Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Pablo Sousa Silva, 29 anos de idade, foi preso em flagrante delito na rua Afonso Arino, 61, Bairro da Paz onde morava, com 213 gramas de uma substância análoga a cocaína. 

Jovem permanece preso a disposição da justiça

Segundo o sargento PM Vicente, a prisão do acusado se deu após denúncia realizada pela população, que vem colaborando com a polícia. "Chegamos até a casa do acusado por meio de denúncia anônima. Logo que ele abriu a porta foi indagado sobre a droga, mas negou ter droga em sua posse. Pedimos para averiguar, e na revista encontramos o entorpecente e embalagem para enrolar a cocaína, além de 6 celulares que acreditamos ser de troca", disse, denotando ainda que, cada grama já pronta para o consumo é vendida a 50 reais.

Mediante o flagrante Pablo Sousa, foi conduzido para 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, ao delegado plantonista José Euclides Aquino, que em seguida o encaminhou para exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal - IML.  

Ao ser indagado sobre o local que comprou a droga, ele respondeu que comprou de um indivíduo conhecido por "Ferramenta". Será averiguado se o acusado tem ou não passagem pela polícia.

Droga pronta e embalada para a venda, celulares e dinheiro foram encontrados de posse do acusado

(Neide Folha)

A polícia ainda não tem pistas do paradeiro do indivíduo, que armado invadiu a Clíniodonto localizada na rua F, bairro Cidade Nova, e sozinho assaltou as funcionárias.

O caso aconteceu por volta das 17 horas, da última segunda-feira 10. De acordo com informações ao entrar na clínica, o assaltante rendeu as duas atendentes da recepção, subtraindo 4 celulares, dois das funcionárias e dois da empresa.

Após trancar as mulheres no banheiro o meliante deixou o local tranquilo, levando uma moto Honda Biz de cor branca, placa OTV-7266, Parauapebas de uma das funcionárias.

(Neide Folha)

A Mega-Sena, que está acumulada há 12 concursos, vai sortear nesta quarta-feira (12) o prêmio estimado em R$ 105 milhões.

As seis dezenas do concurso 2.233 serão sorteadas a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Tietê, na cidade de São Paulo. O sorteio é aberto ao público.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, renderia R$ 270 mil por mês.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) em qualquer casa lotérica credenciada pela Caixa em todo o país. A cartela, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Bolão

O apostador também pode adquirir cotas de bolões organizados pelas lotéricas. Basta solicitar ao atendente a quantidade de cotas que deseja e guardar o recibo para conferir a aposta no dia do sorteio. Nesse caso, poderá ser cobrada uma tarifa de serviço adicional de até 35% do valor da cota, a critério da lotérica.

 

Fonte: Agência Brasil

Várias oportunidades profissionais estão à sua disposição. Aproveite as vagas de emprego abertas no Sine Parauapebas, hoje, dia 12. 

Para se candidatar às vagas, baixe em seu celular o aplicativo Sine Fácil ou procure o Sine, que está localizado na rua 11, entre as ruas E e D - Cidade Nova. O horário de atendimento é das 8h às 14h.


Clique aqui e confira as vagas de hoje. 

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

O Ministério Público Federal (MPF) lançou, nesta segunda-feira (10), o Sistema de Atendimento a Jornalistas (SAJ), ferramenta que busca facilitar o contato da imprensa com a instituição. A partir de agora, repórteres que queiram solicitar informações ao MPF precisam apenas acessar http://saj.mpf.mp.br de qualquer dispositivo conectado à internet, inclusive celulares.

Não é mais necessário saber de antemão o telefone ou o e-mail da Secretaria de Comunicação Social ou de uma das 32 Assessorias de Comunicação espalhadas pelo país. Todas essas informações estão no sistema, além de breves explicações sobre as atribuições de cada unidade do MPF, o que auxilia o jornalista a saber a quem procurar.

“Garantir que os jornalistas tenham acesso fácil a informações públicas é premissa básica para que a sociedade como um todo se mantenha bem informada sobre a atuação do Ministério Público Federal. O SAJ é um exemplo prático de aplicação dos princípios da publicidade e eficiência, expressos na Constituição, e aos quais a Administração Pública deve obediência”, afirma a servidora da área de Comunicação do MPF Allana Albuquerque, que idealizou o sistema.

Mailing sempre atualizado - Outra vantagem é que o próprio jornalista cadastrará suas informações de contato na base de dados que gera o malling utilizado nas divulgações feitas pelo Ministério Público Federal. Com isso, caso o repórter mude de e-mail, de número de telefone ou até mesmo passe a trabalhar em outro veículo, basta fazer a atualização no SAJ para continuar recebendo as publicações.

