Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O Projeto de Lei 85/20 de autoria do vereador Coutinho, aprovado na sessão da Câmara de Vereadores de Parauapebas, solicita ao Poder Executivo que disponha sobre o direito do atendimento preferencial nos estabelecimentos as pessoas com transtornos do espectro do autismo e como também seus responsáveis, todavia orienta no mesmo projeto que seja inserida em placas de atendimento preferencial o símbolo mundial do autismo.

“Reconhecemos que se torna difícil para familiares de autistas terem um atendimento digno atualmente em nosso município, e um apoio partindo do esforço do executivo paralelo ao nosso trabalho no legislativo, criando uma Lei Municipal, é de muita relevância. Não podemos deixar de louvar os profissionais que trabalham incansavelmente para a inclusão destas pessoas na sociedade”, afirmou o vereador.

O projeto segue agora para o gabinete do gestor municipal.     

Representantes do setor turístico no Pará se reuniram na noite de terça-feira (17) após convocação da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Pará (ABAV-Pará) para falar sobre os impactos econômicos em um dos setores mais atingidos com a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A reunião aconteceu na sede da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Pará (Fecomércio-Pará), em Belém. Nela, os agentes de viagens foram orientados sobre como atuar diante do aumento do cancelamento de passagens aéreas.

“A orientação é que voos cancelados sejam remarcados e em caso de desistência por parte do consumidor, o custo da passagem seja dado em forma de crédito para aquisição de passagens futuras”, orientou a presidente da ABAV-Pará, Rose Larrat, ao reforçar que nenhuma passagem precisa ser cancelada, mas sim, remarcada. “Até porque no nosso estado não existe nenhum caso confirmado do coronavírus”.

Rose Larrat, também reforçou sobre a campanha da ABAV Nacional, que está orientando os agentes de viagens de todo o Brasil. Com o slogan “Adia!”, a campanha serve como incentivo para que os consumidores adiem seus planos para se proteger da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. 

Além dos agentes de viagens, compareceram à reunião representantes da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo (Abrajet Pará e Nacional), Conselho Empresarial de Turismo e Hospitalidade (Cetur), Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Pará (ABIH) e Sindicatos dos Guias de Turismo do Estado do Pará (Singtur-Pa). A médica Débora Crespo, da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa), também foi convidada para orientar os agentes sobre as medidas de prevenção contra o coronavírus. Sem representantes na reunião, algumas companhias aéreas foram ouvidas por meio de pronunciamentos em vídeo.

Segundo o coordenador do Cetur, Joy Colares, as agências de viagens serão as mais afetadas num segmento que foi o primeiro a ser atingido por essa crise econômica mundial provocada pela disseminação do Covid-19 em vários países e, agora, no Brasil.

“O deslocamento por meio de viagens é um dos maiores segmentos econômicos e, com o fechamento das fronteiras por parte dos países, cancelamento de eventos e a prevenção das pessoas em se deslocarem, tudo isso afeta significativamente, primeiro o setor de transporte, depois o setor de hotelaria, e vai afetar o setor de restaurantes. As agências de viagens estão perdendo clientes”.

Para  o presidente da Associação Brasileira de Indústria de Hoteis (ABIH-PA), Carlos Freire, toda a cadeia do turismo está sendo impactada e, no caso do Pará, a hotelaria sofrerá mais ainda já que, historicamente, o período de baixíssima ocupação que é de dezembro até fevereiro seria compensado com março.

“Agora ninguém sabe o que vai acontecer, mas a orientação que a ABIH está dando é tentar negociar e flexibilizar com os clientes e ver como as coisas vão acontecer. Negociação é a solução”, afirma.

Entre os agentes de viagens a reclamação era a mesma, cancelamentos de passagens e muitas perdas, o que preocupa o setor que prevê até fechamento de muitos empreendimentos caso não se chegue a uma solução.

“Tá muito difícil a situação, desde que o mês iniciou não houve vendas, apenas cancelamentos. O cenário é preocupante e os agentes de viagens são os mais atingidos com a crise. Eu tenho 30 anos de turismo, minha empresa tem 23 anos e eu nunca vi uma crise como essa”, declarou a empresária Claudia Fernandes.

Por conta do cenário caótico, empresários e entidades do turismo devem tentar uma agenda com o governador Helder Barbalho para chegar a uma solução para a crise no setor turístico. A reunião deve ser intermediada pela Setur, representada na reunião por Alexandre Nakagawa.

