Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é obrigatório a proprietários de veículos terrestres, aéreos e aquáticos. No Pará, o tributo anual pode ser pago junto ou separado do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e o seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre (DPVAT).

O IPVA é recolhido pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa). De acordo com Wellington Cardoso, coordenador do IPVA e fiscal de Receitas Estaduais da Sefa, o imposto é um dos mais moderno pois o pagamento é informatizado.

“O Detran tem um sistema que se comunica com a Sefa, nossas placas eram em formato de estado e com a mudança até os países vizinhos terão acesso sobre a adimplência do proprietário do veículo. A placa única do Mercosul vem também para facilitar a nossa fiscalização, aumentando o controle e a própria segurança do cidadão”, acentuou o coordenador da Sefa.

Com o pagamento do IPVA, o proprietário pode emitir o CRLV, documento de porte obrigatório para circulação no país. O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) disponibiliza uma ferramenta no site www.detran.pa.gov.br para que os motoristas possam verificar todas as informações sobre o licenciamento 2020. Entre os dados disponíveis está a tabela com o prazo para pagamento conforme os últimos dígitos das placas dos veículos.

Para facilitar o pagamento, a Sefa oportuniza a antecipação do imposto com possibilidade de desconto. “Nos últimos anos percebemos uma procura maior pelo pagamento antecipado, pelo desconto de até 15%. A consulta pode ser feita diretamente no site, sem ter necessidade de comparecimento presencial à Sefa”, recomendou Wellington.

Desde que ficou desempregado, há dois anos, Marcelo Cardoso foi dirigir para aplicativos de corrida para ajudar nas contas da casa. E uma das preocupações é não deixar o veículo com o selo atrasado, justamente porque precisa dele para trabalhar. “Todo início de ano eu pesquiso logo no site quanto está o meu selo. Calculo mais ou menos o licenciamento e na época de parcelar, já parcelo. Acho que assim fica mais fácil, principalmente para quem não tem uma renda fixa. Todos os dias separo um pouco do que arrecadei e não perco a data de pagamento. Além de todo o transtorno de ser parado em uma blitz e não ter o documento em dia, ainda correria o risco de não poder rodar. Problemas demais e que podem ser evitados”, ponderou Marcelo.

Alguns veículos são isentos do pagamento do imposto, como ônibus microônibus  vans e veículos utilizados no transporte e no turismo local; embarcações pesqueiras ou de transporte de passageiros; veículos com adaptações para deficientes físicos; máquinas agrícolas e de terraplanagem; veículos de consulados e embaixadas; ambulâncias; e táxis.

“Os proprietários devem requisitar a isenção junto à Secretaria da Fazenda. Os portadores de doenças terminais e algumas outras exceções também. Mas, em suma, todos os proprietários de veículos deverão pagar tanto o IPVA quanto licenciamento e o seguro obrigatório DPVAT”, reforçou Henrique Barbosa, do Departamento de Veículos do Detran.

 

Por Dayane Baía (SECOM)Ag.Pará

Na noite do sábado, 08, a Associação de Surdos de Parauapebas (Asurp), promoveu uma reunião com aproximadamente 50 pessoas, para discutir sobre políticas públicas e enfatizar seus direitos perante a sociedade, um assunto que pouco se discute.

 

A comunidade surda de Parauapebas marca presença na reunião

A ideia é apresentar uma discussão antropológica sobre o tema e sobre os surdos de modo que se possa compreender um pouco da particularidade desses grupos, que tem conquistado um espaço que antes era negado, mas que ainda têm que lutar cotidianamente para que se façam valer sua alteridade no exercício de seus deveres e de seus direitos.

Wanderson Antunes colaborador da Asurp

Wanderson Antunes colaborador do projeto, fala da importância da reunião e dos trabalhos que a comunidade surda vem fazendo. “Buscamos com essa reunião, introduzir a comunidade surda dentro dos seus direitos como cidadão de Parauapebas. Existe uma queixa muito grande dentro da comunidade sobre a falta do atendimento aos seus direitos por parte do governo, que é a falta de pessoas capacitadas dentro dos órgãos para se comunicar com a Língua de Sinais, principalmente no setor da educação”.

