On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Os pavilhões 4 e 5 do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), no município de Santa Izabel, no nordeste paraense, passam por uma minuciosa inspeção nesta quinta-feira (27), com o objetivo de apreender armas, aparelhos de telefonia móvel, drogas e outros materiais ilícitos ou proibidos.

A ação faz parte da "Operação Varredura", que vem sendo realizada em vários estados, autorizando o emprego das Forças Armadas, além da participação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil e Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe).

No Centro de Recuperação, a contenção dos cerca de 500 detentos dos dois pavilhões será feita por policiais do Comando de Missões Especiais, que farão a primeira incursão, para abrir eclusas e celas, com o apoio de agentes da Susipe na revista individual.

Os presos serão levados para o solário, onde permanecerão até o término da varredura executada pelas tropas de Exército. Para a inspeção serão utilizados detectores de metais, scanners e cães farejadores.

Objetos apreendidos serão entregues à Segup ao final da operação. (Foto: reprodução/Twitter)

 

Cerca de 70 viaturas das Forças Armadas foram destinadas à área da operação. A inspeção no interior do presídio será executada por cerca de 400 militares do Exército, dividido em 12 equipes.

O Comando de Missões Especiais da Polícia Militar escalou 167 militares da Polícia Montada, Batalhão de Choque, Rotam, Companhia Independente de Policiamento com Cãs, Batalhão de Policiamento Penitenciário e Companhia Independente de Operações Especiais.

 

(DOL)

Após visitas da Secretária Municipal de Obras e reunião do Prefeito Darci Lermen com representantes comunitários da Associação Central dos Moradores dos Bairros Jardim Ipiranga e Tropical 1 e 2, nesta quarta-feira, 26, uma visita institucional foi realizada pelo senhor Josemir Santos, Ouvidor Municipal, reafirmar pautas e reivindicações dos moradores e o compromisso do Governo Municipal as nossas comunidades. 

O Representante do Governo Municipal informou que a partir do dia 8 de agosto as máquinas e trabalhadores da Secretaria Municipal de Obras e da Secretaria Municipal de Urbanismo já estarão atuando nas comunidades para a operação tapa buracos, recuperação asfáltica e serviços de limpezas nos bairros Jardim Ipiranga Tropical 1 e 2. 

Girlan Pereira, presidente da Associação Central dos Bairros, se mostrou satisfeito com as conquistas que estão sendo alcançadas. “Esse é o resultado da última reunião que tivemos com a prefeitura, e estamos vendo na prática o compromisso do governo em executar esses serviços para a nossa comunidade”, declarou o líder comunitário.

 

Da: Redação

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou, em petição ao juiz Sergio Moro na quarta-feira (26), que não concorda com a realização de um interrogatório do petista por videoconferência. A sugestão havia sido feita na semana passada pelo juiz, que pediu manifestação da defesa sobre a possibilidade.
Moro marcou um novo interrogatório do petista para o dia 13 de setembro, numa ação que investiga se Lula se beneficiou de R$ 12 milhões em vantagens indevidas, na compra de um terreno que seria destinado ao Instituto Lula pela empreiteira Odebrecht.
Na ocasião, Moro disse que o interrogatório anterior de Lula em Curitiba, em maio, gerou "gastos necessários, mas indesejáveis de recursos públicos".
Foram R$ 110 mil em despesas com um esquema de segurança, montado pela Polícia Militar do Paraná.
Os advogados de Lula, Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins, argumentaram que a lei assegura ao acusado o direito de ser interrogado presencialmente pelo juiz, e que a realização de videoconferência é "excepcional".
"Nenhuma alegação de "gastos desnecessários" se mostra juridicamente válida para alterar a regra do interrogatório presencial estabelecida na lei", afirmaram os defensores.
Segundo eles, o aparato de segurança só foi montado anteriormente por determinação de Moro. Os advogados destacam que Lula prestou outros depoimentos em São Paulo, Brasília e São Bernardo do Campo, sem qualquer intercorrência.
Cabe ao juiz, agora, definir se fará o interrogatório pessoalmente ou por videoconferência.
O interrogatório é mais uma etapa do processo penal, quando o réu se manifesta sobre as acusações contra si.
Esta é uma das cinco ações a que o ex-presidente responde na Justiça. Há duas semanas, ele foi condenado por Moro sob acusação de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex do Guarujá (SP).
As outras três ações correm na Justiça Federal em Brasília, resultados das operações Lava Jato, Zelotes e Janus.
Na primeira delas, Lula é acusado de obstrução de Justiça durante a delação premiada de Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras.
Na segunda ação, oriunda da Operação Janus, é suspeito de favorecer a Odebrecht em contratos em Angola, financiados pelo BNDES.
E na terceira ação, o petista é acusado de participação em esquema investigado pela Operação Zelotes, sob suspeita de tráfico de influência, lavagem e organização criminosa. A defesa nega qualquer envolvimento do ex-presidente em qualquer um dos processos.

