Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Pelo menos cinco medidas anunciadas ontem (16) para conter o coronavírus e reduzir o impacto da Covid-19 sobre a economia dependem de aprovação do Congresso Nacional. Ao todo, essas ações englobam R$ 61,3 bilhões do total de R$ 147,3 bilhões do pacote emergencial.

O adiamento por três meses do prazo de pagamento das contribuições dos empresários ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que envolve R$ 30 bilhões, exigirá projeto de lei ou medida provisória, assim como a transferência de R$ 21,5 bilhões do saldo não sacado dos Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) para o FGTS.

A destinação de recursos para incluir mais de 1 milhão de pessoas no Bolsa Família, que consumirá R$ 3,1 bilhões, exige um projeto de lei a ser debatido pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) e que precisa ser aprovado em sessão conjunta do Congresso, por envolver mudanças no Orçamento.

Também exigem projeto de lei a destinação de R$ 4,5 bilhões do saldo do seguro obrigatório (DPVAT) para o Sistema Único de Saúde (SUS) e a redução pela metade nas contribuições ao Sistema S por três meses, que liberará R$ 2,2 bilhões na economia.

Atos internos

A equipe econômica não soube informar se a simplificação das exigências e de documentação para a renegociação de crédito necessita de projeto de lei. As demais medidas exigem atos internos do Poder Executivo.

A antecipação da segunda parcela do décimo terceiro de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), que liberará R$ 30 bilhões em maio, e a antecipação do abono salarial para junho (R$ 12,8 bilhões) exigem decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro. As desonerações temporárias de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos ligados ao enfrentamento da pandemia também dependem de decreto presidencial.

O adiamento das parcelas do Simples Nacional correspondentes à União por três meses, que terá impacto de R$ 22,2 bilhões, exige resolução do Comitê Gestor do Simples Nacional. O reforço de R$ 5 bilhões de crédito do Programa de Geração de Renda (Proger) depende de decisão do Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador.

A redução a zero de alíquotas de importação para uso médico-hospitalar até o fim do ano precisa de resolução da Câmara de Comércio Exterior (Camex). Por envolver simplificação nas alfândegas, a facilitação do desembaraço de insumos e matérias primas industriais exige apenas instrução normativa da Receita Federal.

 

Fonte: Agência Brasil

A campanha Março Azul Marinho, realizada anualmente, alerta a população sobre a importância da prevenção do câncer colorretal, tipo que abrange os tumores com início no intestino grosso, especificamente nas regiões chamadas de cólon, reto e ânus. O mês de março foi escolhido para as campanhas de prevenção do câncer colorretal porque o dia 27 é o Dia Nacional de Combate ao Câncer de Intestino.

O Instituto Nacional da Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), vinculado ao Ministério da Saúde, prevê para este ano no Brasil o aparecimento de 20.520 novos casos desse tipo de câncer em homens e 20.470 em mulheres. No país, é o segundo tipo da doença mais comum em homens e mulheres, com exceção do câncer de pele não melanoma. O primeiro tipo, nos homens, é o de próstata e, nas mulheres, o de mama. Em nível mundial, o cirurgião Marcus Valadão, do Inca, especialista em câncer colorretal, informou que esse tipo da doença é o terceiro com incidência alta em homens, depois dos de próstata e pulmão, e o segundo em mulheres, após o de mama.

Embora, em termos globais, a idade igual ou acima de 50 anos seja considerada um fator de risco, pesquisa recente feita nos Estados Unidos mostrou aumento da incidência do câncer colorretal em pessoas mais jovens nos últimos anos. Isso levou a Sociedade Americana de Câncer (American Cancer Society) a propor um rastreamento mais precoce do que se recomendava antes, que era a partir de 50 anos, passando para 45. Valadão informou que no Brasil não existe um programa de rastreamento nos moldes americanos ou europeus.

