Mesmo debaixo de chuva 18.253 eleitores foram as urnas no domingo, 16, para escolher os novos conselheiros tutelares. A votação foi realizada em 55 urnas distribuídas em 22 escolas, 5 urnas a mais do que na eleição anterior.

Na manhã desta segunda-feira, 17, deu-se início a apuração dos votos, que foi realizada na Câmara Municipal de Parauapebas - CMP, tendo seu encerramento ás 22h40min, munícipes e candidatos acompanharam de perto todo o processo, que também foi  fiscalizado pelo Conselho Fiscal e o Ministério Público. 

 

Aldo Serra presidente do Comdcap

Aldo Serra presidente do Comdcap, disse que o processo foi tranquilo e espera que seja definido no dia de hoje em definitivo, os novos conselheiros de Parauapebas. “O processo de apuração é um processo lento, visto que a votação foi manual, todos os ritos estão sendo seguidos de acordo com o edital. Agora queremos dar ciência aos eleitores, dos candidatos eleitos e aptos a assumir”, disse.

Promotor de Justiça acompanhou o processo de apuração dos votos

Um diferencial desta eleição é que a apuração foi acompanhada pelo representante do Ministério Público, o promotor Hélio Rubens. “Essa eleição é muito importante, os conselheiros fazem uma ponte entre o poder público e a sociedade, e é ele que traz as informações do que há de problema nesse setor de criança e adolescente. O papel do Ministério Público é tentar evitar que haja a nulidade, e caso haja atuar para que seja resolvida”, disse o promotor.

Confira os novos conselheiros e suplentes eleitos: 

1- Marcia Barros -1501 votos

2- Terezinha da Silva – 1344 votos

3-Vanda Ferreira Nascimento – 1030 votos

4- Ivanildo Braga da Silva - 1002 votos

5-Líbia Ferreira – 982 votos

6-Alzenir Barbosa – 933 votos

7-Edileuza Aparecida – 923 votos

8-Valrismar dos Santos – 913 votos

9 -Neil Armstrong – 866 votos

10 - Maraísa Dias – 853 votos

11 – Hilka Lima – 827 votos

12- Igor Vieira – 820 votos

13 – Frank Barros da Paixão – 788 votos

14 – Nathiele Melo – 776 votos

15 – Maria do Socorro – 764 votos

16 – Rodrigo Ferreira Leal – 763 votos

17 – Maria da Conceição Marques – 743 votos

18 – Edoilson Silva – 691 votos

19 – Elinete de Jesus Costa – 599 votos

20 – Lais de Sousa Conceição – 512 votos  

Neste domingo, 16, eleitores retornaram as urnas para a votação do Conselho Tutelar de Parauapebas. 55 urnas foram distribuídas em 22 escolas municipais, 5 urnas a mais com relação ao número de urnas disponibilizadas na eleição anterior.  

Muitas pessoas deixaram para votar a tarde por causa da chuva

A votação teve início pela manhã e seguiu até as 17hs, mas devido a chuva pela manhã, os locais de votação ficaram praticamente vazios, gerando grandes filas no período da tarde, logo que a chuva passou.

Com a votação tranquila, espera-se que finalmente seja definido os conselheiros da cidade, e que transtornos ocorridos que levaram ao cancelamento da eleição anterior não se repita novamente, sendo um deles a apuração realizada no mesmo dia da eleição, sendo que no edital que rege a eleição, estava previsto para o dia seguinte.  

55 urnas foram distribuídas em 22 escolas 

Outro diferencial desta eleição é que a apuração será acompanhada por um representante do Ministério Público e será realizada amanhã, segunda-feira, 17, na Câmara Municipal de Parauapebas, ás 9hs, como rege o regulamento.  

A novela continua, mas dessa vez a promessa é que os dias já estão contados para o capítulo final. A nova eleição do Conselho Tutelar está marcada para o dia 16 de fevereiro, munícipes podem votar em 22 escolas municipais.

Candidatos a conselheiro tiraram suas dúvidas 

A campanha para os candidatos teve início na quarta-feira, 22, e se estenderá até o dia 14 de fevereiro. Em reunião dos candidatos com o presidente do Comdcap, Aldo Serra e o promotor da 5ª Vara da Justiça da Infância e da Juventude, Josiel Gomes, foram esclarecidas algumas dúvidas sobre o edital que rege a eleição.

“Nesse período nós iremos divulgar junto aos eleitores, fazer  publicidade em relação aos candidatos para essa eleição que não é obrigatória mais facultativa, mas é importante  que o eleitor saiba exercer sua cidadania frente a tantas questões que temos visto de violação de direitos, é importante que a comunidade tenha essa consciência”, afirmou ou presidente do Comdcap.

