Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Representantes da multinacional brasileira Votorantim estiveram, nesta quinta-feira (19), na prefeitura de Canaã dos Carajás em reunião com o prefeito do município, Jeová Andrade. A visita de cortesia foi intermediada pela representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em Canaã, Telmissa Marques de Oliveira. Estiveram presentes o coordenador de sustentabilidade do projeto Alumina Rondon, Sérgio Augusto, além dos colaboradores Fábio Ferreira e Bernardo Caires, que atuam na área de meio ambiente na empresa. Todos eles atuam no projeto que deve ser implantado no município de Rondon do Pará. Participaram do encontro, ainda, o chefe de Gabinete da prefeitura, Edilson Valadares, e o secretário de Finanças, Agnaldo Pereira.

O objetivo do encontro foi trocar experiências com a prefeitura a respeito da implantação de um grande projeto mineral e os impactos sociais e ambientais para a comunidade. Canaã dos Carajás já abriga o projeto de extração mineral do Sossego, da mineradora Vale, e as obras de implantação do maior investimento da mesma empresa na história, o S11D, que vai extrair minério de ferro.

“Estamos à disposição da prefeitura para trocar experiências e a nossa ideia é aprender também”, destacou Sérgio Augusto, durante o encontro. Segundo ele, em Rondon, a expectativa é que a extração de bauxita, matéria prima do alumínio, comece em 2019. O investimento deve mudar a cara do município, a exemplo do que ocorreu em Canaã na última década.

O prefeito Jeová relatou a experiência vivida em Canaã e a necessidade do poder público se aproveitar do ciclo da mineração para criar condições de crescimento sustentável. “Temos que utilizar esses recursos que chegam e preparar as cidades para as futuras gerações”, destacou.

 

 

Por: Ascom / PMCC

 

No primeiro dia, quarta-feira, o evento contou com palestra, no modelo roda de conversa,

Sobre Parto Humanizado; Semiologia Obstétrica, detalhando exame físico, avaliação da

gestante deste a porta de entrada, o que é uma gestante de urgência ou de emergência, a que

precisa de um cuidado imediato e a que pode ser encaminhada à Unidade de Saúde; tivemos

atividades lúdicas, com fortalecimento de competência e motivação de equipe.

Na quinta-feira, exibição de vídeo aulas; dinâmica de troca de experiência; apresentação de

início de e fases clínica do trabalho de parto; apresentação de boas práticas na assistência ao

parto; concluindo com momentos práticos.

Com a participação de 74 técnicos de enfermagem do Hospital Municipal Teófilo Filho (HMP),

tendo como objetivo fazer um aprimoramento profissional em relação ao tema “parto

humanizado”, boas práticas na assistência ao parto, foi realizada na quarta (18) e quinta-feira

(19) a capacitação “Parto humanizado e acompanhamento da mulher em trabalho de parto e

A ação foi comandada pela gerente de enfermagem na maternidade do Hospital, Cleice Reis,

que detalha a ação que teve aulas aprofundadas levando ao conhecimento das participantes o

que é o parto humanizado e sua filosofia. “Queremos fortalecer algumas práticas iniciais no

sentido de acolher melhor nossas usuárias que procuram os serviços da maternidade, utilizar

medidas que alivie a dor durante o trabalho de parto, como nebulização, massagem, banho

morno, com a presença constante do profissional da equipe sempre dando apoio para que

consigamos fazer um parto normal, que é entendida como a melhor opção, por ser um parto

fisiológico”, explica Cleice, assegurando que não é a intenção priorizar apenas o parto normal,

pois o parto cesário também tem suas indicações, mas que a equipe estará apta a minimizar a

dor e orientar melhor a paciente.

Ainda de acordo com Cleice, o parto humanizado vai muito além de fazer seis ou mais

consultas, e de garantir uma vaga na maternidade; e detalha que a perspectiva de um parto

humanizado vai desde o acolher a gestante, orientar tanto a família quanto a parturiente,

fazer um trabalho contínuo para que, no parto, a criança tenha contato pele a pele com a mãe,

proporcionar um aleitamento precoce na primeira hora de vida, que a parturiente saiba como

está sendo conduzido o trabalho de parto dela. “E é isso que nossa equipe técnica está

adquirindo agora, um aprimoramento, desde o que é o parto humanizado até o que é o

trabalho de parto na sua fase ativa”, diz ela acrescentando que a profissão enfermeiras tem

como obrigação cuidar; e é nessa perspectiva que tem que estar habilitados para oferecer

conforto a esta paciente no trabalho de parto.