 

Fonte: FolhaPress

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), preso no Paraná desde outubro do ano passado, enfrenta dificuldades para avançar na negociação de um acordo de delação premiada com a Procuradoria-Geral da República.
Segundo envolvidos nas tratativas, os investigadores insistem para que ele entregue supostos fatos ilícitos envolvendo aliados, como os deputados do centrão -bloco político que ajudou Cunha a se eleger presidente da Câmara em 2015 e que foi determinante para o impeachment de Dilma Rousseff.
Além disso, querem que ele apresente informações sobre conta ou um trust em paraíso fiscal que possa ter ligação direta com o presidente Michel Temer. Até o momento, porém, pessoas ligadas ao ex-deputado afirmam que ele não cedeu em relação a aliados e que não tem dados de conta que leve a Temer.
Desde que começou a negociar um acordo, há cerca de dois meses, Cunha vem focando em temas espinhosos para seis inimigos e tenta reduzir danos em relação a quem o apoiou. Segundo a reportagem apurou, ele descreve um sistema piramidal em que Temer aparece no topo, como o chefe da organização. Abaixo, estariam o próprio Cunha e o secretário-geral da Presidência, Moreira Franco.
O presidente também está entre os atores, segundo a versão de Cunha, que trabalharam a favor de empresas na Medida Provisória dos Portos, que eliminou em 2013 a vantagem de importadores que usavam portos em Estados que concediam benefício fiscal, como Espírito Santo, Santa Catarina e Ceará.
OAS
Entre a série de fatos envolvendo supostos pagamentos de propina a Moreira Franco está a atuação dele em favor da OAS na área de concessões de aeroportos quando foi ministro da Secretaria de Aviação Civil, de 2013 a 2015.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), aparece no relato de Cunha como beneficiário de recursos ilícitos para trabalhar na aprovação de uma medida provisória para atender empresas. Segundo a investigação da Polícia Federal, Maia apresentou emenda à MP 652, que contemplava os interesses da OAS em aeroportos.
Conversas extraídas do celular de Léo Pinheiro, sócio da empresa, mostram que Maia teria avisado o empreiteiro da edição de uma medida provisória sobre o setor.
Delatores que entregaram informações sobre Cunha se tornaram alvos do político na proposta de delação, como o lobista e ex-consultor da Toyo Setal Júlio Camargo. Em junho de 2015, segundo Camargo, Cunha o pressionou a pagar a ele US$ 5 milhões de propina para que um contrato de navios-sonda da Petrobras fosse viabilizado.
ATENÇÃO ESPECIAL
Sobre a J&F, que detalhou pagamentos de propina a Cunha, inclusive após ele ser preso, o peemedebista tem dedicado atenção especial. Ele quer mostrar que Joesley Batista, delator e sócio do grupo, mentiu em diversas situações. Uma delas, segundo pessoas ligadas ao político, seria sobre o pagamento de R$ 30 milhões para a campanha que o elegeu presidente da Câmara. Joesley relatou que o dinheiro, usado para comprar apoio de deputados, foi repassado por meio de doação oficial, em espécie e por meio de pagamentos com notas frias.
Cunha, porém, contesta a versão e pretende relatar que os recursos foram repassados diretamente da J&F para os políticos por meio de um operador.
Outra empresa que aparece no cardápio é a Hypermarcas. Ela teria pago, segundo o ex-deputado, propina para políticos atuarem em medidas provisórias que a favoreceram.
OUTRO LADO
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que tenha recebido vantagens indevidas relatadas pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
Disse ainda que nunca tratou com ele de doações ou medidas provisórias e que "Cunha não pode utilizar uma delação simplesmente para atacar as pessoas".
O Planalto não quis se manifestar sobre as citações envolvendo o presidente Michel Temer. A assessoria do secretário-geral Moreira Franco informou que "ele não se posiciona sobre suposições".
O advogado de Júlio Camargo, Figueiredo Basto, disse que não conhece a delação de Cunha e que não falará sobre "boatos".
A J&F disse, via assessoria, que os colaboradores da empresa já apresentaram informações e documentos à Procuradoria-Geral da República e continuam à disposição para cooperar com a Justiça.
A Hypermarcas afirmou que não se beneficiou de quaisquer atos praticados pelo delator e ex-funcionário da empresa Nelson Mello.
Disse também que ele "autorizou, por iniciativa própria, despesas sem as devidas comprovações das prestações de serviços".