A comunidade surda espera que os movimentos dos surdos contribuam para o fortalecimento das políticas públicas, e que consigam agregar mais conquistas pelo direito, social, cultural e educacional.

Cilmara Bonfim ativista de direitos da Comunidade de Surdos de Parauapebas

Em entrevista a nossa equipe de reportagem com a ajuda de uma intérprete, a ativista Cilmara Bonfim, frisou sobre sua luta pelo direito dos surdos. “Tenho lutado para que todos os surdos tenham igualdade em direitos, para que crianças e adolescentes com qual quer tipo de deficiência não deixe de ir a escola ou a qualquer outro lugar por falta de acessibilidade, tanto por não ter  a  Língua de Sinais para os surdos nas escolas quando por falta de rampas para os cadeirantes, não sou ativista para ir em busca só dos direitos dos surdos, sou ativista para não deixar que nosso direitos sejam deixados de lado.” Disse.

 

 

 

Hora de agradecer. Assim descreveu a dona de casa Edilene Pereira o momento em que viu seu nome na segunda lista das famílias contempladas pelo Gira Renda, divulgada na última segunda-feira, 10, pela Prefeitura de Parauapebas e que foi marcado pela inauguração da Central de Atendimento do programa, no município. 

“Agradeço a Deus por esse momento, pois estou desempregada, trabalho só fazendo bico e esse valor vai me ajudar muito para comprar meu gás e alimentos”, declarou ela, que é moradora do bairro Betânia.

A lista contempla mais duas mil famílias que irão receber o Gira Renda, no valor de R$ 100, por meio de um cartão na função crédito “não cumulativo”, ou seja, é preciso que o beneficiário o utilize no prazo de 30 dias, pois o valor não acumula.

“Esse valor chegou em boa hora. Tenho três filhos e estou desempregada. Com ele, vou poder comprar alimentos pra casa”, contou Ana Lúcia de Jesus. Quem também ficou feliz foi a dona de casa Edna Souza, contemplada na primeira lista e que recebe o benefício desde o ano passado.

O atendimento de entrega dos cartões das famílias da segunda lista ocorrerá com o devido agendamento na Central do Gira Renda, com data e horário.

Emancipação

O prefeito Darci Lermen participou da solenidade e destacou como o programa pode contribuir com as famílias em situação de vulnerabilidade social. “O Gira Renda garante o mínimo para as famílias que mais precisam e nosso objetivo é emancipar essas famílias, capacitando, qualificando e dando condições de geração de renda. Nosso objetivo é atender até oito mil famílias”, informou ele.

De acordo com a coordenadora do Programa Gira Renda, Suely Guilherme, com a segunda lista somam-se mais de três mil famílias atendidas pelo programa. “Desde o ano passado já temos mil famílias beneficiadas, ou seja, fomentando o comércio local e garantido o mínimo a quem precisa. Lembrando que todas as famílias serão acompanhadas pela rede socioassistencial, de educação e saúde”, destacou Suely.

Para as famílias não contempladas pelo programa, por algum motivo, a coordenadora avisa que os casos serão reavaliados. “Iremos visitar aquelas famílias que ainda não estão aptas, ou seja, se o nome não está na lista, aguarde que faremos uma visita para verificar o que ocorreu na inconsistência dos dados. Então, teremos visitas, novos cadastros e entrega de cartões”, disse Suely Guilherme.

Serviço: A Central do Programa Gira Renda fica na rua D, nº 338, bairro Cidade Nova. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8 às 16 horas.

