Neste domingo, 16, eleitores retornaram as urnas para a votação do Conselho Tutelar de Parauapebas. 55 urnas foram distribuídas em 22 escolas municipais, 5 urnas a mais com relação ao número de urnas disponibilizadas na eleição anterior.  

Muitas pessoas deixaram para votar a tarde por causa da chuva

A votação teve início pela manhã e seguiu até as 17hs, mas devido a chuva pela manhã, os locais de votação ficaram praticamente vazios, gerando grandes filas no período da tarde, logo que a chuva passou.

Com a votação tranquila, espera-se que finalmente seja definido os conselheiros da cidade, e que transtornos ocorridos que levaram ao cancelamento da eleição anterior não se repita novamente, sendo um deles a apuração realizada no mesmo dia da eleição, sendo que no edital que rege a eleição, estava previsto para o dia seguinte.  

55 urnas foram distribuídas em 22 escolas 

Outro diferencial desta eleição é que a apuração será acompanhada por um representante do Ministério Público e será realizada amanhã, segunda-feira, 17, na Câmara Municipal de Parauapebas, ás 9hs, como rege o regulamento.  

Na manhã de domingo, 09, uma guarnição da Guarda Municipal de Parauapebas realizava rondas nas proximidades da Estrada da Ferrovia, próximo ao bairro Nova Carajás, quando se deparou com dois homens em atitude suspeita.

Momento em que foi realizada a abordagem aos dois, constatou-se que contra Luís Carlos Clemente Araújo, de 25 anos de idade, havia um mandado de prisão expedido pela justiça de São Paulo em desfavor do mesmo.

Luís Carlos, é natural do estado do Maranhão, e reside em Parauapebas, no bairro Nova Carajás.  Em São Paulo ele teria participado de um assalto à mão armada, de onde estava foragido há dois anos.

Mediante ao fato a GM apresentou o mesmo na 20ª Seccional de Polícia Civil para que responda pelo crime que cometeu.

O GM Garcia explicou como se deu a prisão de Luís Carlos. “No momento da ronda de rotina realizada por nossa equipe, avistamos o mesmo, que ao se deparar com a GU entrou em atitude suspeita. De imediato resolvemos realizar a abordagem dele, não foi apreendido nada com o acusado. Em conversa com ele, descobrimos que havia um mandado de prisão, agora está à disposição da justiça para os procedimentos cabíveis.” Destacou o agente Garcia.

(Neide Folha)

Era por volta das 10hs da manhã deste sábado, 8, quando o eletricista Lauriano Barbosa de Sousa, de 33 anos de idade, foi assassinado com três tiros na cabeça, efetuado por um indivíduo que teria chegado no local em uma moto Honda Biz.

De acordo com informações, o assassino teria parado no final da quadra e sem usar nada no rosto caminhou até a oficina de lanternagem e elétrica de auto, armado com uma arma de fogo teria chamando pelo nome da vítima, que trabalhava na elétrica de um veículo Gol na entrada do portão, instante em que efetuou três tiros contra Lauriano que morreu instantaneamente no local.

Após o crime o assassino deixou o local caminhado rápido vindo a escorregar e cair, em seguida montou na moto e deixou a cena do crime. A polícia examina imagens das câmeras de segurança próximo ao local na tentativa de identificar o atirador.

O caso aconteceu na oficina da vítima localizada na esquina das ruas Bom Jesus com Nova Conquista, bairro Betânia, Parauapebas. A polícia trabalha também com a hipótese de acerto de conta.

Após o levantamento de praxe realizado pelos investigadores de Polícia Civil, Abraão e Frances, o corpo do eletricista foi retirado do local pela equipe de remoção do Instituto Médico Legal - IML.

(Neide Folha)

No segundo semestre de 2020, serão realizadas as eleições municipais em todas as cidades do país. Nelas, os cidadãos deverão eleger os novos prefeitos e vereadores que ocuparão os cargos públicos até 2024. Entretanto, para poder votar, o cidadão precisa estar com seu título de eleitor em mãos e estar com suas obrigações eleitorais em dia.

A chefe do Cartório Eleitoral Lorena Carla Martins Pereira, informa e esclarece as dúvidas para emissão do Título de Eleitor

Em entrevista a chefe do Cartório Eleitoral, zona 75, em Parauapebas, Lorena Carla Martins Pereira, esclarece as dúvidas para a emissão do Título de Eleitor e como anda o funcionamento do órgão. “Primeiramente para título de informação, os eleitores tem acesso através da página do TSE ou do TRE Pará no caso de busca de informação, sem precisar comparecer ao cartório, mas a emissão do titulo para o primeiro alistamento, tem que si dirigir ao cartório portando a documento de identificação com foto e comprovante de residência atual e original”.