Doença silenciosa

O câncer colorretal é considerado uma doença silenciosa porque, na maioria das vezes, não apresenta sintomas em seu estágio inicial. “O ideal é, a partir dos 50 anos, fazer alguma forma de rastreamento, que pode ser pesquisa nas fezes. Se der positivo, a recomendação é fazer uma colonoscopia”. Marcus Valadão afirmou que fora dessa questão de rastreamento, a prevenção primária inclui medidas para diminuir o risco de desenvolver a doença.

Essas medidas incluem dieta rica em fibras, com frutas, verduras e legumes; dieta pobre em carnes vermelhas e gordura animal; e exercícios físicos. “Há vários trabalhos mostrando que o sedentarismo aumenta a chance do câncer colorretal, e o exercício físico protege. Ou seja, pacientes que fazem exercício físico e que tiveram câncer têm menos chance de ter outros cânceres ou recidiva do mesmo tumor”. O aumento de peso também é um fator de risco para o câncer colorretal, do mesmo modo que o álcool e o tabagismo são fatores relacionados.

Os principais sintomas do câncer colorretal são sangramento nas fezes, alteração do ritmo intestinal, dor ou desconforto abdominal, tumoração abdominal, perda de peso sem causa aparente, entre outros.

Percentual de cura

Marcus Valadão afirmou que quando diagnosticado precocemente, o câncer colorretal tem entre 90% e 95% de chance de cura. “A grande maioria vai ficar curada, quando diagnosticada na fase inicial”. Nos casos mais avançados, a chance diminui. “Mas, como a gente tem uma evolução no tratamento, na cirurgia, na terapia, mesmo em uma doença avançada a gente tem uma sobrevida razoável, comparado com outros tipos de tumores”. Nos casos metastáticos, em que é possível o tratamento, a estimativa varia entre 50% e 60% de sobrevida em cinco anos. Para pacientes que fazem tratamento paliativo, a sobrevida fica em torno de dois ou três anos.

O câncer colorretal é o mais frequente tumor do aparelho digestivo. “No abdome, é o mais frequente, o que a gente mais opera (no Inca)”, disse o cirurgião.

Histórico familiar

O histórico familiar é também um fator de risco para o câncer gastrointestinal, lembrou Valadão. “É importante saber o histórico familiar, porque algumas síndromes hereditárias aumentam as chances de ter câncer colorretal”. Segundo o médico do Inca, 15% do câncer colorretal são hereditários. “Ou seja, a pessoa já nasce com uma alteração genética herdada dos pais ou parentes que predispõe ao câncer colorretal. Então, as pessoas com essas síndromes vão ter o câncer colorretal muito mais jovens do que a população normal, com 30 anos ou 40 anos de idade”. Sabendo desse histórico familiar, os médicos podem atuar e fazer o exame de rastreamento nas pessoas na fase mais jovem e, dessa forma, prevenir o aparecimento do tumor.

O cirurgião esclareceu, por outro lado, que o sangramento retal está presente também nas hemorroidas (veias ao redor do ânus ou do reto que se inflamam ou dilatam), o que, às vezes, é confundido com câncer. “O sangramento retal é um sintoma que deve ser investigado para afastar que seja realmente um câncer que esteja dando aquele sintoma”. Para saber se além de uma doença hemorroidária há risco de um problema mais grave, a recomendação é que seja feito um exame médico, que envolve exame físico, seguido de endoscópico, que vai detalhar se se trata só de uma doença hemorroidária ou se há um câncer associado.

Marcus Valadão revelou que a incidência de doença hemorroidária é alta na população brasileira. “Acima de 50%, a partir dos 50 ou 60 anos de idade. A maioria dos brasileiros vai ter doença hemorroidária. Mas, na presença de sangramento, é importante essa investigação. Sem a colonoscopia, não dá para afirmar isso”.

Ação concentrada

O coordenador da Comissão de Ações Sociais da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (Sobed), Marcelo Averbach, informou à Agência Brasil que, este ano, a entidade decidiu mudar o enfoque da campanha de rastreamento do câncer colorretal porque os mutirões que vinham sendo feitos até então se mostraram pouco efetivos, “com uma relação custo/benefício pouco operante”.