Sobre o treinamento, ela diz ser uma rotina normal, e conta que desde que assumiu a gerência

de enfermagem, em fevereiro, elaborou com a equipe um questionário para criar um Plano de

Educação Continuada, iniciando assim um cronograma mensal criado de acordo com sugestão

da equipe e as necessidades das técnicas. “É importante fazer a educação continuada, pois

como disse Paulo Freire a Educação é transformadora e libertadora. A partir do momento que

identifico que a educação é primordial iremos oferecer suporte de acordo com as necessidades

dos funcionários. E foi nesta perspectiva que criamos nosso cronograma de educação

continuada”, avalia Cleice, afirmando que o projeto contempla prioritariamente os servidores

da saúde pública, mas caso diretores de hospitais particulares queiram aderir aos

treinamentos, basta pedir por ofício antecipadamente e poderão ter seus técnicos inseridos

nos treinamentos dentro dos temas já escolhidos.

Estrutura - Porém para que esta campanha tenha seu resultado esperado é preciso ainda,

segundo Cleice, que se invista na estrutura da maternidade, com reforma e ampliação, para

que haja estrutura de PPP (Pré parto e pós parto), permitindo que se traga a paciente para um

ambiente mais acolhedor, com a presença de acompanhante, o que proporcionará à

parturiente condições mais favoráveis para um parto normal.

A estrutura na maternidade na maternidade do HMP não é suficiente, de acordo com a

avaliação de Cleice, contando com apenas 27 leitos, diante de uma necessidade de no mínimo

40, que não possibilita a todas parturientes a presença se acompanhante; conta apenas uma

sala de pré-parto e ainda não tem a de pós-parto. Mas diz que a nova gestão já tem o olhar de

experiência voltada para a Atenção Básica.

Mesmo assim, esse ano, dos mais de mil nascidos vivos apenas 11 morreram antes de

completar o primeiro ano de vida dando uma média de 8.9; uma redução em relação ao ano

anterior que foi de 14 para cada mil nascidos vivos. Número que ela diz poder reduzir ainda

mais, com melhorias no pré-natal e parto. “Não precisamos apenas de uma visão de gestão,

mas de uma mobilização da própria sociedade”, planeja ela, contando que ainda há mães que

procuram atendimento médico já com gravidez avançada o que dificulta a detecção de má

formações congênitas que pode ser vista nos três primeiros meses de gestação, seja por falta

de conhecimento na mulher ou falta de estrutura nas Unidades Básicas de Saúde esses dois

lados devem ser trabalhados, com a realização de consultas e exames, bem como a

participação do pai é de fundamental importância, pois ele também precisa entender e

Realidade técnica - A média de nascidos vivos no HMP no ano passado foi de pelo menos 3

mil, cerca de 300 por mês, tendo alguns meses com 400 nascidos e outros com números

decrescentes; sendo destes 60% de partos normais e 40% cesarianas; números que, Cleice

Reis, diz poder melhorar, pois de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), a média

de cesarianas devem ser de apenas 15%.

Já no serviço particular de saúde, os números são bem diferentes, tendo pelo menos 90% de

cesarianas. Fomentados, segundo o Ministério da Saúde, pela conveniência para o profissional

médico que pode programar dia e hora, não precisando acompanhar a parturiente em seu

trabalho de parto que poderá durar até 12 horas; além do mito de que o parto normal é

doloroso. “O parto normal, é um parto vaginal, e as mulheres estão preparadas a parir assim. E

é isso que precisamos fortalecer durante o pré-natal para encorajar e orientar esta mulher de

que ela possa se empoderar e parir normal, que o pré-natal foi adequado e toda a sorologia

dela é adequada para que se permita a isso. Não estamos condenando o parto cesariana, mas

apenas esclarecendo que nossas mulheres e nossa instituição precisa trabalhar a importância

do parto normal”, Orienta cleice.

 

Por: Francesco costa 

 

Foi realizado na Vila Cedere 1 o II GP RIO DE MOTOCROSS. O Centro de Treinamento Rio Construções foi o local do evento que reuniu pilotos de várias cidades e contou com a presença do público que doou 2 kg de alimentos na entrada.

