On Screen Facebook Popup by Infofru

Receba todas as atualizações via Facebook. Basta clicar no botão "Curtir" abaixo.

Fechar

  

Condenado a 39 anos de prisão pela morte do casal Manfred e Marisa von Richthofen, em 2002, Daniel Cravinhos deixou a Penitenciária de Tremembé, no interior de São Paulo, nesta terça-feira, 16, para cumprir o restante da pena em liberdade. É o segundo dos irmãos Cravinhos a progredir para o regime aberto - Christian, condenado pelo mesmo crime, está em liberdade desde agosto.

À época do crime, Daniel era namorado da filha do casal, Suzane von Richthofen, também acusada pela morte dos pais. Ela cumpre pena em regime semiaberto, mas já teve laudo favorável para também deixar a prisão.

A saída de Daniel Cravinhos para o regime aberto foi autorizada pela Vara de Execuções Criminais de Taubaté, atendendo a um pedido da defesa. A alegação é de cumprimento do tempo legal de prisão nos regimes fechado e semiaberto, sem incorrer em falta grave e com registro de bom comportamento. Ele cumpriu 16 anos de prisão e ganhou direito a outros dois anos de desconto na pena por ter trabalhado na prisão. 

Além disso, um laudo atestou que o condenado está em condições de viver em sociedade. A saída de Daniel Cravinhos foi confirmada pela administração da penitenciária.

Suzane

A Justiça ainda deve julgar o pedido da Defensoria Pública de Taubaté, que atende Suzane, para que ela também seja colocada em liberdade. Conforme a Defensoria, a condenada já cumpriu o tempo previsto para permanecer na prisão e também tem direito a um período de remissão por ter trabalhado na penitenciária. No início deste ano, um laudo criminológico encomendado pelo Ministério Público atestou que a condenada reúne condições de voltar a viver em sociedade.

 

 

Os irmãos Cristian (à esquerda) e Daniel Cravinhos durante transferência do DHPP, no centro da capital paulista, ao CDP Chácara Belém, na zona leste, em janeiro de 2006 Foto: Tiago Queiroz/Estadão

 

 

Fonte: Estadão

 

A Polícia Federal bateu seu recorde histórico de apreensões de cocaína e maconha em 2017. Por meio de operações das Delegacias de Repressão a Entorpecentes e do Grupo Especial de Investigações Sensíveis (GISE), a PF tirou de circulação 44,7 toneladas de cocaína e 313 toneladas de maconha. Os números são parte do balanço da Coordenação-Geral de Polícia de Repressão a Drogas (CGPRE).

Embora o número de operações especiais tenha diminuído no ano, 80 em 2017 e 121 em 2016, a quantidade de drogas apreendidas representa um recorde dentro da série histórica aferida desde 1995.

O valor de bens apreendidos também superou o ano de 2014, que detinha o recorde com R$ 323 milhões, e alcançou a cifra R$ 591,4 milhões em bens apreendidos pelas ações da PF.

Entre as principais operações realizadas a PF cita a Spectrum, responsável pela prisão de Luiz Carlos da Rocha, conhecido como ‘Cabeça Branca’ e apontado como um dos maiores ‘barões da droga’ do Brasil.

O traficante foi identificado pelos investigadores mesmo após realizar várias cirurgias plásticas para alterar seu rosto. A identificação foi possível após trabalho de peritos criminais que conseguiram mapear traços faciais do traficante com base em fotografias antigas.

O grupo liderado por ‘Cabeça Branca’, segundo a PF, operava com estrtutura empresarial e controlava áreas de prodição de drogas na selva da Bolívia, Peru e Colômbia.

A PF estima que a organização criminosa liderada pelo traficante introduzia cerca de 5 toneladas de cocaína por mês no Brasil por meio de aviões de pequeno porte que partiam dos países produtores, utilizando o espaço aéreo da Venezuela, e pousavam em fazendas brasileiras na fronteira entre os estados do Pará e Mato Grosso.

Outra operação citada no balanço da PF é a ‘Brabo’, realizada em setembro de 2017 por investigadores de São Paulo.