Em conjunto com o Ministério da Saúde, a Sobed está montando uma campanha nacional de rastreamento de câncer colorretal. “A gente está tentando configurar um programa nacional de rastreamento de câncer colorretal”, afirmou Averbach. A Sobed já participou de duas reuniões com esse objetivo, com o ministro da Sa[úde, Luiz Henrique Mandetta.

Paralelamente, a instituição promove ações pontuais com o mesmo objetivo. Este ano, a ação será concentrada no município de Piranhas (AL), onde os médicos filiados à Sobed pretendem rastrear cerca de 2,5 mil pessoas na faixa etária entre 50 e 70 anos de idade. A data para início do rastreamento ainda não foi definida. “Estamos ainda em processo de montagem, porque a gente depende de parcerias com empresas e essa é uma atividade muito onerosa. Estamos ainda em esquema de planejamento”, disse o coordenador da Comissão de Ações Sociais da Sobed.

Procurado pela Agência Brasil, o Ministério da Saúde informou que o assunto referente ao câncer colorretal é competência do Inca.

A Sociedade Brasileira de Coloproctologia (SBCP) disse que, tradicionalmente, divulga as ações de prevenção do câncer colorretal no mês de setembro, que ficou conhecido como Setembro Verde.

 

Fonte: Agência Brasil

Nem o tempo chuvoso impediu a pequena Ana Catarina, de 9 anos, de levantar cedo, vestir a camisa de sua equipe, calçar o tênis e pegar sua bicicleta para participar do passeio ciclístico realizado na manhã desse domingo, 15. “Achei o passeio muito legal. É a segunda vez que participo. Acordei cinco da manhã, muito alegre e nem a chuva impediu a gente de vir”, disse Ana, ainda empolgada e cheia de gás, mesmo após completar o percurso da Praça de Eventos até o Ginásio Poliesportivo.

A campanha solidária de arrecadação de latas de leite para famílias com crianças vivendo com o HIV/AIDS marcou a realização do passeio que faz parte da programação do 30º Encontro da Mulher de Parauapebas. Foram mais de mil latas arrecadadas, transformando o evento em sucesso total. Por causa do tempo chuvoso e preocupadas com a saúde de quem pedalava, as líderes decidiram encerrar oficialmente a prova apenas com a contagem do número de participantes de cada equipe.

No entanto, com base no ditado de que “quem entra na chuva é pra se molhar”, algumas mulheres optaram por manter o ritmo das pedaladas e continuar o passeio. Foi uma verdadeira festa na chuva.

A manicure Rosilene Barbosa e a dona de casa Edinete Soares estavam animadas por participarem dessa tarefa pela primeira vez. “Isso valoriza nossa classe feminina. Foi ótimo, amei esse passeio e vou repetir”, anunciou Edinete. “É a primeira vez e estou amando. Sempre que tiver vou ter que me inscrever para estar aqui”, comentou Rosilene.

“Deixamos todas à vontade para decidirem. Elas tomaram a decisão de participar do passeio e foi uma maravilha. Nesse momento, elas não olham a disputa. Estão todas unidas em um propósito que é em defesa das mulheres. Nossas líderes estão de parabéns com nossa mulherada. É mais uma missão cumprida nos 30 anos do Encontro da Mulher de Parauapebas”, disse a secretária municipal Mulher (Semmu), Angela Silva.

Desenvolvimento Mineral – Ênfase no Empreendedorismo Feminino, Atualização do Serviço Geológico do Brasil em Carajás e Consórcio Regional dos Municípios Mineradores foram alguns dos temas abordados nas palestras durante a II edição do Congresso de Mineração da Região de Carajás (Concarajás), realizado pela Prefeitura de Parauapebas. O evento realizado neste final de semana, no auditório do Instituto Federal do Pará (IFPA), teve como tema “Mineração ao Alcance de Todos”.