As competições começaram por volta das 14h no domingo e as primeiras motos a entrar na pista foram as nacionais CRF 230. 21 pilotos alinharam para 15 minutos de prova. O piloto de Parauapebas Adriel largou na frente seguido por Matheus Lopes de Tomé Açú e Robinho. Ainda na primeira volta Matheus assumiu a liderança e venceu sem ser incomodado.

A segunda categoria a entrar na pista foi a MX3 com pilotos mais experientes acima de 30 anos. Fabrício Mota pulou na frente seguido por perto pelo piloto Marcelo Frangão e Marcos Barcelos. Frangão assumiu a liderança no início da prova e liderou até a última volta onde cometeu um erro e foi ultrapassado por Marcos Barcelos.

Na categoria Intermediária com pilotos iniciantes no motocross teve um início com troca de posições. Olegário Protásio de Redenção pulou na frente mas não suportou a pressão do piloto Wellington (vovô) de Tomé Açú. Vovô assumiu a liderança e abriu uma vantagem dos demais pilotos. Na Terceira volta, Vitor de Canaã dos Carajás aproveitou a seção de costelas e fez a ultrapassagem assumindo a liderança da prova e venceu a categoria.

Com o público aguardando a categoria principal do evento, a Especial com motos importadas de 450cc considerada a Fórmula 1 das motos aconteceram mais duas baterias com as categorias Infantil e Veteranos.

Gate cheio para a última bateria do dia. Motos alinhadas e quem pulou na frente foi o piloto de Canaã dos Carajás Rafael Ribeiro que liderou a prova até a última volta seguido por Matheus Lopes. Na briga pela terceira posição vinha os pilotos Nadielson Cazin e Mike Cassini. Matheus aproveitou um erro de Rafael a assumiu a liderança na última volta para vencer a categoria.

O 2º GP RIO DE MOTOCROSS foi um evento beneficente e toda a renda das inscrições foram convertidas em Cestas Básicas que foram doadas para a comunidade da Vila Cedere 1. Teve o apoio de RIO CONSTRUÇÕES, SUL PARÁ CAMINHÕES E MÁQUINAS, JORNA O CARAJPAS, GRUPO HAMILTON RIBEIRO, PEDRO RIBEIRO e MARCELO CATALÃO.

 

 

 

Por: Francesco costa 

 

Um crime com características de execução, já que os disparos foram todos na região da cabeça. A vítima foi identificada como Hel­der Linhares reis, 19 anos. De acordo com informações de teste­munhas, ele mais um comparsa que con­seguiu fugir tinham acabado de fazer vá­rios assaltos pela ave­nida bom jardim bair­ro são Lucas 2. Alguns moradores relataram ainda que uma das vítimas teria reagido e efetuado os dispa­ros. “Só ouvi os ba­rulhos dos tiros e um homem correndo em seguida” diz um mo­rador que pediu para não ser identificado. Assim que a mãe da vítima viu o corpo do rapaz caído no chão entrou em desespero. Uma outra morado­ra pediu para não ser identificada conta que o bairro está abando­nado a violência im­pera pela área. “fica complicado sair du­rante a noite, na ver­dade a qualquer hora, os bandidos parecem que não tem medo de nada, nos moradores de bem temos que fi­car à mercê desses criminosos” desabafa a moradora. Várias viaturas da polícia militar estiveram no local. O sargento Ade­milson estava buscan­do informações sobre o crime. E lembra que a vítima era conhe­cida pela polícia. “o rapaz já esteve preso várias vezes no muni­cípio de redenção pela pratica de crimes.” Conta o sargento da polícia militar. Uma tia de Helder bastante emocionada diz que o sobrinho era envol­vido no mundo crime e deixa um recado. “Quero disser para os adolescentes que pen­sem duas vezes antes de optar pelo caminho do crime, meu sobri­nho é uma prova que o crime não compen­sa, um mundo muitas vezes sem volta” diz bastante emocionada.

 

 

 

Por: Marcelo Duarte 

A polícia de Parauapebas ti­rou de circula­ção mais duas pessoas que estariam prati­cando crimes de tráfico de drogas. A prisão dos acusados ocorreu no bairro liberdade II.

