Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Termina hoje (16) o prazo para participar da lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni).

A adesão é feita na página do programa, pela internet. A relação dos candidatos em lista de espera será divulgada na quinta-feira (18).

Podem participar da lista de espera os candidatos que não foram selecionados na primeira opção de curso feita na hora da inscrição em nenhuma das duas chamadas regulares do programa.

Além disso, podem participar aqueles que foram selecionados para a segunda opção, mas cuja turma não foi formada. Esses estudantes concorrem a vagas para a primeira opção de curso.

Devem concorrer a vagas para a segunda opção de curso aqueles cujas turmas da primeira opção não foram formadas ou as bolsas da primeira opção não foram disponibilizadas.

Todos os candidatos participantes da lista terão que comparecer, entre os dias 19 e 22 de julho, às respectivas instituições para apresentar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.

A lista de espera será usada pelas instituições de ensino para preencher as vagas que, após a primeira e a segunda chamadas, permanecerem disponíveis.

ProUni

Ao todo, serão ofertadas para o segundo semestre deste ano 169.226 bolsas de estudos em instituições particulares de ensino superior, sendo 68.087 bolsas integrais, de 100% do valor da mensalidade, e 101.139 parciais, que cobrem 50% do valor da mensalidade.

As bolsas integrais são destinadas a estudantes com renda familiar bruta per capitade até 1,5 salário mínimo.

As bolsas parciais contemplam os candidatos que têm renda familiar bruta per capitade até 3 salários mínimos.

O ProUni é voltado para candidatos que não tenham diploma de curso superior e que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.

Os estudantes precisam ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsistas integrais.

É preciso ainda ter obtido nota mínima de 450 pontos na média aritmética das notas nas provas do Enem.

Também podem se inscrever no programa estudantes com deficiência e professores da rede pública.

 

Fonte: Agência Brasil

Neste mês de julho, 922 veículos, entre carros e motos, serão leiloados pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA). Serão três leilões com o primeiro já na próxima quarta-feira (17) em Santarém; em seguida, Parauapebas, no dia 29; e finalizando dia 30, em Belém.

Os veículos que serão leiloados, divididos em sucatas e conservados, foram removidos durante as fiscalizações de trânsito e se encontram no parque de retenção do órgão há mais de 60 dias. O lance inicial para os veículos que estão em bom estado de conservação é de R$ 300.

As visitações públicas no município de Santarém terminam nesta terça-feira (16). Já no dia 22, os interessados podem fazer as visitas e Parauapebas e Belém, que finalizam dia 26. É importante ressaltar que as visitações ocorrem sempre de segunda a sexta, de 9h às 17h.

Os participantes dos certames devem apresentar documento de identidade oficial com foto. Para quem preferir, o leilão também será realizado na modalidade online, bastando realizar um cadastramento prévio no site da organizadora para obter login e senha.

Não podem participar do certame os membros da comissão responsável pelo leilão, servidores do Detran/PA e quem receba qualquer tipo de numerário da instituição, incluindo terceirizados e temporários. Também estão impedidas pessoas físicas e jurídicas declaradas inidôneas ou punidas com a suspensão temporária de participação em licitação ou impedimento de contratar com órgão ou entidade integrante da administração direta ou indireta, das esferas federal, estadual, municipal e distrital.

Os atuais proprietários dos veículos que serão leiloados também não podem participar, assim como menores de 18 anos e pessoas não emancipadas.

Os lotes de veículos classificados como sucatas aproveitáveis não poderão mais circular e serão arrematados apenas por empresas do ramo do comércio de peças usadas, devidamente regulamentadas pela Lei nº 12.977/2014 e normativos do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), sendo necessária a comprovação no ato do credenciamento perante o leiloeiro.

A relação dos veículos retidos pelo Detran pode ser consultada no site do órgão e no Diário Oficial do Estado. O edital já está disponível na página inicial do site do Detran, no qual os interessados podem consultar informações sobre as condições dos veículos. Os donos dos veículos apreendidos já foram notificados sobre a situação dos bens e os procedimentos para recuperá-los antes do leilão. 