 

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

O final de semana foi de muita celebração e alegria para o povo Xikrin do Cateté. A aldeia Djudjekô foi palco da festa das Menire Biôk, que é a tradicional festa das mulheres. O evento foi realizado por meio do convênio firmado entre a prefeitura e o Instituto Indígena Botiê Xikrin. A finalidade do convênio é fortalecer as tradições indígenas com a realização de atividades socioculturais.

O presidente do instituto, Bekroti Xikrin, avalia de forma positiva a parceria firmada com o governo municipal. “É muito importante para nós a prefeitura manter nossa cultura. Esse convênio é importante para conservar as tradições indígenas. Nossa cultura não pode ser esquecida, mas sim ensinada para nossos netos, para os jovens”, defendeu ele.

Nessa festa, os homens são coadjuvantes e participam apenas prestigiando as apresentações das mulheres. Desde recém-nascidas, as meninas são incentivadas a preservarem a cultura. Antes do evento, há uma preparação especial. As indígenas realizam pinturas corporais e se enfeitam com indumentárias produzidas por elas mesmas. Os últimos preparativos ocorrem no centro da aldeia, onde elas se reúnem para colocar as últimas vestimentas e acessórios antes de iniciarem as danças. 

Quem teve a chance de prestigiar o evento foi o sociólogo e pesquisador pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Rodrigo Lima, que está fazendo um estudo no município sobre o impacto da mineração no entorno da região. “É de um respeito muito profundo por essa cultura que é tratada com muito carinho e muito cuidado. Divulgar na cidade e principalmente no entorno já é um grande avanço, e que, a partir disso, eles tenham cada vez mais o respeito e os direitos que merecem”, comentou ele.

 

 

Assessoria de Comunicação - Ascom/PMP

O secretário de Estado de Saúde, Alberto Beltrame, alerta a população paraense para que fique atenta às fake news que circulam nas redes sociais e que não compartilhem mensagens sem saber se são verdadeiras ou não.

Considerando a chegada do novo coronavírus (2019-nCoV), Beltrame quer passar à população paraense uma mensagem de tranquilidade e, especialmente, de segurança de que as autoridades sanitárias, em nível municipal, estadual e federal, estão absolutamente alinhadas e preparadas para o enfrentamento do coronavírus.

“Queremos que a população não ouça notícias falsas e não dê crédito a essas informações, que acabam causando um desserviço ao Sistema de Saúde, gerando intranquilidade”, orientou o secretário.

Beltrame informou que o Ministério da Saúde, inclusive, criou uma página especial para combater as fake news sobre saúde e disponibilizou um número de WhatsApp para envio de mensagens da população com informações virais, que são apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

“Na página, há informação precisa, de qualidade e credibilidade. Em caso de dúvida, acesse os sites oficiais do Ministério da Saúde e da Sespa. Temos lá uma coletânea de exemplos de fake news e a verdade sobre cada uma delas, pois a melhor maneira de combater a falsa notícia é com informação de qualidade”, disse o titular da Sespa.

Novo vírus - Beltrame afirmar que o Pará tem seu Plano de Contingência preparado, que deverá ser enviado oficialmente ao Ministério da Saúde, nesta semana, conforme acertado com o ministro da Saúde, durante reunião realizada na última quinta-feira (6) em Brasília.

O secretário ressaltou que o coronavírus é menos agressivo e menos letal do que foi o H1N1 em 2009. “A letalidade do novo coronavírus é 2% e a do H1N1 foi de 17%. De cada 100 pacientes com coronavírus, 86 desenvolvem a doença de forma leve e moderada e o tratamento será conduzido, preferencialmente, em ambiente domiciliar. Apenas 14 desenvolvem a doença de forma mais grave, necessitando de assistência hospitalar”, informou Beltrame.

Então, segundo o secretário de Saúde, a estratégia de comunicação com a comunidade é muito importante, no momento de uma emergência em Saúde Pública. “A imprensa também tem o papel essencial de levar a informação de qualidade e precisa e, sobretudo, a mensagem do que o governo do Estado está fazendo alinhado com o governo federal e com as autoridades internacionais como é o caso Organização Mundial de Saúde (OMS)”, disse Beltrame.