 

Fonte: FolhaPress

Foi prorrogada a data limite para saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) nos casos em que o beneficiário comprovar a impossibilidade de comparecimento nas agências da Caixa Econômica. O prazo para saque termina na próxima segunda-feira (31). Mas, para quem não puder fazer o saque, terá até 31 de dezembro de 2018 para fazê-lo.

“Nos casos de comprovada impossibilidade de comparecimento pessoal do titular da conta vinculada do FGTS para solicitação de movimentação de valores, o cronograma de atendimento […] não poderá exceder a data de 31 de dezembro de 2018, conforme estabelecido pelo Agente Operador do FGTS”, diz o decreto assinado na noite de hoje (26) pelo presidente. O documento, entretanto, não detalha quais casos serão considerados impedimentos e quais serão os critérios de comprovação.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o montante pago até o dia 19 de julho equivalia a 98,33% do total inicialmente disponível para saque (R$ 43,6 bilhões). O número de trabalhadores que sacaram os recursos das contas do FGTS representa 83,73% das 30,2 milhões de pessoas inicialmente beneficiadas pela medida.

Nesta etapa do calendário de pagamentos, o saque está liberado para todos os trabalhadores que têm direito ao benefício, não importa a data de nascimento. Pode fazer o saque quem teve contrato de trabalho encerrado sem justa causa até 31 de dezembro de 2015. Os trabalhadores podem consultar o saldo a receber na página da Caixa. Outra opção é o Serviço de Atendimento ao Cliente pelo 0800 726 2017.

 

(Agência Brasil)

Amanhã (28) é o último dia para as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), referente ao segundo semestre de 2017. Elas podem ser feitas pela internet.

No total, 75 mil novas vagas estão disponíveis aos estudantes que buscam financiamento em instituições privadas de educação superior. Podem se inscrever aqueles que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média das notas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero. O candidato também precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos.

Os estudantes pré-selecionados deverão concluir a inscrição pelo Sistema Informatizado do Fies (SisFies), entre 1º de agosto e 8 de setembro.

 

(Agência Brasil)

 

Com um empate por 1 a 1 diante do Cruzeiro, o Palmeiras acabou eliminado nas quartas de final da Copa do Brasil durante a noite desta quarta-feira, no Mineirão. Ainda assim, o presidente Maurício Galiotte, de olho na Copa Libertadores, considera o time no caminho certo.

Após um jogo morno durante o primeiro tempo, o Palmeiras chegou a sair na frente durante a etapa complementar com um gol marcado pelo atacante Keno, resultado que seria suficiente para avançar. O Cruzeiro, por meio de Diogo Barbosa, conseguiu empatar e, beneficiando pelo placar de 3 a 3 em São Paulo, avançou.

