A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Supervisão da Rede Cegonha, começou nesta segunda-feira, 1º, a Semana de Aleitamento Materno, que irá prosseguir até dia 08 com o tema “Amamentação é a base da vida”.

Durante esse período, a Semsa irá orientar a comunidade sobre a importância do aleitamento materno e treinar profissionais da rede pública de saúde para o manejo e orientação da família sobre o aleitamento materno.

Programação:

• 1°/08/18 – (Quarta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, na Unidade Básica de Saúde Liberdade (UBS) 2.

• 1°/08/18 – (Quarta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, na UBS Guanabara.

• 02/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, na UBS Da Paz.

• 02/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, na UBS Altamira.

• 03/08/18 – (Sexta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, na UBS Fortaleza.
• 03/08/18 – (Sexta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, na UBS Novo Brasil.
• 06/08/18 – (Segunda-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, na UBS Tropical.

• 06/08/18 – (Segunda-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, na UBS Cidade Nova.
• 07/08/18 – (Terça-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, na UBS Rio Verde.
• 08/08/18 – (Quarta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, nas UBS Minérios e Casas Populares.

• 09/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, nas UBS Cedere I.
• 09/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, nas UBS Jardim Canadá.

• 10/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 10h, nas UBS Palmares Sul.

• 10/08/18 – (Quinta-feira) – Roda de conversa e orientações com profissionais da saúde, às 16h, nas UBS Palmares II.

(Assessoria de Comunicação – Ascom/Semsa/PMP)

O cirurgião-dentista Ricardo Gadelha, 44 anos, foi diagnosticado com poliomielite pouco antes de completar 2 meses de vida. Em meio às sequelas que a doença deixou, sobretudo nos membros inferiores, ele garante fazer a sua parte pra que a chamada paralisia infantil não volte a fazer novas vítimas. Os filhos de Gadelha, Samuel, 14 anos, e Davi, 11 anos, foram devidamente imunizados contra a pólio. “Não quero nem desejo essa sequela pra ninguém. Filho protegido é filho vacinado. Nós, pais, temos essa responsabilidade”, reforçou.

A partir da próxima segunda-feira (6), todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem ser levadas aos postos de saúde para receber a dose contra a pólio e também contra o sarampo. O Dia D de mobilização nacional foi agendado para o dia 18, um sábado, mas a campanha segue até o dia 31 de agosto. A meta do governo federal é imunizar 11,2 milhões de crianças e atingir o marco de 95% de cobertura vacinal nessa faixa etária, conforme recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com o Ministério da Saúde, foram adquiridas 28,3 milhões de doses de ambas as vacinas – um total de R$ 160,7 milhões. Todos os estados, segundo a pasta, já estão abastecidos com um total de 871,3 mil doses da Vacina Inativadas Poliomielite (VIP), 14 milhões da Vacina Oral Poliomielite (VOP) e 13,4 milhões da Tríplice Viral, que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba. 

A campanha de vacinação deste ano é indiscriminada, ou seja, pretende imunizar todas as crianças na faixa etária estabelecida. Isso significa que mesmo as que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço. No caso da pólio, crianças que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida devem receber a VIP. As que já tomaram uma ou mais doses devem receber a VOP. E, para o sarampo, todas devem receber uma dose da Tríplice Viral – desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Queda nas coberturas

Doenças já erradicadas no Brasil voltaram a ser motivo de preocupação entre autoridades sanitárias e profissionais de saúde. Baixas coberturas vacinais, de acordo com o próprio ministério, acendem "uma luz vermelha" no país. Até o momento, a pasta contabiliza 822 casos confirmados de sarampo – sendo 519 no Amazonas e 272 em Roraima. Ambos os estados têm ainda 3.831 casos em investigação. Casos considerados isolados foram confirmados em São Paulo (1), no Rio de Janeiro (14), no Rio Grande do Sul (13), em Rondônia (1) e no Pará (2).

