Após moradores de diversos bairros de Parauapebas relatarem forte gosto e cheiro “de barro” na água que tem chegado às suas torneiras, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) se manifestou, explicando o porquê do fenômeno. 

Através de uma nota, a autarquia esclareceu que o forte cheiro e gosto presente na água são causados por uma alga conhecida como chlorella.  Que devido ao elevado volume de chuva do último mês, tem ocasionou o agrupamento da matéria orgânica no Rio Parauapebas, de é captada a água para o abastecimento da cidade.

O Saaep também esclareceu que o consumo da água não é prejudicial à saúde e que já está buscando uma solução para o problema.

 Confira a nota na íntegra

NOTA DE ESCLARECIMENTO/SAAEP

Concentração de algas causa gosto e cheiro incomuns em água, mas não prejudica saúde. Problema está sendo resolvido.

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) esclarece que o cheiro e gosto incomuns encontrados na água fornecida pela autarquia, em alguns pontos da cidade, são provocados pela grande concentração de algas conhecidas como chlorella, encontradas no rio Parauapebas, onde é captada a água para ser tratada e distribuída para a população.

O episódio deve-se ao elevado volume de chuva do último mês, que ocasionou o agrupamento de material orgânico no rio, propiciando o aparecimento da alga que causa o mau cheiro na água, mesmo após o seu tratamento.

O Saaep já está buscando soluções para eliminar o problema o mais rápido possível, com a utilização de produtos específicos e com outras alternativas que resolvam o fenômeno. Enquanto isso, tranquiliza a população, pois assegura que a água fornecida pelo Serviço de Abastecimento pode ser consumida com segurança por não acarretar problemas para a saúde.

O Saaep entende que o consumo de referida água provoca desconforto e pede a compreensão da população até o problema ser resolvido.

(Assessoria de Comunicação – Ascom/Saaep/PMP)

COMUNICADO/SAAEP

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) informa que o reservatório Bela Vista passará por manutenção preventiva nesta sexta-feira, 09 de novembro.

Para que a serviço aconteça, será interrompido o fornecimento de água para os bairros Novo Horizonte, Betânia, Vale dos Carajás, Altamira, Vila Rica, Jardim Canadá, Popular I e II, Alto Bonito e parte do Tropical. A interrupção será entre 12 horas da sexta-feira e 6 horas do sábado, 10.

O Saaep conta com a compreensão de todos e pede que reservem água durante o período necessário para a estabilização do sistema.

Assessoria de Comunicaçãoo – Ascom/PMP

Na tarde desta última quarta-feira, 22, o vice-prefeito e Diretor Executivo do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (SAAEP), Sérgio Balduíno, se reuniu com proprietários, motoristas e ajudantes dos Caminhões-Pipas e ‘Limpa Fossa’, que prestam serviço à autarquia e também com moradores que são atendidos por esta modalidade de abastecimento.

No encontro, enquanto os “pipeiros” se queixavam das atuais condições de trabalho, que estão prejudicando a qualidade do atendimento aos usuários do serviço, os moradores, que necessitam do abastecimento, reclamavam da falta de rede de distribuição de água encanada que possa atender a todos, para que não dependam mais dos serviços prestados pelos carros-pipas.

O Diretor do Saaep esclareceu a dificuldade de manter o abastecimento através de caminhões- pipas, já que este processo é caro e a maioria dos moradores não faz o pagamento de suas faturas de água e esgoto. Balduíno também informou que o Saaep, apesar das dificuldades de investimentos, trabalha na extensão de sua rede e está em negociação para que o trabalho prestado pelos carros-pipas seja ajustado e os pais de família que trabalham levando água para a população, através de seus caminhões, não passem mais por dificuldades.

Balduíno disse: “Os carros-pipas que atendem nossa cidade são pagos pela autarquia; eles levam água potável para todos os bairros que precisam, sem fazer distinção entre bairros, sejam eles, regularizados, irregulares ou invasões. Infelizmente a maioria destes consumidores não contribui com o pagamento do serviço, o que a cada mês dificulta ainda mais a situação financeira do Saaep, diminuindo a nossa capacidade de investimento para extensão da rede.” frisou.