Estudantes, profissionais da mineração, representantes de empresas, garimpeiros, proprietários de terras e demais interessados no assunto prestigiaram o evento. “Fui convidado e estou aqui porque quero aprender o que realmente é mineração. Acho importante porque é um evento para o pequeno e grande minerador”, disse o proprietário de terras, Ilton Nunes.

O secretário municipal de Mineração de Mineração Energia Ciência e Tecnologia (Semmect), Flavio Veras, destacou o objetivo do congresso. “Parauapebas é um dos municípios mais importantes do Brasil na questão da mineração. Maior parte da economia da nossa cidade vem desse setor. A pequena mineração está em destaque e é importante informar, debater e discutir junto com a população os rumos da mineração em nosso município. Proporcionar uma mineração de fato ao alcance de todos”, disse ele.

O secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), Carlos Ledo, também esteve presente.  “É muito importante estarmos aqui no sudeste do Pará prestigiando esse evento, tendo em vista que, hoje, Carajás é uma das maiores províncias de mineração do País. Parabenizamos a prefeitura pela realização do evento e esperamos que a população aproveite e os participantes deem o melhor de si para que a mineração da região de Carajás seja muito divulgada no resto do Estado e do País”.

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

 

O Ginásio Poliesportivo ficou pequeno para tamanha empolgação dos alunos durante a abertura da 22ª edição do maior evento esportivo estudantil do município - os Jogos Interescolares de Parauapebas (Jips). A novidade este ano serão os Jips Mirim, que envolvem crianças dos 1º e 2º ciclos da educação infantil. A cerimônia ocorreu na manhã do sábado, 14, com representantes dos 800 estudantes de escolas municipais, estaduais e particulares que participarão das competições.

Seguindo a temática “Jogos escolares: competências socioemocionais em movimento”, os alunos vão movimentar as quadras das escolas nas disputas das modalidades de futsal, handebol, basquetebol, voleibol, xadrez e tênis de mesa, nas categorias A (12 a 14 anos) e B (15 a 17 anos).

Os alunos Marcelo Henrique, da Escola Luiz Magno, e Heloíse Queiroz, da escola Evolução, estão contentes em participar dos jogos. “Acho muito importante a oportunidade que eles deram pra gente saber mais sobre o esporte”, disse o Marcelo, que vai competir pelo xadrez. “Acho muito bom integrar as crianças no esporte, pra elas aprenderem. Acho muito divertido jogar, espero me divertir muito e que minha escola ganhe”, declarou Heloíse, que vai jogar handebol.

“Com certeza, esses jogos ficarão marcados para o resto da vida dessas crianças e adolescentes. A contribuição para as práticas de esporte é importante. O governo dá essa oportunidade para todas as modalidades e faixas etárias e, com certeza, com essa criançada não poderia ser diferente”, disse o secretário de Esporte e Lazer, Laoreci Diniz. O chefe de gabinete, José Alves, representou o prefeito Darci Lermen na cerimônia.

O secretário de Educação, Luiz Vieira, destacou a importância do resgate da categoria mirim na competição. “Porque essa é a base de tudo, onde tudo começa. Se a gente garante uma boa educação para as crianças nessa faixa etária, o futuro do nosso município está garantido. Educação também é isso: esporte, cultura, lazer. O governo entende a importância do trabalho integrado entre as secretarias para que nossa educação seja completa e de qualidade”, ressaltou ele.

A Guarda Municipal de Parauapebas segue com suas atividades pela cultura de paz nas escolas. Na última sexta-feira, dia 13, a GMP, por meio de seu Grupamento Comunitário Escolar (GCE) e o Grupamento de Ações com Cães (GAC), realizou mais uma ação de prevenção da criminalidade e da violência. Dessa vez, a instituição contemplada foi a escola municipal União do Povo, na vila de Terra Roxa, comunidade que fica na região do Contestado, distante 80 quilômetros de Parauapebas.

Alunos e familiares, professores, funcionários e gestão escolar receberam palestras com os temas “Guarda Municipal no Enfrentamento das Diversas Faces da Violência contra a Mulher” e “Violência Escolar: construindo o diálogo na escola”.