LOCAIS E DATAS DOS LEILÕES

Santarém – 17 de julho, a partir das 9h, no pátio da VIP Leilões – Rua Santana, nª 474, entre ruas Maracangalha e 24 de outubro. Bairro: Salé.

Parauapebas – 29 de julho, a partir das 9h, no pátio da VIP Leilões – Rodovia Saruk Salmen, km 04 – S/N. Bairro: Zona Rural.

Belém – 30 de julho, a partir das 9h, no pátio da VIP Leilões – Rodovia Alça Viária, Km 01, nº 888. Bairro: São João, em Marituba.

 

Por Eduardo Vilaça (DETRAN)-Colaboração: Patrick Abreu

Roselma Milani e Antônio Carlos Ribeiro são os novos responsáveis pela condução da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (Funcel), respectivamente. Eles substituem Edilson Valadares e Gidalton Rodrigues. As cerimônias oficiais de troca de comando aconteceram na tarde desta segunda-feira (15).

Os eventos tiveram a presença do prefeito em exercício, Alexandre Pereira, da primeira dama Waina Andrade, do vereador João Nunes, do tenente da Polícia Militar, Rafael Guimarães e demais servidores públicos.

Durante a cerimônia de posse da nova secretária de Educação, a primeira dama Waina Andrade comentou que troca de gestão é um momento de celebração, para que os projetos continuem avançando. “Agradecemos aos antigos gestores e encorajamos os novos a superarem os desafios que virão”, comentou.

Educação busca “qualidade e equidade no ensino”

Durante a cerimônia, o ex-secretário Edilson Valadares agradeceu aos servidores, lembrou os avanços da educação em sua gestão e saudou o Governo Municipal pela confiança.

No discurso de posse, Roselma Milani agradeceu primeiramente a Deus, à família e ao Governo Municipal pela confiança, e afirmou: “É tempo de discutir qualidade e equidade na educação do município. Educação não se faz do dia para a noite, é um processo contínuo e de resultados de curto, médio e longo prazo. Agora, é preciso lançar novas sementes. Meu objetivo é alavancar a qualidade do ensino no município em todas as unidades de ensino”, afirmou.

Funcel quer “excelência na prestação do serviço público”

Gidalton Rodrigues afirmou que realizou tudo o que estava a seu alcance, agradeceu à equipe pelo comprometimento e desejou boa sorte ao novo presidente da fundação.

 O novo gestor da Funcel, Antônio Carlos Ribeiro, afirmou que o esporte, a cultura e o lazer têm a função de levar as pessoas ao convívio social. “Nossa prioridade é fazer com que a fundação preste um serviço de excelência à comunidade, em todas as suas ações”, disse.

Durante as cerimônias, o prefeito em exercício, Alexandre Pereira, conclamou a todos os servidores que apoiem os novos gestores e declarou que confia na decisão do prefeito Jeová Andrade. “Nossa cidade vive um grande momento, as mudanças vêm para continuarmos nesse ritmo de crescimento. Podemos avançar mais. Desejo boa sorte aos gestores e quero que contem com o apoio do Governo Municipal”, afirmou.

 

Por: Vinícius de Paula

Um homem, sem identificação, foi morto a tiros na rua São Benedito, no bairro Jaderlândia, em Ananindeua. 

A polícia militar foi acionada por trabalhadores de um carro de lanches, no entanto a "lei do silêncio" predomina. Ninguém soube informar o que houve, apenas que ouviram os disparos e havia uma pessoa caída na rua. 

A Divisão de Homicídios instaurou inquérito policial para investigar o caso.

O corpo já foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

 

Fonte: Alexandre Nascimento/Diário do Pará

O Tesouro Nacional pagou, no primeiro semestre, R$ 4,25 bilhões em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 2,12 bilhões, é relativa a atrasos de pagamento do estado de Minas Gerais. Também foram pagos R$ 1,99 bilhão do Rio de Janeiro e R$ 131,21 milhões de Goiás.

Os dados estão no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado ontem (15) pela Secretaria do Tesouro Nacional. As garantias são executadas pelo governo federal quando um estado ou  município ficar inadimplente em alguma operação de crédito. Nesse caso, o Tesouro cobre o calote, mas retém repasses da União para o ente devedor até quitar a diferença, cobrando multa e juros.

