Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

feriado estadual desta terça-feira (15) lembra uma data importante: o dia da Adesão do Pará à Independência do Brasil. Historiadores contam como se deu esse fato marcante na história do Estado.

Em 1823, o Pará era a única província que não fazia parte do país e as ameaças eram fortes para mudar essa situação.

“O Brasil se torna independente no dia 7 de setembro e a Província do Grão Pará não aceita fazer parte do Brasil, fiel a Portugal. Um ano depois, nós vamos aceitar, nós vamos aderir ao Brasil. Porém, essa adesão não foi tão simples. Dom Pedro I, Imperador do Brasil, envia pra cá pro Pará um comandante de fragata inglês, John Grenfill, que havia sido contratado para formar a nossa Marinha. E ele veio com a missão de incorporar o Pará ao Brasil, custe o que custar. Chegou aqui e fez isso de maneira dramática”, conta o historiador Jean Ribeiro.

Na época, a sede da colônia portuguesa era no Palácio Lauro Sodré, no bairro da Cidade Velha. Foi no local que, no dia 15 de agosto de 1823, o documento de adesão do Pará foi assinado.

Segundo historiadores, parte da população paraense se revoltou. Três meses depois da assinatura do documento, houve uma manifestação onde atualmente é a Praça Frei Caetano Brandão. O que eles queriam eram direitos iguais aos dos portugueses que viviam no Pará.

O cônego Batista Campos era um dos líderes desse movimento e conseguiu escapar da morte. Mas, um grupo de paraenses não teve a mesma sorte do cônego.

A Baía do Guajará foi palco de um massacre: 256 manifestantes foram colocados dentro do porão de um navio e morreram asfixiados. A embarcação ficou conhecida como Brigue Palhaço.

“O nome do navio é Brigue São José Diligente, em função do que aconteceu, da forma como eles foram mortos, em função inclusive da utilização de cal na morte dos homens, isso ganhou notoriedade e entrou para os anais da história dessa forma. A fisionomia dos paraenses que estavam mortos ali no porão, asfixiados, com os lábios e os olhos arroxeados e o rosto esbranquiçado lembravam palhaços”, detalha Jean.

 
(Fonte: G1-PARÁ)

“Atrativos e rotas turísticas do Parauapebas”, “Termos técnicos no turismo” e “Parauapebas, cronologia e história” foram as palestras ministradas no primeiro Workshop de Turismo realizado no município, voltado especificamente para profissionais da rede hoteleira.

As palestras foram proferidas, respectivamente, pelo diretor de produtos do Departamento de Turismo de Parauapebas (Detur) e membro do Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas (Comtup), Dácio Souza; pela turismóloga Tenikey Takahashi e pelo diretor administrativo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e pioneiro do município, Eli Areias. O evento ocorreu na noite da sexta-feira, 10, no Hotel Mardan.

No workshop, orientações, informações, dicas de como o setor hoteleiro pode receber bem e prestar atendimento de qualidade aos turistas de diversas partes do Brasil que visitam Parauapebas. Além das palestras, houve rodada de debates e sugestões para que o Detur avalie a possibilidade de colocá-las em prática. 

A empresária no ramo de agências e membro do Comtup, Aglaudene Tome, se mostrou entusiasmada com a atenção que tem sido dispensada ao turismo local. “A rede hoteleira é quem recebe nossos turistas, aqueles que nos visitam a passeio, lazer ou a negócios. Eu me sinto orgulhosa de ver que esse trabalho tá avançando, que a gente tem um departamento atuante e que o governo tem dado o suporte necessário para isso acontecer. Creio que em breve Parauapebas será conhecida não como a capital do minério, mas como a capital do ecoturismo e por que não a capital do turismo amazônico?!”, arriscou Aglaudene.

O recepcionista Jean Franklin, do hotel Vale da Serra, se surpreendeu com a apresentação das rotas turísticas. “Foi muito importante adquirir mais informações sobre o município. Até eu, que sou morador de Parauapebas, estou encantado com o que vi. Quero conhecer esses lugares e quando eu for questionado sobre os pontos turísticos vou explicar sobre lugares que já conheço; vai ser melhor”, empolgou-se ele.

