Carajas o Jornal

Carajas o Jornal

Quem tem procurado as agências bancárias de Parauapebas, tem se deparado com uma situação que nos últimos dias, não é recomendado pelo Ministério da Saúde, que é a aglomeração de pessoas, tal medida visa conter o contagio do coronavírus / COVID-19.

Diante da pandemia os bancos têm adotado novas medidas de atendimento ao público como redução no atendimento físico e estabelecendo espaços entre os clientes, com isso a entrada de pessoas ao mesmo tempo tem sido reduzida.

Mas, tais medidas tem causado outros problemas, como poucas pessoas podem entrar ao mesmo tempo, clientes tem se aglomerado em frente ao banco, esperando por horas debaixo do sol quente para conseguir atendimento.

 Edvan Rodrigues fala sobre a situação que os moradores do município estão passando com as agências bancárias 

O senhor Edvan Rodrigues Santos, usuário dos serviços prestados nas agências bancárias reclama do mau atendimento e da falta de prevenção contra o COVID-19. “Viemos em buscas de soluções para os nossos problemas, e nós falam que logo seremos atendidos, mas acaba que, ficamos sem resposta e soluções. Estão evitando a aglomeração lá dentro, mas fora do banco a aglomeração de pessoas só aumenta, tendo também somente três pessoas para o atendimento de tanta gente e com isso acabamos nos propondo a estar em contato com outras pessoas, sem qual quer tipo de proteção”, desabafou.

 Grandes aglomerações de Pessoas podem ser vitas em frente as agências bancárias do município

Os bancos também tem ofertado serviços por meios digitais, mas muitas pessoas, pincipalmente os idosos que estão no grupo de risco, são leigos para o uso de aplicativos e acabam recorrendo as agências bancárias, tendo que esperar por horas do lado de fora para serem atendidos.

 

Fonte: Redação 

Quem tem procurado as agências bancárias de Parauapebas, tem se deparado com uma situação que nos últimos dias, não é recomendado pelo Ministério da Saúde, que é a aglomeração de pessoas, tal medida visa conter o contagio do coronavírus / COVID-19.

Diante da pandemia os bancos têm adotado novas medidas de atendimento ao público como redução no atendimento físico e estabelecendo espaços entre os clientes, com isso a entrada de pessoas ao mesmo tempo tem sido reduzida.

Mas, tais medidas tem causado outros problemas, como poucas pessoas podem entrar ao mesmo tempo, clientes tem se aglomerado em frente ao banco, esperando por horas debaixo do sol quente para conseguir atendimento.

 Edvan Rodrigues fala sobre a situação que os moradores do município estão passando com as agências bancárias 

O senhor Edvan Rodrigues Santos, usuário dos serviços prestados nas agências bancárias reclama do mau atendimento e da falta de prevenção contra o COVID-19. “Viemos em buscas de soluções para os nossos problemas, e nós falam que logo seremos atendidos, mas acaba que, ficamos sem resposta e soluções. Estão evitando a aglomeração lá dentro, mas fora do banco a aglomeração de pessoas só aumenta, tendo também somente três pessoas para o atendimento de tanta gente e com isso acabamos nos propondo a estar em contato com outras pessoas, sem qual quer tipo de proteção”, desabafou.

 Grandes aglomerações de Pessoas podem ser vitas em frente as agências bancárias do município

Os bancos também tem ofertado serviços por meios digitais, mas muitas pessoas, pincipalmente os idosos que estão no grupo de risco, são leigos para o uso de aplicativos e acabam recorrendo as agências bancárias, tendo que esperar por horas do lado de fora para serem atendidos.

 

Fonte: Redação 

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração do Pará (Seplad) informou que estendeu por mais 15 dias a suspensão das perícias médicas presenciais à servidores pelo órgão em Belém, Bragança, Conceição do Araguaia, Cametá, Tucuruí, Marabá e Santarém.

De acordo com a Seplad, a decisão faz parte das ações de prevenção e combate à propagação do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

Durante o período de suspensão do órgão, os servidores devem encaminhar seus atestados médicos e odontológicos, de até 30 dias de afastamento, ao Departamento de Recursos Humanos do órgão no qual está lotado, para que sejam encaminhados à Diretoria de Saúde Ocupacional (DSO) e homologados. Os atestados enviados devem ser legíveis e compatíveis com os originais. Qualquer dúvida entrar em contato pelo número (91) 3194 1001/1002.

