On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

A Liga Europa proporcionou um encontro de paraenses. Nesta quinta-feira (19), pela tercera rodada do grupo C, o Braga, de Portugal, recebeu o Ludogorets, da Bulgária, se enfrentaram em partida que definia o líder do grupo.

No time português tem o zagueiro Raul Silva, e pelo time búlgaro, o atacante Cicinho.

Os donos de casa eram líderes do grupo, porém no jogo de ontem eles tiveram um revés: Raul marcou contra aos 56 minutos. Antes disso, Moti marcou aos 25 minutos. O Braga jogou melhor a partida, mas os erros de finalização foram aproveitados pelos búlgaros.

O goleiro Renan, ex-Botafogo, teve uma excelente atuação e foi decisivo para o Ludogorets.

Com o fim desta rodada, o time da Bulgaria ficou com sete pontos e o Braga, com seis.

 

(DOL)

A Comissão Estadual de Assuntos Minerários da Ordem dos advogados do Brasil (OAB) - PA, juntamente com membros da sociedade civil organizada, realizaram na tarde de ontem (20), a terceira Audiência Pública da Mineração no Estado do Pará. O evento aconteceu no Centro Universitário de Parauapebas (CEUP) e contou com a presença de cerca de 50 Pessoas.

O intuito da audiência é debater com a comunidade sobre os diversos problemas voltados à atividade minerária no estado, a qual nos 30 anos de mineração tem gerado impactos de todas as formas nas comunidades e em torno dela.

O coordenador regional de assuntos minerários da OAB-PA, Rubens Morais, disse que a audiência tem o objetivo de identificar os principais impactos sociais, ambientais, econômicos, dentre outros impactos de toda ordem resultantes da atividade minerária. “Há 30 anos se acumulou diversos problemas relativos à mineração. Dentro deste cenário, a OAB entende aa necessidade de ouvir as entidades representativas, a sociedade em geral, o poder público, legislativo e executivo, além de identificar os impactos mais emergenciais e quais os instrumentos para usar em defesa da sociedade”, explica.

A audiência Pública da Mineração no Estado do Pará será realizada no dia 26 de novembro, às 9h na Câmara Municipal de Parauapebas, com a presença do prefeito de Parauapebas Darci Lermen e demais representantes do poder e da sociedade.

Rubens Morais coordenador regional de assuntos minerários da OAB-PA.

 

Texto: Fernando Bonfim

Fotos: André Roger

Uma jovem de 20 anos foi presa por policiais rodoviários federais na madrugada desta sexta-feira (20), no km 19 da BR-010, município de Dom Eliseu, no Pará. Ela transportava mais de 40 quilos de maconha em um ônibus interestadual.

O flagrante aconteceu quando os policiais realizavam fiscalização em ônibus na rodovia. Era por volta de 1h quando foi abordado o ônibus em que ela estava, que fazia o trajeto Goiânia (GO) - Belém.

Durante a fiscalização, os policiais perceberam mudança de comportamento em uma passageira e, após revista na bagagem dela foram encontradas 35 tabletes de maconha em um total de 44 quilos da droga.

A jovem informou aos policiais que recebeu a substância na rodoviária de Goiânia e que receberia um pagamento após entregá-la no Terminal Rodoviário de Belém. A suspeita e a droga foram apresentadas na Delegacia de Polícia Civil de Dom Eliseu. Ela pode ser enquadrada pelo crime de tráfico de drogas, com pena de 5 a 15 anos de reclusão.

 

Fonte: G1

Os candidatos que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano poderão consultar, a partir desta sexta-feira (20), o cartão de confirmação da inscrição que contém informações como o local onde ele fará a prova. O acesso ao cartão pode ser feito na Página do Participante e também no aplicativo do Enem para celular.