Para o chefe da Floresta Nacional de Carajás, Marcel Régis, é essencial que todos que têm contato com os visitantes conheçam minimamente os potenciais naturais da região. “Muitos turistas procuram essas informações nos hotéis principalmente e poucos conhecem o que existe em Parauapebas, além da mineração. São fundamentais ciclos de debates e formações para que mais pessoas conheçam de fato o que existe na Floresta Nacional de Carajás e no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos. O ICMBio é um defensor desta ação”, afirmou Marcel.

MAIS PALESTRAS

O coordenador do Detur, Marcos Alexandre, lembrou que o turismo em Parauapebas está em construção e, para isso, o governo conta com importantes parceiros, como o Comtup, sindicatos, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), agências de viagens e cooperativas.“A ideia é oferecer ao menos um workshop por mês. A gente não pode parar. Precisamos capacitar a rede de restaurantes, taxistas, todo o tradeturístico. O departamento tem se esforçado para mostrar o resultado para a comunidade e para as pessoas que investem no setor”, pontuou Alexandre.

(Texto: Rayssa Pajeú/Fotos: Arquivo | ASCOM-PMP)

Por volta das 21 horas desta terça-feira (14) a população de Jacundá foi surpreendida com um intenso tiroteio quando bandidos, fortemente armados, assaltavam a Agência do Bradesco de Jacundá. 

Antes e durante a ação criminosa, os bandidos fizeram de reféns duas guarnições, sendo uma da Polícia Militar e a outra da Polícia Rodoviária, além de populares que estavam nas imediações da agência bancária. 

Eles ainda utilizaram duas bombas para explodir os cofres da agência. A ação durou cerca de uma hora. Usando os reféns como escudo humano, os assaltantes saíram em fuga no sentido Marabá numa caminhonete com um refém no capô.  O fato mais inusitado é que, em meio a toda confusão, foi a própria população que saiu no encalço dos assaltantes, que voltaram pelo mesmo rastro surpreendendo os curiosos que os seguiam.


Um perigo para todos, tendo em vista que os bandidos continuavam atirando. Logo após os assaltantes empreenderem fuga, os populares entraram na agência a fim de encontrar algumas cédulas, como mostram diversos vídeos postados nas redes sociais. A primeira tentativa de fuga foi frustrada e o bandidos voltaram em virtude de uma das pontes de saída da cidade estar interditada. Ao retornarem, mais tiros foram ouvidos e logo em seguida os assaltantes foram em direção à vicinal da Moran Madeira, que faz divisa com o município de Goianésia do Pará.
A boa notícia é os reféns foram liberados logo após os assaltantes terem empreendido fuga pela vicinal. Mais adiante, os veículos utilizados na fuga, foram abandonados.


A Secretária de Segurança do Estado do Pará enviou reforço policial para fazerem buscas nas regiões rurais dos municípios de Jacundá, Rondon do Pará e Goianésia do Pará.

(Fonte: Carajás Tudo de Bom)

 

Rafael Lopes, presidente do Clube Atlético Paraense (CAP), apresentou na noite desta segunda-feira (13), em coletiva de imprensa realizada na sede do Clube, os jogadores irão disputar a ‘Segundinha’ do campeonato paraense pelo Clube, e também falou um pouco  sobre expectativas e preparação da equipe para o campeonato.

O clube, que vem construindo sua base no município há cinco anos representa uma esperança para o futebol parauapebense, além disso, conta com uma equipe  técnica bem preparada, como é o caso do técnico, Marcelo Cardoso, que comandará os  atletas durante o campeonato e o preparador físico,  Marcelo Margalho, dois grandes profissionais que acumularam, durante suas carreiras profissionais, uma vasta experiência no futebol nacional e internacional.                                                                                                        

Além do time que também iniciou os treinamentos nesta segunda-feira, Rafael falou sobre o desafio de estar participando do campeonato e disse também que o principal objetivo do clube é construir uma base forte para o futebol local e garantir a possibilidade de levar o futebol de Parauapebas, para a elite do futebol paraense. “Há cinco anos planejamos estar aqui, a cada etapa iniciamos uma nova batalha, acredito que Parauapebas tem grande potencial no tocante aos atletas, que precisam sair daqui mais preparados. Espero que tudo dê certo, para que possamos ter bons resultados e consigamos levar o nome de Parauapebas cada vez mais longe”, disse o presidente, emocionado, durante entrevista coletiva.