 
Fonte: G1 Pará - Belém

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou nessa terça-feira (31) o edital do Exame Nacional do Ensino Médio. As datas de aplicação do exame impresso, nos dias 1º e 8 de novembro, e do digital, nos dias 11 e 18 de outubro, anunciadas no ano passado, foram mantidas pela autarquia.

Em todo o país, com as aulas presenciais suspensas para combater a pandemia do novo coronavírus (covid-19), estudantes buscam se preparar com as ferramentas que têm à disposição.

Desde o dia 18 de março, a estudante do 3º ano do ensino médio do colégio Mopi, no Rio de Janeiro, Júlia Lima tem aulas online diariamente. “Para mim, que estudo em escola particular e tenho todos os recurso para estudar, tenho acesso ao computador, não altera muita coisa [no preparo para o Enem]. Mas, para aqueles que não têm acesso à internet, vai mudar muito”.

 O horário das aulas presenciais foi mantido na modalidade a distância. Segundo Júlia, há um esforço de toda a equipe escolar para oferecer o melhor conteúdo possível. “Eu acho que [aula online] é um pouco mais complicada porque não tem a interação real da sala de aula, mas é bem similar. A escola está fazendo um esforço de mobilizar os professores e estamos tendo aulas ao vivo, realmente”, conta a estudante que quer cursar psicologia em alguma das universidades públicas no Rio.

As aulas a distância de Sabrina Lopes, estudante do 3º ano do Colégio Estadual Vicente Jannuzzi, localizado na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, começaram nesta semana.

“Astá sendo muito difícil porque é um ano complicado,mas que era muito esperado para mim. Eu sempre quis saber como era o 3º ano e agora está sendo uma experiência horrível. Sempre gostei de estudar, de aprender coisas novas. Agora, a gente não pode ir para a escola, está sem a convivência com os amigos, sem a convivência com os professores, que são ótimos”, diz.

Sabrina tem, desde segunda-feira (30), conteúdos disponibilizados na plataforma Google Classroom, graças a um convênio firmado pela Secretaria estadual de Educação do Rio de Janeiro. Mas, ela conta que aprender online é um desafio. “Eu acho que a gente não aprende de verdade. têm que olhar várias e várias vezes até entender”. A estudante pretende cursar educação física na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

No Distrito Federal, o estudante Axel Mark de Matos, do 3º ano do Centro de Ensino Médio 304 de Samambaia, está com as aulas suspensas. Ele busca, por conta própria, manter os estudos em dia. “Eu tento revisar o que foi dado este ano, faço pesquisas de matérias que podem cair e peço ajuda a um dos professores, que mora aqui no meu prédio”, diz.

Mesmo sendo vizinho de um dos professores, Matos diz que, na maior parte do tempo, estuda por conta própria, sem auxílio. “Eu acho que o que mais dificulta é não ter acesso a esse ambiente que a escola gera. Na escola, os professores ajudam muito a gente”, diz o estudante que pretende seguir, no ensino superior, a área de Tecnologia da Informação (TI), em que está finalizando um curso técnico.

Estudos pela internet

A manutenção do calendário, de acordo com o professor de redação do ProEnem, plataforma online de preparação para o exame, Romulo Bolivar, causou apreensão entre aqueles que estão se preparando para o Enem. “Os alunos ficaram muito apreensivos porque não há uma naturalidade no curso, na formação do ensino médio este ano. Os alunos ainda estão muito inseguros, as escolas ainda estão se mobilizando. Não sabem se vão conseguir dar conta do conteúdo que estava previsto até a data do Enem”.

Além das aulas no ProEnem,o professor envia podcasts a pré-vestibulares e cursinhos comunitários, onde, segundo ele, há pessoas que têm dificuldade de conexão para acessar vídeos. “As escolas particulares se mobilizaram para colocar videoaula, enviar material. Nas públicas, apesar do esforço dos governos, muitas vezes não há nem celular para receber esse material online, há alunos que não estão nem a par se as aulas irão ou não continuar [no formato a distância]”.

Nesse cenário, o professor recomenda que, na medida do possível, os estudantes estejam informados das decisões do Inep, que acompanhem as medidas tomadas e que sigam o calendário estipulado. Para os estudos, ele recomenda àqueles que não podem pagar, que pesquisem conteúdos online, que acessem videoaulas, que façam exercícios e reservem um horário no dia para os estudos. O ProEnem é uma das plataformas que oferece aulas gratuitas, pela manhã.