Para acessar o cartão é preciso fornecer o número do CFP e a senha cadastrada durante a inscrição no Enem. Além do local de prova, o documento também informa o número de inscrição, a data e hora das provas, a opção de língua estrangeira escolhida e os atendimentos específicos ou especializados, caso tenham sido solicitados.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) recomenda que, após conhecer o lugar onde fará a prova, os candidatos façam o trajeto antes do dia do Enem e verifiquem a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar, para evitar atrasos no dia da aplicação. Apesar de não ser obrigatório, o Inep sugere que os candidatos levem o cartão de confirmação no dia da prova para para facilitar o acesso às informações de sua inscrição.

O Enem será realizado em dois domingos: em 5 de novembro, serão aplicadas as provas de linguagens, códigos, redação e ciências humanas e, no dia 12 de novembro será a vez das provas de ciências da natureza e matemática. O exame será aplicado em 1.724 municípios, para 6.731.203 inscritos.

 

 

(Agência Brasil)

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, vai assinar hoje, em Marabá, o convênio da obra de ampliação da orla da cidade, contornando os bairros Francisco Coelho, Amapá e Folha 33. Com a obra, todo o pontal no cruzamento entre os rios Tocantins e Itacaiunas será rodeado pela orla, ampliando assim um dos principais cartões postais de Marabá. O evento será às 19h, na Praça São Félix, Marabá Pioneira.

A obra está orçada no valor de R$ 66.883.180,48 e inclui a Prevenção de Estrutura (pórtico em muro de contenção de concreto armado, rampas de concreto armado, plataforma em concreto armado, trapiche, na confluência dos rios Tocantins e Itacaiunas). Juntamente com obras complementares ao canal como movimentação de terra, aterro, rampas de cargas pesadas, rampas de cargas leves.

A obra terá estrutura de contenção em forma de pórtico em módulos de 30 metros somando um total de 44 módulos, totalizando 1.320 metros de estrutura de contenção em concreto armado.

Na primeira etapa, será repassado pelo ministério o valor de R$ 20 milhões para a Prefeitura, que vai executar a obra. Os recursos contemplam a edificação de um muro de contenção e prevenção de erosão. O local vem sofrendo com as enchentes que avançam sobre a cidade, provocando o desabamento de casas e a inundação de bairros.

Orla vai receber R$ 66 milhões em reformas. (Foto: Michel Garcia/Diário do Pará)

“É um convênio com o Ministério da Integração e estamos nessa expectativa, pois há vários meses estamos fazendo a parte de projetos, apresentamos toda a demanda para celebrar o convênio e o ministério deu sinal verde para que na sexta-feira fosse assinado”, conta o secretário de Obras de Marabá, Fábio Moreira.

A previsão é que as obras iniciem em 90 dias, após serem resolvidos os trâmites de projeto e licitação, porém dependerão do nível do rio, segundo o secretário.

MINISTRO TAMBÉM VISITARÁ OUTRAS CIDADES PARAENSES 

Antes de ir a Marabá, o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, vai até a cidade de Goianésia do Pará, para a assinatura da autorização para a liberação de R$ 1,5 milhão, destinados à execução de obras de pavimentação na cidade. Logo depois, às 16h, o ministro da Integração assinará o repasse de R$ 2 milhões para obras de pavimentação em Jacundá.

À noite, após o anúncio da aprovação do projeto básico das obras na orla de Marabá, Helder participará do 24º aniversário de Nova Ipixuna e vai assinar nota de empenho para a liberação de recursos do convênio com a Sudam no valor de R$ 1,9 milhão, destinado para a pavimentação das ruas e recuperação de pontes de madeira das vias de acesso às vilas Planalto e Vitória.



(Diário do Pará)

Nesta quinta-feira (19), a sede da Prefeitura de Terra Alta, nordeste do estado, foi alvo da operação “High Land”, que investiga pessoas e empresas sob suspeita de envolvimento em irregularidades. Entre as pessoas investigadas está o prefeito municipal Gilvandro Alves Cordovil Nascimento. Segundo a Prefeitura, as denúncias são infundadas.