Apesar da preocupação, Alberto Beltrame está confiante. “A nossa expectativa é bastante favorável porque nós no Brasil e no Pará temos o Sistema Único de Saúde (SUS), que é capaz de atender sem discriminar ninguém de uma forma universal, gratuita e que nos permite uma interlocução, ao mesmo tempo, com cinco mil municípios do país. Essa é uma vantagem enorme que o Brasil tem em relação a qualquer país para o enfrentamento de uma situação de emergência”, afirmou o gestor estadual do SUS.

Medidas preventivas – Em relação à prevenção, Beltrame disse que não há necessidade de correr às farmácias para comprar máscaras como tem acontecido em vários lugares do Brasil. As principais medidas preventivas enumeradas por ele são as seguintes: lavar as mãos com sabonete ou higienizar com álcool gel; evitar aglomeração de pessoas; adotar a etiqueta da tosse ou espirro, que é cobrir a boca e nariz com lenço de papel para evitar a dispersão de gotículas que possam contaminar outras pessoas; e manter a casa arejada.

“São medidas muitos simples mas bastante eficazes e que podem ajudar a diminuir a disseminação de um vírus. Importante ressaltar que não existe nenhum caso confirmado no país, então, neste momento, é mais provável que as pessoas tenham muito mais sintomas respiratórios ou febris em função da Influenza do que do coronavírus”, esclareceu Beltrame. “O coronavírus não chegou e, se chegar, o SUS e governo do Estado saberão dar a resposta adequada, pronta, eficaz e eficiente para evitar uma catástrofe que pode ser representada por um descontrole da epidemia”, garantiu o secretário de Saúde.

Serviço: Qualquer cidadão poderá enviar mensagens gratuitamente com imagens ou textos que tenham recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640. Também pode obter esclarecimentos por meio da página do Ministério da Saúde.

 

Por Roberta Vilanova (SESPA)Ag.Pará

A Polícia Civil de Parauapebas recuperou na tarde desta segunda-feira, 10, cerca de 800 botijões de gás P13 GV e P45, roubados por três indivíduos armados que interceptaram o motorista na rodovia BR-150, nas proximidades do povoado Gogó da Onça, município de Xinguara. De acordo com informações o motorista da empresa de venda e distribuição de gás com sede no município de Tucumā/PA, trafegava pela rodovia dirigindo o caminhão marca Man modelo TGX 6X2, branco, placa QEV-2387/PA, quando por volta das 15hs, do dia 1º de fevereiro, foi interceptado pelos assaltantes, que após amarrarem o motorista no mato dirigiram o caminhão com a carga até ao município de Parauapebas, e após descarregar a carga, retomaram para a BR e abandonaram o caminhão vazio.

Na ação criminosa foi subtraído 1.112 unidades gás "P13" e 05 cilindros gás "P45", conforme registro de ocorrência realizado pela vítima, e informações do tacógrafo do caminhão indicou todo o trajeto do pesado veículo, a polícia realizou diligência constatando que a descarga do material tinha sido realizada no município de Parauapebas em 10 de fevereiro.

Foi realizado apreensão de todo o produto no total de 799 unidades de vasilhames de gás P13 e 05 unidades de cilindro de gás P45

Com apoio de Polícia Civil da 20º Seccional Urbana, foi realizado diligências até o bairro Residencial lpê, precisamente em um deposito de gás", onde foi realizado campana nas imediações, após constatar que grande quantidade de vasilhames de gás estavam na área do depósito encobertos com lona azul, os policiais civis realizaram incursão no interior do depósito a qual estava com o portão aberto (sem cadeado), não constatando a presença de nenhuma pessoa no local, ao averiguar os vasilhames e os lacres foi constatado as informações quanto a origem do produto, tipo data de envasamento em "31 jan. 20", compatíveis com a nota fiscal de compra do produto subtraído, ambas datadas em 01/02/2020, dentre os quais cinco cilindros de gás "P45".