A investigação se deu por meio de cooperação com a agência americana de combate ao tráfico de drogas, DEA, e desarticulou uma organização criminosa que atuava na exportação de drogas por meio do porto de Santos.

Com base na Operação Brabo, a PF alertou autoridades da Antuérpia (Bélgica), Shibori (Inglaterra), Gioia Tauro (Itália) e Valência (Espanha) para que interceptassem carregamentos remetidos pelo grupo via porto de Santos.

Em 2017, a PF mais uma vez avançou sobre o grupo criminoso liderado por Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar. Na operação Espístola, realizada em maio, os investigadores descobriram que mesmo preso no presídio federal em Rondônia, Beira-Mar atuava no comando do tráfico em em outros negócios nas comunidades de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

 

Fonte: Estadão

Pode ser contra o rápido estilo asiático, ou contra o vibrante e “caliente” jogo das latinas. O Brasil não tem se importado com quem está do outro lado da quadra no Mundial feminino da Itália. Após atropelar as chinesas, as brasileiras venceram a República Dominicana, nesta sexta-feira, no Mediolanum Forum, em Milão, em uma partida com cara de aquecimento para o time do técnico José Roberto Guimarães: 3 sets a 0. Com a 11ª vitória - 25/19, 25/21 e 25/21 -, a invicta seleção bicampeã olímpica chega com moral às semifinais e fica a dois passos do título inédito. O resultado também classificou a China em segundo lugar no Grupo H. Sheilla, com 13 pontos, e Fabiana, com 12, foram as maiores pontuadoras.  

- O importante é a vitória. Queremos o ouro. Para mim, é indiferente ser a maior pontuadora ou não. Espero que amanhã nosso time continue melhorando. Acho que não fomos tão bem hoje como contra a China. Não podemos nos desconcentrar em nenhum minuto - disse Sheilla.

Fonte: G1

A secretária de Esportes de Itapemirim, na região Sul do Espírito Santo, vai continuar no cargo mesmo após ter sido detida no último domingo (5) por crime eleitoral. De acordo com o Ministério Público Estadual (MP-ES), ela e o marido foram presos por suspeita de participarem de um esquema de compra de votos em favor do candidato a deputado estadual Macaciel Breda. A decisão de não retirá-la do cargo foi tomada na tarde desta segunda-feira (6) pelo prefeito do município, Luciano de Paiva Alves. A secretária e o esposo foram soltos após o pagamento de fiança de R$ 8 mil. Na residência do casal foram encontrados cerca de R$ 200 mil. Na residência do casal foram encontrados cerca de R$ 200 mil. (Foto: Reprodução/TV Gazeta) Policiais Federais estiveram na residência do casal, no domingo, onde encontraram cerca de R$ 200 mil e um farto material de campanha. De acordo com a denúncia, os valores seriam utilizados para o pagamento de boca de urna. Além disso, a PF também apreendeu uma lista com nomes e quantias que deveriam ser pagas. Os dois foram conduzidos para a sede da Polícia Federal em Cachoeiro de Itapemirim, também na região Sul. Ainda segundo a Polícia Federal, a estimativa é de que seriam comprados mais de mil votos. "A possibilidade é de que haja um número, que ainda não foi definido, de pessoas envolvidas nessa compra de votos, que seriam os cabos eleitorais, os correligionários, e que parte desse dinheiro já teria sido distribuído para essas pessoas, sendo utilizada nessa fraude", disse o delegado Éverton Manso. O delegado explicou, ainda, que as apurações do caso continuam. "As investigações prosseguem porque além do crime da compra de votos, há indícios de ocorrência de outros crimes, utilizando inclusive a distribuição de cestas básicas. Então a nossa investigação vai continuar nos próximos dias, a fim de que a gente possa chegar a todos os responsáveis pelos crimes", concluiu. A secretária de Esportes e o marido foram soltos após o pagamento de fiança no valor de R$ 8 mil. Eles vão responder por crime eleitoral. Já o candidato a deputado estadual, Macaciel Breda, que não foi eleito, ainda será intimado pela Polícia Federal.

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2018gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/2M.gk-is-100jpeglink

Vídeos

Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016