Em junho, países do Mercosul fizeram um acordo para evitar a reintrodução de doenças já eliminadas na região das Américas, incluindo o sarampo, a poliomielite e a rubéola. Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile se comprometeram a reforçar ações de saúde nas fronteiras e a fornecer assistência aos migrantes numa tentativa de manter baixa a transmissão de casos. Dados do governo federal mostram que 312 municípios brasileiros estão com cobertura vacinal contra pólio abaixo de 50%.

Sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina. Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade do quadro, particularmente em crianças desnutridas e menores de 1 ano. Em algumas partes do mundo, a doença é uma das principais causas de morbimortalidade entre crianças menores de 5 anos de idade. 

Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) o certificado de eliminação da circulação do vírus. Atualmente, entretanto, o país enfrenta surtos de sarampo em Roraima e no Amazonas, além de casos já identificados em São Paulo, no Rio Grande do Sul, em Rondônia e no Rio de Janeiro.

Pólio

Causada por um vírus que vive no intestino, o poliovírus, a poliomielite geralmente atinge crianças com menos de 4 anos de idade, mas também pode contaminar adultos. A maior parte das infecções apresenta poucos sintomas, e há semelhanças com infecções respiratórias – como febre e dor de garganta – e gastrointestinais – como náusea, vômito e prisão de ventre.

Cerca de 1% dos infectados pelo vírus desenvolve a forma paralítica da doença, que pode causar sequelas permanentes, insuficiência respiratória e, em alguns casos, levar à morte.

(Fonte: Agência Brasil)

A FAMAP (Faculdade Master de Parauapebas) abriu dia 16 de julho, as inscrições para o Novo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Você que sonha em ingressar na carreira de Enfermagem, Nutrição, Farmácia, Administração, Gestão Comercial e Engenharia Ambiental tem até amanhã, 22 de Julho, para se inscrever na FAMAP pelo Fies.

Imagem: Divulgação

Um pouco mais sobre a Famap

A Faculdade Master de Parauapebas encontra-se entre os melhores e mais inovadores cursos de graduação em Enfermagem da cidade. Uma das grandes preocupações da FAMAP é inovar também na metodologia de ensino e na formação do profissional desde o início do curso, oferecendo oportunidades de monitoria, Programa de Estágio Extracurricular e incentivo a Iniciação Científica.

 Para se inscrever é só acessar o link http://fies.mec.gov.br/ .

Imagem : Site Fies

Sobre o novo Fies:

O novo Fies é um modelo de financiamento estudantil moderno, que divide o programa em diferentes modalidades, possibilitando juros zero a quem mais precisa e uma escala de financiamentos que varia conforme a renda familiar do candidato. O novo fies traz melhorias na gestão do fundo, dando sustentabilidade financeira ao programa a fim de garantir a sustentabilidade do programa e viabilizar um acesso mais amplo ao ensino superior.

 Venha ser um universitário Famap!

(Da redação com informações do Sites: Fies e Famap)

 

 

Foi realizada na tarde desta segunda-feira (11), uma reunião entre secretário municipal de educação, Raimundo Neto e o titular da Secretaria Municipal de Saúde ( Semsa), José  das Dores Couto. A pauta tratada entre os dois secretários de governo era referente à recepção à comissão da Universidade do Estado do Pará (Uepa) que estará em Parauapebas nos dias 25 e 26 deste mês.

A comissão da Uepa estará na cidade para conhecer as instalações e os equipamentos de saúde do município, além disso, fará visitas à implantação da Residência Médica nas áreas de Pediatria, Clínica Médica e Cirurgia Geral.

Segundo Neto, um dos passos para implantação da Residência Médica é credenciar o Hospital Geral de Parauapebas como hospital-escola, a fim de atender às necessidades acadêmicas. Para Coutinho, tudo tranquilo. "Estamos de portas abertas para receber a Uepa. A vida da instituição é muito importante para nós”, finalizou.

