além das palestras, houve rodada de debates e sugestões para que o Detur avalie a possibilidade de colocá-las em prática. 

A empresária no ramo de agências e membro do Comtup, Aglaudene Tome, se mostrou entusiasmada com a atenção que tem sido dispensada ao turismo local. “A rede hoteleira é quem recebe nossos turistas, aqueles que nos visitam a passeio, lazer ou a negócios. Eu me sinto orgulhosa de ver que esse trabalho tá avançando, que a gente tem um departamento atuante e que o governo tem dado o suporte necessário para isso acontecer. Creio que em breve Parauapebas será conhecida não como a capital do minério, mas como a capital do ecoturismo e por que não a capital do turismo amazônico?!”, arriscou Aglaudene.

O recepcionista Jean Franklin, do hotel Vale da Serra, se surpreendeu com a apresentação das rotas turísticas. “Foi muito importante adquirir mais informações sobre o município. Até eu, que sou morador de Parauapebas, estou encantado com o que vi. Quero conhecer esses lugares e quando eu for questionado sobre os pontos turísticos vou explicar sobre lugares que já conheço; vai ser melhor”, empolgou-se ele.

Para o chefe da Floresta Nacional de Carajás, Marcel Régis, é essencial que todos que têm contato com os visitantes conheçam minimamente os potenciais naturais da região. “Muitos turistas procuram essas informações nos hotéis principalmente e poucos conhecem o que existe em Parauapebas, além da mineração. São fundamentais ciclos de debates e formações para que mais pessoas conheçam de fato o que existe na Floresta Nacional de Carajás e no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos. O ICMBio é um defensor desta ação”, afirmou Marcel.

MAIS PALESTRAS

O coordenador do Detur, Marcos Alexandre, lembrou que o turismo em Parauapebas está em construção e, para isso, o governo conta com importantes parceiros, como o Comtup, sindicatos, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), agências de viagens e cooperativas.“A ideia é oferecer ao menos um workshop por mês. A gente não pode parar. Precisamos capacitar a rede de restaurantes, taxistas, todo o tradeturístico. O departamento tem se esforçado para mostrar o resultado para a comunidade e para as pessoas que investem no setor”, pontuou Alexandre.

(Texto: Rayssa Pajeú/Fotos: Arquivo | ASCOM-PMP)

A Câmara Municipal de Parauapebas reprovou com 12 votos contra por dois a favor, o projeto de lei municipal que incluiria a modalidade de Táxi-lotação no sistema de transporte urbano do município. Mesmo com o apoio da sociedade, a modalidade passa ser considerada clandestina ao transporte de pessoas na cidade.

Uma pesquisa realizada pelo Núcleo de Educação do Trânsito (NET), órgão subordinado ao Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) entrevistou 382 pessoas sendo que, destas, 353 optaram pela legalização do serviço de táxi-lotação. O Projeto de Lei 014/2018 que alteraria a Lei Municipal n° 4.551, de 20 de dezembro de 2013, foi o principal debate da sessão ordinária desta terça-feira (14). Centenas de pessoas prós e contra a legalização da novo meio de transporte urbano lotaram o auditório da Câmara Municipal.

Apenas os vereadores, Rafael Ribeiro (MDB) e Luiz Castilho (Pros) votaram a favor da legalização da nova modalidade, já os demais: Horácio Martins (PSD), Eliene Soares (MDB), Francisca Ciza (DEM), Ivanaldo Braz (PSDB), João Assi (PV), Joel Pedro (DEM), Joelma Leite (PSD), José Pavão (PSDB), Marcelo Parcerinho (PSC), Kelen Adriana (PTB), Maridé Gomes, e Zacarias Assunção (PSDB) votaram contra. O vereador Elias Ferreira (PSB), não votou em nenhum dos lados, pois de acordo com o regimento interno, só há necessidade do voto do Presidente da Casa de Leis em caso de empate.

O Vereador Rafael Ribeiro foi um dos que votou a favor da adição do taxi-lotação na cidade. De acordo com ele, o seu voto foi por toda a população parauapebense. “Nós estamos aqui para votar pelo bem comum da coletividade. Tenho muito respeito por todas as categorias de transporte do município. Nós precisamos fazer um debate amplo a respeito do transporte público em Parauapebas. Eu procurei transmitir o meu voto atendendo os anseios da nossa população”, esclareceu o vereador. Ele ainda reforço que agora, o passo é debater alternativas. “Temos que fortalecer as classes existentes visando entregar mais agilidade aos usuários do transporte público e uma solução para os trabalhadores do taxi-lotação que esperavam que o projeto fosse aprovado, o que infelizmente não aconteceu”, concluiu o vereador.

De acordo com o vice-presidente da Associação dos Taxistas de Lotação (Astal), Francisco da Silva (Neguinho do lotação), a classe tem uma luta de cerca de sete anos na tentativa de regulamentar a categoria em Parauapebas. “Nós somos pais de famílias, moramos e votamos aqui e temos o direito de lutar pelos nossos direitos. Parauapebas era para ser uma cidade onde todos deveriam ter oportunidades. Na cidade vizinha, Marabá, todos aprovam o serviço prestado pelo taxi-lotação de lá, aqui em Parauapebas está tendo toda esta dificuldade. Nós também precisamos trabalhar e a cidade não tem emprego. Nós somos mais de 120 pais de família que precisamos desta renda. Eu mesmo estou desempregado e com o meu carro preso há quase seis meses com uma multa absurda para pagar”, diz Neguinho.

  

Apenas os vereadores, Rafael Ribeiro (MDB) e Luiz Castilho (Pros) votaram a favor da legalização da nova modalidade.

 

 

Mais um empresário do ramo de ferro velho é assassinado em Parauapebas. O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (14), por volta das 09h:30, em uma rua paralela à rodovia Faruk Salmen. A vítima identificada como Douglas Gomes, foi morta por um único tiro, provavelmente de uma pistola 380.

Segundo informações minutos antes de ser morto, Douglas que é dono de um ferro velho no bairro Beira Rio, teria recebido uma ligação telefônica onde combinou com o que estava do outro lado da linha de encontrá-lo na entrada do bairro Vale dos Carajás. Chegando ao local, Douglas foi surpreendido pelo assassino que o aguardava escondido atrás de uma árvore, instante em que teria acenado para o motorista, que ao parar, foi baleado com um único tiro na cabeça, morrendo instantaneamente no interior de sua camionete, uma  Hilux de cor branca, placa LSR-1914.

Apos o crime o assassino fugiu em uma moto de modelo e placa não anotada. De acordo com informações há mais ou menos oito meses, Douglas Santos sofrera uma tentativa de homicídio, quando dois indivíduos armados o surpreendeu, em sua fazenda, para roubar a camionete.

A vítima estava dentro de sua caminhonete quando foi assassinada. 

No local, ninguém se arriscou em falar sobre a ação dos pistoleiros. Ao que tudo indica o empresário andava preocupado. No bolso da vítima a polícia encontrou um carregador, municiado de pistola ponto 40, arma de uso exclusivo da polícia, porém a arma não foi encontrada.

Segundo informações na hora do ocorrido a vítima estava acompanhada de um carona, identificado apenas como Fernando que também foi baleado.

Até o fechamento desta matéria, às 12h: 00, a polícia ainda não tinha informações que pudessem levar ao paradeiro dos autores do crime.

(Reportagem: Caetano Silva)

Página 1 de 33

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016