A dupla foi dire­to para a delegacia de polícia civil. João Miranda, 28 anos e Lucivaldo Henrique de 38 foram presos com uma boa quan­tidade de maconha prensada. A dupla se diz apenas usuária de drogas. “o mate­rial seria para o nosso próprio consumo, não estavamos vendendo­ nada.” Conta os acusados. Um deles já tinha passagem por tráfico. A dupla ago­ra vai responder por tráfico e associação ao tráfico. Era com essa moto que segundo a polícia eles faziam as entregas das drogas. Materiais como papel e tesoura usados para fazer o embrulho da droga também foram apreendidos, além de dinheiro. João Miran­da e Lucivaldo Henri­que ficaram presos a disposição da justiça.

 

 

 

Por: Marcelo Duarte 

Airbus A320 ia de Barcelona para Duesseldorf.
Aeronave levava 150 a bordo; não há sobreviventes, diz governo francês.

Um avião Airbus da companhia Germanwings, empresa da Lufthansa, caiu no sul da França nesta terça-feira (24). A aeronave ia de Barcelona, na Espanha, para Duesseldorf, na Alemanha, segundo autoridades aéreas. O voo 4U9525 viajava com 150 pessoas a bordo (144 passageiros, dois pilotos e quatro tripulantes).

O QUE SE SABE ATÉ AGORA:
– Um avião Airbus A320, da companhia Germanwings, caiu na manhã desta terça-feira (24), no sul da França;
– A aeronave levava 144 passageiros, 2 pilotos e 4 tripulantes;
– Não há sobreviventes, disse o governo francês;
– O voo 4U9525 fazia a rota Barcelona, na Espanha, a Düsseldorf, na Alemanha;
– A aeronave descolou às 9h55 locais (5h55 de Brasília);
– Segundo a empresa, a queda durou oito minutos;
– Destroços foram localizados em uma região de 2 mil metros de altitude;
– O ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, confirmou que uma caixa-preta do avião foi encontrada;
– A Direção Geral de Aviação Civil da França negou que um pedido de socorro teria sido emitido pelo avião antes da queda;
– O avião passou por manutenção de rotina um dia antes do acidente;
– Ainda não se sabe o que causou o desastre.

O Ministério do Interior francês informou que destroços foram localizados em uma região de 2 mil metros de altitude, segundo a agência Associated Press.

Um helicóptero que pousou no local do acidente constatou que não há sobreviventes, disse o primeiro-ministro da França, Manuel Valls, segundo a agência France Presse.

“Havia 148 pessoas a bordo [número posteriormente confirmado para 150 pessoas] e as condições do acidente, que ainda precisam ser determinadas com precisão, sugerem que não haveria sobreviventes”, disse o presidente da França, François Hollande, antes da confirmação. Em seu perfil do Twitter, Hollande expressou "solidariedade às famílias das vítimas" e disse que a queda do avião é uma "tragédia".

Buscas
Segundo o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, 300 bombeiros, 300 policiais, dez helicópteros militares e aviões participam das buscas pelos destroços e vítimas. Como o local da queda é entre montanhas e de difícil acesso, os trabalhos tiveram que ser suspensos ao anoitecer, por volta das 20h locais (16h em Brasília).

As buscas serão retomadas ao amanhecer desta quarta. A Germanwings informou que só voltará a das informações sobre o acidente nesta quarta. 

Ele também afirmou que "a violência do choque deixa pouca esperança" de haver sobreviventes.

Policiais e alpinistas se preparam para embarcar durante trabalho de busca do avião Airbus A320 da Germanwings em Seyne, na região dos Alpes. A aeronave caiu com 150 pessoas a bordo (Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters)Policiais e alpinistas que estão trabalhando nas buscas do Airbus A320 da Germanwings em Seyne, na região dos Alpes franceses. A aeronave caiu com 150 pessoas a bordo (Foto: Jean-Paul Pelissier/Reuters)

Pelo que se sabe até agora, haveria ao menos 67 alemães, 45 espanhóis e um número não confirmado de turcos entre as 150 vítimas do acidente. Não haveria franceses. Ainda não há confirmação oficial da lista de vítimas. A identificação das vítimas começará nesta quarta-feira (25).

O diretor da escola Joseph-Koenig, que fica na cidade alemã de Haltern am See, confirmou que 16 estudantes e 2 professores da instituição estavam a bordo da aeronave que caiu. “Nesta manhã, os nossos alunos voltavam de Barcelona depois de um intercâmbio com estudantes espanhóis”, afirmou.