(Da redação)

Qualquer esteticista ou dermatologista sabe que a chave para ter com uma pele perfeita é ficar de bebidas alocóolicas, açúcar e laticínio, mas, dentre os três, o álcool é o pior, pois desidrata a pele, acelerando seu envelhecimento.

Algumas bebidas, no entanto, são menos prejudiciais que outras. Segundo o site Byrdie, tequila, whiskey, conhaque e rum provocam desidratação na pele ao diminuírem a quantidade de nutrientes essenciais, como vitamina A, B3 e C. Além disso, possuem 37 vezes mais congêneros --substâncias que dão sabor e cor-- do que a vodka.

Bebidas destiladas, por outro lado, provocam vermelhidão na pele quando consumidas por um período prolongado de tempo, pois dilatam os vasos sanguíneos

Já o vinho tem como benefício o baixo teor de álcool e propriedades antioxidantes, mas possui grandes quantidades de açúcar.  A bebida pode provocar, também, irritação em peles sensíveis, como em quem sofre com rosávea. Apesar destes efeitos colaterais, vinhos de boa qualidade, ingeridos esporadicamente, são bem vindos de forma geral.

Por último, a cerveja tem o problema do sal, e é a bebida que mais desidrata o organismo. Algumas marcas são ricas em glúten e esta substância aumenta o açúcar no sangue, fazendo você desejar por mais açúcar. Além disso, destrói as células mais rapidamente e diminui os níveis de vitamina B.

O ponto positivo da cerveja é que ela possui antioxidantes e nutrientes importantes como ácido fólico e niacina, que combatem o envelhecimento.

Fonte: revistamarieclaire

O açúcar é o maior envelhecedor do corpo. Além de trazer problemas para os rins, pâncreas, o excesso de açúcar na circulação é péssimo para a pele. Outro fator que prejudica a pele é a ação dos hormônios, para ambos os sexos. O tempo também enfraquece os músculos. Rugas ao redor dos olhos, por exemplo, aparecem pela fraqueza e perda muscular.

Para cuidar da saúde e da pele, os especialistas dão dicas: faça musculação para evitar perda de massa magra, mantenha a pele hidratada e lubrificada, não use bucha no banho, evite carrega a bolsa nos braços, coma menos açúcar e use protetor solar – inclusive nas mãos.

Alimentos que fazem bem à pele

Outro ponto importante, segundo a nutricionista, é adotar uma dieta rica em alimentos que atuam como antiglicantes, como os antioxidantes, que protegem o organismo dos radicais livres, e os anti-inflamatorios. “É bom investir também em alimentos que auxiliam na produção do colágeno e que ajudam a combater o envelhecimento da pele, como romã, kiwi, laranja lima, acerola, tangerina, limão, abacaxi, melão, vegetais verdes escuros, frutas vermelhas, beterraba, cenoura, abóbora, tomate, peixes, linhaça, semente de chia, aveia, castanhas, temperos como açafrão, cravo, noz moscada, pimenta vermelha, hortelã, salsa, orégano, alecrim e alho”, sugere.

Idade em que a pele começa a envelhecer

De acordo com o dermatologista, os sinais externos da glicação aparecem a partir dos 30 ou 35 anos. Ele explica que, com a idade ficando mais avançada, há mudanças nos processos metabólicos, o que leva a uma probabilidade maior da glicação ocorrer. “Isso se deve, principalmente, à redução da capacidade antioxidante do organismo com a idade. Por isso, a construção de novos hábitos alimentares, associados a um estilo de vida saudável podem ser considerados fatores anti-idade, pois irão fornecer mais antioxidantes ao sistema, responsáveis por combater as toxinas e evitar os processos inflamatórios”, afirma.

Fonte: por Mariana Bueno/Bolsademulher

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a tendência ao sedentarismo cresce exponencialmente, tornado-se hoje o quarto maior fator de risco de mortalidade. Estudos revelam que pelo menos 21% dos tumores malignos na mama e no cólon, 27% dos casos de diabetes e 30% das queixas de doenças cardíacas são resultados do sedentarismo. Aliar hábitos saudáveis à rotina do escritório não é um tarefa fácil, já que o tempo nem sempre está a favor.