 “É importante tentar, se inscrever no Enem, não desistir. A gente não sabe o que vem pela frente. Não sabe dos rumos da pandemia. Os alunos devem buscar informações. Devem ficar tranquilos e continuar na disputa”, aconselha. 

No Brasil, em todos os estados há suspensão de aulas para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus. A medida não é exclusiva do país. No mundo, de acordo com os últimos dados da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), que monitora os impactos da pandemia na educação, 188 países determinaram o fechamento de escolas e universidades. A decisão afeta 1,5 bilhão de crianças e jovens, o que corresponde a 89,5% de todos os estudantes no mundo.

 

Fonte: Agencia Brasil

As comunidades do Rio Verde e do Cidade Jardim serão beneficiadas com a construção de duas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), uma em cada bairro. Na tarde desta quarta-feira (1º), o prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, e o secretário de Obras, Wanterlor Bandeira, assinaram a Ordem de Serviço (OS) autorizando o início das obras para semana que vem.

“Estamos felizes por mais essa conquista, especialmente por iniciarmos as obras da UBS do Rio Verde, que é um desejo antigo da comunidade. É mais investimento em saúde que estamos realizando, focando na Atenção Básica, portanto, em prevenção”, destaca Darci. A UBS será construída em uma área da prefeitura localizada na rua JK, esquina com a Minas Gerais.

O valor de cada uma das UBSs ficará na casa dos R$ 2 milhões. Parte do recurso é verba federal liberada por meio de emendas parlamentares. “Quero agradecer ao deputado federal Edmilson Rodrigues por destinar essa verba para a saúde do nosso município, assim como ao Josué Bengston, que fez a emenda quando era deputado”, assinala Darci Lermen.

As UBSs serão construídas conforme padrão do Ministério da Saúde. Cada uma comportará quatro equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) que atenderão 16 mil pessoas, em cada um dos bairros. A construção dos chamados “postinhos” de saúde conta com a contrapartida financeira do município. Conforme a Ordem de Serviço, o prazo para a conclusão das obras é fevereiro de 2021.

Texto: Karine Gomes
Assessoria de Comunicação - Ascom

As máscaras conhecidas como “face shields” protegem todo o rosto contra aerossóis (partículas liquidas ou sólidas), aumentando a proteção dos profissionais de saúde no atendimento a pacientes com covid-19. A Santa Casa de Misericórdia foi a primeira instituição a receber os protetores faciais doados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Pará (Senai-PA) para profissionais da saúde de hospitais públicos do Estado.

Os equipamentos foram entregues nesta quarta-feira (1º), na sede do Senai, ao diretor administrativo e financeiro da Santa Casa, Fabiano Castro, e ao enfermeiro Milton Miranda, responsável por intermediar o processo que colocou o hospital na lista das instituições que poderiam receber a doação, anunciada na mídia. 

“Ao saber da notícia pela imprensa, o enfermeiro Milton Miranda teve essa sensibilidade de entrar em contato com o Senai para saber como essa doação poderia vir para a Santa Casa. Assim, nós já recebemos uma parte dessas mil máscaras que serão doadas às instituições de saúde para o enfrentamento da covid-19”, ressalta Fabiano Castro.

O diretor que também destaca a importância da doação para a Santa Casa. "A gente fica feliz vendo que há outras instituições que estão querendo ajudar nesse enfrentamento, colaborando com a população e com o serviço público em um cenário mundial de carência de equipamentos de proteção individual. Essas máscaras de proteção serão utilizadas durante todo o tempo em que os profissionais estiverem lidando com pacientes diagnosticados com a doença. E quando terminarem seu turno de trabalho serão higienizadas e guardadas para que posterior reutilização, já que são reaproveitáveis”. 

Os equipamentos serão entregues a profissionais que executam procedimentos cirúrgicos, entubação, aspiração, partos e outros que exigem contato mais direto. 

Durante a cerimônia de entrega das primeiras 11 máscaras à Santa Casa, estiveram presentes o presidente do Sistema Fiepa, José Conrado Santos, os vice-presidentes Nilson Azevedo e José Maria Mendonça, o diretor regional do Senai, Dário Lemos, e o diretor do Instituto Senai de Inovação em Tecnologias Minerais (ISI-TM), Adriano Lucheta.