Presidente do Comdcap, Aldo Serra

Aldo Serra afirmou ainda que a comissão eleitoral irá trabalhar para que erros ocorridos não sejam repetidos, também será incluído mais 5 urnas de votação. “Durante esse período estaremos trabalhando para executar um planejamento para que não venha ocorrer as mesmas dificuldade que tivemos no passado, e que tenhamos uma eleição tranquila”, disse.

Promotor de Justiça, Josiel Gomes, afirmou que o Ministério Público irá acompanhar a eleição 

Para esta nova eleição o Ministério Público acompanhará de perto e também serão empregados mais alguns recursos. 55 Urnas serão distribuídas em 22 polos de votação, os mesmos da eleição anterior. “Aqui tratamos das regras da eleição e os erros a serem corrigidos, como a apuração feita logo após a votação causando um estremo cansaço e submetendo os apuradores ao aumento de uma margem de erro, e nessa eleição, para que não ocorra erros, a apuração ocorrerá no dia seguinte. Aos candidatos peço que façam sua propaganda da melhor forma possível, aos que vão trabalhar conosco que façam seu trabalho com afim, sabemos que estamos trabalhando para a sociedade, e que ela depende muito dos nossos conselheiros tutelares”, denotou, Josiel Gomes, Promotor de Justiça.

Locais de Votação

Escola Pitágoras (Carajás)

CEUP- Centro Universitário de Parauapebas (Cidade Nona)

Escola Paulista Fontelles de Lima (Rio Verde)

Escola Jean Piaget (Liberdade)

Escola Carlos Henrique (Bairro da Paz)

Escola Faruk Salmen (Bairro Guanabara)

Escola Mário Lago (Complexo VS10)

Escola António Vilhena (Cedere I)

Escola Deyse Lorrane (Novo Brasil)

Escola Terezinha de Jesus (Cidade Jardim)

Escola Dorothy Stang (Cidade Jardim)

Escola Nelson Mandela (Tropical)

Escola Eunice Moreira (Barrio Vila Rica)

Escola Paulo Freire (Palmares Sul)

Escola Crescendo na Prática (Palmares II)

Escola Milton Martins (Nova Carajás)

Escola Monteiro Lobato (Vila Paulo Fontelles)

Escola Alegria do Saber (Vila Sansão)

Escola Olga da Silva (Altamira)

Escola Domingos Cardoso (Casas Populares)

Escola Santa Tereza (Vila Valentim Serra)

Escola Fernando Pessoa (Barrio dos Minérios)

(Samara Guimarães)

 

O Agente de Proteção da Infância e da Juventude é responsável por fiscalizar o cumprimento das normas do Estatuto da Criança e do Adolescente em estabelecimentos comerciais, como bares, danceterias, restaurantes e boates, e é por meio dos agentes de proteção que o juízo da infância e da juventude busca impedir e reprimir ameaças e violações de direito da criança e do adolescente, para que se promova a proteção integral.

Segundo os agentes, esse trabalho não tem sido eficaz, pois eles têm trabalhado de forma precária, sem sala administrativa, sem carro próprio e muitas vezes sem poder contar com outros órgãos municipais, por não haver prioridade em suas chamadas. Visando conseguir um melhor diálogo, os agentes chamaram para uma reunião representantes de diversos órgãos municipais na manhã da última quarta-feira,04, no Salão do Júri no Fórum Municipal, no bairro Cidade Nova.

Marcaram presença representantes dos órgãos: Agentes  de Proteção da Infância e da Juventude, poder judiciário, empresa Vale, Conselho Tutelar I, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas – COMDCAP, Departamento Municipal de Trânsito e Transporte de Parauapebas-DMTT, Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão-SEMSI, Guarda Municipal de Parauapebas-GMP, Secretaria Municipal de Assistência Social-SEMAS, Câmara Municipal de Parauapebas, Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda (Ceter), Procuradoria Geral do Município e Gabinete do Prefeito. 

“Essa reunião tem uma fundamental importância devido ser uma pauta prioritária para a nação brasileira, sobretudo para a nossa cidade. Juntamos aqui representantes de órgãos competentes, para ver uma parceria e potencializar as ações de fiscalização dos Agentes de Proteção à Criança e Juventude de forma integrada com os demais órgãos. Sabemos que os agentes são voluntários e precisam de suporte e apoio da sociedade, sobretudo dos órgãos públicos”, disse Girlan Pereira da Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda (Ceter).  

 

Girlan Pereira, da Coordenadoria Especial de Trabalho, Emprego e Renda

José Carlos, coordenado dos Agentes de Proteção da Criança e da Juventude, enfatizou a importância de todos trabalharem em conjunto em prol dos menores, trabalho que muitas vezes se torna falho por falta de apoio de outros órgãos. Já a representante do Conselho Tutelar I falou que é através do trabalho dos agentes que o conselho consegue atender uma quantidade maior de casos, que nem sempre são denunciados pois passam como normais aos olhos de muitos.