Apenas em junho, a União quitou R$ 1,26 bilhão de dívidas em atraso de entes subnacionais. Desse total, R$ 610,45 milhões couberam ao estado do Rio, R$ 520,36 milhões a Minas Gerais e R$ 131,21 milhões a Goiás.

Em 2016, 2017 e 2018, o Tesouro cobriu, respectivamente, R$ 2,377 bilhões, R$ 4,059 bilhões e R$ 4,803 bilhões em dívidas em atraso de estados e municípios.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos entes federados – como receitas dos fundos de participação e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), dentre outros. Sobre as obrigações em atraso incidem juros, mora e outros custos operacionais referentes ao período entre o vencimento da dívida e a efetiva honra dos valores pela União.

Nos últimos dois anos, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal impediram a execução das contragarantias de vários estados em dificuldade financeira. Com a adesão do estado do Rio de Janeiro ao pacote de recuperação fiscal, no fim de 2017, o estado pôde contratar novas operações de crédito com garantia da União, mesmo estando inadimplente. Algumas contragarantias de Minas Gerais também não estão sendo executadas por causa de liminares concedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Recentemente, o STF concedeu liminar para que Goiás entre no regime de recuperação fiscal, mesmo não cumprindo todos os requisitos para receber a ajuda. Na semana passada, o governador Ronaldo Caiado  anunciou que o estado está elaborando um plano de ajuste fiscal e um cronograma de privatizações de estatais locais para poder aderir ao programa.

Sem ter aderido ao programa de recuperação fiscal, o estado de Minas Gerais está impedido de contrair financiamentos com garantias pelo Tesouro até 28 de maio de 2020; Goiás até 27 de junho de 2020; Piauí até 13 de setembro deste ano; e Roraima até 12 de dezembro deste ano. A prefeitura de Natal, que não pagou dívidas com a União em 2017, não poderá pegar empréstimos garantidos pelo Tesouro até 28 de dezembro de 2019.

 

Fonte; Agência Brasil

Entra em vigor nesta terça-feira (16) a lista Não Perturbe para as operadoras de telecomunicações. Os clientes incluídos nesse grupo não poderão ser objeto de ligações de telemarketing de empresas para a venda de serviços, como pacotes de telefonia, acesso à internet e TV paga. A medida foi uma determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

As pessoas que não desejarem receber esse tipo de chamada podem incluir seu nome no site criado para a iniciativa, no ar a partir desta terça-feira (16).

A lista vai ser única e atingirá as principais empresas do setor: Algar, Claro/Net, Nextel, Oi, Sercomtel, Sky, TIM e Vivo. Essas empresas também deverão, nesse prazo, criar e divulgar amplamente um canal por meio do qual o consumidor possa manifestar o seu desejo de não receber ligações.

Segundo a Anatel, se uma pessoa solicitar a sua inclusão e continuar recebendo ligações de oferta de bens e serviços de telecomunicações, ele pode ligar para o número 1331 e fazer uma reclamação. As sanções podem variar de advertência a multa de até R$ 50 milhões.

Outras medidas

Outra decisão da Anatel é que essas empresas não poderão mais efetuar ligações telefônicas com o objetivo de oferecer seus pacotes ou serviços de telecomunicações para os consumidores que registrarem o número na lista nacional a ser criada.

As companhias vão ter de abrir canais para que seus clientes possam solicitar a inclusão no grupo, que passará a não poder mais receber ligações com ofertas de serviços de telecomunicações. Assim, na prática, as empresas ficam impedidas se oferecer seus produtos e serviços utilizando o telemarketing.

A agência determinou ainda que as áreas técnicas estudem medidas para combater os incômodos gerados por ligações mudas e realizadas por robôs, mesmo as que tenham por objetivo vender serviços de empresas de setores não regulados pela Anatel. Segundo a Anatel, estudos de mercado estimam que pelo menos um terço das ligações indesejadas no Brasil são realizadas com o objetivo de vender serviços de telecomunicações.

Além dessa iniciativa, a Anatel deve discutir novas ações relacionadas à prática do telemarketing. De acordo com o comunicado do órgão, o Conselho Diretor da autoridade solicitou que a área técnica elabore propostas para limitar os abusos nessas chamadas, mesmo que de outros serviços fora da área de telecomunicações.