“Acho que o time se comportou de maneira valente e honrou a camisa. Não conseguimos a classificação por alguns minutos, mas o trabalho é o mesmo e confiamos no grupo. Temos convicção que estamos no caminho certo e vamos seguir trabalhando da mesma maneira”, avisou ao Sportv Maurício Galiotte, de volta após um período de licença do Palmeiras.

Às 21h45 (de Brasília) do próximo dia 9 de agosto, o clube alviverde decide uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores diante do Barcelona de Guayaquil, no Estádio Palestra Itália. Na primeira partida, disputada no Equador, o time da casa ganhou por 1 a 0, resultado que permite jogar por um empate em São Paulo.

“Temos a Libertadores, que é o nosso grande objetivo, temos o Brasileiro”, afirmou Galiotte. “Realmente, desejamos muito a Libertadores e vamos fazer o máximo possível para conseguir. Temos outros compromissos e vamos trabalhar cada vez mais”, afirmou.

Com um elenco estelar, o Palmeiras amargou na noite desta quarta-feira sua segunda decepção na temporada, já que também caiu de maneira precoce no Campeonato Paulista. Ao falar sobre o assunto, Galiotte salientou que valores não garantem sucesso.

“Investimento, todos os clubes fizeram. Temos condições de fazer e também fizemos. Mas não vamos ganhar sempre, não vamos ganhar todas. Acreditamos que o elenco é bastante competitivo. Temos convicção no trabalho e vamos dar continuidade”, completou.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

No início da tarde desta quarta-feira, dia 26, a vice-prefeita de Curionópolis, Quélia Regina Pereira Rosa, 46, protocolou na Presidência da Câmara Municipal do município uma Carta-Renúncia do cargo.

Em entrevista ao Portal Correio de Carajás há poucos minutos, ela revelou que nos poucos dias em que ficou no cargo de prefeita, reuniu farta documentação e a entregou ao Ministério Público Estadual, que investiga o prefeito Adonei Aguiar, suspeito de cometer diversas irregularidades nas licitações realizadas pelo município nos primeiros meses deste ano.

Na entrevista por telefone, Quélia Regina, que é natural de Itapaci-GO, disse que está decepcionada com a vida pública e que entrou para a política com a intenção de ajudar pessoas necessitadas, mas não conseguiu.

Depois que Adonei retornou ao cargo, demitiu várias pessoas que estavam no governo por indicação de sua vice.

Quélia contou que depois que assumiu a Prefeitura não tinha como fazer nada porque precisa dar legalidade a todos os atos. “Parei tudo para fazer as coisas dentro da lei. Para fazer o correto demora e não tive tempo”, disse.

Ela disse que sua decisão de “abandonar o barco” foi tomada em conjunto com o esposo Wesley. Os dois chegaram à conclusão que não dava mais. Não tenho nada contra a pessoa do prefeito pessoalmente, mas no pouco tempo que convivemos a relação ficou desgastada. Eu não estava me sentindo útil”, alega.

Quélia informou que depois de abandonar a vida pública pretende focar seus esforços no trabalho da Agropecuária que mantém com o marido.

Com sua renúncia, quem passa a ocupar o papel de vice-prefeito de Curionópolis é o presidente da Câmara, Francisco Aderbal de Oliveira (DEM), que assumirá o cargo toda vez que Adonei se ausentar do município.

Fonte: Correio de Carajás

O corte federal de verbas para as universidades públicas do país compromete o andamento de pesquisas científicas em todas as áreas do conhecimento no Estado do Pará. Pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) já sentem os prejuízos para o desenvolvimento da ciência na região amazônica que, segundo eles, historicamente sempre foi menos favorecida.