Inclusive, não havia nenhum móvel de escritório no referido recinto, de imediato, foi realizado apreensão de todo o produto no total de 799 unidades de vasilhames de gás "P13" e 05 unidades de cilindro de gás "P45", além da apreensão de um par de botas, as quais foram imediatamente reconhecida pelo motorista assaltado.

Na ação dos bandidos também foram subtraídos dois estepes avaliados no total de R$ 5.400,00 um macaco hidráulico avaliado em R$ 300,00, uma chave de roda hidráulica avaliada em R$ 600, 00, uma lanterna sinalizadora avaliada em R$ 500,00, um rádio amador avaliado em R$1700,00, além de uma porta-cédula da vítima onde continha R$150,00, um aparelho celular e ainda a importância de R$ 1.930,00, quer seriam usados para a despesa com o caminhão.

Segundo os policiais, nos primeiros levantamentos do local onde foi encontrado a carga apreendida, foi constatado o registro de um dos sócio proprietário, outras diligencias foram encetadas a fim de identificar o proprietário e/ou responsáveis pelo citado depósito, sendo constatado que o referido estabelecimento foi vendido para o indivíduo desconhecido o qual alugou para outro indivíduo. Nas diligências realizadas não foi possível localizar os indivíduos.

A operação de recuperação foi comandada pelo delegado Jailson Lucena da Silva, com apoio dos investidores Márcio Bello, Leonardo, Almeida e o escrivão Alexandre.

 

(Neide Folha)

No último final de semana, 09, ocorreu a comemoração de 1 ano da inauguração da Fazenda da Esperança unidade Parauapebas, que vem fazendo um trabalho de reabilitação com jovens que possuem dependência química.

Todo o dinheiro das vendas, foi convertido para ajudar na construção da Fazenda da Esperança

Para a comemoração foi realizada uma missa campal e ainda singelas apresentações, realizadas pelos acolhidos, seguidas de depoimentos emocionantes sobre superação. Um churrasco foi vendido aos presentes e o dinheiro arrecado revestido para a manutenção do projeto.

O programa de recuperação é baseado em um tripé que consiste basicamente no trabalho, na espiritualidade e na convivência. Tanto que todos os acolhidos vivem numa irmandade, que de tão unida é capaz de devolver aos acolhidos o real sentido da vida, do amor a si próprio e ao próximo, bem como a importância da comunhão.

Voluntários da Fazenda da Esperança, ajudam a servir o almoço para os convidados

Fazenda da Esperança é uma comunidade terapêutica, a maior obra da América Latina, que regenera vidas e famílias. O sucesso da Fazenda da Esperança se deve ao programa de recuperação, o qual se baseia em processos pedagógicos que elevam a autoestima e resgatam a dignidade dos seus acolhidos.

Francisco Gomes, voluntario da Fazenda da Esperança demonstra o privilégio que é participar desse projeto

Para que a Fazenda da Esperança continue ajudando essas pessoas a mudarem de vida, o projeto conta com a ajuda de muitos voluntários, além de doações para a manutenção do espaço. “Tive o privilégio de conhecer a Fazenda da Esperança há dois anos atrás através de um convite de um amigo, pesquisei e me apaixonei era tudo que eu precisava, e a cada dia que passa fico mais feliz com esse projeto, que vem para ajudar pessoas que estão passando por problemas com o vício de drogas e álcool. Aqui nós temos este trabalho de resgatar vidas, trazendo aqui para a fazenda e acolhendo com muito amor e alegria.” Disse Francisco Gomes voluntário da Fazenda da Esperança.