Segundo especialistas sobre o assunto, a adoção de exercícios saudáveis no trabalho ajuda a prevenir o cansaço, a fraqueza, o sono e a falta de concentração, além de proporcionar bem-estar, bom humor e autoestima,  tornando o trabalho mais produtivo e prazeroso. Em contrapartida, uma rotina sedentária facilita o desenvolvimento de doenças como diabetes, hipertensão, dislipidemia, infarto, AVC e artroses.

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia e o Instituto Minha Escolha criaram a Campanha Escolha Saúde, uma iniciativa que busca incentivar a adoção de medidas mais saudáveis e a fuga dos hábitos sedentários e calóricos.

Confira algumas dicas:

1. Evite excessos
Se você sente muito “sono” ou “preguiça” ao trabalhar depois do almoço, saiba que isso se chama alcalinidade pós-prandial. Sua circulação se dirige mais ao aparelho digestivo e o restante do organismo fica mais lento. Portanto, observe a quantidade de comida que você ingere nesta refeição, o excesso pode aumentar esse efeito.

2. Mexa-se o máximo possível
Prefira utilizar as escadas ao invés do elevador. Se o seu escritório ficar em um andar muito afastado do térreo, desça do elevador alguns andares antes e siga o restante a pé. Com isso, você irá observar a diferença na queima de calorias ao final de um mês ou um ano.

3. Atenção à postura
Muitas pessoas são acometidas por dores no corpo, principalmente nas costas, e somente depois de algum tempo percebem que sua postura estava errada.

4. Lugar de comer é na mesa
Comer em frente ao computador não é recomendável. Mesmo almoçando no escritório, é importante reservar poucos minutos para prestar atenção na comida e mastigar bem os alimentos.

5. Jamais deixe de tomar café da manhã
Pesquisas apontam que as pessoas que tomam um café da manhã saudável permanecem mais dispostas no restante do dia. Insira frutas ou sucos, cereais ou pães integrais, leite ou iogurte desnatado.

6. Comida de casa
Se sua alimentação em casa for balanceada, levar a comida do jantar para o almoço pode ser uma boa opção, ajudando a manter o cardápio mais saudável.

7. Faça pequenos lanches entre as refeições
Mantenha seu metabolismo funcionando durante todo o dia, o que vai ajudá-lo também a ingerir menor quantidade de alimentos nas refeições maiores, como almoço e jantar. Para isso, faça pequenos lanches entre elas, procurando alimentar-se a cada três ou quatro horas.

8. Prefira os carboidratos integrais
O exagero de carboidratos em um prato,  principalmente sem proteínas, leva a um aumento rápido da insulina e, por isso, pode ser seguido de fraqueza, além de favorecer o acúmulo de gordura abdominal.

9. Necessidade de doce
A sensação de necessidade de doce pode ser por conta de uma privação de carboidratos integrais, como pães, arroz, batata, massas, que é a fonte energética preferida pelo corpo. Quando o organismo necessita do açúcar, temos a sensação de falta de doce.

10.  Escolha por produtos que apresentem níveis controlados de gordura saturada, gordura trans, sódio e açúcar
Confira sempre a tabela nutricional e fique de olho na quantidade de açúcar e sódio contido nos alimentos industrializados.

Fonte: http://www.quantumassessment.com.br/index.php?option=com_k2&Itemid=308&id=643&layout=item&view=item

Pois, Hoje na indústria de alimentos oferece várias opções para se manter saudável e ter uma boa dieta; no entanto, existem produtos que são vendidos com a promessa de ser saudável e não são. Além disso, Muitos deles, em vez de trazer benefícios para saúde nos trazem malefícios.