Temáticas de interesse e levantamentos nacionais - O jornalista ainda pode informar se quer ou não receber releases encaminhados pelas assessorias de imprensa do MPF e quais temáticas são de seu interesse (combate à corrupção, criminal, meio ambiente, comunidades tradicionais, etc.). “Por exemplo, se um repórter informa que quer receber divulgações, mas apenas aquelas relacionadas a combate à corrupção, não aparecerá em sua caixa de e-mail um release sobre questão indígena”, explica o analista de comunicação Jéfferson Curtinovi, gerente do projeto de desenvolvimento do SAJ.

Além disso, o sistema ainda permite que um mesmo pedido seja encaminhado para várias unidades do MPF, o que é bastante útil para jornalistas que necessitam de levantamento nacional ou regional para a produzir determinada reportagem.

Histórico de pedidos e sistema de mensagens instantâneas – Quando acessa o sistema, o profissional de imprensa também encontra um histórico de seus pedidos, com detalhamento de cada um deles: número, unidade do MPF que ofereceu o atendimento, respostas recebidas, datas de cada uma delas. E ainda tem um espaço para réplicas em formato de chat. Ou seja, caso um atendimento não sane sua dúvida por completo, pode fazer novas perguntas dentro do mesmo pedido.

Qualificação do serviço público – O SAJ também traz uma série de vantagens para os assessores de comunicação do MPF. Até hoje, a maioria das assessorias mantinha controle de seus atendimentos à imprensa em tabelas. O sistema garante maior agilidade e confiança no gerenciamento de informações.

Permite compartilhamento de dados entre as unidades, como os mailings dos jornalistas, o que tende a qualificar o alcance das divulgações e reduzir o esforço de atualização dos contatos. E oferece maior padronização e rapidez na mensuração desses atendimentos: “No painel de estatísticas, será possível, por exemplo, com poucos cliques, descobrir qual a temática mais procurada pelos repórteres, um tipo de informação gerencial valiosa para gestores públicos. Se grande parte da procura é voltada para crimes eleitorais, podemos oferecer uma capacitação específica aos assessores de comunicação, ou seja, qualificá-los de acordo com as necessidades da própria sociedade”, explica Gabriela Brunelli, gerente substituta do projeto de desenvolvimento do SAJ.

Jornalistas que tenham alguma dúvida sobre o sistema podem procurar qualquer uma das assessorias de comunicação do MPF.
 
 
PRPA-Ascom-MPF-PA

Com atuação no sudeste do Pará, a Estrada de Ferro Carajás (EFC), foi classificada, pelo segundo ano consecutivo, como a ferrovia mais segura do país pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A divulgação foi realizada na última semana e considerou os índices anuais de acidentes de todas as estradas de ferro do Brasil. A ANTT é o órgão federal responsável pela concessão, fiscalização e regulação de todas as ferrovias brasileiras.

A EFC circula, em terras paraenses, nos municípios de Canaã dos Carajás, Parauapebas, Marabá e Bom Jesus do Tocantins. Além de minério de ferro e cargas, como combustível e soja, a EFC - que é operada pela Vale - transporta por ano mais de 320 mil passageiros entre os estados do Pará e Maranhão. 

O indicador de segurança da EFC vem melhorando ano a ano. Em 2017, o índice alcançado pela ferrovia na avaliação da ANTT foi de 2,67; em 2018, caiu para 1,81 e agora chegou a 1,73, o menor dos últimos 13 anos. Na lógica da agência, quanto menor o índice, mais segura é a ferrovia. Os dados e comparativo estão disponíveis no site da agência. 

"Esse resultado é fruto do investimento contínuo em tecnologia, manutenção preventiva, qualidade da frota e do trabalho de diálogo com as comunidades que cruzam a via, incentivando-os a utilizarem as passagens oficiais, como viadutos e passarelas. Importante destacar que esse patamar de segurança é revertido diretamente em favor de quem utiliza o Trem de Passageiros da EFC", afirmou João Falcão, gerente-executivo da Estrada de Ferro Carajás.

Nos últimos dois anos, a procura pela viagem no Trem de Passageiros da Estrada de Ferro Carajás cresceu: saltou de 285 mil passageiros por ano em 2017 para quase 330 mil em 2019. Na última pesquisa realizada junto aos usuários, entre os principais motivos da escolha estavam segurança e preço. O valor da passagem de trem chega a ser em média 45% menor que o de ônibus. Em alguns casos, a diferença chega a ser ainda maior: enquanto uma passagem de ônibus entre São Luís e Açailândia pode custar até R$ 198; no trem, esse valor cai para R$ 54,00.