 

Ascom ABAV

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (18) um prêmio estimado em R$ 12,5 milhões. As dezenas do Concurso 2.244 serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

O sorteio pode ser acompanhado pelas redes sociais: no Facebook e pelo Canal Caixa no YouTube.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país e também no Portal Loterias Online. Clientes com acesso ao Internet Banking Caixa podem ainda fazer suas apostas na Mega-Sena pelo computador pessoal, tablet ou smartphone. A cartela com seis dezenas marcadas custa R$ 4,50. 

 

fonte: Agência Brasil

Em cumprimento às ações de prevenção ao contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19), o Governo do Pará suspende a partir desta quarta-feira (18), até 31 de março, as aulas na rede estadual de ensino fundamental e médio, e também nas escolas técnicas e na Universidade do Estado do Pará (Uepa). Somente a distribuição da merenda escolar será mantida, e os estudantes poderão buscá-la diariamente onde estão matriculados, no mesmo horário em que é servida na escola. A suspensão das aulas é uma medida provisória, mas poderá ser estendida se houver necessidade.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais do Governo do Estado, o governador Helder Barbalho reafirmou que não há, até o momento, nenhum caso confirmado da doença no Pará, mas que a decisão é uma das medidas de prevenção e preparo para uma eventual confirmação. Os protocolos e procedimentos de contingência foram definidos ainda em janeiro, tão logo o vírus começou a se espalhar pelo planeta.

"Estamos preparados para este momento, mas em respeito a todas as famílias, e em decorrência das ações de prevenção, estaremos suspendendo, até o próximo dia 31, as aulas da rede estadual de ensino. A medida vem em respeito a todos os servidores, alunos e seus familiares, pedindo que aproveitem esse momento para ficar em casa, evitar a circulação. Isto tudo colabora na prevenção", reiterou Helder Barbalho. 

Merenda garantida - A manutenção do fornecimento da merenda visa garantir a saúde e o bem-estar dos estudantes da rede pública, levando em conta que muitos deles têm na escola a única refeição do dia com equilíbrio calórico e energético adequado. "Cada aluno poderá ir buscar na escola onde está matriculado, e vamos prosseguir com as ações de proteção", acrescentou o governador.

A secretária de Estado de Educação, Elieth de Fátima Braga, garantiu que os estudantes não serão prejudicados pela interrupção temporária das aulas, pois há planejamento previsto de reposição. "Nós discutiremos o assunto, quando houver segurança para o retorno, com o Conselho Estadual de Educação (CEE). No momento, estamos cumprindo uma medida preventiva no sentido de resguardar os alunos e seus familiares de quaisquer riscos", disse a gestora.

 

Por Carol Menezes (SECOM)Ag.Pará

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) informa que, a partir da segunda-feira (23), iniciará no Pará a 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, organizada pelo Ministério da Saúde (MS), que seguirá até 22 de maio por meio da vacinação do público em três fases. 

A partir do dia 23 de março serão vacinados os idosos e os trabalhadores de saúde. No dia 16 de abril, entram os professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos. A partir de 9 de maio, serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), população indígena e portadores de condições especiais.

Para a campanha, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do MS deve enviar 2.332.326 milhões de doses da vacina ao Pará, que serão entregues em três etapas e, consequentemente, enviadas pela Sespa aos Centros Regionais de Saúde (CRS), os quais distribuirão aos municípios de abrangência. 

As doses estarão disponíveis as Unidades Básicas de Saúde (UBS), nas salas das Estratégias de Saúde da Família e em outros locais definidos pelas gestões municipais – mantidas pelas prefeituras. Orientadora da campanha no Pará, a Sespa recomenda que os profissionais das secretarias municipais de Saúde se empenhem em convencer a população a aderir à vacinação. 

Ainda conforme nota técnica emitida pelo órgão federal, a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns que, dependendo da gravidade, pode levar à morte. Outra recomendação é evitar que as pessoas acima de 60 anos, público mais vulnerável ao coronavírus, precisem fazer deslocamentos no período esperado de provável circulação do vírus no país. 

A vacina contra a gripe não previne o coronavírus, mas oferece condições para reduzir as complicações, as intervenções e a mortalidade decorrentes pelo vírus influenza na população alvo da vacinação e deixa o sistema imunológico 80% protegido contra cepas de Influenza e vírus que estão circulando e são mais comuns que o coronavírus. A priorização dos idosos nessa primeira etapa é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. 