No processo de industrialização, além de sal, açúcar e gordura, são adicionadas diversas substâncias químicas para realçar sabor e fazer o produto durar mais tempo, muitas das quais ainda não se sabe bem que efeito podem ter a longo prazo no organismo. Aparentemente inocentes, há alimentos que estão em várias dietas e são considerados pela maior parte da população como saudáveis, mas podem fazer com que você ganhe peso e, pior, ainda desenvolva doenças. Então, confira os 12 alimentos que parecem saudáveis, mas não são!

  1. Suco de caixinha: Esse é um dos principais alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Pois, Algumas dessas bebidas, também chamadas de néctar de fruta, têm tanto quanto ou até mais açúcar do que os refrigerantes. São até duas colheres de sopa a cada 200 ml, além de uma quantidade grande de sódio, substância que, em excesso, pode sobrecarregar os rins e aumentar as chances de a criança ter pressão alta no futuro. Os corantes e aromas também aparecem no suco de caixinha (inclusive nos de soja), ou seja, mais química ainda. A saída é alterná-lo com o suco natural (ou água mesmo!).
  2. Barra de Cereal: Esse é outro dos alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Pois, Muita gente muda o hábito de ter um doce na bolsa por uma barra de cereal, mas algumas dessas barrinhas são quase um doce de tanto açúcar que contêm, além de possuírem conservantes e aromatizantes. O nível médio de fibra é de um grama e isso é pouco para as necessidades do organismo, o que também reduz o potencial de satisfação – então a pessoa acaba consumindo muito ou comendo outro alimento depois. As barras melhores têm 3 e 5 gramas de fibras. Mesmos as lights e diets, são feitas com adoçantes, o que não é tão saudável como podemos pensar.
  3. Peito de Peru: Entre os embutidos, é o “menos pior. Mas é preciso se lembrar de que ele é uma carne processada e tem muito sódio na composição, um perigo para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Além disso, conservantes estão relacionados ao aumento dos riscos de vários tipos de câncer.
  4. Chás em Lata: Os chás em lata possuem flavonoides, substâncias antioxidantes. Porém eles também apresentam grande quantidade de açúcar ou adoçante, semelhante à dos refrigerantes. Além disso, alguns tipos de chá são ricos em cafeína, que pode causar ansiedade, insônia e acelerar o coração.
  5. Temperos Prontos: A maioria tem doses altíssimas de sódio e substâncias químicas. Entre elas, o glutamato monossódico, um realçador de sabor que altera as papilas gustativas e cria uma espécie de vício. Como o gosto é intenso, quando não o usamos, achamos que nada tem sabor. Portanto, quando for cozinhar, prefira sempre ervas frescas para dar um gostinho especial ao prato, alguns são boas opções como a Salsa, Hortelã, Erva-doce, Coentro, Pimenta, Alho, Pimenta-do-reino e outras.
  6. Saladas Elaboradas: Esse é um dos alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Pois, Um erro comum é assumir que tudo que envolve a palavra “salada” tem que ser saudável. Saladas com atum, frango e camarão frequentemente são carregadas de maionese, com gorduras e calorias escondidas entre seus ingredientes. Sendo assim, se for fazer essa escolha, dê preferência à maionese light e fique de olho ao tamanho da porção. Melhor ainda se você fizer a própria salada em casa – assim pode controlar a quantidade e, sobretudo, os ingredientes.
  7. Empanados de Frango: Parece carne de Frango, mas o empanado é o que os nutricionistas chamam de compensado, uma mistura de ingredientes nada nutritivos, como partes de frango, pele, farinha e leite em pó. Então, mesmo que você faça assado em vez de frito, ele não é saudável. Para piorar, o que dá gosto à mistura é o glutamato monossódico. Além disso, A substância realça o sabor e interfere no paladar da criança, deixando a papila gustativa acostumada a esse tipo de alimento.
  8. Cream Cracker Integral: Cinco biscoitos integrais equivalem a um pão francês, que é menos processado e contém menos gordura e sacia mais – mas costuma ter muito mais sal. O biscoito integral tipo cream cracker também costuma ter pouca fibra, pois é feito com farinha de trigo enriquecida com ferro e outros nutrientes, mas não é realmente integral.
  9. Chocolate Diet: Esse é um dos alimentos que parecem saudáveis, mas não são. Pois, Para quem está fazendo dieta, a ideia de poder consumir chocolate sem açúcar parece razoável. O problema é que para tornar este tipo de alimento comestível são adicionadas doses extras de gordura, e ele se torna mais calórico que os convencionais. No caso dos diabéticos, sem problemas com colesterol, o consumo moderado vale.
  10. Azeitonas: A Azeitonas é um alimento interessante para ser usado como tempero em muitas preparações. Sua gordura é insaturada e ajuda na redução do colesterol ruim. Mas é preciso lembrar que a azeitona que comemos é conservada em água com sal, daí o consumo precisa ser moderado. De três a quatro unidades em dias alternados está ok!
  11. Frutas em Calda: Não se engane achando que está comendo algo saudável. A começar pela calda, carregada de açúcar. E, como a fruta é processada, perde fibras e outros nutrientes. Ok, é melhor que uma bomba de chocolate, mas consuma só de vez em quando.
  12. Sopas em Pó: As Sopas costumam ser uma opção de refeição com menos calorias. Porém as versões industrializadas, que requerem apenas adição de água, não devem fazer parte da dieta. Elas contêm muitos conservantes, mas principalmente muito sódio: algumas chegam a ultrapassar o dobro da quantidade recomendada para um dia todo. Além disso, O problema é que é fácil tornar o consumo dessas sopas um hábito, e isso não é saudável. Elas não têm fibras, não têm nutrientes bons, além do excesso de sódio.. A sugestão do médico é fazer sopa caseira uma vez por semana e congelar.