A operação apreendeu processos licitatórios, aparelhos eletrônicos, registros e livros contábeis, documentos relacionados à manutenção e movimentação de contas bancárias, hds e celulares.

O Procedimento Investigatório Criminal apura fraudes em licitações na Prefeitura de Terra Alta é realizado pelo Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio do Grupo de Atuação no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), e pela Delegacia de Representação de Defraudações Pública (DRDP).

As buscas foram realizadas nas sedes da Prefeitura Municipal e Secretaria de Educação; nas empresas D'Service Comércio e Serviços, AF Pereira Transportes-me, AFM veículos, EJ Transporte, Dantas e Andrade (Transporte Campina), Transporte São José; nas residências do prefeito Gilvandro Nascimento, da secretária de educação Simone Modesto dos Santos Cintra e da filha do prefeito e diretora do controle interno, Katsuk Costa do Nascimento; e ainda no sítio do prefeito.

"O material apreendido será analisado para a tomada das devidas providências judiciais", disseram os promotores de Justiça Milton Menezes e Augusto Sarmento, que participaram da operação.

 

Prefeitura diz que denúncias são falsas

 

A Prefeitura de Terra Alta alegou que as buscas e apreensões ocorreram por causa de denúncias feitas por um grupo de vereadores que faz oposição ao governo. Segundo a Prefeitura, as denúncias são infundadas.

O município informou ainda que tem interesse em contribuir com as investigações para esclarecer o caso.

 
 
Fonte: G1

A ideia era ouvir o ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão sobre o "Queermuseu", mostra gaúcha que, para críticos, fazia apologia a pedofilia e zoofilia, e a exposição no MAM paulistano que trouxe interação entre uma criança e um artista nu - ambas realizadas com incentivos fiscais da Lei Rouanet.

O que se viu em audiência na Câmara nesta quarta-feira (18), contudo, aproximou-se mais de um ringue que opôs ministro, deputados a favor "da família" e Glauber Braga (PSOL-RJ), voz solitária pró-mostras entre os colegas.

A certa altura, Braga quase caiu no braço com Delegado Eder Mauro (PSD-PA). A um palmo de distância, em bate-boca com voz alterada, os dois foram apartados por seguranças da Casa e por um colega, Pastor Eurico (PHS-PE).

Mauro disse que não daria "porrada aqui dentro", mas estava disposto a levar a discussão às vias de fato fora da Câmara.

"Eu quero ver se tu é homem!", gritava o paraense a Braga, que respondeu com uma provocação: "Tá nervoso?".

"Tô defendendo criança inocente", rebateu o delegado. "Vai botar teu filho pra passar a mão em macho!", completou, com o dedo apontado para a cara do desafeto político.

Já no fim do debate, Leitão se exaltou e, aos berros e com dedo em riste, acusou Givaldo Carimbão (PHS-AL) de "ofender minha falecida mãe".

Apresentando-se como católico, o deputado perguntou se o ministro acharia razoável expor sua progenitora como artistas do "Queermuseu" o fizeram com Virgem Maria, a quem chamou de "minha mãe". Obras da exposição cancelada satirizavam e sexualizavam a mãe de Jesus, como uma em que ela aparecia acalentando um macaco. Carimbão lançou a hipótese da mãe de Leitão retratada "de pernas abertas", com genitália à mostra.

"Ele baixou o nível e ofendeu diretamente a minha mãe, já falecida. De modo gratuito. Fez comentários absurdos. Superou o meu limite. Lamento profundamente", disse Leitão à reportagem.

A audiência pública foi encerrada após a celeuma, gota d'água numa sessão acalorada que se estendeu por mais de duas horas.

O entrevero se alongou por quase cinco minutos, até que Alberto Fraga (DEM-DF), que presidia a audiência pública, sugeriu: ou a sessão continua "ou vocês caem na porrada".

Feliciano também brigou com Braga e o acusou de chamar sua mãe de "puta". Ameaçou deixar a sala e depois se desculpou pelo destempero ("a esquerda tira a gente do sério").