José Carlos, coordenado dos Agentes de Proteção da Criança e da Juventude

Marcelo Cabral, supervisor de Socieoeconomia da Vale, afirmou que a empresa está a disposição e que vem contribuindo através de campanhas contra a exploração sexual de crianças e adolescentes e que também exige em contrato que as empresas terceirizadas repliquem essas campanhas com seus contratados, “ ciente do seu papel enquanto responsabilidade social, a Vale vem aqui com o espírito de contribuir, através de ações efetivas com formações e campanhas. As campanhas têm carta de recorrência, estamos trabalhando agora com a conscientização de contratado para contratado, as empresas que prestam serviços a Vale, por força de contrato, devem necessariamente replicar essas campanhas com seus respectivos empregados”, declarou.

Marcelo Cabral, supervisor de Socieoeconomia da Vale, disse que a empresa irá contribuir através de capacitações

Um grande passo foi dado pela vereadora Francisca Ciza do DEM, ao propor o Projeto de Lei, reconhecendo a relevância da função dos agentes de proteção, no dia 13 de agosto. A parlamentar compareceu à reunião nesta quarta, e se comprometeu EM fazer uma nova indicação. “É muito importante esse trabalho aqui no nosso município, vou fazer outra indicação solicitando espaço e o transporte que precisam para trabalhar”, disse.

Vereadora Francisca Ciza se comprometeu a fazer uma nova indicação a favor dos agentes

Ainda durante a reunião o Capitão da PM Faustino se comprometeu em disponibilizar uma viatura para acompanhar os agentes, já o COMDCAP se colocou à disposição para dar capacitação continuada e ainda ceder um carro até que consigam um veículo próprio. A Guarda Municipal se comprometeu em fazer palestras nas escolas e Marcelo Cabral, representante da Vale, fico acordado de dar capacitação. O vereador Horácio Martins se comprometeu em conseguir outro veículo e um local de trabalho fixo, o DMTT, disse que vai continuar dando todo apoio necessário.

(Samara Guimarães)

Foi publicado nesta segunda-feira, 26, o resultado da segunda etapa do processo seletivo para a escolha dos novos conselheiros tutelares de Parauapebas 2020/2023. A prova foi aplicada pela Faculdade Famap e participaram 105 candidatos, tendo como resultado: 1 desclassificado, 62 inaptos, 24 aptos.

Os candidatos aprovados agora seguem para a próxima fase, uma eleição no dia 06 de outubro, onde serão escolhidos os 10 novos conselheiros tutelares titulares, para composição dos Conselhos Tutelares I e II e os demais candidatos serão considerados suplentes, na ordem decrescente de classificação. A escolha será feita por meio de votação para um mandato de quatro anos, tomando posse no dia 10 de janeiro de 2020.

Após o resultado final, os eleitos, titulares e suplentes passarão por um curso de capacitação entre os dias 28 de outubro e 1° de novembro. O processo foi conduzido pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Parauapebas – COMDCAP, e acompanhado pelo Ministério Público.

Confira o resultado: 

 

 

 

 Na última segunda-feira,21 uma reunião de grande valor social empossou a Conselheira Tutelar, Carlene Barros ao cargo de Coordenadora do Conselho Tutelar II  para este ano de 2019, localizado no bairro Vila Rica.

 A nova Coordenadora, que possui um importante currículo acadêmico  na área de Gestão Pública com pós-graduação em Gestão Escolar e atualmente estuda  sociologia foi eleita como conselheira tutelar no ano de 2014, mas o seu trabalho diante da comunidade vem desde a escola.

Carlene Barros, atual Coordenadora do Conselho Tutelar II.

Em entrevista ao Portal Carajás o Jornal, Carlene fala da sua formação. “Sempre gostei da área de humanas, depois fui passando pelos movimentos da igreja quando tive minha primeira formação de base, onde aprendi sobre os direitos humanos e igualdade. Esses ensinamentos eu vou levar para o resto da vida junto à minha profissão”, disse Carlene.

A conselheira enfatiza que a primeira formação foi de grande importância diante do trabalho que ela realiza hoje na instituição.“Aqui nós nos deparamos com diversas situações muito tristes que até fazem a gente desacreditar que um outro mundo é possível , mas vamos nos fortalecendo com a família, acreditando nos projetos. Isso é a base de trabalho para que a gente tenha uma intervenção efetiva diante das famílias que tem os seus direitos violados”.

“Conselheiro não é um estado permanente, você está conselheiro tutelar. Uma vez que isso entra na cabeça da gente, passamos a entender que é  a função que vamos levar pro resto da vida. Para defender a causa da criança e do adolescente você não precisa estar propriamente no cargo”, enfatiza Carlene.

O ano de 2019 traz grandes desafios para a jovem coordenadora, dentro das metas a serem alcançadas durante a sua gestão está a legalização da função de conselheiro tutelar.

(Raquel Sá)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016