 

Fonte: Dicas de Saúde

Vamos ser sinceras: quase ninguém consegue seguir aquela regra de ouro das dietas de não beliscar nada depois do jantar. A boa notícia é que você não precisa passarfome. Basta ter os alimentos certos em casa para evitar que esse assalto noturno à geladeira se converta naquela sensação de inchaço no dia seguinte. 

À Marie Claire EUA, as especialistas Keri Gans, autora de "The Small Change Diet" (A dieta da pequena mudança) e Keri Glassman, fundadora do site "Nutritious Life", revelaram suas comidas favoritas para um lanche leve -e sem culpa- antes do sono. Confira.

1. AMÊNDOAS
Elas são uma fonte de vitamina E, proteína e ômega 3, mas em grande quantidade também são uma bomba calórica. Tente se controlar e contar no máximo 20 unidades e evite as versões muito salgadas –já que o sódio provoca inchaço.

2. CHÁS DE HORTELÃ, GENGIBRE OU CAMOMILA
Estes tipo de chás quentes –como dizer?- ajudam a “eliminar gases” e aquela sensação incômoda de inchaço no estômago.

3. FRUTAS VERMELHAS (MORANGOS, FRAMBOESAS) OU TANGERINA
Frutas são sempre opções saudáveis para quando bate aquela fome à noite, mas algumas delas, como maçã e goiaba, não ajudam muito na sensação de bem-estar e contêm muito açúcar. Prefira estas que contêm mais água, além de antioxidantes e vitaminas.

4. ASPARGOS
Estes pequenos caules têm propriedades semelhantes aos probióticos, que ajudam a limpar nosso sistema digestivo. E contêm tão poucas calorias que nunca se ouviu falar de alguém que ganhou peso comendo aspargos.

5. IOGURTE GREGO LIGHT E FRUTAS VERMELHAS
Além das propriedades das frutas vermelhas, já citadas, pode-se acrescentar um pouco de fibras e sabor ao iogurte grego light, ótimo também para o trato digestivo. Só evite se você tiver algum tipo de restrição a derivados do leite.

6. AIPO COM HOMUS
Muita, mas muita fibra nesse combo vegetariano –o que, além de ser leve e digestivo, ajuda a saciar o apetite durante a noite toda.