 

Fonte: Agência Brasil

Um jogo muito movimentado, Fluminense e Ceará empataram em 1 a 1 nesta segunda (15), no Maracanã, no complemento da 10ª rodada, e seguiram na parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro.

A partida foi marcada por interferências do VAR, pelas "pazes" de Pedro com a torcida após tento, e por um golaço de bicicleta do zagueiro Tiago Alves para a equipe cearense.

Na próxima rodada, o Fluminense visita o rival Vasco em São Januário e o Ceará recebe o Palmeiras em casa. Ambos os duelos serão no sábado (20).

A tônica da partida foi um Fluminense com amplo volume de jogo e o Ceará explorando os contra-ataques e os espaços deixados pelo time carioca.

Enquanto os tricolores eram conduzidos por Ganso, os cearenses tinham as jogadas organizadas por Thiago Galhardo. João Pedro, pelo time da casa, perdeu gols que podiam ter facilitado o jogo para a equipe.

Logo no início da partida, Thiago Galhardo recebeu um cruzamento da esquerda e tentou se antecipar ao goleiro Agenor, que se chocou com ele e o meia do Ceará levou a pior, precisando de atendimento médico.

QUE CATEGORIA!

Pedro mostrou um lance de rara técnica aos 12 minutos do primeiro tempo ao dominar a bola com a parte externa do pé, controlar no ar e dar um passe calcanhar.

PERDEU!

Aos 18, Yony foi à linha de fundo e cruzou para trás. João Pedro, livre e de frente para o gol, desperdiçou grande oportunidade ao chutar para fora.

PERDEU DE NOVO!

Um minuto depois, novamente João Pedro teve uma oportunidade, mas desta vez o mérito maior foi do goleiro Diogo Silva, que fez boa defesa.

DIOGO SILVA DEFENDE OUTRA

A pressão tricolor seguia a todo vapor e, aos 25 minutos, João Pedro foi esperto, roubou a bola na intermediária, tocou para Ganso, recebeu de volta e cruzou rasteiro. Pedro dominou, chutou, a bola desviou na zaga e, no rebote, Yony chutou para grande defesa de Diogo Silva.

AGENOR SALVA

Aos 32, Ricardinho cobrou falta com maestria e Agenor fez grande defesa evitando o gol do Ceará.

GOL DE PEDRO APÓS VAR

O Fluminense abriu o placar aos 40 minutos quando Nino escorou a bola de cabeça e Pedro chegou de carrinho para concluir. A arbitragem utilizou o VAR para confirmar o gol.

CEARÁ EMPATA COM GOLAÇO

O Ceará chegou ao empate em aos 48, depois de um bate e rebate em que o zagueiro Tiago Alves aplicou uma linda bicicleta.

VAR ANULA GOL DA VIRADA

Aos 13 minutos, o Ceará imprimiu um contra-ataque rápido e Mateus Gonçalves colocou a bola para o fundo da rede. O VAR foi acionado e a arbitragem entendeu que Felippe Cardoso, mesmo sem tocar na bola, estava em posição de impedimento no momento do lançamento.

EXCELENTE DEFESA DE DIOGO SILVA

Aos 42, o goleiro Diogo Silva, ex-Vasco, operou um milagre ao pegar uma cabeçada de Pedro à queima-roupa.

PEDRO: APOIO, VAIAS E PAZES

Antes de a bola rolar, a torcida do Fluminense se dividiu entre aplausos e vaias a Pedro, que pela primeira vez atuava diante dos tricolores após receber e ficar balançado com uma proposta do rival Flamengo. Enquanto uns gritaram "o Pedro vai te pegar", outros vaiaram.

Com a bola rolando, porém, o atacante fez as pazes ao marcar um gol e apontar para o escudo tricolor. "Muito importante (o gol). Meu sexto jogo no Brasileiro, estou retomando meu ritmo ainda, mas é sempre bom marcar. Esse é o meu papel", disse ao Premiere.

O MELHOR: GANSO

Paulo Henrique Ganso fez uma de suas melhores atuações com a camisa do Fluminense até aqui. O meia chamou a atenção com seus passes precisos.