Técnico do time, Marcelo Cardoso.

O técnico do Clube, Marcelo Cardoso, falou um pouco sobre essa etapa importante ao qual passa o time. “É um grande desafio estar no futebol profissional, mas estar no Atlético Paraense é um desafio ainda maior, pois existe a importância esportiva do projeto, mas também existe o lado social, e isso nós levamos em consideração, principalmente neste momento, em que estamos formando uma equipe profissional. Uma etapa muito importante que necessita de toda nossa atenção e dedicação. E é exatamente em função disso que nós estamos dando o primeiro passo hoje, onde contamos com mais de 20 atletas que estão sendo avaliados com todo o cuidado por uma equipe de profissionais capacitada que vai ter condições de desenvolver um bom trabalho preparando esses atletas da melhor forma possível e trazendo bons resultados”.

O jogador, Chicão, que vem do Águia de Marabá, representou os demais jogadores do clube durante a coletiva e falou um pouco sobre a equipe e suas expectativas no campeonato. “O Atlético Paraense é um clube novo que tem uma estrutura montada e convicções bem estabelecidas, além de possuir atletas daqui da base e outros de fora, que vieram para agregar valor à equipe, acredito que tudo isso representa uma receita perfeita para uma boa campanha no campeonato”, disse.

Rafael Lopes, presidente do Clube Atlético Paraense.

Os dois primeiros sócios torcedores que receberam a carteirinha demonstrativa do clube, são eles: Sebastião Pereira e Robson Oliveira. 

Com os dizeres “a cada dia nasce mais um torcedor”, Rafael Lopes apresentou à imprensa local o projeto da carteirinha de Sócio Torcedor do Clube, a Sócio Mais Caparaense. “O sócio torcedor é mais uma maneira da gente levar o clube para mais próximo do público, incentivando a torcida a ter um envolvimento maior com o time, além de contribuir com a sustentabilidade da iniciativa esportiva no Clube Atlético Paraense. As carteirinhas em breve poderão ser solicitadas pelo nosso site www.sociomaiscaparaense.com.br”, informou.

O Clube Atlético Paraense está inscrito no Grupo A4 juntamente com os Times: Tuna Luso, Isabelense e Gavião Kyikatejê, na segunda divisão do Campeonato Paraense, que acontecerá de setembro a novembro de 2018, sendo que dois dos times participantes do campeonato, com melhor campanha, terão vaga garantida no Parazão de 2019.

(Ingrid Cardoso)

 

Na sessão ordinária desta terça-feira (14) da Câmara Municipal de Parauapebas, o Vereador Rafael Ribeiro realizou três indicações ao Poder Executivo do Município, solicitando a construção de um posto de saúde e uma escola de ensino fundamental no Bairro Nova Vida II. O vereador realizou ainda uma terceira indicação voltada ao esporte e lazer na zona rural do município.

O vereador solicitou que seja encaminhado um oficio ao Prefeito Municipal, Darci Lermen, com cópia ao Senhor Secretário Municipal de Educação  que trata da construção de uma escola de ensino fundamental no bairro Nova Vida II.

De acordo com o vereador a educação é um direito fundamental que auxilia não só no desenvolvimento de um país, mas também de cada indivíduo, ajudando a combater a pobreza e capacitando as pessoas com o conhecimento, habilidades e a confiança que precisam para construir um futuro melhor. “Assim, é de extrema importância à construção da escola de ensino fundamental no Nova Vida II, ressaltando que segundo dados da Associação dos Moradores daquele bairro, aproximadamente duas mil famílias ali residem e tem que se deslocar aos bairros mais próximos para que suas crianças e adolescentes possam  estudar”, esclarece.

Ainda voltada à melhoria das condições de vida daquela comunidade, Rafael Ribeiro também solicitou ao Poder Executivo a construção de um Posto de Saúde da Família (PSF) no mesmo bairro, pois para o vereador bairros como o Nova Vida I e II têm um crescimento bastante acelerado e a construção da referida unidade de saúde é uma das principais reivindicações dos moradores, onde afirmam que atualmente precisam se deslocar para os postos de saúde dos bairros, Da Paz, Rio Verde e Liberdade em busca de atendimento, sendo que os mesmos já atendem grandes demandas.