Desde 2013, o corte federal para pesquisa no Brasil foi de 44%. Os bolsistas de Biologia da UFPA, por exemplo, precisam ficar todos reunidos no prédio de um dos programas de pós-graduação, porque não há material para trabalhares no laboratório. Sem recursos no espaço, fica difícil tocar as pesquisas na prática já que itens básicos, como luvas e máscara, estão em falta.

Os sequenciadores, que ajudam na realização do exame de DNA, está quebrado há três anos. A situação frustra a pesquisadora Bárbara Brasil, que está no último ano do doutorado em Biologia. “Cada ano que passa as dificuldades aumentam por causa dos cortes nas verbas”, diz.

Arthur Silva, coordenador do programa de pós-graduação em Genética, recorda do período em que os repasses dos Ministérios da Educação e de Ciência e Tecnologia passavam de um R$ 1 milhão por ano. “Esse volume não ocorre nos últimos quatro anos. Observamos uma decadência ano a ano até chegar em 2017 com zero de investimentos”, lamenta.

 

Problemas no repasse

 

A situação é difícil nos 12 campi da UFPA em todo o estado. O orçamento começou a ficar apertado no final de 2014 por causa da crise, mas, além do orçamento reduzido, agora o governo está atrasando os repasses.

Este ano foram transferidos apenas R$ 12 dos R$ 31 milhões de recursos de capital para compra de equipamentos e realização de obras, ou seja, 40% de um orçamento já reduzido. Em 2014 a verba era de 62 milhões de reais. 

Já a verba de custeio, que inclui limpeza, segurança e manutenção, caiu 20%. Apenas parte desse recurso, R$ 90 milhões, foi liberado. “Todos os dias temos de selecionar as coisas mais emergenciais e as demais ficam aguardando a disponibilidade de recursos. Nós priorizamos as bolsas para os alunos e as despesas básicas com iluminação, limpeza e segurança”, explica Emmanuel Tourinho, reitor da UFPA, que tem 40 mil alunos de graduação e oito mil de pós-graduação.

Os cortes nos gastos também afetaram instituições como o Instituto Federal do Pará (IFPA). No campus Altamira, o orçamento foi reduzido para menos da metade do previsto para este ano. Atualmente 550 alunos estudam no campus e o planejamento é que esse número dobre no próximo ano, mas a diretoria não sabe como vai manter a instituição depois do anúncio de cortes, explica o diretor do campus Yulle Gustavo.

“Quem acaba pagando a conta disso é a população, que passa a contar com menor número de pesquisadores por número de habitantes, pessoas que ajudam a melhorar a pesquisa e o ensino”, avalia Arthur Silva.

 

Brasil

 

Com o corte, as verbas para pesquisa no Brasil foram de R$ 15,6 bilhões para R$ 8,7 bilhões. Segundo o diretor da Academia Brasileira de Ciências Luiz Davidovich, a situação na área da pesquisa brasileira é de calamidade. “Vários laboratórios do Brasil estão tendo de interromper as suas atividades”, diz. “Nós fomos esquartejados”, avalia a representante da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Helena Nader.

 

Fonte: G1

Segundo as informações da Polícia Militar de Pacajá, um dos principais suspeitos de ter assassinado o prefeito de Tucuruí, Jones William, acaba de ser preso. Conhecido como Paulista, o indivíduo foi detido na tarde de hoje, por volta das 14h30, a uma distância de aproximadamente 160 quilômetros do local onde o crime aconteceu.

A prisão do suspeito foi realizada através de denúncia anônima, informando que Paulista havia se envolvido em uma briga, com uma garota de programa, e no meio da confusão teria assumido a autoria do assassinato do prefeito de Tucuruí. 

Ainda não há nenhuma confirmação da participação de Paulista no homicídio, mas mesmo assim ele está detido na delegacia de Polícia Civil de Pacajá, para ser interrogado pelo superintendente da Polícia Civil, que está indo de Belém especialmente para investigar esse crime.

 

Fonte: Zé Dudu

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/pmpquimadagk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/CADU.gk-is-100jpeglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/FAMAPPPPgk-is-100.pnglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/rauza.gk-is-100jpeglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016