O PIOR: JOÃO PEDRO

Sensação do Fluminense, o jovem João Pedro não teve uma noite inspirada. Perdeu dois gols e perdeu uma bola boba que resultou no gol do Ceará, anulado posteriormente pelo VAR.

FLU ABUSOU DOS GOLS PERDIDOS

O Fluminense não pode se queixar da falta de oportunidades criadas. Foram muitas, mas os atacantes desperdiçaram, principalmente João Pedro.

CEARÁ SE DEFENDE BEM

O Ceará montou um bom esquema defensivo e conseguiu resistir a pressão tricolor, embora também tenha criado oportunidades em seus contra-ataques.

GANSO SERÁ DESFALQUE NO CLÁSSICO

Paulo Henrique Ganso recebeu cartão amarelo e está suspenso do clássico com o Vasco no próximo sábado em São Januário.

NENÊ NA TRIBUNA

Apresentado oficialmente antes da partida, o meia Nenê acompanhou o duelo entre Fluminense e Ceará da tribuna do Maracanã.

FLUMINENSE

Agenor; Gilberto (Igor Julião), Nino, Digão e Caio Henrique; Yuri (Marcos Paulo), Daniel e Ganso; Yony González, João Pedro e Pedro. T.: Fernando Diniz

CEARÁ

Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Valdo, João Lucas; Fabinho, Ricardinho,Willian Oliveira (Fernando Sobral) e Thiago Galhardo (Felipe Baxola); Felippe Cardoso e Rick. T.: Enderson Moreira

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Daniel de Paulo Ziolli (SP)

Cartões amarelos: Ganso, Nino (FLU); Fabinho, Diogo Silva (CEA)

Gols: Pedro, aos 40 minutos do primeiro tempo (FLU); Tiago Alves, aos 48 minutos do primeiro tempo (CEA)

 

Fonte: DOL

A Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) abriu uma consulta pública para ouvir empresários, trabalhadores, pesquisadores e interessados sobre que políticas são necessárias para estimular a digitalização da economia brasileira. Este processo inclui o emprego de tecnologias da informação e da comunicação nas atividades econômicas, como na automação de processos ou vendas utilizando comércio eletrônico, entre outros.

As contribuições podem ser apresentadas até o dia 24 deste mês. Um formulário foi disponibilizado para que os interessados respondam a perguntas de modo a oferecer respostas a questões propostas pela ABDI. O questionário pode ser acessado na página especial criada para a consulta (veja aqui)

O órgão vem se reunindo com atores diversos para identificar os obstáculos à digitalização da economia brasileira. A partir desse diálogo, realizado em reuniões e eventos, a sondagem foi estruturada abrangendo uma série de temas, como: infraestrutura, capital humano, privacidade e segurança, tributação, regulação e tecnologia.

Em cada um desses tópicos os participantes são instados a indicar que tipo de políticas públicas são mais adequadas. Que tipo de leis, normas ou iniciativas de entes públicos podem facilitar a adoção de tecnologias digitais? Deve haver alguma tributação, e, caso sim, em que tipo de bem ou serviço? Temas como esses perpassam o debate sobre o desafio desse processo.

Segundo o coordenador de economia digital da ABDI, Rodrigo Rodrigues, o processo de digitalização envolve três movimentos. O primeiro está relacionado à infraestrutura (sejam as redes por cabo, rádio ou satélite). O segundo diz respeito à conectividade, necessária para tecnologias do futuro, como drones, carros autônomos e outros. O terceiro envolve a criação de novos modelos de negócios tanto na indústria quanto nos serviços.

Para Rodrigues, um dos desafios é qualificar a experiência das pessoas, ainda muito centrada no uso de redes sociais ou do consumo de conteúdo audiovisual. “A gente sabe hoje que embora as pessoas sejam muito conectadas existe um problema vinculado a capital humano porque estamos centrados em Whatsapp e no Youtube. Precisamos melhorar as habilidades, como programação, criatividade e pensamento analítico, entre outras”, destaca.

 

Fonte: Agência Brasil

Dados de agências da Organização das Nações Unidas (ONU) revelam que 20 milhões de crianças em todo o mundo não foram vacinadas contra doenças como o sarampo, a difteria e o tétano em 2018. As informações foram divulgados nesta segunda-feira (15), pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). Para as agências, esse número equivale a mais de um em cada 10 menores em todo o planeta.