Esporte e lazer na zona rural do Município

Sem deixar de lado o compromisso com esporte e lazer, Rafael Ribeiro realizou ainda uma terceira indicação, nesta, ele solicitou que seja realizado  um campeonato municipal de futebol rural na Vila Onalício Barros, zona rural do município.

De acordo com Rafael Ribeiro, a indicação é um pedido dos moradores da comunidade. “A Vila abrange um percentual de crescimento bastante significativo e seus moradores anseiam para que mais ações e projetos do Governo Municipal sejam realizados na localidade, garantindo maior participação, entretenimento, geração de renda, além ainda, de fortalecimento da Vila com as demais comunidades rurais”, concluiu.

Todas as indicações do vereador foram votadas, sendo aprovadas por unanimidade, seguindo agora para a aprovação do Poder Executivo.

(Reportagem: Fernando Bonfim)

Professores de Parauapebas das disciplinas de Geografia, História e Ensino Religioso, das escolas do campo, estão sendo beneficiados com o projeto “Caminhos da Fronteira Carajás”, que proporciona a eles aquisição de novos conhecimentos e vivências por meio de várias atividades como palestras e visitas de campo relacionadas à temática.

A última ação ocorreu sexta-feira, 10, quando os educadores conheceram a Fundação Casa da Cultura de Marabá (FCCM) e tiveram aulas interativas em diversos espaços daquela entidade, como o museu, o arquivo público e o setor de Arqueologia, entre outros.

Eles participaram também da palestra “Caminhos da Fronteira de Carajás: Conhecendo Nosso Território e Sua Reorganização Espacial ao Longo das Últimas Décadas do Século 20”, ministrada pelo engenheiro agrônomo Marcelo Barbosa, mestre em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ); e pelo geógrafo Ginno Peréz, mestre em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa).

Durante o encontro, também foi realizada uma reflexão sobre como tornar o conhecimento científico da região em conhecimento didático para os ciclos finais, trabalho mediado pelas coordenadoras pedagógicas Rebeca Valquíria (geógrafa) e Yanna Arrais (historiadora), ambas do setor de Educação do Campo da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

O professor de Geografia Glauco Araújo, da Escola Antônio VIlhena, é um participante assíduo das formações. Segundo ele, o novo formato torna os encontros muito mais proveitosos e atrativos. “É valido adquirirmos novos conhecimentos acerca da região e podermos repassar isso a nossos alunos”, explica o educador, lembrando que vários dos docentes da rede de ensino não são oriundos da região e precisam se apropriar de informações sobre a dinâmica de Carajás.

“Temos uma história muito rica e precisamos nos apropriar desse conhecimento para levá-lo a outras pessoas, inclusive aos nossos alunos”, afirma a professora Ana Cleide, que leciona nas escolas Monteiro Lobato e Gonçalves Dias. A educadora reforça que o projeto deve continuar.

(ASCOM-SEMED/ PMP)

Mais um empresário do ramo de ferro velho é assassinado em Parauapebas. O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (14), por volta das 09h:30, em uma rua paralela à rodovia Faruk Salmen. A vítima identificada como Douglas Gomes, foi morta por um único tiro, provavelmente de uma pistola 380.

Segundo informações minutos antes de ser morto, Douglas que é dono de um ferro velho no bairro Beira Rio, teria recebido uma ligação telefônica onde combinou com o que estava do outro lado da linha de encontrá-lo na entrada do bairro Vale dos Carajás. Chegando ao local, Douglas foi surpreendido pelo assassino que o aguardava escondido atrás de uma árvore, instante em que teria acenado para o motorista, que ao parar, foi baleado com um único tiro na cabeça, morrendo instantaneamente no interior de sua camionete, uma  Hilux de cor branca, placa LSR-1914.

Apos o crime o assassino fugiu em uma moto de modelo e placa não anotada. De acordo com informações há mais ou menos oito meses, Douglas Santos sofrera uma tentativa de homicídio, quando dois indivíduos armados o surpreendeu, em sua fazenda, para roubar a camionete.

A vítima estava dentro de sua caminhonete quando foi assassinada. 