O baixo-barítono Oleg Bryjak e o contralto Maria Radner, que se apresentaram no teatro Liceu em Barcelona, estariam entre as vítimas da queda do avião da Germanwings (Foto: Reprodução/ Twitter/ Gran Teatre Liceu)Os cantores líricos Oleg Bryjak e Maria Radner
estão entre as vítimas do acidente.
(Foto: Reprodução/Twitter/ Gran Teatre Liceu)

A Ópera de Düsseldorf anunciou que o o baixo-barítono Oleg Bryjak é uma das vítimas da queda do avião, de acordo com a agência Associated Press.

No Twitter, o teatro Liceu de Barcelona lamenta a morte de Bryjak e da contralto Maria Radner, que se apresentaram no local.

De acordo com o governo brasileiro, até o momento não há informações da presença de nenhum brasileiro no avião. O Itamaraty diz que o consulado brasileiro em Barcelona  está checando a lista de passageiros com as autoridades europeias.

Cazeneuve confirmou ao jornal "Le Figaro" que uma das caixas-pretas do avião foi encontrada. A caixa-preta registra as informações do voo e pode dar indicações sobre a causa do acidente. (Veja abaixo imagens do local da queda)

 

 "A caixa-preta estará sujeita a uso imediato nas próximas horas para permitir que a investigação se mova rapidamente", disse o ministro do Interior francês. "Foram tomadas medidas para garantir a segurança na zona de queda para a investigação a ser realizada nas melhores condições”.

Sinal de alerta
A Germanwings disse que a queda do avião durou oito minutos, de modo íngreme.

A Direção Geral de Aviação Civil da França contrariou uma informação divulgada horas atrás, de que o avião teria emitido um sinal de emergência. Segundo o órgão, foi o controle de tráfego aéreo que decidiu emitir o sinal de alerta porque não tinha contato com a tripulação e o avião.

"A aeronave não emitiu um sinal de emergência, mas foi uma combinação da perda do contato de rádio e a variação da altura do avião que levou o controlador a implementar a fase de emergência", disse o porta-voz da autoridade francesa.

O Secretário de Estado dos Transportes francês, Alain Vidal, havia divulgado a informação de que “houve um pedido de socorro registrado às 10h47. Esse sinal de socorro mostrou que a aeronave estava a 5 mil pés, em uma situação anormal”. Vidal havia dito que o acidente ocorreu pouco após este sinal.

Ao "Le Figaro", ele falou que o avião caiu nas montanhas de Estrop, uma área coberta de neve e inacessível por terra. Segundo ele, as condições meteorológicas não eram particularmente ruins no momento do acidente.

Um casal que aguardava o voo 4U9525 é escoltado por um policial e uma funcionária do aeroporto em Düsseldorf, na Alemanha (Foto: Frank Augstein/AP)Um casal que aguardava o voo 4U9525 é escoltado por um policial e uma funcionária do aeroporto em Düsseldorf, na Alemanha (Foto: Frank Augstein/AP)

O presidente da França expressou apoio à chanceler alemã, Angela Merkel, em uma ligação telefônica depois da notícia da queda do avião, informou o palácio do Eliseu. A embaixadora da Alemanha em Paris, Susanne Wasum-Rainer, irá até o local do desastre com o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, segundo a agência de notícias France Presse.

Luto
A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse em pronunciamento que Alemanha, Espanha e França estão em luto profundo pelas vítimas do acidente. Merkel disse que os três países vão trabalhar em conjunto para descobrir as causas do desastre. A chanceler também disse que vai ao local do acidente nesta quarta. Irão com ela Hollande e o presidente de governo da Espanha, Mariano Rajoy.

A vice-presidente de governo da Espanha, Soraya Sáenz de Santamaría, disse que o país decretou luto oficial de três dias a partir da meia-noite e que os órgãos públicos farão um minuto de silêncio pelas vítimas do acidente ao meio-dia desta quarta.

A Germawings expressou condolências pelas vítimas do acidente e disse que não pode dar nenhum motivo para a queda do acidente ainda. A companhia afirmou que o piloto voava pela empresa havia dez anos e que o avião foi verificado por técnicos, em uma manutenção de rotina, um dia antes. A empresa mudou a cor do logo de seu perfil no Twitter para preto, em uma demonstração de luto.