Moradores do Município de Parauapebas se preparam para emitir seu Título de Eleitor

O prazo para a emissão do titulo será ate o dia 6 de maio, após esse prazo o Cartório Eleitoral estará fechado, devido à grande demanda de eleitores, o cartório eleitoral de Parauapebas tem trabalhado com limite de senhas, sendo distribuídas 150 ao dia, com atendimento das 8h às 13h.

O prazo para a emissão do Título de Eleitor será somente ate dia 6 de Maio

Lorena Carla esclarece ainda que as pessoas que perderem o prazo, não poderão votar este ano, tendo que espera para o próximo ano a emissão do Título de Eleitor. O cartório de Parauapebas realiza somente atendimento para os moradores do município ou pessoas que venham fazer transferência, os eleitores só conseguirão fazer revisão do seu titulo, trocar o local que deseja votar e acrescentar nome de casado(a) somente na sua respectiva zona eleitoral.

Mesários trabalham para atender todos os moradores de Parauapebas

 

Eslon Braz da Silva, 17 anos de idade, estava desaparecido desde a última quarta-feira, 29. O jovem Eslon residia no bairro Amazônia do outro lado da pista e teria sido visto pela última vez pelo pai dele na quarta-feira.

Pelos levantamentos preliminares realizado pela polícia no local em que o corpo foi encontrado, o jovem foi morto com 16 perfurações de faca, 8 no abdômen, 6 nas costa e 2 no rosto.

Corpo do jovem foi encontrado com 16 perfurações 

Elson Cleiton pai da vítima, disse na delegacia que reconheceu o corpo do filho através das fotos divulgadas nas redes sociais e pela a calça que seu filho usava.

Informações que estão sendo levantadas pela polícia dão conta que a vítima era usuária de droga e que cometia pequenos furtos no bairro. Outra hipótese e que o jovem pode ter sido vítima do tráfico.

(Neide Folha) 

Na tarde de sexta-feira, 31, por volta das 16h, a Polícia Civil tomou conhecimento de que uma pessoa alvejada por cerca de 05 disparos de arma de fogo, teria dado entrada no Hospital Geral de Parauapebas-HGP.

Diante das informações deu-se início as diligências, presididas pelo DPC Dufrae, as equipes do plantão e do expediente tiveram êxito na realização da prisão de Abada Albuquerque Marinho e de Selma Cristina Evangelista de Melo, após uma operação de mais de 14 horas.

De acordo com os fatos apurados, o adolescente L. C. A. de S. de apenas 16 anos, mais conhecido como “Chiquinho”, transitava pelas ruas do bairro Cidade Jardim, quando foi abordado por funcionários da empresa de segurança privada denominada Lion Segurança. 

O acusado foi encontrado com colete da empresa e uma arma de fogo

Em seguida o Chiquinho foi levado para dentro da casa de Selma, onde também funciona a sede da empresa. Passado algum tempo, mais um homem, já identificado pelos policiais, se juntou ao grupo e levaram o menor para a Vila Palmares, onde o menor foi torturado.

Não satisfeitos, um dos criminosos realizou vários disparos de arma de fogo contra Chiquinho, tendo ele sido atingido no braço, na barriga, no ombro e nas costas.

Mesmo ferido, Chiquinho conseguiu e fugir de seus algozes. Horas depois, obteve ajuda de um estranho que o levou para a unidade hospitalar. Na posse de Abada a polícia encontrou um revolver e um colete da empresa de segurança.

(Neide Folha)

Por volta das 22h30, da noite de ontem sexta-feira, 24, o assaltante Álvaro Freitas, baleado na intervenção policial na sexta-feira, 25, não resistiu ao ferimento e morreu no Hospital Geral de Parauapebas (HGP). Já seu comparsa continua preso à disposição da justiça.

Matheus Henrique Câmara de Oliveira, 19 anos de idade, foi preso e seu comparsa Álvaro Freitas Santana, 27 anos, foi baleado pela Polícia Militar quando praticavam um arrastão nas ruas da cidade.

Uma das vítimas que teve sua moto tomada de assalto e recuperada pela PM, conversou com a reportagem, ainda com medo não aceitou gravar entrevista, mas contou que era por volta das 14h, quando a dupla teria lhe abordado, apontando um revólver para ela e tomou sua motocicleta Honda Biz de cor branca, a mulher disse ainda que na hora do ocorrido ela saia do CRAS, no bairro Rio Verde.