No local, ninguém se arriscou em falar sobre a ação dos pistoleiros. Ao que tudo indica o empresário andava preocupado. No bolso da vítima a polícia encontrou um carregador, municiado de pistola ponto 40, arma de uso exclusivo da polícia, porém a arma não foi encontrada.

Segundo informações na hora do ocorrido a vítima estava acompanhada de um carona, identificado apenas como Fernando que também foi baleado.

Até o fechamento desta matéria, às 12h: 00, a polícia ainda não tinha informações que pudessem levar ao paradeiro dos autores do crime.

(Reportagem: Caetano Silva)

Sueli Sam Trindade Borges, 32 anos, foi presa na tarde de ontem (13) pelo delegado de Polícia Civil José Orimaldo Silva Farias. De acordo com informações Sueli Sam mantinha relação conjugal com o pecuarista Jadir Leal Souto, 77 anos, que foi friamente assassinado na noite do último domingo (12), na Fazenda Santa Maria, de propriedade particular, situada na região do Mineirinho, zona rural de Água Azul do Norte. Segundo informações, ela é a principal suspeita do assassinato do fazendeiro, devido seu depoimento ter tido várias contradições.

Em depoimento Sueli diz que ela e Jadir estavam na sede do município quando resolveram voltar para a propriedade, onde moravam, chegando por volta das 15h:30. O fazendeiro teria trocado de roupa e se dirigido ao pasto para tratar do gado. Por volta das 19h, devido à demora do homem, ela teria ido até a cerca e dito que já estava tarde.

Jadir a respondeu dizendo que voltaria logo, meia hora depois ele apareceu e sentou com a mulher para descansar antes de ir tomar banho. Nesse momento, de acordo com o depoimento de Sueli, eles ouviram baques na porta da cozinha, como se alguém estivesse tentado arrombá-la.

Local do crime.

Caminhonete da vítima também foi incendeada.


Devido a situação o homem teria se levantado para segurar a porta e mandado que ela saísse correndo. Sueli Sam Borges conta ainda em depoimento que correu na escuridão e sentiu que alguém tentou segura-la pelos cabelos, mas não conseguiu, passando a correr atrás dela, porém sem alcançá-la, até que ela chegou a fazenda vizinha e pediu ajuda. Dali ligaram para a polícia, que se dirigiu à Fazenda Santa Maria e encontrou Jadir Souto morto, de bruços, sobre uma cama, com o corpo carbonizado, assim como o colchão.

De acordo com o delegado José Orimaldo, que é titular de Xinguara, mas está respondendo por Água Azul, devido à folga do titular daquela Delegacia de Polícia, entre as várias contradições no depoimento da mulher, num primeiro momento ela disse que as janelas da casa foram arrancadas e jogadas ao chão; depois contou que, em verdade, foram arrombadas de fora para dentro.

Entretanto, durante os primeiros levantamentos no local do crime, as duas versões não condizem com a realidade: “As janelas não só não foram arrancadas quanto não foram arrombadas de fora para dentro. Estão lá, no mesmo lugar e foram arrombadas de dentro para fora. Com base nessas e outras contradições, vamos pedir a prisão preventiva dela à Justiça”, disse o delegado.

Jadir Souto, em vida.

O corpo de Jadir Souto está sendo periciado no Instituto Médico Legal de Marabá (IML) para que a perícia determine se ele foi queimado vivo ou se foi assassinado e depois teve o corpo carbonizado.

Sueli Sam Trindade Borges se candidatou ao cargo de vereadora no município de Canaã dos Carajás em 2016 pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) através da coligação PMDB/PTB/PT do B- Unidos por Canaã.

(Jornal In Foco- Stephanny Souza)

Por volta das 21h00, de segunda-feira, 13, policiais da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (ROCAM), apresentaram na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, o nacional Edivan Pereira Fernandes, 36 anos de idade, natural de Arari (MA).

O mesmo foi pego no bairro Cidade Jardim, após denúncia de tentativa de homicídio contra sua companheira de nome não divulgado pela polícia. Ainda segundo informações o mesmo é foragido do Estado de São Paulo, onde teria matado a própria mulher.