Airbus A320, da companhia alemã Germanwings, no aeroporto de Berlim, na Alemanha, em março de 2014 (Foto: Jan Seba/Reuters/Arquivo)Airbus A320 da Germanwings, em março de 2014

Carsten Spohr, presidente da Lufthansa, postou uma mensagem em seu perfil do Twitter, dizendo: "Não sabemos ainda o que aconteceu com o voo 4U9525. Meus profundos sentimentos para os familiares e amigos de nossos passageiros e tripulantes. Se nossos medos forem confirmados, será um dia obscuro para a Lufthansa. Esperamos encontrar sobreviventes."

A queda
Segundo o jornal francês "Le Monde", a aeronave desapareceu dos radares por volta das 10h53 locais. Segundo o site que monitora o sistema aéreo Flightradar, o avião decolou 9h55 de Barcelona, horário local (5h55 de Brasília).

De acordo com o site da Airbus, a capacidade máxima da aeronave é de 180 passageiros. A empresa disse em sua página no Facebook que está ciente dos relatos da queda de um avião fabricado pela companhia e informou que todos os seus esforços foram direcionados para avaliar a situação. Segundo o jornal francês “Le Figaro”, o Airbus A320 que caiu estava em uso havia 24 anos.

O maior sindicato de controladores aéreos da França, o SNCTA, anunciou a suspensão de sua convocação de greve para os dias 25, 26 e 27 de março.

“Nessas circunstâncias dramáticas e considerando a emoção que esse acidente levanta, especialmente entre os controladores aéreos, o sindicato decidiu suspender o seu aviso de greve”, informou em seu site.

O crime aconte­ceu por vol­ta das 21h do último sábado den­tro de um estabeleci­mento localizado na rua café filho, esquina com a rua santa inês, no bairro altamira. Segundo informações de populares que não quiseram gravar en­trevista, dois elemen­tos teriam chegado numa motocicleta e um deles teria feito dois disparos contra a vítima, que morreu na hora.

A polícia militar esteve no local para colher as primeiras informações, que a princípio ainda não são suficientes ajudar a polícia civil a chegar aos autores do crime.

A vítima foi identi­ficada apenas por jo­elson e segundo infor­mações, o jovem teria chegado recentemen­te da cidade de tucu­mã onde morava.

Até a chegada dos peritos do instituto médico legal, dezenas de curiosos permane­ceram no local para especular o homicí­dio, que já está sendo investigado pela polí­cia de parauapebas.

 

 

Por: Marcelo Duarte 

Alecsandro mar­ca duas vezes, enquanto Gil­berto faz o do Cruz­-Maltino. Maracanã fica alagado pela chu­va, e duelo é inter­rompido por 50 minu­tos. Ao fim, jogadores brigam. Se houve um personagem no clás­sico entre Flamengo e Vasco, foi a chu­va - que paralisou o duelo em 50 minutos. Se houve outro per­sonagem - aí, dentro de campo -, foi Alec­sandro. Foi o atacante quem garantiu a vitó­ria rubro-negra. Pri­meiro, aproveitando o erro de Martín Silva e a ajuda de uma poça d’água acumulada no gramado. Depois, em pênalti cometido por Guiñazu em Marce­lo Cirino. Os 2 a 1 no Maracanã - Gilberto fez para o cruz-malti­no - aumentam a esta­tística a favor do Fla. Desde 2012, na semifi­nal da Taça Rio, o Vas­co não vence - são 6 derrotas e 4 empates. Com o resultado, o Flamengo permanece na terceira colocação do Carioca, com 26 pontos. O Vasco, por sua vez, cai três posi­ções e fica em quarto, com a mesma pontu­ação, mas perdendo nos critérios de de­sempate. Na próxima rodada, o rubro-negro recebe o Bangu no Maracanã, às 22h de quarta-feira. Já o Vas­co encara o Boavista em Bacaxá, na quin­ta, às 16h. Não faltou emoção e movimenta­ção no clássico - den­tro e fora de campo. A chuva determinou a abertura do placar, com Alecsandro e erro de Martín Silva. Durante cerca de 10 minutos, o futebol fi­cou impraticável no primeiro tempo devi­do ao alagamento do gramado. Na volta da parada, foi o Vasco quem voltou melhor e aproveitou para em­patar, com Gilberto, logo com três minutos após o retorno. Guiña­zu vinha vem nos de­sarmes até cometer pênalti em Cirino, no segundo tempo. Aca­bou sendo expulso, mais tarde, em con­fusão generalizada. Houve ainda chances desperdiçadas e boa atuação dos goleiros. A forte chuva que caiu no começo da noite no Rio de Janeiro foi o personagem princi­pal do clássico. Com ela, o gramado do Maracanã ficou com­pletamente alagado. As equipes permane­ceram ao vestiário e voltaram apenas para o aquecimento para o reinício. A drenagem do estádio funcionou muito bem e, apesar da chuva continuar - mesmo que mais fra­ca. O atacante rubro­-negro soube agarrar a oportunidade que lhe deram. Com mui­ta inteligência, se aproveitou do erro de Martín Silva, que foi tentar repor a bola em jogo entregando-a a Rodrigo. Porém, a pelota acabou paran­do em uma poça antes de chegar aos pés do zagueiro. Aí, Alecsan­dro aproveitou o gol vazio - e a ajuda da água - e mandou para dentro das redes. No segundo tempo, ainda garantiu a vitória ru­bro-negra de pênalti.