“Em uma faixa de boas-vindas estavam escritos os princípios mínimos de atuação das guardas municipais, que são a preservação da vida, redução do sofrimento e diminuição das perdas, e estão previstos na Lei Federal nº 13.022/2014, que é o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Isso mostra que as comunidades vêm buscando conhecer de fato nossa instituição”, diz Valterlan Silva, coordenador do GCE.

O guarda municipal destaca, ainda, que cada vez mais a GMP tem conquistado a “confiança e a credibilidade da população, por meio dos serviços diferenciados de segurança pública, no trato adequado com a população parauapebense”.

Há três anos, o GCE tem desenvolvido ações nas escolas municipais e estaduais das zonas urbana e rural, por meio da Operação Volta às Aulas. E, este ano, implantou também o projeto “Por uma Cultura de Paz nas Escolas” que, em 12 dias de operação no mês de fevereiro, alcançou 13 mil pessoas entre alunos, pais, professores e demais servidores da educação.

Serviço:

Se precisar de ajuda, o cidadão pode acionar a Guarda Municipal pelos números: (94) 3346-2182 / 3346-7510 / 3346-2250.

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo. E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo. Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva. E se faço chover com dois riscos tenho um guarda-chuva”. A letra da música “Aquarela”, do compositor Toquinho, retrata com perfeição as experiências que as crianças da rede pública de ensino vivenciaram nos dois últimos meses, enquanto produziam pinturas, desenhos e poesias com a mente voltada para o futuro.

Os mais de 40 mil alunos da rede municipal de ensino de Parauapebas tiveram a oportunidade de mostrar todo seu talento artístico e cultural por meio de participação no concurso “Minha Obra na Capa do Caderno”, com o tema “Projeto de vida: qual é o nosso destino?”, de iniciativa da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Os vencedores da edição deste ano foram: Sara Emanuely Pimentel Trindade, 5 anos, aluna do Infantil V, da Escola Maria Salete Ribeiro Moreno, categoria educação infantil (desenho); Gabrielle Silva Santos, 10 anos, aluna do 5º ano, Escola Terezinha de Jesus, categoria Fundamental I (desenho/frase); e João Paulo Pestana Silva, 11 anos, aluno do 6º ano, Escola João Prudêncio de Brito, categoria Fundamental II/EJA (poemas).

Para Madalena Carvalho, diretora da Escola Terezinha de Jesus, “é um privilégio” como gestora ter entre seus alunos uma das selecionadas. “Entre 80 escolas, ter uma ganhadora no concurso, na sua escola, nos traz uma alegria imensa e me deixa radiante”, confessou ela.

Gabrielle Silva, uma das ganhadoras, ficou surpresa com a vitória. “Eu fiquei muito feliz porque eu não imaginava que ia conseguir ganhar, mas temos que acreditar nos nossos sonhos. E eu quis mostrar isso no meu desenho”, contou a menina.

O projeto oportunizou experiências significativas que valorizaram os saberes construídos pelos alunos; estimularam a imaginação, a experimentação, os esboços e outros elementos que constituem o processo de criação. E contribuiu para formação cidadã dos estudantes por meio de reflexões e discussões do tema. Nada mais justo que valorizar e divulgar as produções, que serão estampadas na capa dos cadernos que compõem os kits escolares.

O professor Jerd Santiago, da Escola João Prudêncio de Brito, afirmou que foi muito gratificante o desafio de levar este concurso para as crianças, até porque o ano letivo está só começando. “Foi desafiador, mas conseguimos realizar com muita seriedade e conseguimos resultados maravilhosos”, assinalou Santiago.

Assessoria de Comunicação/ Ascom – PMP

Partido Socialismo e Liberdade, 50 – PSOL, apresentou oficialmente na manhã de domingo, 15, durante a conferência municipal, o nome que disputará as eleições 2020 para prefeito.

O PSol50 elegeu a nova diretoria

O ato reuniu lideranças comunitárias, artistas, políticos e demais populares para debater sobre políticas públicas para o desenvolvimento do município e fazer a eleição da sua nova diretoria, que elegeu o Dr. Rubens Moraes Júnior para comandar o diretório municipal.  

