Gleydson Gomes de Oliveira e Emerson Luís Guimarães de Souza, ambos de 22 anos de idade, foram presos com quase 11 quilos de maconha prensada, em uma operação realizada por uma equipe da Policia Civil, da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas.

Emerson Luís Guimarães de Sousa. 

De acordo com o investigador Mário Almeida,  o "Baiano", a polícia chegou até aos acusados após denúncia e monitoramento.  Emerson Luís, foi preso por volta das 08h:30 no bairro Amazônia e com ele foram apreendidos uma pistola ponto 40, com 4 munições intactas.

Gleydson Gomes de Oliveira, foi preso em seu local de trabalho.

Já o mecânico Gleydson Gomes, foi pego em seu local de trabalho na Serra dos Carajás, que de acordo com Emerson Luís é o dono da arma e da droga. Gleydson não quis falar sobre o caso, Já Emerson disse que apenas guardou o entorpecente a pedido de Gleydson, que é seu amigo de infância.

(Reportagem: Caetano Silva)

No início da noite desta segunda-feira, 20, foi encontrado morto em uma das celas do Centro de Recuperação de Redenção, o presidiário Welligton Pereira de Sousa, 26 anos.

De acordo com informações, a vítima estava dividindo uma sala com mais 11 detentos e no início da noite de hoje foi espancado por outros detentos que dividiam o mesmo espaço. Wellington não resistiu aos ferimentos e morreu.

Por volta das 21h, desta segunda-feira (20) todos os 11 detentos que estavam na mesma ala que a vítima foram removidos para serem ouvidos na Delegacia de Polícia Civil, na tentativa de descobrir as motivações do crime.

Wellington Pereira de Souza estava recolhido nas dependências do CRR (Centro de Recuperação de Redenção) desde o dia 2 deste mês. Ele foi capturado pela Polícia Militar de Redenção e acusado de ter agredido a mãe, identificada como Maria Rita Gomes de Souza, de 49 anos, a socos e pontapés

A ação aconteceu na Rua Dionísio Moreira no setor Novo Horizonte. No dia, Wellington foi conduzido pela PM à delegacia de Polícia Civil onde foi ouvido e, em seguida, removido ao presídio.

(Fonte: Zé Dudu)

Mais um empresário do ramo de ferro velho é assassinado em Parauapebas. O crime aconteceu na manhã desta terça-feira (14), por volta das 09h:30, em uma rua paralela à rodovia Faruk Salmen. A vítima identificada como Douglas Gomes, foi morta por um único tiro, provavelmente de uma pistola 380.

Segundo informações minutos antes de ser morto, Douglas que é dono de um ferro velho no bairro Beira Rio, teria recebido uma ligação telefônica onde combinou com o que estava do outro lado da linha de encontrá-lo na entrada do bairro Vale dos Carajás. Chegando ao local, Douglas foi surpreendido pelo assassino que o aguardava escondido atrás de uma árvore, instante em que teria acenado para o motorista, que ao parar, foi baleado com um único tiro na cabeça, morrendo instantaneamente no interior de sua camionete, uma  Hilux de cor branca, placa LSR-1914.

Apos o crime o assassino fugiu em uma moto de modelo e placa não anotada. De acordo com informações há mais ou menos oito meses, Douglas Santos sofrera uma tentativa de homicídio, quando dois indivíduos armados o surpreendeu, em sua fazenda, para roubar a camionete.

A vítima estava dentro de sua caminhonete quando foi assassinada. 

No local, ninguém se arriscou em falar sobre a ação dos pistoleiros. Ao que tudo indica o empresário andava preocupado. No bolso da vítima a polícia encontrou um carregador, municiado de pistola ponto 40, arma de uso exclusivo da polícia, porém a arma não foi encontrada.

Segundo informações na hora do ocorrido a vítima estava acompanhada de um carona, identificado apenas como Fernando que também foi baleado.

Até o fechamento desta matéria, às 12h: 00, a polícia ainda não tinha informações que pudessem levar ao paradeiro dos autores do crime.

(Reportagem: Caetano Silva)

Por volta das 21h00, de segunda-feira, 13, policiais da Ronda Ostensiva Com Apoio de Motos (ROCAM), apresentaram na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, o nacional Edivan Pereira Fernandes, 36 anos de idade, natural de Arari (MA).