Doses

O nível de estagnação da cobertura de vacinação com três doses de difteria, tétano e coqueluche, também conhecida como tosse convulsa, e uma dose da vacina contra o sarampo, é de cerca de 86% em nível global. Apesar de ser considerado elevado, esse nível de cobertura não é suficiente. As agências destacam que é necessária uma cobertura de 95% entre países e comunidades em todo o mundo, para proteger as crianças contra surtos de doenças que podem ser evitados pela vacinação.

Grande parte das crianças que não foram vacinadas vive nos países mais pobres e está desproporcionalmente em nações que vivem em conflitos ou são afetadas por eles de alguma forma. Quase metade do total de crianças não vacinadas vive em 16 países com esses problemas: Afeganistão, República Centro-Africana, Chade, República Democrática do Congo, Etiópia, Haiti, Iraque, Mali, Níger, Nigéria, Paquistão, Somália, Sudão do Sul, Sudão, Síria e Iêmen.

De acordo com as agências da ONU, se essas crianças ficarem doentes, correm o risco de sofrer as consequências mais graves para a saúde e têm menor oportunidade de acesso a tratamentos e cuidados de saúde que salvam vidas.

Acesso

De acordo com as agências da ONU, as grandes disparidades no acesso a vacinas acontecem em países de todos os níveis de rendimento. Essa situação resultou em surtos de sarampo em muitas partes do mundo, incluindo em países com altas taxas de vacinação em geral. Em 2018, quase 350 mil casos de sarampo foram registrados em todo o mundo, mais do dobro do que em 2017.

No topo da lista de incidência da doença em 2018 está a Ucrânia. Apesar de o país ter vacinado mais de 90% de seus bebês, a cobertura foi baixa durante vários anos, deixando um grande número de crianças mais velhas e adultos em risco.

Várias nações com alta incidência e cobertura têm grupos significativos de pessoas que não foram vacinadas contra o sarampo no passado. Essa situação “demonstra como a baixa cobertura ao longo do tempo ou comunidades distintas de pessoas não vacinadas podem desencadear surtos mortais”, diz a ONU.

HPV

Pela primeira vez, os dados de cobertura de vacinação contra o Vírus do Papiloma Humano, o HPV, foram revelados pelas agências internacionais. A cobertura da vacina protege as meninas contra o cancro do colo do útero na idade adulta.

De acordo com o estudo, 90 países introduziram a vacina contra o HPV nos seus programas nacionais desde 2018. O número de meninas alcançadas na área analisada equivale a uma em cada três em todo o mundo.

A OMS e o Unicef fazem parte da parceria com a Aliança Global para Vacinas e Imunização (Gavi), que ajuda a reforçar os sistemas de imunização e resposta a surtos em países. As iniciativas incluem vacinar todas as crianças com imunização rotineira, conduzindo campanhas de emergência e dando formação aos profissionais de saúde como parte essencial da qualidade dos cuidados de saúde primários.

 

Fonte: Agência Brasil-Com informações da ONU New

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve definir em novembro deste ano as cidades que vão participar do projeto-piloto para as primeiras emissões do Documento Nacional de Identificação (DNI), documento digital que reunirá informações da identidade (RG), CPF, título de eleitor e carteira nacional de habilitação dos cidadãos.

De acordo com o tribunal, responsável pela gestão do programa, técnicos trabalham na identificação das localidades que apresentam condições técnicas para iniciar a emissão do DNI. Cidades com maior número de pessoas cadastradas no sistema biométrico de votação das urnas eletrônicas devem participar do projeto inicial. 

Segundo a Justiça Eleitoral, mais de 100 milhões de pessoas já foram cadastradas pela biometria em todo o país. 

Em 2018, o projeto-piloto do documento único foi lançado pelo governo federal e pelo TSE, que fornecerá a base de dados da biometria dos eleitores para compor o banco de informações. No início de janeiro, o governo federal retomou iniciativas passadas para criar a base digital que unifique diversos documentos.

 

Fonte: Agência Brasil

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016