 

 

 

Fonte : G1

Se há algum re­paro a fazer so­bre a vitória do Grêmio sobre o Laje­adense neste domin­go, pela 12ª rodada do Gauchão, pode-se citar o pênalti perdi­do por Douglas. Mas até esse pecado ser­ve para dimensionar a boa fase do time de Felipão. Que não se abateu com o contra­tempo e construiu um placar sem sobressal­tos, de 2 a 0, com a marca de Giuliano. O meia anotou os dois gols, fora a sua atua­ção particular e a da equipe como um todo, que não conhece der­rota há sete duelos e se mantém líder, dian­te de 20.134 pessoas na Arena. É possível dizer que Grêmio e Giuliano se recupe­raram quase que jun­tos. O meia voltou no empate diante do Juventude. Ele teve participação direta nos últimos quatro gols do Tricolor, que é líder com 23 pontos, um a mais que o Inter, com um jogo a menos. O Lajeadense viu a sua série invicta ruir. Não perdia há quatro confrontos, contando um da Copa do Brasil. E saiu da zona de clas­sificação. A defesa do goleiro foi um lance isolado. Isso porque, no segundo tempo, o Grêmio ainda am­pliou o ritmo no ata­que. Em 20 minutos, colecionou cinco fi­nalizações perigosas contra Giovani, que defendeu cobrança de falta de Douglas e teve sorte ao ver sua trave carimbada por cabeçada de Rhodol­fo. Sorte maior mesmo está tendo a torcida tricolor, que vê o time crescer e se consolidar na liderança. Quase sempre no embalo de Giuliano.

 

 

Fonte: G1 

O São Paulo, mesmo jogan­do com um time misto e com jo­gadores improvisa­dos, não teve nenhum trabalho com o Marí­lia. A vitória fácil, sem sustos, foi encaminha­da antes da metade do primeiro tempo, quando saíram os gols Ewandro e Alan Kar­dec.Com mais um de Kardec, autor do gol que sacramentou a vi­tória por 3 a 0 no Mo­rumbi. Foi a primeira vez no ano que o time conseguiu sequência de quatro vitórias. An­tes de bater o Marília, venceu o São Bento (1 a 0), Ponte Preta (2 a 1) e o San Lorenzo (1 a 0). Esse último pela Taça Libertadores da América. Destaque para dois jogadores formados na base do São Paulo: Ewandro e Boschilia.

O primeiro fez gol, e o segundo partici­pou diretamente dos dois gols do time do Morumbi. Com a vi­tória deste domingo, foi aos 26 pontos, na liderança do Grupo 1, e abriu 11 do RB Brasil, o terceiro colo­cado – o Mogi Mirim é o segundo, com 17. O Marília mantém a lanterna do torneio, com apenas dois pon­tos conquistados. Na próxima rodada do Campeonato Paulis­ta, o São Paulo volta a campo. Fará o clás­sico com o Palmeiras, às 22h (de Brasília), no estádio alviverde. O Marília joga no mes­mo dia, mais cedo, às 19h30, contra o RB Brasil, em casa.

 

 

Fonte: G1

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2019.CORRIDA_DOS_PAIS_RODAPEgk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016