Militantes políticos, artistas e demais munícipes marcaram presença no evento

“É um momento de nos juntarmos de maneira suprapartidária para propor um novo modelo de gestão para essa cidade. São mais de três décadas de ineficiência com o uso dos recursos públicos que a cidade arrecada, se somarmos o montante desses 30 anos, teremos a clara percepção que nunca houve nenhum planejamento para o desenvolvimento de Parauapebas. O que vemos é uma cidade que sofre de mazelas nas áreas mais básicas, como saúde, educação, segurança e desenvolvimento. Temos bairros abandonados, famílias vivendo abaixo da linha da pobreza, enquanto arrecadação bate recordes a cada ano”, disse Dr. Rubens.

Dr. Rubens Moraes afirmou que irá disputar as eleições 2020

Durante a conferência o partido anunciou o seu representante como pré-candidato a disputa nas eleições 2020, o advogado e escritor Dr. Rubens Moraes Júnior. “Uma candidatura orgânica, construída pela coletividade e discutida com as camadas populares da cidade e do campo. Estamos propondo um novo jeito de fazer política, sem o clichê que a frase costuma ser usada. Faremos uma pré-campanha que será pautada na junção de ideias, propostas e soluções para nossa cidade, estamos abertos a discutir com todos os que queiram somar para a construção de um plano sustentável e real para o desenvolvimento dessa cidade, um plano que coloque as pessoas como objetivo principal, porque acreditamos que nossa maior riqueza, sem dúvida não é o minério, é o nosso povo.” Concluiu Rubens Moraes.

Da redação 

Preocupada com a circulação do novo coronavírus pelo mundo, a Secretaria Municipal de Educação leva orientação a rede pública de educação, a partir desta segunda-feira, 16, o haverá um “Dia D contra o coronavírus”, medidas focam na prevenção e seguem o plano apesar de baixa contingência do município de Canaã dos Carajás para a doença.

As escolas e centros municipais de Educação recebem recomendações por meio dos boletins informativos da Secretaria Municipal de Saúde, onde são orientadas a realizarem rodas de conversa com os alunos e intensificarem a higienização com os educandos e profissionais da Educação.

A orientações segue protocolos do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde que é lavar bem as mãos, evitar espirrar sem colocar o braço na frente, não compartilhar copos e outros utensílios pessoais são alguns dos cuidados. Se a criança apresentar febre ou dificuldade respiratória, a instituição deve orientar os pais a procurarem a unidade de saúde.

A Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação, também disponibilizará álcool em gel em todas as unidades de ensino, para que alunos e profissionais possam higienizar as mãos. A higienização constante das mãos é, reconhecidamente uma das formas mais eficazes de prevenir o contágio por vírus.

A Secretaria Estadual de Saúde do Pará notificou 23 casos suspeitos de Covid-19 até a última quinta-feira, 20 foram descartados e 03 permanecem em análise. Os casos descartados são 13 no município de Belém, 01 caso em Marabá, 03 em Ananindeua, 01 em Capanema, 01 em Tailândia, 01 em Magalhães Barata.

E está formada mais uma dupla para a corrida eleitoral de Canaã dos Carajás, Zé Batista e Agnaldo Costa. O anúncio foi feito na terça-feira, 13.

Zé Batista do Republicanos, pretende concorrer ao cargo de prefeito, ele já foi vereador em Parauapebas e contribuiu para a emancipação político-administrativa de Canaã dos Carajás.  Para a empreitada, Zé Batista trouxe para o seu lado, Agnaldo Costa do Partido Social Liberal (PSL), que vem como pré-candidato a vice-prefeito.

A dupla é oposição ao governo de Jeová Andrade e também ao grupo liderado por Jean Carlos. Agora os munícipes da cidade prometida tem mais uma opção de voto, mas até a candidatura oficial muita coisa pode mudar e outros nomes podem surgir.

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016