Meta de vacinação

A meta é vacinar 90% de cada grupo prioritário. Na primeira fase, o objetivo é vacinar 549.470 mil idosos e 138.909 trabalhadores da saúde. Na segunda fase, devem ser vacinados 401.472 mil pessoas, entre professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos. Na terceira e última fase, 1.242.475 milhões de pessoas deverão ser imunizadas, entre crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), população indígena e portadores de condições especiais.

O informe do MS também esclarece “as influenzas A e B são mais comuns que o coronavírus e a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe deve diminuir a situação endêmica dos vírus respiratórios no país. Por esse motivo, é tão importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha procurem uma unidade de saúde”. 

Durante a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza de 2019 realizada no Pará, a cobertura vacinal atingiu a meta em todos os grupos prioritários, com exceção das crianças, cujo percentual ficou em 85, 91%. 

Para a campanha deste ano, não devem ser vacinadas crianças menores de 6 meses de idade; pessoas com histórico de reação anafilática prévia em doses anteriores ou que tenham alergia grave a ovo de galinha e seus derivados.

Recomendação importante

As pessoas que tomaram vacina no ano passado devem repetir o esquema esse ano, pois a ação da vacina contra a gripe leva duas semanas para funcionar e dura cerca de 9 meses. A vacina oferecida em 2020 é diferente e resguarda o organismo contra outras mutações do vírus.

 

Ag.Pará-Com informações do Ministério da Saúde).

Além de lavar as mãos com água e sabão ser uma forma de prevenir a contaminação pelo novo COVID-19, outra maneira pode ser utilizada para se livrar do vírus:: o álcool.

Esse produto possui uma ação antimicrobiana, capaz de matar bactérias e vírus presentes em superfícies. No entanto, o álcool puro não é vendido, o que é comercializado em estabelecimentos e farmácias é, nada mais nada menos, que uma mistura da substância com água e outros ingredientes.

Ao comprar o álcool é importante ter atenção à quantidade de produto na composição. Em entrevista ao site Estado de Minas, o professor da Faculdade de Farmácia da UFMG, Márcio de Matos Coelho, diz que o mais indicado para combater o coronavírus é o álcool 60% e 70% na composição.

Ainda segundo o professor, uma porcentagem menor pode não ser efetiva e maior que 70% pode causar irritações na pele. “É importante que uma parte da mistura seja composta de água para que a seja facilitada a entrada do álcool nos microorganismos e a desnaturação de suas proteínas e para que a volatilização (evaporação) seja menos rápida”, esclarece o professor.

De acordo com Márcio, a melhor maneira de se proteger é lavar as mãos com água e sabão com frequência. “O álcool gel ou o álcool líquido só devem representar uma opção quando água e sabão não estiverem disponíveis”, diz o professor. 

Há duas maneiras de calcular a quantidade de álcool no produto: °GL e %INPM. É comum os rótulos mostrarem a quantidade de álcool no produto nas duas versões. É importante saber que os aromas colocados nos álcoois não mudam a eficácia do produto e, também, são dispensáveis, já que o álcool não deixa cheiros desagradáveis por causa da rápida evaporação.

É melhor usar álcool em gel ou líquido? 

Segundo o professor da UFMG, não há diferença na eficácia das duas fórmulas. “O álcool em gel é mais adequado para aplicação sobre o corpo, pois apresenta uma textura mais agradável e sua aceitação pelos usuários é maior. O álcool líquido escorre mais facilmente e, na teoria, poderia induzir menor efeito antimicrobiano”, diz o professor. O farmacêutico completa que os produtos em líquido são mais indicados para a limpeza de superfícies, já que são mais baratos que o em gel. 

 

Fonte: DOL-Com informações do Estado de Minas

A China afirmou ter desenvolvido uma vacina contra o novo coronavírus que se alastra pelo mundo, informou o jornal estatal “Global Times” nesta terça-feira (17).

O Governo do país asiático, onde a pandemia começou, disse que criou com sucesso um imunizante e que pretende em breve testá-lo nos pacientes.

O texto, no entanto, não especifica quando esses ensaios começariam. A vacina foi desenvolvida pela equipe de pesquisa liderada pelo epidemiologista Chen Wei, da Academia Militar de Pesquisa Médica, ligada à Academia Militar de Ciências.

Segundo Chen, a vacina segue "padrões internacionais e regulamentos locais"e está pronta para em "produção em larga escala, segura e eficaz".

Outras instituições chinesas também anunciaram o lançamento de ensaios clínicos em abril para testar a eficácia de outras vacinas que o país está desenvolvendo contra o vírus.