O clima no plenário 12 da Casa foi pesado do início ao fim.

Sob intenso bombardeio de deputados que evocavam a "defesa da família" contra a "imundice" da cena artística, Leitão lá estava como convidado a "prestar esclarecimentos sobre exposições realizadas com recursos públicos, onde foram constatados ilícitos penais que causaram reação social e que resultaram em conflitos com reflexo na segurança pública", conforme indicava a placa na porta.

Deputados questionaram a falta de uma condenação enfática do Ministério da Cultura às exposições, deram murros sobre a mesa para expor suas opiniões e levantaram cartazes com cenas das mostras que traziam "pornografia travestida de cultura".

 

A plateia foi dominada pela ala conservadora da Câmara, com vários membros da bancada evangélica, como Marco Feliciano (PSC-SP) e João Campos (PRB-GO), ex-presidente da frente religiosa. Também presente: a psicóloga Rozangela Justino, que trabalha no gabinete de um parlamentar aliado de Silas Malafaia, Sostenes Cavalcante (DEM-RJ), e que ficou conhecida por defender a terapia para pacientes homossexuais, apelidada de "cura gay".

Feliciano reclamou de obras do "Queermuseu", como a de "uma hóstia que trazia 'vagina' escrito".

Argumentou o deputado-pastor: a imprensa fez um "auê" quando, em 1995, um bispo da Igreja Universal chutou a imagem de uma santa. "Ok, isso foi crime", disse.

Mas por que a mídia se calou quando a mostra em Porto Alegre exibiu a performance "Atos da Transfiguração: Desaparição ou Receita para Fazer um Santo"?

Nela, o artista usa um ralador para transformar uma imagem de gesso de Nossa Senhora Aparecida em pó -depois jogado sobre seu corpo nu. Os episódios de 1995 e 2017 se equivalem no desrespeito à fé, segundo o deputado do PSC.

"Essas pornografias travestidas de cultura" estão "virando moda no Brasil", e tudo às custas do contribuinte, disparou Laerte Bessa (PR-DF). "A Constituição não fala em pornografia." Não adianta querer se impor isso num país com o nisso, que é um país de família."

Glauber Braga questionou: o que seus colegas querem? Que projetos, para usufruirem da Rouanet, passem por uma comissão avaliadora com Silas Malafaia e Feliciano?

Leitão se posicionou contra o "dirigismo cultural" e afirmou que "a liberdade de criação, expressão e manifestação" são direitos resguardados pela Constituição.

"Não podemos de maneira nenhuma incorrer na questão da censura."

O que não quer dizer que limites inexistam, continuou o ministro. Para evitar desrespeito ao ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), exposições devem ter classificação indicativa por força de lei, como já acontece no audiovisual, defendeu.

Feliciano rebateu: em certos casos, a classificação deveria ser "proibitiva, e não apenas indicativa", já que há pais dispostos a levar seus filhos para conferir obras "inadequadas". Foi o caso, a seu ver, da mãe da menina que interagiu com um homem nu no MAM.

Alberto Fraga abriu audiência criticando o "Quérmuseu" (colegas logo corrigiram a pronúncia aportuguesada para "Queermuseu", e ele riu e se desculpou: "Não sei falar inglês").

"As crianças que visitaram a mostra foram expostas a vídeos criminosos", afirmou, destacando um deles, em que "um homem recebe jato de sêmen". Também se mostrou desgostoso com o trabalho que faz alusão ao tumblr "Criança Viada", "muito apreciado pela comunidade LGBT".

"A virtude está no meio", afirmou Leitão. Citava Aristoteles para propor um diálogo "ponderado" que conciliasse os dois lados. Por hoje, ao menos, nada feito.

 

(Folhapress)

A quantidade de pessoas empregadas na construção civil cresceu pelo segundo mês consecutivo no País. Em agosto, o saldo de contratações e demissões ficou positivo, resultando na criação de 1.653 postos de trabalho.