Silvio Ricardo, coordenador da Fazenda da Esperança

O coordenador da Fazenda da Esperança unidade de Parauapebas, Silvio Ricardo Santiago Sousa, fala sobre o projeto e de sua participação. “Estamos completando um ano em Parauapebas, e inserida nessa comunidade para a recuperação de vidas de Homens e mulheres da dependência química através do tripé da fazenda que é o trabalho, convivência e a espiritualidade, um projeto suscitado por Deus, na cidade de Guaratinguetá, que começou com uma obra a onde a intenção era fazer uma ação de solidariedade com algumas pessoas que ficavam em uma esquina”.

Padre Hudson Rodrigues, celebra juntamente com os acolhidos e convidados o aniversário de um ano da Fazenda da Esperança

Emocionado o padre Hudson Rodrigues, enfatiza a importância da comemoração.  “Hoje o nosso coração está em festa, por estarmos realizando um projeto que foi sonhado por muitos e que hoje se torna uma realidade, isso é um sinal de conquista para todos nós, moradores de Parauapebas e região, e para pessoas que estão aqui cheios de esperanças de realmente livrar-se de seus vícios. Hoje é dia de festa, alegria e ação de graças, e continuamos pedindo as bênçãos de Deus sobre este projeto e sobre todos os que colaboram com o mesmo”, disse.

Os acolhidos da Fazenda da Esperança

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terminam na próxima quarta-feira (12). Para se candidatar, os estudantes devem acessar a conta única do governo federal, por meio do portal.

A medida faz parte do plano de transformação digital do governo. O objetivo é simplificar a vida do cidadão, com um login, que é o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), e uma senha para todos os serviços da administração pública.

O candidato também pode acessar o portal do Fies, onde será redirecionado para o site do governo federal e, após o login ou a criação da senha, voltará para o site do programa de financiamento estudantil.

Neste semestre, o programa vai ofertar 70 mil vagas em instituições privadas de ensino superior. O resultado sai no dia 26 de fevereiro.

O programa está dividido em duas modalidades: o Fies a juros zero para quem tem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para aqueles com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos.

Mudanças

Em dezembro de 2019, o comitê gestor do Fies realizou algumas mudanças no programa. O Ministério da Educação (MEC) destaca, entretanto, que elas só valerão a partir do segundo semestre deste ano.

Uma das mudanças é a possibilidade de cobrança judicial dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017 com dívida mínima de R$ 10 mil. O ajuizamento deverá ser feito após 360 dias de inadimplência na fase de amortização, ou seja, do pagamento em parcelas dos débitos.

Hoje a cobrança de quaisquer valores é feita no âmbito administrativo. Pela resolução aprovada pelo comitê, só continua a se enquadrar nesse campo quem dever menos de R$ 10 mil. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

Para o P-Fies, o comitê definiu independência em relação ao Fies, para “dinamizar a concessão do financiamento nessa modalidade”. Não haverá exigência do Enem como pré-requisito (hoje, é idêntico ao do Fies) e nem será imposto limite máximo de renda (atualmente, é para alunos com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos). Também será possível contratar o P-Fies durante todo o ano.

As mudanças também atingiram o uso da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como forma de ingresso ao Fies. Hoje é preciso ter nota média mínima de 450 pontos e apenas não zerar a redação para pleitear o financiamento. O comitê estabeleceu uma nota de corte também para a parte discursiva, 400 pontos, que está abaixo da nota média nacional, de 522,8. Essas mudanças valem a partir de 2021.

A nota do Enem também servirá para limitar transferências de cursos em instituições de ensino superior para alunos que possuem financiamento do Fies. Será necessário ter obtido, no Enem, resultado igual ou superior à nota de corte do curso de destino desejado. “Mais uma vez, a meritocracia como base para formar profissionais ainda mais qualificados, mantendo políticas públicas de inclusão como o próprio Fies”, informou o MEC.

O comitê ainda aprovou o plano trienal 2020 a 2022 para o Fies. Nele, as vagas poderão cair de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022, caso não haja alteração nos parâmetros econômicos atuais. Mas esses valores serão revistos a cada ano, podendo voltar a 100 mil vagas caso haja alteração nessas variáveis ou aportes do MEC.