7. FRANGO, PERU OU PEIXE GRELHADO
Como se sabe, as proteínas da carne branca aceleram o metabolismo e ajudam você a queimar calorias até mesmo enquanto dorme. Experimente incluir no jantar!

8. MAMÃO PAPAYA
Mais que qualquer outra fruta, o mamão papaya tem uma enzima digestiva voltada para ajudar o seu estômago a digerir alimentos mais rápido.

9. ABACATE (METADE DE UMA UNIDADE)
As gorduras saudáveis do abacate ajudam a combater qualquer fome inesperada que lhe ocorra à noite. Só não exagere na quantidade –qualquer tipo de gordura em excesso é ruim!

10. ÁGUA
Ok, dica óbvia, mas não custa lembrar. Beber um copo de água antes de ir para a cama ajuda a eliminar o sódio consumido durante o dia, que retém outros líquidos. Só não vale substituir por água com gás.

 

Fonte: G1 Bem estar 

  • 1 - Evite refrigerantes e atenção aos sucos prontos. O consumo de refrigerantes normais está relacionado a diabetes e obesidade, enquanto o de não adoçados (como light, diet e zero) causa piora do funcionamento dos rins. Já a frutose proveniente das frutas e que adoça os sucos prontos, quando consumida em excesso pode provocar aumento da pressão arterial.
  • 2 - Distribua melhor as refeições ao longo do dia. Tente se alimentar a cada três horas para evitar redução do metabolismo e sobrecarga em determinadas refeições (principalmente à noite). Além disso, evite que o corpo entre na chamada "reserva de energia", que é quando o organismo entende que, pelo jejum prolongado, precisa armazenar calorias, dificultando a perda de peso.
  • 3 - Aumente o consumo de líquido ao longo do dia, preferencialmente água. A ingestão contínua de líquidos mantém o metabolismo em constante movimento, assim como a atividade das células corporais e o funcionamento do intestino. Não espere a sede. Se ela chegar, é sinal de que o corpo já está desidratado.
  • 4 - Prefira alimentos integrais em substituição aos carboidratos refinados. Os integrais levam mais tempo para serem digeridos, promovendo maior tempo de saciedade e melhor funcionamento do intestino.
  • 5 - Não consuma alimentos muito calóricos no jantar, isso pode prejudicar o sono. Além disso, como o metabolismo fica mais lento à noite, o gasto de calorias nesse período será menor, podendo gerar ganho de peso.
  • 6 - Pratique atividades físicas, elas são fundamentais para promover condicionamento, aumentar a longevidade e diminuir o estresse. Para quem tem mais de 35 anos, exercícios físicos ajudam a manter a massa muscular. A prática é importante porque parte do metabolismo depende da massa muscular.
  • 7 - Só consuma medicamentos sob orientação médica. Sem o acompanhamento profissional, as pessoas tendem a tomar medicação em excesso ou a deixar de tomar medicamentos que realmente precisam.
  • 8 - Durma bem. Para um sono mais tranquilo, evite: refeições pesadas à noite, cafeína depois das 17 horas e exercícios físicos extenuantes no período noturno.
  • 9 - Tenha um hobbie ou faça atividades de que goste bastante, saindo da rotina. É uma ótima maneira de escapar do círculo de pensamentos preocupantes e de manter a motivação.
  • 10 - Procure informação e ajuda para parar de fumar ou de consumir álcool em excesso. O cigarro é fator de risco para inúmeras doenças e sobrecarrega muito o aparelho pulmonar e o sistema circulatório. Já o álcool, além de trazer problemas comportamentais, é bastante nocivo ao fígado e ao pâncreas, que são fundamentais para o nosso metabolismo.

Fontes: Albert Einstein

Dr. Mário Sérgio Rossi Vieira, fisiatra
Dr. Bento Fortunato, nefrologista
Érika Teixeira, nutricionista

 

 

Página 1 de 4

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016