Inteligência artificial e outras tecnologias aplicadas na Estrada de Ferro Carajás

A Vale já utiliza Inteligência Artificial para gerenciar a manutenção da frota de locomotivas, vagões e via permanente da EFC. O processo começa enquanto os trens ainda estão circulando, com a ação dos sensores de monitoramento instalados ao lado da via - chamados de waysides - e ainda dos veículos de inspeção da via.

Utilizando parâmetros como temperatura, ruído, dimensional via laser, ultrassom e vídeo-imagem, os sistemas de monitoramento dizem exatamente a condição de cada locomotiva, vagão e trilho e qual deles precisa de manutenção ou substituição etc. Os milhões de dados colhidos são enviados para uma central em São Luís que utiliza as informações na construção de planos de manutenção precisos, aumentando a segurança da frota.

Outro diferencial, refere-se à tecnologia dos equipamentos utilizados para manutenção, como as mesas automáticas capazes de trocar o rodeiro de um vagão em cerca de 15 minutos. O complexo de oficinas instalado em São Luís (MA) é considerado um dos mais modernos da América Latina com a utilização de robôs para a movimentação de componentes. 

Saiba mais sobre a Estrada de Ferro Carajás:

  • Construída na década de 80 foi inaugurada com uma capacidade inicial de 30 milhões de toneladas por ano (Mtpa).
  • Percorre 27 cidades entre os estados do Pará e Maranhão.
  • Tem 970 quilômetros de extensão, com 575 km de via duplicada.
  • Utiliza trem-tipo com 330 vagões. Cada vagão leva cerca de 104 toneladas.
  • Transporta passageiros, minério de ferro, soja e grande parte do combustível que abastece o Sudoeste do Maranhão e sudeste do Pará.
  • O Trem de Passageiros transportou em 2019 cerca de 320 mil pessoas.
  • Possui uma frota com 300 locomotivas e cerca de 20 mil vagões. A força empregada para puxar um trem com 330 vagões chega a 18.000 cavalos de potência.

O Núcleo de qualidade e Segurança do Paciente (NQSP), do Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, em Marabá, promove um workshop sobre "Gestão Hospitalar", voltada para os gestores e coordenadores das UBSs (Unidades Básicas de Saúde) do município. O treinamento ocorre nesta quinta-feira, 13, no auditório da Universidade do Estado do Pará (UEPA). O Regional do Sudeste do Pará, gerenciado pela Pró-Saúde, irá reforçar a importância na gestão de metas, ações de planejamento, análises de indicadores, entre outras ferramentas que auxiliam na administração em serviços de saúde.

O Núcleo de Qualidade do hospital existe desde 2015, e desde então promove ações que contribuem para a segurança do paciente na instituição, além de colaborar com os setores na construção de indicadores de gestão, assegurando a segurança documental (rotinas, manuais, formulários e protocolos), e capacitação de colaboradores para ferramentas da qualidade hospitalar.O workshop que será realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Marabá, sendo ministrado por Patrícia Silva, gestora do NQSP do Regional do Sudeste do Pará."O Núcleo de Qualidade e Segurança direciona a instituição para o futuro, contribuindo na identificação e gestão de riscos que comprometam a segurança do paciente, e melhorias do serviço oferecidos pelas unidades de saúde", comenta.

O Regional e referência em atendimento de média e alta complexidades para 22 municípios paraenses. No ano passado, a unidade realizou 226 mil atendimentos, entre consultas, exames e cirurgias. O índice de satisfação dos usuários também obteve média de 97%, e representa a qualidade do atendimento humanizado da unidade.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade. Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Em mais um dia de oscilações no câmbio, o dólar subiu novamente e voltou a fechar no maior valor nominal desde a criação do real. Nesta terça-feira (11), o dólar comercial encerrou a sessão vendido a R$ 4,326, com alta de R$ 0,006 (+0,13%).

A divisa, que tinha caído ontem, começou o dia em baixa, mas inverteu a tendência e passou a subir a partir do início da tarde. Na máxima do dia, por volta das 15h30, a cotação chegou a R$ 4,338. Desde o começo do ano, o dólar acumula valorização de 7,81%.

O Banco Central (BC) não tomou novas medidas para segurar a cotação. Hoje, a autoridade monetária leiloou US$ 650 milhões para rolar (renovar) contratos de swap cambial – que equivalem à venda de dólares no mercado futuro – com vencimento em abril. O leilão faz parte da rolagem de US$ 13 bilhões de swap que venceriam daqui a dois meses.

No mercado de ações, o dia foi marcado pela recuperação. Depois três sessões seguidas de queda, o índice Ibovespa, da B3 (antiga Bolsa de Valores de São Paulo), que ontem tinha fechado no menor nível em quase dois meses, voltou a subir. O indicador encerrou esta terça-feira aos 115.370 pontos, com forte alta de 2,49%.