Minutos depois a dupla trocou a Biz por uma CG Titan de cor vermelha, porém os ladrões que estavam armados com revólver calibre 32, não foram muito longe, ao saírem da casa do dono da CG, se depararam com a GU que já havia sido informada e os procurava.

Álvaro Freitas foi baleado após apontar um revolver contra a polícia 

Segundo o capitão PM Jadson Costa, comandante da 1ª Companhia do 23° BPM de Parauapebas, logo cedo por volta de 14h a dupla começou a cometer roubos na cidade, primeiro roubou uma Honda Biz de cor branca, próximo ao CRAZ do bairro Rio Verde, e após isso a abandonaram e roubaram uma Honda CG Titan, no bairro Nova Vida II. "Recebemos a informação do ocorrido e a guarnição da ária se dirigiu ao local para averiguar, graças a Deus conseguimos fazer a abordagem dos mesmos, e no momento da revista Álvaro Freitas, tentou sacar um revólver calibre 32 e fomos obrigados neutralizá-lo", contou o policial.

Baleado no peito o mesmo foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e o comparsa dele foi preso e encaminhado para 20ª Seccional Urbana de Polícia de Parauapebas ao delegado plantonista, onde segue prestando esclarecimento a justiça.

Matheus Henrique ficará preso a disposição da justiça

Além da arma e duas munições picotadas, a PM recuperou as duas motos e os celulares das vítimas. Segundo a polícia, Matheus tem passagem quando ainda era adolescente.

(Neide Folha)

Thallisson da Silva Oliveira, 18 anos de idade, faleceu na noite de domingo, 19, em um acidente de moto quando trafegava sentido Palmares I e Palmares II, de acordo com informações repassadas para a Polícia Civil ele e mais três colegas em outras duas motos faziam um racha.

O jovem não resistiu ao forte impacto e veio a óbito ainda no local

Os três disputavam velocidade quando o amigo de Thallisson resolveu retornar, momento em que colidiu com Thallisson que estava com um adolescente de 16 anos. O garupa e o amigo que conduzia a outra motocicleta foram socorridos e encaminhados ao hospital, já Thallissom não teve a mesma sorte e veio a óbito ainda no local.

Em levantamento realizado pela polícia no local, constatou-se que a motocicleta conduzida por Thallisson havia sido registrada como roubada. O corpo do jovem caído fora da pista foi removido pelo Instituto Médico Legal – IML, a moto Honda Fan 150 que a vítima pilotava ficou destruída.

(Neide Folha)

O caso foi registrado pela Polícia Militar durante ronda de rotina em uma área de invasão no bairro Ipiranga II em Parauapebas. Segundo informações repassadas pela guarnição, os militares suspeitaram da movimentação na residência, foi quando resolveram realizar a abordagem policial, mediante a aproximação dos policiais os suspeitos tentaram fugir do local e tentaram despachar um embrulho em uma área de mata.

Os militares conseguiram capturar Aderlan Morais dos Santos, e durante a revista pessoal foi encontrado com o mesmo um revólver calibre 32 com seis munições intactas. O embrulho despachado foi encontrado e dentro da sacola foram apreendidos uma balança de precisão, 50 gramas de maconha, 50 gramas de crack, uma grama de cocaína, além de R$ 600,00 reais em dinheiro, valor que a polícia acredita ter sido arrecadado com a venda das drogas.

Aderlan Morais dos Santos foi conduzido para a delegacia para os procedimentos cabíveis podendo responder pelos crimes de tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo. Quando questionado pelo armamento o mesmo alegou que era para sua defesa, já que atuava com a venda ilegal de entorpecentes.

(Neide Folha)

A Vale vai investir cerca de R$ 20 milhões na implantação de um sistema inteligente de gestão de energia com o objetivo de melhorar o desempenho de equipamentos e automatização de processos ao longo de sua cadeia produtiva, da mina ao porto, contribuindo para reduzir as emissões atmosféricas da empresa. O SmartEnergy, como foi batizado o sistema, prevê a instalação, até 2021, de 2 mil medidores inteligentes de energia elétrica em 57 unidades operacionais e em grandes equipamentos da empresa no Brasil - por exemplo, em circuito de moagem de minério, transportadores de correias de longa distância e sistemas de bombeamento. O medidor inteligente permite a redução de perdas de produção através da avaliação contínua da qualidade da energia e identificação das causas de falhas no fornecimento. Em testes realizados com a tecnologia em duas minas, a empresa obteve uma economia de R$ 90 milhões por ano com eliminação de paradas de equipamentos após o acionamento inadequado da proteção elétrica.