“A crise provocada pelo coronavírus atinge toda a sociedade e nós, do Senai, como integrantes da comunidade, não poderíamos deixar de fazer nossa parte neste momento tão complicado que estamos vivendo. Esperamos que esse equipamento, feito com a expertise do ISI, ajude os profissionais de saúde que estão na linha de frente do atendimento à população”, disse Dário Lemos.

Além da doação realizada pelo Senai, a Santa Casa vai receber outros 10 protetores faciais da Tudo 3D. “Há uma semana nós estamos produzindo face shields para profissionais de saúde. E a cada dez encomendas, doamos uma máscara”, explica Thiago de Moraes, responsável pela empresa.

A Santa Casa do Pará é um dos hospitais de referência no Estado para o atendimento de pacientes de covid-19, encaminhados via regulação. Na condição de hospital que possui Urgência Obstétrica, a Santa Casa mantém portas abertas para receber diretamente na maternidade mulheres grávidas ou que necessitam de outros atendimentos obstétricos, como as que apresentam sintomas suspeitos para covid-19.

Fonte: Agência Pará 

 

Por volta das 02h10min, de quarta-feira, 1°, a guarnição da área realizava policiamento ostensivo no bairro Tropical, quando na rua pública, foi visualizado atitude suspeita de dois indivíduos, que ao perceberem a VTR policial empreenderam fuga em desabalada carreira.

Um dos acusados correu em direção a um terreno baldio, enquanto que o outro seguiu em direção a uma residência adentrando no imóvel sendo seguido pelos policiais, e recebeu a ordem de rendição, mas acabou efetuando três disparos de arma de fogo em direção aos PMs, que revidaram com armas de fogos atingindo o acusado e uma mulher que estava na casa. 

Segundo informações policiais, foi apreendido na posse do acusado uma arma de fogo tipo revolver Taurus, serie 0A180835, cabo em madeira, municiado com três estojos deflagrados, enquanto que na posse da mulher foi apreendido um revólver Taurus com número de série raspado e com duas munições intactas.

As duas vítimas foram mortas durante confronto com policiais

Logo após o ocorrido foi prestado socorro através do Corpo de Bombeiros que conduziram os mesmos até o Hospital Municipal, local onde foi constatado óbito de ambos, sendo o homem identificado como LEANDRO JORGE RODRIGUES DE ANDRADE, vulgo flamenguista, enquanto que a mulher até o presente está sem identificação.

Buscas no interior da residência também foram realizadas e segundo os policiais foram encontrados farta quantidade de entorpecentes do tipo maconha, cerca de 2,3kg, cerca de 61kg crack, 98kg de cocaína, uma balança, além de quatro aparelhos celulares Samsung, 1 TABLET MULTILASER e a importância de R$100,00, os objetos foram devidamente apresentados na DEPOL para as formalidades de direito.

Na delegacia a polícia identificou nos celulares apreendidos fotos de integrantes de facção empunhando armas de vários calibres e pistolas de uso exclusivo da polícia, além de vídeo executado um possível rival.

(Neide folha)

A Secretaria de Estado de Saúde do Pará (Sespa), confirmou via Twitter às 14h40, desta quarta-feira (01), o primeiro óbito por Covid-19 no estado. A morte ocorreu no dia 19 de março, na vila de Alter do Chão, em Santarém, região oeste.

A vítima foi uma senhora de 87 anos, que se encontrava acamada em domicílio há um ano e teve contato com pessoas vindas de fora do Pará.

De acordo com a Sespa, a amostra foi coletada e o exame foi realizado em laboratório privado e somente foi notificado à secretaria municipal de saúde de Santarém após o óbito. Informada, apenas no dia 25 de março, a Sespa conduziu inquérito epidemiológico e concluiu por validar o óbito por Covid-19.

Fonte: G1 Santarém 

 

 

Na primeira pesquisa registrada e liberada pela Justiça Eleitoral sobre a disputa a prefeito de Canaã dos Carajás, o empresário e comunicador Jean Carlos aparece com amplo favoritismo, com nada menos que 57,3% da preferência do eleitorado. A segunda colocada é Josemira Gadelha, que pontua com apenas 14,3% das intenções.

A pergunta era em quem o morador da cidade votaria para prefeito nas eleições de 2020. Os demais nomes citados são, nesta ordem: Arildo Neres (5,9%) e Zé Batista (4,9%). Outros 12,2% disseram não saber, enquanto 5,4% responderam que em nenhum destes.