 

Fonte: Agência Brasil

Um homem morreu e um adolescente foi apreendido durante uma intervenção policial, o fato ocorreu na noite de domingo, 9, no bairro Tropical em Parauapebas. Segundo informações era por volta das 11h30min, de sábado, 8, quando a dupla teria entrado em uma residência localizada no bairro Vale do Sol, a família foi rendida pelos criminosos e mantidos todos reféns.

A dupla fugiu do local levando dois aparelhos celulares, cordões de ouro, uma aliança e dinheiro, além de uma moto Biz de cor Branca. Após o ocorrido, o proprietário da residência seguiu os criminosos até a PA-160, nas proximidades da rodovia Faruk Salmen. Os dois que estavam em uma moto, foram derrubados do veículo pela vítima, mas conseguiram fugir deixando a moto para trás.

Segundo informações, repassadas pela guarnição do Grupo Tático Operacional (GTO), era por volta das 22h10, de domingo, 9, quando os militares foram acionados pela vítima afirmando que teria avistado um dos dois assaltantes que invadiu sua residência.

“A vítima nos contou que a ação da dupla teria acontecido no Residencial Vale do Sol, de onde levaram celulares, cordões, aliança de ouro, perfume, e 158 reais em espécie”, relatou o policial acrescentando que a vítima percebeu que o adolescente era um dos suspeitos, porque estava machucado, com base na denúncia a GU se deslocou até a rua A30, bairro Tropical II, e apreendeu o adolescente de 17 anos.

Na abordagem ele empreendeu fuga, porém, foi interceptado e durante a revista na casa do mesmo foram encontrados um celular e um dos cordões da vítima, além de uma faca, tipo punhal marca Luatek de cor preta. Mediante o flagrante o adolescente entregou o comparsa como sendo Leonardo Nascimento dos Santos, de 24 anos, natural de Dom Eliseu (PA), que se encontrava com a arma utilizada no assalto.

Ainda segundo a polícia ao chegar na residência de Leonardo dos Santos, a polícia teria sido recebida com um disparo de arma de fogo e que de modo a repelir a injusta agressão, um dos PMs efetuou dois disparos contra o agressor que foi atingindo. Ele chegou a ser socorrido pela GU uma vez que o SAMU demorou por estar em outra ocorrência, o suspeito foi conduzido Hospital Geral de Parauapebas - HGP, mas não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no pronto-socorro. O adolescente e os objetos recuperados com a dupla foram apresentados na delegacia para os procedimentos cabíveis.

 

(Neide Folha)

Começou nesta segunda-feira (10) nos Correios as inscrições para o Concurso Internacional de Redação de Cartas. A competição tem como objetivo estimular jovens e crianças a expressar sua criatividade e a melhorar seus conhecimentos linguísticos por meio da redação. A iniciativa, desenvolvida em parceria com escolas e estudantes de todo o país, recebeu mais de 6 mil inscrições no ano passado.

Neste ano, o tema da redação é “Escreva uma mensagem para um adulto sobre o mundo em que vivemos” e podem participar alunos de até 15 anos das redes públicas e privadas. A redação deve ser escrita de próprio punho, com caneta esferográfica preta ou azul.

As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de março.

Premiação

Segundo os Correios, o primeiro colocado de cada estado, e sua respectiva escola, receberão prêmios em dinheiro e participarão da fase nacional.

Na segunda fase, serão premiados os três melhores colocados.

Além de troféu, os vencedores receberão certificado e prêmios de até R$ 10 mil. O primeiro lugar nacional representará o Brasil na etapa internacional.

regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas e o formulário de inscrição estão disponíveis no site dos Correios. 

A competição é promovida anualmente pela União Postal Universal, sediada em Berna, na Suíça, com o objetivo de melhorar a alfabetização por meio da arte.

 

Fonte: Agência Brasil

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016