De acordo com o cabo PM S. Barros, aguarnição estava na UPA em outra ocorrência, quando foi informada pelo (CCO) que um homem acusado de tentativa de homicídio contra a própria companheira havia chegado em casa, enquanto a mulher agredida teria recebido atendimento médico com o braço esquerdo ferido por um golpe de facão. Ainda segundo o PM, ao receber a informação de que o agressor estava em casa a GU se dirigiu para o logradouro. No local o acusado teria partido para cima dos policiais com um facão, quando os mesmos bateram na porta.

"Ele já havia golpeado a companheira dele e quando chegamos ao local partiu para cima da guarnição armado de facão e tentando contra os policiais”. Na tentativa de conter o acusado os policiais o balearam na perna e no braço. Após atendimento médico Edivan Pereira, que segundo a polícia é foragido do Estado de São Paulo pela acusação de ter matado sua própria esposa.

Ainda de acordo com o cabo, Edivan não negou a acusação e disse que o crime que cometera já havia prescrito. Além de dois facões, um que teria agredido sua atual companhia, e outro que tentara contra a guarnição, a polícia apresentou também um cachimbo para uso drogas. Edivan Pereira ficou recolhido na Depol para verificação de sua situação com a justiça pelo crime cometido no estado de São Paulo

 ( Reportagem: Caetano Silva)

A bola rolou neste sábado (11) para a grande final da 18ª edição da Copa Palmares de Futebol. O Ajax do bairro Nova Carajás, enfrentou o Dallas, os donos da casa, no Estádio Castanheirão.  As duas equipes chegaram a final com campanhas diferentes. O Ajax sempre passando dos adversários no tempo normal, com exceção na semifinal. Já a representação do Dallas, durante toda a competição, foi no estilo Croácia na Copa do Mundo, passando nos pênaltis.

A partida começou acirrada, com o Ajax buscando seu primeiro título da tradicional competição, e o Dallas atrás de mais um caneco da Copa Palmares. Apoiado pela torcida, o Dallas foi melhor no primeiro tempo de jogo e foi para o intervalo vencendo por 1 a 0. Na etapa derradeira, o Ajax não deixou por menos e foi para cima do adversário. A arbitragem assinalou pênalti e o atacante Daniel não perdoou e converteu, deixando tudo igual, 1 a 1.

O gol esquentou a partida e o Ajax seguiu em cima. Gabriel acabou virando o placar para a equipe do bairro Nova Carajás. O Dallas buscou o empate, mas sem muita qualidade no ataque. O Ajax esperou para dar o bote e chegou ao terceiro gol no final da partida, com o tento do lateral-direito índio. Placar final: Ajax 3 x 1 Dallas. Muita festa da equipe do Ajax, que na primeira participação na competição, já conquistou o título.

“É uma satisfação enorme participar desse campeonato organizado pela SEMEL, que tem à frente o secretário Laoreci. A gente fica muito feliz de ser convidado, de participar e chegar até a final e agraciado hoje com o título. Sabemos o tamanho da tradição da Copa Palmares, porém a primeira participação do Ajax, e eu creio que fomos bem”, avaliou Gilton, presidente e jogador do Ajax.

Veja também:  Com gol de Magno Ribeiro, Paysandu empata com o CRB no Estádio Rei Pelé

A competição contou com 32 equipes no sistema eliminatório desde a primeira fase, no chamado mata-mata. A 18ª edição da Copa Palmares foi mais um evento realizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEMEL), que por mais de dois meses proporcionou uma grande competição de futebol, que já é tradicional na cidade de Parauapebas, sudeste do Pará.

“Parabenizar e agradecer a equipe SEMEL, as autoridades presentes e principalmente todos os desportistas que fizeram um grande evento no último sábado na Palmares Sul. Um grande campeonato, com uma sensação de dever cumprido. O esporte só tem a ganhar em Parauapebas e tem crescido cada vez mais. Finalizando com uma emocionante final entre Ajax e Dallas, que abrilhantaram a decisão com uma bela partida de futebol”, afirmou Laoreci Diniz, secretário da SEMEL.

Além da grande final da Copa Palmares, quem foi ao Estádio Castanheirão, acompanhou os garotos da Escolinha da SEMEL em campo e uma grande exibição da turma dos esportes radicais, como a galera da bike e dos patins, que também contam com o total apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

(Fonte: Zé Dudu)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016