Nos últimos dias, o dólar subiu em nível global, principalmente diante das moedas de países emergentes, depois da divulgação da geração de emprego em janeiro nos Estados Unidos. No mês passado, a maior economia do planeta criou 225 mil vagas de trabalho, número superior à previsão de 158 mil novos postos.

O bom desempenho do mercado de trabalho norte-americano abre espaço para eventuais aumentos de juros pelo Federal Reserve (FED), banco central dos Estados Unidos. Taxas mais altas em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes, como o Brasil.

Na China, o receio de que o surto de coronavírus traga impactos para a segunda maior economia do planeta continua a afetar o mercado financeiro. O confinamento dos habitantes de diversas cidades afetadas pela doença reduz a produção e o consumo da China. No entanto, o anúncio de um caso de cura em um britânico animou as bolsas de valores em todo o planeta, por causa da perspectiva de que o impacto sobre a economia global seja menor que o esperado.

Entre os fatores domésticos que têm provocado a valorização do dólar, está a decisão recente do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central de reduzir a taxa Selic – juros básicos – para 4,25% ao ano, o menor nível da história. Juros mais baixos desestimulam a entrada de capitais estrangeiros no Brasil, também puxando a cotação para cima.

 

Fonte: Agência Brasil

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terminam hoje (12). Neste semestre, o programa vai ofertar 70 mil vagas em instituições privadas de ensino superior. O resultado sai no dia 26 de fevereiro. Para se candidatar, os estudantes devem acessar a conta única do governo federal.

O portal faz parte do plano de transformação digital do governo, de oferecer todos os serviços públicos federais por meio de um único login, que é o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), e uma senha. O candidato também pode acessar o portal do Fies , onde será redirecionado para o site do governo.

O programa está dividido em duas modalidades: o Fies a juros zero para quem tem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para aqueles com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos.

Mudanças

Em dezembro de 2019, o comitê gestor do Fies realizou algumas mudanças no programa, que só valerão a partir do segundo semestre deste ano.

Uma das mudanças é a possibilidade de cobrança judicial dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017 com dívida mínima de R$ 10 mil. O ajuizamento deverá ser feito após 360 dias de inadimplência na fase de amortização, ou seja, do pagamento em parcelas dos débitos.

Hoje a cobrança de quaisquer valores é feita no âmbito administrativo. Pela resolução aprovada pelo comitê, só continua a se enquadrar nesse campo quem dever menos de R$ 10 mil. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

Para o P-Fies, o comitê definiu independência em relação ao Fies, para, segundo o Ministério da Educação (MEC), “dinamizar a concessão do financiamento nessa modalidade”. Não haverá exigência do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)  como pré-requisito (hoje, é idêntico ao do Fies) e nem será imposto limite máximo de renda (atualmente, é para alunos com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos). Também será possível contratar o P-Fies durante todo o ano.

As mudanças também atingiram o uso da nota do Enem como forma de ingresso ao Fies. Hoje é preciso ter nota média mínima de 450 pontos e apenas não zerar a redação para pleitear o financiamento. O comitê estabeleceu uma nota de corte também para a parte discursiva, 400 pontos, que está abaixo da nota média nacional, de 522,8. Essas mudanças valem a partir de 2021.

A nota do Enem também servirá para limitar transferências de cursos em instituições de ensino superior para alunos que possuem financiamento do Fies. Será necessário ter obtido, no Enem, resultado igual ou superior à nota de corte do curso de destino desejado.

O comitê aprovou o plano trienal 2020 a 2022 para o Fies. Nele, as vagas poderão cair de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022, caso não haja alteração nos parâmetros econômicos atuais. Mas esses valores serão revistos a cada ano, podendo voltar a 100 mil vagas caso haja alteração nessas variáveis ou aportes do MEC.

 

Fonte: Agência Brasil

Com a conclusão da obra de três creches em Parauapebas, será ampliado em cerca de 40% o número de vagas municipais para essa modalidade de ensino. As creches estão sendo construídas nos bairros Beira Rio II, Apoena (W Torre) e Cidade Jardim. Ao todo, serão 750 novas vagas ofertadas.

De acordo com John Duarte, engenheiro da Secretaria Municipal de Obras (Semob), responsável por acompanhar a execução da obra, a creche do Beira Rio II está praticamente pronta e as localizadas nos bairros Apoena e Cidade Jardim estão com 92% da obra concluídos.

As obras são realizadas pelo governo federal, por meio do Programa ProInfância – Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE), com a contrapartida do município. A estrutura das creches está de acordo com os padrões do Ministério da Educação (MEC) e são preparadas para atender crianças abaixo de zero a 5 anos.

Os bairros escolhidos para a construção das creches foram selecionados de acordo com as demandas levantadas pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) e também por conta da obrigatoriedade do MEC de que as áreas sejam devidamente tituladas.

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016