Assim, o setor encerrou o mês com 2,460 milhões de trabalhadores, aumento de 0,07% em relação a julho.

Já nos últimos 12 meses, houve recuo de 9,46%, de acordo com pesquisa divulgada nesta quinta-feira, 19, pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), com base em informações do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE).

Já ao se desconsiderar os efeitos sazonais, o emprego registrou queda de 0,53% em agosto na comparação com julho.

A oscilação positiva no nível de emprego da construção civil brasileira deve ser vista com cautela, segundo o presidente do SindusCon-SP, José Romeu Ferraz Neto.

“O crescimento foi de apenas 0,07% e desta vez não abrangeu o Estado de São Paulo, onde ocorreu queda de 0,23%”, comenta.

“Se olharmos para o acumulado do ano, vamos constatar uma queda no emprego em volume menor que no ano passado. Mas, diante da escassez de investimentos, a perspectiva ainda não é de uma retomada sustentada do emprego na construção”, afirma Romeu Ferraz.

Das cinco regiões do Brasil, duas registraram alta no nível do emprego na construção: Nordeste (0,95%) e Centro-Oeste (0,18%). Já as regiões que registraram baixa foram Sudeste (-0,19%), Norte (-0,61%) e Sul (-0,04%).

No Sudeste, as quedas se concentraram no Rio de Janeiro (-0,91%) e São Paulo (-0,23%). Já os outros Estados tiveram alta: Espírito Santo (0,60%) e Minas Gerais (0,31%).

 

Fonte: exame.abril.com.br

 

Secretários de agricultura e produção rural de Parauapebas e cidades vizinhas se reuniram na manhã desta quinta-feira (19) para debater sobre os planos e objetivos voltados ao homem do campo. Na oportunidade estiveram presentes os secretários municipais de produção rural de Parauapebas; Eurival Martins, Divino Ferreira de Canaã dos Carajás e Adriana Gomes de Curionópolis.

O secretário municipal de produção rural, Eurival Martins, conta que a reunião é para  fortalecer a criação de políticas voltadas à agricultura, no sentido de garantir que o homem do campo consiga produzir mais e com melhor qualidade. “Nessa troca de conhecimento vamos aproveitar e apresentar nossos projetos para o ano de 2018 e ouvir quais dos nossos colegas vizinhos”, explica o secretário, reforçado como carro chefe a fruticultura. “São esse projetos que queremos implantar com maior força, além de fortalecer as que já temos, como leite e seus derivados, dentre outros”, conclui.

Divino Ferreira, secretário de Agricultura de Canaã dos Carajás, também esteve na reunião e destacou a liderança de Parauapebas à frente com relação as demais cidades vizinhas. “Sei que Parauapebas está à frente se comparado às cidades aqui no entorno, mas modéstia a parte, já temo uma alguma coisa iniciada para fazer essa troca de conhecimentos e conseguir levar mais qualidade ao produtor de campo”, diz divino. O secretário ainda contou a grande produção de leite e carne na cidade e que Canaã está voltando a produzir outras culturas: como o milho o cacau, açaí e mandioca.

O secretário municipal de produção rural, Eurival Martins, conta que a reunião

Divino Ferreira, secretário de Agricultura de Canaã dos Carajás.

 

Texto: Fernando Bonfim

Fotos: André Roger

Alguns legisladores municipais de Canaã, em parceria com o prefeito em exercício Alexandre Pereira, mandaram um recado na manhã desta quinta-feira na cidade: “Extorsão, aqui não!” A polêmica se formou quando, em uma blitz da Polícia Rodoviária Estadual, um condutor foi parado e, para ter o seu veículo liberado, precisou pagar propina ao agente da lei. Uma câmera escondida flagrou o exato momento em que o sargento Gama recebeu R$ 100 reais da vítima como pagamento pela liberação. Toda a ação foi montada para que se fizesse o flagrante e se comprovasse, de fato, a corrupção.