 

Fonte: DOL-Com informações da EFE

O Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado do Pará (Sinepe) emitiu um circular recomendado a suspensão preventiva das aulas no período de 17 a 20 de março. A informação foi confirmada pela assessora jurídica, Karine Aber, por telefone, ao DOL, nesta terça-feira (17). 

Ainda segundo a assessoria jurídica do Sinepe, fica a critério das escolas aderir a recomendação ou não. 

"Nesse período nós já teremos informações mais confiáveis sobre a situação do coronavírus no Pará. A partir daí, poderemos adotar as medidas necessárias", explica Karine. 

Vale lembrar que Várias universidades e faculdades já suspenderam temporariamente suas atividades.

REDE ESTADUAL

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) informou que foram reforçadas as ações e ficou determinado que, até o momento, não haverá alterações no calendário letivo, com as aulas prosseguindo normalmente.

 

Fonte: Diário Online

Direto do bairro do Limoeiro, a Turma da Mônica – aquele grupo de amigos que sempre se mete em confusões – está totalmente antenada com os acontecimentos recentes. Em uma publicação no Instagram oficial, o time de Mauricio de Sousa dá uma orientação importante sobre o novo coronavírus (Covid-19) para as crianças. 

Na imagem, os personagens Luca, Jeremias, Cebolinha e Mônica  aparecem em torno do Cascão – aquele que não curte muito o banho – em frente à uma pia. E a orientação é: “Lavar as mãos salva vidas! 

Na legenda, a equipe justificou a ilustração e alertou: “Já lavaram as mãos? Esta é a principal forma de se prevenir contra o novo coronavírus. E como a transmissão acontece também por contato físico, quando as gotículas alcançam mucosas do olho, nariz e boca, o melhor é evitar beijos e abraços. Não é desprezo, é apenas proteção”. 

Orgulhosos com o exemplo do personagem um dos internautas comentou: “Eu vivi pra ver o Cascão lavando as mãos e evitando doenças! Parabéns Cascão!”. A imagem que pretende alertar diversas crianças, já ganhou milhares de curtidas.

 
Fonte: DOL

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) vai ofertas 213 vagas para Parauapebas,37 vagas para Canaã dos Carajás-PA e 18 vagas para Curionópolis-PA;a serem preenchidas por meio de um processo seletivo simplificado. Os aprovados irão atuar no Censo Demográfico 2020.


Processo Seletivo Simplificado IBGE – Censo Demográfico 2020
213 vagas para Parauapebas-PA, sendo:
2 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM) - Salário: R$ 2.100,0019 vagas para Agente Censitário Supervisor (ACS) - Salário: R$ 1.700,00Nível: MédioTaxa de Inscrição: R$ 35,80Data da Prova: 17/05/2020 das 13:00 às 17:00
192 vagas para Recenseadores - Salário: Variável - Por ProduçãoNível: FundamentalTaxa de inscrição: R$ 23,61Data da Prova: 24/05/2020 das 13:00 às 17:00
INSCRIÇÕES ABERTAS: as 10:00 do dia 05/03/2020 às 23:59 do dia 24/03/2020
Site para inscrições: www.cebraspe.org.br

37 vagas para Canaã dos Carajás-PA, sendo:
1 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM) - Salário: R$ 2.100,003 vagas para Agente Censitário Supervisor (ACS) - Salário: R$ 1.700,00Nível: MédioTaxa de Inscrição: R$ 35,80Data da Prova: 17/05/2020 das 13:00 às 17:00
33 vagas para Recenseadores - Salário: Variável - Por ProduçãoNível: FundamentalTaxa de inscrição: R$ 23,61Data da Prova: 24/05/2020 das 13:00 às 17:00
INSCRIÇÕES ABERTAS: as 10:00 do dia 05/03/2020 às 23:59 do dia 24/03/2020
Site para inscrições: www.cebraspe.org.br

18 vagas para Curionópolis-PA, sendo:
1 vagas para Agente Censitário Municipal (ACM) - Salário: R$ 2.100,002 vagas para Agente Censitário Supervisor (ACS) - Salário: R$ 1.700,00Nível: MédioTaxa de Inscrição: R$ 35,80Data da Prova: 17/05/2020 das 13:00 às 17:00
15 vagas para Recenseadores - Salário: Variável - Por ProduçãoNível: FundamentalTaxa de inscrição: R$ 23,61Data da Prova: 24/05/2020 das 13:00 às 17:00
INSCRIÇÕES ABERTAS: as 10:00 do dia 05/03/2020 às 23:59 do dia 24/03/2020
Site para inscrições: www.cebraspe.org.br

 

Ascom/PMP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016