O mesmo foi pego no bairro Cidade Jardim, após denúncia de tentativa de homicídio contra sua companheira de nome não divulgado pela polícia. Ainda segundo informações o mesmo é foragido do Estado de São Paulo, onde teria matado a própria mulher.

De acordo com o cabo PM S. Barros, aguarnição estava na UPA em outra ocorrência, quando foi informada pelo (CCO) que um homem acusado de tentativa de homicídio contra a própria companheira havia chegado em casa, enquanto a mulher agredida teria recebido atendimento médico com o braço esquerdo ferido por um golpe de facão. Ainda segundo o PM, ao receber a informação de que o agressor estava em casa a GU se dirigiu para o logradouro. No local o acusado teria partido para cima dos policiais com um facão, quando os mesmos bateram na porta.

"Ele já havia golpeado a companheira dele e quando chegamos ao local partiu para cima da guarnição armado de facão e tentando contra os policiais”. Na tentativa de conter o acusado os policiais o balearam na perna e no braço. Após atendimento médico Edivan Pereira, que segundo a polícia é foragido do Estado de São Paulo pela acusação de ter matado sua própria esposa.

Ainda de acordo com o cabo, Edivan não negou a acusação e disse que o crime que cometera já havia prescrito. Além de dois facões, um que teria agredido sua atual companhia, e outro que tentara contra a guarnição, a polícia apresentou também um cachimbo para uso drogas. Edivan Pereira ficou recolhido na Depol para verificação de sua situação com a justiça pelo crime cometido no estado de São Paulo

 ( Reportagem: Caetano Silva)

Na tarde deste domingo (12), três assaltantes foram mortos em confronto com a polícia militar. Segundo informações, os indivíduos são responsáveis por tomar de assalto, no ultimo sábado (11) uma caminhonete Hilux de cor preta e também de estar planejando um assalto à empresa de segurança e transporte de valores, Prosegur.

Em entrevista com o PM, tenente Freitas, a intervenção aconteceu no bairro Amazônia, na rua A5, em frente à Prosegur. “Recebemos uma informação de que uma quadrilha de assaltantes estava em uma residência em que haviam alugado em frente à instituição financeira. De posse das informações nos deslocamos até o local, onde encontramos a caminhonete que eles tomaram de assalto na noite anterior e parte do material que os assaltantes levaram da vítima. Na casa também encontramos dois cilindros de gás, que com certeza eles iriam utilizar para cortar o cofre, uma pistola 380, um revolver calibre 38 e um simulacro de pistola. Todo o material foi apreendido e apresentado na delegacia”, disse o tenente.

Ainda segundo o tenente Freitas, três dos indivíduos conseguiram fugir do local, pulando o muro da residência, e de acordo com informações da vizinhança, um dos assaltantes fugitivos foi ferido, pois um rastro de sangue foi observado após a ação.  

Caminhonete e demais bens da vítima foram recuperados. 

Em entrevista com a vitima, que sofreu o assalto era por volta de 23h:45 de sábado, quando quatro assaltantes o abordaram no momento em que ele estava entrando em sua residência, durante a abordagem os indivíduos o ordenaram fechar o portão e o manteve refém juntamente com sua família, por cerca de 20 minutos, enquanto levavam seus pertences de valor.  “Graças a Deus a polícia fez um trabalho muito eficiente e rápido e recuperaram os bens, agora ficou mesmo só o trauma”, a vítima foi ao hospital e reconheceu três dos os assaltantes que o renderam.

Ainda de acordo com a polícia, os seis indivíduos eram de fora da cidade, um seria de Rondônia, outro de Goiás e um de Marabá, o restante do bando ainda não se sabe, mas a PM acredita que eles chegariam a Parauapebas mais a frente com o restante do armamento pesado e dinamites para realizar o roubo.

 (Reportagem: Caetano Silva/Texto: Ingrid Cardoso)          

Por volta das 12h30, de quarta-feira 08, a Polícia Militar prendeu e apresentou na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, o nacional, Gilvan Silva Lima, 31 anos de idade, natural de Vitória do Mearim (MA), acusado de tráfico de entorpecentes.