 
Wilson Leite, João Nunes, Gesiel Ribeiro, Baiano do Hospital, Junior Garra e Alexandre Pereira receberam uma denúncia da situação e foram ao local averiguar os fatos. Chegando lá, deram de cara com o flagrante e deixaram claro para os policiais que em Canaã este tipo de conduta não será aceita. Depois do flagra, policiais e autoridades eleitas tomaram o rumo da delegacia e a polêmica continuou.


 
O sargento Marcio Paiva, da PRE, que também estava na operação, falou sobre o caso: “Eu não estava sabendo disso. Vamos aguardar. Se tiver mesmo a filmagem, vai ser feito o procedimento normal para apurar os fatos. Se isso for mesmo verdade, quem pegou o dinheiro é que vai responder. Apesar de sermos uma guarnição, cada um responde pelo seus atos. Mas se não conseguirem provar, nós vamos proceder contra os vereadores.”

À espera da chegada do vídeo, muita tensão na Delegacia de Polícia. Toda a imprensa canaense esteve presente e o batalhão de jornalistas aguardava ansiosamente a elucidação do caso. O prefeito em exercício Alexandre falou sobre a situação: “Os policiais têm toda a razão em manter a lei, mas abuso de autoridade nós jamais vamos permitir em nosso município. A partir de hoje, a Polícia Rodoviária Estadual não atua mais dentro do plano diretor de Canaã. Na BR pode ser feito, pois é direito deles. Agora, se for comprovado que houve abuso de poder naquele momento, nós não vamos admitir e as autoridades competentes precisam tomar providências o mais rápido possível.”


 
Alexandre também se mostrou solidário aos produtores rurais e demais cidadãos que não conseguem, por alguma razão, pagar o documento dos seus veículos: “Eu sei que não é totalmente correto, mas eu não quero admitir que um trabalhador que possui um veículo com apenas o IPVA atrasado seja impedido de circular na cidade. Eu acho isso um absurdo. Em uma crise dessas, a pessoa não consegue pagar o IPVA e é impedida de levar o sustento para a sua família. Não concordo. Chega de extorsão nesse país! E em Canaã, nós não vamos permitir isso! Agora fica o recado do prefeito municipal de Canaã dos Carajás: aqui dentro, nós não vamos permitir blitz de qualquer natureza que faz a extorsão dos nossos cidadãos!”


 
O presidente da Câmara Municipal, vereador Junior Garra, esclareceu que as autoridades municipais não querem impedir o trabalho da PRE: “Quem tiver com o IPVA atrasado, ou sem a CNH, deve ser multado. Se for a prisão do cidadão, ele tem que ser preso. O que não vamos aceitar é a corrupção, a extorsão da nossa população como ficou comprovado nas filmagens. Agora nós vamos até o final. Estava fora da cidade, mas graças a Deus cheguei a tempo para cobrar que a justiça seja feita em Canaã.”


 
O presidente também se mostrou indignado com a informação de que os agentes teriam difamado o poder legislativo municipal: “Eu fiquei mais indignado com a pessoa que está em uma via a trabalho, ao invés de fazer a fiscalização, está extorquindo e, mediante isso, está difamando o poder legislativo. Eu, como presidente, não aceitarei isso jamais!”
 
Por volta das 11:30 da manhã, o vídeo com as imagens que comprovavam a extorsão foi apresentado ao comandante da Polícia Militar, tenente Guimarães, que deu voz de prisão ao sargento Gama, flagrado na ação. Confira no vídeo abaixo o momento em que o agente entrega a sua arma e alguns pertences pessoais ao comandante.

O acusado, sargento Gama, é agente rodoviário lotado na capital Belém. Após a comprovação e a voz de prisão dada, o policial foi encaminhada para o município de Parauapebas, onde foi apresentado ao seu comando, que tomará as medidas cabíveis ao caso.

 

Fonte: jornalinfoco.com.br

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/FAMAPPPPgk-is-100.pnglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/coisadecrianarodape.gk-is-100jpeglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016