ESPONTÂNEA
Na pesquisa espontânea, quando o pesquisador não indica nomes de pré-candidatos, Jean Carlos também lidera, só que com a margem de 28,3% da preferência. Josemira aparece logo atrás com 6,7%, Arildo Neres com 1,7%; Gesiel e Zito Augusto com 1%, cada; Zé Batista com 0,7% e, empatados, com 0,2%: Antônio do Lanche, Jeová, Júnior Super, Léo Ferreira, Willian e Wilson Leite. A imensa maioria, os outros 59,4%, não opinaram.

REJEIÇÃO
O instituto também quis saber em qual dos candidatos a pessoa não votaria para prefeito: Josemira aparece em primeiro com 19%, Jean Carlos tem 12,1%, Zé Batista com 6,2% e Arildo Neres tem 4,9%. Outros 50,4% responderam que não rejeitam nenhum deste, enquanto 7,4% não opinaram.

REGISTRADA
A pesquisa está registrada junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número não rejeita. Foram ouvidas 405 pessoas em Canaã dos Carajás entre os dias 27 e 28 de março de 2020. A contratante foi a M.M Comunicação e Eventos. Segundo o Instituto Skala, que realizou o levantamento, o índice de confiança é de 95% de acerto, com margem de erro de até 3,5% para mais ou para menos.

 

Veja os cenários:

 

Jean Carlos segue na disputa junto com o Gesiel Ribeiro e conta com apoio de parlamentares

 Pré-candidato Zé Batista  e Agnaldo Costa vice pré-candidato

Pré-candidata Josemira Gadelha ao lado do vice pré-candidato Zito Augusto

Confira o registro no TRE: 

Fonte: https://bacana.news/

 

Quem mora no bairro Nova Carajás tem sofrido com os buracos que vem se formando nas vias com a erosão do solo, muitas das ruas se tornaram intrafegáveis, causando riscos para os munícipes que residem ali ou precisam trafegar pelo local.

Veículos transitam com muita dificuldade

Para atender a comunidade daquele bairro, o vereador Coutinho apresentou na última sessão da Câmara Municipal de Parauapebas, nesta terça-feira, 31, uma indicação ao poder executivo, que pede o recapeamento asfáltico da avenida Carajás no bairro Nova Carajás. 

Vereador Coutinho atendeu solicitação dos moradores

“Tendo em vista que o trecho acima citado encontra-se em péssimas condições de tráfego, e com isso dificultando o acesso bem como colocando em risco a situação dos cidadãos, pois muitos estão utilizando o canteiro central como rua para desviar dos buracos, fato que traz desconforto para quem precisa utilizar a via diariamente, peço a aprovação dessa casa de leis dessa indicação”, disse o parlamentar durante sua fala na tribuna.

A indicação foi aprovada pelos colegas parlamentares e agora segue para o poder executivo. Quem reside no local espera que o pedido seja atendido e que a situação seja resolvida.

Samara Guimarães

Sul e Sudeste do Pará

Loading
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.2018.Sophos_2019gk-is-100.jpglink
http://carajasojornal.com.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/Publicidade.galpogk-is-100.jpglink

Vídeos

FAMAP, a escolha inteligente
08 Julho 2019
Em parauaebas, aluno chamou a atenção dos vereadores, no momento em que fazia uso da tribuna. de Carajás O Jornal
18 Abril 2017
Alunos da Rede Estadual de Ensino, assistem aula no meio da rua em Parauapebas
13 Abril 2017
Novo Ministro do STF3
11 Fevereiro 2017
Tiroteio em Redenção deixa população assustada
01 Dezembro 2016
Nesse domingo os paraenses vivenciam o #CIRIO2016, a maior festividade Religiosa do Brasil
09 Outubro 2016
Dr. Hélio Rubens fala sobre o caso de corrupção na Câmara Municipal de Parauapebas
08 Outubro 2016
MARCHA PARA JESUS: Milhares de jovens nas ruas de Parauapebas
08 Outubro 2016
Corrupção é um problema de todos, você também pode combater!
06 Outubro 2016
Joelma agradece pela presença e participação em seu show na FAP 2016
12 Setembro 2016
Jake Trevisan agradecendo toda população de Parauapebas no Carajás O Jornal
06 Setembro 2016
Cantor Açaí no evento da Imprensa na FAP a pedido de Marola Show, canta para a Rainha, primeira e segunda princesa da FAP 2016.
01 Setembro 2016