De acordo com a Polícia Militar, Gilvan Silva foi preso em flagrante delito no bairro Tropical. "Fomos informados por um cidadão que não quis ser identificado, sobre uma casa no bairro Tropical que estava sendo usada para comercialização de drogas e, com base nessas informações realizamos diligências no local, onde foi constatado a veracidade das informações”, informou.

Ainda segundo a PM, na revista realizada no logradouro foi encontrado 44g de uma substância esverdeada com características de maconha, momento em que o mesmo recebeu voz de prisão em flagrante por tráfico de drogas. Em seguida o mesmo foi conduzido até a Depol para realização de procedimentos cabíveis ao caso.

(Caetano Silva com informações da Polícia Militar)

Um sargento da Polícia Militar, identificado apenas como sargento Meireles, foi assassinado na tarde desta quinta-feira (02). O crime aconteceu na rua Vitória Régia, no distrito do Apeú, em Castanhal, no nordeste paraense. 

De acordo com as primeiras informações, uma dupla foi roubar a motocicleta e reconheceu que ele era policial militar e efetuou os disparos. A vítima morreu no local.

A polícia está fazendo buscas para localizar os autores do crime. Uma helicóptero está dando apoio no trabalho. A motocicleta foi abandonada pela dupla e recuperada. 

O sargento Meireles morava próximo ao local do crime e trabalhava no batalhão Penitenciário. Nas horas vagas ele trabalhava ainda como barbeiro.

(Fonte: DOL)

A prisão do réu se deu por volta das 11 horas da manhã de segunda-feira (30) no bairro Caetanópolis, em Parauapebas.

De acordo o investigador de Polícia Civil Mário Almeida "O Baiano", a prisão de Silvagno Oliveira Alves, de 36 anos de idade, natural de Santa Maria (MA), ocorreu através de mandado de prisão preventiva, expedido pelo magistrado, Paulo Afonso Correia Lima Sigueira, juiz de direito substituto do tribunal do júri da comarca de Brasília- DF e, através da segunda vara criminal de Parauapebas, a ordem de localização e prisão do mesmo.

"Ele responde pelo artigo 121 homicídio qualificado, então tomamos conhecimento e como cumpridor da lei que somos, cuidamos em dar cumprimento ao mandado", explicou o policial. O crime ocorreu em 2013, na cidade de Brasília e teria acontecido durante uma discussão por causa de uma garrafa de Whisky, onde o acusado, movido pelo ódio, desferiu um disparo dentro do ouvido de seu algoz. Homiziado no município de Parauapebas colocou um pequeno comércio e vinha trabalhando normalmente, até ter sua localização descoberta pela justiça.

Depois de ser apresentado na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, Silvagno foi transferido para a área carcerária da Susipe, no bairro Rio Verde, onde aguardará para cidade onde cometera o crime.

A prisão de Silvagno Oliveira Alves, de 36 anos de idade, natural de Santa Maria (MA), ocorreu através de mandado de prisão preventiva.

 

(Reportagem: Caetano Silva)

Na tarde de ontem, quinta-feira (26), Cícera Pereira da Silva, Samuel Sousa Torres junto com uma adolescente de 17 anos, foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Canaã dos Carajás, após uma denúncia anônima relatando que ambos estavam envolvidos com desmanches de veículos roubados. Os três acabaram sendo pego em flagrante com entorpecentes.

Segundo a Polícia Militar, a informação apontava que caminhonetes que estavam sendo roubadas na região sudeste estavam sendo levadas para Canaã dos Carajás. Depois de investigações a polícia acabou descobrindo três casas suspeitas em uma área conhecida como “invasão”, frente à rotária do projeto S11D, de serem o apoio para os suspeitos dos roubos.

Na abordagem Samuel tentou fugir correndo pelos fundos de um dos imóveis, desobedecendo a ordem de parada, cruzou cercas e plantações, momento em que caiu e acabou sendo imobilizado. A Polícia Militar afirma que ele ainda reagiu à prisão, precisando ser algemado, devido sua exaltação. Os policiais encontraram um pedaço de maconha, uma espingarda caseira tipo “Por fora”, um motor de motocicleta, juntamente com duas bengalas e uma descarga de motocicleta. As peças estavam escondidas dentro de um tambor na lateral da residência de Samuel.