Segundo o coordenador do Projeto de Eficiência Energética da Vale, Renato Arantes, os medidores inteligentes detectam variações de tensão e de corrente elétrica com extrema precisão, o que é importante para o ajuste dos protetores. Eles registram também o consumo de energia e enviam os dados ao SmartEnergy, que, por sua vez, viabiliza interações com vários sistemas corporativos, permitindo o gerenciamento de programas de eficiência energética, entre outras funções. "Muitas vezes, o sistema de proteção elétrica desliga equipamentos ou processos importantes  por conta de oscilações de energia  que poderiam ser suportadas perfeitamente, sem trazer qualquer risco para as operações. Essas pequenas interrupções impactam na produtividade, pois é preciso reiniciar os equipamentos e processos e, até que eles voltem à capacidade de operação normal, gasta-se energia desnecessariamente, sem contar o impacto na produção e também no aumento de emissões CO2 da empresa", explica Arantes. 

A coordenadora de TI do SmartEnergy, Laysa Mello, explica que o sistema irá padronizar os dados gerados pelos medidores inteligentes com o intuito de produzir análises de performance do uso da energia na empresa. "Essa padronização ajuda a operação a planejar melhor o consumo e a demanda por energia em todas as operações, pois temos maior disponibilização e precisão dos dados que não tínhamos antes", explica.  Embora seja um software de prateleira, ou seja, já disponível no mercado, o SmartEnergy teve que ser customizado para as necessidades da Vale. Uma equipe de 65 empregados foi treinada para operar o sistema já implantado em minas do Pará e de Minas Gerais e no Complexo Portuário Ponta da Madeira, em São Luís (MA). 

A partir de 2020,  a Vale vai estender o uso do equipamento para suas operações no mundo. Em 10 anos, num cenário intermediário, a empresa estima economizar R$ 920 milhões com energia elétrica a partir da instalação dos medidores inteligentes e da automatização de gestão de processos em plantas do Brasil e do exterior. Neste cenário, calcula-se um corte de 120 mil toneladas de GEE/ano, o que representa às emissões relativas ao consumo médio de 14,4 mil casas por ano. Para o cálculo, foram consideradas variáveis como custo da energia elétrica, preços do minério de ferro, níquel e cobre e a produção da Vale. No longo prazo, o projeto também terá foco na redução dos demais combustíveis utilizados pela Vale, como diesel, gás natural e o bunker usado nos navios mineraleiros. Portanto, o potencial de redução de emissões é ainda maior. Em reunião recente com investidores em Nova York e Londres, a empresa anunciou meta de longo prazo de neutralizar as emissões de CO2 de suas operações até 2050 e também a revisão da sua meta de redução de emissão até 2030, a fim de alinhá-la ao Acordo de Paris. O percentual de corte será anunciado no primeiro semestre de 2020. 

Os medidores inteligentes já foram testados em 2017 nas minas de ferro do S11D e de cobre do Salobo, no Sudeste do Pará. Salobo registrou redução de 107 horas de paradas indevidas na produção, motivadas por problemas relacionados à qualidade da energia, o que refletiu em um aumento de produção de 1,2 milhão de toneladas/ano na comparação entre 2017 e 2018.  No caso de S11D, foram evitadas 18 horas anuais de paralisações de produção na planta, resultando em um aumento de 130 mil toneladas na produção anual. Até o final deste ano de 2019, no S11D, serão interligados ao SmartEnergy mais de 100 medidores inteligentes.
Outros cenários

Além do cenário intermediário, a Vale avaliou mais dois: um conservador e outro otimista (agressivo), para estimar a economia de 10 anos com a universalização dos medidores inteligentes em suas unidades espalhadas pelo Brasil e pelo mundo. No cenário conservador, haveria uma economia de cerca de R$ 370 milhões e um corte de 60 mil toneladas de GEE/ano, o equivalente às emissões relativas ao consumo médio de energia de 7,2 mil casas por um ano. No cenário agressivo, o ganho seria de aproximadamente R$ 1,4 bilhão e redução de 180 mil toneladas na emissão de GEE/ano, que representa às emissões relativas ao consumo médio de 21,5 mil casas/ano.

Página 1 de 78

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016