Na reunião também foram ouvidos os líderes de associação de vários bairros e representantes dos proprietários e trabalhadores dos carros-pipas.

Por medo de retaliação, um proprietário de carro pipa que preferiu não se identificar,  confidenciou, com exclusividade à nossa reportagem, fatos que não foram externados pelo diretor do órgão; segundo ele, os pagamentos dos carros-pipas estão há mais de quatro meses em atraso.

Ainda foi enfatizado pelo anônimo, que o Saaep não tem recebido da prefeitura os recursos prometidos, e por isso, não têm condições de pagar vários de seus fornecedores, sendo estes atrasos propositais, para que o grupo que hoje está à frente do Saaep, desista de dirigir a autarquia e entregue para pessoas de interesse do executivo municipal.

Esta informação foi negada pelo Saaep. O diretor da autarquia informou a este veículo de comunicação de que o prefeito chegaria de viagem nesta sexta-feira (24), e todos estes problemas seriam resolvidos.

A reunião aconteceu na centro administrativo do Saaep 

Fornecimento de água no bairro Rio Verde foi prejudicado durante o ultimo fim de semana, em comunicado publicado pela SAAEP (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas) na manhã desta segunda-feira (30) a falta de água ocorreu devido a problemas em uma das válvulas.

Para resolver o problema a autarquia informa ainda que mais 13 bairros do município terão o fornecimento de água paralisado, a partir das 11h de hoje.

Veja comunicado:

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) esclarece aos moradores do bairro Rio Verde que o fornecimento de água foi prejudicado devido um problema em uma válvula identificado neste domingo, 29.

Para a resolução do problema, será preciso parar o sistema do reservatório Bela Vista a partir das 11h desta segunda-feira, 30.

Desta forma, os bairros Cidade Nova, Da Paz, Guanabara, Liberdade I, Nova Vida, Paraíso, Primavera, Maranhão II, Rio Verde, União e Chácaras do Sol, Lua e Estrelas terão o fornecimento de água interrompido durante o tempo de execução do serviço, devendo retornar ao funcionamento normal às 18h.

O Saaep agradece a compreensão de todos.

 

O Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas informa aos moradores da 3ª etapa do Cidade Jardim que, na madrugada desta terça-feira, 24, os cabos de energia de dois dos poços que fornecem água para o bairro foram furtados. Em um dos poços a ação ocasionou um curto-circuito prejudicando a bomba e comprometendo o abastecimento de água na região, que deve retornar ao funcionamento normal somente após a resolução do problema.

O Saaep deixa claro que repudia qualquer ato de furto e violação, seja contra patrimônio público ou privado, e pede à comunidade que denuncie os atos de vandalismo ligados ao fornecimento de água através do número 0800 095 0001.

Assessoria de Comunicação - Ascom/Saaep/PMP

Para melhorar o abastecimento dos bairros Tropical I, II e Ipiranga, a atual gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) construiu mais uma represa, porém, apesar das cercas, avisos e sinalizações, algumas pessoas insistem em arriscar a vida tomando banho no local. Para melhorar o abastecimento dos bairros Tropical I, II e Ipiranga, a atual gestão do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saaep) construiu mais uma represa, porém, apesar das cercas, avisos e sinalizações, algumas pessoas insistem em arriscar a vida tomando banho no local. 

“As pessoas têm invadido a área da represa e utilizado a mesma para mergulhos, colocando a vida em risco, pois, além de ser uma represa muito profunda, existe uma bomba de sucção que pode sugar até um adulto, imagina uma criança”, alerta a educadora ambiental, Cerni Serra.

O Saaep se preocupa com a segurança da população e chama atenção para o fato de que o uso recreativo da lagoa também torna o processo de tratamento mais demorado, afetando o abastecimento da população.O operador de Estação de Tratamento de Água (ETA) José Francisco Nogueira explica que “quando começam a banhar acumula o lixo na água, suja muito a água, tem que abaixar a vazão na ETA. Aí tem que diminuir, também, nas torneiras”. 

A Prefeitura de Parauapebas solicita aos pais e familiares que fiquem de olho nas crianças e nos filhos adolescentes, para evitar alguma tragédia e impedir que a diversão de alguns seja um problema para todos.

(Assessoria de Comunicação - Ascom | Saaep | PMP)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016