Na tarde de ontem, quinta-feira (26), Cícera Pereira da Silva, Samuel Sousa Torres junto com uma adolescente de 17 anos, foram encaminhados a Delegacia de Polícia Civil de Canaã dos Carajás, após uma denúncia anônima relatando que ambos estavam envolvidos com desmanches de veículos roubados. Os três acabaram sendo pego em flagrante com entorpecentes.


Segundo a Polícia Militar, a informação apontava que caminhonetes que estavam sendo roubadas na região sudeste estavam sendo levadas para Canaã dos Carajás. Depois de investigações a polícia acabou descobrindo três casas suspeitas em uma área conhecida como “invasão”, frente à rotária do projeto S11D, de serem o apoio para os suspeitos dos roubos.

Na abordagem Samuel tentou fugir correndo pelos fundos de um dos imóveis, desobedecendo a ordem de parada, cruzou cercas e plantações, momento em que caiu e acabou sendo imobilizado. A Polícia Militar afirma que ele ainda reagiu à prisão, precisando ser algemado, devido sua exaltação. Os policiais encontraram um pedaço de maconha, uma espingarda caseira tipo “Por fora”, um motor de motocicleta, juntamente com duas bengalas e uma descarga de motocicleta. As peças estavam escondidas dentro de um tambor na lateral da residência de Samuel.
 Peças apreendidas na casa de Samuel   

Os militares afirmam que a todo momento o acusado proferia palavras de baixo calão contra a guarnição militar e ameaças, dizendo que “isso não iria ficar dessa forma”. Alegou que estava apenas usando a maconha apreendida e que não sabia de quem eram as peças encontradas em seu quintal.
Ainda seguindo as buscas, os policiais encontraram na bolsa da adolescente um pedaço de maconha, R$235 em espécie e segundo os policiais, com odores característicos de maconha. Na delegacia, ainda em revista, foram encontradas mais quatro petecas de crack em posse da adolescente.

Já na casa de Cícera foi encontrada outra espingarda caseira “por fora” e enterrado no quintal um saco de fumo contendo quatro pedaços de maconha; ao ser questionada sobre a procedência da droga, ela informou aos policiais que pertencia a um homem identificado pelo apelido “Kiko”. No aparelho celular dela os militares encontraram conversas com esta pessoa. “Kiko” afirmava nas mensagens estar praticando assaltos na região e enviava fotografias dele portando uma pistola.

A PM sustenta que Cícera possui várias conversas com membros do PCC e fazendo alusão às simbologias do Primeiro Comando da Capital (PCC), dando a entender que a mulher dá apoio aos membros da facção criminosa, que a chamam de “tia” em várias mensagens. Os três foram apresentados à Polícia Civil que deverá investigar o envolvimento em diferentes crimes.
 
(Fonte: Jornal In Foco-reportagem Stephanny Sousa)

A Divisão de Homicídio da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas investiga o assassinato do colono identificado apenas como Zé da Velha, morto com dois tiros de revolver calibre 38. O crime aconteceu por volta das 07h: 30 de segunda-feira (23), na comunidade rural Barra do Cedro, Palmares II, aproximadamente 37 quilômetros do centro de Parauapebas.

De acordo com informações, que estão sendo investigadas pela polícia, a vítima que residia a três quilômetros do local onde foi assassinado, havia chegado com um litro de cachaça e antes

Ainda segundo informações, no local havia outras duas pessoas, as mesmas teriam saído do local para olhar uma caeira, minutos depois teriam ouvido dois disparos de arma de fogo, no mesmo instante retornaram para o local e presenciaram o suposto assassino ainda com a arma em punho. “Afasta, afasta não encosta ninguém!”, teria dito o homicida, que deixou o local em seguida.

 Até o fechamento desta matéria a polícia ainda não tinha informações sobre o paradeiro do assassino. A Divisão de Homicídios coloca à disposição o número 181 do disk denúncia para que o cidadão de bem, possa auxiliar a polícia judiciária a prender o assassino.

Vale ressaltar que naquela mesma localidade, no dia 25 do mês de Junho, o braçal Adriano Anjos da Silva, de 32 anos de idade, também foi morto a tiros e ainda teve a orelha decepada e levada pelo autor do crime.  

(Reportagem Caetano Silva)

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016