Ex-presidiário é executado dentro de sua própria residência, enquanto jantava Destaque

O ex presidiário, Rafael da Silva de Jesus, 23 anos de idade, natural de Rondon do Pará, que residia na rua 17, Invasão do bairro dos Minérios, foi morto por volta das 19h00 desta quinta-feira, 11, com 4 tiros na cabeça, provavelmente de pistola. Ele foi surpreendido pelo assassino enquanto jantava na sala/cozinha ao lado de sua avó de 89 anos.

 Quando o assassino chegou até a porta e estendendo o braço efetuou os disparos na cabeça de Rafael que teve morte instantânea no local.  De acordo com Antônio Paulo de Jesus, 53 anos de idade, pai de Rafael da Silva de Jesus, seu filho teria acabado de chegar em casa e em seguida colocou seu jantar e quando já estava sentado em uma cadeira perto da porta, ao lado de sua avó, o mesmo foi surpreendido pelo pistoleiro.

"Eu também estava na sala sentado. Me levantei e entrei em meu quarto, quando repente escutei os tiros, então saí para saber o que tinha acontecido, daí vi meu filho caído no chão, dando os últimos suspiros.  Dei uma olhada na direção da porta e não vir nada”, contou o pai da vítima, acrescentando que seu filho tinha passagem pela polícia e havia sido preso por porte de arma de fogo e assalto a mão armada, ficando preso por cerca de um ano e seis meses, voltando a cair na cadeia novamente, ficando mais sete meses preso, desta vez ele estava na condicional.

Rafael foi assassinado por volta das 19h, em sua residência, enquanto jantava.

Ainda segundo o pai da vítima, Rafael estava se recuperando de um balaço que havia levado da Polícia Militar ao fugir de uma abordagem. "Ele tentou fugir da barreira e a ROCAM deu um tiro e pegou na perna dele, por isso ele passou 32 dias internado no Hospital Municipal de Parauapebas.  Foi colocado ferro na perna dele e ele já estava andando, mais estava quieto dentro de casa sem sair para a rua", afirmou o pai de Rafael de Jesus.

O  pai de Rafael informou a reportagem que antes de seu filho entrar para o submundo do crime, ele era um rapaz trabalhador chegando a trabalhar quatro anos em uma empresa de ônibus aqui na cidade, com o dinheiro de sua rescisão ele comprou uma moto e depois da compra dessa moto começou a praticar assaltos.

"Tenho seis filhos e este foi o único que optou por andar por caminhos tortuosos mais não foi por falta de conselhos não, eu dei muitos conselhos pra ele deixar essa vida de lado. Falei muitas vezes com ele mais ele nunca me disse nada, sempre ficava calado só me ouvindo. Nunca me respondeu ele ficava calado e saia. Depois que meu filho entrou no mundo do crime não teve mais jeito, pois depois que entra para este mundo é difícil de sair. Eu Sempre dizia para a avó dele que o resultado dessas coisas só iria acabar dessa forma como aconteceu", lamentou o pai.

(Caetano Silva)

Avalie este item
(0 votos)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_UNAMAgk-is-100.jpglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016